Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    #Capítulo 01 - Trevas

    Compartilhe
    Yuji Kiba
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 230
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Yuji Kiba em Seg Set 14, 2015 12:03 pm

    Selene continua a escutar sobre o destino de Lilith, ainda sentada de braços cruzados. Parecia estar mais relaxada, encostada na parede ouvindo atentamente enquanto permanecia pensativa.

    Pensando: -“Acompanhar a matriarca nessa jornada seria algo que gostaria de fazer.”

    Antes que a sacerdotisa se começasse a falar, Samyaza já propõe exatamente o que estava pensando, Selene apenas sorri e se cala. Entretanto ainda existia outra duvida na cabeça da jovem.

    -Com esses seres influenciando as pessoas desse mundo, tem certeza que é o momento ideal pra fazer uma viagem?

    Selene se levanta e continua falando enquanto olhava para os presentes ainda mantendo os braços cruzados enquanto gesticulava com a mão.

    -Não tem um jeito de limitar mais a ação desses seres em nosso mundo? Pelo menos diminuir a influencia que podem exercer antes de sair viajando porai.

    Após escutar as palavras de Lanthys, Selene continua.

    -Eu confio na minha força e na força do cavaleiro, mas... me faz pensar que assim talvez sejamos alvos fáceis pra outro ataque, se toda CABAL já não foi capaz de aguentar, imagine nos três na estrada...

    A sacerdotisa descruza os braços e respira fundo.

    -Mas vou acatar seja qual for o ideia que acharem melhor e vou permanecer ao lado de Lilith em qualquer circunstancia.
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Darkwes em Seg Set 14, 2015 2:00 pm






    Após as palavras de Samyaza e dos jovens investigadores, Lilith se ergueu e, ainda virada em direção à líder dos vigias, curvou-se em sinal de agradecimento, permanecendo na mesma posição enquanto falava.

    - Perdoe-me se estou a desapontando como sucessora da Lilith que conheceu Samyaza. Agradeço tudo o que já fez e continuará fazendo por mim e por Solas. Tentarei corresponder às suas expectativas e encontrar as respostas que me faltam...

    Em seguida, a matriarca ergueu-se novamente, virando-se em direção à Lanthys e repetindo o mesmo movimento anterior, fazendo o mesmo ao virar-se para Selene, ao mesmo tempo em que dava sequência às suas colocações.

    - Lanthys e Selene, também agradeço sua disposição em me acompanhar, mesmo tendo presenciado o que ocorreu no CABAL... todos nós perdemos muitas pessoas queridas e não podemos deixar que todos estes sonhos se percam. Não sei se fazendo o que Samyaza diz trará algum resultado, mas se eu desistir antes mesmo de tentar, não poderei continuar vivendo com o peso de tantos sacrifícios... mas não estou me perdoando por tudo que aconteceu... todo o sangue que fora derramado ainda está em minhas mãos.

    Após as palavras de Lilith, Samyaza também se ergue, mantendo um sorriso modesto em seu rosto. Todavia a mulher de cabelos brancos olha em direção à Selene, comentando a respeito do que a sacerdotisa havia dito.

    - Nós não podemos restringir ou limitar a atuação destes entes malignos em seu mundo... como disse anteriormente, somos apenas observadores. Podemos sentir a movimentação destes seres e, a partir de então, alertá-los, fornecer ferramentas ou sugerir formas para que os confrontem... Além disso, posso solicitar que outros investigadores os auxiliem nessa jornada. Tenho certeza de que muitos outros de sua ordem estariam dispostos a ajudar.

    A líder dos vigias caminhou novamente em direção ao altar onde encontrava-se anteriormente, sentando-se sobre o mesmo. A mulher então mergulhou sua mão esquerda por entre as almofadas que ali se encontravam, retirando uma pequena caixa de madeira que estava oculta até o momento.

    - Falando em auxílio... a equipe que fora enviada até a ilha para verificar a situação após o ataque, encontrou um artefato que pertence ao herdeiro da armadura Garou lendária...

    A mulher estendeu a pequena caixa de madeira em direção à Lanthys e, apesar da mesma se encontrar fechada, o jovem cavaleiro já podia imaginar do que se tratava...




    *Off: ...


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Lanthys em Seg Set 14, 2015 2:14 pm

    Lanthys caminha até próximo de Samyaza, apanha a caixa e antes de abrí-la, ele olha para a vigia e pergunta...

    Lanthys: " - Mestre Mesphito teve tempo de consertá-lo ou... Ele faleceu sem poder analisar o anel?"

    A pergunta de Lanthys não tinha a intenção de saber se o anel funcionava, mas sim se Mesphito tinha tido tempo de fazer o que parecia, lhe havia chamado tanto a atenção, mexer em uma relíquia tão antiga, esse era o motivo da pergunta... O jovem então então vagarosamente abre a caixa e observa por alguns instantes o anel... Agora mais do que nunca, ele se tornara algo muito importante, relembrava seu treino, suas conquistas, as palavras de ambos os mestres, os momentos com Mesphito (e se lembra que precisa falar com Selene sobre isso posteriormente) e o fim de tudo que ele conhecia como lar, pela segunda vez... Ele apanha o anel e o coloca em seu dedo anelar da mão esquerda, cerrando o punho e tentando mentalizar o mesmo para ver se algo acontecia...
    Yuji Kiba
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 230
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Yuji Kiba em Seg Set 14, 2015 9:17 pm

    Selene abaixa a cabeça e coloca as mãos na cintura meio desapontada com a resposta de Samyaza. Depois de alguns segundos pensando em quanto os outros conversavam a sacerdotisa levanta a cabeça retomando as perguntas.

    -Então se não podemos diminuir a influencia deles, mata-los e apenas bani-los, não existe uma maneira permanente ou semi-permanente de dar fim a essa ameaça ao nosso mundo?

    Selene anda até ao lado de Lilith e fala com a matriarca.

    -Vou estar ao seu lado pro que precisar, talvez essa viagem traga algo de bom para todos nós...

    Ao ouvir falar sobre a equipe enviada a Ilha, Selene volta a falar com a guardiã.

    -Já tem os nomes de quem sobreviveu ao ataque?

    A voz da jovem parecia mais enérgica como a momentos atrás enquanto fazia a pergunta.

    -Tenho uma colega de treinamento chamada Amandine, gostaria de saber se ela conseguiu sobreviver...
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Darkwes em Seg Set 14, 2015 9:59 pm






    Ao abrir a caixa, Lanthys se reencontra com o mesmo anel que surgiu em sua mão ao utilizar a armadura garou pela primeira vez. O artefato estava intacto, mas não aparentava ter se alterado desde a última vez que o viu. Todavia, ao tentar mentalizar algo, o cavaleiro tem a impressão de por um instante visualizar uma floresta. A sensação logo se desfaz sem que o jovem possa compreender o que aquilo significava ou se tinha alguma relação com o misterioso anel mágico. Além do anel, Lanthys observa que no interior da pequena caixa de madeira havia um saco de couro negro, mas antes de ponderar a respeito, a líder dos vigias comenta.

    - O anel não está consertado, mas acredito que o alquimista deve ter encontrado a resposta para fazê-lo... junto ao anel estava uma gema especial, um cristalizador de sonhos...

    Samyaza ouve os novos questionamentos de Selene, ajeitando-se entre as almofadas antes de respondê-la. A mulher começava a aparentar certo cansaço, recostando nas almofadas e passando a alongar os braços.

    - Talvez exista alguma solução definitiva para Solas... ou talvez não. O que posso afirmar é que algumas destas entidades, quando destruídas, ficam impossibilitadas de se manifestarem novamente por dias, meses, anos... ou até mesmo séculos...

    A líder dos vigias fecha os olhos por um momento, enquanto isso Lilith sorri timidamente para a sacerdotisa ao ouvir suas palavras. Logo em seguida, Samyaza se pronuncia novamente comentando a respeito dos sobreviventes encontrados.

    - Não tenho nomes. Talvez você possa reconhecer alguns rostos quando tiver a oportunidade de revê-los. Todos os sobreviventes estão sendo encaminhados para Saleos ou Ruax...




    *Off: ...


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Lanthys em Ter Set 15, 2015 10:00 am

    A imagem da floresta é rápida, mas ela chama a atenção do guerreiro a ponto de despertar-lhe a curiosidade e a fascinação... Seria efeito do local onde estavam ou teria mesmo ele conseguido alguma resposta do anel que usava agora? Lanthys olha para Samyaza no exato momento em que falava sobre alguns seres não poderem se manifestar novamente por séculos e o sorriso de Lilith parecia demonstrar alguma informação que ela continha sobre isso... Lanthys estranha um pouco a atitude, como se alguma das duas pudesse ser uma das criaturas destruídas e impossibilitadas de se manifestar em Solas por séculos ou conhecessem alguma criatura assim... O jovem reflete um pouco sobre isso e então retoma seu raciocínio inicial...

    Lanthys: " - Samyaza... Como utilizar a descoberta de Mesphito para tentar revitalizar o anel, se isso for possível? Poderia me dizer algo? Este anel com certeza foi muito importante em outras eras, tenho certeza, inclusive ao colocá-lo vislumbrei algo que acredito ser uma floresta, mas foi tão rápido que não pude pegar mais detalhes... Acha que pode ser o anel tentando se comunicar... Comigo?"

    O jovem fica a observar Samyaza torcendo para obter informações sobre como trazer de volta a vida o estranho anel... Aliás, ele estava se cansando de chamá-lo de anel e tentar revivê-lo como uma vida... Seria interessante se ele tivesse um nome, pensa o jovem, mas... Será que ele já não possuía um? Seria inconveniente dar-lhe um nome caso ele tivesse um já... Enfim, ele aguarda as explicações de Samyaza tentando por um pouco de luz sobre algo do misterioso anel...
    Yuji Kiba
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 230
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Yuji Kiba em Ter Set 15, 2015 5:33 pm

    A sacerdotisa se anima com a possibilidade de sua amiga ter sobrevivido, seu olhar que momentos antes estava cansado e apagado, agora voltava a faiscar com a intensidade de sempre.

    Pensando: -”Acompanhar a matriarca e ainda ter a chance de ver se Amandine sobreviveu, é uma boa oportunidade!”

    Sentia-se animada de procurar uma maneira de dar fim aos seres que atacaram a CABAL também e isso ficou evidente em seu rosto após a conversa, agora mais vivo e animado enquanto falava.

    -Se existe uma possibilidade por mais mínima que seja de dar um fim a essa ameaça, vou fazer de tudo para investigar!

    Pensando: -“Também vou ter a chance de trabalhar com outros investigadores...”

    A jovem bateu o punho da mão esquerda contra a palma da mão direita agora visivelmente mais viva que antes. Olhava diretamente para todos a sua frente,

    -Vou agradecer a oportunidade de trabalhar com outros investigadores e aprender cada vez mais! Vou dar o meu melhor.

    Selene ainda olhando para Samyaza faz mais algumas perguntas.

    -Algum dos guardiões vão nos acompanhar? E por onde vamos começar nossa jornada?

    Então Selene se vira para os outros enquanto continua falando.

    -Se todos concordarem, gostaria de procurar os sobreviventes do ataque e ver se minha amiga e minhas colegas sobreviveram... Sei que é meio egoísta mais, talvez queiram nos ajudar também.
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Darkwes em Ter Set 15, 2015 9:54 pm






    Samyaza reabre os olhos enquanto ouve os novos questionamentos de Lanthys, a mulher parecia estranhamente sonolenta, mas mesmo assim responde ao jovem.

    - O cristalizador de sonhos permite que se adentre na Terra dos Sonhos... sendo assim, para que o anel seja reativado, certamente será necessário se adentrar neste plano alternativo... ao que parece, o espírito que habitava o artefato se encontra em sono profundo devido ao longo período de inatividade, desta maneira, é bem provável que este se encontre aprisionado na Terra dos Sonhos, sem que possa deixá-la por conta própria... talvez você tenha visualizado o local onde o anel se encontra devido a se encontrar aqui, na torre dos vigias... mas terá de obter mais detalhes para encontrá-lo...

    A jovem matriarca que se encontrava em silêncio vira-se em direção à Lanthys, comentando a respeito do que a líder dos vigias acabara de dizer.

    - Adentrar na Terra dos Sonhos sem devida orientação pode ser extremamente perigoso! Mesmo com o cristalizador, é muito arriscado, entendo que este artefato deve ser importante, mas... para que não vague infinitamente em busca de seu espírito, terá de obter mais pistas sobre sua localização...

    A mulher de cabelos e vestes brancas sorriu ao ouvir o comentário de Lilith, em seguida, olhou novamente para o jovem cavaleiro.

    - Lilith está certa... nem mesmo os vigias podem observar de forma clara a Terra dos Sonhos, mas há algumas pessoas que possuem esse dom... você vai precisar de um oniromante para encontrar mais pistas.

    Mudando completamente de assunto, Selene comenta a respeito de visitar os sobreviventes do ataque à sede do CABAL, ao ouvir a sugestão, Lilith baixa a cabeça ficando pensativa. Após alguns segundos em silêncio, a matriarca ergue novamente o rosto, como se olhasse em direção da jovem sacerdotisa, comentando a respeito.

    - Talvez, não seja uma boa ideia... acredito que se aquela... aquela criatura estiver me procurando, o primeiro lugar que ela deve visitar é onde os refugiados estão. Talvez ela não esteja os observando, mas caso vocês desejem se encontrar com os refugiados, acredito que eu não deva ir até eles... não estou fugindo da realidade, apenas não quero os colocar em perigo novamente sem haver necessidade.




    *Off: ...


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Lanthys em Qua Set 16, 2015 1:29 pm

    Lanthys observa um pouco mais o anel e então baixa sua mão, ficando por alguns segundos com ela nesta posição, como se refletisse sobre tudo e então, cruza os braços novamente, olhando em momentos para Samyaza, outros para Lilith e também para Selene, conforme suas palavras iam avançando...

    Lanthys: " - Minha missão desde a chegada do portal a ilha, foi determinada como manter Lilith viva... Como já disse outras vezes, as palavras de Samyaza e a revelação de como funciona a parceria entre Lilith e os vigias define que a vida de Lilith é imprescindível para que tenhamos alguma chance contra esses monstros... Muito além do dever, Lilith está se esforçando para realizar sua missão, e eu irei dar minha vida para realizar a minha..."

    O guerreiro observa a todos e percebe que seus olhares pareciam dizer "sim, e então..." e por este motivo Lanthys retomou o que falava:

    Lanthys: " - Duvido que Leviathan ou Naberius iriam me querer em outro lugar que não fosse ao lado da matriarca a protegendo, assim, quando tiver uma oportunidade que não coloque Lilith em risco, verei as pessoas que sobreviveram, mas neste momento, ficarei como uma sombra ao lado de nossa matriarca, onde você for Lilith, terás uma sombra junto a ti, seja como guia, seja como escudo!"

    Lanthys baixa um pouco a cabeça como se ponderasse sobre o que precisava fazer para si também, mas um leve sorriso escorre por sua boca e ele retoma seu pronunciamento...

    Lanthys: " - Enquanto peregrinar com Lilith, irei tentar obter informações sobre oniromantes para tentar descobrir a localização deste espírito e quando for possível e Lilith estiver segura, irei em busca dele, de alguma forma, sinto que ele será importante a todos nós... E senhora Samyaza... Os medalhões... Sabe se todos foram recolhidos como manda a lei para que sejam purificados então?"

    Lanthys fica a observar a lider dos vigias, acreditando que a conversa estava chegando ao fim, pois ela parecia, estranhamente, estar com sono... Assim imaginava Lanthys...
    Yuji Kiba
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 230
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Yuji Kiba em Qua Set 16, 2015 5:16 pm

    Após a fala de Lilith, Selene pensa um pouco e deixa a cabeça cair pesadamente enquanto solta um suspiro em seguida levantando a cabeça e novamente olhando para os outros que ali estavam.

    -Sim, provavelmente você esta certa...

    A sacerdotisa escuta sobre o anel relacionado a Lanthys e o mundo dos sonhos e logo se oferece para ajudar, agora estando um pouco mais animada.

    -Se vão procurar informações sobre esse oniromantes e acordar o espírito podem contar comigo, vou fazer o que puder para ajudar.

    Ao ouvir a colocação de Lanthys, Selene se lembra do ritual que havia feito com Amandine e torce silenciosamente para que a amiga estivesse viva ainda.

    -Essa é outra coisa que podem contar com minha ajuda, isso é, se não tiverem já purificado os medalhões... Mas gostaria de saber, por onde acha que devemos começar nossa jornada?

    Pergunta olhando para a matriarca e para Samyaza.
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Darkwes em Qui Set 17, 2015 10:02 am






    Lilith inclina a cabeça em sinal de reconhecimento às palavras de Lanthys que uma vez mais confirma sua posição como seu guardião. Logo após as palavras do cavaleiro e da jovem sacerdotisa, Samyaza ergue seu tronco, sentando-se novamente entre as almofadas e então retoma a questão a respeito do anel.

    - De fato, já cuidei disso. Este artefato será muito útil em sua jornada, não apenas para auxiliá-lo, mas também para guiar e proteger Lilith... sendo assim, já entrei em contato com uma oniromante, que inclusive faz parte de sua ordem.

    A jovem matriarca após refletir por alguns segundos, ergue o rosto em direção à Samyaza, demonstrando compreender de quem se tratava a oniromante a qual a líder dos vigias se referia.

    - Você se refere à... Nybbas?... Ela já sabe a respeito do que ocorreu no CABAL?

    Samyaza olha novamente em direção à matriarca, respondendo ao questionamento brevemente, em seguida olhando em direção à Lanthys e Selene, acrescentando novas informações.

    - Sim. Já pedi para que um dos vigias a trouxesse até aqui e acredito que chegarão em breve... vocês poderão obter mais informações e assim resolver este assunto antes de deixarem a torre... além do mais, preciso de mais algum tempo para preparar o amuleto que ofuscará a presença de Lilith em Solas. Enquanto isso vocês poderão restaurar o anel espiritual...

    A líder dos vigias leva a mão direita à lateral da bandeja que se encontrava próxima a ela, apanhando um pequeno sino de prata que ali se encontrava, em seguida o agitando de forma peculiar, fazendo seu som ecoar pelo ambiente em três toques de durações distintas.

    - Não se preocupem a respeito dos medalhões. A equipe enviada até a ilha irá os recolher e encaminhá-los para que sejam purificados.

    Passados alguns instantes, Penemue adentra novamente o salão, a pequena vigia carregava uma nova bandeja de prata e, sobre esta, haviam duas taças e um jarro também prateados. A vigia coloca a bandeja sobre o altar, em frente à Samyaza, em seguida posicionando-se lateralmente. A líder dos vigias apanha o jarro com sua mão direita e preenche as duas taças com um líquido translúcido e, em seguida, apanha dois frutos rubros da outra bandeja, os mesmos que a mulher ingeria anteriormente, colocando-os sobre a mesma bandeja onde encontravam-se as taças.

    Após preparar a modesta 'refeição', Samyaza estende a mão direita, apontando em direção às taças e frutos, olhando na direção de Lanthys e Selene.

    - Isto não é alimento para seres humanos... no entanto, peço que cada um de vocês ingira um fruto e beba deste líquido. Não irei lhes informar do que se tratam, mas posso afirmar que estes os deixarão mais aptos para o caminho que concordaram em seguir...




    *Off: ...


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Lanthys em Qui Set 17, 2015 10:49 am

    Lanthys de pronto descruza os braços, observa a caixa onde antes estava o anel e concorda que o cristal deve permanecer onde está, até que a pessoa capacitado a entendê-lo corretamente possa abrir os caminhos para ir em busca do espírito adormecido onde quer que seja! Lanthys fecha a caixa, a guarda em sua capa e caminha em direção a bandeja, apanhando o fruto e a taça oferecidas a eles por Samyaza... Ele não possuía o refinamento da anfitriã, ele era um cavaleiro, era alguém prático, porém ainda assim, se esforçava para demonstrar bons modos, principalmente diante de alguém tão cheia de requintes... Ele observa a fruta e a coloca na boca a mastigando previamente e engolindo logo em seguida... Após isso ele ingere o líquido e fica tentando discernir os sabores que continham tais ingestões, se é que possuíam algum sabor...

    Lanthys: " - Nunca ouvi falar sobre Nybbas... Ah algo que precisamos saber sobre essa pessoa antes de a conhecer senhora Samyaza? Aliás, se trata de um ser masculino ou feminino? Apenas pelo nome fica difícil definir..."

    Lanthys demonstrava total tranquilidade ao ingerir o oferecido a eles, se Samyaza os quisesse mortos não precisaria ter esperado até agora para tentar algo, ela era confiável, aliás, ela estava sendo naquele momento, a salvadora de toda a esperança do mundo de Solas! Degustando o líquido e a fruta, Lanthys aguarda pela resposta da líder dos vigias!
    Yuji Kiba
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 230
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Yuji Kiba em Qui Set 17, 2015 9:23 pm

    Antes de ingerir o liquido, Selene se recorda de como horas antes teve um momento agradável com seus instrutores e Amandine quando foi pedido a ela que tomasse uma bebida antes da cerimônia de graduação. Se perguntava se seria algo parecido. Ao ver Lanthys ingerir o liquido com tranquilidade, Selene faz o mesmo bebendo com total confiança.

    -Bom se já purificaram os medalhões e chamaram uma oneironte é meio caminho andado...

    A sacerdotisa começa a se sentir curiosa com a bebida, se seria algo parecido com o que havia experimentado antes. Toma o liquido em seguida colocando a taça de volta na bandeja e se sentando onde estava antes.

    Pensando: “-Melhor ficar sentada, dependendo do efeito disso posso acabar caindo”

    Selene se vira para Samyaza

    -Quanto tempo teremos para nos preparar antes de sair?
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Darkwes em Qui Set 17, 2015 11:36 pm






    Ao ingerir o fruto, os jovens investigadores tem dificuldade em determinar o gosto do mesmo, ou se havia algum gosto a ser sentido, a impressão era a de que seu paladar não conseguia definir o sabor, como se estivessem de algum modo privados deste sentido. O líquido era insípido como a água, mas ao invés de saciar a sede, os deixava com a boca seca... antes que pudessem ponderar mais a respeito, com seu dedo indicador da mão direita Samyaza desenha um símbolo de formato circular em pleno ar, juntando as duas mãos em frente ao rosto na sequência. Logo de imediato, Lanthys e Selene sentem algo reagir dentro deles, um certo formigamento e aquecimento repentino, mas a sensação vai diminuindo logo em seguida.

    - Não se preocupem... o fruto de fato não tem nenhuma propriedade especial. Só precisava que ingerissem algo que toquei para lançar o encantamento... este líquido especial vai carregá-lo por seus corpos, melhorando seu metabolismo, lhes dando mais energia e vitalidade.

    A mulher desenha um sorriso em sua face enquanto mantém o mesmo olhar de quando adentraram no ambiente, transbordando sabedoria, no entanto, era difícil afirmar se ela estava apenas contente ou se divertia da falta de compreensão dos investigadores. Ao ouvir o questionamento de Lanthys, Samyaza olha em direção à Lilith, que responde no lugar da líder dos vigias.

    - Nybbas é uma sacerdotisa do CABAL... pelo que me relataram, ela já era uma garota talentosa antes de receber treinamento... mas apenas a encontrei em uma única ocasião. Nybbas formou-se em torno de sete anos atrás, foi a primeira cerimônia que celebrei...

    Lilith aparenta refletir sobre o que disse, talvez relembrando a formatura a que se referiu, já Samyaza ouve o questionamento de Selene e se pronuncia novamente.

    - Vocês partirão assim que resolverem o assunto do anel com Nybbas... não deve demorar mais do que algumas horas, ou talvez um dia... mesmo adentrando na Terra dos Sonhos, o tempo lá transcorre de modo distinto... falando nisso... acredito que Nybbas esteja adentrando a torre neste exato momento com Azazel...

    A líder dos vigias então fecha os olhos por um instante, como se estivesse concentrando em algo, reabrindo-os em seguida e voltando a olhar em direção aos investigadores.

    - Já pedi para que venham até aqui...

    Enquanto aqueles que acabavam de chegar se encaminhavam até o salão, Penemue recolheu a bandeja com o jarro prateado, dirigindo-se em direção a saída do local...




    *Off: ...


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Lanthys em Sex Set 18, 2015 1:09 pm

    Lanthys então dá alguns passos atrás deixando novamente um espaço entre ele e as damas, cruzando os braços novamente enquanto aguardava a chegada de Nybbas... O jovem olhara o lado, alguns segundos depois baixa sua cabeça, reflete um pouco, olha para a matriarca e cogita uma pergunta que talvez ainda não tenha resposta, mas, era necessário se programar para o que iriam fazer assim que saíssem da torre dos vigias...

    Lanthys: " - Matriarca... Tem ideia de onde vamos começar nossa jornada e para onde iremos... Existe algum plano em sua mente de quanto essa jornada deverá durar e onde devemos ir para que possa então encontrar o que busca?"

    Lanthys fica observando Lilith para tentar ter uma ideia de quão grande será sua jornada...
    Yuji Kiba
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 230
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Yuji Kiba em Sex Set 18, 2015 8:22 pm

    Intrigada com o gosto, Selene fica um pouco distraída até notar os movimentos de Samyaza, não havia visto um encantamento como aquele ainda, pelo menos não feito dessa forma. Fica impressionada enquanto sente as mudanças em seu corpo.

    -Isso parece útil, obrigada. Esse é um feitiço que apenas guardiões podem usar?

    Selene começava a se sentir instigada a aprender mais de sua anfitriã. Assim que tem sua pergunta anterior respondida suspira aliviada, embora tivesse vontade de viajar logo, um tempo seria bom para reaver a energia que gastou no combate anterior e se organizar.
    Ao ouvir falar novamente da Terra dos Sonhos, Selene logo pergunta.

    -É possível para mim acompanhar o cavaleiro também a este mundo? Gostaria de auxilia-lo se possível...

    Enquanto aguarda a resposta, a jovem reflete Nybbas e o que haviam acabado de falar sobre ela. Selene se mantinha sentada enquanto pensativa, embora agora se sentisse mais animada e mais disposta fisicamente que antes.

    Pensando: “-Nybbas é uma sacerdotisa como eu! Talvez ela possa me ensinar umas coisas também!"
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Darkwes em Sex Set 18, 2015 11:18 pm






    Ao ser questionada pelo jovem cavaleiro, Lilith ergue o rosto em direção à ele, apesar de saber que a matriarca não possui o sentido da visão, Lanthys tem a nítida impressão da mulher poder observá-lo com clareza. Lilith move o rosto em sentido negativo, em seguida se pronunciando.

    - Não tenho ideia... mas acredito que Samyaza tenha algo em mente. Além disso, creio que não temos como precisar quanto tempo esta jornada pode durar, pois não sabemos quais imprevistos podem cruzar nosso caminho...

    Samyaza, ao ser questionada por Selene, olha em direção a jovem mantendo o misterioso sorriso em sua face. Após alguns instantes em silêncio, a líder dos vigias se pronuncia, comentando a respeito de ambos questionamentos.

    - O segredo deste encantamento está no líquido minha jovem, isto que acaba de ingerir não é água... mas como disse anteriormente, não lhe direi do que se trata, saiba apenas que não é uma substância proveniente de seu mundo e, portanto, não tem como reproduzir seu efeito mesmo que soubesse o encantamento... Quanto à Terra dos Sonhos... qualquer um pode adentrar nesta, pois este plano é criação da própria espécie humana... até mesmo sem o cristalizador é possível que uma pessoa comum adentre na Terra dos Sonhos... desta maneira, poderá acompanhar o cavaleiro caso seja do seu interesse.

    Logo após o pronunciamento da líder dos vigias, a grande porta dupla do lado contrário se abriu, por esta adentraram no ambiente duas figuras. Uma delas, tratava-se de um homem alto de cabelos longos e alvos, trajando roupas negras com diversos detalhes em amarelo dourado, parcialmente encoberta por sua capa roxa, dava pra notar que este também carregava uma espada presa à lateral do tronco. Num primeiro momento dava a impressão de se tratar de um cavaleiro do CABAL, mas este não tinha o amuleto característico com cabeça lobo, além disso, o homem era demasiadamente pálido e a coloração de seus cabelos era a mesma dos demais vigias que já haviam sido vistos pelos jovens investigadores.


    Imagem:



    A outra figura que acompanhava o homem, tratava-se de uma mulher de cabelos loiros e estatura mediana, olhos amendoados e traços finos, aparentando algo em torno de trinta anos. A mulher trajava um vestido azul e vermelho com detalhes em diversas cores que decoravam com diversos símbolos suas vestimentas.


    Imagem:



    A mulher de cabelos loiros aproximava-se com um largo sorriso em seu rosto, caminhando até chegar onde se encontravam Lanthys e Selene. Em contraste, a figura masculina mantém um olhar sério, quase inexpressivo no rosto, juntando os braços na lateral de seu tronco e inclinando-se por alguns instantes, cumprimentando os presentes. Ao erguer seu rosto novamente este se pronuncia, mantendo seu olhar firme na direção da líder dos vigias.

    - Samyaza, minha tarefa até aqui está cumprida.

    O homem de cabelos brancos dá um passo para trás e a sacerdotisa que o acompanhava inclina levemente a cabeça em direção aos jovens, em seguida repete o gesto olhando para Samyaza, com um tom de voz descontraído a mulher se pronuncia logo em seguida.

    - Samy! Há quanto tempo! Você não mudou nada desde a última vez que nos vimos! Antes de me encher de rugas juro que descubro seu segredo pra não envelhecer!

    Nybbas então dá alguns passos em direção de Lilith e apoia uma das mãos sobre o peito, além de demonstrar por suas feições estar surpresa com a figura da matriarca.

    - Lilith! Como você cresceu! Está uma linda jovem minha nossa! Eu diria que é até mais bela do que eu quando tinha sua idade!... é, mas... minhas condolências pelo ocorrido no CABAL, foi um grande choque pra mim. Mas fiquei aliviada ao saber que estava bem!

    Lilith fica visivelmente sem saber como reagir diante dos elogios da sacerdotisa corando seu rosto, mas logo se recompõe e se inclina reconhecendo as palavras de consolo da sacerdotisa que havia mudado a expressão por um instante ficando mais séria. Ao se virar novamente na direção de Lanthys e Selene a mulher volta a sorrir, os observando de forma curiosa.

    - E quem são estes belos jovens?... Ah perdão, devo me apresentar primeiro! Podem me chamar de Nybbas! Também sou uma sacerdotisa do CABAL caso não saibam!

    Nybbas mantém a expressão amistosa enquanto cumprimenta os jovens investigadores, aguardando que os mesmos apresentem-se ou digam algo diante de sua chegada...




    *Off: ...


    Lanthys
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 241
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Lanthys em Dom Set 20, 2015 2:12 pm

    Lanthys no momento em que as portas se abriram, virou-se para trás e observou a chegada dos dois... Rapidamente ele virou-se novamente e se preparou para recebê-los, ajustando suas roupas e seu equipamento, sem olhar para os mesmos até que se aproximassem, ele achava um tanto desconfortante ficar encarando recém chegados... Ele observa suas atitudes e repete o gesto feito pelo homem pálido, observando Nybbas cumprimentar os demais... Logo ela se vira para ele e Selene, o cavaleiro faz um gesto respeitoso, mas não demasiado, curvando-se em uma reverência simples, mas cordial...

    Lanthys: " - Eu me chamo Lanthys, discípulo de Leviathan e Naberius... É um prazer conhecê-la e sim, Samyaza e Lilith nos falaram um pouco sobre você... Ou melhor, senhora, me perdoe pela indelicadeza..."

    Lanthys fica sem jeito ao chamar Nybbas de você, afinal, ela era uma sacerdotisa, era como uma mestre, ele deveria ser mais polido com os mestres, foi isso que aprendeu... Tentando disfarçar sua gafe, ele completa...

    Lanthys: " - Espero que possa me ajudar em minha missão de recuperar o espírito adormecido deste anel..."

    Lanthys ergue o punho mostrando o anel a Nybbas a observando...
    Yuji Kiba
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 230
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Yuji Kiba em Dom Set 20, 2015 4:49 pm

    Selene fica meio desapontada ao saber que não poderia reproduzir o mesmo que Samyaza havia feito. Ao ouvir o som de pessoas entrando no local, a sacerdotisa se levanta e observa as pessoas que adentravam o local. O homem de cabelos brancos chamou sua atenção pela postura.

    Pensando: -“um cavaleiro guardião?”

    Entretanto, os pensamentos de Selene são cortados ao perceber a presença de Nybbas. Algo na maneira dela se comportar com os presentes, fez Selene se identificar com ela rapidamente. Selene responde a apresentação de Nybbas, falando de forma desinibida como se conversasse com uma velha amiga.

    -Sou Selene, sacerdotisa, filha de Andromalius!

    Disse em tom aberto com as mãos na cintura em seguida colocando a mão sobre o ombro de Nybbas.

    -Ouvi falar que tu é uma oneironte!! Estou entusiasmada em saber o que posso aprender com você!

    Disse em um tom bem animado em seguida olhando para os outros em volta.

    -E esse teu companheiro ali, é sempre caladão assim?
    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Darkwes em Dom Set 20, 2015 9:07 pm






    Nybbas aproxima-se do jovem cavaleiro gesticulando com a mão direita num movimento semelhante ao de se abanar algo, mas claramente significava para que Lanthys deixasse as formalidades de lado.

    - Senhora não, por favor!... Ao contrário de Samyaza, sou muito jovem para ser chamada dessa maneira! E, além do mais, não sou casada!... Pode me chamar de você mesmo, ou senhorita, dama, bela moça, flor do campo... do que preferir... Ah!! Então o espírito adormecido se encontra neste anel!!...

    A sacerdotisa toca com sua mão direita o punho do cavaleiro, aproximando o rosto do anel mágico o observando por alguns instantes, voltando sua atenção à Selene após o pronunciamento da mesma. Enquanto responde, Nybbas continua segurando o punho de Lanthys.

    - É oniromante querida! De Oniromancia, a arte da interpretação dos sonhos! E aquele bonitão ali não é meu companheiro, infelizmente! Mas espera... você é filha do Andromalius?? Até aquele louco já teve uma filha e eu ainda estou solteira nesse mundo? Mas que absurdo!!

    Nybbas suspira enquanto leva a mão direita em frente ao próprio rosto, a sacerdotisa pareceu desapontada, mas logo em seguida se recompôs, virando-se em direção à Samyaza, que passava a se pronunciar.

    - Nybbas, que bom que está animada como sempre, mas gostaria que usasse essa energia para ajudar estes jovens a despertarem o espírito do anel o quanto antes, pois não temos tempo a perder. Caso precise de algo para fazê-lo, não hesite em falar.

    A sacerdotisa reflete por alguns instantes, voltando seu olhar na direção de Lanthys e do anel em seu punho, logo em sequência retomando sua atenção à Samyaza.

    - Só vou precisar de um lugar silencioso e uma garrafa de absinto envelhecido e bem concentrado... mas o absinto você pode me mandar depois!... Mas além disso, Azazel me disse que terão de adentrar na Terra dos Sonhos, sendo assim, já devem ter o cristalizador, certo?

    Samyaza respondeu ao questionamento apenas movendo sua cabeça levemente em sentido afirmativo, a líder dos vigias apanhou novamente o sino em seguida, agitando-o por alguns instantes. Passados alguns segundos, Penemue adentrou novamente pela porta lateral do salão, aproximando-se dos demais.

    - Vocês podem acompanhar Penemue de volta para onde se encontravam repousando. Terão bastante silêncio lá e não serão importunados... enquanto concluem o que tem de resolver, estarei trabalhando no amuleto que irá ofuscar a presença de Lilith.

    Após as palavras de Samyaza, a matriarca, que estava em silêncio até então, virou-se na direção dos jovens investigadores, inclinando o corpo para frente por alguns instantes, em seguida Lilith se pronuncia, demonstrando certa apreensão.

    - Desejo uma boa sorte a vocês e que tudo ocorra bem. Apenas tenham cuidado ao adentrar a Terra dos Sonhos, apesar de aparentar ser um local seguro num primeiro momento, criaturas terríveis também podem se manifestar nesta realidade.




    *Off: ...


    Conteúdo patrocinado


    Re: #Capítulo 01 - Trevas

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Nov 18, 2017 1:59 pm