Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Compartilhe
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Aythusa em Sex Maio 27, 2016 3:34 am

    Agnis estava livre de toda aquela confusão que criara.
    Todas as suas intenções eram boas, mas a bondade não parecera ser o bastante para impedir as  mortes e toda aquela bagunça que ela criara. Não apenas ela, mas aquele escravo com mão de osso também. Ela fora ingênua, mas ele fora cruel...
    Por um instante ela pensou o quão fácil tudo parecera acontecer para ele... Ele incitara e provocara aquelas mortes, indiretamente era culpado, e como os deuses o castigaram por isso?
    Não castigaram, foram os outros que sofreram pelas coisas que ele incentivara. Ele conseguiu fugir, ele e a menina que ela não sabia se havia ou não ajudado o mão de osso a escapar armando tudo aquilo.

    Mas isso era passado agora. Se recuperara do efeito de sua magia, o guarda da cidade que tanto a ajudara e lhe fora bondoso, havia saído para cuidar de suas tarefas e ela estava livre de suas tarefas pelo resto daquele odioso dia na cidade.

    O Clérigo chefe da catedral lhe era muito querido, quase como um pai desde que ela chegara a cidade um pouco mais de um mês atrás. Ela sabia que responderia pelos atos ingênuos dela, mas o clérigo sabia da bondade por detrás de todos os acontecimentos e, por isso, não a repreendeu.

    Antes de sair da Catedral, Agnis agradeceu às clérigas que cuidara dela, saíra para tomar um pequeno banho, como se quisesse limpar-se do sangue que fora derramado no armazém – que eventualmente deverá ser limpo – , pegou um maço de pergaminhos amarrados à um couro duro ao qual chamava de livro (era esse o estado da maior parte dos livros na catedral. Eram ótimos, na verdade, um dos melhores exemplares. Claro que haviam outras devotas que cuidavam da restauração dos livros, mas esse que ela lia, sobre a história da magia, era um dos mais antigos) e saiu para caminhar pela praça da cidade.

    Parou debaixo de um pé de laranja, ainda com flores, e começou a ler o livro quando viu, de longe, três garotos em um beco brigando.
    Um deles era gordo, com os olhos pequenos e bem nervoso, outro era magro, com os dentes amarelos e o cabelo preto caindo-lhe pelo rosto e o terceiro era o menor. Provavelmente uns dois anos mais novo que aqueles dois e ele segurava muito forte contra o peito o que parecia ser um brinquedo de madeira, um daqueles que amarravam uma corda e a criança puxava-o enquanto brincava e imaginava um mundo de fantasia.

    Imediatamente Agnis sabia que a criança estava para ser surrada para que os dois meninos mais velhos lhe roubassem o brinquedo.
    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 549
    Reputação : 65
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Larissa Aprill em Sab Maio 28, 2016 11:54 am

    Agnis estava em baixo da arvore, o aroma das flores de laranjeiras era totalmente inebriante. Sente cada célula do seu ser relaxar após a manhã conturbada no armazém. Bastava fechar os olhos por um minuto e o mundo seria um lugar perfeito novamente. Mas enquanto apreciava seu minuto de descanso, ela escuta alguns gritos vindo de um beco. Observou de longe se tratar de 3 garotos e que havia dois valentões querendo roubar o brinquedo do menor.

    Ela se levantou com um suspiro e caminhou em direção aos garotos, desta vez não iria pensar em usar nenhuma magica, afinal ela ainda lembrava o fim terrível que aquilo causou. Mas usando uma voz autoritária e firme, se dirige ao garoto mais gordo.

    - Deixem ele em paz ou irei chamar os guardas que estão logo ali na praça.

    A jovem cruza o braço sobre o peito, para dar a entender que não estava gostando nada daquela situação. Se os garotos não dessem ouvido a ela, Agnis ficaria entre os dois valentões e a criança menor e gritaria por socorro o mais alto que conseguisse.
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Aythusa em Sex Jun 10, 2016 12:21 am

    O menino mais gordo pegou um pedaço de madeira que tinha no chão e estava preparado para bater no pequeno enquanto o outro o segurava, quando ouviu a mulher chegando e falando com eles.
     
    Apesar do tom autoritário, o menino parecia confiante com o seu pedaço de madeiro com prego enferrujado na ponta. Ela cruzou os braços impondo ainda mais sua presença adulta no meio daquele tumulto e, ao fazê-lo o menino mais magro (cúmplice do gordinho), parou de segurar o mais novo.
     
    O menino mostrou um total desrespeito à Agnis, cuspindo em sua direção.
     
    - Você é só uma MULHER! Vá alimentar algum porco...
     
    Disse, virando-se para onde estava o garoto com o brinquedo.
     
    Como o mais jovem estava solto e o gordo com o pedaço de madeiro distraído com Agnis, o baixinho apertou seu brinquedo e correu mais rápido que jamais correra antes na vida.
    O capanga do gordinho tentou seguí-lo, mas Agnis se colocou em sua frente, impedindo.
     
    - OLHE O QUE VOCÊ FEZ! PERDI O BRINQUEDO!!!
     

    Disse o gordo para Agnis ficando vermelho de raiva.
    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 549
    Reputação : 65
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Larissa Aprill em Ter Jun 21, 2016 7:30 pm

    Agnis fica surpresa pelo gordinho não se sentir ameaçado por ela, apesar de ser uma mulher e trabalhar na igreja, ela era uma pessoa adulta e isso deveria impor respeito aos mais novos. Mas pelo menos com sua intromissão, o menininho conseguiu fugir para longe dos valentões.

    Quando o menino pegou o pedaço de pau e gritou com ela, a jovem ficou preparada para reagir, ele podia ser uma criança, mas se alguém fosse ferido com aquele pedaço de pau e prego, as coisas poderiam ficar mais complicadas do que ela gostaria.

    -Escuta, você já é bem grandinho para ficar correndo atrás de brinquedos, ou melhor dizendo, querer tomar o brinquedo dos outros. E largue esse pedaço de pau agora ou irei chamar os guardas.
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Aythusa em Qui Jul 07, 2016 2:41 am

    Agnis tentou controlar a insolência do menino, porém ele pareceu realmente ofendido com a sua intromissão em seus “assuntos”.
    Ignorando o aviso, o menino investiu com o pedaço de madeira cheio de pregos na direção da Agnis eque, imediatamente, gritou o mais alto que pôde.
    Ela não estava realmente apavorada, apenas queria chamar a atenção de algum guarda que estivesse próximo.

    E conseguiu.

    Seu grito ecoou pelo beco em que estavam e um guarda que passava por ali perto conseguiu ouví-la gritando e adentrou o lugar correndo seguindo o barulho do grito de Agnis.

    O menino acertou nas pernas dela com o pedaço de madeira com pregos, fazendo-a sangrar um pouco com um ferimento leve, mas dolorido.
    Agnis conseguiu segurar o menino para retirar-lhe a arma das mãos e, não demorado muito, o guarda chegou.

    Antes que algo pudesse ser feito ou explicado ao guarda, o menino deu um chute na direção de Agnis, fazendo-a recuar para defender-se e soltando a mão do menino já desarmado. Ele saiu correndo pelo beco sentido a praça da cidade.

    Foi então que Agnis reconheceu o guarda que a ouvira gritar: Era o mesmo guarda que a ajudou na catedral.
    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 549
    Reputação : 65
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Larissa Aprill em Sab Jul 16, 2016 12:11 pm

    Agnis não se sentiu ameaçada pelo garota, mas se surpreendeu quando ele investiu contra ela, e seu primeiro instinto foi gritar ao mesmo tempo que sentiu os pregos arranhando sua perna e uma dor incomoda latejava na panturrilha.

    Ela conseguiu segurar o pulso do garoto para imobiliza-lo, mas quando escutou passos em direção do beco, o garoto tentou chuta-la. A jovem clériga pulou para trás para esquivar do golpe, enquanto o menino corria para longe. Ela olha para a perna que ainda estava latejando e sangrando um pouco.

    Quando ela ergue a cabeça, vê o mesmo guarda que já a tinha ajudado outras vezes, sorrindo levemente ela não pode deixar de comentar.

    - Você sempre aparece para me ajudar. Obrigada
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Aythusa em Sab Jul 23, 2016 9:33 pm

    Brandum Lyscan se ofereceu para ajudar Agnis a andar, pois com a perna machucada pela precisaria de apoio para caminhar até um lugar para cuidar de seus mais novos ferimentos.

    - Espero estar sempre próximo para lhe ajudar, senhorita. É muito dada a confusão...

    Disse com um sorriso tímido. Seu flerte foi sutil, mas foi o suficiente para acalentar o coração da jovem Agnis.

    Sir Lyscan achou melhor não levar Agnis até a catedral novamente. Ela havia acabado de ser cuidada pelas enfermeiras de lá, após uma situação intensa para a jovem e preferiu poupá-la com o Leilão quase acontecendo. Sendo assim, ele a leva até um pequeno templo, um pouco mais afastado do aglomerado das pessoas, mas perto o suficiente para ouvir a apresentação da Trupe que estacionou na cidade.

    O templo era de Philares, o Deus da Justiça. E assim que chegaram lá, com Agnis apoiada no braço de Brandum mancando sobre a pequena escadaria que levava á entrada da igreja, Anastásia, uma das clérigas do templo, a avista chegando.
    Ela pôde ver bem o ferimento na perna de Agnis graças ao tecido rasgado de sua perna manchado com um pouco (não muito, nada apavorante) de sangue.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6852
    Reputação : 63

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Edu em Ter Jul 26, 2016 10:46 pm

    Quinto mês seguido de corte no orçamento do templo, a situação agora tinha ficado tão ruim que nem mais condições de manter uma criada tinha. Alguma coisa de errado estava ocorrendo na sede da Igreja de Philares. Tudo bem, a pessoas não estavam tão interessadas na justiça assim, mas vamos falar a verdade nunca tiveram interesse mesmo. O tempo que esteve ali trabalhando, nunca houve uma procura muito grande. Vinham sempre alguns magistrados jovens com duvidas legais, e alguns nobres querendo embasamento da lei para alguma coisa, fora isso ninguém mais vinha.

    Aquele dia parecia curioso, logo no momento em que estava no meio de uma faxina no templo e seus aposentos vinha chegando alguém procurando a sua ajuda. Estava parada na porta do templo apoiada no esfregão tomando um folego quando viu homem ajudando uma mulher chegar até ali. No interior da igreja, os bancos estavam amontoados num canto para que ela pudesse esfregar. A porta para o seus aposentos estava aberta e poderia revelar para quem fosse um observador nato, as suas armas. Visão que ela não queria que tivessem, por isso mesmo ela foi até lá dentro de encostou a porta dos seus aposentos. Voltou para a entrada rapidamente, esperava que eles não reparassem nas suas roupas pois parecia tudo menos uma sacerdotisa.
    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 549
    Reputação : 65
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Larissa Aprill em Qua Jul 27, 2016 11:38 pm

    Agnis sorriu para Brandum, ele sempre era tão gentil e prestativo. Ainda a amparou enquanto ela caminhava ao seu lado, agora sua perna nem incomodava mais.

    - Espero que possamos nos ver sem confusão alguma. Talvez tomar um sorvete e nos conhecermos melhor

    A gnis cora levemente ao dizer isso, não queria ser indelicada, talvez ele já tivesse uma namorada. Então ela percebeu que estavam em frente à um templo, a jovem vê uma moça no meio de uma faxina, ela ri ao ver os bancos empilhados num canto, mas ela pelo menos não presta atenção no quarto. Em compensação sorri e acena.

    - Oi, será que posso me sentar aqui por um momento.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6852
    Reputação : 63

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Edu em Sex Jul 29, 2016 7:48 pm

    - Pode, pode, claro. Eu que tenho que pedir de desculpas pela bagunça. Estava no meio de uma faxina aqui, deixa eu puxar o banco aqui - Disse ela deixando o esfregão apoiado na parede e indo até os bancos encostados na parede e puxando um - Aqui sente-se. Vocês não vieram aqui por causa de uns panfletos mentirosos que tem circulado por ai não né? Porquê são tudo mentira.

    Anastácia olha pros dois com um certo tom de preocupação, a clériga pega um banco para si mesma e pro guarda também. Senta e começa a falar novamente:

    - Bem, não sei se vocês estão aqui pelos panfletos mentirosos ou outra coisa, mas é melhor escutarem essa historia da minha boca que essas mentiras espalhadas ai. Foi a alguns anos atrás quando eu tinha sido recém ordenada. Estava como esse fogo de justiça no peito e ai sai pelo mundo fazendo justiça, ajudando as pessoas. Um belo dia peguei um navio e fui parar nesse reino chamado Anglarond, ele fica a noroeste daqui seguindo pelo mar interno. Eles vivem essa guerra com uma magocracia que existe do outro lado da muralha e a situação estava muito feia lá, realmente feia. Eu era praticamente uma adolescente ainda, sendo bastante tola, achei que poderia fazer justiça num front de guerra. Participei de algumas batalhas lutando a favor de Anglarond até um dia que uma mãe veio me procurar. Rumores tinham sido espalhados que uma sacerdotisa de Philares estava lutando ao lado dos Anglas contra os magos e mãe desesperadas vão até o fim do mundo para ajudar os seus filhos. Ela queria que eu ajudasse a filha dela que estava morrendo, porém eu não tinha compreendido nem metade dos ensinamentos sobre magia. Avisei que talvez não pudesse ajudar porquê não dominava magia, mas ela foi insistente. Tudo bem, eu fui até a filha dele pra tentar cura-la, mas na minha inexperiência junto com o nervosismo da situação, fez o laço empático necessário para que o milagre ocorresse virar ao contrario e eu ao invés de cura-la acabei a matando. Fui presa por isso e tomei oitenta chibatas, ia ser executada mas um dos juízes de lá tiveram pena de mim. Me colocaram em um porão de um navio e me proibiram de pisar novamente no reino sob pena de morte. Resumo da historia nunca mais mexi com magia e entendi que não existe justiça na guerra, só morte e sofrimento.
    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 549
    Reputação : 65
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Larissa Aprill em Sex Jul 29, 2016 11:35 pm

    Agnis fica agradecida por poder sentar por um momento, podia enfim descansar sua perna. Ela olha a moça simpática acomodar a todos num banquinho, engraçado como a jovem nunca tinha entrado naquele templo, era um local limpo e agradável. No entanto a jovem começa a falar sobre seu passado e a se justificar para ambos, sendo que ela nem sabia de que panfleto era aquele.

    Assim que ela termina seu relato, Agnis olha discretamente para Brandum, não sabia qual seria a reação dele como guarda da cidade, mas acreditava no bom senso do rapaz.

    - Creio que deve ter sido um momento bem difícil para você. E sei bem que as vezes cometemos falhas, mesmo com as melhores das intenções. Nunca te julgaria por isso...não que eu esteja aqui para te julgar...não foi isso que quis dizer hehehe

    Agnis sorri alegremente, afinal não queria que houvesse nenhum mal entendido.

    - E agora você vive aqui no templo?
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6852
    Reputação : 63

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Edu em Sab Jul 30, 2016 7:01 pm

    - Eu entendi - dando uma risada despreocupada - Peço desculpa pela historinha repentina, devem tá me achando uma doida, mas é que tem um panfleteiro me tirando a paciência. Bem, continuando é tudo passado agora.

    Ela relaxa a sua postura encostando nas costas do banco e volta a responder a segunda pergunta da garota:

    - Sim, moro aqui sim, mais ou menos desde que cheguei a essa cidade. E vocês o que os trazem aqui? - perguntou Anastácia olhando para os dois.
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Aythusa em Dom Jul 31, 2016 4:15 am

    Sir Brandum estava preocupado com a saúde de Agnis, porém ao avistar a clériga no templo lhe aliviou um pouco.
    Ele acomodou Agnis na cadeira em que lhes fora oferecido, e agradeceu com um sorriso educado e um gesto de cabeça, sem querer se intrometer nos assuntos das mulheres.

    Quando Agnis lhe convidou para tomar algo mais tarde, ele sentiu-se corar e a jovem pôde perceber isso. Ele podia ser um guarda muito elegante e bondoso, mas não estava acostumado que as mulheres lhe fossem tão diretas a respeito de seus desejos.


    - Adoraria, minha cara senhorita. Assim que melhorar e não se meter mais em apuros... se conseguir.


    Brincou com Agnis dando-lhe um leve sorriso.
    Preferiu não sentar-se na cadeira que a jovem lhe ofertou. Em vez disso preferiu ficar de pé próximo a elas, afinal ainda estava em serviço e a qualquer momento um de seus colegas poderia passar por ali e vê-lo "descansando" em serviço.

    Ao ouvir sobre o panfleteiro da história de Anastasia, ele logo se prontificou a ajudá-la:

    - Farei o que estiver ao meu alcance para pegar o panfleteiro responsável pelas calúnias à senhorita. Ninguém deveria desonrar uma devota desta forma.

    disse formalmente, procurando parecer tranquilo. Mas a verdade é que ele não conseguia parar de pensar no trabalho e em tudo o que poderia acontecer tão breve na cidade.


    - Senhorita.... desculpe, não lembro-me de ter-nos dito seu nome. Cara devota, sou Sir Brandum Lyscan e encontrei essa jovem sendo agredida por uma criança que a feriu na perna. Preferi tirá-la da confusão do centro com o Leilão tão próximo de iniciar-se. Peço, por bondade sua e de Philares, que zele por sua saúde enquanto volto ao meu posto como guarda na praça ao centro.



    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6852
    Reputação : 63

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Edu em Dom Jul 31, 2016 10:21 am

    - Me chamo Anastácia Sir Brandum. Eu cuidarei dela, pode ficar tranquilo que nada acontecerá a senhorita. Sinceramente não creio que o agressor vá segui-la até aqui, mesmo se o fizer eu a protegerei sem problema. Por enquanto farei um curativo na perna dela para não infeccionar e nem nada. Tenho um bom dia de trabalho senhor guarda - Diz ela despedindo e indo para dentro do templo.

    Abriu a porta do quarto que estava encostada de foi atrás dos materiais para fazer o curativo. Precisava de álcool, bandagens. Achou os itens numa porta embaixo da escrivaninha. Pegou-os e ia voltar, mas lembrou do homem falar em leilão. Leilão de escravos, né? Conhecendo o seu pai algum capacho dele estaria ali com certeza. Ainda bem que Anastácia era um nome falso e o panfleteiro biruta nunca mencionava seu nome. De qualquer maneira tinha que ficar quieta no seu canto ou iria ser descoberta por seu pai e seria arrastada de volta pra sua casa para permanecer presa ali pelo "presa" ali pelo resto da sua vida.

    Voltou para o salão central do templo levando consigo os materiais para fazer um curativo na perna da moça.

    - Trouxe álcool e bandagens para botar nesse seu machucado ai. Não entendi muito bem, porquê uma criança iria querer feri-la? - terminou ela perguntando enquanto chegava com um monte de coisa nos braços.
    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 549
    Reputação : 65
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Larissa Aprill em Dom Jul 31, 2016 6:47 pm

    Agnis sorri gentilmente, ela escuta o guarda se prontificar a ajudar a jovem noviça. Ele era sempre assim, gentil e atencioso com todos, isso fazia a jovem se sentir protegida, como há tempos não ocorria. Ela sabia que algo o incomodava e quando ele disse que precisava voltar ao seu posto de trabalho, percebeu que isso havia a entristecido. No entanto, ela tentou não demonstrar isso para os dois.

    -Pode ficar tranquilo, tentarei não me envolver em nenhuma confusão, assim poderemos nos ver novamente.

    Ela olha para a jovem e agradece novamente. Logo depois Anastácia retorna com os materiais para fazer o curativo.

    -Não precisava se preocupar, foi apenas um arranhão.

    Dizia enquanto erguia a saia para que a jovem avaliasse o ferimento. Ao ouvir a pergunta, não pode deixar de sorrir.

    -Tentei bancar uma heroína, coisa que não sou hehehe. Havia um menino que estava sendo ameaçado por alguns valentões num beco. Eu tentei ajuda-lo, o pequenino saiu correndo e eu acabei virando o alvo. Por sorte Brandum estava por perto e me socorreu, mas não fui rápida o bastante para desviar do pedaço de madeira que arranhou minha perna.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6852
    Reputação : 63

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Edu em Seg Ago 01, 2016 12:08 am

    - Eu entendi, já aconteceu comigo também. Bancar a heroína as vezes não sai como o esperado, mas acredito que são ossos do oficio - Diz ela enquanto olhava para a perna machucada da jovem - Agora isso pode arder um pouco - joga um pouco de álcool no machucado.

    Depois Anastacia limpa e termina do curativo da perna da moça. Voltando a se levantar e sentando no banco novamente, volta a falar:

    - Eu acho que agora você tá devidamente cuidada. Em pouco tempo estará boa como se não tivesse sofrido nada. Er... por acaso - Muda de assunto Anastácia - Você viu no caminho para cá um rapaz de mais ou menos 1,80 entre 18 a 19 anos com uma túnica azul ? Ele era pra me substituir aqui nesses dias da semana. Eu trabalho como voluntaria numa casa de cura aqui perto 3 dias na semana e ele me cobre aqui, mas não tem aparecido por duas semanas já.
    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 549
    Reputação : 65
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Larissa Aprill em Ter Ago 02, 2016 5:38 pm

    Agnis fica imóvel enquanto Anastacia fazia o curativo, apesar de arder um pouco de início ao passar o liquido, mas logo a perna foi enfaixada e ela nao estava mais sentindo dor.

    - Nao sei se quero ser uma heroína sabe. Penso em viver pacificamente, ter alguém ao meu lado para cuidar e ser amada. É claro que se você vê alguém passando fome ou sofrendo alguma injustiça, você se sente na obrigação de ajudar. Mas no momento sempre que faço isso, acabo machucando alguém... Ou dependendo da ajuda de outras pessoas por nao ser forte o suficiente.

    A jovem suspira e tenta afastar esses pensamentos, bem a tempo, pois Anastacia tbm tinha mudado o rumo da conversa.

    - Nao vi ninguém.com essa aparência. Talvez ele esteja naquele leilão de escravos.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6852
    Reputação : 63

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Edu em Qua Ago 03, 2016 2:32 am

    - As vezes nós temos que ser sábias por nós mesmas e pelos outros também - Diz ela voltando a levantar e indo até a porta e pegando o esfregão que estava apoiado no portal, voltou para perto de Agnis - Hm... estranho, ele não vem aqui a duas semanas. Acho que se meteu em problemas. Ele estava encantado com essa jovem de fora da cidade. Não conseguia se focar no seu aprendizado, ele tinha essa raiva, essa Vaevin eu tentei alivia-lo disso para que a sua mente estivesse livre para os ensinamentos de Philares. Nós sacerdotes do deus justiça sempre temos que nos manter neutros a tudo para que possamos ter o melhor julgamento possível. Parece que ele não entendeu a minha mensagem direito se ele não aparece aqui e ninguém viu ele na cidade. É certo que foi atrás dela. O pior é que estou de mãos atadas, não posso deixar o templo sozinho e ir atrás dele. Caso saia daqui perderei a minha posição na igreja e tudo, mas também não posso deixar o meu aprendiz estragar a vida dele.

    Anastácia estava quase que num beco sem saída. Cruzar os braços para Brandon e deixo-lo estragar a sua vida numa empreitada infundada ou ir atras dele e jogar fora tudo o que tinha construído dentro da igreja de Philares?
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Aythusa em Qua Ago 03, 2016 3:28 am

    Brandum esperou que Agnis estivesse com a perna tratada e assegurou-se que estava bem antes de se despedir educadamente delas. Antes de partir, porém, falou para Agnis com rubor de timidez:

    - Srta, infelizmente preciso voltar ao meu posto, porém devo encerrar meu serviço até o início da noite. Ao lado da Fonte, na praça, terá uma apresentação de uma trupe... poderíamos ver juntos, se desejar. Posso ter o prazer de esperá-la ao anoitecer na fonte?

    Após a resposta dela, saiu seguindo pela rua que se enchia de comerciantes conforme se aproximava do centro.

    ~*~

    Agnis e Anastásia acabaram se dando muito bem, conversando sobre várias coisas e a jovem cleriga pode finalmente desfrutar da oportunidade de ter com quem conversar. Nâo que estivesse sozinha no templo de Philares, sempre haviam outros clerigos e noviços, mas não era apropriado falar de certas coisas com os outros devotos, pois poderiam entender totalmente errado.

    Agnis, por sua vez, tinha amizade com o único que poderia recorrer em nome da autorização para que Anastásia saísse do templo em busca de seu aprendiz: o clerigo regente da catedral da cidade tinha o poder a autorizar qualquer saída de clérigos de outros templos da cidade, obviamente após um conselho com o clerigo superior do templo em questão (no caso, o Templo de Philares).

    Não era incomum isso acontecer. Era sempre preciso mandar devotos para outros lugares em missões para a igreja, impedindo que as tramas e o azar recaía dentre os devotos da mesma fé.

    Claramente, Agnis poderia fazer uma solicitação a favor de Anastásia para o seu clérigo na catedral.


    Sobre o paradeiro do menino, realmente ninguém sabia absolutamente nada. Não haviam notícias desde que Anastásia o vira pela última vez... E isso certamente a inquietava, pois ele era de sua responsabilidade e afeito.

    Enquanto conversavam e Anastasia limpava seu templo, o tempo foi se passando e os outros devotos terminaram suas tarefas e vieram ajudar sua colega. Todos gostaram de Agnis, como era de se esperar perante a sua educação e gentileza, e mandaram trazer à ela pão assado, queijo e algo para beber enquanto conversavam com ela e terminavam as tarefas juntos.
    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 549
    Reputação : 65
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Larissa Aprill em Qua Ago 03, 2016 9:21 am

    Agnis se sentia bem conversando com Anastácia, entao não pensou duas vezes ao querer ajuda-la. Enquanto ela terminava a faxina, a jovem tentou ajuda-la, pelo menos para colocar os bancos no lugar.

    Logo chegaram outros servidores que lhe deram algo para comer e a trataram como uma hospede, sendo assim o tempo passou bem rápido.

    - Acho que terminamos a faxina. Se você quiser, posso conversar com o supervisor da Catedral, tenho certeza que ele vai autorizar sua saída para procurar seu subordinado.

    E quem sabe as duas poderiam ver a trupe mais tarde, entao Agnis poderia encontrar Brandum novamente.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Intervalo - Agnis & Anastásia*

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Nov 18, 2017 2:03 pm