Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Prólogo Brenna (Edu)

    Compartilhe
    Nazamura
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 268
    Reputação : 5

    Prólogo Brenna (Edu)

    Mensagem por Nazamura em Seg Set 12, 2016 7:33 am

    Brena desperta as 05:30 da manhã como de costume para orar aos deuses celtas, estava sozinha em seu apartamento que fora alugado por seus pais que estão em NY e ao entrar em uma concentração profunda, quase um transe ela teve uma visão


    - Onde você acha que essa corrupção com a natureza irá te levar? - uma entidade similar a um elfo, mas que era possivel ver apenas a sua silhueta negra sem distinção de rosto a questiona - Estaremos de olho em você

    O lugar onde Brenna estava era uma caverna disforme, envolta em nuvens saindo do chão impossivel de descrever qualquer cenário, clima e se estava de dia ou a noite, quando a concentração é quebrada pelo celular tocando e diversas mensagens no whatsapp, eram de Kaede


    - Brenna, tá dormindo? são 6:00 to aqui na frente do seu apê S2
    - Brenna, já são 06:30, você não disse que queria conversar comigo?
    - não acredito Brenna, já são 07:00 e vc me deixou plantada aqui na frente, vo esperar só mais 5 minutos

    O incidente onde erguera a cama de seu quarto veio a mente como um flashback

    Instruções:
    Edu, depois dá uma olhada no link da sua ficha no post fixo, para adaptar a linha do tempo até o primeiro ano, sei que vc narrou os eventos que seu namoro com Kaede foi no terceiro ano, mas em virtude de vc ser aluna do primeiro ano precisa arrumar a timeline. Não sei bem o que vcs iriam conversar as 6 da manhã, deixo o assunto pra vc inventar, mas vc perdeu a noção do tempo nesse encontro com a entidade deixando Kaede furiosa. Pode controlar o diálogo que teve com ela seguindo a linha de eventos que propus, descreva seu apê e as coisa que tem nele.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 7158
    Reputação : 81

    Re: Prólogo Brenna (Edu)

    Mensagem por Edu em Ter Set 13, 2016 3:38 am

    Brenna ainda meio desnorteada se levanta da cama pega o celular de digita rapidamente a mensagem no whatsapp:

    - Já to indo Kaede.

    Ela levanta correndo sem nem pegar um um robe ou pensar em arrumar a cama nem nada, vai direto até a porta e abre. Encontra do lado de fora uma Kaede bufando já de tanto esperar. A sua namorada a olha de cima para baixo:

    - Isso é jeito de me receber, Brenna? - falou Kaede com um certo descontentamento na voz.

    Brenna estava de baby doll e calcinha box, além disso estava com a cara amassada e cabelo bagunçado. Puxou Kaede para dentro de fechou a porta atrás. Com uma expressão cansada ainda no rosto tomava folego para começar a serie de explicações para namorada.

    Observando o apartamento de Brenna dava para perceber o quanto Kaede já fazia parte da sua vida. Haviam vários itens decorativos que tinham sido a sua namorada que trouxera para ali. Ela mesmo era do estilo "clean" geralmente não gostando muito de bibelôs e outras coisas que se botam em prateleiras. A Jovem irlandesa-americana não é muito dada a decoração assim como uma produção mais exagerada no seu vestuário. Um exemplo era que quase nunca usava maquiagem, estava sempre de cabelo curto; tudo bem que sempre com um penteado estiloso, a não ser pelo uniforme escolar nunca usava saia ou vestido preferindo sempre usar calças e shorts, apesar de fazer sempre as suas unhas nunca as deixava crescer ou as pintava. O motivo disso tinha a ver com o seu problema.

    No entanto quando Kaede entrou na sua vida isso começou a mudar, pelos menos para seu apartamento. Na pequena sala na estante que ficava a tv, era possível ver vários itens como vasos com flores, pequenas estatuas e alguns porta retratos contendo fotos dela com a namorada e com os pais. No quarto a presença de Kaede aumentava ainda mais. Desde que o relacionamento das duas tinha se tornado algo definitivamente serio (principalmente depois da aprovação dos pais) o seu quarto passou a ter dois guarda roupas. Um com as suas roupas e outro com as roupas dela. Caso a sua namorada quisesse se mudar para ali só precisava de uma copia da chave, porquê todo o resto não precisava levar porquê já estava lá.

    Já tendo tomado folego Brenna começou a falar, num japonês com um sotaque bem carregado:

    - Desculpe por ter deixado você esperando na porta. Uma coisa esquisita aconteceu hoje, logo quando acordei para fazer o meus rituais a deusa e seu consorte, eu não sei o que aconteceu comigo que cai numa especie de transe e só ouvi os barulhos do celular e as mensagens quando eram sete horas. Vi que você já ia embora e levantei correndo para abrir a porta, por isso o visual assim.

    Kaede olhou para Brenna de cima a baixo com uma expressão mista de desconfiança e preocupação. Sua namorada sabia que não era costume dela se apresentar desarrumada em hipótese nenhuma, por isso ficava com um pouco de preocupação.

    - Hm...- fez um som indistinto ela antes de falar - Transe? O que aconteceu nele? - indagou olhando firmemente para Brenna.

    A jovem irlandesa-americana pegou uma das mãos de Kaede e a levou até o sofá aonde sentaram olhando uma para a outra.

    - Apareceu uma figura numa caverna envolta em nevoa, ela era parecida com um elfo mas não dava para distinguir as suas feições e falou as seguinte palavras "Onde você acha que essa corrupção com a natureza irá te levar?" depois que disse isso eu acordei - contou a Kaede.

    A sua namorada olhou para ela tentando ler o seu rosto atrás de algum indicio de brincadeira, mas não encontrou nenhum. Preocupada com Brenna ela pegou as duas mãos, da filha de irlandeses, entre as suas e falou calmamente:

    - Isso tem a ver com os seus poderes? Eu falei que eram perigosos, você desmaiou depois que fez aquela tentativa de voar. Devia parar com essas manifestações.

    - Mas não tenho mais tentado manisfestar nada Kaede, esse é o ponto. Alias tinha sido por isso que a chamei para conversar hoje. Será que você não poderia ficar uns dias comigo aqui? Eu estou com medo Kaede e não tenho ninguém além de você para ficar aqui. Meus pais moram do outro lado do mundo e Toshio seria esquisito demais - Brenna falou apertando as mãos de Kaede.

    - Toshio? Toshio não é nem uma opção - exclamou a garota com um tom de ciume na voz - Eu posso ficar aqui claro, só dar um telefone para o meu pai e pronto. Aqui é praticamente a minha segunda casa.

    Brenna ficou um pouco assustada com a reação de ciumes de Kaede mas depois sorriu com a resposta da namorada, se aproximou e a beijou.

    - Já me sinto mais segura, Kaede - riu Brenna e levantou - Foi fazer o café da manhã para nós duas e antes me trocar é claro.

    Brenna se dirigiu para o seu quarto para se trocar e depois preparar o café da manhã para as duas. Estando já mais leve iriam para a escola.
    Nazamura
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 268
    Reputação : 5

    Re: Prólogo Brenna (Edu)

    Mensagem por Nazamura em Seg Set 19, 2016 8:15 am

    Brenna escreveu:- Já me sinto mais segura, Kaede - riu Brenna e levantou - Foi fazer o café da manhã para nós duas e antes me trocar é claro.

    -Está bem, vou ligar pro meu pai então

    Enquanto Brenna preparava o café da manhã na cozinha escuta Kaede dizer

    - Tá bem pai, mas é que .... mas paaaiii ?? Esses jantares são chatos... pai me escuta!..  - Logo Kaede desliga o telefone e aparece na cozinha dizendo - Meu pai marcou um jantar com os O'connels hoje a noite e não vou poder ficar com vc. Mas você pode ir ao jantar comigo, senão vou ficar muito insegura com aquele jantar formal todo, aquela mesa posta, ai como odeio isso...

    após o diálogo e o café, Kaede acaba chamando seu motorista pelo whatsapp onde ambas seguem para a escola, ao chegarem e irem ate o portão da escola, notam um principio de confusão com alguns alunos do primeiro ano da mesma classe

    - Aquela não é a Akemi? tem um garoto que espalha que ela é criminosa mas nunca provou nada.

    as garotas observavam a cena ao longe, quando notam Motoko, a lider do time de volei do 1 ano seguida de suas colegas também chegarem a escola, elas haviam ganhado o torneio inter-escolar de Tokyo há uns 2 dias e elas praticamente desfilavam com suas medalhas ao peito, Motoko nota as duas e vai em direção a Brenna


    - Fiquei sabendo que você quer entrar pro time - e olha para Brenna dos pés a cabeça enquanto fala turvando o lábio olhando para Kaede com um sorriso falso e depois continua - Brenna o que você estaria disposta a fazer pra entrar pra equipe?

    Kaede olha para cima e começa a miar de raiva, mas fica parada no mesmo lugar vendo o que Brenna irá fazer.  Ao longe Brenna ve Toshio que acena para ela e segue portão a dentro.

    Instruções:
    Motoko lançou um "ish, você com essa coisinha!" pra Kaede pelo olhar que a deixou furiosa - já que vc narrou que Kaede é "geniosa" e de "temperamento dificil" está sendo complicado ela se conter sem atacar a Motoko, entretanto, é a Motoko quem decide quem entra no time ou não e vc está diante de seu sonho. (você pode até controla-la mas a decisão se vc entra no time fica comigo blz?)  
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 7158
    Reputação : 81

    Re: Prólogo Brenna (Edu)

    Mensagem por Edu em Qua Set 21, 2016 5:28 pm

    Brenna educamente ouviu calada a conversa da sua namorada com o pai, quando a garota terminou ficou um pouco frustada ao saber que ela não poderia ficar na sua casa com ela, pelos menos por aquela noite.

    Olhou para as mãos de Kaede que estavam entre as suas e que ela apertava gentilmente fazendo um carinho, voltou sua visão para o rosto da garota e disse:

    - Tudo bem, Kaede, se maomé não pode ir até a montanha, a montanha vai até maomé. Não vejo problema em ir, todo mundo já sabe mesmo que a gente namora, é oficial, acho que é meu dever ir até, senão passaria uma impressão ruim, entendes?

    Kaede sorri docemente e abraça Brenna.

    - Só você mesmo para transformar uma coisa chata em algo legal. Então se você vai no jantar que tal não ficar lá em casa essa noite? - Kaede dá uma leve piscadinha para ela.

    - E não vai ter problema? Sua familia não vai encrencar? - perguntou um pouco temerosa Brenna.

    - Nada - Kaede deu uma suave risada - Meu pai e minha mãe adoram você, o que você tem medo? Porquê você parece uma garota? Lá todo mundo sabe que você não é, relaxa Brenna. A unica diferença vai ser que a gente não vai dormir na mesma cama e não terá atividade noturna - disse ela ficando vermelha nesse ponto.

    Brenna ficou também vermelha e deu um sorriso sem graça.

    - Okay, então é melhor eu ir fazer o café que tu deve tá morrendo de fome - disse ela se levantando.

    A jovem americana foi preparar café e o fez como sempre. Cozinhando do jeito de Kaede gostava. Acabou não demorando muito, assim como o proprio café da manhã não demorou. Comeram até que numa velocidade rapida, de vez em quando trocando um ou outra palavra e rindo no final. Em geral eram conversas bobas das duas que só o casal entendia o contexto. Depois disso se arrumaram e foram para o colégio.

    Já na escola ela e Kaede procuraram ir passando longe da pequena confusão que acontecia ali na entrada. Em geral Brenna e Kaede não fazia qualquer demonstração de afeto quando estava ou fora da sua casa ou fora da casa da sua namorada, mesmo assim todo mundo no colegio sabia que as duas estava juntas.

    Logo que Motoko veio e deu aquele olhar esquisito para Kaede e perguntou sobre o que faria para entrar no time de volei. Obviamente, não pode deixar de notar a reação furiosa da sua namorada. "Vixi lá vem" pensou ela.

    - Não sei Motoko, acho que depende do que for para ser feito. Não podemos conversar sobre isso depois? - Perguntou ela sem graça olhando para Kaede no seu lado.

    Motoko deu um sorrisinho maldoso, botou a mão no ombro da sua namorada e disse indo embora:

    - Claro, querida. Conversamos sobe isso depois, nos vemos depois Kaede e Brenna.

    E a garota foi embora e Kaede foi acompanhando com os olhos ela de uma forma pouco amigavel. Brenna sabia que Motoko era a melhor amiga da sua namorada, mas ela não tinha aceitado bem o namoro e suposto lesbianismo da amiga, no entanto não tinham terminado a amizade.

    - Quando ela vai aceitar o meu namoro com você? Poxa é o meu direito de escolher quem eu quiser para ficar junto, tu é uma pessoa tão incrivel Brenna. Ah... - bufa Kaede - isso é tão injusto.

    - Esqueçe isso. O fato dela não aceitar, não faz do nosso namoro errado - Disse Brenna botando a mão no ombro da namorada e tentando mudar de assunto para acalmar Kaede - Vem cá já pensou na sua fantasia do baile do dia das bruxas?

    - Não - disse forma seca Kaede - Vamos para a sala que não quero ficar aqui. Eu to com raiva e não quero ouvi essa confusão sobre essa garota Akemi. Porque tem que ter tanta gente imbecil no mundo, Brenna?

    Arregalou os olhos de surpresa com toda a atitude da namorada.

    - Bem... é melhor irmos para a sala mesmo - falou num tom um pouco mirrado a americana.
    Nazamura
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 268
    Reputação : 5

    Re: Prólogo Brenna (Edu)

    Mensagem por Nazamura em Seg Set 26, 2016 6:30 am

    As garotas seguem escadaria em direção a sala, um leve trovão marca o inicio de uma chuva de outono e logo a temperatura cai um pouco ficando mais frio.

    Quando o sinal toca 8h, os alunos começam a entrar nas salas e Toshio chega correndo bufando, procura por Brenna e Kaede e vai na direção das duas


    - Meninas.. - comenta tomando folego - vocês tem que jogar esse jogo é muito animal

    Ele mostra a capa do jogo Resident Evil 6, é evidente que Toshio quase perdeu a hora jogando a madrugada denovo...

    Instruções:
    Faça uma rápida rodada aqui conversando com Kaede e Toshio (se quiser), em seguida clique nesse link para a sala de aula

    http://www.novaerarpg.com/t1729-1-ano-aula-de-matematica-do-yome-sayaka-yumi-brenna#83751
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 7158
    Reputação : 81

    Re: Prólogo Brenna (Edu)

    Mensagem por Edu em Qua Set 28, 2016 12:17 am

    Brenna tinha dado três passos para dentro do predio escolar, ali no corredor quando lá fora a chuva caiu com direito a trovão e tudo. "Wtf!" pensou ela, essa chuva tinha vindo do nada. Nem guarda chuva tinha trazido. Olhava na direção que tinha entrado lá para fora pensando tentando em vão entender a natureza.

    Sentiu um puxão no braço e a voz de Kaede falando:

    - Como é que é vai ficar parada ai?

    Brenna olhou de forma sem entender para a sua namorada e se perguntando "porquê estava irritada com ela?" Decidiu não falar nada e continuou andando próximo a garota. Aquela manhã tinha começado toda errada, primeiro aquele sonho estranho, depois Motoko(como sempre), a mudança de tempo repentina(coisa que tinha pego ela despreparada) e por ultimo o mau humor de Kaede. A americana passou as pontas dos dedos nas têmporas um pouco frustada, "o dia prometia" pensou e seguiu.

    Logo em seguida veio Toshio correndo e sem folego falando do novo resident evil.

    - Oi Toshio que euforia toda é essa para falar só de um jogo? - Diz Brenna surpresa e dando uma risa leve com a atitude do menino.

    - É que... é que esse jogo é muito bom Brenna. Varias campanhas simultâneas podendo jogar com dois personagens cada uma, muita ação de tirar o folego. Simplesmente você tem que jogar! - respondeu o seu amigo ainda com um tom eufórico.

    Brenna sentiu uma batidinha no seu ombro e olhou vendo que era de Kaede.

    - Eu vou indo para aula já, você me encontra lá - disse secamente tomando a frente e indo rumo a sala, quando ela passou perto de Toshio disse - Bom dia.

    O garoto foi olhando Kaede todo o caminho até a sala assim como a própria Brenna o fez. Virou para sua amiga e disse:

    - O que tem de errado com ela?

    - Gostaria eu saber, quando ela fica assim é melhor deixar quieta que depois melhora - parou um momento ainda olhando a porta da sua sala que Kaede tinha acabado de entrar - Agora que tal nós irmos na loja hoje e comprarmos o resident evil 6 para jogarmos?

    O garoto enrubesce um pouco, apertando os nós dos dedos com a outra mão.

    - Er... claro Brenna.

    Brenna sorri, era engraçado ver como o menino ficava sem graça com algumas coisas que ela falava. Não estava dando em cima nem nada, mas ele ficava nervoso mesmo assim. Toshio era um garoto nota 10, tinha que ajudar ele a arrumar um namorada.

    - Então tá marcado, vamos pra a sala logo antes que nos atrasemos - disse ela caminhando para a sala de aula com o menino a seguindo.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Prólogo Brenna (Edu)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Set 25, 2018 7:39 pm