Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Randall - Colleen

    Compartilhe
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Vinah em Ter Jan 19, 2016 1:30 am

    O inimigo de Randall parecia aterrorizado por ter acertado aquele garoto, fazendo com que o mesmo sangrasse. O sangue encharcava a roupa do menino, misturando com a terra batida de sua vestimenta. O atacante ainda parecia incrédulo com os acontecimentos, e por um tempo ele parecia que iria se render como Randall pedira. Ele ficou parado, os olhos injetados de medo, mas em certa hora ele pareceu tomar uma decisão. O que fora feito não poderia ser desfeito, e por isso ele segurou bem a empunhadura da sua arma e tentou se defender do ataque do caçador.

    Randall podia sentir o hálito azedo do homem a sua a frente enquanto realizava o ataque. A espada do caçador deslizou de maneira suave pelo ar, encontrando como destino o aço do outro homem. O tilintar da batalha tomou conta do cenário, mas aquele era um combate destinado a ser breve. No primeiro ataque, Randall fora bloqueado, mas o segundo golpe fora tão rápido que seu inimigo mal viu a lâmina, de modo que o aço frio cortou a garganta do adversário. O homem colocou a mão em cima do ferimento, mas tudo que ele pôde fazer foi diminuir em vão o fluxo de sangue. Em poucos segundos, Randall viu o homem ir de encontro ao Estranho ou de qualquer deus que o caçador cultuasse.

    A terra estava molhada com o sangue, algo que o caçador estava acostumado, mas normalmente após um abate teria um festim, mas ali, em meio a mata, tudo que poderia vir a tona na cabeça de um homem era confusão.

    O menino gemia no chão, uma das mãos segurando o ferimento. Era um ferimento grave, mas o garoto iria sobreviver. Mesmo em meio a dores, ele falou para Randall.

    - O que você fez? - Ele começou a chorar. - Você matou Oarys, ele era um homem leal ao meu pai. Por que você fez isso? Ele só estava tentando me proteger.

    E foi nessa hora que Gart chegou correndo pela trilha. Havia suor em sua face e seus músculos estavam retesados e prontos para a guerra. Ele olhou primeiro para o cadáver no chão, depois para o menino e depois de um olhar de curiosidade para Randall.

    - Vocês vão pagar pela morte dele. O meu pai não vai perdoar isso. - Disse o garoto em meio ao sofrimento.

    Gart olhou novamente para Randall, levantando uma das sobrancelhas. O caçador viu a mão de Gart pousar em cima da espada, como se quisesse dizer que matar o menino era a coisa certa a se fazer.

    Spoiler:
    Quando o combate pode cair em um ciclo de repetição, as vezes eu costumo dar uma resolvida via interpretação mesmo. Só não faço isso quando é um combate que pode mudar algo muito grande.
    Colleen
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 438
    Reputação : 0

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Colleen em Ter Jan 19, 2016 10:47 am

    off:
    Sem problemas! Muito melhor interpretar do que ficar jogando dados mesmo. Ainda mais em um jogo via fórum, onde isso deixaria tudo ainda mais lento. Wink

    Com uma expressão aborrecida aceno em negativa à sugestão implícita de Gart. Não sou assassino. Respiro fundo antes de responder ao menino.

    "O homem que eu matei estava tentando me matar e teria feito isso se eu não impedisse. Foi o mesmo homem que feriu você e se no futuro eu for julgado por ter tirado essa vida, então eu já estava condenado e não sabia."

    Limpo a espada e guardo a arma de volta na bainha antes de continuar falando.

    "Sinto pela morte de Oarys, mas eu dei a ele a chance de se render. Ele está com os Velhos Deuses agora... Eu achava que estava te ajudando, garoto... Meu nome é Randall e esse é meu companheiro Gart. Nós trabalhamos para lord Willam Hoarfrost e agora eu vou te levar para conhecê-lo. No caminho você pode nos dizer quem é e o que estava fazendo por aqui?"

    Com essas palavras indico a Gart com a cabeça que podemos ir e começo a caminhar de volta para o local onde deixamos nossos cavalos e o cervo. Fico de olho aberto no garoto e espero que ele comece a falar, contando sua história.

    Guardo o local onde deixamos o corpo de Oarys, para o caso de lord Willam perguntar. Estou aborrecido porque talvez tenha me metido numa enrascada, mas sou honesto e, na minha ingenuidade, acredito que minha honestidade é evidente para todos. No fundo o que mais me incomoda é a possibilidade de passar algum constrangimento na presença de Lyla; que me diminua aos olhos dela.

    "Gart não fala, mas se você tiver alguma pergunta eu responderei tão bem quanto puder", eu falo, estimulando o menino a conversar.
    Vinah
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1408
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Vinah em Dom Jan 31, 2016 12:48 pm

    O menino caminhava por entre a dupla com expressão carrancuda. Ele não parecia tão assustado por ter visto um homem morrer, mas sim parecia aborrecido por ver um servo do seu pai ser morto. O que mais se notava na pequena figura era que ele estava ferido. Seja como for, o trio seguiu para a estrada.

    A estrada já não estava silenciosa como antes, pois a comitiva dos Hoarfrost já podia ser vista ao longo da estrada. Demoraria alguns minutos para ela chegar, e enquanto o trio esperava, o menino começou a falar.

    - Eu sou filho de Lorde Rickon Icefynn. - Ele disse o nome da família com orgulho. - Eu estava caçando um cervo com meu tutor... - Ele fez uma pausa, olhando irritado para os lados. - Eu ia trazer o cervo para o banquete do casamento de minha irmã, meu pai achou que isso seria uma boa ideia, por isso pediu que meu tutor me ajudasse. Era para ser um presente para a minha família. - Ele olhou para o cervo e fez uma expressão de nojo. - Mas acho que isso já não é necessário.

    Gart olhou irritado para o caçador, indicando que estava temeroso em relação ao futuro. Havia um brilho estranho nos olhos de Gart, mas apesar dos sinais de nervosismo, era tarde demais, a comitiva havia chegado.

    Lorde Hoarfrost cavalgava seu próprio cavalo, ainda que ele parecesse estar pronto para cair a qualquer momento. Ele estava com uma expressão de curiosidade, mas ficou em silêncio enquanto olhava para o trio. A carruagem que levava Lady Lyla estava atrás dele, e quando ela parou, uma cabeça espiou pela pequena janela retangular. Era Lyla, e quando ela olhou em direção a Randall, um sorriso apareceu nos lábios finos e delicados.
    Colleen
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 438
    Reputação : 0

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Colleen em Dom Jan 31, 2016 11:15 pm

    Compartilho da preocupação de Gart, mas não podia matar à sangue frio uma criança. Procuro ouvir com atenção o que ele diz e me ofereço para examinar seu ferimento.

    "Lamento por seu tutor, mas talvez você ainda possa levar o cervo para o casamento de sua irmã. Mas me deixe ver esse ferimento e me explique o que aconteceu antes que eu o encontrasse", digo tentando inspirar simpatia.

    Se ele permitir que eu examine seu ferimento vou ver o que posso fazer por ele, mas somente se houver tempo de fazer isso antes de lord Willam nos alcançar.

    Primeiros socorros:
    Cura 2 + Tratar Ferimento 1B
    Colleen efetuou 3 lançamento(s) de dados (d6.) :
    6 , 4 , 5

    Enquanto faço isso repasso mentalmente os últimos acontecimentos e me vejo tentando entender o estranho episódio com o corvo em que me senti fora do corpo.

    Tão logo lorde Willam apareça em meu campo de visão, o cumprimento com um gesto e digo ao menino: "Esse é lorde Willam Hoarfrost e ele irá tratá-lo com respeito".

    Meu coração se enche de expectativa pela proximidade com Lyla, mas me esforço para manter minha atenção em seu pai, pois a ocasião é grave. Quando ela aparece na janela da carruagem sorrio em retribuição, mas logo me volto novamente a lorde Willam.

    "Lorde, encontramos esse jovem ferido na floresta. Ele se identifica como o Lorde Rickon Icefynn."

    Caso o garoto tenha me contado algo sobre o que aconteceu com ele antes que eu aparecesse, direi ainda: "O senhor deveria ouvir o que ele tem a dizer".
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 888
    Reputação : 17

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Pallando em Ter Fev 09, 2016 5:45 pm

    Rumo ao encontro com a comitiva, os três seguiam com Randal lamentando a morte do tutor após ouvir quem era o garoto e sua história, mas a criança retribuiu o pedido de desculpas com um olhar de desprezo, quase como se tivesse ouvido uma ofensa. Assim que o caçador tentou examinar o ferimento, o garoto afastou-se com uma expressão emburrada e de desconfiança. Ele não queria estender a conversa com o assassino de seu tutor, mesmo que o rapaz apenas estivesse se defendendo na ocasião.

    Quando o clima de tensão começava a se formar graças a atitude do menino, a comitiva chegou. Vinham no mesmo ritmo e pareciam já estar atentos pele sumiço prolongado de dois homens. Randal cumprimentou seu senhor e manteve o foco nele a partir do momentos que o avistou, mas não deixou de sorrir para Lady Lyla em retribuição ao belo sorriso da garota. O Patriarca da Casa Hoartfrost tinha o olhar curioso sobre o trio, principalmente na criança ferida, aguardando explicações.

    Foi Randal a explicar a situação para o Lorde que o encarava analiticamente e Gart somente manteve a cabeça baixa, visivelmente nervoso e temeroso quanto ao que viria a seguir. Sendo os servos que eram, poderiam ser severamente castigados pela morte do tutor ou até mortos caso o garoto resolvesse inventar algo para prejudica-los, o que não era tão impensável assim considerando a maneira rude com que a criança tratara os dois.

    Lorde Hoartfrost permaneceu em silêncio após ouvir o caçador, aparentando alguma preocupação pelo ferido ser filho do Lorde Rickon, mas não demonstrava nenhum sinal de nervosismo. Lyla havia esticado-se um pouco mais para observar, curiosa com tudo e com o olhar doce preso em Randal. Até então não haviam grandes alardes, provavelmente seria até algo bom se tratassem o filho ferido do Lorde, mas aquela não era toda a história. Então, o primeiro a pronunciar-se foi justamente o jovem nobre.

    - Lorde William Hoartfrost, sou Meryn Icefynn.- Disse o jovem, esforçando-se para falar com ar de nobreza mesmo com a dor que sentia.- A pedido de meu pai, eu estava caçando aquilo que seria um presente aos noivos com meu tutor. Tutor esse que foi morto por um de seus lacaios.- O garoto não hesitou em olhar para Randal com rancor. Ele parecia determinado a não deixaria aquilo passar impune.

    Gart encarou Randal no mesmo instante, como se estivesse gritando um bem sonoro "Eu te disse", ele não conseguia esconder seu medo.

    A preocupação do Lord Hoartfrost ao ouvir aquilo podia ser percebida em seus olhos arregalados, que logo foram postos sobre Randal. Ele rangeu os dentes com uma expressão de incredulidade e raiva ao mesmo tempo, como se não tivesse paciência para lidar com aquilo agora, mas em respeito ao título que carregava ele manteve a postura.

    - Randal, diga-me...O que nesse mundo te levou a fazer isso?- A ira em seu tom de voz colocava mais pressão sobre o caçador, que responderia não só ao Lorde enfurecido, mas também a Lady Lyla que estava ouvindo o dialogo.

    OFF:
    Então é isso. Como já disse nas outras campanhas, vou me esforçar pra que tudo corra bem e por isso se tiver alguma dúvida, não entender algo do post ou não curtir algum aspecto da narração ou qualquer coisa, é só falar. Tamo ae  \o/
    Colleen
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 438
    Reputação : 0

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Colleen em Sex Fev 12, 2016 11:40 am

    Apesar de todos os alertas, me surpreende o comportamento do menino. 'Sou um ingenuo', penso.

    Espero pacientemente que a conversa entre o menino e meu lorde terminem. Mantenho uma expressão teimosa, acreditando que minha inocência vai prevalecer no final das contas.

    Assim que Lorde Willam se dirige a mim, perguntando o que me levou a matar o tutor do menino, eu respiro fundo e respondo, olhando convictamente nos olhos do meu senhor. Falo como se estivesse fazendo um dos meus relatórios como batedor.

    "Meu lorde, eu fui atacado pelas costas pelo homem que esse jovem nobre identifica como seu tutor. Eu me defendi e matei o homem. Logo antes, quando eu e Gart nos aproximamos deste local, abati este cervo", eu aponto para o animal abatido ao nosso lado, "E constatei que ele já estava ferido. Isso necessariamente significava que havia alguém armado nas proximidades, então fui verificar se era alguém hostil, com o objetivo de garantir a segurança da comitiva. Assim que encontrei o menino na floresta eu fui atacado por trás pelo seu tutor. Fui atacado enquanto mostrava ao menino ambas as mãos espalmadas para mostrar que não oferecia nenhum risco e foi a pura sorte que me fez vencer o homem."

    Respiro brevemente e me ocorre a lembrança do estranho episódio envolvendo o corvo, mas então concluo.

    "Esse rapaz é um nobre e está longe de mim sugerir que ele está mentindo... mas eu estou dizendo a verdade, juro pelos deuses. Infelizmente, tenho o mudo Gart, como minha única testemunha. Estou a disposição de seu julgamento..."

    Fico então calado e é com grande esforço que não desvio meus olhos na direção de Lyla.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 888
    Reputação : 17

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Pallando em Dom Fev 14, 2016 1:04 am

    O Senhor de Randall o ouviu com apreensão, ansioso por uma resposta que justificasse o ocorrido e o poupasse de problemas com o Lorde pai da criança. O caçador relatou-se de maneira direta, como era de se esperar, e Gart confirmou com gestos sempre que pensou ser necessário, afinal ele também estava sob julgamento. Toda a comitiva parecia ter parado para assistir ao desenrolar da história, pois o único som que se ouvia era a voz de Randall.

    Tudo permaneceu de maneira a tornar a experiência mais tensa, como um julgamente real, porém ao fim de tudo quem mordia os lábios de forma rancorosa era Meryn Icefynn. O menino tinha fúria nos olhos e uma vontade imensa de repreender o caçador ele mesmo, mas continha-se por saber que até então Randall não havia dito nenhuma mentira. A única coisa que pôde fazer, pelo menos no momento, foi aguardar uma decisão do Lorde Hoartfrost em silêncio.

    E de fato, ninguém poderia provar definitivamente o que acontecera na floresta. Se Randall mentia ou não e se o tutor do jovem nobre havia sido morto com ou sem razão eles jamais saberiam, mas a falta de contra-argumentação de Meryn indicava que o caçador dizia a verdade, qualquer conclusão além dessa seria precipitadamente tomada somente para favorecer a vontade do filho de um nobre, algo que não aconteceria tão facilmente na estrada.

    William Hoartfrost desta vez foi rápido ao pronunciar-se, com mais firmeza também.

    - Por enquanto devo confiar em sua palavra.- Disse como um verdadeiro senhor.- Volte para o seu lugar por agora, mas da próxima vez pergunte-me antes de matar qualquer um.

    Um pouco depois, uma mulher trajando vestes típicas das servas da casa Hoartfrost surgiu e aproximou-se de Meryn, gentilmente guiando-o para uma das carruagens onde seria tratado de acordo com o sangue que tinha nas veias. O Lorde ergueu a mão em sinal aos outros e logo toda a movimentação da comitiva retornou, com o som das rodas e algumas conversas alheias preenchendo a quietude do ambiente. Randall e Gart deixaram o caminho para a passagem e depois deveriam retornar as suas funções para garantir a segurança da comitiva.

    O mudo voltou a olhar para o caçador, novamente com uma expressão nervosa que dizia "Isso ainda não acabou". Porém, como um leve alivio em meio toda a tensão, Randall pôde visualizar quando a carruagem de Lyla passou a sua frente e a garota sorriu para o caçador como um gesto de cumprimento, aparentemente feliz por não tê-lo visto ser castigado ali.


    O destino final da comitiva estava próximo agora e, se seguissem sem mais interrupções, logo estariam no Forte Volkark para o casamento.
    Colleen
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 438
    Reputação : 0

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Colleen em Ter Fev 16, 2016 12:09 pm

    Apesar de todo o embaraço, ainda tenho o coração mole o suficiente para valorizar o fato de que o menino não contestou minha versão. Melhor um fedelho rancoroso do que um fedelho rancoroso e mentiroso... nem tudo estava perdido.

    Penso em responder a lord Willam que se eu tivesse esperado pela sua autorização para matar esse último homem, então quem estaria morto seria eu, mas ao invés disso eu seguro minha língua e respondo apenas com uma reverência submissa ao meu senhor.

    Sorrio em retribuição ao sorriso de Lyla, quando ela passa, e meu coração se acelera. Chego a esquecer o que acaba de acontecer e todas as possíveis consequências. O sorriso permanece em meu rosto mesmo após a sua passagem. "Vai ficar tudo bem", eu digo para Gart, cheio de otimismo.

    Procuro pelo responsável pelas provisões para deixar o cervo abatido com ele e então monto em meu cavalo e volto à minha função de batedor.

    Fico dividido entre passar longe de lord Willam e do menino Meryn, ou passar perto deles para talvez ter mais um vislumbre de Lyla e decido que é melhor evitar atenção por um tempo, passando ao largo.

    "La-dy Ly-la", soletro mentalmente. "Se ao menos eu fosse nobre....", penso. E então volto a me preocupar que haja nesse casamento algum pretendente à mão dela. "Se ao menos eu fosse um nobre..."
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 888
    Reputação : 17

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Pallando em Sex Fev 19, 2016 10:43 pm

    O céu tomava uma tonalidade nublada e escurecia vagarosamente, enquanto as árvores agora eram menos numerosas e a trilha de terra parecia estar prestes a terminar, o bosque ao redor dava a impressão de ser mais espaçoso e acalmava aqueles que estavam sempre alerta, pois dificilmente alguém aproximaria-se por entre as árvores sem ser visto. Olhando por cima do topo do bosque com atenção, mesmo que ao entardecendo, era possível avistar o a ponta de uma torre.

    A comitiva não encontrou mais obstáculos em seu caminho e seguiu cada vez mais apressada, todos interessados em não passar a noite sem um teto e muros por perto. A maioria dos guerreiros estavam concentrados mais ao centro, próximos das carruagens que transportavam pessoas de sangue nobre, com várias conversas alheias ao invés da calmaria de mais cedo. Dentro todos, Gart era o que parecia mais distante, perdido em seus devaneios e preocupações. Antes, quando Randall dissera que tudo ficaria bem, o mudo o havia encarado com desconfiança, indeciso entre acreditar no otimismo do caçador ou começar a se preparar para visitar seus deuses. Só os próximos dias diriam se tal medo tinha justificativa ou não. Por sua vez, Randall não fora mais incomodado por ninguém durante aquele tempo. Só por um momento, muito breve, teve a impressão de que Lorde William o havia lançado um olhar rancoroso. Talvez o próprio Hoartfrost temesse os problemas que o ocorrido poderia acarretar, afinal o nome de sua Casa seria citado quando mencionassem de quem eram os lacaios que mataram um cavaleiro.

    Prosseguiram assim até o Forte de Volkark estar visível para todos os viajantes. Uma grande estrutura constituída principalmente por enormes pedras, cujas características a escuridão da noite ocultava, e madeira dos troncos firmes das mesmas árvores do bosque. Não era menor do que o lar dos Hoarfrost e possuía duas torres de tamanhos diferentes, postos de vigia que tinham como ponto cego somente o bosque, de onde dificilmente algum ataque poderia vir. Porém, apesar de tudo, quanto mais perto chegavam, mais era clara a avançada idade da construção.

    As conversas ficaram mais acaloradas, algumas urras de comemoração puderam ser ouvidas e o ritmo da marcha acelerou. O Lorde e a carruagem principal foram à frente, pois provavelmente seriam recebidos assim que chegassem.

    Assim que deixaram de uma vez o bosque e a trilha para trás, aqueles que seguiam na frente e meio da comitiva avistaram o grande portão de madeira aberto, com algumas pessoas paradas do lado de fora. Eram cinco no total, o mais chamativo deles sendo um homem robusto de barba crespa e grisalha, com olhos de um azul claro que beirava a cor rubro, pele clara e feição cansada, aparentando ter uma idade bem avançada apesar do porte forte.

    - Eu o saúdo, Lorde William Hoartfrost.- Disse com uma voz rouca e o tom amigável. Deu uma leve sorriso e gesticulou em cumprimento.- Agradeço imensamente sua presença, bom amigo.

    Já estavam próximos o suficiente para que William Hoartfrost ouvisse e sorrisse em resposta. O Lorde desceu de seu cavalo e apertou a mão do velho homem que o chamara de amigo e depois começaram a dialogar. Não demorou para que a porta da carruagem se abrisse e Lady Lyla graciosamente fosse ao encontro de seu pai.

    Randall pôde ouvir a conversa e observar as receptividades, pois estava realmente próximo, somente um pouco atrás da carruagem ao lado de Gart e outros soldados. O velho robusto de olhos azuis era Lorde Bran Blackarch, Senhor do Forte de Volkark e pai do noivo, Golis Blackarch, um homem baixo de cabelos e olhos negros com boa aparência. A noiva também esta ali, uma bela jovem de cabelos castanhos e bochechas rosadas, estava acompanhada de seu pai, e este sim, tornou-se o foco de Randall ao dizer o nome.

    - Agradeço sua presença, Lorde Hoartfrost.- O homem de olhos verdes, barba e cabelo negros e longos, disse com cordialidade.- Sou Lorde Varny Icefynn, grato por conhecer ao senhor e sua bela filha.

    Não foi necessária grande percepção para notar a expressão nervosa de Gart. O mudo esbugalhou os olhos e pareceu parar a respiração por algum tempo, mas nem por um momento olhou na direção de Randall. Ele sabia que o caçador entendia a situação.

    Em seguida foi a vez de Robin Icefynn, filho homem mais velho da Casa Icefynn, a se apresentar. Era um jovem de olhos verdes, mas escuros, cabelos lisos e negros, basicamente uma cópia bem mais jovem de seu pai. Ele cumprimentou William Hoarfrost como um cavaleiro e depois curvou-se para beijar a mão de Lady Lyla.

    Foi então que a porta da carruagem abriu-se mais uma vez e Meryn Icefynn desceu. O garoto tinha um curativo no ferimento e fazia uma expressão emburrada, extremamente cansado e irritado. Ele viu Randal ao sair, mas somente o encarou com raiva e depois o ignorou, estava mais do que ansioso para retornar ao seu lar.

    Meryn foi até seu pai e Randall pôde ver o desenrolar da desagradável situação. Pareceu que Randal e Gart ficariam anônimos, até o momento em que Varny Icefynn olhou diretamente para eles. Nada aconteceu, ao menos não aconteceria aquela noite, e as formalidades terminaram com todos os nobres adentrando os portões para dentro do Forte Volkark, onde dariam continuidade as suas conversas e cordialidades.

    Instantes depois, um homem gordo e calvo de barba ruiva aproximou-se dos guerreiros da comitiva, inclusive do caçador e o mudo. Ele vestia uma armadura larga no tórax e tinha uma espada leve na cintura, aparentando ter seus 40 anos.

    - Sigam-me. O acampamento de vocês deve ser montado ao lado leste do castelo, próximo ao lago que leva até a vila.- Ele disse com a voz firme, chamando com a mão para que os que não ouvissem.

    Os soldados e servos que não eram pessoais seguiram o homem gordo, caminhando pelo gramado macio que separava o forte do bosque para a área próxima ao lago, onde acampariam enquanto estivessem ali.

    Alguns poucos soldados estavam formando um grupo, juntando suas economias para visitar a vila e passar a noite lá, mesmo que isso provavelmente não fosse bem visto pelos seus senhores. Com exceção deles, para todos só restava dormir em tecidos sobre a grama, protegidos pelas tendas, ao menos assim não gastariam uma moeda sequer.

    OFF:
    Desculpe a demora xP

    Gostaria de saber se prefere q eu use cores diferentes para cada fala de personagem. Ou todas as falas em branco ta bom? scratch
    Colleen
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 438
    Reputação : 0

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Colleen em Qua Fev 24, 2016 12:14 pm

    Assisto apreensivo ao encontro entre os lordes e minha garganta se fecha em um nó quando o pai da noiva diz seu nome. Lanço um olhar de esguelha na direção de Gart, que está evitando olhar na minha direção.

    Odeio Robin Icefynn à primeira vista, e quando ele beija a mão de Lyla sinto meu ódio se justificando. O olhar de seu irmão fedelho ao passar por mim não melhora meu humor ou minha opinião sobre os Icefynn como um todo e lamento profundamente que eu não consiga ouvir o desenrolar da conversa após o reencontro de Meryn com sua família.

    É com um certo alívio que vejo eles se afastarem. Em outras circunstâncias talvez pudesse arriscar uma noite na cidade, mas por hoje era melhor adotar um comportamento exemplar. Vou montar acampamento, procurar algo para comer, e então tentar encontrar alguém que talvez tenha ouvido a conversa entre os lordes após o reencontro com Meryn. Entre estar em uma viagem, meu amor por Lyla, a experiência fora do corpo com o corvo e meu potencial julgamento por assassinato, esse último assunto acabou dominando minha atenção.

    Enquanto caminho entre as cabanas procurando por rostos conhecidos tento ver onde Gart se instalou. Olho para o castelo pensando com o coração pesado que Lyla pode estar nesse momento ficando noiva de alguém. Assim que eu encontrar alguém que talvez tenha ouvido o que falaram sobre mim, vou cumprimentar a pessoa com um sonoro "Boa noite" e tentar perguntar pelo teor da conversa.

    off:
    Desculpe pela demora. Eu tenho uma dúvida... Lorde Willam tem um filho que também se chama Willam (o jovem Willie)... esse filho está na viagem conosco ou não? Desculpe se você nem sabia que ele existia kkkkk mas é que se ele estiver em viagem pode ser que eu considere procurar ele em algum momento, por isso estou perguntando. Talvez seja mais simples assumir que ele ficou cuidando do castelo.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 888
    Reputação : 17

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Pallando em Dom Fev 28, 2016 12:28 am

    Decidido por não arriscar-se na cidade, Randall seguiu caminho para montar seu acampamento. Caminhou por entre toda a confusão de cabanas de dormir sendo montadas no gramado e não demorou para que encontra-se um bom lugar para montar sua própria, longe do centro e próxima ao conjunto que se encontrava perto do lago. Também não teve dificuldades para encontrar o que comer, pois havia um velho homem gordo servindo comida a uma fila de soldados.

    Entre risadas e o som das fogueiras, o acampamento da companhia de Lorde Hoartfrost se formava rapidamente. As guardas e vigias seriam distribuídas e revesadas entre os vassalos combatentes, e embora Randall pude-se colaborar em tal quesito, estava livre da obrigação pois viera somente como um "extra", a pedido de Lyla. Só ficaria de vigia durante a noite caso se prontifica-se por livre vontade.

    Após aprontar o que era preciso, Randall seguiu pelo acampamento em busca de informação a respeito da conversa de antes entre os nobres. Seria difícil encontrar alguém ali que soubesse algo, mas ao menos não teve problemas em encontrar Gart.
    O mudo estava em uma cabana à algumas dezenas de metros de onde Randall acamparia, não era distante. Ele já havia montado sua cabana e estava sentado na frente dela mastigando um pedaço de pão, olhando fixamente na direção da cidade com uma expressão séria, totalmente imerso em seus pensamentos.

    Algumas tendas para o lado, ao redor de uma fogueira, alguns homens conversavam berrando sobre os noivos. Eram cinco, somente dois deles eram servos da casa Hoarfrost e o restante provavelmente estava de passagem ou haviam sido mandados para ajudar na guarda. Um deles em especial, de cabelo castanho e amarrado, usava uma fina capa negra, indicando ter algum renome.

    As chances de que algum daqueles homens tivesse ouvido algo especifico sobre Randall era baixa, mas o caçador cumprimentaria qualquer um que talvez tenha ouvido e sem pestanejar aproximou-se do grupo falando de maneira educada.
    E ao contrário da atitude hostil que muitos teriam para com Randall, o grupo de cinco homens o recebeu bem. Levantaram os copos em cumprimento e abriram espaço para que ele se sentasse à fogueira.

    - Vejam esse rapaz!!- Gritou um deles com um sorriso no rosto. Era um dos dois soldados Hoartfrost e aparentava estar bêbado.- É o jovem louco que matou a babá do...do...merdinha que encontramos no bosque...

    - Meryn Icefynn é o nome, seu bêbado.- Corrigiu o outro soldado Hoartfrost e ambos gargalharam depois. O soldado de capa negra sorriu com seus dentes podres e prosseguiu uma conversa isolada sobre as mulheres da cidade ao lado.

    Os dois soldados Hoartfrost riam juntos, um divertindo-se com as asneiras que o outro dizia, enquanto o de capa negra tagarelava com outro. O último dos cinco deu mais atenção a Randall e ofereceu-lhe um copo cheio. Era um homem na meia-idade de pele escura com cabelos negros até os ombros e um cavanhaque bagunçado, um típico vagabundo.

    - Não queria estar na sua pele.- Disse rindo, sem a intenção de zombar, enquanto entregava o copo.- Se você afrontou mesmo quem dizem, essa criança não descansará até vê-lo punido.

    OFF:
    Sei dele s kkkkk
    Ele não veio com a comitiva xD

    Mas então, prefere q eu use cores diferentes para cada fala de personagem ou todas as falas em branco ta bom?  scratch
    Colleen
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 438
    Reputação : 0

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Colleen em Dom Fev 28, 2016 11:40 pm

    Deixo Gart com seus pensamentos e sigo caminhando entre o acampamento. Normalmente eu procuraria o encarregado e me voluntariaria para fazer guarda, mas havia muito o que pensar sobre aquele dia, então agradeci a sorte de ter a noite toda para mim.

    Fico satisfeito com a recepção calorosa do grupo e solto uma gargalhada tímida quando se referem a Meryn como "merdinha". Trato de beber e comer enquanto converso. "Confio no discernimento dos nobres", digo sem muita certeza. "Especialmente em lorde Willam... e o garoto também não contradisse o que eu falei...", olho para os rostos ao redor, procurando adivinhar o que eles pensam do que eu disse.

    "Infelizmente não consegui ouvir nada da conversa entre os lordes depois que o fedelho voltou para seu pai. Mas tenho esperanças de que o pai dele também tenha noção de como ele é e de que isso pese à meu favor."

    Caso ninguém tenha nenhuma informação para compartilhar sobre a minha situação, vou deixar que falem um pouco de seus próprios assuntos e então me afastar pensando sobre minha experiência com o corvo.

    "Se ao menos eu pudesse ser um corvo agora, poderia voar para a cidade e ver o que Lyla está fazendo", penso olhando para as árvores no escuro, enquanto me sento na relva. "Se ao menos eu conseguisse entender o que houve..."

    Um pouco deprimido, tento ouvir algum pio de coruja, ou avistar algum voo de morcego. "Talvez se eu conseguir me concentrar bastante..."


    off:
    Tudo bem colocar todas as falas em branco mesmo. Não sei se ficou claro o que estou tentando fazer, mas Randall está tentando entender a experiência como warg e tentando repetir o feito. Smile Claro, não vou ficar surpresa se ele não conseguir hehheeh
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 888
    Reputação : 17

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Pallando em Sab Mar 05, 2016 11:13 pm

    Poucos deram atenção ao que Randall disse a respeito da confiança nos nobres, mas os que ouviram, o homem de cavanhaque e o que usava capa negra, pareceram ficar mais sérios. Era difícil adivinhar o que pensavam, mas com certeza era possível deduzir que agora ficariam mais atentos para não falar mal da nobreza com o caçador por perto.

    A conversa seguiu e novamente o homem com cavanhaque mostrou-se amigável, distribuindo a carne da fogueira com todos, inclusive Randall, mas não voltou a pronunciar-se. Somente o homem de capa negra deu atenção ao comentário do caçador.

    - Eu não contaria com isso.- Disse rindo em tom zombeteiro, como se estivesse falando com uma criança que pretendia assustar com rumores.- Pense bem garoto. A história sobre dois vagabundos que mataram um cavaleiro e feriram o caçula dos Icefynn já se espalhou e virou motivo de zombaria entre os soldados....mesmo que o fedelho seja um nojento mimado, duvido muito que Varny Icefynn deixe isso de lado.- Parou com o olhar fixo em Randall, rindo do rapaz.

    Os outros ao redor da fogueira que ouviram a zombaria nada disseram, pois todos sabiam que, embora a intenção fosse implantar o medo em Randall, as palavras do homem de capa negra carregavam algum sentido. A morte de um cavaleiro e um garoto nobre ferido dificilmente seriam esquecidos.

    Caso realmente escolha encerrar a conversa e se afastar:

    Randall, ao notar que nenhum dos homens ali tinha as informações que queria, afastou-se pouco a pouco e deixou-os para trás. Seguiu caminhando em meio ao barulhento acampamento, pensativo sobre a estranha experiência que tivera mais cedo.

    Sentou-se na relva e olhou em direção as árvores em meio ao escuro. Deprimido, provavelmente por várias razões, o caçador tentava avistar ou ouvir algum animal, focado em tentar repetir o feito.
    Não pôde ouvir nada pois o acampamento ainda estava agitado, mas com dificuldade conseguiu avistar o que parecia ser uma ave levantando voo. Porém, para sua frustração, não obteve resultado algum. Não sentiu-se diferente e nada aconteceu.

    Em breve a agitação deveria parar e os únicos acordados seriam os vigias. Todos ali teriam uma longa semana.
    Colleen
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 438
    Reputação : 0

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Colleen em Dom Mar 06, 2016 11:21 pm

    off:
    Vou me afastar sim. Detalhes na ação.

    Me sinto desconfortável com a conversa, apesar do tratamento amigável. Trato social é justamente meu ponto fraco e minha sensação de desalento só piora com as palavras pessimistas do homem com cavanhaque.

    Por algum tempo tento me distrair desses pensamentos, sentado sobre a relva tentando repetir o feito de sair do corpo, como fiz mais cedo, mas não obtenho sucesso, e meus pensamentos naturalmente vão voltando ao meu problema mais urgente.

    "Não posso ficar contando com a boa justiça dos nobres para me salvar", penso, finalmente aceitando a realidade. "Talvez eu devesse me voluntariar para algum trabalho... oferecer alguma coisa... se eu pudesse conquistar a simpatia de Meryn, então ele não iria me querer morto..."

    Mas não me ocorre nenhuma solução mágica para agradar aos que eu ofendi, e assim me levanto e caminho cabisbaixo até minha barraca, afim de tentar dormir. Prevejo que será uma longa noite, tantos são os pensamentos em minha cabeça...
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 888
    Reputação : 17

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Pallando em Seg Mar 14, 2016 12:53 pm

    Com a mente mergulhada em pensamentos a respeito dos últimos acontecimentos, o caçador deita-se em sua barraca para dormir. Entre o casamento, o problema consideravelmente sério com os Icefynn e o acontecido com o corvo, seria realmente difícil manter o foco em apenas um por vez, visto ainda que aquele era apenas o começo de sua estadia por ali.

    Durante a longa noite, em seus sonhos, Randall vislumbro-se frente a frente com Oarys na floresta mais uma vez e, quase que como em uma imagem parada, nada acontecia. Meryn Icefynn estava logo atrás como acontecera, mas tinha a mesma expressão de desprezo com que encarara Randall anteriormente. Os sonhos eram vagos, mas Lyla e Gart também apareciam.
    Muitas vezes acordou no meio da noite ou sonhou ter acordado, nada foi muito claro e a única coisa da qual provavelmente lembraria-se com clareza é do momento em que sonhou "ser" um corvo novamente, tendo exatamente a mesma sensação que tivera na ocasião.

    Seus devaneios noturnos só foram interrompidos pela manhã. O caçador despertou com um feixe de luz crescente em seus olhos e pôde ver que alguém abria sua barraca de vagar. Embora o brilho do sol, que mal havia nascido ainda, ofuscasse sua visão inicialmente, Randall notou que tratava-se de uma mulher, acompanhada por um grupo de pessoas do lado de fora.

    Quando ela abaixou-se, o caçador poderia tê-la confundido com Lyla pelo vestido limpo e os cabelos dourados, mas assim que esta olhou para dentro da barraca, Randall viu que se tratava de outra pessoa.

    - É ele.- Disse a bela mulher de meia idade. Seus olhos castanhos encaravam Randall com ar de superioridade e indiferença.

    Alguém moveu-se do lado de fora e abaixou-se para olhar dentro da barraca também, enquanto a mulher levantou-se batendo no vestido. Era um soldado de armadura fortificada com bordas e semblantes de um aço forte, e Randall reconheceu-o como o homem gordo e calvo de barba ruiva que havia guiado os soldados até o acampamento na noite anterior.

    - Então você é o Randall, hm?- Perguntou desinteressado, pausando para engolir um pequeno petisco de carne.- Sua presença é exigida nos salões do Forte Volkark. Se apresse e siga-nos.
    Colleen
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 438
    Reputação : 0

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Colleen em Dom Mar 20, 2016 9:52 pm

    Pisco confuso após ser arrancado de meus sonhos pelo feixe de luz e apenas por muito pouco não digo 'Lyla?' para a mulher que está a minha frente. Então vejo que não é nada disso e que provavelmente estou sendo levado para ser julgado.

    Coço os olhos, me preparo para sair e reúno rapidamente meus equipamentos antes de seguir a mulher e o soldado.

    "Sim, sou Randall", digo a ele sem qualquer animação. "Pelo menos por enquanto..."

    Conforme entramos em Volkark começo a fazer uma prece silenciosa para os Velhos Deuses. "Ficarei em divida com vocês se me salvarem..."
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 888
    Reputação : 17

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Pallando em Sab Mar 26, 2016 5:26 pm

    No caminho até o Forte Volkark, vários olhares tinham Randall e os guardas que o levavam como foco. O sol ainda despertava timidamente enquanto alguns soldados, já acordados àquela hora, preparavam alimento para os demais e organizavam-se para realizar outras tarefas, mas todos paravam nem que por um momento só para ver o grupo passar.
    Sabiam oque estava acontecendo. A mulher que andava a frente com certeza era de sangue nobre, enquanto as vestes dos guardas, com exceção do gordo calvo, indicavam que eram soldados Icefynn, logo era fácil presumir que o garoto que levavam era o caçador que matara Oarys, Randall. Não demorou para que os cochichos começassem e com certeza também não demoraria para que a história se espalhasse.

    Entre todos os olhares, Randall pôde reconhecer um em especial. Gart estava de pé no tronco onde estava sentado anteriormente, observando tudo com os olhos esbugalhados e a boca aberta, mas nada fez além disso.

    Assim que incomodou-se com os diversos olhares e conversas, a mulher repreendeu os guardas e os fez apressar o passo. Um deles socou de leve a cabeça de Randall para que o caçador andasse mais rápido, isso fez com que o gordo rir e engasgar com seu novo pedaço de frango.

    Quando o caminho parecia não terminar mais, um som de pássaro, um corvo, chamou a atenção de Randall ao passar voando. Foi então que o caçador deparou-se com o enorme portão já aberto para que entrassem e avistou dois rostos familiares, provavelmente os dois últimos rostos que gostaria de ver naquele momento.

    - Então esse é o assassino de Oarys.- Disse Varny Icefynn com tranquilidade, analisando o caçador dos pés à cabeça.- Não consigo imagina-lo derrotando um cavaleiro.

    Meryn Icefynn estava logo ao lado, mas para surpresa de Randall ele nada disse. Poderia ser só impressão, mas Meryn não parecia estar feliz e não tinha a raiva no olhar de antes. A mulher que escoltara Randall deu alguns passos a frente e curvou-se.

    - Posso garantir-lhe que é ele, meu senhor.

    - Hu...pois bem.- Varny deu alguns passos a frente, ignorando a mulher e aproximando-se de Randall.- Em respeito aos Hoartfrost vou ser direto com você rapaz. Sabe que será punido severamente pelo que fez, não sabe?
    Colleen
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 438
    Reputação : 0

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Colleen em Ter Mar 29, 2016 11:01 pm

    Na medida em que os olhares se voltam para mim, sou acometido por um forte mal pressentimento, que só se acentua na medida em que começam a sussurrar e o forte de aproxima. Minha teimosia ingenua em acreditar na justiça começa a dar lugar a uma resignação amarga que não tento esconder.

    Quando vejo Gart, o cumprimento de forma solene com um aceno de cabeça, julgando que talvez essa seja a última vez em que verei o homem. E Lyla... talvez eu nunca mais a veja também. A injustiça disso tudo me dá vontade de chorar. Decido que vou fazer o que puder para continuar vivo.

    O corvo dentro do forte me faz lembrar por um momento do que aconteceu ontem, mas logo estou na presença dos Icefynn e esses pensamentos desaparecem.

    Respiro profundamente quando Varny fala comigo e então respondo desanimado.

    "Senhor, tudo o que fiz foi me defender de um homem que me atacou por trás e tentar proteger esse jovem, que acabou sendo ferido por esse homem", eu indico Meryn com os olhos ao falar 'jovem'.

    "Até ser acordado essa manhã eu ainda tinha esperança de que a história toda fosse esclarecida durante a noite e que, sendo considerado inocente, eu não sofreria nenhuma punição. De fato, o próprio Meryn é testemunha de que tentei protegê-lo e me ofereci para ajudá-lo, mas parece que eu me enganei quanto aos planos dos deuses para mim e quanto à justiça dos nobres... de qualquer modo, sou Randall. Não sou assassino, mas matei um cavaleiro. Se você diz que devo ser punido por isso, então deve ter razão, pois o senhor é um lorde e eu sou apenas um servo. Gostaria, no entanto que houvesse outro jeito."

    Eu falo com uma confiança e firmeza que são incomuns para mim, alto o bastante para todos em volta escutarem, pois talvez sejam meus últimos minutos de vida. Quando termino, olho ao redor, procurando algum rosto conhecido.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 888
    Reputação : 17

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Pallando em Qua Abr 06, 2016 8:50 pm

    Ao fim de sua resposta, Randall pôde sentir todos os olhos ali presentes focados em si. Quando olhou ao redor, nada encontrou além dos Icefynn, a mulher, o gordo ruivo e dois soldados, quase todos repletos de expectativa no olhar, talvez até espantados com toda a confiança expressa na voz de Randall ao falar. Houve um breve período de silencio então, tempo esse que poderia ser usado pelo caçador para que se acalmasse ou se desesperasse ainda mais com a expectativa.

    Só alguns segundos após o silêncio tornar-se estranho que Varny Icefynn respondeu, e respondeu inicialmente com uma risada fraca e sincera, sem caçoar de Randall. Afinal o Lorde Icefynn tinha algum respeito até para com lacaios.

    - Realmente tu não és só um simples lacaio. Um lacaio teria gaguejado, chorado ou curvado-se até a testa tocar o chão. Um lacaio teria pedido perdão mais vezes do que eu conseguiria contar, isso se não ousasse pedir diretamente ao meu filho. Mas você...- Pausou, sinalizando à Randall para que o olhasse nos olhos.- Você fala como alguém experiente em explicar-se às autoridades, sem hesitação mas com respeito, apesar de tão jovem. Então não, você não é mesmo um simples lacaio..

    Varny Icefynn se virou de costas e pôs-se a andar, empurrando levemente seu filho para que o seguisse. Só virou o rosto para trás e sinalizou para que os guardas carregassem Randall depois de ter afastado-se um pouco, após ter criado mais expectativa.

    - Porém, ainda assim não ouvi um pedido de desculpas. Coloquem-no atrás das grades.- Disse da mesma forma que o caçador, confiante e firme, sem olha-lo diretamente.- Escapastes hoje da punição de um lacaio, visto que não és um. Veremos se realmente há esse "outro jeito" para você. Enquanto isso aproveite sua estadia na prisão do Forte.

    Os soldados aproximaram rapidamente e seguraram Randall pelos braços, puxando-o com força e pressa em direção ao leste do Forte Volkark. A mulher nobre encarou o caçador brevemente e depois seguiu seu caminho, logo atrás dos Icefynn, enquanto o soldado gordo e ruivo permaneceu onde estava.

    - Vou torcer por você fedelho!- Disse durante a gargalhada engasgada em comida que soltou, claramente zombando.

    E a partir daquele momento nada do que Randall fizesse o teria salvo da cela, onde foi jogado assim que desceram escadas e contornaram curvas até chegarem na prisão. Os soldados trancaram-no ali e rumaram para fora do local.
    Agora, naquele corredor pouco iluminado pelas fracas tochas, Randall encontrava-se na cela sem janelas com cheiro podre, sem sinal de vida além dos outros dois prisioneiros em outras celas. O som dos passos dos soldados logo desapareceu também, restando somente o silêncio e vez ou outra o ruído de ratos. Sem qualquer informação sobre comida, horários, visitas, nada. Fora simplesmente deixado ali.

    Na cela a frente, uma mulher de cabelos bagunçados, olhos esbugalhados, pele suja e vestes maltratadas o encarava como uma louca. Pareceu estar prestes a dizer algo, mas desistiu e voltou para a escuridão do fundo da cela. Duas celas ao lado, um rapaz coberto com panos pretos e um curativo no olho direito permanecia quieto, aparentemente infeliz demais para tentar fazer novas amizades na prisão.

    Sem saber se Lorde Hoartfrost ou Lady Lyla tinham ciência do que estava acontecendo, ou se Varny Icefynn realmente o julgaria honestamente ao invés de deixa-lo apodrecer naquela cela, Randall lutaria contra aquele pânico por tempo indefinido.
    Colleen
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 438
    Reputação : 0

    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Colleen em Ter Abr 12, 2016 12:20 pm

    Estranho a ausência dos meus soberanos na reunião, mas tento não demonstrar. Meus instintos dizem que essa ausência talvez possa se converter a meu favor mais tarde, pois dificilmente lord Willam concordaria em não participar.

    Escuto às palavras de Icefynn, e, apesar de as perspectivas não serem boas, sinto um certo orgulho ao perceber que o homem reconhece minha fibra e meu valor afinal de contas.

    Não resisto quando os guardas vem me levar, mas puxo meus braços para me libertar deles enquanto digo "Sei caminhar sozinho."

    Ignoro as provocações dos guardas. Não sou um lacaio, e isso me coloca acima deles, que agora estão se vangloriando porque estão com inveja. Deixo que pensem que estou confiante.

    Somente quando me deixam na cela e vão embora é que me permito sentir o desespero. Examino as grades, numa busca inútil por alguma fragilidade. Tenho vontade de gritar por lord Willam, Lyla, e até mesmo meus pais. Os companheiros de masmorra não parecem muito interessados em conversar e nunca fui o maior especialista em puxar assunto.

    Após alguns minutos de pânico sem objetivo, eu finalmente me sento no centro da cela e começo a respirar profundamente, afim de acostumar o meu olfato ao cheiro de podre mais rapidamente.

    Gart e muitos dos homens dos Hoarfrost me viram sendo levado. Cedo ou tarde darão conta de que eu devo estar aqui, e se tudo tiver mesmo sido armado pelas costas do meu lord, isso tem grandes chances de se reverter ao meu favor.

    Além disso, o próprio Icefynn parece ter algo preparado para mim; ou pelo menos foi o que eu entendi da sua fala.

    Com o tempo me aproximo da grade e tento fazer contato com os outros prisioneiros.

    "Ei, psss!... Quem são vocês dois? Há mais gente aqui?"
    Conteúdo patrocinado


    Re: Randall - Colleen

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Out 22, 2017 11:50 am