Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Compartilhe
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Vinah em Qua Jan 13, 2016 2:17 pm

    Ilyana continuou os cantos, mas o homem parecia estar sobre os efeitos da bebida, o que lhe conferiu coragem suficiente para adentrar o circulo onde se encontrava a sacerdotisa. Ele pesou a espada na mão, dando um sorriso para mulher e então atacou. Foi um golpe rápido com o intuito de rasgar a barriga da profetisa, mas o homem se desequilibrou na hora exata, errando o golpe.

    Outra onda foi a responsável por derrubar o homem, mas dessa vez ele não caiu para o mar e sim para cima de Ilyana. A espada do soldado voou para longe,mas seu corpo pesado com o metal da armadura se chocou contra a mulher, desequilibrando-a.

    Spoiler:
    Vigor 12
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1721
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Qua Jan 13, 2016 9:52 pm

    Rolagem de Vigor:
    gaijin386 efetuou 3 lançamento(s) de dados (d6.) :
    6 , 4 , 2
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1721
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Qua Jan 13, 2016 9:57 pm

    Acostumada ao traquejo e movimentos oscilantes de um barco Ilyana consegue equilibrar-se movimento seu cajado para um bom golpe aproveitando-se do desequilíbrio do homem, já que está com um punhal entre os dentes não diz nada.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1721
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Qui Jan 14, 2016 12:10 am

    Gira o cajado e
    Cajadada:
    gaijin386 efetuou 3 lançamento(s) de dados (d6.) :
    3 , 5 , 4
     
    se acertar causa  gaijin386 efetuou 3 lançamento(s) de dados (d6.) :
    2 , 2 , 5
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Vinah em Qui Jan 14, 2016 12:22 am

    O cajado é movido com maestria por Ilyana, fora um golpe tão perfeito que se houvesse algum homem vendo aquela cena, talvez ele diria que até mesmo o balanço do mar favorecera o golpe da profetisa. Seja como for, o cajado acertou a cabeça do soldado, o qual não teve chances de defesa, pois estava sem equilibrio.

    O soldado então caiu, ficando no chão, ainda zonzo por causa da pancada. Ele se levantaria, mas ainda demoraria algum tempo para reencontrar o equilíbrio.

    Foi nessa hora que o prisioneiro gritou do convés, pedindo que o tirassem dali, pois havia água entrando pela madeira do navio. E no outro lado na proa, Ilyana pôde ver que as defesas de Teryn estavam sendo vencidas.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1721
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Qui Jan 14, 2016 1:12 am

    Ilyana não conseguia conceber que estavam perdendo para homens da terra que não tinham o mar como lar, mercenários contratado a ouro...

    -Homens das Ilhas de Ferro! Não esmoreçam, pois os salões do senhor sob as onda aguardam os bravos e corajosos, não se intimidem frente ao inimigo. Esses homens não lutam por nada mais que o dinheiro dos Lannister. Vivam e vamos pagar faze-los pagar os seus débitos com sangue e lágrimas de lamento. - Tento levantar a moral com uma frase breve antes de fazer a ação a seguir e se consigo ver o Teryn.

    Existe golpe de execução? tipo Coup de Grace? Se tiver passo a faca na garganta do sujeito... Se não bem eu aproveito a distração para ver o prisioneiro e bem evitar que o mesmo se afogue.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Vinah em Qui Jan 14, 2016 8:30 pm

    Após o discurso em meio a batalha, os homens das Ilhas de Ferro se inflamam, como se algo queimasse dentro deles. De uma hora para outra, os homens de Teryn lutam com mais vontade. Eram homens do mar, endurecidos pelo sal de longas viagens, homens que lutavam em prol do Deus Afogado, E ali, na proa, havia a própria voz do deus.

    A voz de Ilyana pôde ser ouvida entre os gritos e o som do aço tocando a madeira dos escudos, e agora ela via seu lado começar a vencer. Teryn estava entre eles, enfrentando um grande homem que carregava um machado de batalha. O capitão do Fúria do Sol dançava apesar do seu tamanho avantajado, seu escudo sempre protegia-o da lâmina grossa do inimigo. Certa hora, Ilyana viu Teryn cravar a espada no peito do grandalhão.

    O homem que havia sido derrubado pela sacerdotisa gemeu, tentando recobrar a consciência para levantar. Tarde demais. A sacerdotisa já sacara a o punhal que estava em sua boca e cortara a garganta do homem. O homem gemeu enquanto o sangue fluía espesso, havia desespero nos olhos dele enquanto sua vida acabava.

    Novamente, o prisioneiro gritou pedindo ajuda. E lá na prova, Ilyana pôde ver que seus homens venceriam.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1721
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Qui Jan 14, 2016 9:46 pm

    A sacerdotisa não esperava menos de seu povo e sem de perder tempo procurou algum marinheiro que não estivesse combatendo e pediu que a acompanha-se ate onde estava o prisioneiro afinal tudo isso era por ele afinal.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Vinah em Seg Jan 18, 2016 9:47 pm

    A batalha feroz desenrolava-se na proa, mas Ilyana tentava perceber se havia algum homem em uma posição mais recuada, de modo que ele pudesse ser tirado da batalha para acompanha-la. Depois de um longo momento, ela percebeu que tirar um homem dali seria dar vantagem aos atacantes e dessa forma, aumentar a probabilidade de vitória dos leões. Não havia nenhum homem sem batalhar, mas havia um que poderia ser tirado dali se Ilyana quisesse. Ele carregava um machado e fazia carga contra escudos inimigos.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1721
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Seg Jan 18, 2016 10:00 pm

    Ilyana percebeu com certeza de que cada homem era necessário ali naquele momento e que a ausência de um poderia então mudar os rumos da batalha seria uma tolice tirar qualquer um dali para uma ajuda momentânea e mentalmente esperando pelo melhor se dirigiu para onde estava o prisioneiro.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Vinah em Seg Jan 18, 2016 10:26 pm

    Ilyana foi em direção aonde o prisioneiro fora levado, uma área que era abaixo do convés do navio, destinada a abrigar os remadores. Naquela hora, não havia um homem sequer utilizando os remos para impulsionar a embarcação, fazendo com que as ondas do mar fossem as responsáveis pelo movimento.

    O local parecia vazio, mas Ilyana pôde ver o prisioneiro preso a um corrente em um dos remos. O remo parecia estar flutuando perdidamente no mar, e quando a onda levava-o para longe, o prisioneiro era jogado com força na madeira. Ele parecia em pânico e os olhos deles brilhavam com fúria. Assim que a sacerdotisa o avistou, viu como ele estava molhado.

    De fato, não era nada normal o cenário que ela encontrara naquele lugar. Havia água demais ali dentro, uma altura que quase chegava ao tornozelo da mulher. A agua parecia jorrar para dentro do navio de uma das laterais.

    O prisioneiro então gritou.

    - Me solte! Esse navio vai afundar! O casco rachou com a batida do outro navio. Me tire daqui!


    E lá fora, a tempestade e a luta continuava de maneira feroz.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1721
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Seg Jan 18, 2016 11:06 pm

    - Sim eu posso ver e farei algo a respeito. - Estamos ganhando lá em cima, mas se não fizermos algo não teremos como chegar sem ser nado. Vou soltar o cara para que ele não se afogue. 

    Como assim não parece normal? Parece ser algo mais mágico que eu poderia perceber? E melhor não há nada que possa ser deslocado a meio de bloquear o buraco ou ao menos torna-lo menor?
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Vinah em Seg Jan 18, 2016 11:13 pm

    Spoiler:
    Quando for falar algo em off, use a tag de spoiler ao invés de postar normal. Além de ficar mais organizado, fica mais fácil para visualizar.

    Em relação a sua indagação, o sentido de normal ali se refere a normalidade da embarcação. Ou seja, aquela situação de estar entrando água não é normal, apenas isso, nada mágico envolvido. Já em relação aos objetos, há varios pedaços de madeira dos remos que foram quebrados, mas nada que em primeiro momento possa ser usado.

    E especifique através de uma ação mais detalhada como você quer soltá-lo.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1721
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Seg Jan 18, 2016 11:23 pm

    Ilyana se aproxima e vai verificar se o remo ainda está preso, afinal a corrente está presa ao remo e com a batida espero que o remo esteja meio solto assim vou levar ele com remo e tudo.

    Em off:
    Entendi. Vamos ver se funciona o spoiler.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Vinah em Ter Jan 19, 2016 1:49 am

    Ilyana chegou perto do buraco onde o remo estava posicionado. Ela podia ver que a madeira estava flutuando no mar e que a cada onda ela era puxada para mais longe, tendo como efeito uma força esmagadora sobre o prisioneiro. A sacerdotisa não poderia em momento nenhum retirar aquele peso do mar, mas por sorte, a madeira parecia estar a ponto de quebrar. Utilizando um pouco de força, a madeira rompeu-se perto do suporte, fazendo com que o prisioneiro ficasse livre, desde que ele carregasse aquele pedaço de madeira sobressalente para onde ele fosse.

    Ele sorriu para Ilyana, mas não foi um sorriso amigável. Havia ódio na maneira que ele olhava, mas antes que pudesse fazer qualquer coisa, o navio sofreu uma grande pancada. O barulho foi gigantesco, como se uma fera enorme houvesse se chocado contra a embarcação. O Fúria do Sol balançou para os lados e Ilyana e o prisioneiro foram jogados no chão. Mais água entrava no navio, mas agora ela também entrava por cima em jorros ocasionais. Era difícil qualquer pessoa ficar de pé em meio a toda instabilidade, e por isso Ilyana se viu sendo jogado e arrastada para os lados.

    Foi uma confusão enorme, a profetisa podia sentir o gosto salgado em sua boca. Quando o navio parecia se recuperar, uma última pancada fez com que a dupla fosse projetada pela proa, como se fossem dois bonecos de madeira. Agora, na parte de cima, Ilyana pôde ver que quase não restava homens batalhando. Teryn e todos os outros haviam sumido. Havia apenas alguns homens agarrados na amurada, como se a vida deles dependessem daquilo. Não foi preciso tomar nenhuma ação para entender o que estava acontecendo, pois quando Ilyana e o prisioneiro olharam para o lado eles viram. Uma onda de tamanho colossal estava prestes a recair sobre o Fúria do Sol.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1721
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Ter Jan 19, 2016 2:20 am

    Ilyana agarrou-se como e onde pode e viu que tudo em sua visão estava começando a se realizar e que doravante estava em teste, um teste de fé e questionou-se se seria ela digna? Se tudo que o velho clérigo lhe contara então fora mentira que o Deus Afogado não olhara por ela e que se tudo que fez e pensou apenas se resumissem a uma questão de ego... seu ego.

    Ela mordeu o lábio e pode sentir o gosto férreo do sangue se misturar a agua salgada e com um olhar fixo na onda gigante e na cena cataclísmica que estava presenciando ela disse - Não... Eu não duvido... eu não receio... Eu acredito...-  suas dúvidas haviam sumido e ela estava nas mãos do senhor sob as ondas agora, lhe restava acreditar como nunca deixara de acreditar.

    Deixou uma ultima oração sair de seus lábios:

    Em Off::
    Se a personagem não fosse religiosa ela iria rezar bastante... espere um pouco ela é ... XD

    Grande senhor sob as ondas, tudo o que fiz foi em vosso nome imortal. Insignificante eu sou em vossa mão poderosa e com um mero pensamento seu eu seria obliterada, no entanto eu continuo a viver e prosperar

    E só por isso eu lhe devo tudo que tenho e tudo o que eu sou. Você me levantou do nada, e você me fez maior e mais poderosa do que eu jamais ousei imaginar.

    Grande senhor sob as ondas, tudo o que fiz foi em vosso nome imortal. Insignificante eu sou em vossa mão poderosa e destruida eu seria por um mero pensamento seu, no entanto eu continuo a viver e prosperar

    E só por isso eu lhe devo tudo que tenho e tudo o que eu sou. Você me levantou do nada, e você me fez maior e mais poderosa do que eu jamais ousei imaginar.

    Sem você, eu não sou nada. Com você, eu posso me tornar qualquer coisa.

    Por sua mão faça as ondas cessarem a violência!
    Por sua mão faça os tubarões me darem paz.
    Por sua mão que os ventos me guiem para casa!

    Se for sua vontade, que assim seja.

    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 887
    Reputação : 17

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Sex Fev 05, 2016 6:40 pm

    Em meios as preces da sacerdotisa do Deus Afogado a onda cobriu o céu sobre o navio de modo que os tripulantes puderam vislumbrar o fim antes que esse chegasse. Para os homens das Ilhas de Ferro não houve tempo para gritos ou lamentos, pois quando a força avassaladora da água desceu sobre todos o combate se encerrou, vidas foram perdidas em um piscar de olhos e o Fúria do Sol foi engolido pelo mar.

    Ilyana perdeu a consciência pouco depois de terminar sua oração, antes mesmo de ser atingida pela força incontrolável que fora trazida pela tempestade.


    - Parte II

    "O Mundo, um pedaço de terra sob guerra dividido e disputado por todos , era reivindicado pelas águas turbulentas que vinham do mar. Nomes, casas e conflitos, a força das marés que invadiam Westeros varria tudo, trazendo sua fúria para a terra."


    A visão terminava com o vislumbre da onda que havia naufragado o Fúria do Sol, uma lembrança que provavelmente jamais seria esquecida. Foi com essa memória e o som abafado de pequenas ondas tocando o solo que Ilyana despertou, ainda com a visão embaçada nos primeiros instantes e o rosto colado ao chão. A Profetisa não sentia dores alarmantes, somente uma sensação inicial de exaustão, como se seu corpo pedisse por mais descanso.

    Pouco tempo depois, assim que recobrou completamente a consciência, conseguiu perceber de imediato que estava em uma praia. Era a conclusão lógica a que se chegava após sentir a areia encostada em sua bochecha e o som da maré que agora podia ser ouvido claramente. Talvez para sua própria surpresa, Ilyana de alguma forma havia sobrevivido ao naufrago e agora as memórias da tempestade começavam a voltar para atormenta-la conforme acordava.

    Foi quando moveu-se que pôde sentir algo gelado ao redor de seu pescoço, algo sólido e firmemente preso que atrapalhou-a a conseguir levantar-se. Agora podia ouvir com nitidez o som de correntes próximas a onde estava, ligada ao objeto que contornava seu pescoço. Sentiu o peso da roupa molhada e repleta de areia que vestia quando ergueu-se, assim como a água que ainda tocava seus pés e o sol leve que dava ao local um clima agradável. E por fim notou a presença de alguém sentado em cima de um caixote de madeira parcialmente quebrado.

    O prisioneiro de cabelos claros que havia libertado estava encarando-a com um sorriso no rosto, o mesmo sorriso que havia direcionado a ela anteriormente. Ele segurava o cajado de madeira da Profetisa em uma mão e a corrente que a prendia na outra. Estava usando as mesmas vestes em piores condições agora, surradas e sujas, assim como seu cabelo ainda molhado, mas apesar de tudo parecia estar se divertindo com a situação em que Ilyana se encontrava.

    Ao redor só haviam alguns poucos pedaços inidentificáveis do navio e cordas que já não suportavam nada, trazidos pela mesma correnteza que a trouxera até ali. Seja lá em que lugar estavam era consideravelmente distante de onde o Fúria do Sol afundou e não haviam sinais de outros sobreviventes, a praia estava deserta até onde os olhos podiam enxergar e, com exceção dos destroços do navio, estava limpa. A área coberta por areia fina seguia até um conjunto de árvores, as quais Ilyana não teve tempo de prestar observação.

    - Finalmente acordada, sacerdotisa.- O prisioneiro riu, ansioso para ver a reação de Ilyana ao entender a situação.

    OFF:
    Então é isso Gaijin. Faz muito tempo que não Mestro, mas estou focado em fazer a campanha seguir bem. Se tiver alguma dúvida sobre algo que não deixei claro no post ou se quiser falar sobre algum aspecto q não te agradou, manda ver xD

    Tenho certeza que vou curtir Mestrar essa campanha, então não hesite em criticar se não gostar de algo. Criticas fazem bem Very Happy

    Tamo ae o/
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1721
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Sex Fev 05, 2016 10:39 pm

    Ilyana não se levantou imediatamente ela se pôs de joelhos e fitou o impassível oceano, sentiu a brisa do mar e viu toda a cena novamente em sua mente e mesmo estando na situação em que está ela juntou a as mãos em graças e brevemente disse.

    Infinito é teu nome. Infinito é vosso domínio. E para sempre a seu serviço estarei.
    Se essa for vossa vontade, então que assim seja.


    Então após sua prece de agradecimento por não ter sido a sua hora ela por fim encarou o ex-prisioneiro. - Então Viserys. - Ela disse se levantando e o fitando com seus olhos violáceos e tirando o excesso da areia dos cabelos prateados. - O que esperas? O Deus afogado mostrou sua benevolência e não estamos mortos, mas confesso que não gostei deste adereço. - Diz passando a mão na corrente - Então porque estou com isso no pescoço? - Diz obviamente esperando uma resposta zombeteira.

    Em Off:
    Esse negócio está fechado ao redor do pescoço e precisa de chave para abrir é isso?
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 887
    Reputação : 17

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Sab Fev 06, 2016 12:20 am

    A primeira ação de Ilyana ao acordar não só foi decepcionante para Viserys como também o irritou. Ficou momentaneamente incrédulo ao perceber que ela o estava ignorando e logo a Profetista pôde sentir o olhar de ódio do rapaz enquanto dava graças. Ele parecia estar prestes a reagir de maneira mais agressiva, mas assim como os homens das Ilhas de Ferro ele parecia temer Ilyana de alguma forma, ao menos o bastante para não tentar estapeá-la.  

    Quando a sacerdotisa finalmente encarou Viserys, esse estava encarando-a sem o sorriso besta no rosto, visivelmente zangado. Observou cada movimento de Ilyana como se estivesse prestes a ataca-la, algo que não fez. Porém, assim que a pergunta foi feita Viserys voltou a abrir o sorriso, realmente pronto para dar uma resposta zombeteira.

    - Isso? - Ele levantou-se erguendo a mão direita, com a qual segurava a corrente e a mostrou para Ilyana.- Creio que ficará feliz em saber que nossas posições agora estão invertidas. Você é minha prisioneira e terá a honra de acompanhar-me.- Completou com uma risada cansada, zombando da sacerdotisa.

    Viserys começou a andar devagar, ainda encarando Ilyana e puxando a corrente para que a mesma o seguisse. Claramente tentava mostrar a ela como ele pretendia que fosse a viagem, na qual ele queria leva-la para poder usar suas habilidades estranhas quando precisasse.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1721
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Sab Fev 06, 2016 12:36 am

    - Confesso que não planejava levar você até os Greyjoys preso a grilhões, porém creio que o capitão Teryn acreditou que estarias mais seguro dessa forma, assim como ainda espero convence-lo de que o melhor seria irmos a eles como planejado perceberá que interesses em comum podem surgir. - Diz catedrática. Olhando para talvez perceber onde estavam - Mas o que planeja? O que você quer Viserys? - Ele veio de longe, de Essos esperando que as pessoas se jogassem a seus pés a menção de seu nome? Seu ego pode ser o necessário para virar este jogo a meu favor....
    Conteúdo patrocinado


    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Out 21, 2017 4:26 am