Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Daemon Lannister - Thitanios

    Compartilhe
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Vinah em Qua Ago 05, 2015 9:25 am

    O grande salão da Fortaleza da Campina estava enfeitado com diversas flores, dando um toque majestoso ao local. O salão era amplo e bem ornamentado, mas suas belas paredes estavam escondidas atrás de dezenas de convidados. O lorde Ellion Meadows fizera questão de ser generoso na hora de organizar aquele banquete, pois colhera um grande número de ervas nos últimos tempos, o que culminou naquela comemoração improvisada. A demonstração de riqueza fascinava grande parte dos convidados, mas o que acontecia naquele momento prendia a atenção de todos. No centro do salão havia três homens lutando entre si, um deles mais parecia um gigante do que qualquer coisa, fazendo até mesmo as damas mais recatadas suspirarem com seus movimentos.

    O suor escorreu pela face de Daemon Lannister, contornando o peito avantajado do lutador. A pequena apresentação fora encomendada pelo lorde Ellion Meadows, o qual pagara um preço altíssimo por uma luta. A espada utilizada no combate era de ferro e não possuía gume, mas isso não impedia que provocasse grandes hematomas em quem fosse atingido. Os dois homens haviam se juntado para lutar contra Daemon, pois era claro que sozinhos nunca teriam chances contra ele. O resultado não foi diferente, o gigante loiro havia desferido uma série de golpes potentes demais para serem parados, gerando até mesmo uma fratura nos ossos do braço de um dos homens. O outro adversário havia desistido da luta após ver que lutaria sozinho, o que ocasionou uma série de risadas por parte dos convivas.

    Um menestrel dedilhou algumas notas e testou o público, trazendo a tona uma canção conhecida por muitos. Algumas mulheres se ofereceram para segurar a espada para Daemon, certamente uma ordem que viera do lorde. Afinal de contas, ter a presença de Daemon “The Peacemaker” Lannister havia se transformado em um privilégio. Sua fama atravessara o mar e alcançara Westeros. Era provável que suas histórias eram contadas centenas de vezes nas tavernas do continente. Trazer paz a um lugar como Essos era fantástico, mas a grande vitória de Daemon havia sido conquistada quando derrubou Gregor Clegane em combate durante um torneio. Havia poucos homens com a coragem e a força de Gregor, mas Daemon era páreo até mesmo para sua constituição física. Isso acabou despertando a fúria de Gregor Clegane, A montanha que cavalga não estava acostumado a ter concorrentes.

    Daemon tinha o sangue dos leões correndo em sua veia, mas isso nunca era citado em Rochedo Casterly ou em reuniões familiares dos Lannister. A presença do gigante não era tolerada ali, o próprio Tywin Lannister o odiava. Em pouco tempo em westeros, o jovem lutador acumulara inimigos poderosos.

    O banquete se arrastou por um pequeno período de tempo, Daemon estava posicionado ao lado do lorde Ellion, o qual parecia satisfeito com a situação. Foi servido pato assado com cebola e uma mistura pastosa feita com ervas da região, além da cerveja escura e um vinho dornês extremamente amargo. Em certo momento Ellion se levantou e pediu para que o acompanhasse, pois necessitava tratar um assunto com a sua pessoa.

    O lorde era um homem de meia idade que exibia uma barba farta e um sorriso elegante. Seu modo de andar era confiante e sua postura era totalmente ereta. Apesar de ser um lorde de uma casa pequena, ele parecia extremamente rico. Quando os dois homens chegaram a um pequeno quarto, o lorde parou e estendeu os braços para a frente, fazendo um leve gesto cortês de agradecimento ao lutador.

    — Me sinto muito agradecido por contar com sua presença nesse evento. Tenho certeza que meus convidados ficaram deliciados com a sua apresentação. A sua fama estende-se pela campina como uma erva daninha espalha-se pela plantação. — Ele fez uma pausa e continuou. — Não me leve a mal com a comparação, mas todos estavam curiosos para ver aquele que derrubou A montanha.— Ele esfregou as mãos ao notar que uma serva havia adentrado no local, trazendo consigo uma jarra do melhor vinho da campina. — Ora, aposto que os meninos irão brigar para ser você em suas brincadeiras.

    Ele sorriu e esperou a mulher encher seus canecos de madeira com o líquido escuro do vinho, dispensando-a logo em seguida.

    — Talvez você esteja se perguntando por quê eu o chamei aqui. Já se perguntou que talvez a sua presença em Vale D'erva não seja uma mera questão de prestígio? Posso te dizer que tenho uma proposta para você, mas devo-lhe avisar que é algo perigoso. É óbvio que os espólios a serem colhidos podem ser muito recompensadores. O que eu posso dizer é que uma guerra se aproxima e talvez nós precisaremos de alguém como você. Está interessado? Creio que possamos te oferecer uma chance de honrar os teus antepassados. — Ele passa a mão no rosto e toma um gole do vinho após um momento. Com um piscar de olhos, ele levanta uma mão como se lembrasse de alguma coisa. — Sabia que Gregor Clegane matou um homem no torneio do Mão? E enquanto o homem sangrava no chão ele gritou por seu nome e encarou a multidão. Parece que você despertou um sentimento muito forte nele. É de um homem capaz desse feito que eu precisarei.
    Thitanios
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 146
    Reputação : 0

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Thitanios em Qua Ago 05, 2015 10:50 pm

    Combater aqueles homens não foi algo difícil, se perguntou se eram guerreiros de fato, se já haviam matado um ser humano. Era a atração do lugar, já havia se acostumado e sempre gostou de ser o centro das atenções. Por vezes se sentia como um animal exótico ou qualquer coisa capaz de fascinar um grupo de pessoas entediadas com a rotina, será que havia algum problema nisso ? Ele constatou que não, tudo que é cativante causa reações parecidas, um animal de terras distantes, uma dama especialmente atraente, um guerreiro famoso, são seres mais parecidos do que pode-se imaginar, chamam atenção e despertam interesse, invocam o medo e o respeito, são atrações dentro de uma reunião.  

    Comida e mulheres não faltavam naquele lugar, a estadia estava cumprido o seu propósito. Costumava a flertar com as nobres e dormir com as servas, fazer diferente seria uma tolice, se dormisse com uma nobre e a história se espalhasse encontraria dificuldade para achar outro senhor que estivesse disposto a hospedá-lo. Estava procurando diversão para mais tarde quando o Lorde lhe chamou, rapidamente pediu licença para as pessoas da mesa e acompanhou o homem. Entrou no quarto e ouviu as as palavras iniciais do anfitrião, reagiu com agradecimentos singelos pelas palavras e pela hospitalidade, o mesmo de sempre. Segurou a taça de vinho que lhe foi entregue, seriam necessárias muitas daquela para que começasse a sentir o efeito do álcool, deveria começar imediatamente. Foi quando Ellion recomeçou o falatório.  

    Daemon olhou para Lorde Meadows, tentava estudar aquele nobre da Campina enquanto bebia um longo e demorado gole de vinho. O homem não parecia muito diferente da maioria da sua classe, talvez mais rico que a maioria, mas sua gentileza guardava interesses próprios de mais riqueza  e status. Frequentemente acabava recebendo propostas de seus anfitriões ou convidados, a maioria desejava sua espada, normalmente por simples ego ou para acabar com disputas regionais de pouca importância. Ás vezes as propostas eram menos ortodoxas, Daemon já havia recusado uma oferta de "festa privativa" com um lorde e sua esposa. Raramente eram verdadeiramente relevantes para seus objetivos pessoais. Algo lhe dizia que a oferta de Ellion Meadows estaria enquadrada na última hipótese, ficaria verdadeiramente desapontado com mais um conflito por limites territoriais. O copo havia secado.  

    — Sor Gregor não parece saber lidar com a decepção, a altura pode enganar, mas ele não passa de uma criança mimada e irritadiça no corpo de um monstro. — Aquele homem era maior que ele, nunca havia visto algo igual. Era uma versão sua ainda mais alta e mais raivoso. Provavelmente seria apenas um guerreiro eficiente se tivesse a altura normal, mas com seus dois metros e trinta centímetros era difícil não se destacar perante o resto. — Algumas pessoas dizem que aquele combate não provou nada, dizem que o Montanha foi mais desgastado nos combates anteriores. — Era verdade em parte, Sor Gregor havia enfrentado guerreiros mais perigosos e isso havia acarretado consequências, mas esse fato não deveria fazer tanta diferença a ponto do combate ter se tornado o que se tornou. Poderia ter matado aquele demônio naquele dia, desistiu para não irritar Tywin, depois de tudo ele ouviu sobre a vida pregressa do seu adversário, se arrependeu amargamente de sua decisão depois disso. — O senhor tem minha total atenção, Lorde Meadows.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Vinah em Qui Ago 06, 2015 8:05 am

    Lorde Ellion Meadows ficou em silêncio por um momento, resignando-se a encher o copo de Daemon com o líquido escuro. O que viria a seguir poderia resultar em um sucesso ou se tornar um grande fracasso, uma situação delicada que poderia enervar até o homem mais frio. Lorde Ellion, no entanto, estava confiante em si mesmo. Seu desejo de elevar o prestígio de sua casa o guiava por essa trilha perigosa. Convencer Daemon "The Peacemaker" Lannister era de fundamental importância para suas pretensões, até mesmo porque a Campina necessitava de um homem como ele.

    Quando o conselho da Campina se reuniu para traçar os primeiros movimentos, Ellion havia sido contra a indicação de Daemon como um bom nome para o futuro. O Conselho fora liderado por Olenna Redwyne, cuja alcunha era Rainha dos Espinhos e sua influência como mãe de Marcel Tyrell; Senhor de Jardim de Cima, Protetor do Sul, Defensor das Marcas e Supremo Marechal da Campina; fez com que o nome de Daemon Lannister fosse visto com bons olhos. Observando o jovem Daemon beber o vinho em sua frente, Ellion começava a mudar de ideia. O jovem não só impressionara os convidados com sua habilidade na espada, mas também trazia uma fama capaz de agregar status para um exército. E agora ele se comportava como um nobre, pronto para analisar e observar os caminhos que poderiam ser traçados. Ellion não teve dúvidas que Daemon seria o nome certo para a campanha.

    — Algumas pessoas dizem que é impossível fazer com que uma montanha desabe sem a força dos deuses, no entanto, parece que você logrou êxito. Seja como for, talvez você tenha oportunidades para realizar tal feito de novo, isto é, caso você deseje. Não quero força-lo a nenhum tipo de luta contra este monstro, mas minha proposta pode lhe proporcionar algo parecido. — Ele observa as feições de Daemon Lannister e toma um gole de vinho. — Podes muito bem se tornar tão conhecido a ponto de rivalizar com Sor Gregor, inclusive pode tê-lo diante de um campo aberto. Pois bem, não quero tomar muito tempo do senhor acerca de um combate individual, minha proposta a você se destina a muito mais que isso, essa é apenas uma das coisas que podemos te oferecer.

    O lorde Ellion Meadows estala os dedos. Imediatamente duas mulheres semi nuas adentram ao pequeno recinto, os movimentos dos quadris eram suaves, a beleza das duas mulheres eram incomparáveis. Uma tinha um cabelo vermelho e liso, a pele branca e o modo de andar lhe revelava que ela tentava emular uma nobre de alguma casa de Westeros. A outra era Lysena é claro, os olhos penetrantes lhe indicavam que havia crescido praticando a famosa arte dos bordéis de Lys. Elas se aproximaram de Daemon Lannister, tocando-lhe os lábios e olhando de maneira sugestiva em seus olhos.

    — Este é apenas um presente para você. Não importa se você rejeitar a proposta, esta é nossa forma de mostrar nossa generosidade. — Ele fez uma pausa para olhar para as garotas e sorriu.— Podemos lhe fornecer muito prestígio em Westeros. Já pensou em ter uma oportunidade de se fixar como um grande lutador por esses lados? Poderá ter uma terra em compensação por seus esforços, conquistará ouro e despojará nobres como desejar. O que eu lhe ofereço pode tornar tudo isso real.

    Ele espera Daemon absorver aquele momento e estala os dedos novamente, fazendo com que as mulheres saíssem do quarto.

    — Westeros passa por um momento interessante, creio que nosso tempo está chegando. Acredita que Catelyn Stark tomou Tyrion Lannister como refém, acusando-o de tentar assassinar seu filho Bran Stark durante a visita do Rei a Winterfell? Acho que você conhece muito bem a fama de Tywin Lannister e o que ele deve ter feito em relação a isso. Seus homens marcham contra os Tully liderado por Jaime Lannister. — Ele fez outra pausa, permitindo um espaço de tempo para que você acompanhasse os últimos acontecimentos. — Enquanto isso em Porto Real Eddard foi preso por tramar contra o rei, o que culminou com a morte de Roberth Baratheon. Seu filho Robb Stark parece ter a intenção de reunir os homens do norte para defender a honra de seu pai. Você compreende o que isso significa? Os Lannister estão envolvidos em uma grande guerra. Estão sujeitos a uma queda dolorosa nesse momento. Eu não quero ver o sangue Lannister jorrar em demasia é claro, pois ainda há pessoas como você que merecem uma ascensão e títulos por seus feitos. Talvez possamos te ajudar a recuperar a riqueza que seu avô tenha perdido. Podemos te oferecer a chance de honrá-lo se você julgar que isso é sensato. Queremos que você assuma uma tropa da Campina, queremos que treine e empolgue os homens para a guerra da maneira que achar melhor, queremos que você nos leve a vitória.
    Thitanios
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 146
    Reputação : 0

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Thitanios em Qui Ago 06, 2015 11:50 pm

    O homem aguardou que seu copo de vinho se enchesse. Qual seria o próximo passo de seu anfitrião ? Isso era bastante previsível, como qualquer homem com interesses próprios usaria de gentiliza, vinho e promessas de recompensa. A maioria dos homens só querem cinco coisas: dinheiro, mulheres, status, fama e poder. São objetivos intimamente relacionados e gerais, um atrai o outro e poucos são aqueles que fogem à regra, Daemon não admirava essas pessoas.

    O uso das mulheres, entretanto, foi bastante inesperado. Imaginou promessas de banquetes futuros, mas não uma entrada naquele momento. O gigante deve ter sorrido ou expressado sua excitação de alguma forma, aquilo o pegou de surpresa e não sabia como havia reagido naquele exato momento, muito menos se o nobre havia notado. As mulheres chamavam sua atenção, mas fez questão de manter o controle e a postura. Bem verdade que era um presente agradável, mas o seu preço era imensamente mais salgado. Ele sentiu um misto de tristeza e relaxamento quando as mulheres saíram do local, talvez o Lorde houvesse reparado algo e quisesse que o foco estivesse na conversa.  

    Permaneceu sem silêncio enquanto o outro homem lhe informava sobre as novas do reino. Havia ouvido falar por cima, esse tipo de coisa se espalha rapidamente. Sua mãe costuma a dizer que fofocas são mais rápidas que cavalos. Não havia parado para analisar aquela conjuntura toda, fez uma nota mental num primeiro momento, talvez houvesse uma guerra grande e esse era seu habitat natural, mas estava longe demais e só o tempo diria até onde essa situação chegaria. Nunca imaginou que uma proposta como aquela viesse logo da Campina.

    Daemon assumiu uma postura pensativa. Lutar contra os Lannisters. Isso seria o equivalente a consolidar Tywin como seu inimigo pessoal, mas será que isso importava ? Parecia que esse fato já havia se consumado, era quase certa a participação do mesmo no comparecimento do Montanha naquele torneio. Poderia enfrentar qualquer guerreiro de igual para igual, enfrentar um lorde era totalmente diferente, em um cenário normal ele nunca chegaria a tocar em Tywin. Agora isso se tornava possível, se aliar a Campina lhe transformava em uma ameaça ao protetor de Oeste, decidiu que gostava disso. — Até onde vamos ? Derrubamos os Lannisters de Porto Real e colocaremos outro rei no trono ? Sobre qual argumento ? E o que será feito se Casterly Rock não se render ? Matamos Tywin e colocamos quem no lugar ? — As perguntavas foram postas pausadamente, interrompidas por pequenos goles de vinho. Ele precisava saber no que estava se metendo.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Vinah em Sex Ago 07, 2015 1:57 am

    Lorde Ellion Meadows sentiu-se satisfeito com o rumo da conversa. A proposta inicial que fora discutida pelos membros do Conselho da Campina não envolviam grande cidades como recompensa, mas depois de longos meses de planejamento ela havia ganhado uma forma mais delicada. De fato, os acontecimentos recentes nos Sete Reinos havia mudado muita coisa. Lutar contra os Lannister oferecia risco em demasia, mas em caso de vitória era certeza de boas premiações para todos. Ellion analisou Daemon enquanto este refletia sobre a proposta, imaginando até onde a sede de glória daquele gigante chegaria. Seria algo tão alto e desconcertante quanto seu corpo musculoso? Ele abafou os pensamentos quando ouviu Daemon falar, respodendo logo em seguida.

    — Nós conquistaremos o trono para o verdadeiro rei.
    — Ellion encarou Daemon nos olhos por alguns segundos, esperando que o guerreiro digerisse aquela nova informação. — Deixe-me explicar uma coisa. Quando Roberth Baratheon morreu, ele deixou uma ordem expressa para que Eddard Stark se tornasse o protetor do Reino, devendo cuidar de todos os assuntos até que Jofrfey se tornasse um adulto. O que a rainha Cersei tramou junto com a sua corja Lannister foi a captura de Eddard Stark, desrespeitando  o último desejo do rei. E agora Joffrey será coroado rei em breve, mas isso é totalmente ilegítimo, uma vez que o próprio Robert Baratheon negou o reino ao seu filho até ele se tornar mais que um menino. — Ele fez uma pausa, sua voz agora era tensa e carregada de ódio. — Pode um menino nos governar? Eu não o culpo por assumir o trono, mas é claro que Cersei e Tywin Lannister estão por trás disso, usando o pequeno leão como um fantoche. — Agora a voz se tornava mais suave, o jeito que Ellion gesticulava se tornou quase doce. — Renly Baratheon é o irmão do rei e deve ser ele a cumprir o último desejo do irmão. Iremos resgatar Eddard, mas se isso não for possível iremos tirar o trono das mãos ilegítimas dos Lannister e entregar ao novo Rei Renly baratheon. — Ellion não se importou em mentir nessa parte, Eddard Stark já estava fadado a se tornar um membro da Patrulha da Noite por causa do ato nefasto que supostamente cometera. Mas Ellion era cauteloso demais para vazar informações desnecessárias. Esse era um de seus trunfos, nunca se permitia entregar uma informação que lhe prejudicasse.

    Ellion Meadows sabia que Renly Baratheon já estava a salvo. Ele havia fugido de Porto Real na calada da noite enquanto os Lannister estavam distraídos com a prisão da Mão do Rei. Nesse momento Ellion imaginou Renly Baratheon cavalgar pela Campina, a fim de angariar seguidores para a sua causa. Será que muitas casas se levantariam diante daquele chamado? Era impossível dizer, mas o conselho decidira que aquele momento seria o melhor para agir. Olenna Redwyne não viveria muito mais tempo, a rainha dos espinhos certamente não seria tocada pelo estranho sem lançar sua neta, Margaery Tyrell, como a nova rainha dos Sete Reinos. Ellion voltou a si para continua falando de sua proposta.

    Iremos matar todos que se oponham a nós. Isso incluí quase todos os Lannister, principalmente quando isso implica em tomar Rochedo Casterly para nós. Tywin Lannister deve ser deposto de todos os títulos e morto logo em seguida. — "Mas seu corpo será enviado para Dorne e para ninguém mais." Ellion gostaria de ter falado aquilo, mandar o corpo do leão certamente asseguraria a paz com os dorneses, uma vez que eles estariam em posse do corpo do homem responsável por aquele massacre contra Elia Martell e seus filhos. — Rochedo Casterly será limpa, mas quem pode ser o lorde da região. Eu digo que apenas um Lannister é capaz disso. O que me diz, você se vê como o Guardião do Oeste e detentor de Rochedo Casterly? Está é minha oferta para você. Nos lidere e talvez isso tudo esteja ao alcance de suas mãos.
    Thitanios
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 146
    Reputação : 0

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Thitanios em Sex Ago 07, 2015 12:58 pm

    —  Rochedo Casterly ... — Deixou que as palavras ecoassem. Seu avô sonhou com aquilo, mas Daemon não sabia se aquele Castelo era verdadeiramente importante para ele. Verdade seja dita, ele havia crescido em palácios além do mar estreito, nunca visitou a morada de seus antepassados. Nas brincadeiras de criança costumava a ser Lorde Daemon Lannister, um pequeno monte era seu Castelo, mas isso era somente uma brincadeira inocente, fruto da influência dos pais e das lições do maester Rickard. Depois de certa idade ele nunca mais havia pensando nisso seriamente, seus objetivos haviam mudado e se tornado mais realistas. De um momento para outro uma chama se acendeu, isso sempre estivera oculto dentro dele ? Um desejo adormecido que se manifestou no momento oportuno ? A única coisa que sabia é que queria aquilo. Almejava Rochedo Casterly um pouco por seu avô, um pouco por seu pai, mas principalmente por ele mesmo. — Ninguém pode duvidar da generosidade dos senhores. — Um promessa tão tentadora sempre é cheia de dúvidas, uma traição sempre pode acontecer, mas dificilmente ocorreria nesse caso, ter um aliado no Oeste era necessário para que o novo rei consolidasse seu lugar poder. Tywin era um problema de todos, o velho não desistiria até acabar com aqueles que retiraram sua filha e seus netos do trono de ferro, alguém tinha que substituí-lo, um Lannister que lutou por Renly seria a melhor opção. Antes de aceitar, entretanto, devia fazer suas exigências.— Minha espada é de Renly, mas precisarei de voz dentro do conselho, não posso ser apenas um símbolo.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Vinah em Sex Ago 07, 2015 2:53 pm

    Lorde Meadows sente um certo alivio em conseguir completar sua parte no acordo. Ele havia apostado todo o seu prestígio para recrutar Daemon Lannister, inclusive investira muitos dragões de ouro para impressioná-lo. Era um custo elevado para quem se preparava para uma guerra, mas para ter um campeão como aquele valeria a pena fazer qualquer esforço. Ter Daemon "The peacemaker" Lannister apoiando a causa forneceria um grande potencial de poder a Renly Baratheon e suas pretensões ao trono de ferro. Talvez a presença de Daemon fizesse alguns Lannister inclinarem para apoiar a campina, isso é claro se Tywin Lannister morresse, algo seria de muito bom grado.

    — Posso lhe garantir que você terá um lugar no conselho. — Ellion fez uma pausa. — Mas devo lhe avisar que não posso te introduzir nas próximas reuniões, ao menos com a parte mais conservadora do conselho. Entenda, são pessoas velhas que já tem suas raízes fortemente fixadas ao chão. Você representará uma novidade grande, mas lhe asseguro que irei dar meu jeito para te colocar lá dentro. É apenas questão de tempo para que você seja chamado para uma dessas reuniões. — Ele olha para o lado e começa a andar em direção a porta. — Creio que devemos encerrar esse nosso pequeno encontro, se demorarmos demais podemos levantar alguma suspeita. Até mesmo no campo de flores mais lindos crescem algumas ervas daninhas. Aproveite o resto da noite e se divirta com tudo que a Campina tem a oferecer. Talvez queria ficar até amanhã a noite para conhecer seu novo rei. Sim, Renly Baratheon se encaminha para cá nesse momento, ficarei muito feliz em intermediar um encontro de vocês dois. — Ele estende a mão para você e lhe da um sorriso amigável. — Parece que chagamos a um acordo. Espero que isso renda muitos frutos para nós. Está de acordo com tudo que foi falado?

    O quarto era pequeno mas bem decorado. Daemon Lannister podia ver algumas figuras históricas pintadas em quadros rústicos e alguns brasões pendurados, todos com o mesmo tema comum, a Campina. Era fácil ver o desejo do anfitrião de alcançar uma posição cada vez maior, seus olhos brilhavam com uma espécie de felicidade genuína. Aquele pacto poderia significar uma mudança repentina na vida de Daemon Lannister, um evento daquela magnitude certamente mudaria a vida de qualquer homem. Westeros já não era um lugar tão seguro assim, uma grande guerra se aproximava, Daemon "The peacemaker" Lannister estava a um aperto de mão de se tornar uma figura importante.
    Thitanios
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 146
    Reputação : 0

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Thitanios em Sex Ago 07, 2015 8:12 pm

    Entendia perfeitamente a situação, não imaginou que seria fácil sua introdução no conselho, muitos não veriam com bons olhos um mercenário do outro lado do mundo com alguma influência em um grupo tão restrito, seu sangue nobre também não ajudava muito, seu nome era o mesmo do inimigo. Essas pessoas acabariam tendo que ceder, Daemon seria importante para seus planos e pessoas relevantes pareciam dispostas a apoiá-lo, talvez o próprio Renly. Seguiu Ellion até a porta tentando parecer o mais amigável possível, o que poderia parecer difícil para alguém de seu tamanho, mas seu rosto jovem e um pouco inocente possibilitava tal expressão sem demasiado desconforto. O aperto de mão veio logo depois de forma natural. — O acordo está selado, detalhes menores podem ser discutidos posteriormente. Ficarei feliz em aguardar a chegada do legítimo rei, conhecê-lo será uma honra. — O homem parecia mais satisfeito que o próprio Daemon, aquele sucesso devia significar muita para ele, se tudo saísse como o planejado Lorde Meadows teria muito a colher. Nunca imaginou que usa ida para Westeros culminaria naquilo, logo ele se tornaria o Protetor do Oeste e poderia trazer sua família e o resto da Companhia Dourada para casa. " Antes terei que cortar a cabeça de algumas pessoas, de Tywin em especial". Se conseguisse lograr sucesso o seu nome poderia se tornar lendário, não economizaria forças para que isso se consumasse.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Vinah em Sab Ago 08, 2015 9:05 am

    Após o acordo ser selado através de um aperto de mão, Lorde Ellion Meadows fez questão de levar Daemon Lannister até sua posição no banquete. O novo campeão da Campina teve um tratamento digno de um príncipe, dezenas de alimentos diferentes foi-lhe oferecido, pratos das regiões típicas da Campina e outras e de regiões distantes do continente. Havia até mesmo um salmão que fora pescado nas águas turbulentas das Ilhas de Ferro e uma estranha fruta proveniente de Essos, a qual lhe impregnou as mãos com um cheiro extremamente cítrico. Cervejas e vinhos havia em demasia, algumas amargas e fortes e outras leves e saborosas. Independente do que tenha agradado o paladar do gigante da campina, seu efeito foi o esperado. Daemon Lannister viveu o resto da noite fazendo tudo que tinha em mente, impulsionado pelo alto consumo de bebida alcoólica.

    Lord Ellion Meadows não lhe dirigiu nenhum olhar significante durante o baquete, ele manteve sua postura e o tratou como se fosse mais um conviva, o que significava que seu tratamento era cortês e lisonjeiro. Houve mais alguns músicos se apresentando durante a noite, assim como também tivera novas justas. Se antes Daemon havia retirado aplausos e admiração do público, essa nova justa havia sido alvo de muitas risadas. No centro do salão um anão se preparava para uma luta feroz, sorvendo todo o vinho que pudera em uma só golada, o inimigo a ser batido era um garoto roliço e ruivo, o qual arrancara a admiração da plateia. Durante a justa muitos haviam gritado em coro "Sor Porquinho", o resultado final era o esperado, Sor porquinho ganhara o torneio para delírio da multidão. Era comum em Westeros justas para o entretenimento do público, não era a primeira vez que Daemon Lannister presenciava tal coisa.

    A noite se desenrolou dessa maneira, chegando ao fim com um presente dado a Daemon Lannister. Quando o gigante loiro adentrou os aposentos que lhe foram destinados, as duas mulheres o esperavam. A noite então teve esse fim, revelando um novo dia cheio de expectativas.

    O sol invadiu o quarto amplo e bem arejado, forçando Daemon Lannister a despertar. A sua visão estava levemente ofuscada pela luz forte, mas ao abrir os olhos era possível distinguir algumas coisas no quarto. As duas mulheres estavam deitadas ao seu lado e apoiando o braço em seu peito, as duas estavam semi nuas, apenas com uma pequena parte do cobertor cobrindo o sexo. O quarto estava relativamente bagunçado, havia manchas de vinho no chão e em uma das cômodas, além de inúmeros jarros espalhados pelo quarto. O sol parecia extremamente forte, sinal que o tempo havia passado depressa naquele dia, em breve era possível que Daemon Lannister fosse chamado para comparecer diante de Renly Baratheon. A hora decisiva estava chegando, Daemon havia garantindo seu lugar na Campina com o acordo com Ellion, mas ser bem visto pelo rei legítimo era de extrema importância para alcançar seus objetivos mais altos.

    Spoiler:
    Fica a seu critério fazer ou não uma ação extra de como você aproveitou a noite. Deixei esse espaço em aberto caso você deseje isso. Se for fazer, pode usar qualquer tipo de evento que quiser.
    Thitanios
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 146
    Reputação : 0

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Thitanios em Sab Ago 08, 2015 1:59 pm

    Seus olhos se abriram e confusão veio em seguida. Por alguns segundos tentou se lembrar o que havia acontecido na noite passada e os eventos vieram de modo desordenado. Se lembrou de ter bebido muito vinho, mesmo para os seus padrões normais, mas soube se manter sem dar vexame, sabia andar muito bem em cima da fronteira etílica que separa a alegria e a vergonha. Comeu de tudo também, a fruta de essos lhe fez lembrar de casa, pegou duas escondidas e agora não fazia ideia do seu paradeiro.

      Sua memória sobre os espetáculos estava cheia de lacunas. Não costumava a ser do tipo que gostava de canções ou de justas engraçadas, mas estava bêbado e aquilo tudo lhe agradou no momento. Riu muito com Sor Porquinho e ao vê-lo vencer foi proclamar sua vitória, levantou o braço do menino do gordo que parecia orgulhoso, os nobres gostaram da brincadeira e riram euforicamente. O resto da noite se desenrolou como um banquete comum, conversou com alguns nobres e contou algumas histórias sobre seus feitos em Essos, quando perguntaram sobre o Montanha e suas ameaças a resposta veio imediatamente " Sor Gregor deve saber aonde estou, que venha me desafiar, o transformarei em dois Tyrions Lannister", as pessoas adoraram essa piada, mas havia outra que envolvia o Montanha e Sor Porquinho e que o álcool o havia feito esquecer, aquela última foi a sensação e foi repetida de formas variadas no decorrer da noite .

     Flertou com algumas nobres de forma inocente, nada condenável, sabia ser sutil e cortês mesmo bêbado. Com as servas o seu flerte indicava segundas intenções reais, mesmo assim se desenvolvia no âmbito privado e respeitosamente. Ele acabou trocando beijos e outras coisas com uma delas, prometeu visitá-la para que pudessem terminar se encontrasse quarto dela mais tarde, teria que pedir desculpas depois, pois quando entrou no quarto haviam duas mulheres fantásticas lhe esperando. Ele assistiu alguns minutos de brincadeiras entre as duas, depois não aguentou mais e entrou na melhor festa da noite. Aquilo tudo deve ter durado quase duas horas, aproveitaram de todas as formas que podiam, não saberia dizer que era a mais bonita, mas a de Lys sabia mais truques e posições interessantes.

     Daemon tentou sair da cama sem acordar as garotas, normalmente ele aproveitaria mais ao acordar, mas não podia se dar ao luxo naquele ocasião em específico. Seria o dia em que conheceria seu rei, não que sua devoção a Renly tivesse algo de genuína, porém, ele seria o homem que lhe levaria ao topo, isso já o colocava em uma posição de sua simpatia. Ele se molhou até sentir que o odor de vinho o havia largado, lavou a boca para retirar o hálito de álcool e molhou o rosto para acordar. Colocou um gibão adequado e passou uma especiaria das Cidades Livres com um odor suave e agradável. Ao sair ele olhou as mulheres uma última vez, elas estavam sujas com as tais frutas, ele lembrou que as havia comido em cima de várias partes daqueles corpos. Ele então fechou a porta e rezou para que estivessem lá quando voltasse.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Vinah em Dom Ago 09, 2015 1:59 pm

    Daemon "The peacemaker" Lannister obteve um grande sucesso ao se preparar para o encontro. O banho retirara todas as impurezas de seu corpo, dando-lhe uma sensação que há muito tempo não sentia, Westeros não era a terra mais limpa do mundo, mas a medida que o gigante ganhava prestígio, aumentava o número de banhos. Os nobres de fato se gozavam com banhos longos e quentes, tornando a pele mais clara e macia. Já o que restava para os camponeses ou pessoas menos importantes eram banhos semanais, a maioria recebidas em rios ou pequenos córregos que percorriam a extensão de Westeros ao norte até o sul.

    Perfeitamente preparado para o possível encontro com seu novo rei, o novo candidato a detentor de Rochedo Casterly é chamado por uma aia. A moça não era muito velha, mas seus ombros eram curvados como a maioria dos servos. Enquanto falava, sua voz era monocórdia e sem vontade. Daemon Lannister havia sido chamado por lorde Ellion para que ele conhecesse as instalações do local e a tropa que Ellion havia reunido. O encontro com o rei seria logo após esse evento, uma vez que Renly baratheon ainda estava marchando pela Campina em busca de espadas. O tempo no continente ganhava cada vez mais um ar decisivo, a corrida pelo trono de ferro parecia cada vez mais quente.

    O próprio Lorde Ellion Meadows o acompanhou assim que você havia ficado totalmente pronto. O nobre parecia nervoso naquele dia, gesticulando e gritando diversas ordens enquanto caminhavam pelos corredores do castelo A fortaleza da Campina. O local era amplo e havia inúmeros corredores e portas, todas espalhadas em desordem pela grande extensão local. Sem dúvida ali deveria residir um par de portas secretas para fuga, o preparo certamente serviria para mostrar que as intensões do lorde sem dúvida envolviam a guerra. O clima de tensão pós banquete era alto, mas quem não ficaria assim com a visita de seu novo rei? Ainda mais se essa visita do rei significava que haveria uma guerra sangrenta no continente. Poderia um homem manter-se calmo e afável mesmo em um momento tão importante da história?

    Enfim, após um longo tempo andando pelos corredores, a última porta se abriu, revelando a parte de fora do castelo. Havia um belo campo lá fora, o sol residia no alto da sua glória, lançando feixes poderosos na terra. As flores e o sol não eram as únicas coisas presentes lá fora, uma grande parte do cenário era composta por soldados. Meia centena de homens estavam treinando exaustivamente. Daemon conseguia ver que alguns homens treinavam com espadas de madeira, outros brandiam espadas de puro aço, mas tendo uma atenção triplicada pelo uso do instrumento perigoso. Um jovem tentava se defender da madeira áspera que um veterano brandia, não sendo capaz de suportar por muito tempo as estocadas duras do mais velho. A tropa era composta por homens de diversas idades, alguns claramente com experiência em combate. Era fácil perceber quem já era um soldado pronto. Havia um ar familiar neles, um ar que somente um homem que já tirara uma vida limpamente em uma batalha poderia ter. Era uma calma estranha que era produzida pelo aço cru em suas mãos.

    Lorde Ellion Meadows estendeu os braços e olhou em direção aos homens que estavam lá fora. Seu olhar era de confiança, mas seu nervosismo ainda estava presente, dessa vez destinado ao jovens que treinavam.

    - Gostaria de apresentar para você uma parte da sua tropa. Os homens preferem aproveitar um tempo com suas famílias antes de irem para a guerra. Esses são apenas uma parte dos homens que temos disponíveis é claro. Se trata apenas de alguns oficiais treinando recrutas.Veja, nossa safra é recente e por isso muitos não conseguem brandir uma espada de forma satisfatória, mas lhe garanto que em breve o farão. Tenho em minhas tropas homens preparados para tal. Gostaria que os conhecesse, ao menos para você ter uma ideia do que lhe aguarda. Não se preocupe, o rei Renly Baratheon chegará em breve até nós, um corvo foi mandado para nós, ele estará conosco antes mesmo do sol se pôr.
    Thitanios
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 146
    Reputação : 0

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Thitanios em Dom Ago 09, 2015 3:51 pm

    Se desapontou um pouco ao saber que Renly Baratheon ainda não havia chegado no Castelo. Estava curioso com aquela figura, como seria o homem que tomaria o trono de ferro de seus sobrinhos. Várias possibilidades passavam pela sua cabeça, desde um militar linha dura até um nobre fraco e influenciável. A Campina logo se ajoelharia perante o mesmo, provavelmente motivada apenas por sede de poder, mas as qualidades do homem também poderiam ser relevantes nessa decisão, as pessoas tendem a se afastar de aliados fracos, principalmente quando desejam um reino.

     Poucas pessoas teriam o sangue frio para não se abalar com a recepção de seu futuro usurpador real, Lorde Ellion não estava entre esses poucos. Sua preocupação deveria estar mais na pressão de passar uma boa impressão ao pretendente, agradar ao futuro rei lhe renderia muitos frutos quando a guerra acabasse. Também existia o misto de excitação, culpa e medo por estar envolvido em uma revolta. "Esse lugar estava muito mais agradável ontem". O período que antecedia a guerra sempre era o pior, costuma a ser um período de espera interminável repleto de insegurança. Quando a guerra se inicia tudo de resolve, o problema imediato ocupa toda a sua atenção, a sua sobrevivência e seus objetivos estão em jogo, ele adorava tudo aquilo.

    Seguiu o Senhor da Fortaleza da Campina e vislumbrou aquele lindo campo cheio de soldados. Alguns eram decepcionantes, outros serviriam para algo, mas Daemon costumava a confiar mais na força de mercenários e exércitos com vasta experiência em campo. Homens que vivem na guerra costumam a ser superiores nessa arte, o combate é como qualquer coisa na vida, a prática incessante leva ao aprimoramento. Alguns ali já havia participado de uma guerra, mas isso fazia quanto tempo ? Anos e anos sem apostar sua vida em uma troca de espadas amolecia o maior dos guerreiros. A maior parte não estava nem nesse nível, homens e meninos verdes, esses teriam que se adaptar ainda mais para sobreviver. " Eles irão melhorar, no decorrer da guerra pegarão o jeito", o outro exército não poderia ser tão diferente daquele, não iria encontrar imaculados do outro lado.
    — Não posso esperar para conhecer Vossa Graça. — Fez uma pequena pausa, observando alguns meninos que não pareciam ter a mínima noção do que estavam fazendo. Aquilo lhe dava vontade de voltar ao quarto e passar o resto do dia com aquelas duas.   — Posso conhecer esses homens agora, devo me integrar a tropa o mais rápido possível. Todos já estão cientes do que vai acontecer aqui e quem ira comandá-los ?
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Vinah em Seg Ago 10, 2015 9:30 am

    — Tratei eu mesmo da questão de informar a tropa sobre o seu comando. Isso não será problema nenhum, os jovens ficaram animados com o seu comando. As histórias que giram em torno do seu nome ainda se espalham por Westeros, mas aqui encontrará um terreno que já esta pronto para ser colhido. Como pode ver, alguns homens o observam. — Ele apontou para alguns garotos que treinavam, seus olhares divididos entre a espada de treino e o colossal capitão da tropa, Daemon Lannister. Ellion tentou dizer de forma confiante que Daemon era totalmente bem vindo na tropa, mas sabia que os homens mais experientes ainda estavam receosos. Muitos havia arriscado a vida para tentar usufruir de uma posição melhor no futuro, no entanto, um homem de Essos tomara o topo da pirâmide para si. — Gostaria que conhecesse ao menos o segundo em comando, uma vez que vocês devem passar um bom tempo juntos.

    Lorde Ellion Meadows acenou para um homem que se encontrava no meio da batalha, o mesmo fez alguns sinais e levantou uma bandeira com o brasão da casa Meadows. O simbolo da casa era uma erva crescendo e duas espadas a defendendo, a cor de fundo era verde e os desenhos brancos. Daemon Lannister descobrira o lema da casa durante as festividade. " Nada nos impedirá de crescer!". Um lema que aparentemente era levado a sério até o momento.

    Um homem de meia idade, bem mais velho que Daemon se aproximou. Ele não era muito alto, Daemon parecia um gigante pronto para lhe devorar. O corpo do homem era magro e as feições resplandeciam uma certa confiança. Ele trajava um uniforme de treino, a cota de malha tinha sinal de desgaste e a espada parecia sem gume algum. Ele fez uma reverência para Lord Meadows e depois uma mesura mais tímida para o novo comandante. Ellion então tomou a dianteira.


    — Este é o segundo comandante da tropa, Javor Conklyn, também conhecido como o pequeno por toda Campina. — Ele se aproximou do homem e virou para Daemon. — Não se engane pela altura dele, é um homem experiente e justo, creio que você se dará bem com ele. — Daemon Lannister reconheceu-o por nome. Pelo que ouvira falar, o Pequeno era mais conhecido por sua fama dentro de um bordel do que em campo de batalha. O gigante Lannister ouvira durante o banquete uma história sobre o homem, uma serva que Daemon havia tentando conquistar lhe falara as últimas do lugar. Javor era conhecido entre as tropas por "Sor Justas", pois se dizia que tudo que ele fazia era aparecer em épocas de justas e torneios, - o qual perdia nas primeiras rodadas -, e depois se instalar em um dos bordéis da cidade por vários dias. Isso tudo era feito sem o conhecimento de Lorde Meadows, pois Senhor da Fortaleza parecia ocupado demais nos últimos tempos.

    O homem lhe deu uma saudação, dizendo que era uma honra ter você como capitão. O sorriso que ele exibiu mostrou que o homem não estava sendo tão sincero assim. No entanto, ali estava ele dando condolências ao novo capitão. Houve tempo para uma curta troca de palavras entre vocês, pois logo Daemon Lannister avistou algo no horizonte. Um homem vestido com uma armadura de Arco- íris cavalgava a toda velocidade pelo grande campo do castelo.

    Daemon foi um dos primeiros homens a ver aquela figura. O brilho da armadura era tão grande sob o sol que o homem era visto de muito longe. Primeiro fora só um ponto, mas depois se tornou um grande brilho a medida que o cavaleiro se aproximava. Os homens no campo ainda não o enxergavam, pois Daemon, Ellion e Javor estavam em uma posição privilegiada, de modo que teriam um campo de visão muito maior. Seja como for, o homem se trajava como um campeão e figura importante. Ele trajava uma armadura completa de batalha, o qual lembrava sutilmente a Guarda Real que fazia a proteção do rei, mas ao invés do branco, o homem trajava todas as setes cores, representando as cores da religião dos Sete. Em pouco tempo eles chegariam até o local que o trio que estavam no comando se encontravam.
    Thitanios
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 146
    Reputação : 0

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Thitanios em Seg Ago 10, 2015 2:01 pm

    Ele sabia que os mais jovens e inexperientes deveriam se animar com o seu comando, seu tamanho e sua força chegavam a fascinar os nobres, deveriam brilhar ainda mais para filhos de fazendeiros, servos e criadores de porcos. Mas isso valia para quem não tinha qualquer perspectiva de conseguir um posto de comandando, os homens experientes e com melhor nascimento o veriam como adversário, um estrangeiro que lhes havia roubado a posição. Não se faz uma tropa sem bons oficiais, teria que conquistar o respeito de alguns e o medo de outros, em casos extremos a solução seria mais violenta e traumática.

     Ao ver o símbolo da casa Meadows, percebeu que necessita de um símbolo para a guerra. O leão não seria adequado naquela conjuntura, poderia causar confusões e era o símbolo do inimigo. A figura que mais lhe agradava era o dente de leão, por ser uma fusão de sua identidade com a Campina. Falou brevemente com o Lorde Meadows sobre isso, pedindo sua opinião. Continuaram andando e encontram "O Pequeno". Daemon o cumprimentou de maneira adequada, já tentando se recordar sobre as informações que tinha sobre a figura. O homem não era nada impressionante, sua aparência e sua fama lhe eram desfavoráveis. Ele tendia a dar o benefício da dúvida para Javor, mas esperava que o mesmo demonstrasse suas qualidades ocultas logo, parecia um sujeito desprezível e pouco confiável, o tipo de homem medíocre que mata seu capitão para alcançar o seu posto. Daemon fazia questão de cortar a garganta de pessoas desse tipo.

     A breve conversa com o segundo em comandante sobre a tropa logo se dispersou, aquela figura estranha retirou qualquer interesse que pudesse ter por Javor. Quem seria aquele ? O rei ou um de seus acompanhantes ? Estava muito bem vestido, o que poderia indicar um grande guerreiro ou simplesmente um nobre espalhafatoso, em muitas culturas os guerreiros tentavam chamar atenção através de seus ornamentos, em Westeros não era diferente, ás vezes isso lhes dava um ar de poder, outras vezes pareciam palhaços. Ele nunca havia precisado daquilo, sua altura já chamava atenção até demais. Olhou para Lorde Meadows, espera uma explicação do mesmo.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Vinah em Ter Ago 11, 2015 9:14 am

    Antes mesmo da apresentação do segundo em comando na nova tropa de Daemon Lannister, lorde Ellion havia respondido a pergunta do gigante.

    — Creio que isso será esplêndido, um bom cavaleiro e comandante deve ter seu próprio brasão e até sua própria armadura. É uma escolha muito interessante, os homens gostarão de ver esse brasão liderando-os. — Ele lhe deu um sorriso. — Irei confidenciar esse desejo para o próprio rei, Renly Baratheon é um homem bom e justo, tenho certeza que ele irá lhe equipar com o melhor ferro do continente.

    Depois das apresentações, assim que Daemon Lannister encarou o lorde Ellion a espera de alguma explicação para o cavaleiro colorido que se aproximava pelo campo, ele estreitou os olhos. O lorde não tinha uma vista tão afiada e por isso demorou longos segundos para observar o acontecido. Suas mão agitaram-se no ar, fazendo com que servos adentrassem o castelo. Ele parecia nervoso, mas era um nervosismo saudável. Ele virou para Daemon Lannister com um sorriso satisfeito, fazendo um gesto para "O Pequeno" de dispensa imediata.

    Restaram apenas a dupla de homens no local mais privilegiado, Daemon podia ver que o cavaleiro cavalgava fazendo firulas. As vezes ele passava a pena por cima do cavalo e cavalgava em pé, apenas segurando a guia do cavalo e com um pé na estribo do mesmo para se equilibrar. Lorde Meadows parecia não enxergar qualquer problema com aquela apresentação, pelo contrário, ele irradiava uma certa ansiedade para com o cavaleiro que se aproximava cada vez mais.

    — Oh, Daemon Lannister, esse é o grande Sor Loras Tyrell, o principal cavaleiro do rei e um dos melhores de toda Westeros. Não vê como ele é fantástico? — O olhar do lorde brilhava, ao lado de vocês dois vários servos corriam para fazer seus afazeres. Daemon Lannister nota que alguns homens que estavam treinando haviam parado, alguns começaram a gritar.

    A recordação de Sor Loras Tyrell veio de imediata, Daemon Lannister conhecia a fama do cavaleiro. Durante o torneio do Mão Eddard Stark, Sor Loras havia ficado em segundo lugar no torneio. O cavaleiro das Flores, como era chamado, havia derrotado Sor Meryn Trant da Guarda Real; Sor Robar Royce e Sor Gregor Clegane. Na final que ia disputar com o temido "Cão de Caça", Sor Loras Tyrell havia sido atacado pelo gigante Gregor Clegane, o qual não reagira bem por ter perdido o embate, assim Loras havia declarado que Cão de Caça deveria vencer o torneio, uma vez que ele o defendera de seu temido irmão. Daemon Lannister sabia porque Gregor Clegane havia se enfurecido, o boatos diziam que o Cavaleiro das Flores havia utilizado uma égua no cio para distrair o grande garanhão da montanha que cavalga, o que acabar por tirar as chances de Gregor.

    Não se passou muito tempo depois e Sor Loras Tyrell desmontava de seu cavalo. Ele desceu mostrando ser ágil e dono de uma destreza ímpar. O homem que pisou no solo e foi de encontro a vocês não era muito alto e muito menos forte. Quando ele retirou o capacete, um cabelo encaracolado da altura dos ombros se estendeu. O cavaleiro era jovem e tinha um sorriso orgulho e simpático. Alguns jovens avançaram e observaram fascinados a presença de tal lenda, todos sonhando em um dia alcançar aquela posição. Sor Loras Tyrell deu os últimos passos até ficar de frente para Lorde Ellion Meadows e o gigante loiro. Ele sorriu ao ver Ellion e depois lhe conferiu algum tempo, olhando-o da ponta de seus pés até seus olhos. Daemon Lannister podia ver todo o aparato do cavaleiro, a armadura era de um aço impressionante, cada movimento do corpo refletia uma cor diferente. Em um campo de batalha, Sor Loras Tyrell seria uma pessoa difícil de se confundir.

    — Lorde Meadows, é um prazer estar em sua terra. Você cultiva um lindo campo aqui, as flores me distraíram e tornaram essa viagem muito agradável. — A voz de Loras era cortês e suave, uma voz que certamente teria o poder de encantar todas as mulheres do continente. Ele virou para Daemon Lannister após lorde Ellion lhe dar as boas vindas. — Ora, quem é esse guerreiro impressionante? Qual o seu nome Sor?
    Thitanios
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 146
    Reputação : 0

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Thitanios em Qua Ago 12, 2015 1:38 am

    "Claro" — Pensou — " Fantástico". Poderia ser uma diferença cultural, mas Daemon não achava aquilo tão interessante. Haviam maneiras mais dignas de um guerreiro impressionar e chamar atenção, normalmente envolviam combate, brincar com o inimigo costumava a funcionar, desde que você não o subestimasse demais. Trajar roupas espalhafatosas ou fazer pequenas apresentações poderiam impressionar, mas na maioria das vezes acabava transformando o sujeito numa piada, muitos indivíduos exóticos ou artistas de circo pegavam uma espada e se diziam guerreiros. Soldados mais conservadores não costumavam a gostar dessa arte de autopromoção, o que não entendiam é que um guerreiro é uma figura simbólica, essas práticas, desde que feitas corretamente, aumentavam a fama, o respeito e o medo nos amigos e inimigos. Quando seu sustento dependia da espada isso garantia mais moedas de ouros, mais contratos, mais mulheres. Aquele rapaz não parecia precisar disso, suas demonstrações eram fruto de arrogância e cede de reconhecimento. Daemon não o condenava, só poderia dizer que aquilo não havia funcionado com ele, acreditava que a maioria dos mercenários concordaria com sua opinião. "Me mostre ele lutando, então lhe direi se é tão bom assim". Ele apenas pensou em dizer isso, Lorde Meadows ficou tão chocado em seu imaginário que desistiu, devia se lembrar aonde estava.  

    O homem havia vencido o Montanha em um justa, isso e nada eram irmãos siameses. O boato poderia muito bem ser infundado, o Montanha adorava justificar suas derrotas, sabia muito bem disso. Quase riu ao imaginar ao cena, Sor Gregor caindo e avançando para cima do jovem amedrontado. Gostaria se estar presente, talvez tivesse uma justificativa para matar o gigante e ainda receberia um prêmio por isso.De qualquer modo, qualquer um que humilhasse Sor Gregor subia um ponto no seu conceito. Decidiu que tendia a gostar do mesmo, isso seria bom para ele.    

    Acabou se perdendo em seus pensamentos, quando percebeu o cavaleiro se aproximava. Parecia ter saído de uma história, provavelmente seria um príncipe e mataria um dragão se estivesse em uma. Sua mãe costumava a contar esses contos para suas irmãs, quem contava histórias para os homens da família era o pai, elas envolviam mais sangue e sordidez. Talvez isso tivesse ajudado a formar o seu caráter, quando encarou a vida real já estava preparado. De todo modo, a aura de nobreza de Sor Loras tomou o local. Daemon permaneceu calado até que falassem com ele, nesse momento ele fez gestos de cortesia e foi o mais educado que conseguia ser.  — Meu Lorde, não sou Sor nenhum, sou apenas Daemon Lannister, ou somente Daemon, se preferir.— Talvez tivesse parecido humilde demais, mas exagero de humildade seria melhor que sua ausência.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Vinah em Qua Ago 12, 2015 3:01 am

    — Um Lannister andando por nossos campos? — Ele fez uma cara de confusão por um segundo, mas logo relaxou e deu uma risada simpática. O dente de Loras Tyrell era extremamente branco, o sorriso lhe dava um aspecto simpático. Era fácil perceber que aquele homem não era apenas um grande lutador, mas ele também tinha posse de uma grande simpatia, o que fazia-o extremamente querido dentro da Campina. — Fico feliz ao saber que lutarei ao lado de um leão, as flores as vezes precisam de um toque de ferocidade que somente os leões possuem. — A maneira de falar a cerca do nome de Daemon Lannister, indicava que Lorde Ellion havia enviado um mensageiro para o rei naquela manhã, portanto, a comitiva já devia saber exatamente o que iria encontrar. — E logo será um grande Sor, tenho certeza que irei ouvi-lo rugir durante longos anos.— Loras Tyrell sorriu e se virou para Ellion novamente.— Senhor, Renly Baratheon me enviou a frente, ele deseja um encontro em algum cômodo privado. Ele tem o interesse de repassar algumas estratégias. — Ele se virou novamente, fascinado com a altura de Daemon. — Você deve nos acompanhar, acho que temos algo que você vai gostar muito.

    Após um breve dialogo, vocês caminham rumo a Fortaleza da Campina. O percurso foi feito de maneira demorada, Ellion parecia retardar aquela marcha para seus aposentos, como se quisesse desfrutar da companhia lendária daquele visitante. Após longos minutos, os três homens finalmente se encontravam para aquela reunião que já era esperada a muito tempo. O local era um quarto privado, a passagem havia sido estreita e sinuosa, passando por dezenas de corredores. Era um aposento que fazia parte de uma rede de esconderijos, os homens da Campina eram prudentes ao extremo, não jogariam um dado para ter sorte se poderiam trabalhar para ter um sucesso automático. As luzes eram provenientes de lamparinas, havia algumas velas nos quatro cantos da sala.

    Um trono fora improvisado, era uma peça de ouro um pouco mais curta nas pernas, tornando a altura um grande diferencial para um trono de verdade. O "trono" havia sido colocado de costas para a parede esquerda, havia um outro banco ao lado, o qual Loras Tyrell o ocupou sem cerimônia. Lorde Meadows sentava em frente ao rei, uma cadeira de ouro também, mas essa era mais discreta. Se não fosse por alguns rubis no braço da cadeira, ela poderia facilmente passar despercebida por alguém desatencioso. Daemon Lannister estava posicionado ao lado do lorde, do outro lado se encontrava o Meistre do castelo, um homem calvo que já se encaminhava para a velhice. Havia alguns outros homens sentados na parte de trás da sala, mas de seus rostos nada poderia ser extraído.

    Então Renly Baratheon entrou pela porta. Com vinte e um anos de idade, Renly era alto, bonito e carismático. De acordo com as histórias contadas pelos menestréis, Renly Baratheon tinha a aparência de Robert em seus tempos de glória. Em batalha costumava trajar uma armadura verde-esmaltada, com um par de chifres de ouro. Ali, dentro dos aposentos de Meadows, o rei vestia uma camisa simples de sua casa e portava uma coroa de ouro em sua cabeça. Sua entrada fez com que muitos sorrissem, o rei olhou para todos e se sentou no trono.

    — É um prazer visitar uma casa tão honrada, espero que aqui se encontrem homens justos que me apoiarão na minha pretensão de fazer justiça. Agradeço a todos pela presença e confiança, agora começaremos a nossa pequena audiência.

    Daemon foi deixado de lado por longas horas, pois a audiência no primeiro momento tratou-se da parte administrativa de uma guerra. Contratos de todos os tipos foram feitos. Quem iria ser o responsável pela alimentação do exército, como o exército receberia armas de melhor qualidade, quantos homens havia disponíveis e de que casa eles pertenciam. Lorde Meadows fora encarregado por cuidar das ervas medicinais que seriam ministradas ao feridos, também recebera um outro tipo de promoção que chamou a atenção de Daemon Lannister.

    — Pois bem, outorgo aqui a posse das terras de Tábua Longa ao Senhor Ellion Meadows. Ele também irá receber alguns homens e exercerá o comando de um dos regimentos da minha tropa. — Renly Baratheon parecia cansado, mas nessa hora sua vitalidade pareceu aumentar. — Lorde Ellion, gostaria de apresentar seu campeão e líder que será responsável pelos homens durante as batalhas?

    Lord Ellion levantou-se majestosamente e disse em uma voz suave.

    — Daemon "The Peacemaker" Lannister. — Ellion lhe deu um sorriso encorajador, era hora de Daemon ter a atenção do rei. Isso havia acontecido anteriormente com outros lordes, sempre fluindo para um conversa e até alguns pedidos do que precisavam. Sor Loras Tyrell o olhava satisfeito ao lado do rei.
    Thitanios
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 146
    Reputação : 0

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Thitanios em Sex Ago 14, 2015 8:11 pm

    Loras Tyrell aparentava ser um bom sujeito, poderia muito bem ser um nobre problemática como alguns outros que havia encontrado, o alto nascimento causa efeitos peculiares em certos homens, passam a vida julgando sua relevância pelo seu sangue e se tornam patéticos, muitas famílias enfrentam crises devido a mediocridade de seus membros. O caso de Loras parecia ser o oposto, a nobreza lhe acrescentava, ser um Tyrell o servia de estímulo e de força.

     O jovem havia se relevado o arauto do novo rei. Finalmente se aproximava o momento, ele conheceria Renly Baratheon. Seu sentimento era mais de curiosidade do que de qualquer outra coisa, mesmo assim ele devia permanecer régio e honrado de maneira convincente. Sabia muito bem tratar com os nobres, mesmo isso sendo cansativo. Por vezes sentia que devia ser mais ousado, mas para isso precisava ganhar uma posição mais elevada dentro daquele nicho.

     Daemon acompanhou os homens, conversando poucos assuntos com eles, o diálogo verdadeiramente importante deveria acontecer naquele aposento escondido. A reunião era pouco impressionante, mas em verdade se tratava de uma reunião secreta de traidores que pretendiam coroar um novo rei, logo não poderia ser muito diferente daquilo. O anúncio oficial não havia sido se quer feito, Renly era um pretende a rei escondido nas sombras. E então o rei chegou, mesmo parecendo com o seu o irmão ele não era tido como um guerreiro tão poderoso quanto Robert havia sido, tinha um ar nobre natural, assim como Loras, se vestia bem e era carismático. Não era uma figura desagradável, mas Daemon gostaria mais  se fosse mais parecido com o irmão em todo o resto, ao invés de só na aparência.

     A audiência se desenvolveu normalmente, a parte administrativa da guerra não era a mais divertida, mas era de extrema importância, se ela falha o exercito acaba se desorganizando e se tornando uma presa fácil. Homens sem comida, sem armamento, sem medicamentos são bem mais fáceis de vencer. Seu pai o lhe ensinara muito sobre o assunto, ele então ouvia tudo com bastante atenção. Foi então que Lorde Ellion lhe apresentou, o gigante executou os gestos de cortesia para com um rei como se tivesse pensando neles pela manhã toda:

    — Vossa Graça, é uma honra conhecê-lo. Meus pêsames pelo seu irmão, mas tenho certeza que poderemos fazer justiça ao antigo rei se conseguirmos o trono de ferro para o legítimo monarca. Minha espada é sua e ficarei feliz em usá-la para destruir qualquer um que esteja no seu caminho e no caminho de seus aliados.— Era apenas um primeiro passo, precisava demonstrar respeito acima de tudo.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Vinah em Sab Ago 15, 2015 1:46 pm

    Renly Baratheon observou Daemon "The peacemaker" Lannister com olhos analíticos. O rei legítimo havia notado o gigante desde que entrara no recinto, mas havia julgado que o homem não deveria ter nenhum trato no quesito inicial. Sua suposição é claro, viera da comparação com Gregor Clegane, o qual parecia mais um grande animal do que um homem. Renly se surpreendeu com o tom cortês do rapaz, era um nobre sem dúvida nenhuma. A família de Daemon podia ter sido renegada de suas posses, o que o fazia parecido com o rei. Os dois pareciam buscar a glória que lhes eram de direto, um optara por uma via mais social, o outro optara por ter em mãos uma espada. Que diferença o meio fazia se o final resultasse na mesma coisa. "Guerra, esse é o nosso futuro." Renly imediatamente suprimiu tais sentimentos, ele se orgulhava de nunca ter sucumbido diante de um pensamento que o deixasse para baixo. A vida devia ser contemplada com a felicidade.

    — Sua espada será muito útil, a julgar que seu tamanho seja proporcional a sua vontade de defender a minha causa. Sua fama se espalhou pela Campina rapidamente, confesso que até em Porto Real ela era conhecida. Creio que possamos te dar uma oportunidade única para buscar a glória. — A voz era afável, mas havia aquela presença nobre em sua fala. Renly tentava simular o que se esperaria de um rei, mas sua voz era mais branda do que ele gostaria. — É uma honra para todos nós ter alguém como você liderando uma de nossas tropas, tenho certeza que fará de tudo para liderá-las para a vitória. Iremos vingar a morte de meu irmão, aqueles que ousarem ficar contra a justiça conhecerá nossa fúria. — Os olhos de Renly Baratheon se transformaram em brasas por alguns segundos, lembrando-lhe plenamente seu irmão Stannis. Logo o rei voltou a seu estado normal. — Lorde Ellion me confidenciou que você deseja ter um brasão, o qual escolheu como símbolo um dente de leão. Isso pode ser providenciado, gostaria também de uma armadura de um bom aço? Os homens precisam de uma boa figura que lhes inspire para a batalha. — Ele fez uma pausa e o encarou com um sorriso no rosto. O rei ainda parecia desconfortável com o peso da coroa. — Esta é sua chance de pedir algo diretamente no primeiro momento. Teria alguma requisição a fazer?
    Thitanios
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 146
    Reputação : 0

    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Thitanios em Ter Ago 18, 2015 9:49 pm

    — Meu Rei, o que mais anseio no momento é ser o mais útil possível em sua conquista. — Daemon desejava ser o mais importante possível dentro daquela revolta, mais pela própria glória do que pela glória do simpático pretendente que havia acabado de conhecer. Seu sangue fervia, desejava começar a agir logo, esperar era um tormento para ele, precisava se afirmar naquele exercito o mais rápido possível, precisava se destacar aos olhos do rei, de seus aliados e de seus inimigos. Bardos deveriam cantar sobre seus feitos, os grandes guerreiros de Westeros deveriam perecer ante seus punhos, Rocheado Casterly deveria almejar seu novo senhor. — Me deixe participar ativamente das estratégias de guerra, desejo agir o mais rápido possível, se ainda não estiver na hora de marchar contra os Lannisters me deixe conquistar espadas para sua causa, se desejar que eu combata o Montanha ou o Regicida nas Terras Fluviais assim o farei, se quiser que eu desafie a rainha e defenda Lorde Stark em um julgamento por combate irei agora mesmo para Porto Real. — Seus olhos queimam de determinação e animação, era óbvio que seu pedido envolvia seus objetivos e sua ganância pessoal, mas também parecia ser sublime e verdadeira sua vontade de servir a causa de Renly. — Desejo ser relevante em sua causa imediatamente.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Daemon Lannister - Thitanios

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Dez 18, 2017 8:20 pm