Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Compartilhe
    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7868
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Elminster Aumar em Sab Jul 16, 2016 1:00 pm



    Entrem, entrem todos! Este é o Bar do Fim do Mundo, sejam bem-vindos. Aqui vocês podem cantar e dançar, participar dos nossos jogos, fazer negociatas obscuras ou contratar qualquer tipo de serviço, além de, é claro, experimentar as mais gostosas cervejas encontradas no multiverso. A única coisa que é estritamente proibida aqui são mortes. Entrem e fiquem à vontade!





    Este é um jogo onde todos do fórum podem participar. O Bar do Fim do Mundo, na verdade, é um plano próprio que existe no centro de todos os universos. Qualquer pessoa de qualquer lugar pode vir parar aqui. A ideia são vocês interpretarem um personagem qualquer de vocês entrando no bar e interagindo com outros personagens. São permitidos personagens de todas as campanhas, ou até mesmo um que não esteja nelas. O Bar do Fim do Mundo é enorme, com recintos em diferentes temáticas (futurista, medieval, cyberpunk, etc), além de conter uma área enorme no subsolo. Todos podem vir e ir a qualquer momento, e vocês podem trocar de personagens numa próxima visita que fizerem. Não há muitas regras aqui, pois é apenas um jogo para se divertir e interpretar algum personagem, imaginando ele em situações improváveis. A única regra é: não mate o coleguinha, mas até isso da para abrir exceções! Personagens malignos frequentam este bar em conjunto com os bonzinhos, sendo possível ver demônios e anjos dividindo o balcão, por exemplo.

    Que o jogo comece!
    Eleonor
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1016
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Eleonor em Sab Jul 16, 2016 1:59 pm



    Nós lembramos
    There is no ignorance, there is knowledge.
    Entre uma missão e outra, eu gostava de ter algum tempo livre. O problema era quando esse tempo livre não coincidia com o tempo livre de meu namorado. Mesmo não estando muito feliz com a situação, havia me acostumado com essa ideia e passava parte das minhas horas livres estudando, treinando ou mesmo tentando auxiliar as pessoas nos lugares onde eu estava. Hoje, porém, havia decidido fazer uma atividade diferente. Trajava minhas roupas tradicionais e andava com calma, me dirigindo a um bar que haviam me indicado. Parecia um lugar respeitável e até mesmo tranquilo, o que me dava certa calma ao me dirigi a ele. Não movia-m com pressa, não agia sem calcular o que estava fazendo. O tempo que passara convivendo com Owing havia me ensinado um nível de autocontrole, calma e paciência que ia além do que eu imaginava ser capaz de adquirir.
    Quando adentrei no bar, minha expressão se manteve neutra, comigo andando até o balcão e pedindo a primeira bebida que eu vi. Olhei ao redor, analisando as pessoas que ali estavam e guardando para mim a opinião sobre elas. Podia sentir por alto as emoções delas, pelo sentido de feromônios combinado com minha sensibilidade a Força, e dei um sorriso enquanto pegava a bebida e ia até uma mesa vazia sentar-me com a bebida na mão. Beberiquei um pouco e fiquei quieta, observando os outros.


    Roupas Neutra e Boa Nautolan Scout / Soldier 17 anos
    Train yourself to let go of everything you fear to lose.

    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 551
    Reputação : 72
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Larissa Aprill em Sab Jul 16, 2016 2:24 pm

    Uma jovem entra no bar, mas não sabia ao certo como tinha ido parar ali. Olhando ao redor achou o local aconchegante, havia algumas pessoas espalhadas pelo local, pelo menos era um local movimentado. Então ela caminha até o bar e havia uma infinidade de bebidas, algumas que ela nunca tinha visto na vida.

    - Talvez deva experimentar algo...

    Kana escolhe uma bebida aleatória, mas que tinha uma coloração verde que chamou sua atenção.  Ao ingerir o liquido sentiu sua garganta queimar e começou a tossir intensamente. Parecia que ia morrer sem ar ou pela queimação que iniciava na garganta e terminava no estomago
    Eleonor
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1016
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Eleonor em Sab Jul 16, 2016 2:54 pm



    Nós lembramos
    There is no ignorance, there is knowledge.
    A garota que entrara no lugar parecia uma humana normal para mim, portanto sua chegada não havia me chamado a atenção o suficiente para manter-me atenta a ela ou algo assim. O que me alertou foi, pela minha empatia, percebi que ela estava passando mal em decorrência a alguma coisa e olhei preocupada, me erguendo e caminhando até a garota. Estava um pouco preocupada com a garota, devido a minha própria natureza bondosa que me impelia a verificar se estava tudo bem com ela e se precisava de algo. Já havia visto pessoas fracas para bebida, mas não lembrava de ter percebido aquelas sensações antes, o que havia me impelido a caminhar até ela.
    - Esta tudo bem contigo, senhorita? Tente algo mais fraco, essa bebida é bem... Hm... Forte mesmo para pessoas que já estão acostumadas.
    Falei no idioma Comum da galaxia, por ser uma língua que quase todos, ou mesmo todos, que compreendiam, mesmo que não fossem capazes de falar. Apoiei meu cotovelo esquerdo no balcão, estendi a mão para onde estava meu copo e me concentrei, chamando-o para onde estava. Ele tremulou um pouco no caminho, até chegando a derrubar um pouco da bebida, mas ainda sim chegou inteiro até minha mão e peguei-o, olhando para a jovem novamente.


    Neutra e Boa Nautolan Scout / Soldier 17 anos Aprendiz de Force Warrior

    Obs.: A aparência da personagem é a mesma da foto, tal como as vestimentas dela.
    Obs. 2: Compreenda que o idioma Comum é algum idioma qualquer que sua personagem compreende.
    Train yourself to let go of everything you fear to lose.

    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 551
    Reputação : 72
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Larissa Aprill em Sab Jul 16, 2016 3:20 pm

    Subitamente Kana já sente o efeito da bebida e desaba numa cadeira, se sentindo meio grogue. Então de repente, aparece uma mulher mas havia algo de estranho nela

    - Heeeyyyyy, você tá azulllll

    Tudo estava girando e realmente havia uma mulher azul do seu lado, lhe oferecendo ajuda e um copo aparece levitando até a mão da mulher.

    - Devo estar ficando louca...

    Obs.: Imagem da Kana

    Spoiler:
    Eleonor
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1016
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Eleonor em Sab Jul 16, 2016 3:58 pm



    Nós lembramos
    There is no ignorance, there is knowledge.
    A garota definitivamente não estava bem. Sentei-me em uma cadeira e me concentrei, fechando os olhos e tentando invocar os poderes da Força. Uma energia amarelada envolveu-a, diminuindo os efeitos da bebida nela e depois parei, parecendo cansada. Com a mão tremula, tomei um pouco da minha bebida e respirei fundo. Não estava acostumada a usar poderes com um intervalo tão curto de tempo e ouvia meu mestre e meu namorado me repreendendo quando eu falasse sobre aquilo. As pessoas olhavam para nós com surpresa ou descrença, apesar de haverem algumas que olhavam normalmente para nós. Pelo menos eu era resistente contra a bebida.
    - Eu sou azul... E você está mentalmente sã, só está um pouco bêbada. Não consigo resolver muito os problemas que não envolvam ferimentos.
    Estava olhando a garota com tranquilidade, concentrando-me em minha respiração agora e tentando me manter mais ou menos calma.


    Neutra e Boa Nautolan Scout / Soldier 17 anos Aprendiz de Force Warrior
    Train yourself to let go of everything you fear to lose.

    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 7013
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Lyvio em Sab Jul 16, 2016 8:00 pm

    Uma senhora bastante velha acima do peso e idosa estava sentada num das cadeiras, em seu ombro um corvo negro repousava e ao seu lado um grande cajado de madeira. Seus cabelos eram mal penteados e seus poucos dentes eram bem amarelos, vestia um longo vestido cinza todo adornado de conchas e objetos marinhos.




    Mas o que chamou atenção nela nem foi sua aparência e sim o seu corvo que para a surpresa da maioria das criaturas falava perfeitamente o idioma comum e por varia vezes quem observava a velha discutia com ele.

    As discursões eram por pedaços de comida, goles de bebidas e outras provocações que o corvo fazia para a velha.

    Apesar disso, a velha estava atenta a tudo e logo que a moça caiu bêbada e uma criatura estranha e azul a socorreu, a velha foi até ambas, se chocou com a moça de azul quase derrubando-a da cadeira e abriu um sorriso desdentado e amarelo para a outra moça que estava aparentemente bêbada.

    -Você não parece bem minha filha...deixe-me trata-la melhor e como hoje eu estou de bom humor peço eu me dê sua mão para que eu possa ler seu futuro.

    Deixe-me apresentar....Sou Andariel: Curandeira, alquimista e vidente. Faço poções mágicas para todo tipo de problema e ainda faço a pessoa desejada se apaixonar por você em pouco tempo!

    Garantia como a mais eficiente bruxa da região!


    O corvo completa:

    -A mais eficiente, a mais eficiente, a mais eficienteeeeeeeeeeeeeeeeeeee!

    A velha tinha um largo sorriso e demonstrava extrema preocupação, parecia bastante... simpática...
    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 551
    Reputação : 72
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Larissa Aprill em Sab Jul 16, 2016 10:52 pm

    Kana sentia o bar rodar, tudo parecia surreal, incluindo a mulher azul que estava a sua frente. De onde ela veio, ou seja da Terra, nunca existiu alguém assim. Mas como descrever aquela situação a alguém se nem mesmo ela sabia como tinha ido parar ali. No entanto a mulher deve ter feito algum tipo de magica, pois ela se sentiu bem de imediato, e para sua surpresa, constatou que a mulher não era fruto de sua imaginação.

    -Ohhh....muito obrigada...Você parece estar um pouco cansada, talvez um copo de água ajude.

    Ela acena para o garçom e pede um copo de água gelada para refrescar as duas. Logo Kana estava dando pequenos golinhos no copo com gelo.

    - Desculpe se te causei algum inconveniente e nem me apresentei formalmente, me chamo Kana Sohma.

    Enquanto conversavam uma velha se aproximou das duas, parecia que ela tinha saído de um livro de conto de fadas, mas estava mais parecendo a bruxa má da Branca de Neve. Ela se oferece para ler sua sorte, então meio receosa, Kana estende sua mão para a leitura.

    -Estou bem melhor agora, obrigada....o que minha mão diz?
    Eleonor
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1016
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Eleonor em Sab Jul 16, 2016 11:13 pm



    Nós lembramos
    There is no ignorance, there is knowledge.
    Eu nunca havia sido ruim no passado, mas também não era uma pessoa que tendia a ajudar as pessoas por livre e espontânea vontade. Havia sido, quando mais jovem, dada as rebeldias e a me opor as restrições que me eram impostas por meus capturadores. Os anos haviam feito milagres comigo e mesmo não tolerando muitas coisas quieta, meu coração havia se tornado muito mais amável, controlado e bondoso do que antes. O bem estar da dama a minha frente fez-me sorrir e mesmo cansada eu não conseguia deixar de me sentir bem. Concordei com a cabeça e aceitei o copo de água quando me foi entregue, bebendo bons goles dele.
    - Não me causou nenhum inconveniente e foi um prazer lhe auxiliar, gosto de auxiliar pessoas quando posso. É um prazer conhece-la, senhorita Kana. Sou Rai Manro, porém pode me chamar apenas de Rai, pois é como meus amigos me chamam. Podemos esquecer este infeliz episodio com a bebida e agir como se apenas houvêssemos nos conhecido agora, caso ache que foi muito constrangedor.
    Não acho que eu houvesse precisado perceber o quanto aquele meu antigo comportamento poderia ter causado mal para repudiar minhas antigas atitudes, mas devo admitir que talvez nunca houvesse notado antigamente que sempre fora uma pessoa bondosa, apenas precisava lembrar. As palavras soavam mais verdadeiras quando eram proferidas agora e não havia nenhuma preocupação, pela primeira vez, em dizer uma meia verdade ou uma mentira sem ser pega. Ou pelo menos achava que não precisava ter essas preocupações. Quando a senhora chegou perto de nós, olhei para ela com aparente surpresa. Inclinei-me um pouco para frente, em uma pequena reverencia para ela e cumprimentei-a educadamente.
    - Olá, senhora Andariel. Quer que eu pegue uma cadeira para a senhora sentar-se?
    Minha voz estava um pouco incerta. Havia estudado com Owing sobre a Força e ele me falara de um grupo de mulheres que diziam-se bruxas e utilizavam a mesma. Questionava-me se a mesma não seria uma dessas mulheres e estava morrendo de vontade para perguntar a ela ou ter o mesmo comigo para perguntar a ele - pois com certeza ele saberia me dizer e não pareceria pouco educado para com a mulher.


    Neutra e Boa Nautolan Scout / Soldier 17 anos Aprendiz de Force Warrior
    Train yourself to let go of everything you fear to lose.

    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7868
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Elminster Aumar em Dom Jul 17, 2016 11:33 am






    Enzo Martini entrou no Bar do Fim do Mundo. Era a primeira vez que ele viera a tal lugar, e viera sob a indicação de Anita Bellutti. O homem, vestindo um terno de corte italiano e bem vestido de uma maneira geral, com o cabelo amarrado num rabo-de-cavalo e a barba bem-feita, só deixando um fino cavanhaque, avançou pelo lugar vendo toda a esquisitice que encontrava-se ali. Logo perto da entrada, havia um grupo de três mulheres, e uma delas era...  azul! A outra parecia uma moça jovem e bonita, e a segunda, uma velha carcomida que mais parecia uma bruxa saída de um conto infantil.

    - Com licença, moças - aproximou-se Enzo Martini, olhando especialmente para a mulher de azul, espantado em notar como aquela tinta azul parecia tão real. - Sou Enzo Martini, vocês com certeza já devem ter ouvido falar de mim ou das minhas músicas, mas eu não as conheço e é a primeira vez que venho a este lugar tão... exótico. Me disseram que eu poderia me apresentar aqui... vocês sabem onde fica o palco?
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 7013
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Lyvio em Dom Jul 17, 2016 9:38 pm

    A velha bruxa estava pronta para tentar ganhar algumas moedas de ouro quando de súbito ela é interrompida pela chegada de um homem que se dizia músico e queria se apresentar no palco, ele se apresentou as três moças e Andariel observou o homem, mas não o conhecia.

    -Você parece ser famoso...mas eu nunca ouvi falar em você jovem...No entanto, já que vai se apresentar, poderia divulgar meus serviços? Sou a famosa Bruxa Andariel, sou curandeira, vidente e alquimista...

    A velha enfia a mão em um e seus bolsos e retira um pequeno frasco que estava cheio com um líquido azulado e deu ao homem.

    -Uma amostra grátis...é uma poção de cura ferimentos, beba e toda a injúria que seu corpo sofrer será recuperada, é um pequeno pagamento pela divulgação...hehehehe.


    A velha bruxa iria aproveitar todas as oportunidades no bar para divulgar e vender seus produtos e serviços
    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 551
    Reputação : 72
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Larissa Aprill em Seg Jul 18, 2016 11:01 am

    Kana estava adorando aquele local, sempre tinha gente entrando e saindo. Alguns pareciam bem normais, outros deveriam ser extraterrestres. Ela ficava imaginando como poderia existir um lugar assim. E se perguntava como ela tinha conseguido chegar ate lá. Sua ultima lembrança da terra era que estava saindo do trabalho e decidiu pegar um atalho e no fim da avenida tinha um túnel, aparentemente era ali que ficava o portal, pois assim que o atravessou, ela se viu dentro daquele bar.

    Mas o mais importante agora era que aquela velha bruxa lesse sua sorte, nao que Kana acreditava piamente nisso, mas tinha curiosidade sobre seu futuro. Entao ficava imaginando o que as linhas de sua mão iriam revelar. Mas antes que a velha lesse sua sorte, um homem extremamente pálido e com olhos vermelhos se aproximou do grupo de mulheres.

    Imediatamente Kana o reconheceu, e só podia ser brincadeira, logo tudo fez sentido para a moça, ela nao havia atravessado nenhum portal, isso era simplesmente impossível. O raciocínio mais logico era que tudo aquilo nao passasse de uma pegadinha do Silvio Santos. E o cantor Enzo fez com que ela percebesse tudo .

    - Ahhh, agora tudo faz sentido. Estamos num set, e estou participando de alguma brincadeira. Esse ai é um dos atores de crepúsculo, provavelmente da família Venture.

    Kana começa a observar ao redor procurando as câmeras.

    - Devem estar aqui em algum lugar....
    Eleonor
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1016
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Eleonor em Seg Jul 18, 2016 4:13 pm



    Nós lembramos
    There is no ignorance, there is knowledge.
    Pelo visto, a senhora não precisava de uma cadeira e aquele homem me parecia estranho, mas não conseguia definir bem suas intenções ou o que quer que fosse. Pelo menos eu compreendia o que o homem falava, apesar de nunca ter ouvido falar nele. Foi quando me recordei que apresentações e shows não eram comuns em Yavin-4 e, tampouco, permitidas a escravos, portanto eu poucas oportunidades tivera de estar em alguma delas. O olhar fixo dele em minha pele também me deixava um pouco constrangida: as pessoas tinham normalmente a decência de não olharem tanto para mim por causa de minha tonalidade. Dei de ombros quando ele se apresentou e procurei ao redor algum palco, sem muito sucesso.
    - Perdoe-me, em Yavin-4 não temos muitos artistas e poucas coisas mundanas chegam até nós, portanto não o conheço. Infelizmente também não sei onde há um palco aqui, pois cheguei a pouco e não vi ninguém se apresentando. De todo modo, é um prazer enorme conhece-lo, senhor Martini. Chamo-me Rai Manro.
    Não fiquei surpresa com a ação da senhora, mas definitivamente aquela garota deixou-me curiosa com a atitude dela. Set? Câmeras? Volture? Veja, eu sabia o que eram câmeras, mas não sabia o por quê dela estar as procurando exatamente. Olhava-a com uma expressão tipica de quem não compreendia muito bem o que estava acontecendo e depois virei-me para o barman, revirando os olhos completamente negros, de forma quase imperceptível. Meus 'tentáculos' balançaram com o movimento, batendo em minhas costas em seguida e dois deles - um de cada lado - fossem parar na parte da frente do meu corpo.
    - Uma rodada do que eles quiserem, por favor. Eu pagarei.
    Eu tinha ouvido que a melhor maneira de conquistar a simpatia de alguém em um bar era através de rodadas de bebidas grátis. Talvez desse certo com aquelas pessoas, talvez não. Seja qual fosse a decisão de cada um, pelo menos eu havia conseguido juntar dinheiro suficiente para fazer essas graças com minhas missões e trabalhos para a Republica. Também havia auxiliado algumas pessoas na cidade, mas boa parte da minha verba vinha mesmo das missões. De todo modo, após realizar o pedido me voltei para eles.
    - Senhorita Kana, não sei do que falas. Não estou participando de nenhuma brincadeira... E o que é... Volture? Nunca ouvi falar dessa coisa... Será que deixei algo escapar e não perguntei para Owing? É uma pena que ache que ele não possa falar comigo agora para que eu pergunte a ele sobre isso. Terei que esperar ele finalizar os estudos e treinos dele primeiro. Esse é um dos problemas de namorar um Jedi! É difícil falar com eles sem erguer suspeitas quando se esta em um lugar infestado deles.


    Neutra e Boa Nautolan Scout / Soldier 17 anos Aprendiz de Force Warrior
    Train yourself to let go of everything you fear to lose.

    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 551
    Reputação : 72
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Larissa Aprill em Seg Jul 18, 2016 4:46 pm

    Depois de olhar para todos os cantos e não achar câmera algum, olha desconfiada para o homem. Sabia quem ele era, iria esperar a primeira oportunidade para tirar aquela maquiagem dele. Talvez se olhasse bem atentamente para os olhos dele, talvez conseguisse perceber o deslocamento da lente conforme ele movimentasse os olhos.Ela tenta explicar para a mulher sobre suas suspeitas.


    - Rai, vc nunca viu o filme Crepúsculo? Aquele que a menina se apaixona pelos vampiros com glitter. Até que o filme é legalzinho, mas muito meloso, mas isso nao vem o caso. O que importa é que esse homem é igual o pessoal do filme, só que os ventures são os vampiros maus.

    Ela poderia continuar debatendo isso por muito tempo, porém sua nova amiga azul, havia dito que pagaria uma rodada de bebida para todos. Kana até gostaria de experimentar mais daqueles drinks, mas sabia que seu nível de tolerância a álcool era bem baixo.



    - Rai, em vez de beber algo alcoólico, vou querer um suco de uma fruta exótica
    Eleonor
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1016
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Eleonor em Seg Jul 18, 2016 8:19 pm



    Nós lembramos
    There is no ignorance, there is knowledge.
    Minha expressão mostrava claramente que eu não fazia a menor ideia do que ela falava. Vampiros? Glitter? O que, infernos, era aquilo tudo? Cocei o queixo por alguns segundos, tentando encontrar algum sentido e depois eu mesma olhei ao redor procurando as benditas câmeras ou a presença de algum dos meus amigos ali, o que justificaria a brincadeira. Foi quando percebi que, se fosse uma mentira, eu teria percebido pelos feromônios liberados pela garota e suspirei com minha própria distração no que dizia respeito aquela coisa tão obvia como notar quando alguém mentia para mim ou não.
    - Não sei o que são vampiros... Não existe esse tipo de coisa de onde eu venho, acho. Claro que eu não sou uma especialista em raças e meus conhecimentos mesmo naquelas que conheço são um tanto limitados, mas tenho certeza que nunca ouvi falar dessa raça ou criatura, seja lá o que for. O que eu não daria para ter Owing aqui... Tenho certeza que ele saberia o que fazer e eu iria parecer menos idiota.
    Percebi tarde demais o que havia dito e levei as mãos a boca, alarmada e com os olhos arregalados ou o mais próximo disso que eu conseguia. Procurei algum Sentinela ou outro espião que pudesse estar ali, mas ao que tudo indicava não havia ninguém ali ou a pessoa era esperta o suficiente para se manter quieta. Sabia que a Ordem deveria suspeitar de nós dois devido a nossa proximidade, mas não haviam provas ainda para concluir se possuíamos alguma coisa além de uma relação de respeito e até certo companheirismo entre nós, comigo empenhando para com ele um extremo respeito e uma estima elevada por suas habilidades e conhecimentos. Por trás daquela fachada, possuíamos uma relação amorosa secreta. Ele havia sido o meu primeiro amor, meu primeiro parceiro, meu primeiro companheiro e também seria o último, no que dependesse de mim. Lembranças e sensações que não convinham ao momento começaram a vir a minha mente e de azul comecei a ficar roxa e depois vermelha.
    - U-um suco de fruta e-exótico? Tudo bem, pode pedir qual você quiser, sem problemas.


    Neutra e Boa Nautolan Scout / Soldier 17 anos Aprendiz de Force Warrior
    Train yourself to let go of everything you fear to lose.

    [/quote]
    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7868
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Elminster Aumar em Ter Jul 19, 2016 2:38 pm



    Algo estava muito errado naquele recinto. Nenhuma das pessoas pareceu reconhecê-lo, ninguém veio lhe pedir um autógrafo ou elogiar o seu trabalho. Enzo ouviu a velha chamar a si mesmo de bruxa, coisa que era inegável sob muitos aspectos, mas ainda assim, era estranho ouvir aquilo.

    - Cantor, pianista e às vezes modelo - Enzo fez uma nova tentativa para ver se alguém o reconhecia. - Bom, eu sou da Itália, deve ser por isso que vocês não me reconhecem. De onde são vocês? - Em seguida, a mulher mais nova e 'comum' fez um comentário bastante curioso, citando o nome de um dos clãs de vampiros. Enzo se virou em sua direção e disse baixinho para só ela ouvir. - Tome cuidado com as suas palavras. Estamos na presença de gente estranha aqui.

    Enzo queria acreditar que aquela moça era uma vampira também. Que outra maneira ela saberia a respeito dos ventrue? O pianista cumprimentou a mulher azul com um aperto de mãos, apenas para ele poder sentir o toque da sua pele e tentar discernir que tinta era aquela que ela tava usando. Depois ele cheirou a própria mão que usara no aperto, tentando cheirar algo de diferente. Ele não conseguiu chegar a alguma conclusão.

    - Eu procurarei o palco por minha conta própria, então - disse Enzo. - Agradeço pelo convite da bebida, mas eu recusarei. Com minha licença, senhoritas, tenho uma apresentação a fazer.

    E Enzo Martini foi procurar pelos responsáveis pela administração do lugar, afim de tirar algumas duvidas e fazer a sua tão aguardada apresentação.
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 7013
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Lyvio em Ter Jul 19, 2016 9:10 pm

    Andariel ouve tudo aquilo atônita, não entendia patavinas do que falavam, "filmes", "Set", "câmeras" mas uma única coisa ela entendeu: "Vampiro".  A velha dá um sobre salto para trás tentando se afastar do vampiro e Fuxo, o corvo simplesmente bate asas para longe. Ela observa a moça azul ficando com cores diferentes, parecia constrangida foi quando Andariel observou os tentáculos na cabeça e para ela descobriu o que seria a moça, uma Devoradora de mentes!

    Esses seres eram conjuradores poderosos e tão perigosos ou mais que os vampiros o qual a moça bêbada acusava o homem. A velha bruxa foca desconfiada e na defensiva por um momento obsevando toda a movimentação até que o vampiro foi embora deixando sua poção com ela, menos mal, se ele tomasse seria um problema para ele e para ela caso ele não morresse de novo e quisesse se vingar.

    A velha dirige sua palavra para a moça azul ainda desconfiada:

    -Você é uma devoradora de mentes! Não vá com ela pra lugar nenhum Kana! Esses seres são perigosos, piores que o vampiro ali... logo a imagem da criatura veio em sua cabeça e ela retirou um livro procurou e mostrou a imagem a Kana.



    -Essas criaturas comem o cérebro das pessoas!

    Andariel ficou desconfiada olhando para Rai enquanto Kana observava a imagem. E não pediu nada para o barman.
    Larissa Aprill
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 551
    Reputação : 72
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Larissa Aprill em Qui Jul 21, 2016 2:54 pm

    Kana percebeu a mudança de atitude da Rai, ela começa a ficar corada e a gaguejar. Sabia que aquela timidez súbita, envolvia uma pessoa, que a jovem rapidamente tentou desconversar.

    - Seiii....

    O suco exótico chega rapidamente, ele tinha uma aparência horrorosa, um caldo espesso e encardido, como se tivessem deixado uma roupa suja de molho vários dias e escorrido a agua no copo, mas estranhamente tinha um gosto adocicado e levemente ácido.

    Enquanto ela apreciava seu suco, Enzo se aproximou dela e falou baixinho em seu ouvido. Ela achou estranho, afinal nao tinha dito nada de mais sobre o filme e porque parecia que ninguém assistia TV naquele lugar. Mas antes que ela pudesse dizer algo a ele. O vampiro se afastou o grupo. Entao a bruxa começa a puxar assunto com Kana.

    Ela olha surpresa para a velha, aquilo era novidade para a jovem. Entao como se lesse seus pensamentos, a bruxa abre uma pagina de um livro e mostra a imagem.
    Kana olha para a imagem e para a mulher a sua frente, havia algum tipo de semelhança, mas ela duvidava que Rai fizesse algum mal

    - Entao Rai, mostra de novo aquele lance do copo.

    Ela queria avaliar e ver se Rai era uma pessoa tão má, quanto a bruxa dizia.
    zasalamel
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1040
    Reputação : 0

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por zasalamel em Qui Jul 21, 2016 4:27 pm

    Um forte barulho de turbina queimando óleo pode ser ouvido do lado de fora do bar, pouco antes da porta do mesmo se abrir e, em meio a uma grande fumaça acinzentada e poluída, uma figura humanoide surgir. Seus passos eram acompanhados pelo rangido frio do atrito entre metal e somente uma luz vermelha se ressaltou em meio a fumaça, na forma de um dos olhos, antes da mesma se dissipar. Um homem de aparente meia idade, entrava no local, 1,70, magro, cabelos loiros penteados para trás, não seria nada estranho para um humano, a não ser pelo fato de metade de seu rosto ser feito completamente de metal, assim como um de seus braços e suas duas pernas.

    - Onde diabos eu vim parar agora? - Falava ele sozinho e em voz alta, apertando várias vezes algum tipo de comunicador em seu braço esquerdo - ARX - 4000 pedindo localização - Porém nada parecia responder de volta - Mas que merda!

    Olhando mais detalhadamente para o ambiente agora, ele reparava que havia diversas pessoas ali. Colocando um cigarro na boca ele retirava fora metade de seu dedo anelar da mão robótica, revelando um acendedor no modelo dos carros antigos, onde tocava a ponta do cigarro, colocando em seguida o dedo de volta no lugar. Caminhava então até o balcão, percebendo que aquilo era um tipo de bar.

    - Uma 4453 garçom, e um pouco de óleo também - falava ele movimentado uma das pernas robóticas, que emitia um som agudo de metal chiando.

    Se dependurava no balcão e ficava ali aguardando a cerveja e olhando o ambiente com o cigarro na boca, emitindo bolhas de fumaça que incendiavam aquela região.
    Eleonor
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1016
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png

    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Eleonor em Qui Jul 21, 2016 10:15 pm



    Nós lembramos
    There is no ignorance, there is knowledge.
    A atitude do homem era estranha, mas acabei por dar de ombros para ele e falei um até mais, sem dar muita atenção ao aparente pouco interesse dele em nós exceto por parecer muito interessado em minha cor de pele. Acho que havia notado alguma coisa sobre tinta na mente dele, porém não fiquei vasculhando e procurando aquilo, deixando-o com a própria privacidade. Murmurei um obrigada a Kana ao perceber que ela havia notado algo, mas não tentara me pressionar para saber mais - o que teria sido completamente impossível em meio aos meus amigos em Kamino. Quando a mulher me acusou de ser uma criatura que devorava mentes, minha expressão era de descrença e até mesmo parecia questionar a sanidade daquela mulher. Eu, uma simples e até certo ponto pacata jovem, devorando mentes? Era um absurdo para mim. Duvidava até mesmo que entre as linhas do Império alguém fizesse alguma coisa daquele tipo.
    - Devoradora de Mentes? Não faço ideia nem do que a senhora está falando, mas tenho certeza que cometeu um equivoco. Sou apenas uma Nautolan sensível a Força, nada mais além disso. Tudo o que eu faço está alinhado ao equilíbrio do universo e jamais faria mal a uma criatura sem motivos.
    Estava evidentemente ofendida com o que ela havia dito. Nunca faria mesmo alguma coisa terrível em uma pessoa sem haver um motivo bom para aquilo e tão pouco deixaria meus aliados fazerem. Para com todos, eu tentava ser o mais gentil e educada possível, apesar de nem sempre conseguir manter aquilo o tempo todo para todos. Eu não era uma pessoa má, nunca havia sido. Até mesmo os Jedis acreditavam em minhas boas intenções e coração, sabiam que mesmo que fosse um tanto quanto diferente deles não faria nada que pudesse de fato prejudicar o euilibrio ou fazer mal as outras pessoas. Se pessoas que sabiam o que eu pensava e sentia confiavam em mim, por que aquela mulher não? Então foi quando a ficha finalmente caiu. Elas não sabiam realmente o que eu era e não havia nenhuma explicação plausível para o que eu já havia feito e mostrado para Kana. Aquilo deveria ser extremamente bizarro para ela e talvez isso reforçasse nela a crença que eu poderia ser algum tipo de monstro. Quando ela me pediu para repetir o que fizera com os copos, concordei com a cabeça e fiz os copos que já havíamos usado flutuarem e se moverem no ar. Um delicado sorriso surgiu em meus lábios. Sim, ele ficaria orgulhoso em saber que já dominava aquilo o suficiente para até mesmo fazer múltiplos objetos, mesmo que pequenos e leves, flutuarem sem nenhum cair ou sair de controle. Estava tomando sempre cuidado para não atingir ninguém ou derramar o pouco de liquido que ainda existia neles e, após achar que já havia mostrado o suficiente, os pousei delicadamente no balcão e olhei para a jovem.
    - Sou capaz de fazer algumas outras coisas, como vislumbrar lugares distantes, mas não sou muito boa com esse tipo de coisas. Lembra o homem que citei a pouco? Owing, o nome dele. Hmmm... Acho que tenho uma foto. - Procurei no interior das vestes uma foto que mantinha em um bolso oculto e peguei, mostrando-a a jovem a minha frente e depois mostrei a velha. Ao contrario de mim, ele possuía uma aparência perfeitamente normal e, apesar de talvez não para elas, para mim era incrivelmente atrante e encantador. - Foi ele quem me ensinou a fazer essas coisas... Foi a primeira pessoa que acreditou em mim e se manteve sempre ao meu lado. Boa parte do que sei hoje sobre a Força, como ela age e como tudo no universo é envolto por ela foi ele quem me ensinou.


    Imagem:
    Aparência aproximada dele.



    Neutra e Boa Nautolan Scout / Soldier 17 anos Aprendiz de Force Warrior
    Train yourself to let go of everything you fear to lose.

    Conteúdo patrocinado


    Re: [Jogo] O Bar do Fim do Mundo

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Dez 12, 2017 2:45 am