Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Meileen - Shamps

    Compartilhe
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2137
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por shamps em Dom Jul 22, 2018 2:50 pm

    A elfa de cabelos vermelhos ouve a resposta do humano sabichão e acena com a cabeça, sem perder tempo ela mira sua flecha e atira, errando os dois disparos. O sangue lhe ferve de raiva, principalmente quando ela se vê correndo atrás do saqueador novamente, se jogando no portal.
    De volta ao portal, Meileen sente o aconchego do entre-mundos, bem diferente do frio anterior, mas pouco tempo tem para raciocinar a respeito, pois logo sua visão clareia revelando-lhe o novo local da contenda. Um mundo colorido e feliz... só nas aparências, como explicado por Patrick.

    - De novo esse mundo Diablo! Já estou me irritando com esse goblin safado – de fato o rosto fino e liso da elfa estava rosado e uma veia saltava em sua testa.

    Novamente aquela sensação de incompetência pairava sobre a elfa, a mesma que sentiu quando desafiou Muraty em Jalakow e perdeu vexatóriamente. Sabia que não era tão boa com a espada quanto com seu arco, mas só estava errando seus tiros. Ficou indecisa por alguns segundos, mas sabia que não podia perder tempo e decidiu que usaria seu arco novamente.  Respirou fundo e disparou contra o unicórnio gigante.
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1969
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por Hellkite em Ter Jul 24, 2018 1:37 pm

    Meileen, ainda tomada pela desconfiança em suas próprias habilidades, dispara duas flechas contra o grande unicórnio rosado, atingindo uma das flechas. A dor causada faz com que o monstro se levante em suas duas patas, enquanto sangue jorra profusamente pela ferida.

    NRPG: 7 de dano acumulado.

    Clover suspira e tenta se recompor. “Pelo menos eles sangram...”, diz, e entoando palavras arcanas, lança de suas mãos uma teia gosmenta em direção aos ursinhos que se aproximavam, a mesma magia que tinha sido usada contra os amigos de Patrick. Isto acabou temporariamente com o seu avanço, preocupados que estavam em sair da teia.

    Patrick observava embasbacado a ação de suas colegas. Ele leva a mão a cabeça e diz, meio sem jeito:

    - Puxa vida, juro que quando aprender magia, vou poder ajudar vocês, garotas!

    O oponente que enfrentava o unicórnio, que a principio julgava-se ser um homem, na realidade era uma mulher, com cabelo prateado cortado bem curto e musculosa. Era bem ágil, e lutava sem arma alguma, apenas fazendo uso de suas mãos e seus pés.



    NRPG: Ataque 10/4. Errou.

    NRPG: Ataque Unicornio - chifre. 20. Confirmacao 11. Critico. Dano: 13+16 = 29.

    Porém de nada adiantou, pois os golpes no unicórnio não surtiram efeito, e com um movimento da cabeça, seu chifre trespassou o corpo da lutadora, que ficou imóvel no mesmo instante em que foi atingida. Novamente o monstro rosado ficou em duas patas, erguendo o cadáver pendurado para cima, sem solta-lo. Parecia que tinha ficado preso no chifre.

    Patrick estava boquiaberto.

    - Eu não disse que esse bicho é do mal!!! Sugiro correr!
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2137
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por shamps em Qua Ago 01, 2018 2:12 am

    - Tsc! - a elfa estala a língua, indignada por perder mais um tiro. Por sorte uma das flechas acertou o unicórnio, fazendo um pequeno ferimento.

    Ela não teve muito tempo de sentir pela morte da mulher que enfrentava a criatura, já que tinham pressa.
    Clover realiza sua magia evitando que os ursos os alcançassem.

    - Infelizmente não temos tempo para isso, rapaz. Terá de se virar e sobreviver com ou sem magia - ela olha para a própria espada e desiste imediatamente da péssima ideia que teve. Aquele garoto não tinha preparo para manejar uma espada, muito menos a SUA espada - droga... não sei o que faço com você!

    O monstro se preparava para correr na direção deles e a elfa pensava se seria melhor enfrenta-lo, já que de nada adiantaria fugir de um animal que podia correr mais do que eles.

    - Correr? Tem certeza? Esse bicho nos alcança em dois trotes... - ela começava a preparar mais duas flechas - Clover... - e acenou com a cabeça para amiga, sinalizando que estaria pronta quando ela estivesse também - espero que isso de certo. Rapaz, como vencemos esse monstro? Há algo específico? Se tiver, fale logo!
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1969
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por Hellkite em Dom Ago 12, 2018 11:35 am

    Meileen puxa de sua aljava mais duas flechas, enquanto observa de canto de olho que Patrick havia corrido para se esconder detrás de uma arvore. A elfa volta seu olhar para Clover, que acena com a cabeça indicando estar pronta.

    NRPG: Meileen: Ataque duas flechas. 17: dano 9. 19: dano 4. Acumulado: 7+9+4=20.
    NRPG: Clover: Summon Monster II. Aguia celestial.

    Consciente de suas recentes falhas com o arco, a ranger concentra-se ainda mais para se redimir, e com isto as flechas voam certeiras contra o alvo, que ao ser atingido relincha de dor e ódio. Não era nada bonito ver os olhos vermelhos malignos daquele unicórnio cor-de-rosa.

    Chamado através de magia arcana, uma águia celestial surge guinchando do céu, suas garras afiadas prontas para rasgar a carne dos inimigos.

    NRPG: Ataque Aguia: 12. Dano 4.

    O dorso do monstro cor-de-rosa fica em listras vermelhas, causadas pelas garras do pássaro de rapina.

    NRPG: Ataque Unicornio – chifre. 18. Dano 13.

    Enlouquecido, o unicórnio esbraveja contra a águia, focando sua atenção em seus movimentos. E quando a águia retornou para atacar novamente, o unicórnio deu um rápido salto, empalando a pobre ave no meio do ar.

    Patrick estava ainda mais boquiaberto.

    - Deve ser um unicórnio de elite, só pode ser! Quem sabe mais que poderes esta criatura pode ter – exclama admirado o rapaz, observando protegido pelo tronco da arvore – Ei Meileen, no mano a mano não sei se vai dar para ganhar, apesar de voce já ter acertado umas flechas... Não sei se tem um ponto fraco este unicórnio, mas sei que se for pelas vias normais, não vai dar não... Tente alguma coisa surpreendente, estamos em um mundo estranho, com criaturas fofinhas comedoras de carne e nuvens risonhas! Algo que fuja do padrão pode dar certo!

    A maga parecia preocupada, ainda mais que o unicórnio havia voltado a sua atenção para elas, depois de ter tirado o cadáver da águia de seu pontudo chifre.

    - Minhas magias estão acabando amiga, precisamos de uma solução para isto bem rápido! – diz com a voz tensa.
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2137
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por shamps em Dom Ago 19, 2018 6:26 pm

    Respirar fundo e mirar ajudou Meileen a recuperar sua confiança e com isso suas flechas acertaram o alvo, machucando o grande monstro rosa. Clover também dispara sua magia, mas infelizmente o monstro mata a águia convocada pela maga, piorando a situação para o lado delas. Patrick era de pouca ajuda naquele momento, ao menos estava seguro.
    Vendo que o monstro se preparava para galopar em sua direção, a ela olha chocada para o humano e o indaga, com a voz levemente esganiçada.

    - Unicórnio de leite? Como assim você não sabe mais nada sobre essa coisa – por ser uma pessoa mais prática, a colocação de Patrick chocou ainda mais a elfa – uma solução fora da realidade? Tá de brincadeira, né? O que você quer que eu faça? Dance com uma flor na boca na frente dessa coisa?

    Uma coisa sem lógica não agradava em nada a elfa, que se preparava para correr.

    - Droga, essa coisa vai nos alcançar rápido se corrermos. Eu devia era tacar você nessa coisa, Patrick! – ela tinha indignação em sua voz – se bem que isso não seria algo muito fora do real! Calma Clover, vamos pensar algo. O Kros é o único que consegue pensar em coisas idiotas, mas o que ele faria além de correr na direção do bicho?
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1969
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por Hellkite em Sex Ago 24, 2018 11:26 pm

    - Droga, essa coisa vai nos alcançar rápido se corrermos. Eu devia era tacar você nessa coisa, Patrick! – ela tinha indignação em sua voz – se bem que isso não seria algo muito fora do real! Calma Clover, vamos pensar algo. O Kros é o único que consegue pensar em coisas idiotas, mas o que ele faria além de correr na direção do bicho?

    Patrick fica indignado com a menção de ser usado como isca de unicórnio, levantando seu óculos com o dedo do meio. Ele reclama, meio esbaforido enquanto tenta se esconder atrás do tronco da arvore.

    - Puxa Meileen, estou fazendo o máximo que posso! É que este mundo é muito doido, então fica meio difícil fazer algum tipo de estratégia... O que acontece é que este bicho esta muito acima do nosso nível, seja ele qual for!

    O unicórnio ao longe se ergue, com as duas patas dianteiras para o alto e relinchando nervosamente. Ele então começa a correr na direção das heroínas, e Clover da um grito e se esconde também atrás do tronco da arvore. Meileen acha por bem acompanhar seus amigos nesta estratégia.

    O unicórnio avança, e ao ver seus alvos covardemente protegidos pela arvore, solta o ar pelas narinas, e começa a trotar ao redor da arvore, enquanto os outros três também se movimentam, ficando sempre do lado oposto. Clover faz uma cara sem-graça e olha para Meileen, sem perder o unicórnio de vista.

    - E pensar que o Kros esta fazendo falta agora... O que ele faria nesta situação? Ele sempre solta uma piada para tirar sarro da gente... Se visse nós agora, fugindo deste unicórnio rosa, estaria morrendo de dar risada... – diz a maga, enquanto tenta se colocar no lugar do bárbaro sem-noção.

    Subitamente ela fica vermelha, o que chama a atenção de Patrick. “Voce pensou em algo, não pensou? Fale, fale logo!”, implora o humano do outro planeta.

    Clover reluta por mais alguns momentos, até que ela diz como se fosse explodir:

    - O Kros ia falar que eu não posso mais montar no unicórnio porque eu não sou mais virrgeemmm!!!
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2137
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por shamps em Sab Ago 25, 2018 6:00 pm

    Numa situação desesperadora daquelas, a última coisa que Meileen iria fazer era notar que ofendeu o humano e se lamentar por isso.

    - Foco, Patrick. Foco! – ela não estava com paciência e tempo para lidar com aquilo – você quer dizer que vamos morrer para esse bicho? – indignou-se – mas não vou mesmo!

    A elfa correu, junto a seus amigos, para trás da árvore e a circundava para fugir das investidas do unicórnio. Assim como Clover, a ranger também estava sem graça por ser uma inútil naquele momento.

    - Pela Deusa! Deve haver um jeito de vencermos – ela franzia a testa e continuava pensando, sempre mantendo um foco positivo na situação. Pensou que poderia conversar com uma das árvores locais, mas sua sobrevivência agora dependia de ficar movendo-se em torno do tronco e essa sua habilidade exigia que seu corpo repousasse do lado de fora. Estalou a língua já sem ideia nenhuma do que fazer.

    - Logo cansaremos.

    O comentário sobre Kros surtiu algum efeito na conversa, pois distraiu um pouco Clover, que já estava cansada e a fez lembrar-se de algo, deixando-a vermelha.

    - Mas que abusado!!! – a elfa ficou indignada. Mesmo sendo criada por humanos, ela era uma dama e mesmo sendo mal humorada, ela ainda tinha pudores – ele nem falou nada e já estou com vontade de dar um tabefe na cara dele. Que deselegante... esqueça isso – falava enquanto desviava do monstro – como uma pessoa ia chegar perto dessa coisa? E como uma virgem montada num unicórnio mudaria nossa situação?

    A elfa não tinha se dado conta que ela se encaixava nesses padrões, mas ela pouco sabia sobre unicórnios. Seria mesmo possível subir no animal? Ela não via a menor chance de subir naquilo.

    - Isso faz algum sentido, Patrick? – a elfa começa a olhar para cima e estudar a árvore, mesmo sem parar de se mover, e via a possibilidade de escalar caso isso funcionasse mesmo – seja rápido, por favor!
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1969
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por Hellkite em Sab Set 01, 2018 10:31 pm

    A cena dos 3 herois se escondendo atrás da arvore para fugir do unicórnio não era nada heroica, mas era o que tinha para ser feito, a não ser que quisessem ter o mesmo fim que a mulher de cabelos prateados.

    - Isso faz algum sentido, Patrick? – a elfa começa a olhar para cima e estudar a árvore, mesmo sem parar de se mover, e via a possibilidade de escalar caso isso funcionasse mesmo – seja rápido, por favor!

    Patrick nestas horas se mostrava bem ágil, a ponto de achar folego para responder.

    - Não faz sentido, e é por isto que pode dar certo! Suba logo Meileen, por favorrrr!!!

    A elfa ve um dos galhos mais baixos, toma impulso e se lança contra ele, e numa volta acrobática ela se põe de pé. Patrick ficou boquiaberto com a cena, logo lembrando do filme senhor dos anéis e o Legolas. Choraria de emoção se não estivesse sendo perseguido por um unicórnio.

    De cima, Meileen observou a situação. O unicórnio parecia ter ignorado a elfa, ainda perseguindo em volta da arvore Clover e Patrick. Felizmente, isto permitia a chance da ranger se jogar sobre ele e com sorte permanecer sentada em seu dorso. Tudo dependia do momento exato em que a fera estivesse passando por baixo...

    NRPG: Falha.

    Sem ter muita noção da velocidade e do tamanho de um animal de montaria, a elfa salta alguns segundos depois de quando deveria, e cai com o traseiro no chão. Meileen ve estrelas, e não sabe se o que esta doendo mais são os seus fundilhos ou sua honra. Fato é que o unicórnio volta sua atenção para a ranger, que esta numa posição totalmente desprotegida, e sem tempo para se desviar ela sofre um ataque da fera.

    NRPG: Ataque 16. Acertou. Dano: 10.

    O unicórnio faz um rápido movimento com a cabeça, e o chifre perfura profundamente o ombro da elfa. Ele então recua, e o ferimento começa a sangrar profusamente. Tanto Clover como Patrick começam a fazer bastante berulho e pular para chamar a atenção da fera, mas parece que os olhos raivosos do cavalo chifrudo cor-de-rosa estão fixos apenas em Meileen...
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2137
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por shamps em Sab Set 08, 2018 5:30 pm

    À resposta de Patrick, a elfa apenas o encarou com um olhar de espanto, como se fosse a coisa mais fácil do mundo subir em uma fera enlouquecida prestes a te matar, mas ela sabia que tinha de tentar.
    Com maestria ela sobe na árvore e calcula o momento certo saltar e assim o faz, infelizmente errando a aterrissagem. Com isso, sua queda chamou a atenção do monstro que logo bufou a galopou em sua direção. A fera acertou seu ombro, mal dando tempo da elfa sentir vergonha de um salto tão vexatório como aquele. Com o ombro sangrando, Meileen só conseguiu se arrastar para longe da trajetória da criatura, mas ela não tinha tempo para mais nada, a não ser salvar-se da segunda investida.
    Seus amigos tentaram distrair o unicórnio assassino, mas pouco efeito surtiu, pois logo o monstro galopava rumo sua próxima vítima. Ela teria que tentar outra vez: montar no animal. Ela não tinha tempo para disparar uma flecha, não era boa com a espada e estava ferida para escalar a árvore; então a ela só restou correr de volta à segurança do tronco e com mais tempo tentar escalar novamente ou usar seus amigos mais uma vez com distração para ela tentar tal façanha.

    - Minha ideia da árvore não deu muito certo - na luta pela sobrevivência, ela não teve tempo de sentir vergonha de sua falha enquanto gritava para os amigos - mas talvez eu consiga subir na criatura pelo método tradicional se vocês concordarem em distrai-lo mais um pouco para mim... concordam?
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1969
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por Hellkite em Qui Set 13, 2018 8:57 pm

    - Minha ideia da árvore não deu muito certo - na luta pela sobrevivência, ela não teve tempo de sentir vergonha de sua falha enquanto gritava para os amigos - mas talvez eu consiga subir na criatura pelo método tradicional se vocês concordarem em distrai-lo mais um pouco para mim... concordam?

    Vendo a situação desesperadora em que estava a amiga, Clover logo se dispõe a ajuda-la, mas a mão de Patrick a impede de sair da proteção da arvore. Ele tinha tirado o óculos, e sem eles ate que não era tão feio assim aquele rapaz. Com voz decidida e firme, ele diz:

    - Não, deixe que eu vou. Lembrei-me que no jogo do Diablo, alguns dos seguidores tem o poder de atrair a atenção do inimigo, desviando os seus ataques para eles, em uma habilidade chamada “taunt”. Se eu conseguir emular esta habilidade, Meileen terá a chance que precisa.

    Patrick então avança decidido e da um grito bem alto, chamando a atenção tanto da elfa quanto do unicórnio. Ele põe as mãos na cintura e com ar de superioridade, diz:

    - Unicornio cor-de-rosa? Mas que viadagem é essa? Um bicho desse tamanho atacando uma mulher indefesa, enquanto que o seu verdadeiro inimigo esta aqui? Por acaso voce pinta os seus cascos com florzinhas e abelhinhas, e passa chapinha na sua crina? Venha enfrentar eu, um homem másculo que não tem medo de um veadinho saltitante!

    Para completar, Patrick baixa as calças e mostra suas nadegas brancas para o unicórnio, batendo em cada uma das bandas. “Este é todo o meu desprezo por voce, frutinha!”, diz em tom sarcástico. Detras da arvore Clover fica boquiaberta com esta demonstração de insanidade.

    Porém as palavras surtiram seu efeito no monstro, que imediatamente esquece Meileen e galopa com o corno mirando no traseiro de Patrick, que da um grito e tenta correr, tropeçando por estar com as calças arriadas.

    A ranger sabia que se falhasse agora em sua tentativa, o rapaz iria morrer, e aproveitando a oportunidade, saiu em disparada. Ela correu o máximo que podia, e no ultimo momento deu um grande impulso, fazendo um salto espetacular, onde acabou por aterrissar certeira no dorso do animal.

    O contato causa uma grande mudança na atitude do unicórnio, que para a investida e ergue suas duas patas para o alto. Luzes começam a cintilar por seu corpo, num brilho que aumenta ate ofuscar a todos, inclusive Meileen.

    Ao recuperar a visão, a elfa ve que esta montada sobre uma criatura de beleza sem par, majestosa.



    Voltando sua cabeça um pouco para tras e para o lado, podendo agora olhar para Meileen, ele diz, em um comum perfeito:

    - Meu nome é Helleborine, e agradeço pelo que fez a mim, senhorita. Sua pureza e castidade retiraram as amarras amaldiçoadas de meu coração e alma, e libertaram meu reino da tirania dos males elementais. Meu debito para com sua pessoa é eterno.

    Clover se aproxima e passa a mão pelo pescoço do unicórnio, sorrindo para Meileen, que ainda estava montada nele.

    - Que lindo! Na realidade, vocês dois estão lindos, Helleborine e Meileen. Apesar da ideia ser maluca, deu tudo certo, como nos contos de fadas que minha mãe contava... Quem diria que eu iria participar de um.

    Patrick, que já estava com as calças no lugar e novamente usava seus óculos, concorda.

    - Sim, uma bela visão, uma elfa donzela sobre um unicórnio rosado. Um pouco infantil, para falar a verdade, mas vendo assim, ao vivo, posso dizer que esta legal.
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2137
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por shamps em Dom Set 16, 2018 5:04 pm

    Com dor no ombro, a Meileen mal teve tempo de se indignar com a atitude estranha que Patrick usou para distrair o violento unicórnio, mas ao menos, ele estava fazendo a parte dele, por mais bizarro que fosse. Apoiou-se no braço saudável para levantar-se e correr em direção ao monstro e saltar sobre ele, o que conseguiu fazer com maestria dessa vez, graças a Deusa. Ao aterrisar no lombo equíneo, a elfa agarra o pescoço dele para se manter apoiada. Foi nesse instante que o plano deles começou a fazer sentido e se mostrar válido, pois uma luz, que ficava mais forte a cada segundo, começou a emanar da criatura. Meileen foi forçada a fechar os olhos até ouvir uma voz masculina e serena, que era a voz da própria criatura.

    - Helleborine? - repetiu o nome dele enquanto ela se ajeitava no lombo dele, soltando-lhe o pescoço. Ela solta um suspiro de alívio ao entender o que acontecia - pela Deusa! Obrigada! Não há de quê, senhor. E quem está impondo esse terror todo? - e volta a segurar o ombro.

    Clover e Patrick estavam a salvos e isso deixou a elfa mais aliviada.

    - Contos de fadas, é? Humf... - e sorriu achando aquilo nada romântico - para mim está mais para conto dos infernos. - Na sequência, foi Patrick que se aproximou - infantil? Você vai ver só o infantil! E não há nada de belo aqui não. E nessas alturas, o que menos importa é a cor dele - ela passa uma das pernas por cima do lombo do animal, para assim deslizar até o chão - obrigada pela ajuda, Patrick. Eu não sei o que foi aquilo que fez, mas funcionou.

    Já no chão, a jovem elfa de cabelos vermelhos e pele bronzeada sabia que sua missão ainda não tinha acabdo e sem mais delongas, começou a mexer em sua mochila, procurando por uma atadura.

    - Nosso trabalho ainda não acabou. Pode me ajudar com isso, Clover? - ela estende a atadura para a amiga enquanto começa a tirar o colete de couro e a camisa, revelando assim seus ombros e costas - por gentileza, pode virar de costas - disse ao humano - meu corpo casto e puro ainda não foi maculado por olhos masculinos - disse isso olhando para para Clover e sorrindo, claramente fazendo piada com a situação - não esqueçam que ainda estamos atrás daquele malditinho.

    Ela olhou para Helleborine e pensou, logo em seguida questionando-o:

    - Helleborine, já que esse é seu reino, creio que podes me ajudar. Um goblin saqueador usou um portal e o seguimos até aqui. Você teria alguma habilidade para localizá-lo? Já que é seu reino!
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1969
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por Hellkite em Qui Set 20, 2018 11:38 pm

    - Helleborine? - repetiu o nome dele enquanto ela se ajeitava no lombo dele, soltando-lhe o pescoço. Ela solta um suspiro de alívio ao entender o que acontecia - pela Deusa! Obrigada! Não há de quê, senhor. E quem está impondo esse terror todo?

    O unicórnio rosa olha para o horizonte, e tanto sua voz como seu olhar são tristes.

    - Viviamos em paz neste reino, quando portais começaram a ser abertos para as nossas terras. Os males elementais, demônios terríveis de outra dimensão, enfeitiçaram-nos, mudando nosso comportamento pacifico para algo maligno e perverso - diz. Ele se volta para Meileen e faz uma mesura. - Voce nos libertou, e por isto somos gratos, mas temo que seja apenas uma questão de tempo para que eles voltem a nos controlar.

    A dor no ombro da elfa ainda estava presente, e Clover logo a auxilia fazendo uma atadura por sobre seu ferimento. De costas, Patrick diz:

    - Felizmente minhas teorias estavam corretas. Se pelos meios normais há derrota é certa, temos que pensar fora da caixinha. Bem, não me orgulho do que fiz para provocar o unicórnio, porem nesse caso tive que agir contra minha índole respeitadora e politicamente correta para garantir uma chance para nós.

    A maga, que desenrola o tecido branco pelo ombro da amiga, revira os olhos inconformada.

    - Espero que não tenhamos que enfrentar algo do tipo de novo! Odiaria ter que ver sua bunda branca outra vez! - diz, dando uma risadinha em direção da elfa.

    - Helleborine, já que esse é seu reino, creio que podes me ajudar. Um goblin saqueador usou um portal e o seguimos até aqui. Você teria alguma habilidade para localizá-lo? Já que é seu reino!

    O rei das terras risonhas relincha em concordância. “Sim, senhorita, isto pode ser feito”, diz e sai galopando. Depois de meia hora, ele e uma legião de ursinhos pequenos aparece andando pela grama e abaixo de um arco-iris, trazendo amarrado entre eles um goblin saqueador.

    Helleborine se adianta e diz:

    - Encontramos este individuo escondido atrás de uma moita dando risadas. Demos uma surra nele e pegamos o seu saco de espólios. Veja se tem alguma coisa que interessa.
    Dentro do saco havia uma grande quantidade de itens, inclusive uma esfera do Mar de Esferas. Além disso havia também um corselete de couro batido magico (+1), uma espada longa e um arco longo composto, ambos obra-primas. Tanto Clover como Patrick também se apropriaram de alguns itens mágicos.

    O humano da terra estranha observa maravilhado os itens.

    - Hmm, já estou vendo que vou começar com itens acima do que me seria permitido ao ser um personagem de nível 1. Bem, talvez com essas aventuras eu tenha saltado para um nível superior...

    A maga balança a cabeça, fazendo um sinal de doido com os dedos e apontando para Patrick.

    - Voce cada vez mais fala coisas sem sentido! O que interessa agora é como vamos sair daqui e voltar para o nosso mundo! - diz, e se volta para a elfa - Como é que vamos entrar em contato com a Maeve agora, Meileen?
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2137
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por shamps em Seg Set 24, 2018 8:51 pm

    A tristeza de Helleborine condoía o coração da elfa, mas ela apenas balançou a cabeça sem saber exatamente como poderia ajudá-lo.

    - Males elementares? E vocês não conseguem combatê-los? - ela olha para Clover, ignorando Patrick, que ela via como incapaz de se envolver com o assunto - gostaria de poder ajudá-lo, mas não sei como. Além do mais, estamos numa missão e ... e ainda temos que devolver o humano para seu respectivo mundo - só agora olhou para ele.

    Durante seu curativo, a elfa ouviu Patrick e deu uma risadinha e depois bufou, não entendendo nada das falas do humano. Depois ouviu o comentário jocoso de Clover e riu junto com ela, além de brincar com a amiga.

    - Aha! Então você ficou olhando para a bunda branca do Patrick! O que o Allen vai dizer disso? Hein, hein? - apesar da cara mau humorada, Meileen tinha senso de humor e fazia piadas com frequência, mas quando estava em missão, ela era pura seriedade. Por isso era difícil ver esse lado da elfa, o humano, até agora, só tinha visto uma elfa focada e exigente.

    Ela se recompôs após o curativo e viu o unicórnio partir com seu séquito atrás do saqueador e aguardou seu retorno com os braços cruzados. Nesse meio tempo conversou amenidades com Clover e fortalecia a ideia de devolver o humano para seu mundo de origem.
    Logo o chefe local voltava com o ladrãozinho preso e machucado. Ela cruza os braços e para diante do goblin, com um sorriso de vitória e satisfação.

    - Ora ora, não é que conseguiram mesmo e pegaram o bandidinho. Muitíssimo obrigada pela ajuda, Helleborine - disse com satisfação.

    Ela amarrou o goblin para evitar qualquer tipo de fuga e pegou o saco que ele usava para guardar seus furtos. Buscou direto pela esfera, que era sua prioridade. Só depois de avalia-la e suspirar de alívio, que a elfa guardou o objeto e resolveu olhar o resto das coisas, que seus amigos já analisavam. Algumas lhe seriam úteis ali, como o colete, o arco e a espada. Ela olhou deslumbrada para o arco, algo feito com maestria e zelo. Uma arma digna de ser usada por ela.

    - Isso são itens furtados. Alguém saiu no prejuízo - de repente o semblante dela se entristeceu ao pensar naquilo. Não parecia certo ficar com aquelas coisas. Assim como devolveria a esfera, tinha o dever de devolver o resto - por mais que eu não saiba a quem devolver, como a esfera que é de Maeve, esses itens também tem um dono - olhou para Clover e Patrick, que pareciam empolgados com os itens - me desculpem! - depois suspirou triste.

    Levantou-se e sacudiu a poeira da roupa enquanto encarava o humano de forma séria.

    - Você continua falando coisas sem sentido, rapaz. Continuo achando que você não está apto para esse mundo e deve regressar para o seu. Estamos em missão e minha cabeça ferve de preocupação em não permitir que se fira e sinto que estou falhando. Hoje poderíamos ter morrido e tive que ficar pensando em maneiras de enfrentar Helleborine sem que você se ferisse - um sentimento triste passou pelo peito da jovem elfa: se seus pais, que eram poderosos, foram mortos para protegê-la, como ela, um simples e jovem guarda poderia defender um humano imaturo? - não me interprete mal, por favor - ela coçou os olhos com o polegar e o indicador.

    Ainda tinha a questão da volta para casa, o que faz ela suspirar mais uma vez.

    - Maeve aparece em qualquer lugar. Ela também é uma viajante. Acredito que ela possa nos levar de volta. E também tenho certeza que ela vai me fazer ficar chamando o nome dela feito uma retardada antes de aparecer. Pffff... - ela ficou indignada de repente - posso tentar contata-la usando a esfera, mas antes disso tem algo que quero fazer - olha em volta - Heleborine... talvez eu possa entrar em contato com os espíritos ancestrais dessas árvores e descobrir uma maneira de ajuda-lo com os males elementais. Se me permitir, é claro.
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1969
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por Hellkite em Dom Set 30, 2018 12:01 pm

    - Males elementares? E vocês não conseguem combatê-los? - ela olha para Clover, ignorando Patrick, que ela via como incapaz de se envolver com o assunto - gostaria de poder ajudá-lo, mas não sei como. Além do mais, estamos numa missão e ... e ainda temos que devolver o humano para seu respectivo mundo - só agora olhou para ele.

    Patrick, ao entender a intenção de Meileen, faz um sinal de negação com as duas mãos e a cabeça, praticamente balançando o corpo inteiro.

    - Na-na-na-na-na-não! De jeito nenhum! Não vou voltar a ter a minha existência miserável, quando sei que todo o multiverso existe e esta a nossa disposição... Sei que minha ajuda tem sido pouca, mas assim que ganhar mais XP, voce vera que serei um poderoso aliado!

    - Aha! Então você ficou olhando para a bunda branca do Patrick! O que o Allen vai dizer disso? Hein, hein?

    A maga fica vermelhíssima ao ouvir sobre Allen, faz uma cara de coitada e abaixa a cabeça, indo na direção de Meileen e colocando a mão em seu ombro.

    - Amiga... Depois tenho que te contar um negocio... Eu meio que venho tentando esquecer isto, mas todos os acontecimentos que a gente viveu nestes dias, viajando pelos mais diferentes planos, me fizeram crer que eu preciso meio que me... desabafar... Mas depois a gente conversa...

    - Isso são itens furtados. Alguém saiu no prejuízo - de repente o semblante dela se entristeceu ao pensar naquilo. Não parecia certo ficar com aquelas coisas. Assim como devolveria a esfera, tinha o dever de devolver o resto - por mais que eu não saiba a quem devolver, como a esfera que é de Maeve, esses itens também tem um dono - olhou para Clover e Patrick, que pareciam empolgados com os itens - me desculpem! - depois suspirou triste.

    Esta decisão faz com que tanto Clover como Patrick fiquem desanimados, devolvendo os itens ao saco, mas ambos deram razão a elfa. Helleborine, por sua vez, fica ainda mais admirado da honradez da salvadora de seu mundo.

    - Você continua falando coisas sem sentido, rapaz. Continuo achando que você não está apto para esse mundo e deve regressar para o seu. Estamos em missão e minha cabeça ferve de preocupação em não permitir que se fira e sinto que estou falhando. Hoje poderíamos ter morrido e tive que ficar pensando em maneiras de enfrentar Helleborine sem que você se ferisse - um sentimento triste passou pelo peito da jovem elfa: se seus pais, que eram poderosos, foram mortos para protegê-la, como ela, um simples e jovem guarda poderia defender um humano imaturo? - não me interprete mal, por favor - ela coçou os olhos com o polegar e o indicador.

    Patrick fica chocado ao ouvir tudo aquilo vindo de sua elfa preferida, e novamente abaixa a cabeça.

    - Oh, eu... não tinha noção disso... Talvez realmente seja melhor voltar para casa, onde eu não atrapalho ninguém... - diz, com tom triste e depressivo.

    - Maeve aparece em qualquer lugar. Ela também é uma viajante. Acredito que ela possa nos levar de volta. E também tenho certeza que ela vai me fazer ficar chamando o nome dela feito uma retardada antes de aparecer. Pffff... - ela ficou indignada de repente - posso tentar contata-la usando a esfera, mas antes disso tem algo que quero fazer - olha em volta - Heleborine... talvez eu possa entrar em contato com os espíritos ancestrais dessas árvores e descobrir uma maneira de ajuda-lo com os males elementais. Se me permitir, é claro.

    Diante da concordância do unicórnio rosa, Meileen então pega uma folha de uma arvore e se concentra, falando as palavras magicas. Em todo o mundo em que existem plantas há um Grande Verde, e é neste lugar que a elfa agora se encontrava. A pequena vertigem logo passa, e ela se ve em frente de uma arvore sorridente!



    - Olá, eu sou a Arvore Sorridente! Sempre contente, as vezes demente! E voce seria...? - diz, com uma voz irritante.
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2137
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por shamps em Dom Set 30, 2018 7:10 pm

    Uma discussão estava se formando diante de Meileen, a elfa séria e preocupada, pois Patrick se mostrava contrário ao retorno ao seu próprio mundo. Então a elfa se aproxima dele com o semblante sério e os olhos crispando de fúria.

    - Está achando que isso é brincadeira, garoto? – ela aponta para o sangue em sua camisa furada e prossegue – acha que isso é brincadeira? Mais um pouco e eu teria morrido... esse seu mundo de fantasia só existe na sua cabeça! – esse papo de xp e multiverso irritava a elfa – tendo uma existência miserável ou não, seu mundo é mais seguro para você. Agora chega dessa conversa, tenho coisas mais importantes com que me preocupar.

    Ela respira fundo para se acalmar, aquela situação insólita, a dor, a falha, a conversa estranha do humano, aquilo irritava demais a elfa, mas ela precisava se acalmar.

    Prosseguia sua conversa com Clover e para de rir quando ela diz que precisava desabafar com ela.

    - Depois não, será agora – e com o braço bom puxa a amiga para longe de Patrick e aproveita que Helleborine tinha saído.

    Vendo o semblante triste de seus amigos, a elfa suspira e tenta animá-los.

    - Ora, não fiquem assim. Estamos fazendo o certo... olha, se Maeve conhecer os donos, ela poderá devolvê-los e seus respectivos donos ficaram felizes, não é mesmo? – ela sorria – é diferente quando pegamos espólios de batalhas, mas isso aqui... ora, vamos... animem-se! Teremos o que nos é de direito, é só termos paciência.

    Depois de mais algumas conversas, Patrick volta a falar coisas estranhas de seu mundo e fica triste com as palavras dele. Ela não queria ser cruel, mas sabia que o mundo oferecia perigos aos quais ele não estava preparado. Era um humano cru para as agruras que viriam a seguir, mas o fato dele se sentir um miserável a condoeu por dentro, já que ninguém devia se sentir assim.

    - Arre! Vamos, pare com isso... seu mundo não deve ser tão ruim assim. Por que quer tanto sair de lá? Yare yare... – ela coça a cabeça com força e gira em seu próprio eixo e por fim encara Patrick – quando foi que eu fiquei com o coração mole? – ela segura em seus ombros – nesse mundo você não pode ficar, não parece ter humanos aqui, nem no outro do qual viemos... muito perigoso... escuta... você não tem pais não? Eles não vão se preocupar? – ela suspira e olha para o chão e respira fundo, voltando a encarar o rapaz – escuta aqui... – ela ainda não acreditava que ia dizer aquelas coisa – não acredito que estou fazendo isso... pfuuuuuu... meu mundo não é seguro também, tem seus perigos, mas... moramos em uma cidade pequena, isolada no meio da floresta, longe de qualquer centro urbano. Nem caravanas costumam passar por lá, apenas alguns comerciantes corajosos. Para você ter uma ideia, eu sou a única elfa lá e nunca vi outro de minha espécie, e o único que sei que existe eu quero matar... enfim... temos nossos problemas por lá, como monstro e animais ferozes, e bandidos que vão para lá para se esconder... temos uma pequena guarda e uma biblioteca pequena, onde é possível estudar, mas nada mais além disso... se prometer andar na linha e se comportar... além de treinar, permito que nos acompanhe... mas no primeiro deslize, te jogo no primeiro portal que eu achar... estamos entendidos? Clover... ele está sobre sua responsabilidade... – e olhou para a maga – desculpe, mas parece que ele é dos cálculos e não das armas...  

    Ela se afasta, ainda não acreditando em suas palavras, mas ciente de que não podia perder tempo e com a autorização do unicórnio rei, ela vai para o Grande Verde, onde se encontra com a Árvore Sorridente. Achou esquisita aquela senhora, mas cada mundo tinha a sua peculiaridade e aquela árvore estava bem condizente com ele.

    - Errr... – sem saber como proceder – sou Meileen, estou em missão que espero ter logo fim - ela estava um pouco sem graça perante árvore – Helleborine sofre com os Males elementares, vim perguntar como ele pode vencer esses seres planares.
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1969
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por Hellkite em Dom Out 07, 2018 11:46 pm

    - Depois não, será agora – e com o braço bom puxa a amiga para longe de Patrick e aproveita que Helleborine tinha saído.

    Patrick acompanha com o olhar as duas se afastando, coçando o queixo curioso sobre o que aquelas duas iriam conversar. Meileen e Clover, em busca de privacidade, andam por alguns metros , ate ficarem embaixo da copa da arvore em que ha não muito tempo atrás usaram para se proteger do unicórnio rosa.

    Ambas sentam-se no chão, com a maga ruborizada a olhar para a grama verdíssima do reino risonho. Ela suspira, pensa um pouco sobre como iniciaria aquela conversa, e então finalmente diz:

    - Então Meileen, eu meio que venho tentando esquecer este assunto, mas vira e mexe ele aparece para atazanar a minha cabeça... Como você é minha amiga e já vivemos tantas coisas juntas, acho que posso me confidenciar para voce...

    Clover olha meio sem graça para a elfa, com medo de seu julgamento.

    - Sabe naquele momento, quando estávamos lutando com Helleborine e eu disse aquilo sobre mim, que eu não poderia montar sobre um unicórnio... Então... eu ... realmente não sou mais pura, e nem é tanto pelo fato de eu não ser mais virgem... Sabe, o Allen tava em missão... e eu estava meio deprimida. Na realidade nós não estávamos muito bem, sei lá, ele é muito certinho... Bem, fato é que acabei dando uma chifrada nele...

    Clover... ele está sobre sua responsabilidade... – e olhou para a maga – desculpe, mas parece que ele é dos cálculos e não das armas...

    Patrick fica super-hiper contente com a concordância de Meileen em deixa-lo ficar nos mundos de fantasia, e com muita dificuldade a ranger conseguiu mante-lo a uma distancia razoável de si, dado que o humano queria de todas as maneiras demostrar sua afeição a sua protetora. Clover teve que segura-lo pelo colarinho e dar umas chacoalhadas para faze-lo cair de volta na real.

    - Ah Meileen, você é muito boazinha, é só ele fazer uma cara de cachorrinho sem dono para voce mudar de ideia. Mas tudo bem, pode deixar que eu tomo ele como aprendiz, com a condição de que não me encha as paciências com essas teorias malucas dele! - diz Clover séria, com as mãos cruzadas sobre o peito e batendo o pé.

    - Errr... – sem saber como proceder – sou Meileen, estou em missão que espero ter logo fim - ela estava um pouco sem graça perante árvore – Helleborine sofre com os Males elementares, vim perguntar como ele pode vencer esses seres planares.

    A arvore sorridente continua sorrindo com seu sorriso boboca, piscando os olhos como se fossem acenos de cabeça.

    - Ah, Helleborine, ele é um bom regente dos andantes e dos não andantes, sempre preocupado. Porem pelos males elementais ele foi dominado, e seu reinado foi de muita morte, pois força e poder ele tem. Eu vi que ele foi libertado por voce, doce andante, e que agora se preocupa pelo unicórnio rosa. A esperança que resta é fechar os portais com o escudo de bondade e com a armadura da coragem.

    Então a face sorridente da arvore se contorce e torna-se triste.

    - Só que para fazer o escudo e a armadura é necessário o espirito nobre do herói... Helleborine, para salvar seu mundo de felicidade, deve se sacrificar pelo bem maior.
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2137
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por shamps em Seg Out 15, 2018 4:00 pm

    Sob a segurança da grande árvore, Meileen e Clover conversaram abertamente sobre o assunto que tanto afligia sua amiga maga. A elfa sentiu a vergonha e o medo que a amiga estava sentindo naquele momento e sorriu para ela, num esforço de tentar deixa-la mais calma. De fato, a ranger não a julgou por não ser mais pura, mas não compreendeu o porque de Clover trair Allen, que também era seu amigo e colega na guarda da cidade.

    - Chifrou? - ela, como foi criada entre humanos, sabia bem o que significava aquela expressão - mas por que? Amiga... por um acaso... você não sente mais nada por ele? Epa! Ele sabe disso? - a elfa coçou o queixo enquanto falava - sempre achei que fossem felizes... bem... quem sou eu para falar algo sobre esse assunto... - a elfa ficou bastante curiosa a respeito, sobre quem seria a outra pessoa, mas guardou sua curiosidade para preservar a amiga - bem... conte comigo com o que precisar - ela coçou a cabeça - não sei bem se era isso que eu devia dizer... ah... enfim... o que se faz numa hora dessas? - a elfa parecia confusa, pois tinha a amizade de Clover e o respeito de Allen em uma situação conflitante. O que a amiga fez não parecia certo - no caso a traição - mas também tinha o lado de Clover, já que ela não sabia o que levou a amiga a isso. Ela coçou a cabeça e encarou a amiga, havia uma questão de confiança ali - conte mais sobre esse história, abra seu coração... isso me parece bem sério.

    Depois da conversa, a elfa ruiva ainda tinha que aguentar mais um humano saltitante e louco querendo pular nela. A elfa arregala os olhos diante da euforia de Patrick, sem compreender aquela explosão de felicidade. Respirou aliviada quando Clover o conteve.

    - Eu... eu não sou boazinha -  Meileen se indignou ao notar que Clover estava certa, já que a ranger gostava de manter uma postura séria e confiante - Patrick - disse com firmeza - não me faça arrepender dessa decisão... contenha-se! - e agradeceu por ser Clover a tomar conta dele - boa sorte, amiga.

    No Grande Verde, a patrulheira se choca com a verdade dita pela árvore e sua expressão torna-se tensa.

    - Helleborine deve se sacrificar? Céus... pela nobreza de seu caráter, acredito que ele o fará, assim como eu o faria... mas quem ficará no lugar dele? Ele parece o pilar desse mundo, Grande Árvore Sorridente. O reino não pode ficar desguarnecido de proteção... não há outra maneira de fechar esses buracos? Posso ajudar de alguma forma? - o bondoso coração de Meileen se entristecia com aquela perspectiva de abandono, além da própria vida de Helleborine, mas o que fazer?
    Conteúdo patrocinado


    Re: Meileen - Shamps

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Out 23, 2018 5:06 am