Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Compartilhe
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 845
    Reputação : 15

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Seg 9 Maio 2016 - 12:30

    Ainda curiosa a respeito dos chamas, a sacerdotisa prosseguiu questionando apesar da crescente desconfiança da mulher. De qualquer modo, mesmo se esta fofocasse, não saberia dizer nada importante ou comprometedor sobre Ilyana e seu proposito na ilha.

    Desta vez, sem o olhar de desconfiança acompanhando-a, a mulher respondeu naturalmente.

    - Seguindo pelo porto, na beira da praia depois dos navios, onde só vagabundos viajantes e pessoas que querem deixar a vila vão. É lá onde mora o barqueiro.- Fez questão de entonar a voz como se contasse uma história épica, talvez zombando, talvez não. Em sorriu e jogou uma laranja para Ilyana, para depois seguir em frente.

    Com a partida da mulher, Ilyna, agora sozinha, observava o cenário ao seu redor tentando encontrar algo ou alguém que pudesse justificar a presença dos soldados Lannisters naquela ilha. Porém, para atiçar mais sua curiosidade, a única coisa que via eram casas de madeira, provavelmente com um único comodo, construídas sobre tabuas deitadas na areia macia. Uma ou outra morada eram maiores, com um segundo andar, mas pela aparência suja, escura e a falta de portas e janelas, com certeza não se tratava de uma casa que abriga sangue nobre ou alguém com recursos.

    Algumas pessoas, quase todas, olhavam discretamente para a sacerdotisa quando passavam, mas logicamente não era nada incomum. Os dois soldados e o homem que pressionavam já não estavam mais em frente aos restos de cinzas, agora caminhavam em direção ao porto, especificamente onde o navio com a bandeira Lannister repousava.

    O sol ainda brilhava intensamente no céu, indicando que ainda restavam algumas horas antes que começasse a se pôr.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1665
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Seg 9 Maio 2016 - 13:08

    A sacerdotisa agradece a informação - Agradeço ... Desculpe como é mesmo o seu nome? E que o senhor sob as ondas lhe traga caminhos favoráveis. - Olhando a destruição em volta e diz - O que está morto não podem morrer... - discretamente joga agua da cabaça de agua salgada que traz numa prece silenciosa pelas vitimas.

    Ilyanna caminha apoiando-se em seu cajado e se dirige ao caminho indicado, pois esse barqueiro deve saber algo de importante e talvez possa conseguir saber mais falando com ele.

    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 845
    Reputação : 15

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Ter 10 Maio 2016 - 15:43

    Após despedir-se da mulher que disse chamar-se Avila e fazer uma prece silenciosa pelas vitimas das chamas, a sacerdotisa apoia-se em seu cajado e ruma o caminho indicado até a casa do barqueiro Rodrick, aquele que poderia ajuda-la a descobrir o que queria.

    A passos lentos sob a areia e indo contra a brisa suave que predominava naquela pequena região, o tempo até a chegada ao seu destino foi preenchido dúvidas, questões que exigiam uma resposta, como a incerteza a respeito de ser ou não seguro permanecer com Viserys naquela ilha, com soldados Lannisters que se não o matassem caso o fosse achado, com certeza o levariam prisioneiro. Caso isso acontecesse, o significado das visões que tivera provavelmente jamais seria descoberto.

    Ed e Viserys provavelmente estariam a carregar os suprimentos para o navio, algo que deveria demorar tempo suficiente para que Ilyana fosse visitar o barqueiro e retornasse. Do contrário, poderia ter dificuldade pra reencontra-los.

    Foi um bom tempo depois, quando nada mais além de pensamentos a acompanhavam, que a sacerdotisa chegou à um barraco de madeira leve, que parecia até ser carregável pelo vento, repleta de redes de pesca em frente a entrada sem porta. Lá, sentado na areia com as costas na casa, tecendo uma nova rede, estava um homem negro, com poucos dentes na boca e um olho cego, completamente desprovido de couro capilar. Ele observou Ilyana dos pés à cabeça assim que esta chegou, depois sorriu maliciosamente, sem dizer nada.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1665
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Ter 10 Maio 2016 - 22:24

    A sacerdotisa conteve uma reação de desgosto, porém precisava saber mais do que havia acontecido e bem o que buscam os Lannisters.

    - Saudações barqueiro vejo que a pesca está abundante e os ventos favoráveis. - Diz Ilyanna observando as redes expostas o que denotavam a atividade pesqueira do homem. - És Rodrick o barqueiro? Ela se apoia no cajado e aguarda uma resposta.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 845
    Reputação : 15

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Sex 13 Maio 2016 - 22:52

    Ainda com os olhos fixos nas ágeis mãos que trabalhavam na rede de pesca, o homem sorriu ao ouvir a voz da sacerdotisa. Suspirou e riu, mas nada disse por algum tempo, somente lançou outros breves olhares analíticos à Ilyana, e somente após terminar de firmar a parte da rede em que trabalhava que virou-se para ela.

    - Sim, sim....os ventos realmente estão favoráveis...- Sorriu maliciosamente enquanto mexia na rede, esticando-a em busca de falhas no trabalho.- O que uma bela moça como você quer do pobre e velho barqueiro Rodrick? Acho que não veio pelas minhas redes..
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1665
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Sex 13 Maio 2016 - 23:23

    Ilyanna pôs se a estudar a fisionomia do homem e os arredores como o predador que apenas observa sua presa antes de um certeiro bote ela pensa consigo mesma. Esse homem é um habitante das ilhas de ferro e mesmo assim cooperou com nossos inimigos, quero a verdade dele, mas também evitar que ele saia correndo a me delatar caso tudo saia errado...

    Como sempre quando pensativa a mesma se apoia em seu cajado de naufrágios e ainda observa o homem sentindo sua inquietude enquanto nada dizia e ela por fim diz - É verdade Rodrick os ventos e as correntes são boas, são as bênçãos do Senhor sob as ondas para o povo, nosso povo, na mesma medida que ele é benevolente ao povo ele também é extremamente cruel com seus inimigos. - Ela olha de soslaio para o barqueiro após o comentário e pensou Sabes que sei, mas não disse, no entanto não te preocupes eu sei e agora estás sob minha supervisão e sei o teu bem.

    - Quando vinha por este caminho o fogo ao céu me chamou a atenção e bem dizem que foram estranhos que o fizeram, mas não se sabe o porque de tamanha bestialidade sabes de alguma coisa bom barqueiro Rodrick? Quem seria capaz de ferir os bons seguidores do Deus Afogado? - Ela disse despreocupadamente com os olhos fixos no barqueiro.

    Segurou o cajado com uma mão só e ajeitou o cabelo sob o manto ela sabia que ele sabia de algo, mas precisava quebrar o gelo primeiro.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 845
    Reputação : 15

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Sab 14 Maio 2016 - 16:30

    Suas mãos encontraram a falha na rede que tanto procuravam ao mesmo tempo que Ilyana terminava seu primeiro comentário. Os tendões da corda leve se romperam quando ele esticou essa com força, revelando a fragilidade naquele ponto, e seu desgosto ao ver que o trabalho não estava concluído fora enorme. Ele mal parecia ter ouvido a sacerdotisa, mas ainda assim a olhava discretamente durante esse tempo.

    - Imagine o que aconteceria se eu vendesse essa...- Suspirou, mostrando o rompimento na rede à Ilyana.- Com certeza o pescador que a comprasse daria um fim em mim no dia seguinte..

    Dando a impressão de que estava a ignorar a sacerdotisa, ele começou a pegar e mexer em suas ferramentas e cordas, talvez indeciso entre remendar a rede ou começar uma nova. Sua atitude não mudou ao ouvi-la mencionar o incêndio e fazer a pergunta, ficando em silêncio por um bom tempo antes de responde-la, dessa vez com um olhar de desconfiança.

    - Pode ser que eu saiba...recebemos muitos viajantes por aqui. Pescadores, barqueiros, mercenários e viajantes vagabundos.- Disse com um tom sério, a voz repleta de rancor e os olhos fitando o vazio ao recordar-se.- Fui interrogado no dia em que os homens de capa e armadura chegaram, os mesmos que você deve ter ouvido falar nos boatos...e eu não queria dizer nada, mas eles tinham ouro, muito ouro. E naquela mesma noite as casas queimaram.- Riu passando a mão suja no rosto, contendo uma gargalhada.


    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1665
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Seg 16 Maio 2016 - 22:24

    Ilyanna já havia conhecido canalhas antes e nunca deixa de se surpreender pela mesquinhez humana, mas não demonstrara isto no rosto e nem no modo de resposta ela apenas escuta aquelas palavras e reflete no que diria a seguir.

    - Meu mentor gostava de um jogo talvez você já o tenha jogado ou não, ele chamava-o de longo prazo onde os participantes diziam situações e de como agiriam e o que poderia acontecer a curto e a longo prazo ele dizia que era algo para refletir as decisões tipo as consequências dos seus atos...-

    Ela apoiou-se no cajado e continuou - Você aceitou o ouro dos Lannisters para informar algo e no curto prazo seus bolsos foram enchidos e você curte o momento...Certo mas e a longo prazo? Os Lannister sairão daqui, mas e você? As pessoas cochicham, espreitam, maquinam e vingam caro barqueiro seja o que foi dito por você acabou ou não gerando o ocorrido das casas flamejantes e seu nome está na boca do povo até quando ele vai deixar de ser sussurrado para ser clamado pela turba... algo não muito benéfico para você... - Ilyanna ia dizendo estas palavras sem alterar a voz num tom de sua voz agradável, mas o fel não era doce das amargas realidades reveladas. - Fale o que sabe e talvez eu possa ajuda-lo no que virá. - Ela diz e dá um breve sorriso.

    Em Off:
    Demorou, mas postei. Quis assistir o ultimo episódio da série antes XD.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 845
    Reputação : 15

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Sab 21 Maio 2016 - 11:59

    Bastava olhar nos olhos do barqueiro Rodrick para sentir a raiva que o velho homem emanava, sentindo-se ameaçado e talvez até temeroso quanto ao seu futuro, pois havia verdade nas palavras da sacerdotisa. Ele vagarosamente soltou a rede, encarando Ilyana como se encara um inimigo, e por alguns instantes pareceu que ele optaria por tentar mata-la ali mesmo. Não foi o que fez, mas a partir dali a raiva não deixou mais seu olhar.

    - Maldita bruxa...-resmungou, ainda contendo a raiva. Só então, após tomar sua decisão, voltou a falar.- Semanas atrás, trazido pelo mar, um homem trajando uma armadura danificada chegou à um pedaço de terra próximo daqui. Eu não sabia quem era, mas com certeza era de Pyke e pelo que me contou seu navio naufragara, então eu o trouxe para cá e cuidei dele em troca de sua armadura e tudo que possuía consigo.- Parou analisando a expressão de Ilyana enquanto voltava a fazer sua rede.- A história se espalhou pela região e esses soldados vieram até mim querendo saber onde o homem naufragado estava. Eles me deram ouro e eu disse onde ele estava, foi então que queimaram as casas a procura dele.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1665
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Dom 22 Maio 2016 - 0:16

    Ilyanna observou as reações do homem do estupor a inquietude e por fim resignação assim como sua revelação sobre o procurado homem. Não somos nós a quem procuram nesse momento. ele pensa.

    A sacerdotisa do Deus afogado apenas fita o barqueiro e responde em calma voz - Rodrick sua amargura com as agruras da vida não são pequenas, mas não tema pois teu fim reservado pelo Deus afogado ainda não chegou e agora eu vejo na verdade revelada que não mentiste a mim e isso foi muito bom e revela que ainda pode ser salvo. -

    Ainda apoiada no cajado ela diz - Esse homem de Pyke ficou com você algum tempo ele disse algum nome? E a armadura do mesmo possuía algum símbolo se ainda estiver com você seria possível dar uma olhada? -
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 845
    Reputação : 15

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Ter 24 Maio 2016 - 22:27

    Mesmo com toda a raiva demonstrada anteriormente, o barqueiro pareceu mais "manso" quando ouviu a sacerdotisa dizer que "ainda pode ser salvo". Permanecia desconfiado, cada vez mais intrigado com a razão pela qual aquela mulher queria tanto saber da história, mas não ousaria perguntar-lhe nada, afinal estava na defensiva.

    - Nenhum nome ele me disse. Só me contou que fora o navio em que servia fora perdido na maior tempestade que já havia visto.

    Rodrick finalmente levantou-se jogando a rede e os instrumentos no chão, com certa dificuldade equilibrou-se e mancando caminhou para dentro da pequena casa de madeira. A sacerdotisa pôde ouvir o barulho de coisas sendo jogadas e reviradas, até que enfim o velho barqueiro chamou-a para dentro.

    - Veja brux...sacerdotisa, é a armadura que o homem usava...- Disse apontando para o objeto como uma criança aponta para algo que não conhece.

    Corretamente descrita aquela não era exatamente uma armadura, mas entendia-se por que um ignorante como Rodrick pensava que fosse. Era uma proteção leve de fero gasto e fraco que poderia cobrir no máximo o tórax de um guerreiro, reforçado com uma cota de malho velha na parte interior. Estava completamente manchado e danificado por arranhões e amaço, mas isso não impediu que Ilyana reconhece-se a peça.

    Era a proteção padrão de um seleto grupo de tripulantes do Fúria do Sol.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1665
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Qua 25 Maio 2016 - 1:06

    Ilyana analisa a vestimenta e reflete sobre tela visto antes e claro se lembra do Fúria do Sol e a grande maioria de seus finados tripulantes de cujo os nomes não foram agraciados em sua memória, como um guerreiro grande que quase chamou para ajuda-la com Vyseris, entretanto no códice de nomes ela se recorda do austero capitão Teryn quem sabe o Deus Afogado lhe tenha reservado um destino diferente...

    Esse homem como ele é? E quando o viste pela ultima vez e ele disse algum coisa que indicasse para onde ia?
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 845
    Reputação : 15

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Seg 30 Maio 2016 - 14:10

    - Era um homem grande com olhar intenso, pensei que ele fosse me matar algumas vezes... não me disse muito. Sei que estava sendo abrigado em uma daquelas casas, como eu disse aos soldados que o procuravam, fora isso, ele só me disse que retornaria ao seu senhor para relatar sabe-se lá o que...

    Rodrick abaixou-se novamente a procura de algo. Vasculhou e procurou, até encontrar um pedaço de pergaminho apagado e tinta retirada de alguma criatura marinha, uma especiaria da ilha, para poder desenhar algo que em sua ignorância não sabia descrever. Quando terminou, entregou o pedaço de papel extremamente frágil à Ilyana.

    Assim que a sacerdotisa pôs os olhos no papel, teve certeza de que já vira aquilo antes. Mesmo mal desenhado naquele papel fraco, era possível reconhecer que se tratava de um elmo, com a crista em formato de asas.

    - Ele tinha isso. Pedi para o desgraçado que me presente-a-se com essa porcaria, mas ele não abriu mão...pena, era de alto valor, isso sei.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1665
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Seg 30 Maio 2016 - 23:31

    Teryn... pensa Ilyana a profetisa pensou, o capitão enfim estava vivo, mas onde? Ilyana se questiona e olha para o barqueiro com mais curiosidade e responde Certas coisas estão além do valor material caro barqueiro. se Teryn queria voltar aos salões Greyjoy em Pike era claro que precisaria de um barco, pois jamais chegaria nadando por mais teimoso que fosse e Ilyana sabia disso.

    Rodrick, quem mais teria um barco que pudesse tirar alguém daqui se fosse preciso? Onde fica a taverna onde os marujos vão? Ilyana pensou que a resposta seria provavelmente a taverna afinal sejam marujos ou capitães o sabor do rum era o combustível para as agruras da vida e se Teryn estivesse procurando um meio de sair teria que arranjar transporte.

    Quando ele responder onde fica a taverna ela sairá, mas não sem antes deixa-lo com um pouco mais seguro de que ela podia salva-lo, mas também condena-lo.

    A profetisa do Deus Afogado fitou o barqueiro como se pudesse ver através dele até o fundo de sua alma como se realmente estivesse observando algo invisível aos outros, mas não a ela Se tiver sucesso e com tuas informações vos salvarei e as bênçãos do senhor sob as ondas serão suas, mas se mentires ou trair-me que a eterna ausência dos ventos sob tuas velas te assolem e que vossas redes sequem. Desejarás que nunca tenhas tido o segundo fôlego do renascimento (o voltar do afogamento). Diz fazendo a ritualística simbologia de jogar um pouco de agua da cabaça de agua salgada.

    EM OFF:
    Ao deixa-lo ela irá procurar duas coisas antes de ir a taverna:

    1) Ao avistar crianças de rua ela se aproximará amistosamente delas e de preferência falará com persuasão convencendo-as que se vigiarem o barqueiro poderão ser recompensadas e sim ela pagará algum dinheiro a elas, mas dá ideia de que podem ter mais se ficarem de olho em Rodrick sem o mesmo perceber e irá perguntar a elas onde pode achar os sacerdotes do mar, ou seja os homens afogados, claro que será na praia, mas um ponto mais especifico a ajudará.

    2) Ela irá ver o clero do Deus Afogado, mas não vou antecipar falas aqui porque tenho que representar essa parte XD.
    [/color]
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 845
    Reputação : 15

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Sex 3 Jun 2016 - 9:39

    O barqueiro Rodrick, quase farto da sacerdotisa, ficou feliz ao ouvir a que poderia ser a última pergunta antes que ela sumisse dali com suas bruxarias. Foi rápido e eficiente em responder enquanto caminhava para fora, onde apontou a direção também.

    - Siga em pela casas em linha reta. Quando chegar onde a maioria dos navios pesqueiros estão aportados e os homens do mar estão em maior número, vai notar uma estrutura, uma estalagem por assim dizer...é a única construção que não é completamente construída com madeira na ilha.- Continuou apontando rumo ao pequeno porto com certa ansiedade, talvez temeroso de que a sacerdotisa e seu Deus lhe fizessem algo antes de partir.- Lá você poderá encontrar marujos e todo o resto, como barcos sendo alugados ou vendidos.

    Com a resposta de Rodrick, Ilyana seguiu em frente, mas não sem antes garantir que o barqueiro continuasse receoso quanto a trai-la. Rumava para o local que lhe fora indicado com a certeza de que não seria denunciada pelo rancoroso homem, que a essa altura já lhe considerava uma inimiga, mas o perigo sempre existiria durante sua estadia na ilha.

    O céu ainda era claro e os ventos favoráveis aos que zarpariam dali, a circulação de pessoas tornava-se maior conforme a sacerdotisa seguia pelo caminho indicado até a estalagem/taverna, e já não chamava mais tanta atenção das pessoas ocupadas ou mais viajadas. Nesse cenário, Ilyana notara um grupo de crianças e jovens que a principio pareciam estavam divididos entre brincadeiras e conversas, mas, atentamente observando, era possível notar que alguns bolsos e mercadorias eram surrupiadas daqueles que passavam por tais crianças. Talvez fossem um grupo mais organizado ou talvez obedecessem ordens de algum ladrão barato que usava jovens para fazer o trabalho, a única certeza era que estavam habituados a isso e, quando um deles era pego, como Ilyana pôde testemunhar, ele era deixado para trás.

    Na intenção de usar as crianças para vigiar o barqueiro, Ilyana aproximou-se do mais velho, um jovem de 14 anos ou menos, que negociou a preço como um comerciante experiente de boa lábia, e conseguiu fechar um acordo com elas, embora com certeza fosse precisar pedir um empréstimo à Ed para paga-las. Aproveitou para questiona-las a respeito dos sacerdotes do mar, mas quase todas as crianças pareceram incertas na resposta, exceto pelo "líder", o garoto com quem negociara, que disse onde ela poderia encontrar aquele que era o único sacerdote em atividade na ilha, algo curioso.

    Sem mais, a sacerdotisa continuou sua caminhada, agora rumo ao paradeiro do sacerdote do Deus Afogado, ao mesmo tempo que não precisou desviar-se muito do caminho para a taverna, afinal de contas a vila era pequena. Minutos depois, Ilyana avistou o homem que procurava. Um velho corcunda de nariz "pontudo", rugas no rosto e nas mãos que o apoiavam numa bengala que mais parecia um pedaço de pau aleatório, além de aparentemente ser cego de um olho e de cabeça careca. Ele possuía um rosto amigável e um sorriso acolhedor enquanto conversava com um grupo de pescadores.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1665
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Sex 3 Jun 2016 - 13:12

    A sacerdotisa se satisfaz com o acordo feito com as crianças e certificada que o barqueiro teria seus movimentos vigiados a profetisa aproxima-se do irmão de clero e o saúda com respeito - Saudações, irmão que as bênçãos do Senhor sob as ondas estejam convosco. Seria possível falar-lhe a parte? -

    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 845
    Reputação : 15

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Seg 6 Jun 2016 - 10:56

    O velho encarou-a com o mesmo olhar acolhedor que dirigia também aos pescadores.

    - Mas é claro, irmã. Sempre.- Disse e depois voltou-se para os pescadores, reverenciando-os em despedida.- Peço que me deem sua licença senhores, algo mais requer minha atenção.

    Aproximou-se de Ilyana cumprimentando-a, pediu que o segui-se e liderou o caminho até uma área menos movimentada, próxima a uma casa de ervas da ilha. Parecia curioso com a presença de uma sacerdotisa na ilha, principalmente por que era o único servo do Deus Afogado ali até então, e por isso demonstrava grande interesse no que Ilyana tivesse para falar.

    - Perdoe-me por não poder oferecer nada. Infelizmente também fui prejudicado pelas chamas, um verdadeiro desastre...- Disse a última parte quase sussurrando, com o olhar perdido e a mente vagueando nas lembranças. Instantes depois voltou a sorrir para a sacerdotisa.- Mas, diga-me irmã...o que a traz à mim?
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1665
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Seg 6 Jun 2016 - 11:52

    Ilyanna apenas sorri com o gesto, o Deus Afogado não era uma religião de requintes como os preguiçosos Septões da Fé dos Sete ou dos alegóricos e espalhafatosos seguidores de R'hllor

    Serei direta, pois sei que posso confiar em que saberá manter segredo, mas estou aqui a procura de uma pessoa e assim como eu os leões ela faz uma cara de asco quando diz isso Os Lannisters o querem também, mas creio que o acharei primeiro e o tirarei daqui, mas precisarei de ajuda eu já me informei dos fatos e sei que os Lannisters andaram queimando casas pela ilha, mas não encontraram nada. Dizei-me o que sabes, mesmo que pareça ser nada o que sabes sobre essas queimas? Dizem que foram os Lannisters, mas outros afirmam que foram meios sobrenaturais... Diz lembrando dos rumores sobre algo parecido com uma cobra que tenha feito o fogo...
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 845
    Reputação : 15

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Seg 6 Jun 2016 - 13:33

    O velho sacerdote ouvia com um sorriso imodificável no rosto, sem fazer-se desentendido ou dar indícios de que sabia algo mais do que o povo da vila, mas ainda assim era atencioso e concordava com a cabeça a cada nova informação que Ilyana lhe dava. Quando a sacerdotisa fez-lhe a pergunta de maneira direita, ele suspirou com indecisão e sentou-se em um dos muitos caixotes encostados ao lado da casa de ervas.

    Fitou Ilyana nos olhos, tentando identificar algum indicio de que falava com alguém de total confiança e incerto quanto ao que diria em resposta a ela. Deu uma breve olhava discreta para os lados para certificar-se de que ninguém os estava bisbilhotando e só quando estava seguro disso voltou seu olhar à sacerdotisa.

    - Não muito tempo atrás, um homem bateu em minha porta a procura de abrigo. Com certeza tratava-se de alguém que um dia fora forte, mas no dia em questão estava ferido, sujo e com fome. Disse-me que só conseguiria confiar em um servo do nosso Senhor e com isso eu o acolhi.- Pausou, mais uma vez olhando nos olhos de Ilyana com indecisão. Parecia querer confiar na sacerdotisa, mas a experiência de toda uma vida naquela região lhe fizera desconfiado.- Não sei muito sobre aquele homem...ele havia me dito que quando menos eu soubesse, melhor. Mas quando os soldados chegaram, soube que procuravam por ele e o mantive escondido, até que alguém abriu a boca e então eles queimaram as casas em busca do homem...ele conseguiu escapar com minha ajuda..

    O sacerdote parou de falar em um instante. Seu sorriso sumiu, seu rosto ficou pálido e o olhar tornou-se firme, olhando para aqueles que vinham na direção dos servos do Deus Afogado. Quando Ilyana virou-se para ver quem chegava, deparou-se com quatro soldados Lannisters.

    - Sacerdote...- Disse um dos soldados, dirigindo-se ao velho servo. Pausou encarando Ilyana com um olhar suspeito, assim como os outros três a olhavam, mas logo o foco voltou a ser o sacerdote, que levantou-se. Então o soldado prosseguiu.- Peço que nos acompanhe, senhor.

    Outro soldado, o menor com porte atlético, aproximou-se de Ilyana com um olhar analítico.- De onde veio, moça?
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1665
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Seg 6 Jun 2016 - 14:06

    Ora de bancar a tola pensa Ilyanna e aproveitar-se da simplicidade de seus trajes, agora agradecia muito em realmente não ter a opulência de um Septão...

    Oh eu? ah sim moço só vim conferir o que o bom sacerdote gostaria que fosse trazido do mercado como estava indo para lá como boa fiel decidi conferir o que nosso bom sacerdote pudesse estar precisando afinal ele faz uma oratória tão bela da queda de Nagga quando o Deus afogado derruba o Senhor da Tempestade e como isso ajudou na formação de nosso povo era tão lindo como uma pessoa que parece tão simples pode possuir a eloquência dos mais eruditos e ... Bem acho que ele vai voltar para o jantar? Mas você tinha que ver como ele contou a história da queda de nosso rei para os Baratheon e sua coligação o fim é triste mas os detalhes, meu querido os detalhes são...

    Ilyanna vai prosseguir contando os "sermões" maravilhosos do colega como se fosse uma beata dedicada que só estava ali de passagem para ver se o sacerdote precisava de algo do mercado esperando que o guarda simplesmente se cansasse de ouvir isso.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 21 Ago 2017 - 22:31