Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    #Prólogo - O Cavaleiro

    Compartilhe
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Darkwes em Ter Ago 04, 2015 11:43 pm






    Subindo pela escadaria determinado, Lanthys adentra em um salão circular de grandes dimensões e bem iluminado, as paredes eram totalmente brancas com símbolos nela inscritos, assim como o piso que continha três círculos dispersos que se encontravam em um quarto círculo no centro, haviam quatro aberturas nas paredes do ambiente, cada uma delas possuía uma estátua em seu interior, estas tinham corpo humanoide aparentando trajarem robes, tinham cabeça com duas protuberâncias como grandes orelhas de lobo e empunhavam uma espada apoiada contra o solo. Olhando para o alto, Lanthys pôde observar que acima de onde se encontrava haviam dezenas de outras estátuas de mesma aparência das observadas inicialmente, rodeando toda a estrutura interna do salão que se prolongava sem interrupções até o topo da torre, onde havia um símbolo em formato circular com um triângulo no meio.

    Passado o fascínio inicial, o jovem guerreiro ergue a presa que trazia consigo, dizendo seu nome e a que veio até o local. Após algum tempo, o símbolo que se encontrava no topo se abre e uma forte luz de brilho dourado se projeta deste, logo em seguida o jovem guerreiro houve uma voz metálica porém humana se propagar por todo o ambiente, respondendo ao seu chamado.


    - Nós somos aqueles que receberam o título de cavaleiro Garou no passado!


    - Por que tu acredita ser merecedor de tal título?
    - fora dito por uma voz diferente, porém de características semelhantes à primeira.

    -  E o que te faz acreditar ter a capacidade de cumprir o que promete?
    - uma terceira voz se manifesta, também ressoando de forma metálica em todo o ambiente.




    *Off: ...


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Lanthys em Qua Ago 05, 2015 10:38 am

    Lanthys observa as estatuas enquanto ouve as vozes... Bem como admirava as mesmas ainda, ele também buscava encontrar a origem das palavras, embora tivesse quase certeza de que as vozes não tinha um ponto fixo de onde partiam, elas estavam por toda a parte, tudo aquilo eram as vozes... Fixando então seus olhos no brilho e logo em seguida baixando a cabeça ficando com sua visão voltada para a presa em sua mão, Lanthys responde os questionamentos...

    Lanthys: " - Porque me dediquei até o último instante como me foi determinado ser necessário, buscando a perfeição do corpo e da alma, mas principalmente do coração, dia após dia, noite após noite, no frio, na chuva, no calor, no cansaço, visando evitar ao mundo, o que aconteceu comigo, para atingir a excelência que um título deste porte exige... Porque em meu sangue pulsa o sangue de pessoas boas e apaixonadas que deram suas vidas para proteger um inocente, e este sangue heróico e honrado, sob a tutela de alguém como Leviathan e Naberius, me mostraram o que me aguarda fora desta fortaleza, desde a infância, e cada dia, cada hora vivida aqui, me avisou, me preparou, me mostrou os horrores que me aguardam do outro lado, horrores estes, que estou ciente, que tiraram vidas inocentes e de meus irmãos de armas, horrores estes que estou disposto a exterminar, pelo bem, pela paz, pela vida e pela felicidade... De todos..."

    Lanthys fica a observar a presa do dragão aguardando o julgamento dos Espíritos Heróicos...
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Darkwes em Qua Ago 05, 2015 1:30 pm






    Enquanto Lanthys faz suas colocações, a luminosidade do topo permanece na mesma intensidade, o brilho dourado emanado pelos feixes de luz não poderia ser um fenômeno natural, tão pouco se tratava da luminosidade do lado externo adentrando a torre, pois o céu já estava negro. Quando Lanthys conclui suas palavras, novamente uma das vozes propaga-se pelo ambiente.


    - Tu possui a força necessária para se tornar um cavaleiro. Mas ainda não provou ter a resolução necessária através da Provação das Chamas!


    - Aceitaremos esta presa em troca de uma lâmina dos Garou, mas terás de banhá-la com o sangue de teu mestre como prova de que não há hesitação em teu coração!
    - fora dito pela segunda voz.

    - Se cumprir esta tarefa, receberá o título de cavaleiro Garou e o direito de vestir uma armadura.
    - complementou a terceira voz.

    Antes que Lanthys pudesse dizer algo a respeito do que acabara de ser informado pelos espíritos heroicos, passos metálicos são ouvidos vindo da mesma abertura que ele adentrou a poucos instantes. Assim que o jovem guerreiro se vira observa Leviathan se aproximando de onde ele estava, o cavaleiro estava com uma séria expressão em sua face e olhava fixamente em direção à luminosidade no topo da torre, em seguida o instrutor se abaixou encostando o joelho esquerdo no piso do local, demonstrando respeito aos espíritos antes de começar a falar.

    - Espíritos Heroicos, perdoem minha intromissão... mas venho até aqui, pois gostaria de fazer-lhes um pedido.

    Logo após a interrupção do cavaleiro, as vozes novamente se manifestaram, mantendo o mesmo tom de antes.


    - Leviathan! O mais nobre entre os cavaleiros, aquele que tem vestido a armadura dos Garou por mais tempo do qualquer outro!


    - Por qual motivo se coloca diante de nós, em meio a cerimônia daquele que busca seguir a teus passos?
    - fora dito pela segunda voz.

    - Se desejas que este não receba o título de cavaleiro, por que o enviaste até aqui?
    - complementou a terceira voz.

    Mantendo-se ajoelhado em sinal de respeito, Leviathan se pôs a falar novamente, ainda olhando fixamente em direção a luz.

    - Não é esse o motivo que me faz vir aqui. Gostaria de pedir para que permitam que este jovem receba espada e armadura que pertenceram ao mais importante cavaleiro Garou!

    Após o pronunciamento do cavaleiro, as vozes permaneceram em silêncio por alguns segundos, mas logo depois se manifestaram a respeito.


    - Não podemos concordar com tal pedido, cavaleiro. Esquecestes da importância de tais artefatos e do motivo pelo qual são mantidos neste lugar?


    - Leviathan, tu já foi o mais sábio dentre os cavaleiros desta era, além de um dos mais fortes. O que o faz pensar que entregaríamos estes artefatos para este jovem?
    - fora dito pela segunda voz.

    - Diga-nos teus motivos cavaleiro!
    - complementou a terceira voz.

    Leviathan mantinha o mesmo olhar firme, permanecendo ajoelhado na mesmo posição desde que começara a argumentar.

    - Tenho conhecimento da importância e do estado atual dos artefatos, por este mesmo motivo, tenho passado todos estes anos como cavaleiro procurando incessantemente por alguém que pudesse restaurá-los. Apesar de não ter a mesma sabedoria que vós, posso ver com clareza que este jovem que aqui se encontra possui os requisitos necessários para devolver o que esta perdera no passado! Vos imploro que considerem este que é meu último pedido, pois meus dias como cavaleiro estão no fim e a única coisa que está ao meu alcance neste momento, é dizer que confio plenamente nas capacidades de Lanthys LionHeart para fazer o que vós também desejam! Restaurar o brilho perdido da armadura lendária!

    Leviathan continuou a olhar fixamente para o alto como fizera desde o início, não tendo se virado em direção ao jovem guerreiro até então. Apesar de não olhar diretamente para o instrutor, Lanthys podia sentir que não havia dúvida nas palavras do cavaleiro, ele estava decidido e não mudaria de opinião.
    Após um período mais longo de silêncio, as vozes metálicas dos espíritos se propagaram novamente pelo salão.


    - Cavaleiro Leviathan, compreendemos o que deseja e, assim como tu, desejamos que a armadura seja restaurada.


    - Todavia, sabe o que está a desejar a teu pupilo? Desejas que este jovem carregue este fardo?
    - fora dito pela segunda voz.

    - Só podemos permitir o que nos pede, se o jovem guerreiro concordar com teu pedido!
    - complementou a terceira voz.

    Todo o dialogo até então parecia se repetir na mente do jovem que buscava fazer sentido de tudo que era dito, buscando então responder as palavras de seu mestre e dos espíritos heroicos que argumentavam a respeito. Apesar de não ter sido preparado para o diálogo que acabara de transcorrer, parecia caber a Lanthys a decisão final que poderia mudar completamente seu futuro e suas expectativas...




    *Off: ...


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Lanthys em Qua Ago 05, 2015 1:52 pm

    Lanthys olha novamente para a presa em suas mãos e então, seguindo o exemplo de seu mestre, olha para a luz intensa sobre ele, foco provavelmente das emanações das vozes e fala em bom tom, sem qualquer temor em suas palavras...

    Lanthys: " - Espíritos Heróicos... Aqui cheguei a longos anos atrás... O homem que fala com vós, salvou minha vida, muito mais que isso, me deu um propósito na vida quando eu perdi tudo... Fui salvo por ele, segui seus passos e suas palavras até aqui... Em qualquer momento nesta vida tão curta que tive, sequer uma única vez vi meu mestre errar em qualquer conceito, em qualquer atitude, em qualquer gesto... Assim como conduz sua espada como nenhum outro conseguiria, ele conduz uma postura e uma sapiência que se espelham... Sequer sei qual seria o fardo a que vós se referem, mas, se Leviathan a fera ancestral acredita que eu posso fazer, tenham certeza, eu farei!" Lanthys faz uma pequena pausa enquanto sua voz mais elevada ao fim da frase reverbera e então, olha para Leviathan, como se pedisse para entendê-lo, ele vira-se de novo para a luz incessante completando...

    Lanthys: " - E deem-me qualquer tipo de teste que acharem adequado, eu realizarei todos ou morrerei tentando, mas... Jamais me peçam para ferir aquele que considero como pai... Sua vida vale 100 vezes a minha, não trocaria a vida de meu mestre ou de qualquer inocente por um título... O poder para trazer a paz está no coração do cavaleiro e não em sua espada, por isso, não pensem por 1 segundo sequer que irei ferir meu mestre para me tornar um Garou..."

    Lanthys então volta a olhar para a presa do dragão aguardando a decisão dos Espíritos Heróicos...
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Darkwes em Qua Ago 05, 2015 9:35 pm






    Após as palavras de Lanthys, Leviathan se ergueu e apoiou a mão direita no ombro do rapaz, olhando diretamente para o mesmo, ainda mantendo uma séria expressão em seu rosto. Em seu olhar o cavaleiro demonstrava compreender as palavras do jovem guerreiro, mas ainda assim moveu a cabeça lentamente para um lado e para o outro, discordando do que este acabara de dizer, explicando o motivo em seguida.

    - Lanthys, o que os espíritos heroicos lhe pedem faz parte do ritual para te tornares cavaleiro. Mas não te preocupes, a Provação das Chamas não é um duelo mortal, a única coisa que tens de fazer é atingir-me com a lâmina de tua espada uma única vez para demonstrar que está decidido a se tornar um Garou! A marca que tua espada deixará em minha pele será para mim como uma medalha que carregarei com orgulho pelo resto de meus dias, pois terei certeza de que, fora a partir desta que herdara meu legado e te tornares um protetor da humanidade!

    Logo após as palavras do cavaleiro, as vozes metálicas uma vez mais ressoaram por todo o ambiente, complementando o que Leviathan dizia.

    - Rapaz, aceitaremos que utilize a espada e armadura que estão guardados aqui como relíquias do passado! No entanto, terás de completar a Provação das Chamas para que te torne um cavaleiro!

    - Em tempos ancestrais, a linhagem dos cavaleiros era transmitida pelo sangue, sendo passada para os filhos e netos de um cavaleiro e apenas estes podiam trajar suas armaduras!
    - fora dito pela segunda voz.

    - Como essa linhagem se perdeu pelo tempo, a única forma de herdares a capacidade de vestir uma armadura Garou é te tornando sangue do teu mestre, banhando tua espada no sangue deste!
    - complementou a terceira voz.

    Leviathan olhou uma vez mais na direção de seu pupilo, mantendo o mesmo ar de determinação com o qual se referia aos espíritos para que aceitassem seu pedido anteriormente, dessa vez apoiando as duas mãos sobre os ombros do jovem guerreiro.

    - Lanthys, entendeste o que significa a Provação das Chamas agora?! A partir desta te tornarás aquele que carrega meu sangue contigo, como um verdadeiro filho! Desejas me negar isto?




    *Off: ...


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Lanthys em Qua Ago 05, 2015 10:16 pm

    Lanthys reflete tudo que foi dito pro Leviathan e pelos espíritos e entende que o "banhar em sangue" não significa morte e isso sim era aceitável ao guerreiro, afinal, duelar com seu mestre e vencê-lo em combate seria uma honra para Leviathan e negar e ele esse direito era como dizer que não o considerava suficientemente honrado para tal combate. Lanthys entende o que deve fazer e como sempre, sua determinação era visível enquanto ele se vira e observa seu mestre que lhe explicava os detalhes...

    Lanthys: " - Espíritos... Eu aceito! Como eu disse mestre... Sua vida vale 100 vezes a minha, não trocaria a vida de meu mestre ou de qualquer inocente por um título... Se a vida não está em risco, e ainda sendo da forma que me explicaram, eu terei a maior honra em lhe infligir uma medalha para toda a vida, e me sentirei tão ou mais honrado em ser considerado sangue de seu sangue... Meu mestre..."

    Lanthys observa Leviathan de forma firme e decidida e mostra a ele que fará tudo para dedicar a melhor luta de sua vida a este momento, não pelo título, não pela armadura, mas pelo bem que poderá fazer ao mundo e pela honra ao homem que considera um pai!
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Darkwes em Qui Ago 06, 2015 10:54 am






    Leviathan ouve as palavras determinadas de Lanthys demonstrando satisfação pela decisão do jovem guerreiro esboçando um leve sorriso, mas mantendo o mesmo olhar firme de antes, em seguida gesticulando com a cabeça em modo afirmativo. Logo em seguida, a estrutura da torre estremece de leve, ao mesmo tempo uma abertura na lateral da parede circular vai se abrindo vagarosamente.

    - Estando em jogo a armadura e espada lendárias, vamos lhes permitir que realizem a Provação das Chamas diante destas.

    - Além disso, o jovem guerreiro Lanthys deverá utilizar a espada Garou durante a provação!
    - fora dito pela segunda voz.

    - Empunhe a espada e não te arrependas de tua decisão!
    - complementou a terceira voz.

    Após a passagem se abrir, é revelada uma câmara ainda maior do que a que se encontravam Lanthys e Leviathan, no interior desta, na extremidade oposta a abertura havia uma figura imponente de pé, era a armadura lendária dos Garou, mas apesar da mesma parecer intacta, sua superfície possuía um tom escurecido e opaco, mais próximo do tom do bronze do que dourado como deveria ser quando esta era utilizada no passado. À frente da armadura, sobre um pequeno altar de pedra, se encontrava repousando uma espada longa em sua bainha adornada, apesar de estar em um tom mais próximo do dourado, tinha também uma aparência desgastada.

    Imagens:



    Leviathan aguardou que Lanthys seguisse na frente, em seguida também adentrando no grande salão. Enquanto o rapaz estivesse se preparando para empunhar a espada, Leviathan removeu sua capa e em seguida todo o peitoral de sua armadura, ficando com a parte de seu tronco desprotegida e revelando diversas cicatrizes antigas de formatos variados, algumas lembravam garras e mandíbulas de criaturas, enquanto outras cortes de espada, mas todas aparentavam estar lá há muito tempo. O cavaleiro então desprendeu a bainha de sua espada do cinturão a segurando com a mão esquerda a sua frente horizontalmente, repousando a mão direita sobre o cabo da espada.

    - Escute Lanthys, o objetivo aqui é que consiga ultrapassar minhas defesas me atingindo com a lâmina de tua espada uma única vez! Gostaria de aproveitar esta oportunidade para ver o quanto progrediu enquanto estive fora e tenho certeza de que me surpreenderá!

    No centro do salão havia um grande círculo aproximadamente 20 metros de diâmetro gravado no piso, tendo Leviathan se posicionado dentro deste, aparentando aguardar que Lanthys fizesse o mesmo após empunhar a espada diante dele.




    *Off: ...


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Lanthys em Qui Ago 06, 2015 11:27 am

    Lanthys fica maravilhado com a armadura e espada a sua frente... Ele controla suas emoções, sabe que dificilmente Leviathan não teria percebido sua fascinação pelos equipamentos... Ele seguia a frente de Leviathan indo em direção a armadura... Ele pára a frente do altar, baixa o joelho esquerdo até encostá-lo ao chão, se debruça sobre ele e baixa sua cabeça fechando os olhos...

    Lanthys: " - Me permita ó lendário Cavaleiro, ser digo do que disputo e honrar a meu mestre e a vocês com a batalha a seguir... Que meu coração e minha alma, guiem meu punho sempre!"

    Lanthys se ergue, observa a espada, a apanha com cuidado e a retira de sua bainha, com lentidão e respeito... Ele olha para a lâmina de sua ponta ao cabo e então, colocando sua bainha sobre o altar novamente, vira-se e vai em direção ao circulo posicionar-se como Leviathan estava... Ele enquanto caminhava, observava Leviathan a sua frente e sabia que aquela seria a batalha de sua vida... As marcas no corpo dele, algumas horas atrás Lanthys teria visto com tristeza, agora não mais, são as marcas eternamente gravadas das batalhas que enfrentou e das vitórias que conquistou! O guerreiro pára a frente de Leviathan mantendo uma distância saudável entre os dois e completa:

    Lanthys: " - Estou pronto mestre... O honrarei com este combate, provarei que posso ser o que o senhor espera de mim e o quanto evoluí sob os cuidados de mestre Naberius!"

    Lanthys coloca a espada a frente de seus olhos, segurando a mesma pelo punho com as duas mãos, sua ponta apontando para cima e esperando a ordem de seu mestre para iniciar...
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Darkwes em Qui Ago 06, 2015 12:09 pm






    Ao empunhar a espada Garou, Lanthys podia sentir que com aquela arma diversos combates já haviam sido travados e, apesar do tamanho da mesma, seu peso não chegava a ser desconfortável para o jovem guerreiro, mesmo sendo bem mais pesada que sua costumeira espada de treino, certamente pelo fato desta ter sido forjada com uma quantidade muito maior de metal espiritual. Ao removê-la da bainha, o rapaz ainda observa as diversas inscrições que haviam ao longo da espada que certamente se tratava de uma arma formidável em mãos habilidosas.

    Leviathan estava visivelmente satisfeito ao ver o jovem empunhando a espada lendária, em seguida removendo sua própria lâmina da bainha. Porém, antes do duelo se iniciar, o cavaleiro ainda se pôs a falar num tom determinado.

    - Lanthys! Você já conhece o verdadeiro significado da Provação das Chamas, mas o motivo desta receber este nome é pela forma que o duelo tem de ser travado! Observe atentamente o que irei fazer pois tu também deverás dominar esta capacidade para combater as criaturas demoníacas quando iniciares tua jornada, incendiando a lâmina de sua espada com tua bravura!

    O cavaleiro girou sua espada duas vezes em seguida executando uma pose marcial, mantendo a lâmina em posição horizontal apontada para frente. Logo em seguida, chamas esverdeadas se propagaram ao longo da lâmina. Leviathan então girou a espada uma vez mais, em seguida encostando a ponta da espada sobre o círculo gravado no chão, fazendo com que as chamas se propaguem, desenhando um círculo de chamas esverdeadas ao redor dos dois guerreiros, delimitando assim a área em que podiam duelar.

    As chamas na lâmina da espada de Leviathan se extinguem, mantendo-se acesas apenas aquelas que cercam a área de combate. O cavaleiro então posiciona sua espada à sua frente, empunhando-a com as duas mãos enquanto olha diretamente para o futuro cavaleiro.

    - Comece quando desejar Lanthys! Pois estou pronto para atestar tua capacidade como cavaleiro!




    *Off: Pode iniciar o combate, descrevendo o movimento executado e fazendo a jogada de acerto conforme a porcentagem com a lâmina do CABAL na sua ficha, mas vc também tem uma bonificação de +20%, por estarem combatendo no interior da torre (bonificação que conferi por interpretação anteriormente). Leviathan de fato não atacará mantendo posição defensiva, buscando bloquear e se desviar de todas as investidas de Lanthys, cabendo a este ultrapassar o bloqueio de seu mestre.


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Lanthys em Qui Ago 06, 2015 12:33 pm

    Lanthys observa atentamente o movimento feito por seu mestre para incendiar a espada com sua coragem, ele mentaliza e crê ser capaz de repetir o feito e continua a observar as chamas saírem da espada indo em direção ao centro e criando o círculo que define a provação das chamas! Ele observa seu mestre dizer que está pronto e então se inicia o teste!

    Lanthys leva a mão esquerda a frente então a mão direita vai para trás demonstrando que ele iniciaria a se movimentar. Um brado sai de seu peito e ele parte em velocidade em linha reta contra Leviathan e ao chegar a distância suficiente para atingi-lo com a lâmina em sua mão, Lanthys que parecia atacar em linha reta, usa a perna esquerda para se impulsionar em diagonal, girando sobre seu próprio eixo visando ficar quase na lateral de Leviathan, enquanto a espada chega riscar sua ponta ao chão soltando faíscas e subindo de novo em um ataque de baixo para cima, em posição diagonal, da direita para a esquerda, completando o giro para cair em pé novamente, muito provavelmente ao lado de Leviathan.

    Ao que a espada chega ao ápice de sua subida, Lanthys já estará em pé, a segurando novamente com as duas mãos à frente de seu corpo. Lanthys não disse uma palavra sequer, apenas compenetrado em seu teste que pretende realizar com a maestria que seu mestre espera dele!
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Darkwes em Qui Ago 06, 2015 2:27 pm






    Consciente do que tem de fazer Lanthys se lança em direção à Leviathan buscando atingi-lo com sua espada, mas o jovem sabia que não seria nada fácil alcançar o que pretendia, executando então um movimento mais complexo no intuito de achar alguma abertura na postura defensiva de Leviathan.

    O cavaleiro se mantém imóvel até o último instante, apenas acompanhando a movimentação do jovem até que sua lâmina risca o solo, neste momento Leviathan solta uma das mãos da empunhadura da espada e faz a lâmina se inclinar rapidamente, dando a nítida impressão da mesma se tornar mais pesada repentinamente, acelerando a sua descida até ir de encontro com lâmina da espada de Lanthys que ricocheteia fazendo com que faíscas sejam lançadas no ar com o impacto.

    Após o movimento Lanthys pôde ver um leve sorriso no rosto de seu mestre, como se este aprovasse sua investida. Mas o jovem teria de fazer ainda mais do que isso para atingi-lo...




    *Off: Leviathan bloqueia completamente o ataque.


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Lanthys em Qui Ago 06, 2015 2:55 pm

    Lanthys que estava com a espada a frente de seu corpo e observa a espada de Leviathan vindo de encontra a sua para o esperado bloqueio, sorri de canto ao que os movimentos se completaram, tanto por ver a expressão de aprovação de seu mestre, quanto pelo que pretendia fazer, pois tendo ficado em posição favorável para tanto, o guerreiro salta por sobre a espada que veio bloqueá-lo, quase que instantaneamente, tentando com velocidade, pegar o espaço que a espada deixou de proteger para bloquear sua espada!

    Com um salto para frente e girando a espada para trás no mesmo momento, ele passa pela frente de Leviathan, levando a espada para a direita e para trás visando exatamente o outro lado do corpo do mestre e indo parar poucos centímetros dele virando-se novamente para encarar seu sagrado oponente naquele majestoso desafio e sempre cuidando para evitar as chamas que ele não sabia, que efeito lhe causaria!
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Darkwes em Qui Ago 06, 2015 3:53 pm






    Aproveitando-se que Leviathan baixara a lâmina em suas mãos, Lanthys salta por sobre ele, girando no ar e buscando atingir a parte de trás do corpo do cavaleiro durante o movimento. No entanto, Leviathan parece notar o que seu pupilo pretendia girando seu o corpo e se inclinando para direita ao mesmo tempo, saindo da linha de encontro da lâmina de Lanthys. Ainda no mesmo movimento, Leviathan ergue o punho direito rasgando o ar com sua espada em grande velocidade até esta se colidir com a lâmina do jovem guerreiro quando este ainda estava girando no alto. O movimento de Leviathan pareceu improvável pelo tamanho de sua espada montante, mas o cavaleiro o executou como se estivesse empunhando uma arma tão leve quanto uma pequena adaga.

    O impacto das lâminas resultante do giro executado pelo cavaleiro é tão forte que faz Lanthys ser arremessado para trás, indo de encontro ao chão e tendo se de equilibrar para não tocar as chamas que rodeavam a região delimitada para o duelo.

    Após o movimento, Leviathan gira a espada lateralmente, em seguida a posicionando novamente à sua frente, demonstrando que não tinha intenção de facilitar em ser atingido pelo jovem guerreiro.




    *Off: Leviathan bloqueia de forma espetacular o ataque.


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Lanthys em Qui Ago 06, 2015 4:02 pm

    Lanthys irritado com suas falhas consecutivas bate seu punho ao chão, se torna mais sério do que já estava e então avança novamente, com ferocidade e força e quando chega novamente ao alcance de impacto, ele cerra os dentes, bate o pé esquerdo a frente, seu pé direito mais atrás lhe dando base sólida e sua mão esquerda vai a frente com a palma aberta, como se fosse empurrar a espada de seu mestre, mas ele não a toca, pelo contrário, aquele foi um movimento de equilíbrio para que seu braço direito pudesse dar o empuxo suficiente para atingir Leviathan com sua força total trazendo a frente sua espada que vinha recuada enquanto de sua movimentação!

    A sutileza parecia não fazer diferenças, Leviathan era mais rápido que qualquer coisa que ele tivesse visto, vencer aquela velocidade seria incrível, superar sua força física então, talvez improvável, mas Lanthys precisava vencer seu bloqueio e faria isso como seu mestre demonstrou ao transformar a espada em chamas, com sua coragem, com sua determinação!!

    Lanthys: " - POR VOCÊ MESTREEEEE!"

    A espada faz um movimento circular perfeito que risca o ar e vai de encontro ao corpo da fera ancestral!
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Darkwes em Qui Ago 06, 2015 5:20 pm






    Leviathan mantinha a guarda alta enquanto olhava fixamente nos olhos do jovem guerreiro, observando sua movimentação que culmina no movimento em arco executado por sua espada, buscando atingi-lo lateralmente.

    O instrutor parece notar a intenção do rapaz e puxa sua lâmina para a sua direita, impulsionando-a num movimento semelhante ao que Lanthys executava, fazendo as duas espadas se colidirem furiosamente. Além do impacto, Leviathan forçou a lâmina para frente buscando uma disputa de forças contra seu discípulo!

    - Posso sentir sua determinação Lanthys! Continue colocando seu coração na ponta de sua espada, só assim alcançará seus objetivos!




    *Off: Leviathan bloqueia a investida, mas ele procura fazer um duelo de Força contra Lanthys. Faça uma rolagem de Resistência (conforme tabela). Chance de sucesso é de 30% para vencer a Força de Leviathan e empurrá-lo para trás. (obs.: Bônus +20% continua valendo)


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Lanthys em Sex Ago 07, 2015 11:48 am

    Lanthys firma seu corpo, ele treinou isto exaustivamente com Naberius, ele sabia como revidar e como concentrar sua força para empurrar o oponente, e não havia oponente no mundo naquele momento, que precisasse ser mais empurrado que seu mestre Leviathan, ele precisava conseguir!

    Lanthys: " - Minha... Coragem... Minha... Força... A ponta... Da espada... AaaaaaAAAAAAHHHHHHHHH!"

    Lanthys força seu corpo todo para frente, mantendo as duas lâminas em choque para poder ter o apoio para mover seu mestre para trás, ele usava tudo que tinha e sentia o grande poder que a fera ancestral detinha! Lanthys coloca toda força em sua perna de apoio, executa um encontrão para abrir espaço e se lança por sobre Leviathan, girando por sobre ele tentando cair diretamente às suas costas abrindo novamente o braço direito para trás visando o flanco do mestre oponente!
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Darkwes em Sex Ago 07, 2015 10:15 pm






    Lanthys empurra a espada em suas mãos com toda sua força contra Leviathan, mas mesmo com todo o esforço do jovem guerreiro, o cavaleiro ainda parecia ter mais força bruta, vencendo a disputa e, consequentemente arremessando Lanthys para trás, deixando cada vez mais claro o motivo de seu mestre ser conhecido com a Fera Ancestral. Certamente haviam pouquíssimos cavaleiros com a mesma habilidade e força de Leviathan, talvez nem mesmo Naberius, com todo seu refinamento pudesse vencê-lo num duelo justo, mas não era hora de pensar sobre isso e Lanthys se lança em uma nova investida contra o cavaleiro.
    O jovem guerreiro se lança no ar uma vez mais, saltando por sobre seu oponente buscando atingi-lo pelas costas onde poderia haver algum ponto mais desprotegido. Apesar da tentativa ser boa, devido a agilidade de Leviathan este consegue se desviar da investida sem maiores dificuldades, estava claro que Lanthys devia arriscar um pouco mais para conseguir conectar algum golpe.

    Após o último movimento do jovem guerreiro, seu mestre se vira novamente em sua direção, olhando diretamente para o rapaz que podia sentir as expectativas e a determinação do cavaleiro.

    - Você se tornou um grande guerreiro Lanthys! Teus punhos reagem à tua força de vontade assim como os pequenos arbustos reagem ao serem tocados pelo vento. Mas às vezes é necessário ser como as fortes raízes que penetram nas profundezas do solo, se mantendo firme em suas decisões!




    *Off: Leviathan vence a disputa de força, além disso o ataque de Lanthys não conecta com seu oponente.


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Lanthys em Seg Ago 10, 2015 8:35 am

    Lanthys percebe que seu mestre está tentando dar-lhe algum dica, mas ele não consegue entender  que seria... Porém atacar a esmo não está dando certo, ele precisava tentar abrir a guarda de Leviathan antes de atacar. Tendo pousado exatamente atrás da fera ancestral e essa se virado para ele, ele tenta algo diferente e com um movimento rápido, já que estava com base sólida ao chão para ter onde se apoiar, ele gira, se agachando, sobre o pé esquerdo, tentando derrubar Leviathan com um chute horizontal circular tirando sua base de apoio (rasteira) e enquanto ele se desequilibrasse, Lanthys atacaria no ponto vulnerável que se mostrasse a sua frente com sua espada, tentando chegar ao corpo da fera ancestral!

    Lanthys: " - Não desistirei mestre, tenha certeza!"
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Darkwes em Seg Ago 10, 2015 9:55 am






    Lanthys percebe que sua estratégia de combate não estava surtindo efeito contra seu mestre, ele devia arriscar mais para conseguir furar o bloqueio de um exímio guerreiro como a fera ancestral. Dessa maneira, ao cair por trás do cavaleiro, Lanthys faz algo diferente do que estava realizando até então, inicialmente abaixando-se e visando atingir as pernas de Leviathan com um chute giratório.

    O cavaleiro é surpreendido pelo movimento extremamente bem executado pelo jovem guerreiro que parecia copiar o mesmo golpe que fora utilizado por Naberius contra ele no dia anterior durante seu treinamento. Lanthys atinge a perna esquerda de Leviathan desequilibrando-o por uma pequena fração de segundos, apesar de não derrubá-lo como esperava, o movimento faz com que Leviathan abra sua guarda por um pequeno instante que é bem aproveitado pelo jovem guerreiro que se impulsiona em direção ao cavaleiro, fazendo sua lâmina deslizar ao tocar na lateral do tronco da fera ancestral, fazendo um pequeno corte horizontal e tingindo a espada do jovem guerreiro com o sangue de seu mestre.

    Apesar do movimento bem executado por Lanthys, este percebe que após o golpe que acabara de executar, a espada de Leviathan estava a dois centímetros de seu pescoço, pois ele havia aberto a própria guarda e, caso este se tratasse de um combate mortal poderia ter sido ferido gravemente. No entanto, logo após o movimento, Leviathan recolhe sua espada e se vira em direção ao discípulo, visivelmente satisfeito.

    - Belo movimento Lanthys! Neste que é teu último teste, tu acaba de ter a minha aprovação! Agora, como um legítimo herdeiro da linhagem dos Garou e diante dos espíritos heroicos do passado, vista tua armadura e te transforme naquele que cortará a escuridão com tua lâmina!

    Assim como as palavras de Leviathan ecoavam na mente do jovem guerreiro, este podia sentir um poder crescente ressoar com a espada que tinha em mãos. Na armadura que se encontrava imóvel ao centro do grande salão, um brilho suave em seus olhos demonstrava reconhecer seu novo mestre, Lanthys podia sentir a mesma se comunicar com seu espírito, fazendo com que o jovem guerreiro entendesse como invocá-la mesmo sem nunca tê-lo feito até então...




    *Off: Lanthys atinge os dois golpes.


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Lanthys em Seg Ago 10, 2015 11:05 am

    Lanthys se enche de orgulho com as palavras de seu mestre e se concentra no que estava sentindo... Era impossível descrever as energias que ele captava, mas o mais impressionante era sentir o ressoar da espada e o brilho na armadura lendária que antes imóvel, agora parecia querer mover-se como que libertando-se de correntes há muito colocadas sobre isso...

    Lanthys que estava com a espada a frente devido ao ataque final, recua, fica ereto, baixa ambos os braços e sua face olha para o chão... Seus olhos se fecham, ele se concentra na espada e na armadura e então, ergue sua espada com a mão direita, enquanto a esquerda vem próximo de sua cintura, quase a frente do corpo, olhando na direção de Leviathan com firmeza...

    Lanthys então risca o céu acima dele desenhando com um movimento rápido e certeiro um círculo dourado e então ele baixa a espada, baixando levemente sua cabeça também sem tirar os olhos de Leviathan, mantendo a expressão séria e respeitosa, sentindo que algo como uma energia parecia descer sobre ele...
    Conteúdo patrocinado


    Re: #Prólogo - O Cavaleiro

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Nov 18, 2017 11:10 pm