Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Personagens Desistentes

    Compartilhe
    Halt
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 18
    Reputação : 0

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Halt em Ter 22 Set 2015, 20:52

    Lançamento de dado de Guerra
    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7889
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Elminster Aumar em Ter 22 Set 2015, 20:52

    O membro 'Halt' realizou a seguinte ação: Lançar dados

    'd6' :

    Resultado : 4, 5
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Vinah em Ter 22 Set 2015, 21:39

    Os homens destacados para fazer a primeira carga contra a tropa que guardava o portão deslizou na escuridão, revelando-se quando estavam perto o suficiente dos archotes. No começo não foi possível ver nenhum movimento, o portão parecia vazio e nada mais se encontrava a frente dele ou atrás das grades de ferro. Em poucos segundos, uma corneta soou no meio da noite. O silêncio tomou conta do cenário, os homens olhavam-se com temor e medo. De repente, surgindo em meio a escuridão, a tropa inimiga estava do lado de fora dos portões, vindo pela lateral da muralha, como se houvesse utilizado como saída da cidade algum portão adjacente. A tropa avançava em direção ao portão, justamente nos homens que foram ordenados por Adam Lancelot a fazer a primeira carga. Ambas tropas estavam montadas e os gritos de terror ecoaram na noite quando os aços se encontraram.

    A batalha foi confusa, mas Esmond não perdeu a chance de fazer o que tinha sido ordenado. O menor homem da tropa era justamente ele, por isso Adam viu o pequeno homem avançar em direção ao portão, sendo encoberto pela visão de homens duelando. Alguns homens Lannister tentaram avançar contra o efetivo de Adam, mas eram poucos e por isso foram mortos com facilidade. Enquanto a batalha se desenrolava com Esmond perdido em meio a tantos homens, Adam Lancelot viu seu objetivo concretizar-se. Esmond, de alguma forma, havia passado por toda batalha e conseguira obter exito em abrir o famigerado Portão de Ferro.

    O gigante metálico se moveu lentamente, abrindo apenas uma brecha aonde poderia passar dois homens montados por vez. Era como se o portão estivesse enferrujado, dificultando que o portão abrisse com rapidez. Nesse momento, outro sinal sonoro soou na noite, mais tropas Lannister iriam chegar em breve. Alguns archotes foram apagados, mas ainda sim a iluminação no portão era boa. A tropa de Adam ficou em desvantagem por um momento, mas logo os homens que estavam em frente ao portão ganharam reforços, uma vez que Adam Lancelot se encaminhava para lá com o restante da tropa.

    O portão estava aberto, semi iluminado e os homens estavam eufóricos com o discurso de Adam, portanto, partiram com velocidade rumo ao portão. Adam Lancelot teria uma decisão a fazer, a tropa inimiga fora do portão era grande, mas poderia ser parada se adam detivesse o avanço para a cidade. Já a outra escolha, seria invadir a cidade e torcer para que a maioria e seus homens entrassem na cidade antes que os inimigos caíssem sobre eles, espalhando o caos dentro da cidade de Porto Real.
    Halt
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 18
    Reputação : 0

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Halt em Qui 24 Set 2015, 22:26

    Adam esperava pelo pior. Quando viu as tropas saírem pelas laterais percebeu o caos que o lugar iria se tornar. Observava de longe enquanto vinha cavalgando seus aliados combatendo os homens Lannister com bravura. O elemento surpresa das tropas havia implantado terror nos guerreiros do norte, mas isso não impedia que Lancelot seguisse na sua missão. Fazia sinal de avanço com a lança e berrava para seus aliados seguirem em frente. - " Não tenham medo, homens! Vamos acabar com eles! " . Avançava em direção ao portão com intuito de adentrar em Porto Real antes do resto do reforço chegar.

    Chegava atacando qualquer inimigo que tivesse ao alcance de sua lança. Com a arma em uma mão e o escudo nas costas, equilibrava-se em seu cavalo na corrida e visava o portão para a entrada. " Os que não estão em batalha, entrem comigo! " . Gritava para os guerreiros "desocupados" que ali estavam, para que o seguissem. Corria para o portão preparando-se para se defender de qualquer ataque inimigo.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Vinah em Sex 25 Set 2015, 12:56

    Aqueles que não defendiam a retaguarda seguiram Adam Lancelot em direção a entrada da cidade. Em meio ao som de espadas e escudos, os cavaleiros entraram na cidade pelo portão de Ferro. Os cavalos bufavam de esforço, mas os homens os impeliam para frente. Grande parte da tropa que Adam comandava já havia passado pelo portão e agora cavalgava pela cidade, mas o plano não havia saído como o esperado. Adam havia cumprido seu papel no plano, pois agora qualquer tropa que viesse naquela direção entraria facilmente em Porto Real, o que certamente levaria a vitória. Porém, não havia sinal de Roose Bolton.

    Os pensamentos de Adam a cerca de sua situação fluíram naturalmente enquanto cavalgava pela cidade. Ele havia acertado alguns homens com a lança, trazendo o fim a vida daqueles que o ousassem enfrentá-lo. Sua tropa também seguia a mesma pegada devastadora, mas a medida que o tempo passava, os homens nortenhos iam caindo. Para cada Lannister que morria, mais dois parecia surgir pelas ruas da cidade. A tropa dos leões era inabalável naquela noite e a tropa nortenha era limitada. Aonde estaria Roose Bolton? Naquela altura do ataque, qualquer comandante sensato já teria mandando seus homens para dentro da cidade, e no entanto, não havia sequer um homem do exército de Bolton chegando ao portão de Ferro.

    Uma lança passou sobre o ombro de Lancelot, matando um cavaleiro que seguia exatamente nas costas do líder. De repente, ao virar uma rua, um grande contingente Lannister foi encontrado. Havia inúmeros arqueiros e uma infantaria enorme a frente, não haveria chance alguma do norte obter a vitória. Alguns homens do norte perceberam isso, de modo que alguns tentaram retornar ao portão e outros simplesmente largavam os cavalos e tentavam se esconder, outros, ainda preferiam um último ataque honrado. Perto de Adam Lancelot havia algumas casas de madeira e vários becos onde poderia tentar se esconder, assim como também havia espaço para retornar ao portão de ferro. A sua frente, tudo que o aguardava eram contingente Lannister cada vez maior.

    Spoiler:
    Eu não to pedindo muito teste porque isso ainda faz parte da intro, então sempre começo de maneira leve assim. Em breve o jogo fica mais tenso.
    Halt
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 18
    Reputação : 0

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Halt em Seg 28 Set 2015, 10:52

    A falta de Roose Bolton fazia Adam questionar a lealdade do homem. A batalha havia começado bem antes nos portões da frente, já era para as tropas nortenhas do homem terem se juntado á batalha. Oque havia acontecido? " Se esse maldito nos traiu... " . Enquanto cavalgava abrindo caminho e ordenando suas tropas, Lancelot buscava com seus olhos achar uma saída do lugar, sabia que terminaria morto se continuasse ali, e não se preocupava com perda de honra, afinal que honra tem em morrer para um traídor? Já acusava mentalmente supondo sua covardia.

    " Não vou arriscar minha honra nem meus aliados nesse inferno, a morte aqui é iminente. HOMENS! DISPERSAR! " - Gritava como ordem e apontava com a lança para que cada homem encontrasse seu caminho, se todos se juntassem para se esconder ou escapar, virariam um alvo fácil. A idéia era que cada um encontrasse sua forma de se esconder/fugir e causasse problemas aos Lannister em sua busca. "Vão ! Há becos e casas por toda parte! Corram !! " - Tentava auxiliar os homens com suas ordens e instruções enquanto voltava para o portão. Tentava escapar pelo mesmo lugar de onde viera a invadir.

    Seu aprecio pela vida e o amor pelo norte tornava-o mais esperançoso. Ordenava seu cavalo com força e coragem e passava auxiliando todo homem do norte que pudesse, pontadas e escudadas por toda parte. Ficava perdido nos sons da guerra ao seu redor, malditos Lannister e seu orgulho. Cada Lannister caído, cada sangue de leão na ponta da lança era um motivo pra seguir em frente e sorrir.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Vinah em Seg 28 Set 2015, 13:17

    O ambiente era dominado por uma série de sons, o aço tocava-se com o aço e homens gritavam de dor ou de medo. Infelizmente, era o fim do ataque para os nortenhos. O caminho até o portão foi difícil, ma por fim, cerca de cinquenta homens, contando com Adam, havia escapado antes que os portões se fechassem.

    Do lado de fora, os homens ainda pareciam preocupados com o que aconteceria a seguir. Alguns homens diziam que seria loucura voltar a Lorde Bolton, uma vez que ele deveria estar morto, por isso achavam que era sensato ir para Correrio aonde Robb estaria. Outros diziam que Bolton era a melhor opção, uma vez que poderia significar um refúgio imediato - se o achassem em meio a guerra -, mas todos concordavam que deveriam ir para longe de Porto Real.

    Os homens que sobreviveram ao ataque olhavam para Adam em busca de resposta.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Tasoor, O vento que sussurra - Jogador Bonniek

    Mensagem por Vinah em Qua 30 Set 2015, 04:07

    Porto Real é a capital dos Sete Reinos, sua fama estende-se por todo o continente, trazendo o mais diversos tipos de pessoas que se pode imaginar. Inúmeros nobres, prostitutas e artesões procuram uma chance nas ruas imundas da cidade, mas poucos são aqueles que conseguem viver no submundo perigoso que a cidade oferece. Aqueles que persistem em buscar um lugar em Porto Real são os mais capacitados ou os infortunados, que uma hora ou outra, serão tocados pelo Estranho. Pode o estranho tocar o vento de uma tempestade e torná-lo mais brando? Essa pergunta dificilmente seria respondida por um mortal, mas ali, dentro uma casa luxuosa em Porto Real, o vento sussurrava.

    Tasoor estava sentado em uma poltrona de ouro maciço, um presente que viera de Doran Martell como agradecimento pelos serviços prestados em Dorne. Isso soava um pouco irônico, uma vez que fora Doran que havia prestado um grande favor ao velho Tasoor, salvando a sua vida e lhe devolvendo a capacidade de poder interagir e barganhar, algo que era natural para o velho. A casa que Tasoor residia em Porto Real era luxuosa, mas ainda era pobre se comparada com a do seu antigo tutor que vivia em Essos. No entanto, pela primeira vez desde que estivera em Westeros após ter perdido a esposa e os filhos, tudo estava indo conforme o planejado. Os contrabandos estavam cada vez mais volumosos, fazendo com que a bolsa do planejador se enchesse com o ouro brilhante e agradável.

    Se por um lado os negócios corriam bem, o lado espirituoso do planejador estava em conflito. Westeros estava em guerra, Porto Real fora atacada a dois dias atrás, um ataque pequeno, mas que havia criado pânico na população. A renda também começava a ser afetada, uma vez que os guardas cobravam mais caro para liberar os produtos que entrassem e saíssem devido ao grande número de olheiros reais, mas nada que ameaçasse o pequeno império que o velho estava construindo. O grande problema é que a guerra não estava próximo do fim, Robb Stark havia se proclamado Rei do Norte e exigido justiça pela morte de Eddard Stark. Renly Baratheon e Stannis Baratheon também haviam se autoproclamado reis de westeros, contabilizando quatro reis no total, isso se contasse com Joffrey.

    Era por isso que o velho manco estava sentado naquela cadeira de ouro naquela tarde nublada. Varys, o mestre dos sussurros, estava sentado na outra cadeira presente na sala. O Eunuco era um aliado perigoso que o velho havia conquistado em Porto Real, seus jogos costumavam ser muito perigosos, mas a recompensa sempre costumava ser grande. Aquele dia Varys havia dito que tratariam um assunto novo, nada relacionado a dinheiro, mas que iria abalar todo o continente e talvez até mesmo trazer paz para o local.

    - É um honra estar aqui novamente com você, por mais que eu considere isso totalmente perigoso. Não, não estou falando de você, pois no momento, considero-o como um dos meus melhores aliados. Ando mais preocupado quanto aos eventos recentes que vem acontecendo na cidade, principalmente dentro dos corredores do castelo do rei. É um risco estar aqui com você, mas alegro-me em ter uma grande desculpa para me arriscar dessa maneira. - Varys fez uma pausa e olhou para os adornos sofisticados da casa. - Gostaria de me alongar no assunto, mas isso não é muito do meu feitio. - Ele deu uma risadinha, voltando ao semblante normal. - Eu desejo a paz no reino, mas para isso, creio que você concordará que essa guerra deve ser sanada. Mas quem seria capaz de parar tal guerra? Acredito que os únicos capazes de parar toda essa matança seriam os Targaryen, é uma pena que todos estejam extintos. Ahhh, os Targaryens, o que me diz sobre eles? Acredita que eles dariam um rei melhor para o reino?

    Varys ficou observando, um rosto amigável e perigoso formava a sua figura. Ele havia dado ênfase aos Targareyn, algo que fora certamente planejado com meticulosidade. Seja como for, naquela tarde, a casa luxuosa De Tasoor estava repleta de sussurros.
    Halt
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 18
    Reputação : 0

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Halt em Sex 02 Out 2015, 21:11

    Adam ja estava ciente desde o início que Bolton não era confiável, o rei do Norte garantiu para que o homem fosse precavido para á missão. Com base nas informações e na situação dada, supôs que a falha de Bolton não teria sido um acidente, mas sim proposital. E mesmo que não fosse, era muito mais sensato buscar por ajuda em suas terras seguras do que correr feito um cachorro louco meio á guerra atrás de seu "lider". Adam dera a ordem :

    " Irmãos! Temo que nosso líder Bolton não seja confiável! depois de analisar a situação dos melhores pontos de vista decidi que é mais sensato voltarmos para o acolhimento de nosso rei. Me sigam os que querem viver! " .

    Começava a cavalgar em direção a Correrio. Ordenava que os homens se mantenham atentos á seu redor, pois por mais que eles se afastassem, se tudo aquilo era realmente tramado, recorrer a Robb poderia ser uma ação esperada. Seguia.
    Bonniek
    Neófito

    Neófito

    Mensagens : 18
    Reputação : 0

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Bonniek em Sab 03 Out 2015, 11:28

    .

    .

    .

    A vista cansada repousou sobre o semblante do eunuco, e aqueles olhos cinzentos e desbotados encararam-no durante longos segundos. O silêncio imperou no ambiente, calando até mesmo os sussurros que, como diziam, dançavam livres ao vento. — Paz. — Disse baixinho. Limpou a garganta e cuspiu o catarro dentro de um pequeno vaso de cobre acima da mesa. — Muitos dizem desejá-la, mas sequer conseguem compreendê-la. — O olhar desviou-se para uma das janelas, que era alvejada pela brisa marítima. — Mas, obviamente, este não é o seu caso, Varys, o Senhor dos Sussurros. — Depois de ouvir tudo o que seu hóspede tinha a dizer, Tasoor levantou-se e foi até a janela, onde fechou e amarrou as cortinas, fazendo aquela luxuosa sala mergulhar num tom escuro de vermelho. Todo o ouro tornou-se menos cintilante, os detalhes tornaram-se rudimentares e a tensão tornou-se mais presente. — O lobo trava sua batalha contra o leão, enquanto irmãos, que mamaram da mesma teta, matam-se por uma coroa, um trono feito de espadas retorcidas. Acabar com tudo isso, de fato, seria um passo a mais na direção da paz... — O velho coçou a barba e fez uma expressão de dúvida. — Mas não vejo como jogar um dragão nesse caldeirão caótico ajudaria.

    A guerra era ruim para os negócios de Tasoor e roubava-lhe alguns de seus olhos ao longo do reino, mas demonstrar desespero ou mesmo qualquer sinal de benevolência diante uma figura como Varys era um erro fatal. — Por isso, meu senhor... — Tasoor sentou-se novamente, mas antes de retomar a fala, apanhou uma moeda de ouro de sua algibeira e ficou passando-a delicadamente entre os dedos enrugados e queimados pelo sol. — Estou aberto para explicações. Afinal, conhecimento é poder... E somente com poder é possível fazer a diferença neste mundo.
    .

    .

    .
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Vinah em Sab 03 Out 2015, 12:05

    Varys não se mexeu quando Tasoor caminhou até as cortinas, todo o movimento que ele se resignava a fazer era acompanhar-lhe a figura manca com os olhos. Não eram olhos de quem analisava os atributos físicos de oponente, mas sim para a astúcia. Tasoor ainda era um enígma para Varys, mas felizmente, aquele era um campo que os dois jogadores pareciam admirar.

    O eunuco então sorriu ao ver a moeda rolando nos dedos de Tarsoo.

    - Muitos homens acabam se perdendo atrás desse poder, muitos não tem o que é necessário para obtê-lo, e principalmente, usâ-lo. Talvez isso não se encaixe com a nossa situação, mas sempre que me deparo com um grande segredo me pergunto como posso usá-lo. - Varys fez uma pausa, continuando a conversar com o mesmo tom de voz. - O dragão sozinho pode ser derrotado por vários inimigos, mas e se o dragão obtiver o apoio do norte? Será natural que os homens dobrem o joelho para eles, ou terão uma morte dolorosa assim como os outros seguidores. - Varys ficou sentado, mas agora seus olhos estavam com um brilho mais intenso. - Felizmente, estou disposto a ceder um grande poder para você. Saberá como usá-lo?
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Vinah em Dom 04 Out 2015, 02:28

    http://www.novaerarpg.com/t1115p120-daemon-lannister-thitanios

    Teu jogo será postado nesse topico ai de cima. Você vai interagir com o Thitanios, mas ainda não escrevi você chegando lá porque estou esperando a ação dele primeiro. Ele falou que já ta pra postar, então já rola tu ficar de olho no tópico.
    Bonniek
    Neófito

    Neófito

    Mensagens : 18
    Reputação : 0

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Bonniek em Dom 04 Out 2015, 18:21

    .

    .

    .

    — Realmente acredita que um dragão recém nascido seria páreo para um lobo feroz, sedento por sangue e com o ego alimentado após trucidar um grande leão? — Sabia que Varys com certeza possuía um plano para o sucesso de seu aliado Targaryen - se é que ele realmente existisse -, mas ainda assim, ao menos até o momento, suas palavras não faziam sentido para Tasoor. Mas um sorriso brotou no rosto do velho, que deixou a moeda cair sobre a mesa de carvalho maciço. — Mas de onde eu venho aprendemos que não há outro caminho senão o sucesso, a vitória. E pelo que eu saiba... — Os olhos cinzentos fitavam diretamente os do Aranha, sem hesitar, demonstrando somente serenidade e frieza. — Os dragões também vêm de lá.

    Apanhou a taça de prata à sua frente e desfrutou de um saboroso gole de vinho, vindo da Árvore. Umedeceu os lábios e tornou a falar, ainda com o cálice na mão. — Felizmente estou disposto a ajudá-lo. — Disse, com certo sarcasmo, como se estivesse retrucando na mesma moeda, deixando claro que era Varys quem deveria sentir-se feliz por obter o auxílio do velho manco. — Mas, como bem sabe, eu sou um mercador. E nós, como também deve saber, jamais fazemos negócios que nos causariam qualquer malefício. — Colocou a taça na mesa ao mesmo tempo que empurrou, com a bengala, a moeda para mais perto do eunuco. — Eu tenho o que é que seja que você quer... Mas será que você possui o que eu desejo? — Deu uma breve risada, coçou a barba e esperou pela resposta de Varys, com a bengala já repousando ao seu lado.
    .

    .

    .
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Vinah em Seg 05 Out 2015, 01:18

    Varys permitiu-se o luxo de dar um sorriso diante daquele velho mercador. As vestes que o eunuco havia escolhido para a ocasião era da cor marrom e possuía um longo capuz, de modo que quando vestido, toda a face de Varys ficaria nas sombras. Fora assim que o eunuco havia chegado na casa luxuosa de Tasoor, mas agora, seu rosto redondo e os olhos agéis estavam despidos em meio aquela sala.

    O eunuco acompanhou a moeda com os olhos, vendo aquelas mãos habilidosas manejá-la.

    - Há apenas dois caminhos para um dragão; um é o poder e a vitória, caso não encontre este caminho, o dragão estará fadado a loucura. Por sorte, creio que minha experiência me diz que neste caso há uma grande possibilidade de vitória. - Varys disse essa frase no momento que Tasoor falava sobre o lobo feroz. Logo após que Tasoor concluiu toda a fala, Varys voltou a dizer. - Esse é um jogo perigoso, um homem comum não seria capaz de resistir a tantas provações que estarão por vir, isto é, caso nós entremos em acordo. - Varys fez menção de pegar a moeda, mas parou quando começou a esticar o braço em direção a ela. Seu olhar se focou no de Tasoor, e sua voz saiu como seda em uma noite de verão. - Qual é o seu desejo? Acredito que você saiba que não tenho tanto ouro como você, mas talvez posso lhe agradar de outras maneiras. O que é necessário para que você entre na Dança do Dragão, se permite o trocadilho.

    Varys ficou parado, se moveu apenas para beliscar uma pequena fruta vermelha que estava sobre a mesa de madeira. Ele mordeu o fruto, fazendo sua boca sujar-se com o sumo avermelhado da fruta proveniente de Essos. Um cheiro adocicado preencheu o local.
    Bonniek
    Neófito

    Neófito

    Mensagens : 18
    Reputação : 0

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Bonniek em Seg 05 Out 2015, 02:00

    .

    .

    .

    Dinheiro, mulheres, títulos e fama... Sonhos fúteis que Tasoor aprendera a abandonar ao longo do tempo. Possuía um único desejo: a imortalidade. Não como um herói, que torna-se lembrado por toda a história através de feitos incríveis, mas sim como algo maior, superior. Imortal como um... deus. — Não sei se você possui alguma crença, mas confesso que eu acredito nos deuses. — Apanhou uma fruta também. — Uma vez fui visitado por eles, por todos os Sete, e eles... — Deu uma mordida, aumentando ainda mais o aroma adocicado que preencheu aquela luxuosa sala. — Abriram os meus olhos. — Tomou mais um gole do vinho, tossiu para limpar a garganta e então voltou a falar, sempre calmo, como se tudo estivesse sobre controle. — Tudo bem, eles não me revelaram muita coisa... Mas me permitiram ver o suficiente. — Deu mais uma mordida e sorriu, deixando com que o sumo escorresse dos dentes até tocar a barba; uma figura, na escuridão do ambiente, um tanto quanto perturbadora.

    Após uma pausa dramática, encarou as cortinas que obstruíam a luz que vinha da janela.
    — Estou atrás de uma antiguidade proveniente de Essos, mas que pode estar em qualquer canto do mundo. — Mais uma mordida e outra golada. — Livro da Vida, é como chamam-no nos dias de hoje. — Deu uma breve risada, no intuito de disfarçar suas intenções. — É um assunto religioso, algo pessoal e bastante valioso para mim. Então, se sabe ou vier a descobrir algo sobre o livro, talvez seu paradeiro, peço que diga-me. — Terminou de comer a fruta e acabou com o restante de vinho da taça.
    .

    .

    .
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Vinah em Seg 05 Out 2015, 10:36

    - O Livro da Vida? Não me recordo de ter visto tal título na biblioteca em Porto Real, nem mesmo nos aposentos de Roberth Baratheon. Realmente deve ser um livro muito raro, como você diz, seu conteúdo parece ser intrigante e enigmático. Felizmente, não sou chegado a tais leituras na minha idade, apenas me dedico a tecer alguns fios de conspiração a nosso favor através de cartas e outros movimentos, portanto, acho que esse preço eu posso lhe pagar diante da premissa de ver os Targaryen novamente no poder. Me dê algum tempo, ao menos para tentar localizar o paradeiro desse livro. Tenho alguns contatos na Cidadela, talvez alguns Meistres nem tão honrados possam saber de algo que nos interesse. Te manterei informado sobre meu progresso, se é isso que você deseja.

    Varys então tocou a mão na moeda, acariciando o ouro de maneira suave com a ponta dos dedos. Enquanto ele fazia o movimento com as mãos, os olhos estavam fixados no velho Tasoor.

    - É engraçado o efeito que o ouro provoca na pele de um homem. Se uma moeda é capaz de erguer a ganância de um homem, o que dirá uma montanha de riquezas? Irei cumprir meu papel na busca do livro, portanto, devo falar sobre o que planejo tão abertamente quanto você fizera. - Ele fez uma pausa, respirando algumas vezes antes de continuar. - Como você desconfia, há realmente um Targaryen sobre minha proteção. Ele está mais perto do que você imagina, nós seríamos capaz de sentir o calor de sua pele se nos concentrássemos. Não é um Targaryen que herdou a loucura da família, ao menos por enquanto, mas devo confessar que a coragem as vezes possa ser confundida com loucura. O Targareyn, que na verdade é uma rainha, se encontra na Fortaleza Vermelha, vivendo disfarçada como uma serva sem utilidade. Por trás de seu disfarce, ela planeja resgatar Sansa das garras dos Lannister, afim de começar a forjar seu próprio império. O grande problema é como ela fará isso? Porto Real está tomada de homens Lannister, não há como sair daqui sem gastar uma quantia enorme ou de utilizar de uma extrema inteligência. É por isso que lhe procurei. Há alguém melhor do que um velho mercador, capaz de convencer um homem a gastar seu último dragão de ouro em um de seus produtos? Creio que não. A jovem Targaryen, o qual é chamada de Lorra, precisa de auxílio em tal empreendimento. Aliás, não só nesse momento, mas seria de uma grande importância que você a mantivesse por perto para guia-la para a vitória. A medida que o tempo passa, um grande mal se aproxima de Porto Real e daqueles que buscam a paz. Gostaria de encontrá-la, temo que o tempo para agir com cautela esteja bem curto.

    Tasoor conhecia a Fortaleza Vermelha, era o local aonde residia o rei Joffrey e outros nobres em Porto Real. O velho que sussurrava tinha vários contatos na guarda da cidade, desde homens de pequena importância que fiscalizam os portos até os homens de escalão superior, comandantes de tropas e homens de grande prestígio.

    Spoiler:
    Não postei todos os seus contatos pq a medida que o jogo for ganhando força, eu detalho mais. Vou levar em conta q teu personagem é fera, então pode ficar sussa. Vai ter várias opções, independente do que aconteça
    Conteúdo patrocinado


    Re: Personagens Desistentes

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 18 Dez 2017, 20:24