Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Salão Principal

    Compartilhe
    Shmul
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 381
    Reputação : 0

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Shmul em Seg Set 19, 2016 9:52 am

    Começou a rir e a repetir as últimas palavras do diretor – Destabocado... Chorão... – e percebeu que Crabbe começou a encara-lo com um semblante fechado e “sem querer” se virou para o enorme garoto e proferiu – Pateta? – e emendou a conversa com Crabbe – Não achou graça nas palavras do diretor? Pois gostei muito!

    Se os pensamentos lerdos de Crabbe tomaram aquilo como insulto ou não Bart não percebeu, pois sua atenção foi tomada pela bela Eireann que se aproximou e fez uma pergunta estranha, afinal, na cabeça de Bart sempre esteve tudo bem.

    Bartholomew corou novamente e ameaçou voltar a gaguejar, mas vislumbrou a cena toda: a possível irritação de Crabbe com ele e o atrito entre Eireann e Malfoy anteriormente, e o quão perto estavam uns dos outros. Ele então se levantou, cumprimentou novamente a garota e a puxou pela mão para que se afastassem dali. Nada muito brusco.

    - Estou bem melhor, Eirin, mas acho que devíamos sair daqui. Acho que um daqueles três “estragou” o ar – disse essa última parte baixinho se referindo a Crabbe, Malfoy e Goyle e riu.

    --------

    Paralela às ações supracitadas, Bartho acenou de volta para Felix, seu companheiro de trem e observou maravilhado a quantidade de comida que apareceu magicamente encima da mesa. Por vezes ele jogava pedaços de comida embaixo da mesa para seu gato, o Sr. Bonifacio.

    --------

    Apesar das esperanças de entrar na casa Lufa-Lufa, Bartholomew não deixou transparecer em momento algum tristeza com a casa em que o Chapéu lhe colocou.
    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 821
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Jezreel em Seg Set 19, 2016 10:12 am

    A felicidade durou pouco quando Erin faz aquela pergunta. Especiais ou párias... Ele também não sabia a resposta. Não naquele momento e continuou não querendo pensar neste assunto, seus pais só o veriam tempos depois. Até lá, arrumaria alguma resposta ou algo melhor que uma simples resposta. Na verdade, estava mais interessado nas palavras do diretor da escola.  Pateta, Chorão, Destabocado, Beliscão? O que significava aquilo? Será que estava falando de alguns dos alunos novos? Será um enigma que deveria resolver? A salva de palmas deixou tudo mais confuso. Seria essa a reação que eles deveriam ter? Aquelas perguntas sem resposta o irritavam, mas tudo foi compensado quando todas aquelas comidas chegaram como mágica. Não só pela comida, mas pela magia que estava por trás. De fato existia magia para tudo nessa vida. Aquilo só confirmava a escolha certa que havia feito vindo para a escola.
    Owen vê sua irmã retirando as luvas e se da conta que também estava com fome. Os dois gêmeos tinham modos iguais à mesa. Por terem sido ensinados, achava que era normal qualquer um ter os mesmos modos que eles à mesa. Aquilo se provou errado quando, ao seu redor, viu alguns alunos comendo como animais, mas não se importava muito. Ele adorava animais. Se fosse possível, teria um de cada espécie. Seu pensamento o fez pousar em Donn, seu gato. Como ele deveria estar? Já fazia algum tempo que não o via. As primeiras pontadas de saudade de seu animail de estimação se apresentavam à ele.
    Pela primeira vez, Owen olha para o teto e percebe tamanha grandeza. Um céu no teto? Aquilo era incrível. Com certeza perguntaria para algum dos professores como eles faziam aquilo para testar em casa. Com certeza daria um novo visual para casa. Se não deixassem colocar na sala, ao menos em seu quarto, junto de seus bichinhos. Certamente ficaria incrível.

    - Owen, já podemos fazer amigos.

    Aquele sorriso travesso da irmã, interrompeu sua onda de pensamentos de forma que foi como se Owen tivesse sido pego de volta para o mundo real.

    - Tudo bem. Pode ir.


    Owen estava muito bem sem amigos por ora. Haveria sempre uma nova oportunidade de conhecer alguém. Agora ele queria aproveitar a comida para poder voltar a sua viagem de pensamentos constantes. Simplesmente não era hora ainda. Passaria muito tempo de sua vida seria gasto em Hogwarts, com certeza não seria no primeiro dia de aula, que seria decidido quem seria ou não amigo dele.

    Olá! Elliot, certo? Sou Eireann

    A voz de sua irmã não o deixava se concentrar de volta onde ele tinha parado. Pelo menos ela havia entendido o recado. E-I-R-E-A-N-N. Este era o seu nome para os que chegavam agora. Aquilo o acalmou por aquele momento. Deixando um leve sorriso transparecer em seu rosto coberto de sardas. Não poderia impedí-la de falar com as pessoas, mas também não era obrigado a gostar de nenhuma delas.

    - O-Olá, sim eu sou Elliot.

    Uma leve sombra de irritação paira sobre Owen ao perceber que o ser chamado Elliot respondera. O gaguejo do menino piorava. Então estavam mesmo conversando! Provavelmente teria que se acostumar com aquela cena, desde quando estavam em casa, ela não parava de falar sobre fazer amigos novos. Não conseguia enxergar essa necessidade de amigos novos. Ele estava muito bem com seus bichos, Agnes e Erin. Porquê mais? Ele não entendia. Owen bebe o suco afim de empurrar o início dessa raiva para o fundo de seu estômago. Percebeu que se continuasse prestando atenção no assunto, não seria bom para ele mesmo. Ao olhar para o seu lado, percebeu John Titor, um menino que sempre aparecia nas festas. Até mesmo quando as festas eram no castelo de sua família. Seus olhos esverdeados foram em direção ao menino. Pensou em puxar assunto, apenas para desviar a atenção de sua irmã, mas achou melhor não. Parecia que estava em uma onda de pensamentos constantes assim como ele estava antes de sua irmã o interromper. Melhor não interrompê-lo. Não gostaria se fosse com ele.

    Percebeu quando sua irmã havia se levantado e ido em direção à mesa da Sonserina. Uma péssima ideia em sua opinião. Ela não tinha ouvido o que aqueles alunos fizeram quando ela estava lá na frente?  Era melhor ela não envolvê-lo em nada, ela era boa nisso. Se é pra sair por aí sozinha que permaneça assim.

    "Meus amigos farei do meu jeito."

    Owen fazia uma cara de despreocupado, porém dentro de si, estava se corroendo. Ao perceber que a raiva estava subindo novamente, voltou a beber seu suco e se preocupar em qual torta iria se deliciar desta vez.
    hitoshura
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 521
    Reputação : 0

    Re: Salão Principal

    Mensagem por hitoshura em Seg Set 19, 2016 2:54 pm

    John Titor Nostradamus



    John estava claramente chateado, por alguns instantes ele só ficou com uma expressão de birra enquanto comia na mesa sem notar o que estava comendo. Ele conhecia 4 pessoas em Hogwarts e todas estavam em outras casas, como isso foi acontecer? Será que ele perderia contato com os mesmos? Será que teria aulas com Anne e Robert ou seria isolado junto com os Sonserinos? Foi naquele instante que ele comeu uma comida tremendamente apimentada, saindo do seu transe:



    -- Yowzaaaaaa! *Ele dizia praticamente soprando fogo em algum momento* -- Esse bolo tem sementes de fogo!! *Dizia ainda assoprando a boca com a mão, como se isso fosse fazer diferença*


    De certa forma isso acontecer foi bom, fez os outros rirem e o tirou daquele mal-humor depressivo, finalmente se lembrava que a garotinha ruiva havia falado com ele:






    -- Hey, eu sou John. Você é bem sortuda de ter acabado na mesma casa que seu irmão, meus dois irmãos e dois melhores amigos acabaram em outras casas. Eu nem gosto de escrever... Ou ler...  *Ele balançava os ombros, como quem diz "vai entender"* -- Então, vocês são Eireann, Elliot e Owen, é isso? Eu sou John Titor Nostradamus.  
    Ele então enchia seu prato só de doces, parecia ser sua comida favorita no mundo inteiro. Ele iria atrás dos seus amigos depois, por hora ia conhecer aqueles da mesa
    Whatever
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 21
    Reputação : 0

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Whatever em Seg Set 19, 2016 6:03 pm

    Felix olhou Holly saindo dali de forma apressada após ter dito que “precisava ir ao banheiro”, deu um suspiro mais ou menos profundo e se virando de novo para Elreann falou:
    “Será que eu assustei ela? Tomara que não se perca no castelo, ele parece ser bem grande” e suspirou novamente.
    Passou alguns segundos em silêncio, parecia estar pensando no que deveria fazer, ele não queria que a menina acabasse tendo problemas por causa dele, mas não queria sair correndo atrás dela, ainda tinha vontade de falar com mais pessoas no salão, acabou decidindo que andar por ai sem conhecer o lugar não ajudaria em nada.
    “Bem, eu tenho certeza que vai ficar tudo bem, uma escola tão cheia de bruxos incríveis não deixaria nada ruim acontecer com os alunos” não tinha tanta certeza disso, mas falou do mesmo jeito, “será que podemos chamar seu irmão aqui? E os seus outros amigos também, eu quero conhecer pessoas de outras casas, o nome dele é Owen não é?”
    E gritou para o menino ruivo, não alto o suficiente para ser embaraçoso, por mais que não se importasse muito com esse tipo de coisa, não queria fazer algo que deixasse as pessoas perto dele com vergonha, mas alto o suficiente para que o menino ouvisse:
    “Owen!!! Venha aqui!!!!”








    Após a conversa entre todos eles acabar, Felix passou um pequeno tempo andando por todas as mesas observando as pessoas, quando alguém lhe dava um olhar, fosse amigável ou não, ele respondia com um sorriso, um aceno, e um “oi”, após fazer isso por alguns momentos o menino finalmente reuniu coragem, e andou até a mesa dos professores, se aproximando da cadeira central, e chamou o diretor, falou com mais educação do que faria normalmente, tinha bastante respeito e admiração por aquela pessoa em específico.

    “Com licença senhor Dumbledore, eu gostaria de saber se posso lhe fazer uma pergunta se não for muito incomodo, o que as palavras que você falou, ‘Pateta, Chorão, Destabocado, Beliscão’ querem dizer? Elas tem algum significado?”.
    shamps
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1397
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Salão Principal

    Mensagem por shamps em Seg Set 19, 2016 8:46 pm

    O garoto da Sonserina Bartholomew estava rindo e Erin ficou feliz, pois ele estava se dando bem em sua casa.

    - Que bom que está bem, Bartho... – ele a puxou pela mão e ela estranhou a reação dele que parecia preocupado – o... o que foi? – olhou em volta – estragou o ar? – olhou para os três sem entender, encarou Bartholomew com curiosidade tentando entender.

    *** ***

    Titor também respondeu ao aceno da garota ruiva e deixou suas impressões sobre a casa.

    - Não gosta de ler e escrever? Que inusitado – arregalou o olho. Era bem isso que ela mais gostava de fazer.

    *** ***

    Assim como Felix, Erin ficou sem entender a inusitada reação de Holly, mas se ela precisava ir ao banheiro, não seria Erin que se oporia.

    - Ela queria mesmo ir ao banheiro – e olho para Felix. Ela era feliz, mas não era idiota, aquela não era a reação de alguém disposto a fazer amigos. Ficou triste, mas não demonstrou – ou talvez só não quisesse companhia mesmo. Espero que ela me perdoe pela intrusão.

    De repente ele grita o nome Owen e ela arregala os olhos, ela sabia que o irmão odiava aquele tipo de coisa.

    - Não, não, não Felix... vamos até lá, é melhor – tentou minimizar os estragos – venha, vou te apresentar ao meu irmão – e acenou para que Felix a acompanhasse – vamos chamar o Bartholomew também – chamou com as mão para que o garoto se aproximasse – vamos conhecer o meu irmão! Daí apresento vocês ao Elliot e ao Titor, eles são adoráveis.
    Thalion
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 581
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Thalion em Seg Set 19, 2016 10:27 pm

    Elliot continuava conversando com Eireann, e acenando com a cabeça confirmando o que ela dizia.

    - Sim, podemos ir lá, eu já queria visitar a biblioteca o quanto antes, meu pai tinha alguns livros lá em casa, mas a biblioteca daqui deve ser incrível, quero muito ver.

    ----

    Uma outra criança que Eireann cumprimentou respondeu se apresentando a todos, ele reconheceu o garoto que veio na mesma cabine que ele, "Ele não me reconheceu? Eu meio que abaixei a cabeça e não sou muito memorável, então tudo bem, nenhuma surpresa nisso.

    Elliot acenou timidamente com o braço - É, eu sou o Elliot, é um prazer John Titor.
    shamps
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1397
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Salão Principal

    Mensagem por shamps em Ter Set 20, 2016 12:28 am

    A conversa prosseguia tranquila com o garoto ao seu lado.

    - Então está combinado, amigo Elliot -  e novamente apertou a mão do rapaz. Assim que termina de comer, ela veste um novo par luvas e se prepara para sair da mesa - se me dá licença Elliot, vou ver como o Bartholomew está. Já volto, maninho - comunicou Owen e foi à mesa da Sonserina para conversar com Barth.

    [Off: a partir daqui é a conversa com o Barth, que foi iniciada acima]
    Shmul
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 381
    Reputação : 0

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Shmul em Ter Set 20, 2016 9:21 am

    - Malfoy estava te encarando e aquele grandão do lado não é muito simpático, também. Quando vi que se aproximou achei melhor sairmos de perto deles, pois podiam voltar a te aborrecer – continuou em pensamentos “e você é tão linda e eu não podia deixar isso acontecer”, e voltou a ficar corado de vergonha, mesmo não proferindo tais palavras.

    - Bem, eu percebi que você conhece vários alunos – e então notou a besteira que disse e pensou consigo “Parece que eu quem sou o pateta! Agora ela sabe que eu estava lhe observando e vai achar muito estranho. Melhor eu terminar a conversa assim que puder.” – Nossa, eu quase não tive tempo de comer. Será que as comidas serão recolhidas em breve? Melhor eu me apreçar.
    hitoshura
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 521
    Reputação : 0

    Re: Salão Principal

    Mensagem por hitoshura em Ter Set 20, 2016 2:24 pm

    John Titor Nostradamus



    John estava começando a ficar temeroso, então eles não apenas gostavam de ler livros, mas estavam combinando para ir ver a biblioteca do castelo no primeiro dia na escola? A BIBLIOTECA? Bem, pelo menos seria um ótimo lugar para dormir sem ser incomodado, talvez? Ainda assim ele não conseguia deixar de sentir que havia algo tremendamente errado naquela escolha do senhor chapéu. Quando Elliot se apresentava outra vez, o mesmo ria de modo casual antes de responder:



    -- Eu lembro de você, é que eu sou terrível com nomes, então eu tenho que falar sempre que puder até memorizar. *Abanava os ombros* -- Então, do que mais vocês gostam de fazer fora ler livros e escrever? *Perguntava voltando a comer*

    shamps
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1397
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Salão Principal

    Mensagem por shamps em Qua Set 21, 2016 12:33 am

    Animada com a simpatia de Bartholomew, ela arregala os olhos com a colocação que ele faz sobre Malfoy e o outro garoto.

    - Malfoy? Não tenho nada contra ele, porque ele me encararia? Porque eu pedi que ele se desculpasse com o Wesley? Humilhar as pessoas é errado - franziu as sobrancelhas - e o outro nem sei quem é!

    O papo prosseguia e a ruiva ri:

    - Só conheço meu irmão Owen mesmo - e afirma com a cabeça - você, o Elliot e o John eu conheci agora. Bem, Potter, Malfoy, Lovegood são conhecidos ou importantes, só isso.

    De repente ele muda de assunto e ela só sorri, entendendo que comer era importante.

    - Ah ta, eu acho que não vão recolher tão cedo. Pode ir comer, eu só queria dar um oi. Somos amigos, não é?

    ***

    Entre uma bala e outra, Erin e Elliot conversavam com Titor, que se mostrava animado também, apesar de bem tranquilo.

    - Eu gosto de brincar com o Owen e de brincar com o meu gato. E você John, gosta de fazer o que?
    Shmul
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 381
    Reputação : 0

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Shmul em Qua Set 21, 2016 9:09 am

    - Eu concordo que humilhar as pessoas é errado, mas aparentemente Malfoy não liga para o que a gente acha.

    Quando ela falou do irmão, Batho o procurou com os olhos no meio daquele mundaréu de alunos e o localizou com certa facilidade por ser ruivo. Já os outros dois ele nem tinha certeza de quem eram.

    - Amigos? Ahm, acredito que somos... ou podemos ser. – Bartho então se despede de Eireann com um aceno de cabeça e volta para seu lugar onde come e aguarda o fim do banquete enquanto conversa com todos a sua volta, inclusive Crabbe e Malfoy. Ele procura prestar atenção quando o assunto é sobre Holly, pois não entendia do porque ela ser alvejada tão bruscamente. Posteriormente Bartholomew achou importante começar a acompanhar os jornais bruxos para se manter informado, coisa que seus avós não tinham o costume de fazer.
    shamps
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1397
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Salão Principal

    Mensagem por shamps em Qua Set 21, 2016 7:44 pm

    - Acho que você tem razão Bartholomew, ele não parece ligar mesmo. Que triste - faz uma cara amuada, mas logo se anima de novo quando ele confirma ser seu amigo.

    Logo Bart voltou para seu lugar e aproveitou toda a comida da escola. A menina resolveu voltar para a mesa corvina, mas antes parou para conversar com a garota solitária. Foi uma conversa rápida já que a garota foi rapidamente ao banheiro, então decidiu levar Felix para conhecer seu irmão.

    [Off: cena já foi feita]
    Aythusa
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4216
    Reputação : 2

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Aythusa em Qui Set 22, 2016 5:02 am

    Com o final das palavras de Dumbledore o banquete iniciou-se junto com as conversas de todos os alunos.
    Os alunos mais velhos que eles comentavam com seus colegas o que fizeram durante as férias de verão, enquanto os novos estudantes se empenhavam em comentar sobre o castelo, suas vidas, magias, fantasmas e a claro, fazer novos amigos.

    Foi especialmente o que Eireann fez durante todo o jantar.

    A menina começou rapidamente a conversar com Elliot sentado ao seu lado, uma longa e prazeirosa conversa enquanto se ocupava em comer pequenas quantidades de tortas e diferentes comidas que estavam empilhadas à mesa.
    Eireann, assim como seu irmão Owen, eram Escoceses e não estavam tão habituados à culinária de Londres. Porém isso não os impediu de experimentar os novos pratos, com uma etiqueta de dar inveja a qualquer aluno que tinha a impressão que sabiam como comer educadamente. Os modos dos irmãos foram admirados por muitos, inclusive por Luna Lovegood.

    Luna sorriu e acenou para Eireann quando ela a cumprimentou. Luna não saiu de seu lugar para falar com os irmãos de cabelos ruivos e nem com os outros estudantes ao redor deles, porém Owen – o mais atento aos comentários, visto que a irmã estava ocupada conversando com Elliot – pôde ouvir que ela comentou “incrível como os irmãos O'Byrne's são educados, não acham? Acho que será um ano muito instrutivo com eles por perto...”.

    Elliot se sentia privilegiado de fazer uma amiga tão animada e bondosa logo nos primeiros minutos do início do banquete. Sequer imaginou que isso seria possível, afinal ele era apenas uma criança comum, que mal conhecia sobre o mundo bruxo e os nomes das famílias ricas e poderosas… Nunca lhe interessara isso, talvez fora esse o motivo que o levou a não refletir que estava falando com a filha da família O'Byrne, uma das famílias mais ricas e poderosas da Escócia!

    Porém era possível que essa informação apenas o assustasse mais e achasse que a recente amizade era mais um sonho do que realidade. Do que adiantaria pensar nisso agora que apertara as mãos macias e pequenas de Eireann concordando em serem amigos? Ele estava feliz, e não era apenas pela comida e sim por poder compartilhar com alguém a animação e entusiasmo de tudo o que vivenciaram naqueles poucos minutos na escola.
    Tudo era muito surreal e, se o tempo tivesse uma pane e o dia nunca se encerrasse, Elliot e Eireann ficaram contentes com a oportunidade de ficarem ali conversando e se conhecendo.

    Enquanto conversavam, Owen estava comendo silenciosamente ao lado da irmã. Parecia imerso em pensamentos e tentando controlar o ciúme possessivo que sentia ao ver a irmã falando com tantas pessoas… Aliás, por que ela tinha que falar sempre om garotos? As meninas não tinham que ser amigas de meninos… isso não estava certo na cabeça de Owen.
    Enquanto ele tentava não transparecer o nervosismo e voltar a mergulhar em seus próprios devaneios, foi interrompido com a voz de Titor, que se infiltrou na conversa de Erin e Elliot, comentando sobre escrever.

    Como Titor estava ao lado de Owen, ele precisou se curvar um pouco para a frente para encarar Erin enquanto conversavam “por cima” do irmão gêmeo ruivo.
    E assim, iniciaram uma breve conversa sobre o que gostavam de fazer…


    De repente, Eireann olhou para a mesa da Sonserina. Já havia passado aproximadamente uns 30 minutos do banquete e ela queria ir falar com outras pessoas, como Bartholomew, que pareceu tão gentil em ir falar com ela antes, no Hall de Entrada.
    Educadamente, ela pediu licença para Elliot e John, deu um sorriso para seu irmão avisando-o que iria para a mesa da Sonserina falar com o seu outro colega. Owen disse que ela poderia ir, mas soltou um longo suspiro enraivecido com isso internamente… Nenhum outro aluno das outras mesas estavam andando pelas mesas das outras casas, por que Eireann precisava ir para falar com outro garoto? Mas preferiu não dizer nada e dedicou-se à comida, aos seus pensamentos e ocasionalmente à conversa que Elliot tratava com John. Talvez até poderia conversar com eles também – ou não.

    Na mesa da Sonserina, Eireann se aproximou de Bartholomew, que estava ao lado do Malfoy, Goyle e Crabbe. Bartholomew havia feito alguma piada com eles, pois quando Erin chegou ela notou que eles estavam com uma expressão diferente de alegria e animação e Bartholomew a puxou pelo braço levando-a para outro canto da mesa antes de ouvir a resposta de Draco, porém os olhos do menino loiro acompanharam Bartholomew e Erin enquanto corriam e ele disse, alto suficiente para toda a mesa da Sonserina ouvir:

    - Cuidado, Scaff! Ela pode querer limpar você!

    “HAHAHAHAHAHA” ouviu-se por toda a mesa da Sonserina as risadas dos alunos – tantos os novos quanto os mais velhos – rindo do comentário de Malfoy sobre a garota Eireann… Que estava tão distraída com a atitude de Bartlholomew que não deu muita atenção.

    Os dois não conversaram muito. Na verdade fora muito breve o diálogo dos dois e rapidamente Bartholomew sentou-se no mesmo lugar que estava. Talvez Malfoy tenha explicado à Crabbe e Goyle o que o garoto queria dizer com as “palavras do diretor”, porque quando voltou ao seu lugar não conseguiu sustentar uma conversa com nenhum dos três, ao não ser piadas sarcásticas de Malfoy eventualmente dependendo do que ele dizia, seja sobre ele ou sobre Eireann. Quando isso acontecia, Crabbe e Goyle riam concordando com seu amigo.

    A menina O'Byrne agora estava quase retornando à sua mesa quando parou para falar com Holly.
    Pluemer estava sozinha comendo – ou quase isso – quando Erin parou de pé a seu lado e puxou alguma conversa com ela, tentando ser animadora e simpática.

    Holly a encarou por uns longos minutos, imersa em seus pensamentos, espantada com a menina ir falar justamente com ela. Depois de passado o tempo encarando-a, resolveu respondê-la. Fora assim que começou o que parecia ser uma conversa.
    Mas seria mesmo possível que aquela linda menina, com longos cabelos ruivos em uma transa perfeita no cabelo, estava simplesmente conversando com a “doida da sonserina”? Isso era mesmo possível? Holly não estava acostumada com outras pessoas serem bondosas com ela, somente sua madrinha o era.

    Para o horror de Holly, assim que Eireann sentou-se ao seu lado, ouviu a voz de Draco ecoando:

    - Hey! Parece que as duas malucas estão se entendendo! Pluemer, por que não fala da sua mãe?

    E com isso toda a mesa voltou a rir animados. Parecia que todos leram o maldito jornal onde Rita Skeeter falava sobre sua família… Holly queria verdadeiramente desaparecer enquanto se forçava a responder a menina no meio das risadas.

    Enquanto Eireann e Holly conversavam, Felix puxava assunto com Leon que estava sentado perto de si. Holly podia vê-los conversando enquanto ouvia a O'Byrne. Curiosamente a conversa durou pouquíssimo tempo.  Leon o respondeu poucas coisas, na verdade era difícil até ver que ele falava, parecia preocupado, pensando em alguma coisa enquanto respondia o menino.
    Felix se levantou, gritou algo para Bartholomew – que apenas lhe acenou em resposta– e caminhou até onde estava Holly.

    Para Bartholomew:
    Foi descrito no post que ele jogou comida para seu gato por debaixo da mesa… mas todos os animais estão nos salões comunais das casas. Então foi desconsiderada essa parte da interpretação, já que o Sr. Bonifácio não está lá.

    Ela o viu se aproximar e estava preparada para outro rompante de piadas, seja dele ou de Malfoy. Entretanto a menina se surpreendeu novamente… aparentemente o menino vinha consolá-la ao invés de  zombar dela.
    Enquanto ouvia o menino falar com ela e com Erin, Malfoy soltou mais alguma piada que ela não conseguiu ouvir, fazendo os alunos rirem debochadamente.

    Erin e Felix começaram a conversar rapidamente. Logo ela percebeu o que a estava incomodando tanto quanto as piadas de Malfoy… Era muita gente indo conversar com ela em menos de 5 minutos! E ainda teria que cruzar todo o salão para chegar até a mesa da Corvinal e conhecer o irmão da Eireann? Passar na frente da mesa onde estava Harry Potter? De jeito nenhum! Mesmo assim não conseguia ser indelicada e dizer que não queria… precisava de um jeito de fugir dalí até eles saírem e a esquecesse, ou até o jantar terminar… Não importava… o pânico se apoderou dela e não conseguiu pensar direito quando disse que iria ao banheiro, levantou-se e saiu (…).

    No meio da conversa que se seguiu com Eireann e Felix, o menino quase gritou no salão chamando pelo irmão da menina ruiva… Erin conseguiu puxar o menino rapidamente, fazendo-o parar no meio da frase. Sabia que o irmão odiaria ter seu nome gritado por um aluno praticamente do outro lado do salão. Então ela se ofereceu para ir até lá.

    Enquanto caminhavam, todos percebeu que a comida das mesas fora substituída por uma imensa variedade de doces e sobremesas… Aparentemente o banquete estava chegando ao fim. Mudando um pouco a ordem do que havia planejado, pensando que logo teriam que sair dalí e talvez não tivesse uma outra oportunidade, Felix disse à Eireann que a encontraria na mesa da Corvinal em poucos instantes, só precisava fazer uma coisa no caminho. Parou de fronte à mesa dos funcionários, professores e diretor, esperou que Erin se afastasse e subiu o patamar mais elevado caminhando até o diretor.

    Subitamente todo o salão fez um breve silêncio. Ninguém se recordava de um aluno que saía de seu lugar junto à mesa de sua casa e se dirigia até os professores e diretores.
    Um ruído de cochicho se apoderou do salão. Eireann sentou-se e rapidamente olhou o que causou todo o silêncio repentino no salão e viu seu novo colega Felix junto com Dumbledore.


    Felix não pareceu perceber o quão inusitado e inédito estava sendo. Todos os professores e funcionários o encaravam espantados. Snape (que Felix ainda não sabia que era o professor de poções e nem mesmo o diretor de sua casa) crispou os lábios com um ar severo e reprovador.

    O menino se dirigiu ao diretor que o encarava com sincera curiosidade por cima dos óculos de meia lua. Ouviu atentamente a pergunta da menino e não se conteve em dar um sorriso doce e meigo para o rapaz antes de responder:

    - Não se incomode com o que um velho como eu tem a dizer, meu caro. Apenas desfrute do nosso banquete… Ele está quase no fim.

    Depois disso, Felix agradeceu e recuou da mesa percebendo – ou não – que todos os olhos de todos os alunos do salão o encaravam. Parece que ele realmente chamou mais atenção do que gostaria. Deu alguns acenos e cumprimentos educados à alguns alunos que o encaravam, mas nem sempre teve resposta.

    Juntou-se na mesa da Corvinal, ficando de pé ao lado de Eireann que voltara a se sentar entre seu irmão e Elliot, tendo John do outro lado de seu irmão.

    ~*~

    Holly não viu essa última cena, pois um dos monitores da Sonserina do quinto ano havia lhe abordado quando a viu procurando alguma passagem.
    Ela explicou à ele que queria ir ao banheiro e ele, mesmo tendo insistido que ela aguardasse um pouco mais, acabou cedendo ao seu pedido e a conduziu à um banheiro feminino, oculto atrás de uma passagem perto do salão principal. Ele ficou esperando que ela saísse do lado de fora do banheiro.
    Afinal, ele não queria ter que explicar ao diretor da casa que perdera uma aluna do primeiro ano logo durante o primeiro banquete do ano.
    Luxi
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 1294
    Reputação : 198
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Luxi em Sex Set 23, 2016 8:51 pm

    Assim que chegou ao banheiro, a menina lavou bem o rosto, pra dissipar um pouco daquele ecoar de vozes que ainda ficava na lembrança. Sentia muito mais vergonha quando as piadas eram feitas na frente dos outros, especialmente de amigos em potencial, como se Malfoy tivesse o poder de desmascará-la para Eireann e os amigos que ela estava coletando.

    Olhou-se no espelho e notou que estava bem esquisita com a cara molhada e triste. Esfregou o rosto, secando, depois pegou o doce de dentro das vestes, mordendo um pedaço para controlar a ansiedade.

    Achava que era uma ideia idiota ficar sozinha porque significava ter que voltar sozinha também e talvez chamar a atenção por isso. Bem, tinha o monitor. Pelo menos ele não era malvado. Nem todo mundo era ruim naquela casa, mas mal tinham começado as aulas e as pessoas sabiam seu nome muito mais do que ela gostaria.

    Fechou a embalagem do doce que ganhou do colega sonserino, pois queria preserva-lo no maior tempo possível quando estivesse emocionalmente instável.

    Aproveitando que estava lá, usou o banheiro, lavou as mãos, e voltou cabisbaixa para perto do monitor. Tinha vergonha de causar problemas pra ele então só o seguiu, tentando não chamar nada de atenção.
    shamps
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1397
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Salão Principal

    Mensagem por shamps em Sab Set 24, 2016 2:41 pm

    Desde sempre foi com Agnes que Eireann foi educada, os irmãos passaram mais tempo com ela do que com os próprios pais. Foi com ela que eles aprenderam sobre valores, educação, ética e amizade. Com a babá e com os livros Erin aprendeu que pessoas que precisam humilhar as outras para se sobressaírem são “coitadas e dignas de pena” e juntando em sua cabecinha todas as palavras ditas por Malfoy, a ruivinha chegou a seguinte conclusão: que Malfoy era ‘’digno de pena’’ e por isso ignorou todos os comentários feitos por ele. Ele a chamou de maluca? Coitado, afinal ela não era maluca, e se por um acaso Holly fosse maluca o problema não seria dele e sim da escola que teria de lidar com isso.
    Ficou pensando em como poderia lidar com essa situação, mas essas coisas eram complicadas demais para uma criança de onze anos e decidiu que escreveria para Agnes pedindo conselhos, ela tinha o dom de transformar assuntos complexos em coisas fáceis para crianças entenderem.  Por ora só ignoraria o Malfoy mais jovem dessa nobre família. Uma pena, pois esperava se dar bem com alguém de classe como essa família era.
    Com tantas coisas acontecendo, resolveu esvaziar a mente e curtir o momento. De volta à mesa corvina ela apreciou os deliciosos doces e sobremesas que haviam surgido após o jantar. Tudo maravilhoso, Agnes iria ficar sabendo disso com certeza.

    - Owen, eu vou escrever para Agnes hoje mesmo e falar sobre essa maravilhosa refeição. Hogwarts realmente se superou! – falava com o irmão entre uma guloseima e outra – você conversou com alguém, irmão? – ela estava preocupada achando que o irmão não conseguisse se enturmar – já fiz vários amigos, você viu? – falava animada e apontava para alguns deles – o Elliot, o Titor, o Felix e o Bartholomew. Infelizmente a Holly e o Malfoy não foram com a minha cara. Eles não gostaram de mim, mas sabe – ela falou aos sussurros no ouvido de Owen – ele não merece minha amizade mesmo. Lembra quando Agnes falou sobre valores? Acho que o Malfoyzinho se encaixa no perfil de “digno de pena”. Shhhhh, não fala para ninguém, tá? Ah – já mudava de humor – o Felix quer te conhecer – sorriu animadamente para o irmão.
    Whatever
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 21
    Reputação : 0

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Whatever em Sab Set 24, 2016 6:53 pm

    Felix havia agora retornado de sua pequena aventura e estava ao lado de Erin (havia ouvido um ou outro chama-la disso e achou que deveria fazer o mesmo), o que chamava de “aventura” era simples fato de ter feito uma pergunta ao diretor, o que ele não considerava nem um pouco errado ou estranho, afinal, estavam em uma escola, e se alguém ali tinha conhecimento era o bruxo chamado Dumbledore, tão conhecido por todos, com certeza era bom fazer perguntas a ele,  Isaac sempre havia lhe dito que curiosidade era algo bom, e o próprio diretor parecia concordar, afinal, tinha lhe dado um sorriso que pareceu extremamente sincero, alguns outros, ao que parecia, não concordavam tanto assim, um homem de rosto sério e ranzinza havia lhe dado um olhar repreendedor, Felix não gostou desse olhar, não gostou daquela pessoa, que lhe olhava como se estivesse dizendo “quem você acha que é”, ou pelo menos foi isso que pareceu para ele , parte dele se irritava por causa dessa reação, queria retrucar, outra parte dele já começava a pensar em jeitos de tentar fazer o homem mudar de opinião sobre ele, não queria começar brigas com ninguém, especialmente não com professores, uma pequena parte dele nem mesmo se importou com aquilo, achando que não valia sua atenção e tempo, acabou decidindo pela segunda opção, iria pedir desculpas por sua arrogância quando pudesse falar com o homem, por mais que não sentisse que estava errado nem por um segundo, os outros professores só reagiram com espanto, mas não pareceram achar o que ele fez particularmente ruim, isso só reforçou sua ideia de que estava certo.

    Quando estava caminhando de volta( se dirigindo a mesa de Corvinal, onde Erin estava )alguns do alunos lhe davam olhares de desdenho, alguns davam olhares de surpresa e uns poucos de admiração, ele tratou todos eles do mesmo jeito, simplesmente sorrindo e lhes dando um pequeno aceno, não olhou para nenhuma das pessoas com quem havia conversado antes, ou pelo menos, não deu muita importância a qualquer reação que tivessem mostrado, aproveitou que agora estava perto dos corvinos e se introduziu a eles.

    “Nossa, eu realmente fiz uma cena não fiz? Ahahhahahahaha, ah bem, não importa, eu sou Felix, seu nome é Owen não é, prazer em conhece-lo”

    E olhando para os outros alunos perto de Erin

    “Eu não me lembro seus nomes, mas oi para vocês também”, ele tinha tentado se lembrar dos nomes de todos os alunos de seu ano, estava mais ou menos certo de que conseguiria, mas com tanta coisa acontecendo ele acabou se esquecendo de metade deles, ele não iria mais esquecer os nomes que lembrava, afinal, aquelas pessoas eram justamente as que tinham feito uma impressão nele, esperava que ninguém lhe achasse rude por não se lembrar, continuou sorrindo e esperou alguma resposta
    Thalion
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 581
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Thalion em Dom Set 25, 2016 2:01 am

    Quando John Titor perguntou o que faziam além de ler, Elliot só baixou a cabeça, imaginava que ele já estava o achando estranho, mas desde novo foi excluído das outras crianças, o que o fez passar mais tempo com atividades caseiras, ele não falou mais nada, só deixou Eireann responder o que gostava de fazer, sua timidez não o deixou comentar nada, em sua cabeça ele só imaginava que causou uma primeira má impressão para John.

    -------

    Elliot ficou surpreso quando viu uma criança indo falar diretamente com o diretor, ele só se perguntava como alguém tinha a coragem de fazer algo assim? Só ele tinha esse bloqueio? Imaginava como as coisas podem ser tão diferentes para cada pessoa. A surpresa foi ainda maior, quando essa mesma criança se direcionou a eles na mesa, “A Eireann e seu irmão devem ser mesmo muito conhecidos” pensou ele meio intimidado.

    “Ele não lembra meu nome? Bem, não posso culpá-lo, eu também não lembro o nome dele.” Sentindo que sua presença não fazia a menor diferença para Felix, Elliot apenas acena e força um sorriso, não sentiu necessidade de falar seu nome e só acenou por educação, para ele pareceu que o garoto só estava lá para falar com o Owen.
    Shmul
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 381
    Reputação : 0

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Shmul em Seg Set 26, 2016 9:13 am

    Depois que Bartho terminou a rápida conversa com Eireann ele voltou para seu lugar e tratou de comer. Procurou fazer amizade com os alunos que estavam sentados ao seu redor, inclusive com Malfoy e seus trogloditas. Quando zombavam dos outros alunos, Bartho se esforçava para esboçar um riso, pois não gostava daquele tipo de atitude, mas pensou que fingindo ser amigo de Malfoy conseguiria informações privilegiadas e talvez conseguisse “manipular” o jovem Draco.

    Bartholomew ficou impressionado com a coragem de Felix, seu amigo de trem, em indagar o diretor da escola na frente de todos os alunos.
    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 821
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Salão Principal

    Mensagem por Jezreel em Ter Set 27, 2016 10:02 am

    - Então, vocês são Eireann, Elliot e Owen, é isso? Eu sou John Titor Nostradamus.  

    Owen estava bebendo o suco quando ele ouviu "Elliot" entre Eireann e Owen, neste momento, ele quase engasgou, pois não tinha lembrado que um dos novos amigos da irmã estava com eles ali. Ele moveu lentamente a cabeça para o lado onde o menino estava, e encararou-o por alguns instantes. Bom, ele já sabia o nome de Elliot e provavelmente Elliot já sabia o nome dele. Não achou necessidade de se apresentar formalmente, além disso, uma pequena pontada de raiva permanecia ardendendo dentro dele.

    - Sim, sou o Owen.

    Owen achou estranho John perguntar seu nome novamente, mas como explicou que era terrível com nomes, não se importou mais com o assunto. Era bom ter um rosto amigável ali, ainda mais com sua irmã surtando querendo novos amigos a cada rosto novo que encontrava.

    Owen se desliga um pouco do assunto e percebe que um menino vai até Dumbledore perguntar justamente o que ele estava tentando descobrir, porém sem sucesso.

    - Não se incomode com o que um velho como eu tem a dizer, meu caro. Apenas desfrute do nosso banquete… Ele está quase no fim.

    Bom, parece que não era nada de mais então. Encheu sua cabeça com bobagens, não tinha nada a ver com enigmas ou coisas mais difíceis. Bom, pelo menos algumas de suas perguntas já foram respondidas. O que ele não entendeu foram os próximos passos do garoto. Parecia que estava indo justamente em direção a sua mesa. Mais um amigo da Erin? Sua resposta foi logo respondida quando chegou e ficou de pé ao lado de sua irmã.

    "Ótimo. Erin deve estar montando um time de quadribol." Pensou irritado.


    - Owen, eu vou escrever para Agnes hoje mesmo e falar sobre essa maravilhosa refeição. Hogwarts realmente se superou!

    - Como você vai escrever? Nós só trouxemos nossos gatos, deixamos as corujas em casa.

    Ele falava sem olhar para a irmã. Estava obviamente irritado, mas não queria falar sobre aquilo naquela hora.

    – você conversou com alguém, irmão?

    - Sim, falei com o John.

    Disse olhando rapidamente para John e voltando-se para sua comida. Não queria estabelecer contato ocular com a irmã.

    – já fiz vários amigos, você viu?

    - Com certeza eu vi. Você até saiu da mesa da corvinal, na verdade, acho que todo mundo viu, né?

    Disse agora olhando para onde ela estava apontando.

    – o Elliot, o Titor, o Felix e o Bartholomew. Infelizmente a Holly e o Malfoy não foram com a minha cara. Eles não gostaram de mim, mas sabe...

    Agora a irmã chega perto de Owen para cochichar em seu ouvido.

    – ele não merece minha amizade mesmo. Lembra quando Agnes falou sobre valores? Acho que o Malfoyzinho se encaixa no perfil de “digno de pena”. Shhhhh, não fala para ninguém, tá?

    Owen olhava para ela com uma das sobrancelhas levantadas e um tom mediano de irritação.

    "Por que eu falaria para alguém, aliás, para quem?"

    Imendando já em outro assunto, Erin não deixava Owen nem respirar.

    – o Felix quer te conhecer

    - É seu novo melhor amigo?

    Erin sabia o que ele estava querendo dizer. Estava irritado com toda aquela situação. Sempre disse que queria uma melhor amiga, mas só o que Owen via, eram cada vez mais amigos.
    Owen estendia a mão para Felix com a car fechada. Estava irritado, mas ainda assim, não queria ser alguém mal educado. Não por pena do menino, mas sim por não querer desapontar Agnes, mesmo ela estando longe naquele momento.
    hitoshura
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 521
    Reputação : 0

    Re: Salão Principal

    Mensagem por hitoshura em Qui Set 29, 2016 9:46 am

    John Titor Nostradamus



    Titor achou chato e estranho ninguém ter respondido sua pergunta, se sentiu solitário por alguns instantes e levemente triste por não ter irmãos ou amigos naquela mesa. Esperava que o restante do ano não fosse que nem aquela conversa que nunca aconteceu. Ele comia alguns doces antes de dizer:



    -- Com licença... *Dizia se levantando*
    Ele iria então fazer um tour pelas mesas, primeiro na Sonserina para falar com seu irmão, depois na Grifinória para falar com Anne e por fim na Lufa-Lufa para conversar com Miluda e Robert.

    ~Na mesa da Sonserina



    -- Awwww mannnn, eu acabei na casa dos nerds, eles tão falando sobre Ler e escrever livros, eu acho que vou viver dormindo... *Dizia para seu irmão mais velho, e então observava com quem ele estava conversando*
    Se houvesse alguém digno de nota na mesa ele iria cumprimentar casualmente, como Malfoy por exemplo. Ele não sabia exatamente quem mais ele conhecia daquela casa, alguém com quem andou no trem talvez? Se sim cumprimentaria também.

    ~Na mesa da Grifinória



    -- Isso é tão injusto, acabamos cada um em uma casa diferente... *Comentava com Anne* -- Será que vamos ter alguma aula juntos?
    Ali, ele iria acenar casualmente para Rony também, em seguida a puxaria consigo para a mesa da Lufa-Lufa, onde abordariam Robert e Miluda.

    ~Na mesa da Lufa-Lufa



    -- Hey Robert, você já comeu isso aqui? É uma delícia *Era uma armadilha, era a comida mais apimentada que eles serviam, que havia feito Titor cuspir fogo minutos atrás*
    E com a armadilha colocada, ele esperava pelo mesmo cair, ou não...

    Conteúdo patrocinado


    Re: Salão Principal

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Out 22, 2017 1:18 pm