Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Compartilhe
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Vinah em Qua Ago 26, 2015 9:16 am

    Oberyn fitava aquele corpo com desejo, tentando não transparecer a sua vontade. Ele observou por um longo tempo em silêncio o movimento suave de Lorra Stone ao entrar na piscina. Por fim, reprimiu seus desejos por um instante, afim de contar o plano para a mulher que estava a sua frente. Ele pensou em deslizar até ela após aquele sorriso sugestivo, mas soube que não iria resistir a um contato tão próximo por muito tempo. Oberyn Martell nunca reprimia seus desejos, mas agora se via ao menos tentando controlá-lo, ao menos por um pequeno tempo.

    - Estava falando sobre sua missão em Porto Real. Como eu disse anteriormente, eu quero que você vá até lá para espionar o que acontece com os Lannister, assim poderei agir quando necessário. - Ele fez uma pausa, imaginando como o corpo da bastarda estaria por baixo da água. - Se fosse apenas isso, eu poderia mandar algumas de minhas filhas para tal missão. No entanto, apenas você pode me ajudar. - Ele nadou até estar bem perto de Lorra Stone, podendo até mesmo abraça-la se quisesse. - Quero que você encontre um jeito de matar Sor Gregor Clegane, o algoz que matou minha minha irmã e os filhos dela. Não me importa os métodos que você use para realizar tal feito, o importante é que ele pague pelo que fez. - Ele fez uma pausa,sua voz que antes ganhara um tom de raiva se tornou suave novamente. - Há também outra tarefa para você. Meu pai, Dorian Martell, foi informado que um filho de sua prima Meria Martell chegou a Westeros recentemente. Esse tal filho é um grande combatente, mas ele fugiu de Essos antes de casar-se com uma mulher destinada a ele. Isso implica em um grande perigo para a familía no outro lado do mar, podendo até mesmo trazer uma tragédia para eles. Sua missão é encontrar esse homem e convencê-lo a cumprir seu compromisso ou então regressar novamente para Essos. - Oberyn faz outra pausa. - Ele não deve ser difícil de ser encontrado, foi visto pela última vez indo em direção a Campina. O nome dele é Daemon "The Peacemaker" Lannister, um gigante loiro que rivaliza em altura até mesmo com Gregor Clegane. É conhecido por um feito incrível em Essos, dizem que o gigante acabou com as pretensões de um homem que se declamou rei de Essos, trazendo paz aquele continente novamente.

    Oberyn Martell ficou esperando ao lado da bastarda, imaginando como seria tocar aquele corpo esguio da mulher. Um sorriso se espalhou em seu rosto enquanto esperava a mulher responder.
    Makaveli Killuminati
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1785
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Qui Ago 27, 2015 3:05 am

    Por um momento, a jovem de cabelos platinados achou que Oberyn teria cedido aos seus encantos, mas não, a víbora estava mais mansa que as línguas contavam ser. Por pouco Lorra não solta uma risada, conseguiu segurar a tempo de não parecer uma idiota. A bastarda Targaryen estava achando graça de Oberyn tentando focar no assunto sério enquanto seus olhos tentavam driblar o turvo da água, querendo apreciar o corpo desnudo de Lorra por completo.

    - Hm, uhum... - Lorra apenas concordava com um tom arrastado e inflamado, de alguém que estava ouvindo o quê o príncipe falava mas tentava confundir a mente da víbora com seu tom provocante enquanto deixava seu corpo de molho, sem esfregar-se, afundando pouco a pouco na água até que as pontas de seus cabelos platinados ficassem ensopados. O príncipe nada para próximo de Lorra, de maneira que a temperatura do corpo de Oberyn pudesse começar a ser sentida, pelo menos Lorra teve a sensação que sim, se perguntava também se Oberyn sentia o calor dela. Outra vez Lorra apenas concorda com as palavras de Oberyn, deixando-o continuar contar sobre seus planos com Lorra, que escutava atentamente mesmo na situação que tentava se colocar.

    Parecia que os boatos sobre Oberyn não convinham com a realidade, a víbora estava demorando para atacar a presa, mesmo a presa demonstrando estar tão vulnerável e convidativa. "Será que estava sendo muito convidativa?" A dúvida surge na mente da jovem de cabelos platinados que perde o sorriso temporariamente e fica com os olhos desfocados, mas logo retoma seu semblante sorridente deixando de lado o pensamento negativo, escutando o restante do quê Oberyn tinha para falar, se aproximando ainda mais do príncipe. - Uau! Do jeito que você me falou, esse Daemon parece ser um sujeito forte... - Lorra gira seu corpo ficando de frente para o príncipe em sua pequena pausa. - ... E musculoso... - Nessa hora a bastarda Targaryen aperta um dos braços de Oberyn, sentindo seus músculos. A intenção da jovem de cabelos platinados era provocá-lo a ponto do príncipe não aguentar mais e parar de reprimir seus desejos.

    Lorra solta os braços de Oberyn, fitando seu rosto com um olhar instigante. - Seus planos no qual me envolve são muito ambiciosos... - Suavemente a jovem de cabelos platinados deitava seu rosto para um dos lados enquanto acariciava o próprio pescoço, limpando-o, mas sem perder a oportunidade de expor toda sua sensualidade. Após acariciar o próprio pescoço, Lorra que já estava bem próximo a Oberyn, da um passo a frente, ficando tão próxima do príncipe que seus seios encostavam no corpo do homem. - Acho que preciso de uma motivação extra, meu príncipe... - Lorra passava uma de suas mãos no peito de Oberyn, certamente podendo sentir a batida de seu coração.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Vinah em Qui Ago 27, 2015 1:48 pm

    Não demorou muito para que Oberyn cedesse e fizesse jus a sua fama. Poucos segundos após a fala de Lorra Stone, o príncipe se encontrava beijando e explorando a pele macia do corpo da bastarda Targaryen. Assim, a última noite de Lorra Stone em Lançassolar se passou, essa fora a primeira vez que Lorra havia sentido Oberyn daquela forma, e ao que tudo indicava, seria a única vez durante um longo tempo.

    Lorra Stone acordou em uma cama na Torre da Víbora, a qual percebeu ao despertar totalmente que se tratava da cama de Oberyn Martell. O cheiro do príncipe ainda podia ser sentido no tecido fino que cobria o corpo nu da bastarda. Do quarto era possível ver que o céu começava a clarear, lançando tímidos raios de sol dentro do aposento. Uma carta estava aguardando-a em cima de um cômodo próximo a cama. Não foi necessário abri-lá para ler seu conteúdo, pois a carta mais parecia um bilhete de amentes do que uma carta formal de informação.


    "Obara Sand estará pronta e lhe aguardando no primeiro raio de sol dessa manhã junto ao monumento da Víbora, todos os detalhes e provisões da viagem já foram providenciados.
    Desejo-lhe sorte nessa partida e espero que possamos compartilhar mais momentos quando voltar.
    Oberyn Martell."
    Makaveli Killuminati
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1785
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Qui Ago 27, 2015 11:10 pm

    O corpo desnudo de Lorra desperta no centro de uma grande e confortável cama, o tecido fino que lhe cobria ainda emanava o cheiro da víbora, era o suficiente para a bastarda Targaryen relembrar a noite anterior com carinho e sorrir para o nada. Havia despertado totalmente revigorada, talvez aquela noite de sono teria sido a melhor em anos, talvez em toda sua vida, aquela cama deveria ter algum feitiço regenerador. Lorra senta-se sobre a cama e observava de um lado ao outro procurando por alguém, mas estava sozinha na torre, e gostava daquele momento privado.

    A jovem de cabelos platinados se descobre do fino lençol e caminha até onde roupas limpas foram deixadas, vestindo-as, foi nesse momento que nota a carta em cima do cômodo, deixada estrategicamente para que Lorra pudesse ler. Enquanto lia, aos poucos um sentimento de saudade já começava a arder, sentiria falta de Dorne, pouco a pouco as lembranças boas reviravam a mente da bastarda Targaryen, focando cada rosto dos amigos e amigas que deixaria para trás naquele período fora de Dorne, e em outro momento se morde em curiosidade sobre as cartas anônimas que recebia, duvidando que continuaria a receber tais cartas fora de Dorne.

    Após seu momento de reflexão e meditação, Lorra caminha em passos largos e decididos, abrindo a porta da Torre da Víbora demonstrando um semblante focado e obstinado, partindo até o ponto de encontro onde Obara estaria lhe esperando.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Vinah em Dom Ago 30, 2015 4:13 pm

    Obara Sand estava esperando em frente ao monumento da víbora, um marco conhecido em toda cidade. A aurora já tinha chegado, os moradores da cidade começavam a arrumar as barracas de especiarias para enfrentar um novo dia naquele lugar árido. A filha de Oberyn estava parada ao lado de um corcel, mas quando ela te viu já montou rapidamente na montaria. Outras duas montarias estavam preparadas, uma levava um alforje grande contendo itens essenciais para uma viagem, tais como alimentação e outras peças que não poderia ser expostas ao sol forte de Dorne. A outra estava destinada a Lorra Stone.

    - Pensei que você havia desistido de partir, já estava me preparando para começar a viagem sozinha. - Ela cutucou o cavalo, fazendo ficar pronto para ir embora. - Hurdon Quagg já foi em direção a Essos, ele esperou algum tempo aqui para despedir de você, mas fez a escolha certa em sair antes que perdesse o barco para o outro lado do mar.

    A viagem durou vários dias, a dupla de enviadas passaram por diversos locais já conhecidos da região. Passaram por Graça-dos-Deuses, depois foram para a cidade portuária de Tor, após isso encararam longos dias de um deserto interminável até chegar no Caminho do espinhaço; uma série de montanhas que desembocava no Solar de Verão, aonde já era terra dos Senhores das Tempestades. O clima de cada lugar a medida que Lorra ia para o norte ficava mais pesado, as pessoas pareciam se preparam para alguma coisa grande. Havia medo em seus olhares, muitas pessoas ficavam em silêncio até mesmo dentro de uma estalagem.

    A terra dos Senhores das Tempestades era muito diferente de Dorne, os longos desertos foram substituídos por pedras afiadas e por um cenário morto e cru, nada poderia germinar em rochas tão duras e estéreis como aquela. Em dorne, havia ao menos a possibilidade das plantas mais fortes e adaptadas a resistirem diante de tal calor e falta de umidade, mas ali em Solar de Verão nada poderia crescer. Havia se passado um longo mês de viagem, Obara Sand havia se tornado cada vez menos complacente com a companheira, a falta de habilidade de Lorra fizera Obara se irritar diversas vezes, declarando algumas vezes que Oberyn fora insensato de mandar alguém que não sabia montar um corcel para um missão tão importante.  Seja como for, a viagem estava chegando ao fim, Porto Real ou vale D'erva ficava a poucos dias de cavalgada, logo a dupla estariam prontas para começar a tão desejada missão.

    Cerca de dois dias atrás, Obara e Lorra havia parado em uma estalagem chamada " Rocha do Peregrino", um local pequeno mas que era muito utilizado por quem empreendia tal viagem pelo caminho do espinhaço. As duas haviam passado a noite lá, mas Lorra havia ouvido algo relativo a uma de suas missões. Um homem de armas de uma casa da qual Lorra nem se lembrava, havia dito que a Campina se preparava para a guerra. Diziam que Renly baratheon havia se declarado rei, - não oficialmente para os sete reinos -, e agora um de seus novos campeões havia travado uma batalha em Lago Verde, fazendo com que a justiça do novo rei fosse demonstrada para aqueles que ousassem desafia-lo. O homem que havia se tornado um dos líderes foi o tema da noite.

    " Não há homem maior que Daemon Lannister. A guerra estava sendo travada e ambos os lados estavam empreendendo um boa luta, mas quando Daemon decidiu entrar na batalha, tudo foi decidido rapidamente. Se não bastasse sua grande capacidade de liderança, o homem também demonstrou ser um ótimo lutador."

    Lorra havia ouvido a história da batalha em Lago verde, muitas histórias tendiam ao fantástico e outras continham incongruências enormes, mas a localização era algo em comum. Todos diziam que Daemon estava em Vale D'Erva, um local que ficava quase a mesma distância que Porto Real.
    Makaveli Killuminati
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1785
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Seg Set 07, 2015 4:21 am

    Quando Lorra avistou o seu corcel lhe esperando, uma leve vontade de desistir da longa viagem passou-lhe na cabeça, Oberyn sabia que não gostava de longas viagens a cavalo, provavelmente nunca se acostumaria com tal situação, mesmo que se tornasse algo frequente como acabara se tornando. O comentário de Obara levou Lorra a comentar de acordo com a situação de Hurdon, muito melhor que as delas, pelo menos no ponto de vista da bastarda Targaryen. - Sorte dele viajar de barco... - Em pensamento, Lorra também via Hurdon como sortudo por não ter que ouvir Obara reclamando durante maior parte da viagem, já prevendo seu incomodo pela lerdeza de Lorra no lombo de seu corcel, se comparando com a pressa da bastarda de Oberyn.

    Partindo da capital, Lorra e Obara seguem seus rumos. O cenário vai mudando diante dos olhos da jovem de cabelos platinados, o deserto infindável some para dar lugar ao mar de rochas, a sensação de novidade era algo que Lorra admirava, mas o clima predatório da terra dos Senhores das Tempestades deixava Dorne amistosa, levando uma repentina nostalgia sobre a memória de Lorra. Com o tempo, Obara se tornara a pessoa que Lorra tinha previsto ser, cheia de reclamações sem fundamentos, era claro que Lorra sabia montar um corcel, só não fazia com tanta pressa, afinal de contas, não estavam apostando corrida. O corcel maltratava Lorra mais que Lorra maltratava o corcel, disso não havia dúvida. Aos poucos o semblante de cansaço de Lorra se une aos dos habitantes daquela região de Westeros, recém adentrados em uma guerra.

    Os comentários ouvidos na Rocha do Peregrino tiram o sono de Lorra por dois dias, indecisa por qual caminho tomaria dali em diante, sua decisão poderia mudar o rumo das suas duas missões rapidamente. Daemon Lannister estava próximo de onde a bastarda Targeryan se encontrava, mas as histórias contavam que sua presença já está envolvida no conflito local, seria muito difícil mudar a opinião do homem que estava por trás de tantas histórias naquele momento, talvez fosse melhor esperar Daemon se frustrar com a guerra que tinha adentrado, o homem deveria ter muita autoconfiança para achar que poderia vencer os Lannister's, mas se fosse para Lorra apostar em um dos cavalos, apostaria no quê tinha a juba dos leões, os de Westeros, não o de Essos.

    Com a recente morte de Robert Baratheon, Lorra deveria se apressar para chegar em Porto Real o quanto antes, pois os Lannister's deverão estar trabalhando incessantemente para manter seu poder sobre o trono de ferro, e se não chegasse a tempo de impedir, pelo menos teria tempo de alertar os passos dados pelos leões o quanto antes, portanto, Lorra cavalga com seu corcel rumo a Porto Real, deixando para tratar de Daemon em um momento mais oportuno, com sorte conseguiria obter mais informações sobre o homem durante sua estádia em Porto Real. Quanto a Gregor Clegane, talvez este fosse a chave para acabar com dois problemas de uma só vez, a única coisa que estava certa, é que este homem não deve se safar da sua morte precoce. O sucesso era a única opção que Lorra se dava o luxo de obter, fracasso não.

    Cheio de histórias fantásticas sobre a batalha do Lago Verde, Lorra continua sua cavalgada rumo a Porto Real, seu destino principal.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Vinah em Qua Set 09, 2015 2:26 am

    Sonhos de Dragão



    " Uma jovem de cabelos platinados e com a face marcada se encontrava em um grande deserto, o calor era tão forte que até mesmo um dornês perderia a vida ali em apenas um dia. No entanto, a jovem parecia alheia a tudo que a cercava. Ao seu lado inúmeros homens trajados como cavaleiros brandiam espadas e bradavam em desafio aos seus inimigos. A jovem não se importava, seus olhos estavam fixados na grande sombra que se movia no céu.

    Lorra Stone podia sentir as areias quentes do deserto, o qual havia ferido toda a sola de seu pé, havia inúmeras bolhas que dificultavam o andar da jovem, mas não havia dor alguma. A cada toque de sua pele com o calor infernal das areias era como se alguém sussurrasse um segredo prazeroso a ela, de modo que correr em direção a sombra que plainava no céu era uma tarefa repleta de excitação. Os homens ao lado da garota gritavam de medo, mas Lorra gritava de prazer e fascínio.

    Uma distância incontável foi percorrida por Lorra, mas ela nunca conseguia alcançar a grande sombra que aterrorizava os homens. Ela era lenta demais e mesmo que corresse mais que um corcel, nunca alcançaria a sombra, pois esta se encontrava a vários metros de altura. Enquanto corria, Tywin Lannister aparecera atrás dela segurando uma espada, seus olhos eram as únicas coisas frias no cenário, ele também exibia um sorriso enquanto brandia a espada na direção da jovem. Não houve dor quando a espada penetrou a barriga da jovem, mas o sangue fluiu pela lâmina de Tywin. 'Sangue de dragão.' Alguém havia sussurrado aquilo, mas Lorra não identificou quem havia proferido tal palavra. O deserto se moldou, as areias de Dorne liberaram uma serpente, a qual tornou-se o foco de ódio para Tywin Lannister. A luta entre o velho leão e a serpente acabou rapidamente, mas assim que Tywin brandiu a espada novamente, o sol desceu até onde eles estavam.

    A pele de Lorra queimou no mesmo instante, seu cabelo platinado foi consumido como palha seca em uma fogueira, sua roupas foram incineradas no mesmo instante. Porém, não havia sinal algum de dor. As chamas que lambiam a pele macia da jovem tinham uma textura suave, lembrando-lhe sensações que conhecera ao lado de Oberyn Martel no seu última dia em Dorne. Tywin parecia surpreso e aterrorizado, seus golpes havia parado, pois o fogo o feria. Homens rolavam no chão e agonizavam aonde a chama havia tocado.

    Foi assim que Lorra Stone percebeu que a sombra descia até a terra, podia sentir de longe o bafo quente - mais quente que o próprio fogo -, da criatura que se formava na sua frente. A pele era escamosas e cheia de placas que brilhavam em meio ao fogo. Os olhos eram da cor do cabelo de Lorra e inspiravam o temor a todos. Até mesmo Lorra cambaleou para o lado quando encarou o grande olho. Um dragão estava a sua frente, a besta exalava um calor agradável por todo o corpo, mas os homens que antes estavam assistindo a cena já estavam todos mortos. Restara apenas Lorra, o dragão e Tywin Lannister, mas logo nem mesmo o velho leão pareceu importar. O toque da pele de Lorra e a escama do dragão foi algo intenso e real, o calor nunca fora tão agradável como naquele momento."

    Lorra Stone acordou no meio da noite, seu corpo estava ensopado de suor e a cama já havia sido molhada pelo mesmo líquido. O sonho do dragão havia sido muito semelhante a realidade. A jovem de cabelos platinados se encontrava deitada em uma cama presente em um dos lados de um quarto em uma taverna, Obara Sand ainda se encontrava dormindo no outro lado, seu semblante era o mesmo até quando dormia. A luz da lua invadia o quarto discretamente, mas isso porque havia um buraco em uma das paredes, pois Obara havia insistido em poupar com coisas desnecessárias, isso incluía o gasto em moradia. A taverna e estalagem Porco Dançarino era pequena e mal cheirosa, grande parte do dia ela ficava vazia, pois ninguém se atrevia a passar muito tempo ali dentro. O pior de tudo, era que ninguém se sentia seguro do lado de fora da taberna, uma vez que ela se localizava no famigerada bairro da Baixada das Pulgas. O bairro é um labirinto de vilas retorcidas e travessas, e cruza a Rua da Farinha, terminando no lado oeste da Colina de Rhaenys. Os edifícios são tão próximos uns dos outros, que quase se tocam. Tem um fedor característico, de pocilgas, estábulos e barracas de curtumes, misturado ao odor azedo das tabernas e bordéis baratos.

    Fora o primeiro dia da dupla em Porto Real, mas apesar de toda aquela situação, fora um dia razoavelmente tranquilo. Havia inúmeros soldados patrulhando a cidade, pois ao que tudo indicava uma guerra se aproximava. Não era preciso dizer nada para que Lorra entendesse isso, era claro que a população se preparava para algo grande. A dupla ainda não havia tido a oportunidade de explorar a cidade, de modo que aquele novo dia que estava chegando seria uma boa oportunidade para tal.

    Pelo buraco da parede, Lorra pôde ver que a cidade começava a se levantar, havia algumas pessoas que cruzavam as vielas e até mesmo o som de conversas podiam ser ouvidas na noite. Obara dormia como se nada acontecesse, ela tinha um sono pesado, por isso ainda demoraria algumas horas para despertar. Lorra então se encontrava na cama, suada e com olhos atentos na movimentação da cidade.
    Makaveli Killuminati
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1785
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Qua Set 09, 2015 2:47 pm

    Lorra acorda intrigada com o sonho, abraçando-se no próprio corpo, o suor somado a brisa fina que entrava pelas frestas do cômodo deteriorado lhe causava um arrepio, um frio que lhe contorcia a espinha, o choque térmico poderia ser colocado na conta do seu próprio sonho e na veracidade que ele aparentava. Ao olhar para o lado, Obara ainda dormia, Lorra não tinha intensão de acordá-la, então continua em silêncio. O odor característico do local lhe entope o nariz, causando náuseas na jovem de cabelos platinados. O choque climático e cultural era muito grande, não conseguia imaginar aquela sujeira toda em Dorne, não que Dorne fosse um brilho de tão limpa, mas não tinha visto nada parecido ao que encontrará na Baixada das Pulgas. O ambiente daquele lugar era doentio, no mínimo, e Lorra se comovia com os pobres locais, que pareciam adaptados a toda aquela nojeira.

    De pé, e já devidamente pronta para sua exploração, Lorra cutuca levemente os braços atléticos de Obara, não o suficiente para despertá-la do sono profundo, mas o bastante para ouvir o quê Lorra falou quando a mesma despertar. - Estou saindo... - Lorra não dava maiores explicações, e esperava que Obara não ficasse furiosa ao acordar sozinha, ou passar o restante do dia sozinha, já que Lorra não tinha planos de voltar para aquela imundice tão cedo. A bastarda Targaryen pega a maioria das peças de ouro destinada a dupla, uma boa quantia para sobreviver sozinha por um tempo em Porto Real, deixando a menor parte com Obara, por outro lado, deixava para Obara os suprimentos dos dois corcéis, além dos próprios corcéis. Lorra já havia preparado um bilhete para Obara durante a viagem que as duas faziam, no bilhete dizia: "Obara, daqui em diante nos separamos. De sete em sete dias nos encontramos na taverna mais próxima do Portão do Dragão, ao anoitecer, contando a partir de hoje. Boa sorte... Um conselho, tente conquistar algumas amizades, ou favores."

    Lorra não identifica-se no bilhete, não precisava, e se Obara não soubesse ler, ao menos esperava que fosse suficientemente esperta para conseguir alguém para ler para ela. A jovem de cabelos platinados deixa o bilhete estrategicamente em um ponto onde sabia que Obara conseguiria vê-lo, e logo sai pela porta em silêncio. Talvez não fosse uma boa forma de se separar de Obara, mas Lorra teria mais eficiência trabalhando sozinha, e não queria passar o restante de sua estádia em Porto Real discutindo com Obara sobre o quê fazer ou não.

    Sozinha, Lorra esgueira-se pela taverna, deixando o pagamento de sua noite no balcão do taverneiro e partindo dali o quanto antes. A bastarda Targaryen vestia vestes já de acordo com os trajes locais, tentando não parecer tão maltrapilho, evitando becos nas vielas apertadas da Baixada das Pulgas, e partindo para os bairros mais próximos a Fortaleza Vermelha. Com o capuz tampando a cabeça, Lorra observava a cidade e ouvia as últimas notícias locais, tentando se ambientar a cidade o mais rápido possível. Lorra passava o restante do dia visitando os locais de comércio, onde poderia obter informações sobre a situação da nobreza da cidade. A adaptação levaria um tempo, e toda informação era necessária para Lorra encontrar um disfarce de acordo com a missão, pensando que talvez suas tarefas em Porto Real levariam um bom período de tempo. Dentre os difarces, talvez Lorra se transformasse em uma copeira, era o melhor disfarce, mas antes precisaria encontrar alguém importante o suficiente para cobrir seu disfarce. Certamente se transformar em uma prostituta estava na última opção.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Vinah em Qui Set 10, 2015 2:34 am

    Os becos sujos e mal cheirosos foram deixados para trás, Lorra agora se via na parte mais rica de Porto Real. Ainda havia lama espalhada por toda a extensão, mas pelo menos o cheiro não era repugnante como na Baixada das Pulgas. O dia se passou com Lorra indo a cada comércio a fim de verificar se haveria algo de seu interesse, mas a busca contínua da bastarda foi totalmente infrutífera. As conversas com as pessoas no estabelecimentos giravam em novidades sobre a guerra. Dizia-se que Robb Stark estava marchando para o sul e em algum momento uma guerra se espalharia por todos os lados, um homem de cabelo grisalhos chegou a dizer que Robb Stark havia se transformado em um grande lobo, e que seu uivo poderia ser ouvido por um aparelho que ele vendia. Isso no começo havia sido uma novidade, notícias da guerra circulavam pelas tavernas em uma velocidade espantosa, mas a medida que o tempo passou essa notícia se tornou fria, uma vez que não haviam novos boatos sobre os conflitos.

    Porto Real estava bem defendida, diante dos portões era possível ver uma quantidade enorme de soldados patrulhando a entrada, permitindo que poucos passassem para dentro da cidade. Apenas comerciantes, mulheres e alguns homens com sorte recebiam a permissão para entrar na cidade, Lorra havia visto um grupo de homens famintos serem enxotados pelos soldados, mas logo os membros do Grande Septo de Baelor ofereceram ajuda em nome dos Sete. Porto real ficava abarrotada de pessoas a cada hora que se passava.

    Após longos dois dias de busca, Lorra Stone se encontrava em uma taverna no Beco da Enguia, localizada exatamente na parte de cima da Colina de Visenya, uma parte nobre da cidade. O local chamava-se Descanso do Rei, pois o taverneiro contava histórias que Robert Baratheon costumava comprar grandes quantidades de cerveja e vinho naquele local, mas não pessoalmente, porém o taverneiro sempre se "esquecia" de contar essa parte. Seja como for, Lorra descobriu que a taverna era um ponto de encontro de várias pessoas bem nascidas, de modo que as informações ali tendiam a ser mais proveitosas. O recinto principal era um grande salão feito de madeira, velas pendiam rusticamente em pequenos cálices de prata cobertos de poeira. Havia algumas mesas vazias na parte de trás da taverna, todos os outros lugares já estavam ocupados. Uma música era tocada por um menestrel jovem e de cabelo cor de fogo.

    Venho dos montes
    Além do horizonte
    E levo a vida a cantar
    Estalagens, Tavernas
    Castelos e cavernas
    Ou sob a luz do luar
    Se houver uma dama para beijar
    Ouçam o que eu digo
    Sem festa eu não vivo
    Nem me ofereçam outro cargo
    Sou harpista, cantor
    Sou Desmond, o bardo.

    As pessoas acompanhavam a música batendo os canecos de cerveja na madeira, o bardo que se encontrava no palco fazia inúmeras peripécias e caretas, impelindo que até mesmo os mais reservados a entrarem na brincadeira. Desmond era um sucesso, fora a segunda noite seguida que ele se apresentava nessa taverna. Novos versos foram cantados, mas alguém chamou a atenção de Lorra Stone. Uma criança de cabelo desgrenhado e magricela havia entrado no local, ela pareceu perdida por um momento, mas logo que bateu o olho na bastarda ela pareceu satisfeita. Então, a criança desviou dos adultos alucinados pela canção e se encontrou com a Víbora Platinada.

    - Um recado para o dragão. - Ela sorriu e entregou-lhe um papel com algo escrito. Em poucos segundos a criança desapareceu na multidão.
    Makaveli Killuminati
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1785
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Qui Set 10, 2015 4:10 am

    Lorra já havia percebido que a umidade daquela região parecia influenciar de alguma maneira no estado do ambiente, até mesmo os bairros mais nobres não era dos mais agradáveis, talvez fosse apenas impressão, ou não estava adaptada com a terra da Coroa, a bastarda Targaryen havia vivido muito tempo em Dorne, e todo o clima e cultura havia a influenciado de várias formas, inclusive em sua percepção ambiental. A maioria das informações que coletava de nada servia, pelo menos momentaneamente, pois hora ou outra poderiam ter seu valor, certamente o aparelho por onde poderia escutar o uivo de Robb Stark em sua forma bestial não deveria ser o tipo de informação útil, apenas engraçada, em certo ponto Lorra se aproximou para ver se o charlatão estava conseguindo enganar alguém, e logo partiu.

    Pelo que poderia perceber da cidade, dificilmente sofreriam com uma invasão, militarmente estava bem protegida, mas tinha dúvida se estava pronta para um cerco, durante o pouco tempo, Lorra percebeu muito mais pobreza do quê riqueza, e a condição de vida que a maior parte da população de Porto Real levava tinha uma propensão muito grande de se espalhar alguma doença, a guerra parecia não ter estourado de fato naquela região, mas os respingos das desgraças já tinham os alcançado. Lorra se perguntava se Porto Real era a lástima que ela enxergava antes dos camponeses estarem lutando nos campos de batalha.

    Dois dias se passaram até Lorra se encontrar no Descanso do Rei, uma das melhores tavernas que já tinha visitado até então. Após os dois primeiros dias de uma má impressão sobre Porto Real, aos poucos a jovem de cabelos platinados ia se adaptando com o povo local e o clima da cidade. Lorra se assenta em um dos lugares vazios, se aconchegando com as pernas cruzadas e apreciando a apresentação do menestrel, o saudando com palmas no final de uma de suas canções enquanto sorria contente com o quê seus ouvidos haviam escutado, pelo menos a canção de Porto Real era boa.

    A figura da criança em trapos destoava do resto do cenário, e como Lorra não estava habituada com aquele tipo de cenário, percebe a criança antes de todos, provavelmente para os outros aquela pobre criança deveria ser apenas uma sombra caminhando entre eles. O bardo já não brilhava como antes, a atenção de Lorra havia se transformado totalmente, e foi surpreendente quando a criança cruzou seu olhar com os de Lorra, aparentando satisfação, Lorra se viu incumbida de sorrir para a criança, demonstrando sua simpatia para a pobre alma. Os passos da criança driblam os adultos e vinham em direção a Lorra, que ergue uma de suas sobrancelhas, curiosa com o quê a criança tinha para ela, o sorriso de Lorra permaneceu o tempo todo, e era sincero.

    "Um recado para o dragão"

    Lorra sente um arrepio nas espinhas após as poucas palavras que a criança falou. O coração de Lorra disparou e os olhos entorpeceram, mas o sorriso continuou no rosto, desta vez vazio e sem nenhuma graça, como se Lorra estivesse congelada, sem reação. Alguém sabia do segredo de Lorra, e isso era extremamente preocupante. Quando se deu conta do quê havia acontecido, a criança já tinha partido, sumindo entre a multidão. A bastarda Targaryen sabia que era perda de tempo correr atrás da criança, nunca funcionava, e não era ali em um ambiente desconhecido que funcionaria. A jovem de cabelos platinados pressiona o papel sobre a mesa a sua frente, de forma que disfarçava o tremor que suas mãos se submetia após o acontecido. Lorra lia o quê estava escrito no papel enquanto a frase da criança ecoava em sua mente. - "Um recado para o dragão"... "Um recado para o dragão"... "Um recado para o dragão"...
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Vinah em Sab Set 12, 2015 2:29 am

    "Quais são os sonhos de um dragão? Alguns que se dizem sábios, conclamam que o dragão busca ser dono de uma montanha de ouro. Os tolos dizem que o dragão age apenas pelo lado instintivo, sendo um  selvagem cuja função e diversão repousam no ato de destruir. O que sonha um dragão? Talvez essa pergunta deva ser respondida aos poucos, mas uma coisa é certa, o poder faz parte de quem carrega tal sangue. Resta saber qual o sonho que o dragão irá seguir.

    Espere a apresentação de Desmond, O bardo e ofereça-lhe um dragão de ouro pela apresentação. "


    O papel era velho e desgastado, as letras presentes naquele pergaminho estavam quase desaparecendo. A grafia com que fora escrita era muito parecida com a da mesma pessoa que enviava cartas a Lorra de tempos em tempos. Havia bastante tempo que a bastarda não recebia uma carta, mas todas normalmente possuíam como conteúdo alguma missão ou tarefa de pequeno porte. Já essa nova carta, era diferente. Não havia absolutamente nada que se referia a uma tarefa, apenas aos dragões.

    A taverna Descanso do Rei continuava empolgada com a apresentação do menestrel, cervejas eram derramadas no chão e nas mesas a cada combinação de frases que o bardo fazia.

    Desmond era um jovem de cabelos amarelo e de um queixo protuberante, suas roupas davam um toque diferente em seu corpo esguio, dando a impressão que se tratava de um jovem muito veloz. O alaúde era tocado com perfeição, as notas que ressoavam era belas e emocionantes. A canção continuou com o menestrel assim que ele tomou uma caneca de vinho, sendo agraciado com uma saudação do povo.


    "A tristeza era enorme, e há quem se conforme, com a canção aqui terminar, Mas desmond, O bardo, sofrendo com o fardo, o final da saga irá narrar.
    O guerreiro errante, nem um pouco galante, bradou rumo ao gigante. Sua espada era tosca, estava cercado de moscas, mas logo viu a sua chance.
    O herói em todos batia, fogo nos seus olhos ardia, era um dragão ele dizia. O gigante de gelo, recuou com medo, do fogo intenso que o afligia."


    O menestrel abaixou a cabeça e sorriu, a plateia aplaudiu novamente e o bardo então rumou para fora do palco. Ele andou até o balcão, sendo abordado por muitos homens que lhe pagavam canecas de cerveja e e outros lhe davam moedas de pequenos valores. O menestrel se encontrava sentado, tomando um caneco de cerveja escura enquanto recebia os últimos agradecimentos. Lorra Stone estava a apenas alguns metros dele, o menestrel agia como se a noite estivesse excepcionalmente normal.

    Spoiler:
    Rola 1d20, o número que sair é quanto você tem de dragões de ouro.
    Makaveli Killuminati
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1785
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Sab Set 12, 2015 2:02 pm

    A suspeita de Lorra se confirma com a leitura da carta, o material sugestivo lhe causava aflição. Apesar de ter sobrevivido como uma sombra nas margens da sociedade westerosi, a bastarda Targaryen nunca se apegou ao disfarce que deveria manter, mas com o teor da carta que acabara de receber, Lorra ficava pensativa se deveria manter seus cabelos naturais do jeito que lhe apetecia, ou se era hora de readotar as mechas negras, de qualquer maneira, quem quer que esteja por trás das cartas já deveria saber do segredo que a bastarda guardava.

    A jovem de cabelos platinados observa seus arredores enquanto enrola a carta já lida e a coloca em um dos bolsos por dentro de sua veste. Com a carta guardada, a jovem de cabelos platinados passara a olhar atentamente para o bardo, desatenta a sua canção, seus pensamentos estavam muito além dali, relembrando seu sonho de dias atrás, a figura de Tywin, as escamas do dragão e o calor incandescente, tudo se misturava no ritmo da melodia tocada pelo artista, aparentemente chamado de Desmond, coincidência ou não, mas parecia que de uma hora pra outra a palavra "dragão" estava bastante em uso, ou Lorra nunca havia se atentado para isso. O público saudava o menestrel, a reação de Lorra foi mais tardia, saudando Desmond com alguns segundos de atraso, mas terminando junto com o público.

    Lorra conseguia pensar em várias opções e ações que poderia tomar diante da situação em que se encontrava, mas se conhecia a ponto de entender que não conseguiria ignorar as palavras escritas na carta, sabendo que iria seguir o quê estava escrito para saciar sua curiosidade sobre o quê aconteceria a seguir, então a jovem de cabelos platinados nem tenta resistir a própria curiosidade. Lorra olhava atentamente para Desmond, o bardo, tentando encontrar a janela perfeita para abordá-lo e lhe entregar um dragão de ouro, e assim que encontrou o fez. A bastarda Targaryen caminha rapidamente até o bardo, deixando escorrer entre os dedos um dragão de ouro, deixado diretamente na palma da mão de Desmond. - Foi uma bela apresentação. - Lorra deixava seu característico sorriso a vista, mas enquanto entregava o dragão de ouro para Desmon, ficava observando as outras pessoas que estavam na taverna, tentando notar se alguém estava a observando com uma atenção especial. Assim que concluiu a entrega do dragão de ouro, Lorra volta para seu lugar em uma das mesas da taverna, esperando o quê aconteceria a seguir, esperando com muita ansiedade e precaução, as mãos de Lorra ficavam próximas a sua adaga escondida entre as vestes, como se algo pudesse acontecer com ela a qualquer momento.

    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Vinah em Ter Set 15, 2015 12:05 pm

    Lorra não percebia nada fora do normal dentro da taverna Descanso do Rei, o ritmo inquebrável que ditava o sucesso de uma taverna era mantido ali. Vinho e cerveja em excesso, assim como assados eram servidos a todos que dispunham de dinheiro suficiente para tal. Homens e mulheres dividiam espaços dentro do local, trocando conversas calorosas e alguns até mesmo se arriscavam com algumas cantadas grosseiras. O número de homens era muito maior, mas isso era típico de lugares como aquele, uma mulher ali chamava mais atenção do que ela poderia desejar, uma vez que os instintos sexuais dos homens pareciam reagir positivamente com o álcool. Quando ela fora entregar o dragão de ouro para Desmond, o mesmo fez pouco caso da moeda, girando-a entres os dedos e colocando em um bolso na vestimenta. Ele agradeceu o elogio e disse que "sempre tocaria animado para uma garota tão bela como você".

    O tempo se passou e a taverna aos poucos fora se esvaziando, mas longo quando parecia que nada aconteceria, Desmond levantou-se de seu lugar e caminhou em direção a menina de cabelos platinados. Ele caminhou com calma e cortesia, lançando um olhar e um gesto quase imperceptível com as mãos em direção a Víbora Platinada, chamando-a para uma volta noturna.

    A noite já tomava conta do céu, o vento soprava e trazia frescor ao cenário, eliminando qualquer rastro da imundície que a cidade possuía. Desmond caminhava na frente, os passos eram firmes e o menestrel não se mostrou indeciso, ele sabia muito bem para onde estava indo. De tempos em tempos, ele olhava para ver que Lorra estava seguindo-o, logo depois ele tratava de acelerar o passo, fazendo com que a distância não oscilasse. Em certa altura, Desmond entrou em uma casa caindo aos pedaços, indicando que Lorra deveria segui-lo.


    O caminho era iluminado por velas, impregnando o local com um cheiro forte e deixando o caminho parcialmente iluminado. Era fácil perceber que as paredes se estreitavam cada vez mais, uma vez Lorra seguiu Desmond por uma longa escadaria, onde no final o menestrel ficou esperando enquanto uma série de estalos podia ser ouvida. A parede que outrora fora de madeira, agora se apresentava como grandes blocos sólidos de cor avermelhada. O caminho era sinuoso e estreito a todo o momento, mas abruptamente ele se tornou largo. A dupla estava em uma grande sala, a iluminação agora era composta por tochas e a Víbora Platinada tinha a visão completa do que a cercava.


    Era um local amplo e com as paredes vermelhas, dignas de algumas construções que Lorra só havia visto em Dorne aonde Dorian Martell residia. As grandes tochas lambiam as paredes, fazendo com que as sombras dançassem nos objetos que estava no meio do salão. Um grande crânio repousava silenciosamente dentro daquele aposento, a cor marfim brilhava diante do toque da luz, grandes presas adornavam os vestígios daquela criatura a muito desaparecida. Era um crânio de dragão, a boca enorme projetada como se fosse engolir qualquer coisa que se aproximasse. De súbito, Lorra percebeu que ao lado do crânio se encontrava uma figura humana, envolta em uma capa. O rosto estava coberto por um capuz e as mãos estavam em uma posição relaxada. Quem quer que fosse, estava olhando diretamente para Lorra Stone.

    Desmond se abaixou em uma saudação e caminhou para fora da grande sala, sumindo em instantes.
    Makaveli Killuminati
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1785
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Qua Set 16, 2015 12:51 am

    Os olhares masculinos eram atraídos pela beleza de Lorra, de certa forma a bastarda Targaryen já estava acostumada a lidar com tal coisa, não apenas por ter uma beleza natural agradável, mas sua cicatriz também ajudava a chamar a atenção. Depois de perceber nenhum interesse especial em si por conta do bardo, e também pelos outros que complementavam o local, Lorra deixa um sorriso para Desmond após o elogio, esperando por algum evento durante um longo período.

    Lorra estava entediada, a taverna esvaziava pouco à pouco, era inevitável o pensamento de que estava perdendo tempo surgir em meio a tantas dúvidas, mas simplesmente teria que ficar ali até o taverneiro fechar, não era possível que alguém estivesse simplesmente brincando com ela. O evento que tanto esperava tende a acontecer, Lorra bocejava com sono quando percebe o sinal dado por Desmond, não estava claro se era pra ela. A bastarda Targaryen olha para um lado, depois para outro, o sinal de Desmond não poderia ser para ninguém além dela. A jovem de cabelos platinados faz um sinal de positivo com a cabeça, respondendo ao chamado do bardo. Lorra da um último gole no cálice de vinho que tomava, deixando o pagamento de sua conta para o taverneiro do Descanso do Rei, não só um pagamento, mas também um elogio pelo seu estabelecimento, era de fato um bom lugar no meio da imundice que aquela cidade parecia ser

    Ao pisar fora da taverna, Lorra se depara com o céu escuro, a brisa lhe toca a face, garantindo uma boa sensação momentânea. A bastarda Targaryen era uma mulher noturna, mesmo o Sol sendo um grande símbolo em Dorne, para Lorra, a noite era ainda mais linda. O brilho da lua resplandecia o prata dos fios de cabelos da bastarda, que balançavam no ritmo do vento. De longe Lorra acompanhava Desmond, que fazia questão de manter em uma distância segura. Ao contrário de Desmond, Lorra fazia questão de fingir não estar seguindo o bardo, sua experiência vivendo como ladra lhe dava uma boa percepção do quê fazer ou não naquela situação, e isso a agradava.

    O bardo adentra a casa aos pedaços, muito inteligente da parte dele, esse certamente era um lugar que ninguém faria questão de espiar, caso não fosse um andarilho. Por questão de segurança, Lorra espera alguns minutos no lado de fora, apenas observando a distância se mais alguém adentraria o local por aquela porta, ou por outra, também cuidava para averiguar se estava sendo seguida. Os minutos se passaram, até que a bastarda Targaryen se sente segura para adentrar a casa em pedaços. O visual do interior da casa era intrigante, a sensação que Lorra tivera enquanto caminhava pelos corredores iluminados por velas, e enquanto descia as escadarias, era que a casa era muito maior por dentro que por fora. O cenário começava a ficar ainda mais sinistro com quando a madeira da parede era substituída pelos blocos vermelhos, em certo momento parecia caminhar em um corredor de uma caverna, que logo desemboca em uma sala mais larga, de certa forma grande, provavelmente estaria no subsolo da casa caindo aos pedaços.

    As paredes daquele local eram familiar para Lorra, as tochas acesas crepitavam, e Lorra não parava de imaginar quem era que guardava aquele lugar, duvidando que fosse o bardo, pois ele simplesmente não fazia o tipo que moraria em um lugar daqueles. À medida que a jovem de cabelos platinados se aprofundava na exploração a sala, a figura esquelética jazia imponente em sua frente. O crânio de um dragão, Lorra nunca tinha visto um antes, nem sequer imaginava que um dia veria algo como aquilo, as presas afiadas e a grande boa aberta entortavam o pescoço de Lorra, que procurava o angulo perfeito para observar tamanha grandiosidade. Estupefata, Lorra ainda percebe a figura misteriosa do homem ao lado do crânio do dragão. Ficava claro que não era só Lorra quem guardava um segredo, mas aquele lugar também, e sobre os olhares de Lorra, Desmond caminha adentrando a escuridão, sumindo de sua visão.

    Lorra esticava suas mãos, tocando a presa do dragão com as pontas macias de seus dedos, temerosa, mas curiosa, precisava ter certeza que aquilo era real. A bastarda Targaryen mergulhava em sua mente, tentando desenhar como era aquele dragão ainda em vida, quais histórias ele contaria se pudesse. A jovem de cabelos platinados estava deslumbrada, o fogo das tochas refletiam no brilho de seus olhos intensamente, nem mesmo aquele homem misterioso era capaz de deter a atenção de Lorra diante da caveira do dragão. - Você conseguiu juntar os dois dragões... - Lorra não olhava para a figura misteriosa, a bastarda Targaryen rodeava o crânio do dragão, acariciando a criatura com as suas mãos. - O quê planeja agora? - O crânio daquele dragão era a tradução da importância de sua legítima casa, e por alguns instantes Lorra sente-se atraída pela história de seus ancestrais, deixando de lado seus interesses pelos Martell.

    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Vinah em Qua Set 16, 2015 11:47 am

    As presas do dragão eram grossas e firmes, mas a ponta era como uma flecha penetrante, o suficiente para que a pele sensível da bastarda se abrisse no polegar. Era apenas um pequeno machucado, formando uma gotícula minúscula de sangue. O dragão ainda exibia a sua beleza selvagem ou simplesmente Lorra estava tão fascinada com a imagem que perdera a percepção da proporcionalidade da força? As histórias dos dragões passaram rapidamente pela cabeça da jovem garota, resgatando um tempo ancestral. A primeira e única criatura que ocupou sua mente supostamente teria sido muito maior do que a criatura dona daquele crânio enorme, Lorra fora inundada por pensamentos sobre Balerion, O Terror Negro.

    Balerion foi o maior de todos os dragões Targaryen, seus dentes eram tão longos como espadas e suas mandíbulas grandes o suficiente para engolir um mamute inteiro. Seu fogo era negro como suas escamas, a sua envergadura tão grande que cidades inteiras caíram sob a sua sombra enquanto ele as sobrevoava. Ele tornou-se conhecido como Terror Negro durante a Guerra da Conquista, quando Aegon montou para a vitória e conquistou Westeros. Ele se tornou famoso na batalha que ficou conhecida como a Campo de Fogo, a única vez na história que os três lendários dragões Targaryen voaram para o céu ao mesmo tempo. Entre Vhagar, Meraxes e Balerion, quatro mil homens foram queimados até a morte. Rei Mern IX o último herdeiro de Jardim de Cima morreu durante esta batalha, levando ao fim da casa Gardener. O exército estava quebrado e Aegon foi vitorioso.


    Uma voz proveniente do homem de capuz ressoou no salão.

    - Minhas intenções sempre foram as melhores, Vossa Majestade. - A estranha figura fez uma saudação honrosa, permanecendo em posição de servidão por um longo momento, quando este cessou o movimentou, voltou a falar. - Não foi uma tarefa fácil te trazer até a Fortaleza Vermelha, precisei empreender um grande esforço para isso, mas julguei que seria necessário esse ato. Por todos os anos, velei por ti e sempre te orientei ou te ajudei em diversas ocasiões, por que seria diferente agora? - Ele fez uma pausa longa, claramente dando ênfase que fora ele que escrevera as diversas cartas durante os anos. - Há alguém que saiba da sua origem? Porto Real é um local que pode ser muito perigoso para um dragão nos dias atuais. - Um risinho abafado ecoou no ar. - O que você pretende ao ficar aqui? Não vê que a perigo por toda a parte?

    Spoiler:
    A Fortaleza Vermelha é um castelo, sede dos Reis dos Sete Reinos.
    Makaveli Killuminati
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1785
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Qua Set 16, 2015 2:45 pm

    Como uma afiada agulha, a presa do dragão fura o polegar de Lorra superficialmente, o sangue é contido com os próprios lábios da bastarda, que sugava o próprio sangue, tal como o instinto de uma criança. As histórias e lendas dos dragões ainda figuravam em sua mente, tendo como protagonista Balerion, o Terror Negro. O devaneio da jovem de cabelos platinados só é quebrado com as respostas e perguntas da figura misteriosa.

    Estranhamente, o homem encapuzado se prostra em reverência à Lorra, há chamando inclusive de majestade. Obviamente, como bastarda que sempre foi, Lorra não estava acostumada a receber tal tipo de comportamento, ficando sem uma reação instantânea. A bastarda Targaryen observava o homem em posição de servo, não sentia-se a vontade, embora seu ego fosse preenchido com uma pequena quantidade de orgulho, Lorra quase deixa um sorriso de prazer escapar em sua face, mas se conteve, à princípio, não estava certo aquilo. - Calma. - Lorra ajoelhava-se diante do homem encapuzado, colocando seu rosto na mesma altura do rosto do homem, em sinal de igualdade entre ambos, depois acariciava o ombro da figura, prevalecendo-se de um comportamento amistoso. A bastarda Targaryen não duvidava das intenções do homem, e talvez ele tivesse a entendido de maneira errônea.

    - Os que sabiam da minha origem já estão mortos. - Lorra tentava mostrar-se amigável ao homem, não precisava agir da maneira que agia, nem preocupar-se como preocupava-se. - Com exceção de você, obviamente. - Nesta hora Lorra deixou a frase soar em tom de intimidação, apenas para a figura misteriosa ter certeza que a bastarda Targaryen não pretendia ficar em Porto Real para ser enganada, levar o último que sabia de seu segredo a morte não era o quê queria, desde que este não fosse seu inimigo, aparente fora ele quem escreveu as cartas misteriosas durante todos os anos, então inimigo não deveria ser.

    - Você mesmo disse que trouxe-me até aqui. Se há perigo, não deveria ter influenciado meu caminho ao ponto de me trazer para cá. - Lorra estava jogando com o estranho, não queria contar os planos Martell para o homem que acabara de conhecer, ainda mais sabendo que tal homem a conhecia por muito mais tempo que ela o conhecia. - Mostre-me se rosto, não há nada a esconder... É injusto você me conhecer, e eu não saber nada sobre você... - Lorra demonstrava paciência e interesse, sentando-se no chão preparando-se para ouvir a história do homem. - Quem é você? O quê é esse lugar?... E por quê me chamou de majestade? - A jovem de cabelos platinados aproxima sua face ainda mais, tentando espiar por debaixo do capuz do homem, curiosa com o quê viria a seguir.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Vinah em Qui Set 17, 2015 3:04 am

    - Eu estou cercado de pessoas leais aos usurpadores. Não posso revelar minha identidade agora, temo que isso possa nos prejudicar profundamente. Não confia em mim Lorra Targaryen? – Ele fez uma pausa, levantando-se com cuidado e afastando o rosto com um movimento suave. – Por acaso já lhe pedi algo que a colocasse em perigo? Se isso não for ousar demais, me permita manter-me em segredo nesse dia.  – Ele esperou alguns segundos, entrelaçando as próprias mãos. – O lugar de um Targaryen é no trono, dedicarei minha vida a isso. Não gostaria que isso acontecesse? Talvez eu tenho algo que possa te ajudar a adquirir o que é seu de direito.


    Intriga:
    Intriga Complexa, Valor de 2 pontos de vítória

    Iniciativa do npc: Vinah efetuou 7 lançamento(s) de dados (d6.) :
    2 , 5 , 6 , 6 , 5 , 6 , 4
    Makaveli Killuminati
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1785
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Qui Set 17, 2015 3:50 am

    Lorra não tinha nem o quê pensar, obviamente não poderia confiar naquele homem sem o conhecer. - Em toda minha vida me foi ensinado a não confiar em ninguém, muito menos em um estranho... - A bastarda Targaryen não fala em tom hostil, apenas estava sendo sincera com o homem que parecia sim querer ajudar. - Mas vejo que você prefere manter nosso relacionamento ás escuras... Não vou te forçar a fazer algo que não queira... - Lorra acaricia o ombro do homem, e volta a se levantar, afastando-se um pouco da figura encapuzada, deixando-o mais confortável para falar como quisesse.

    A jovem de cabelos platinados espera pensativa, tentando julgar qual era a melhor resposta diante da ambição que aquele homem tinha. Era fato que Lorra estava chocada com o quê o estranho tinha a oferecido, não estava preparada para isso, nem nunca se imaginou no lugar dos reis e rainhas. Após um suspiro tranquilizador e uma risada jocosa diante das chances que ela tinha em reivindicar o trono para si, Lorra responde ao homem. - O trono? Não... Eu não gostaria... - Lorra cruzava os braços e deixava uma risada ecoar no salão. - Você é maluco? Os Targaryens estão praticamente extintos, eu sou apenas uma ladra, sem preparação nenhuma para reivindicar o trono... - Lorra apenas observava a figura encapuzada, imaginando a face do homem que estava por debaixo do capuz, e por um momento se sente incomodada em ter quebrado o desejo do homem e desistido tão facilmente. Os Lannisters não são donos do trono de ferro, envergonhada, Lorra tentava pensar de forma menos egoísta, se tivesse algo a fazer para tirar os usurpadores do trono, era seu dever pelo menos tentar. - É claro que eu gostaria de ver um Targaryen no trono, só não gostaria que fosse eu...

    A bastarda Targaryen caminha de um lado para o outro tentando achar uma resposta que pudesse agradar ambos os lados, embora não conseguisse nenhuma que de fato a agradava. - Pensando bem, os usurpadores precisam pagar pelo que fizeram de alguma forma, eu gostando ou não... Eu não consigo te responder se eu gostaria disputar pelo trono, provavelmente não... Não tenho aliados, nem exército... Somente um pouco de inteligência e informação, mas acredito que os Lannisters possam cobrir o valor das duas coisas com ouro e prata... - Lorra não era inocente ao ponto de ignorar que o homem encapuzado já tinha algum plano, se não era apenas um tolo com o fetiche de ver a imagem daquela que ele quer que suba ao trono, e Lorra não esperava que ele fosse esse tipo de pessoa. - Você tem um plano?
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Vinah em Qui Set 17, 2015 4:03 am

    - Nós vivemos um momento interessante Lorra. A guerra sempre foi capaz de trazer grandes personalidades para o topo e de tragar aqueles que não são mais necessários ou aptos a reinar. Você é apenas uma ladra agora, mas quantos homens não esperam que os Targaryen ressurjam para liderá-los outra vez? O seu sangue pode lhe dar poder. Em Porto Real, você aprenderá que o destino de um Targaryen é inexorável, não há fuga do peso que o poder traz ou nem esperanças de não sucumbir à loucura que assola os teus descendentes. – A voz soa de maneira desoladora, o homem encapuzado emitiu um grunhido parecido com uma leve gargalhada. - Robb Stark está nesse momento marchando contra Porto Real, com uma possibilidade real de vitória. Tywin anda nervoso nesses últimos dias, apenas a sorte decidirá quem irá ganhar. Sente-se com sorte Lorra? – Ele esperou a bastarda responder. – A chave para a sua vitória se encontra aqui, na fortaleza vermelha. Sansa Stark está sendo mantida refém e é punida regularmente por Joffrey Baratheon, o qual alega que Sansa deve pagar pelos atos de Robb. O que diria Robb, se por acaso lhe trouxessem sua querida irmã de volta aos braços da família? – O encapuzado fitou a jovem de cabelos platinados por longos segundos, em certo momento, Lorra pôde ver o rosto redondo e macio do homem, mas nada que poderia revelar a identidade de tal figura. – O que ele diria se essa pessoa fosse um Targaryen, uma herdeira legítima do trono de ferro? – A pergunta que o homem fazia tinha um caráter retórico. - Jon Arryn não manteve o segredo de sua descendência, há pessoas influentes que podem confirmar que seu sangue é da antiga Valirya. Compreende tudo que irá acontecer após esses eventos, Vossa Majestade?
    Makaveli Killuminati
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1785
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Qui Set 17, 2015 4:39 am

    A resposta que o homem esperava de Lorra não viera, nem positiva, nem negativa, a jovem de cabelos platinados apenas continuou escultando o restante que ele tinha para falar, se entusiasmando depois de cada frase solta pela figura encapuzada, que agora conseguia enxergar a silhueta de seu rosto arredondado.

    Sansa Stark, um lobo solitário na Fortaleza Vermelha, Lorra ficava se perguntando o quê Jon Arryn faria, ou Oberyn Martell, provavelmente ambos teriam decisões diferentes, e isso não ajudava nenhum pouco a bastarda Targaryen tomar algum lado diante daquela disputa. - Jon Arryn é um fofoqueiro... E levar Sansa Stark até Robb implica em sair da Fortaleza Vermelha, eu poderia fazer isso... Porém, eu tenho algo a fazer aqui primeiro. - Lorra passava as mãos sobre o cabelo enquanto pensava se deveria confiar no homem encapuzado para lhe contar algum de seus segredos, embora imaginasse que talvez ele já soubesse de todos os segredos que possuía. - Se você me manter informada sobre os passos dados pelos Lannisters na Fortaleza Vermelha, e me falar sobre a localização de Sor Gregor Clegane, talvez podemos nos tornar verdadeiros aliados, e amigos... Por quê não?... Assim, eu não teria mais nada para fazer em Porto Real, nem Sansa Stark... O quê me diz? - Lorra tentava juntar forças com o homem encapuzado para completar sua missão em Porto Real, o quê implicaria em completar tal missão muito mais cedo que esperava, e isso era ótimo.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Lorra Stone - Makaveli Killuminati ( Personagem em pausa )

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Out 22, 2017 12:39 am