Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Compartilhe
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Sab Fev 06, 2016 9:16 pm

    Viserys a ouviu impaciente no primeiro momento, mas logo mostrou algum interesse. Obviamente ir para onde antes estava sendo levado como prisioneiro, ainda mais com a misteriosa mulher, não era muito inteligente, mas por um instante ele pareceu tentado a confiar naquilo.

    Enquanto o ex-prisioneiro parecia pensar, Ilyana olhou ao redor para tentar um reconhecimento do lugar. O clima agradável dava-se pelo tempo que começava a nublar, ainda assim a Profetista soubesse que mesmo se chovesse não seria uma grande tempestade. A maré estava calma e não havia sinal de navios ou outro ponto com terra firme para onde pudesse ir, provavelmente não conseguiria adivinhar que lugar era aquele somente olhando a praia. A única certeza que Ilyana tinha era de que não estava tão longe do conjunto de ilhas que conhecia.

    - Chega! - Viserys gritou impaciente, chamando a atenção de Ilyana para que essa o ouvisse com atenção.- Não há nada que possa dizer que vá me convencer de que seria bem tratado onde você quer me levar. Abandone essas ideias e poupe-nos tempo, afinal será uma longa caminhada até algum lugar onde saibam respeitar o Rei por direito de toda Westeros.

    Viserys estava determinado a iniciar a caminhada, evitando olhar diretamente para Ilyana. Ele voltou a puxar a corrente para que ela o seguisse.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Dom Fev 07, 2016 11:37 am

    - Só uma questão se me permite. Afinal como pode provar algo Viserys cabelo prateado e olhos púrpuras não são tão incomuns assim. As pessoas precisam mais do que isso para acreditar e como planeja faze-lo? Insultando-os? Volmark não funcionou tão bem assim não foi? Pense bem. -

    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Dom Fev 07, 2016 5:33 pm

    Por mais que tentasse evitar a sacerdotisa e odiasse voltar atrás em sua palavra, mesmo sendo arrogante como era, Viserys não era tolo. Algo lhe dizia que Ilyana realmente tinha razão, outros em Westeros o destratariam também, isso se não o entregassem aos Lannisters por algumas moedas.

    Ele continuava andando cada vez mais devagar, como se estivesse pensativo, até o momento em que parou de costas para Ilyana. Pareceu estar tomando tempo para engolir seu orgulho e dizer o que queria.

    - Como saberei que não está me enganando?- Disse baixo, quase inaudível. Depois encarou a sacerdotisa, novamente com fúria na voz.- Diga-me sacerdotisa, seu Mestre reconhece-me como Viserys Targaryen, Rei por direito de Westeros ou ele também despertará a ira do dragão?
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Dom Fev 07, 2016 6:59 pm

    - Diferente dos outros ele irá ouvir o que tenho a dizer pelo e por quem eu represento. Não achou estranho eu simplesmente vê-lo e interceder a seu favor e estar tentando leva-lo de volta para ver Balon Greyjoy, senhor das Ilhas de Ferro. Vejo muitas coisas Viserys da familia Targaryen e parte do que vi realizou-se a outra parte vai depender de você. - Diz com dignidade e nem parecendo que estava com uma corrente no pescoço.

    Em Off:

    Na história eu coloquei o Greyjoy errado é necessário me confundi com Balon e o Euron, mas inevitavelmente quando e se o Balon morrer acabaria servindo a Euron.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Seg Fev 08, 2016 2:42 pm

    A fúria nos olhos de Viserys era lentamente substituída por curiosidade, uma certa desconfiança era expressa em sua face. Parecia ter encontrado sentido no que a Profetista dizia, mas estava relutante em acreditar nela.

    - Digamos que eu escolha ouvi-la. O que faríamos agora?- Abriu os braços e olhou ao redor, ironizando a situação.- Creio que não sabia onde estamos. Como pretende nos levar até os malditos Greyjoy?
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Seg Fev 08, 2016 9:44 pm

    - Ainda não sei é verdade, mas o desespero não nos leva a lugar algum o primeiro passo é tentar encontrar civilização e depois algum transporte, portanto digo que devemos explorar onde estamos para depois decidir como proceder e também acrescento que seria de mais utilidade sem este limitante. - Diz apontando para o pescoço.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Seg Fev 08, 2016 11:47 pm

    A última pergunta feita por Viserys era praticamente uma enrolação para que tivesse mais tempo de pensar, ou para que Ilyana o convencesse de uma vez. Ele nada disse assim que a sacerdotisa terminou de falar e não dava mais sinais de fúria, estava pensativo.

    Ele pôs-se a andar pela praia sem dizer nada e voltou para perto do caixote em que estava sentado anteriormente, abaixou-se e suas mãos vasculharam o objeto de madeira quebrado em busca de alguma coisa. Assim que encontrou aquilo que procurava, andou em direção a Ilyana.

    Viserys estendeu a mão com uma postura nobre, como se estivesse concedendo um benção a Profetista. Em sua mão estava uma pequena chave preta de ferro enferrujada.

    - Pegue e solte-se sacerdotisa.- Disse para complementar sua pose de nobre.- Depois siga-me. Eu liderarei o caminho.

    Ele começou a caminhada para fora da praia, rumo as árvores que Ilyana já havia visto.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Ter Fev 09, 2016 12:00 am

    Ilyana usa a chave se solta e bem guarda a corrente e a chave, podem ser de uso posteriores. Depois disso ela segue Viserys. Ele escuta a razão. Não é muito, mas já é um começo.

    Em Off:
    Bem o que sobrou comigo? Minhas cabaças de agua salgada, algibeira, faca e com grande esperança mochila? Smile
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Dom Fev 14, 2016 1:54 am

    A Profetista seguiu o Rei de Nada pela praia de clima agradável, deixando para trás somente alguns pedaços de madeira inúteis que restaram do que um dia atrás era um belo navio. O sol, mesmo parcialmente bloqueado por nuvens, indicava que ainda era cedo e o agradável clima nublado poderia trazer consigo somente uma chuva fraca, pois a grande tempestade, da qual a Fúria do Sol fora vítima, já havia passado por ali. A areia "fofa" dava indícios de que o lugar não via um período sem chuvas a muito tempo e continuava com esse mesmo aspecto mesmo mais próxima ao conjunto de árvores que Ilyana avistara antes.

    Durante esse tempo de caminhada até as árvore, acompanhando a elevação do solo que deixava a praia para trás, Viserys encontrava-se em um raro momento de silêncio. Nada disse após ser momentaneamente surpreendido pela sacerdotisa, pois não esperava que ela o seguisse sem questiona-lo sobre quem deveria seguir quem. Ele claramente não tinha uma noção adequada de para onde seguir e provavelmente estava abatido, já que sua única opção era confiar em uma mulher que poderia estar levando-o a uma morte pior do que a que encontraria nas mãos dos Lannisters. Apesar disso a dupla seguiu até chegarem ao conjunto de árvores, o inicio da ilha.

    Imagem das Árvores:

    As árvores tinham os troncos finos e escuros, repletos de musgo com aspecto áspero, estavam em grande número até mesmo ali próximas ao mar e estendiam-se bastante, eram maiores do que aparentavam ser vistas da praia. Suas folhagens eram de certa forma belas, a maioria com uma coloração verde musgo escurecida ou grisalha que combinava perfeitamente com o clima temporal do lugar, elas cobriam o céu e escureciam a floresta. O chão estava repleto de folhas caídas e galhos apodrecidos, seguindo até onde a névoa permitia enxergar.

    Viserys resmungou algo, obviamente descontente com o que estava vendo. Provavelmente não era um lugar habitado, ninguém moraria ali, mas pelo conhecimento que tinha do região, Ilyana sabia que, se houvesse alguém naquela ilha, esse alguém seria um pescador ou navegador barato que estaria próximo ao mar com seu barco. Talvez não precisassem adentrar a pequena floresta, mas como não sabiam qual era o tamanho da ilha em que estavam, contornar também poderia levar um bom tempo.

    De qualquer forma, Viserys estava pronto para começar sua caminhada por entre as árvores e enfrentar a névoa, sem nem ao menos ouvir a Profetista antes. Provavelmente pensava apenas em evitar a chuva que deveria cair em breve e encontrar alguém morando no interior da ilha, o que era improvável.

    - O que está esperando sacerdotisa?- Disse com a voz cansada, com uma risada fraca que tentava zombar Ilyana de alguma forma.- Seu Deus não pode protege-la de uma maldita névoa?

    OFF:
    Só sobrou com você as roupas do corpo rsrs

    Mentira, você ainda tem o cajado de madeira que estava com o Viserys na praia. Wink
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Dom Fev 14, 2016 3:13 am

    Ilyana não respondeu imediatamente, mas olhou por uns instantes antes de responder, porém manteve a compostura e disse - Eu olhei no fundo da tempestade e vi o Deus Afogado, agora mais do que nunca acredito que ele esteja observando tudo. - e seguiu pela floresta demonstrando que não estava com medo de uma névoa. - Não há muito o que dizer temos que encontrar o outro lado. -
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Sab Fev 20, 2016 5:02 pm

    O caminho pela densa floresta seguia cada vez mais gélido. As gotas da chuva que logo cairia com toda sua força atravessavam o topo das árvores e umedeciam o solo. Viserys parecia confiante quanto a direção tomada nos primeiros minuto, mas logo tornou-se visível que não só não sabia para onde seguir, como também começava a irritar-se.

    Ilyana havia escolhido por seguir o Rei de Nada e evitar a chuva, atravessando pela floresta rumo ao outro lado da praia, onde havia a possibilidade de haver alguém com um barco e uma possibilidade menor ainda de encontrarem alguém vivendo no interior da ilha. De qualquer modo, ainda era cedo e a menos que a ilha fosse realmente extensa, se houvesse alguém por ali eles o encontrariam antes do anoitecer.

    Não demorou muito para que a Profetista começasse a notar alguns detalhes que passavam despercebidos por Viserys. O solo era irregular e subia em direção ao leste, onde provavelmente havia alguma montanha ou planície elevada, lugar mais "habitável" em meio as árvores. Conseguia ver pássaros e gaivotas voando no céu não tão distante, sinal de que estavam chegando a praia.

    Tinha a opção de continuar com Viserys em linha reta, sem descanso chegariam a praia, ou precaver-se contra a chuva e verificar de uma vez por todas se havia alguém morando dentro da floresta.

    OFF:
    Desculpe a demora pra postar, tive vestibular agendado hoje(sábado) e passei a semana com a cara nos livros. Acabei não conseguindo postar tudo sexta a noite. xP
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Sab Fev 20, 2016 10:08 pm

    - A chuva pode ficar mais forte e ser um empecilho a nós, talvez seja melhor verificar a floresta a praia não sairá de lá. -

    Em Off:
    Sem galho. Ele me devolveu meu cajado? Bem digamos que é parte do background. Xd.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Sab Fev 20, 2016 11:18 pm

    Viserys a encarou com um olhar indescritível, parecia sentir-se insultado e cansado ao mesmo tempo. Ficou em silêncio durante algum tempo, olhou ao redor e pareceu entender o que a Profetista queria dizer. A chuva realmente começava a ficar mais forte.

    - Está certa dessa vez, sacerdotisa.- Virou o rosto, agora com um tom mais respeitável ao falar.- Vamos.

    A dupla seguiu por entre as árvores, cada vez mais sentindo as gotas da chuva e o chão molhado aos seus pés, estava começando a ficar mais cansativo a subida de terra fofa por onde caminhavam. A Profetista podia apoiar-se em seu cajado para facilitar seu caminho, mas Viserys parecia cada vez mais cansado, e com certeza recusaria ajuda se a sacerdotisa lhe oferecesse.
    Conforme o tempo passou, as folhagens das árvores já não eram tão numerosos e não impediam a passagem da chuva, que caia gélida sobre os dois. Viserys escorregou no solo molhado e cheio de folhas murchas, ficou de joelhos e xingou na língua antiga, mas logo pôs-se de pé novamente e prosseguiu como se nada tivesse acontecido. Era teimoso demais para admitir o cansaço que a sacerdotisa também sentiria em breve.

    Porém, mais breve ainda foi a forte chuva, que não durou mais do que alguns minutos até cessar quase inteiramente. Agora o Rei de Nada e a Profetista estavam próximos da planície acima do nível da floresta, onde não haviam árvores e a grama era mais verde, pois o sol tocava o solo em todo seu esplendor.

    Foi lá, quando o exaustão já fazia ambos quererem pausar a caminhada, onde avistaram um pequeno quarto, uma moradia velha construída com madeira escura e cheia de musgo, podre em algumas partes. O teto era repleto de folhagens e galhos trazidos por tempestades, e estava molhado devido a chuva que acabara de passar. A porta, que mais parecia um pedaço frágil de casca de árvore apoiado na entrada, estava entre-aberta, mas nenhum dos dois conseguia ver o que havia dentro.

    Viserys parou por algum tempo, pensativo e claramente temeroso, depois voltou-se para Ilyana com uma expressão séria.

    - Muito bem sacerdotisa. Não pretende deixar que o Rei de Westeros arrisque sua vida nisso, não é?- Sorriu com arrogância.

    OFF:
    Sim, na praia ainda. Só esqueci de mencionar. o/
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Dom Fev 21, 2016 1:34 am

    - Oh de certo que não - diz fazendo uma dissimulada vênia de respeito se era de ironia ou sincera apenas Ilyana sabia. A sacerdotisa empertigou-se arrumando suas vestes que pesavam já que provavelmente não secaram o suficiente e que grudavam em sua bela silhueta.

    Aproximou-se da porta não sem pensar porque fazia o que estava fazendo e a reposta ecoou em sua mente As visões. Siga as visões.

    Ela pega seu cajado de madeira de naufrágios e encosta na porta entreaberta e bem ela dá três batidas na porta para chamar a atenção de quem está vivendo ali.

    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Sab Fev 27, 2016 11:33 pm

    A Profetista atende o desejo de Viserys e prontifica-se a verificar. Ela aproxima-se da velha porta entreaberta com cautela, enquanto o Rei de Nada a observa em alerta, teoricamente preparado para lidar com qualquer possível problema que morasse naquele muquifo.

    Ilyana aproximou seu cajado da porta e cuidadosamente encostou-o na porta, dando três batidas sonoras o suficiente para que fossem ouvidas. A tensão natural que ambos sentiram assim que a terceira batida foi dada, foi seguida por silêncio.

    Nada além dos sons da floresta e do gotejar da água que caia do velho telhado. Ilyana pôde sentir o ar quente sair pela abertura da porta, acompanhado de um cheiro quase insuportável de mofo. Viserys deu alguns passos a frente, já impaciente com a calmaria, e agora estava do lado da sacerdotisa.

    - Ninguém mora nesse lugar.- Afirmou com o mesmo tom arrogante de sempre, como se zombasse do estado da moradia de madeira.- Ninguém em toda Westeros aguentaria viver em um lugar com esse cheiro desprezível.

    Ele prosseguiu caminhando e chegou bem próximo a porta, levando a mão ao nariz para tentar evitar o cheiro. Logo em seguida, e sem avisar, Viserys chutou a porta com toda a força que ainda lhe restava na perna, derrubando-a sem dificuldade. O cheiro de mofo tornou-se mais forte e a pequena casa pareceu balançar por inteira, evidenciando sua fragilidade, e ainda era escuro dentro dela.

    Viserys voltou-se para Ilyana sorrindo sarcasticamente e estendeu a mão a frente, em um gesto de "primeiro as damas". Foi quando, em um piscar de olhos, alguém saiu de dentro da casa em uma investida contra Viserys.

    De relance era possível ver que se tratava de um homem grande, quase dois metros ou mais, sem cabelo e com barba e sobrancelhas negras e grossas. Ele agarrou Viserys pela cintura e o ergueu no ar, para logo em seguida joga-lo no chão com força e depois sacar uma lâmina enferrujada.

    Ele montou sobre Viserys e apontou a lâmina em seu rosto com uma expressão raivosa. Assim que havia amedrontado e imobilizado o acompanhante de Ilyana, ele a encarou com os olhos azuis.

    - Deem-me uma boa razão para não usar suas tripas para amarrar aquela porta de volta no lugar.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Dom Fev 28, 2016 3:53 am

    A sacerdotisa admirou a velocidade já que um homem grande costuma ser lento, mas não neste caso. Ilyana apoiou-se no cajado, pois não queria briga e ainda mais contra um adversário desse porte e conversa com o homem. - Peço desculpas pela intromissão em seu lar caro senhor, mas o caro rapaz é impulsivo e por vezes age sem pensar...- Ela olha para Viserys esperando que o mesmo deixasse-a lidar com isso se a própria pele valorizasse.

    A sacerdotisa do Deus Afogado ainda mantinha apoiada em seu cajado e viu com mais atenção  pessoa com quem estava conversando - Veja bem ele não fez por maldade, mas por impulso e além do mais estamos caminhado a bastante tempo embaixo do mau tempo tentando achar alguém vivo pelas redondezas. Sabe precisamos encontrar um barco que possa nos levar as Ilhas de Ferro, mas um momento peço-lhe desculpas pela minha má educação meu nome é Ilyana e sou uma humilde serva daquele que reside sob as ondas e bem eu agradeceria se não matasse ou ferisse o imprudente rapaz que encontra-se sob sua mira. - Diz esperando poder ao menos dialogar.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Dom Fev 28, 2016 4:23 pm

    O homem bruto ouviu as desculpas iniciais de Ilyana, que encarava Viserys para que ele não a atrapalhasse. O Rei de Nada irritaria-se em outra situação, mas no momento estava assustado demais com a lâmina em seu rosto para poder retrucar.

    Ilyana prosseguiu falando apoiada em seu cajado. Ela agora pôde observar melhor o individuo que ameaçava a dupla, reconhecendo que se tratava de um guerreiro, sem dúvidas era alguém experiente e por morar ali, provavelmente vivia da pesca.

    Ele pareceu diminuir a tensão no olhar quando ouviu-a dizer que era uma sacerdotisa, uma serva do Deus Afogado. Levantou-se, ainda apontando a lâmina para Viserys, e voltou a encarar a sacerdotisa.

    - O que querem aqui?
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Dom Fev 28, 2016 10:16 pm

    - Como eu disse procurávamos alguém que conhecesse a ilha, pois nosso barco agora reside no domínio do senhor sob as ondas e precisamos achar um meio de locomoção daqui até as Ilhas de Ferro e bem onde é aqui também é uma pergunta interessante, nos ajude e meu lorde com certeza irá recompensa-lo. - Diz a sacerdotisa escolhendo com cuidado as palavras.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Pallando em Sab Mar 05, 2016 11:22 pm

    O homem seguia encarando Ilyana com seu olhar pesado, agora buscando sinais de fraqueza. Sua expressão demonstrava desconfiança, mas provavelmente não conseguia pensar em uma razão pela qual a sacerdotisa mentiria.

    - A quem exatamente você serve?- Disse, agora com um tom mais calmo. Parou de apontar a lâmina para Viserys e estendeu a mão para ajuda-lo a se levantar.

    O Rei de Nada não demorou a demonstrar sua insatisfação com o tratamento, seu olhar de medo tornou-se de ira em míseros instantes. Levantou-se sem a ajuda do homem e se afastou, aproximando-se de Ilyana. Ainda parecia amedrontado, não disse nada.

    - Tenho algo que posso chamar de barco, mas eu não arriscaria por algumas moedas.- Cruzou os braços e levantou a grossa sobrancelha.- Saiba que exigirei um pagamento a altura, e cortarei sua linda garganta se suspeitar que mente.
    gaijin386
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 0

    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por gaijin386 em Dom Mar 06, 2016 12:06 am

    A sacerdotisa pesa suas palavras e responde. - Eu sou Ilyana sacerdotisa do senhor sob as ondas sirvo a Balon Greyjoy, o rei kraken e senhor das ilhas de ferro assim como naturalmente a família Greyjoy e garantidamente receberá um bom pagamento por ajudar em nosso retorno é hun... senhor? Como o senhor se chama? - Instintivamente coloca a mão na garganta ao ouvir a ameaça.

    Ilyana, a sacerdotisa reflete se devia confiar no estranho, mas precisa de um barco para chegar onde precisa ir, pois mesmo servindo ao mestre dos mares ele não faria a viagem por ela. Ela observa o Viserys e bem agradece sorte que ao menos ele parece dar valor a pele e não deu algum retruco desnecessário naquele momento critico. Ela aguarda a resposta do barqueiro e tenta disfarçar seus temores da vista de todos.

    Conteúdo patrocinado


    Re: Ilyana, A Profetisa - Gaijin386

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Dez 12, 2017 9:19 pm