Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Aventurando-se no Mundo

    Compartilhe
    Felarhix
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1753
    Reputação : 0

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Felarhix em Qui Out 11, 2012 8:24 am

    Tuffo é o último a chegar lá fora, ele havia ficado para conversar um pouco com a simpática senhora, após dar um longo abraço nela e um beijo em seu rosto ele diz:

    -Agora preciso ir minha amiguinha! Tenho que conversar com o seu filho.


    Assim ele chega lá fora, onde estava o ferreiro e vê os companheiros conversando com ele. Tuffo estava sorrindo e feliz da vida. Ainda com a chave na mão.

    -Olá Senhor Borccus! Sua mãe é uma simpatia de pessoa. Ha ha ha ha. Ela nos deu um delicioso vinho e um, ainda mais delicioso, pão. Parabéns, és um homem de sorte.

    -Ah! Já ia me esquecendo. Tive a liberdade de pegar sua chave emprestada. O Sr. Madorf fazia a mesma coisa.
    Diz Tuffo com um largo sorriso no rosto devolvendo a chave a quem de direito.
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6984
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Lyvio em Qui Out 11, 2012 9:43 am

    Gurion segue Tuffo, ele agradece a velha mas seu jeito selvagem e bruto não muda. Então ao ver o ferreiro ele vira-se para ele e fala:

    -Olá senhor, creio que para mim não precisará de armas, minha pequena clava pode se tornar mais perigosa que muitas armas com a benção da natureza.
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Aythusa em Qui Out 11, 2012 11:43 am

    (Beijamim)

    A jovem olha assustada para ele, temendo com o que pudesse acontecer com ela.
    Sem dizer nada ela pega a corda e procura amarrar suas duas mãos com auxílio da boca, mas tem dificuldade.
    As cordas ficam claramente frouxas ela olha para Beijamim e diz, desta vez num idioma comum para que o jovem a entendesse:

    - Não tenho magias como você, não sei me amarrar direito... Afinal o que quer comigo?

    Ela olha para os olhos frios do clero. Seu olhar era de medo, mas sua voz era firme.

    (Tuffo, Arzamarr, Gurion e Tarcio)

    Arzamarr esquece por um momento onde estava. A velha era cativante e eles nem perceberam a situação em que estavam. Já com um pedaço de pão na boca e com a mão no copo com vinho, o anão desperta do transe em que estava com a ação de Gurion.
    Tossindo, tentando engolir o pão depressa, ele diz, vendo Tuffo saindo para falar com o homem:

    - Me esperem! Não me deixem aqui.... - dá outra mordida no pão e um longo gole no vinho.

    Tuffo beija o rosto da senhora que olhava fixa o nada.
    Os olhos da velha enchem de lágrima do nada e, assim que fecham a porta saindo da casa pelos fundos, ela senta na cadeira e começa um choro saudoso e visivelmente doloroso, resmungando:

    - Meu lindo filho... um guerreiro... morreu a tantos anos...

    De fato seu filho já morrera e ela sempre procurava tratar as "visitas" como se ele ainda vivesse e fosse um eterno e leal amigo deles. Parecia que diminuia a dor.
    Após chorar um pouco ela guarda a mesa que pôs e fica na sala, próxima a porta de entrada da casa, chorando baixinho e resmungando.

    O armoreiro e ferreiro se vira para Tarcio, balançando a espada para sentir seu peso longe do capaz, sem nenhuma ação agressiva:

    - Isto importa rapaz... por isto está aqui para ter as armaduras e armas.. – diz ele calmamente – Está com muita pressa, seus amigos nem chegaram... Que tal comer alguma coisa? Já é muito tarde para ir pegando as armas e indo rumo à guerra... precisa se alimentar e descançar...


    Ele é interrompido pelo súbito surgimento de Tuffo falando-lhe sobre seu filho. O velho fica fitando-o mas, um guerreiro honroso não padece na frente de convidados do rei, ele picarreia recompondo a postura e a voz, e diz aos três que chegaram:

    - Pode guardar minha chave no mesmo local que a encontrou. Está lá a mais tempo que deve ter de vida... Esperando.... Muito bem. Todos os que precisam de armas e armaduras podem vir comigo! Vejo que estão com pressa e não os farei perder mais tempo...

    Ele entra numa espécie de barraco que existia nos fundos da casa. O barraco era um pouco escuro mas com iluminação suficiente para poderem visualizar as armas e as armaduras que estavam espalhadas por várias bancadas e até penduradas na parede. Eram todas maravilhosas e, por um momento, sentiram-se no paraíso dos guerreiros e a guerra pareceu mais próximo e certa do que já estava.

    - Podem escolher sem pressa e com cuidado... A arma escolhe seu usuário, sintam o que a armadura diz à vocês... Sei que tem pressa, mas escolham com calma.


    Ele senta em uma cadeira ao lado de uma mesa que continha várias poções e pergaminhos, dentre outras coisas, e observa os aventureiros fazerem suas escolhas.
    Felarhix
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1753
    Reputação : 0

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Felarhix em Qui Out 11, 2012 2:23 pm

    Tuffo no memento em que quase saía da sala ouve o choro sentido da velhinha e entende que o filho dela, não era o Ferreiro, e que havia morrido em algum momento.

    Tuffo não gostava de tristeza e resolve escolher suas coisas muito rápido. Entra no galpão ainda com o choro da velhinha latejando em sua mente e olha rapidamente para as armas e armaduras que ali estavam.

    Ele então escolhe umas armas e armaduras não muito trabalhadas, e quando estava para sair do galpão avista uma flauta. A pega testa com algumas notas da escala maior de Ré, faz um improviso e pergunta:

    Sr. Já escolhi as minhas coisas, mas gostaria de levar essa flauta, mesmo não sabendo o que ela de fato faz. O Senhor saberia me dizer? Mais uma pergunta, aquela senhor simpática lá dentro é a sua esposa? Queria conversar mais um pouco com ela.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6854
    Reputação : 64

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Edu em Qui Out 11, 2012 3:03 pm

    Tarsio entra no barraco e vai caminhando pensativo olhando para as armas e armaduras do lugar. Estava muito indeciso sobre o que pegar pra si. Em geral na sua vida nunca tinha tido tantas opções assim. Agora não tinha as mais variadas opções e os mais variados tipos. Andou pra lá e pra cá olhando tudo até que viu uma cota de malha que parecia ser magica. Tinha um simbolo de uma aguia e um brilho prateado diferente, tinha gostado dela. Parecia ser leve e bem adequada ao seu estilo.

    - Senhor Ferreiro eu escolho essa a armadura aqui, só lembrado que o rei nos mandou aqui pra pegar armas e armadura que seriam paga por ele, o rei - Termina Tarsio falando após vestir a nova armadura.
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6984
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Lyvio em Qui Out 11, 2012 3:54 pm

    Gurion apenas olha os materiais atentamente, mas já veio completamente equipado, então não pega basolutamente nada e apenas observa, alisando sua águia.
    Glemilson
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1445
    Reputação : 0

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Glemilson em Qui Out 11, 2012 4:11 pm

    Beijamim sabia que ela não faria um serviço bem feito, mas queria deixar suas mãos ocupadas.
    Beijamim rapidamente termina de fazer as amarras e não responde à Elfa, pega um pedaço de pano e amordaça ela, em seguida Beijamim leva à Elfa para alguma construção abandonada e começa a vasculhar as coisas da Elfa em busca de armas ou algo importante como a carta.
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Aythusa em Qui Out 11, 2012 7:44 pm

    Beijamim:

    O jovem clero amarrou firme as mãos da jovem e levou-a para uma casa que estava em construção. Não havia ninguém lá e aparentemente ninguém chegaria no local.
    Ele a presa na parede e começa a vasculhar seus bolos e algibeiras. A jovem não tinha mochila e não tinha nenhum local, além da algibeira, para guardar coisas.

    Na pequena e simples algibeira da menina Beijamim encontrou algumas coisas simples e inuteis para ele, ao não ser pelas moedas de ouro.

    Ela estava amordaçada e sentia as mãos do jovem vascular cada parte de seu corpo e se contorcia como quem tentava impedir o movimento. Certamente Beijamim estava tirando proveito da situação, afinal era uma jovem muito linda.

    Ele não encontrou a carta na algibeira e nem nos lugares mais prováveis...

    Os demais:

    Passaram alguns minutos e Tarcio finalmente escolheu apenas uma armadura dentre tantas coisas. Tuffo pegou mais coisas que poderiam vir e ser úteis, inclusive uma mística flauta. Arzamarr caminhou e caminhou por entre as armaduras, mas não se interessou em nenhum. Passou próximo das armas, mas achava as de seu reino, fabricadas por sua familia, certamente muito melhor. Então, não pegou nada.
    Gurion esteve ao lado de fora apenas observando todos e cuidando de sua companheira águia.

    O homem responde à Tuffo:

    - Esta flauta já ajudou muito o mundo quando viveu em guerras. Tem poderes mágicos, isto lhe garanto. Dizem que seu poder controla pequenos seres que podem destruir exércitos, bem... não posso afirmar com certeza o que ela faz, rapaz. Você é boa gente, pode levar... Mas, por favor, não perturbe minha esposa, ela ainda não superou a...perda... entenda sim?

    Ele faz uma pausa e pergunta à todos:

    - Estão com fome? Querem comer alguma coisa? Acredito que o Rei lhes forneceu alojamento para hoje...

    Dizia ele entrando na casa e trancando a porta do cômodo onde estava a velha esposa dele, que chorava saudosa e dolorosa a perda do filho. Ele não queria que ela sofresse mais com perguntas...
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6854
    Reputação : 64

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Edu em Qui Out 11, 2012 7:52 pm

    - Eu to fome, poderia comer alguma. Você tem chá? Eu gosto de chá, sobre os alojamentos eu não sei - Responde Tarsio no ferreiro.
    Glemilson
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1445
    Reputação : 0

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Glemilson em Qui Out 11, 2012 7:53 pm

    Beijamim não encontra a carta em seus bolsos então decide perguntar primeiro.

    - Onde está aquela carta e pra quem você iria leva-la, quem lhe mandou lá, e não brinque comigo, não quero perder a paciência com você. Beijamim falava em um tom baixo e calmo, ele olha nos olhos da Elfa e continua falando.

    - Agora eu vou tirar essa mordaça, se você gritar ou não me responder... você já sabe o que ira acontecer. Beijamim fala bem próximo do rosto da moça.
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Aythusa em Qui Out 11, 2012 7:56 pm

    A jovem apenas consente com a cabeça, concordando com o que ele falara.
    Era muito jovem para enfrentar ameaças e, certamente, não tentaria nada estúpido por estar desarmada.

    Assim que Beijamim tira a mordaça da menina, ela diz:

    - Tudo o que sei é que tenho que levar esta carta para o Reino do Leste, entregar ao Rei contando da traição... não li a carta e não sei de mais nada!

    Seu olhar era firme nos olhos frios de Beijamim e falava baixo, quase sussurrando então ela diz, com um sorriso sarcástico no rosto, com toda a inocencia que o reino poderia impor à ela:

    - A carta não está em um bolso... Está num lugar onde não teria coragem de por a mão...

    Glemilson
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1445
    Reputação : 0

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Glemilson em Qui Out 11, 2012 8:23 pm

    Beijamim devolve o sorriso e lhe pergunta:

    - Traição? de quem?
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Aythusa em Qui Out 11, 2012 8:24 pm

    Ela fecha a cara, falando sério:

    - A traição de quem quebrou o pacto... Você deve saber quem derramou o sangue do herdeiro...
    Glemilson
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1445
    Reputação : 0

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Glemilson em Qui Out 11, 2012 8:27 pm

    Beijamim dá um sorriso malicioso e lhe responde:
    - Sim, eu sei, agora quero a carta.

    Beijamim poem as duas mãos nas roupas da Elfa e começa a rasga-las procurando a carta e se aproveitando da situação.
    Felarhix
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1753
    Reputação : 0

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Felarhix em Qui Out 11, 2012 11:06 pm

    Tuffo fica triste com a resposta do Ferreiro e então diz:

    -Quero apenas conversar, e acho que ela queria conversar também. As vezes o desabafo alivia a alma e acalma o coração.

    Então ele vai até a senhora e acaricia a sua cabeça, dizendo:

    -Não fique assim senhora. Vou tocar uma música para você.

    Ele saca sua rabeca e começa a tocar uma canção maravilhosa que havia aprendido com a sua rainha. A musica era para lhe acalmar.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6854
    Reputação : 64

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Edu em Sex Out 12, 2012 4:10 pm

    - Porque vai deixar, a senhora trancada ai? - Pergunta Tarsio quando vê o ferreiro fechar a porta aonde estava sua esposa - Eu perdi a minha mãe a muito tempo atrás, sofri durante muito tempo. Entendo sua dor senhora.

    Tarsio fala isso quando Tuffo entra no comodo e canta pra velhinha e depois com o ferreiro. Não era um bom consolador, tudo o que poderia falar já tinha falado.
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6984
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Lyvio em Sex Out 12, 2012 6:13 pm

    Gurion fita Tarsio e Tuffo em desaprovação e então fala:

    -Estamos na casa dele, contanto que ele não faça nada bruto contra ela não temos direito de impedir, somos apenas convidados e viemos aqui somente para pegar as armas fornecidas pelo rei, os problemas familiares deles não são de nossa conta.

    Agora que pegaram seus equipamentos vamos embora...


    Dito isso ele vira-se para o ferreiro e fala:

    -Obrigado pela Comida, mas eu recuso, se eles quiserem podem comer, esperarei lá fora.

    O hafling cumprimenta o ferreira se curvando e então sai da casa.
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Aythusa em Sex Out 12, 2012 8:46 pm

    Beijamim:

    Beijamim rasga as roupas da elfa deixando-a seminua.
    Seus longos cabelos loiras cobriram seus seios e, abaixo de sua cintura, os trapos rasgados do que restaram de sua roupa, pouco ocultavam sem corpo.

    Ela grita para que ele parasse, ficando vermelha de vergonha e lançava um olhar de desaprovação ao clero, que se divertia com um sorriso malicioso no rosto.

    A carta que ele procurava saiu planando em um dos momentos que ele rasgou a roupa da jovem. Fazendo-a parar em seu pé.


    Os Outros:

    Arzamarr já estava sentado à mesa aguardando ser servido com uma bela cerveja quando ouve a canção de Tuffo.
    Ele se levanta e vai até a porta da cozinha e observa a situação calado.

    Tuffo adentrou o cômodo me que estava a senhora não permitindo que o velho guerreiro trancasse a porta.
    Tarcio ficara parado. Apenas Gurion parecia não aprovar a situação e decide sair da casa.

    O Ferreiro diz:

    - O que pensam que estão fazendo? Disse para não incomodar minha esposa! - Diz ele num tom rouco e bravo - Fui gentil com vocês e não podem respeitar um pedido meu em minha própria casa! Diga ao Rei que mandarei a conta depois.. Saiam da minha casa e deixem minha esposa em paz!

    O homem parecia irritado. Não gostava do assunto do filho por ser tão delicado para sua esposa... Ele praticamente expulsa os aventureiros para fora, batendo a porta enquanto sua esposa saia chorando ainda mais para o seu quarto. Os três (Tuffo, Tarcio e Arzamarr) estavam, agora, ao lado da casa junto de Gurion.

    Os aventureiros estavam com as armas e armaduras que escolheram e, agora, sem estar alimentado e sem saberem onde dormiriam naquela noite. Aliás nem sabiam de fato como prosseguir, pois não sabiam onde estava Beijamim.
    Glemilson
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1445
    Reputação : 0

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Glemilson em Sex Out 12, 2012 8:59 pm

    Beijamim arrasta a carta com os pés para longe da moça, olhando para ela, ele rapidamente se abaixa e pega a carta e começa a abrir a carta para ver o que tinha escrito, em quanto falava com a Elfa.
    - Porque faz esta cara minha linda, você não disse que eu não teria coragem... Posso até lhe usar, o que acha disso aqui não tem ninguém e lhe garanto que nunca provara um melhor.
    Beijamim se diverte com a ingenuidade da moça, e lhe dá um sorriso, espara algum comentário e em seguida começa a ler a carta, apenas para si mesmo.
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Aythusa em Sex Out 12, 2012 9:06 pm

    A mulher diz à ele com uma raiva nítida, mesmo com o rosto enrubrecido de vergonha:

    - Ora seu... seu... verme! Jamais deixaria me tocar desta forma! Me enoja só de imaginar...

    E pára a fala, imaginando de fato, enquanto olhava o clero lendo a carta que dizia:

    " Caro Rei,

    A Traição foi dada pelo seu enviado. Um reino que não tem padrões de lealdade à pactos de milênios não tem grandes razões para não se juntar à nós...
    Estamos lhe oferecendo ficar ao lado do vitorioso, pois se o cajado desaparecido vir parar nas mãos de nosso líder as Sombras irão cair e, enfim, todos àqueles que se juntaram à nós poderão triunfar perante os outros reinos escravos de nossas vontades...

    Venha pessoalmente se estiver de acordo.

    No Sul do Norte, conforme a proposta anterior.

    Aguardamos anciosos sua lealdade.

    Corvo Negro"
    Conteúdo patrocinado


    Re: Aventurando-se no Mundo

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Nov 21, 2017 9:06 pm