Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Compartilhe
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1029
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Hellkite em Qua Dez 07, 2016 4:47 pm

    Byron acena satisfeito em resposta a prontidão dos aventureiros.
    - Muito bem, vocês irão partir hoje mesmo, não tem porque perderem tempo – diz, com um sorriso – Quanto ao chefe de vocês, trata-se de alguém muito tímido, que ira conhece-los em um momento oportuno. Outras informações, perguntem para a capitã.

    O ladino acena para Ella Vague, que responde afirmativamente. A capitã começa a gritar ordens para os marujos, que se apressam em carregar o Pomona com mantimentos. Byron por sua vez se despede dos “Desbravadores”.

    Após os membros do grupo trazerem os pertences necessários para a viagem e fazerem seus últimos preparativos, a escuna “Pomona” parte. A principio lentamente, o navio vai atravessando a zona portuária, afastando-se da terra firme e avançando em direção do mar aberto. Com as duas velas hasteadas, ele singra por entre as ondas de maneira veloz, aproveitando um vento que vem soprando em direção a leste.

    A espuma gerada pelo encontro da proa do barco com as ondas da uma sensação de frescor aos ocupantes. A capitã, que desde a partida estava em uma movimentação frenética, gritando ordens aos seus comandados, finalmente parece se acalmar. Ela deixa o timão com seu imediato e guia os heróis ate o camarote onde iriam ficar. Era um quarto minúsculo, com 4 camas. Moonbeam fica decepcionado.
    - Mas que disparate! Não tem cama para mim – diz o fada, que logo fica com uma cara de safado e se aproxima de Rubra – Vamos ter que dormir juntos, ne, Rubrinha?

    A maga da uma olhada geral pelo quarto, descobre algo e aponta:
    - Eu acho que aquele recipiente é o ideal para voce, mosquito! – diz Messina para Moonbeam, apontando para um penico.

    Vorpal esconde um riso com a mão, para logo voltar com sua face impassível.
    - Não seria melhor separarmos homens e mulheres? Cada um necessita de sua própria privacidade.

    Ella da uma risada irônica, balançando a cabeça.
    - Privacidade? Estamos em uma escuna, não em uma estalagem 5 estrelas. É isto, ou dormir com o resto da tripulação. Quantos de vocês já estiveram em um barco? Era só o que me faltava... – diz, com uma careta.
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1388
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Gakky em Qua Dez 07, 2016 10:38 pm

    Dustan olha para o mar enquanto o navio parte. Ele fica um pouco enjoado no começo e chega a vomitar para fora do navio. As ordens da capitã o deixam agitado, mas não podia evitar as náuseas, porém depois que saiu toda comida de seu estômago, ele melhorou. Quando chega ao camarote, fica desanimado ao ver o pequeno espaço para tantas pessoas. Logo o fada faz um chilique, mas Dustan apenas vai para uma das camas, a que parecia estar em um local mais arejado, talvez perto da porta. O guerreiro deita suspirando, porém mesmo deitado as coisas ainda pareciam balançar.  

    Ele ouve as palavras de Vorpal e concordava com ele, porém a capitã desfez totalmente do pedido de Vorpal. Então ele se levanta e também comenta com o semblante ainda enjoado:

    - Eu nunca estive em um navio... Mas também acho ruim dormir com as mulheres, elas merecem privacidade. As pessoas podem falar mau da conduta delas, além disso, não quero que se sintam desconfortáveis com nossa presença. Talvez se Vorpal concordar e o Moon, podemos achar outro lugar... Dormir com a tripulação mesmo... Alguma cozinha ou porão...

    Dustan olha ao redor e sente que outro lugar seria realmente mais desconfortável. Ele não andava bem do estômago e não gostaria de ficar em um lugar pior que esse quarto. Mas o seu senso de respeito falava mais alto, ele tinha que se sacrificar para o bem daquelas mulheres. Um homem direito deveria defendê-las, como poderia aceitar que fossem expostas desse jeito? Se fosse com sua mãe, jamais permitiria algo assim.
    Iyue
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 104
    Reputação : 0
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Iyue em Qui Dez 08, 2016 1:13 am

    Os olhos azuis dela observavam o ambiente, quando seu olhar para sobre o guerreiro, percebendo o estado da qual ele estava. Com um suspiro, ela joga o chapéu na cama mais próxima da dele, escutando as palavras de Moonbeam. "Até podemos meu querido, apenas aviso que sou uma pessoa que se mexe demais enquanto dorme, então sempre existe o perigo de ser esmagado" Ela diz com um sorriso de canto de boca, tirando a faixa de pano da sua testa e embebedando com a água fresca do cantil.

    Se ajoelhando ao lado de Dustan, ela coloca o pano húmido sobre a testa do guerreiro com delicadeza, chamando a atenção dele. "Respira fundo, devagar. Mantenha sempre seu olhar em algo fixo, nada de olhar para o mar e sempre que possível, fique no meio do navio, é o ponto que balança menos." Ela instruiu ele com a voz suave, até certo ponto maternal. Era assim que sua mãe sempre fazia com marujos novatos desacostumados com viagens longas. "Não vai fazer passar os enjoos, mas vai diminuir um pouco essa sensação ruim" Ela termina de instruir, se virando para prestar atenção nas palavras de Vorpal e Ella, rindo com o nariz como quase a debochar.

    "O único quarto de estalagem cinco estrelas é o quarto da capitã, e tenho certeza que ela não vai ceder, então não esperem coisa melhor. Cresci em alto mar, em meio a um bando de marujos que dormiam um sobre os outros em redes. Aqui ainda temos camas" Ela diz, um pouco insultada pela pergunta de Ella.

    Toda a história de dividir ou não os quartos só estavam criando uma dor de cabeça na elfa. Ela não queria dividir o quarto somente com a Messina, se fosse assim, ela arranjaria uma maneira de dormir sozinha em algum canto do navio.

    "Não sei você, Cavalheiro, mas no seu estado você está, é melhor não dividir com os marujos. E sinceramente, eu não quero exclusividade de quarto por ser mulher, eu me viro com questão de privacidade" Ela disse sentando na cama da qual ela jogou o chapéu dela.
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1388
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Gakky em Sab Dez 10, 2016 8:33 pm

    Quando estava deitado, Dustan presta atenção as palavras de Rubra e sentiu que estava ganhando uma amiga, será? Ele também notou que o pano melhorou os sintomas de suas náuseas.

    Depois de Rubra falar que não se importava em dormir no mesmo quarto, Dustan deixou-se ser convencido. Ela parecia confiante no que dizia e também ele não estava muito bem para pensar. Também se consolou pensando que talvez fosse seguro dormir no quarto, assim poderia ajudar caso algum imundo começasse a implicar com elas.

    - Tudo bem... Pode contar com minha ajuda se precisar. Obrigado...

    Dustan faz uma reverência para ela e depois volta a se deitar na cama, colocando o pano molhado sobre os seus olhos.
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1029
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Hellkite em Ter Dez 13, 2016 6:03 pm

    Moonbeam não fica muito contente ao ouvir a palavra “esmagado”, e decide que apesar de ser tentador poder dormir ao lado de uma gigantesca beleza, não seria nada agradável morrer asfixiado debaixo de sua axila.
    - Muito obrigado, Rubrinha, mas prefiro dormir naquele recipiente então – diz o fada, dirigindo-se ao penico. Ele para, enojado – Eeeeccaaa, o que vocês humanos fazem aqui? Isto é nojento!

    Moonbeam exibe seu punho para Messina, que balança a cabeça. “Não conhecia o que era um penico? Por isto que não tinha reclamado da piada...”, diz a maga, que escolhe uma das camas e se senta. Ela passa a mão sobre o colchão sem lençol e suspira, desanimada.

    Rubra então vai para o lado de Dustan, que estava deitado passando mal. Ela cuida do rapaz, e então faz o comentário sobre o quarto da capitã. Ella, que estava acompanhando a tudo escorada na porta, da uma risada sincera.
    - Atrevida voce, hein, garota? Pode não ser um quarto de cinco estrelas, mas sim, é bem confortável. Vantagens de ser capitã - diz Ella, sorrindo. Mas logo ela leva a mão ate a boca, tosse um pouco, e volta a ficar seria. - Quando terminarem de se arrumar, vão ate o convés. Precisamos decidir o que fazer de agora em diante.

    ***

    Depois de se acomodarem em seu camarote, o grupo vai ate o convés. Algumas gaivotas acompanhavam o avanço do navio, em busca dos peixes que saltavam da agua assustados com a proa da embarcação. Apesar do dia claro e de boa visibilidade, não era possível ver mais Porto Negro.
    A passagem dos heróis pelo convés chamava a atenção dos outros marujos, que observavam curiosos a formação do grupo. As duas belas mulheres, um fada, um cavaleiro e um clérigo de Shadowlady não eram uma visão comum do dia-a-dia no mar.

    Ella estava recostada na proteção esquerda do “Pomona”, observando algo com seu telescópio, ao lado de seu imediato. Apesar de ser tão bonita quanto as duas integrantes do “Desbravadores”, os marujos evitavam olhar para ela. Deviam ter seus motivos.

    A capitã guarda seu telescópio na lateral de sua calça, e se vira para os heróis, com o rosto serio.
    - A oeste um navio escravista tem uma bandeira de socorro. Os tripulantes do navio nos viram, e estão nos acenando, fazendo sinais universais de que precisam de ajuda. O que desejam fazer?
    Iyue
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 104
    Reputação : 0
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Iyue em Qua Dez 14, 2016 11:11 am

    Rubra observa a situação e olhando para o chapéu dela ela se xinga mentalmente. Afofando um pouco o grande penacho vermelho para virar algo confortável para uma criatura pequena, ignorando o que era falado então. Levantando, ela caminha até algum móvel alto o suficiente para deixar o chapéu.

    "Aqui Moonbeam, se não se importar em dormir em penacho vermelho" Ela disse sorrindo mas o olhar dela fica perigosamente gélido. "Apenas, saiba que esse chapéu é algo que eu quero de volta no final da viagem, entendidos?" Apesar de ainda estar sorrindo, a voz era séria. Ela pegaria o chapéu de volta no final.

    Ao escutar as palavras de Ella e a risada, Rubra sorri de volta para a capitã. "Tenho certeza de que não sou a única atrevida, afinal de contas, para chegar a ser capitã em meio a cães dos mares babões, atrevimento é um requisito, não?" Ela ri enquanto volta a deitar em sua cama, murmurando algo como 'Algum dia eu serei, capitã Rubra'.



    Após ter certeza de que o guerreiro estava um pouco melhor, ela caminhou com os demais para o convés. Um sorriso gentil surgiu nos lábios carmesins ao sentir o sol e a brisa do mar agraciar os cabelos ruivos, presos em um rabo de cavalo uma vez que seu chapéu tinha ficado no camarote. Ignorando os olhares curiosos dos marujos, Rubra caminhou até a capitã, esperando as informações do que iriam fazer e ao escutar o pedido de socorro do navio escravista, ela olhou para os demais integrantes.

    Correr para alcançar a comitiva e aborda-los de surpresa parecia ser uma ótima ideia, porém, se socorressem quem tinha sobrevivido do navio permitiria o grupo "Desbravadores" terem um apoio em batalhas, ela também não iria reclamar. Ela sabia que não tinha tanta força para batalhar, então aproveitava toda as chances que tinha para ter pessoas para lutarem por ela.


    Voltando a observar o local que Ella estava focando antes, tentando ver o navio, mas queria mais detalhes, e apontando para a luneta ela pede permissão para utilizar o item.
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1388
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Gakky em Qui Dez 15, 2016 3:46 pm

    Dustan segue os companheiros, começava a se sentir melhor. Mas em seu semblante era visível o desanimo de estar em lugar desconhecido. Ele nota que há olhares dos marujos para o grupo, principalmente para as duas mulheres, isso era um pouco preocupante. Dustan achava que deviam ser homens desonrados. Porém notou que os marujos não olhavam assim para a capitã. De fato era bem diferente receber ordens de uma mulher, de onde veio, isso não era comum. O guerreiro presta atenção as palavras da capitã e responde:


    - Acho que devemos ajudar. Não devemos negar ajuda a quem precisa.

    Dustan tinha aprendido a ser bom moço desde a infância, seu vilarejo era o tipo que levava a moral muito a sério.

    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1029
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Hellkite em Ter Dez 20, 2016 11:10 am

    Diante da oferta de Rubra de emprestar seu chapéu, Moonbeam fica encantado, as mãos em forma de prece e os olhos tão grandes como uma lua cheia. Uma furtiva lagrima desce pela sua face.
    - Rubra, nunca ninguém me tratou assim com tanto carinho e preocupação! Estou extasiado de emoção, não consigo conter minhas lagrimas. Saiba que boas ações não são passadas desapercebidas pelas deusas, e que tudo que faz, receberás em dobro! Simbolicamente falando, é claro, ao final da viagem vou devolver só um chapéu...

    Moonbeam da umas voltas pelo chapéu como se fosse um gato gordo se preparando para dormir, e deita gostosamente sobre o penacho, soltando suspiros de prazer.

    A capitã Ella da um sorriso para Rubra, e com a mão no queixo, diz para a elfa:
    - Cuidado para não mimar demais este ai, frouxo do jeito que é, vai virar isca de peixe-espada.

    A pirata bate no ombro da ladina amigavelmente. “Tem uma boa percepção da vida dura de uma mulher nos altos-mares, garota... Temos que ser atrevidas, ou os tubarões podem nos devorar...”

    No convés, Rubra ignora os olhares dos marujos, enquanto Dustan acha isto preocupante. Messina por sua vez não parece se incomodar, fazendo questão de andar de maneira sensual para arrancar alguns assobios e elogios da tripulação, inclusive de Moonbeam, que a acompanhava logo atrás. Vorpal por sua vez avança com o rosto impassível, apenas os olhos registrando os acontecimentos ao redor.

    Diante da menção ao navio escravista, Rubra pede para observar melhor o navio, e Ella empresta sua cara luneta sem objeções. Pelo visto a capitã havia simpatizado com a elfa. “Se quebrar, vai passar o resto da viagem pendurada de ponta cabeça”, comenta simpaticamente.

    A ladina ajusta a luneta para melhorar o foco, e verifica que o navio escravista tinha a vela do mastro arruinada com cortes. Havia sinais de luta pelo convés, e alguns dos homens e mulheres que acenavam ainda tinham grilhões de ferro presos nos pulsos.

    Dustan e os demais eram a favor de auxiliar o navio, com exceção de Messina. A maga nega com a cabeça, o rosto sério.
    - Mas não mesmo. É um risco desnecessário, e não estou sendo paga para isto. Não sabemos nem onde, nem quando o nosso alvo vai chegar, e ajudar estes escravos vai nos custar um dia inteiro. Além disto, e se for uma armadilha? Podem estar querendo mais escravos pro seu navio, ou se eles forem escravos mesmo, podem ate tentar tomar este navio, desesperados do jeito que estão, não tem nada a perder.

    Ella pondera as palavras de todos, põe as mãos na cintura e permanece cabisbaixa por alguns instantes. Então diz:
    - Fica a critério de vocês, “Desbravadores”. Minhas ordens são somente de levar vocês de um lugar a outro, recebo da mesma maneira se vocês cumprirem a missão ou não. Não participarei de suas batalhas, mas me defenderei se for preciso.
    Iyue
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 104
    Reputação : 0
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Iyue em Qua Dez 21, 2016 11:12 pm

    Rubra sorriu com o comentário da capitã "Me coloque no ponto mais alto e reclamarei mais ainda" Parecia se divertir com as ameaças, e enquanto o grupo decidia o que fazer, a ruiva parecia mais preocupada em continuar a observar o navio escravista. Estava procurando ver a bandeira para saber seu porto de origem, a quantidade de escravos ainda acorrentados, e se existiam pessoas sem correntes. As palavras da maga fizeram repensar a situação. Fato, escravos estariam desesperados pela liberdade, mas não parecia que tinham feito motim contra o navio, tal como a possibilidade colocada, o que parecia ser bem estranho.

    Ela devolve a luneta para Ella após um tempo e questiona a capitã "Quanto tempo de viagem até o próximo porto para reabastecer os suprimentos?" A elfa parecia analisar a situação, percebendo finalmente a busca de atenção da maga com os marujos e um sorriso maldoso surgiu nos lábios carmesins. Uma ideia estúpida apareceu na mente da elfa, esta que resolveu brincar com o perigo.

    Com passos rápidos, movimentando o quadril sensualmente fazendo o cabelo ruivo balançar, Rubra enlaçou o pescoço da maga com um braço, fazendo uma pose sensual. "M'lady aqui tem parte da razão" Ela disse girando a maga ao mudar de lado. Se a sorte estivesse do lado dela, a maga teria sido pega desprevenida com a ação dela e a ladina teria uns minutos de reação. Largando rapidamente de Messina, a ruiva se colocou no meio de Dustan e Vorpal e continuou a falar "Parece uma armadilha e provavelmente não temos suprimentos suficientes ou espaço para continuar com essas pobres almas até chegarmos ao nosso destino" Ela disse fazendo um bico, mas logo os lábios carmesins sorriram maldosamente "Mas se conseguirmos ver de onde o navio veio, e com as palavras certas, esses corações infelizes podem nos ajudar e, quem sabe, um dia de atraso significa que a pessoa com a qual vamos 'escoltar' de volta pode conseguir mais informações do que ele originalmente tem" A elfa não negara em ajudar, mas para ela, conseguir mais informações poderia definir a opinião dela. Além do mas, ela queria saber se tinha ouro dentro daquele navio.
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1388
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Gakky em Qui Dez 22, 2016 9:36 pm

    Dustan ouve as palavras da maga e percebe que ela era bastante fria. Isso não era bom, andar com alguém sem compaixão não era fácil. Dustan se lembra da jovem que deixou esperando no vilarejo e fica feliz ao lembrar que era uma moça gentil e boa. Esperava pelo menos que ninguém pedisse a moça em casamento antes dele voltar. O guerreiro então observa a reação de Rubra e franze as sobrancelhas ao ver ela se movimentar sensualmente e defender a cruel maga. Mas escuta paciente o que a elfa tem a dizer.


    - Armadilha? Mas pode não ser uma armadilha e aquelas pessoas podem estar mesmo precisando de ajuda... Tente ver então de onde o navio veio, parece ser o mais sensato.

    Dustan puxa a gola de sua camisa pra frente, estava começando a ficar com calor. Essas pessoas do "mar" eram realmente muito diferentes para ele. Mas o guerreiro ainda guardava o lenço de Rubra, lembrando disso, pensa que deveria devolver. Então pega o lenço e o oferece de volta a elfa:

    - Quase esqueci de devolver isso.

    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1029
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Hellkite em Ter Dez 27, 2016 12:05 am

    Com a luneta em mãos, Rubra procura por mais informações que poderiam dizer o que exatamente havia acontecido no navio. Pelas indicações das bandeiras, o navio era de Porto Negro, definindo-o como pertencente a União Escravista, maior Guilda da cidade. Não era possível saber de onde tinha vindo. Haviam sinais de combate no convés, e a maior parte das pessoas ainda portavam algemas nos pulsos. Algumas poucas não tinham algemas, mas pelas suas vestimentas indicavam ser escravos que tinham se livrado dos grilhões.
    - Temos uma boa quantidade de suprimentos para manter a tripulação, Rubra... 1 semana ate precisarmos reabastecer, responde Ella a pergunta da elfa, guardando a luneta.

    A elfa então decide expor sua opinião, fazendo uma graça com Messina. A maga, pega desprevenida pela atitude, leva alguns minutos para se recompor, mas ao ter o apoio de Rubra se permite dar um sorriso sem graça. “Hmm, até que faz sentido... se nós tivermos cuidado, a ajuda a mais pode até valer a pena”, diz, sem olhar diretamente para a ladina.

    Dustan não aprovava aquele dialogo, mas parecia que estava se encaminhando para uma abordagem no navio em necessidade, o que vinha de acordo com seu desejo de ajudar. Tanto Vorpal como Moonbeam se mostraram dispostos a se aproximar.

    A capitã franze os lábios e acena com a cabeça. Ela então grita ordens para sua tripulação, que faz a escuna Pomona desviar de sua rota, aproximando-se rápido do navio escravista a deriva. Há uma distancia de 10 metros ele para, permanecendo ambos os navios em paralelo.

    Apoiando-se na proteção, Ella grita para que o outro navio se identificasse e explicasse o motivo de seu pedido de ajuda. Do outro lado os homens começam a discutir entre si, dando inicio a uma nova confusão, até que surge uma mulher humana de cabelos ruivos, tão vermelhos quanto os de Rubra, bem magra, com roupas em melhores condições que os dos outros escravos, sem algemas.



    Ela se apoia na lateral do navio, com o vento do mar fazendo ondular suas mechas vermelhas.
    - Este é um navio escravista que foi tomado pelos escravos! – diz ela, sem titubear – Na briga a vela do navio foi arruinada... Podem nos ajudar? Temos dinheiro...
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1388
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Gakky em Ter Dez 27, 2016 2:38 pm

    Dustan observa as pessoas do outro navio, quando ficam próximos. Depois do que Rubra disse, ele não queria ser ingênuo. Então tomaria cuidado para não cair em uma armadilha. Sabia que deveria aprender como lidar com pessoas fora do vilarejo, e Rubra devia saber muito sobre isso.  

    O guerreiro repara na jovem de cabelos ruivos, mas não está convencido. Apesar de precisar de dinheiro, não era o tipo de motivação que o movia. Embora estivesse tentando conseguir dinheiro, mas com uma motivação maior por trás. A garota parecia um pouco melhor que os outros escravos, e isso era um pouco estranho, não que ele entendesse dessas coisas. Estava começando sua carreira ainda no mundo de fora, sabia que teria que aprender a lidar com a mentira. Então mostrou-se desconfiado e perguntou a jovem:

    - Você também era uma escrava? Parece um pouco diferente deles... Onde estão os escravistas?


    Iyue
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 104
    Reputação : 0
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Iyue em Qua Dez 28, 2016 8:37 am

    Rubra sorriu, se divertindo com a reação de Messina. Ela esperava uma reação completamente diferente daquela, provavelmente levar um choque ou qualquer coisa voando em sua direção, mas ficou feliz em ter conseguido mudar a opinião da maga em ajudar os demais. Ao ver seu lenço novamente, a elfa fecha a mão do guerreiro em volta do lenço. "Fique, se começar a se sentir mal, já sabe o que fazer" Ela sorri e se vira para caminhar em direção da proteção quando algo em sua mente a faz parar e se voltar para Dustan "Escravos e mendigos... sempre vamos precisar de ajuda, só iremos ficar livres quando algum nobre lidere nosso povo sem nos julgar como vermes que infectam as terras" Ela brinca com uma moeda e entrega para o guerreiro "Ou quando um ladino de bom coração divida seu lucro com o seu povo" Ela termina voltando o seu caminho até a proteção do navio.

    A face dela se contorce ao ver a discussão da tripulação do navio. Certo, havia uma luta, mas não havia uma opinião certa em comum entre todos, o que pela elfa poderia ser um problema. A palavra ouro chamou a atenção da ruiva, mas o problema daquele navio chamou também chamou a atenção, e seus olhos azuis vagaram pela vela do navio sem comentar nada, apenas buscando aonde seria o problema. O tecido não deveria ser um grande problema a menos que tenham queimado durante a luta, e se fosse tanto problema assim, deveriam existir escravos com a habilidade de costura. Com um gesto simples com a mão, ela chamou Moonbeam para perto.

    "Consegue ser bem discreto? Acredito que você é o mais rápido e ágil para visualizar o estado daquela vela, mas algo me parece ser suspeito demais" Ela cochicha com a fada discretamente, sem manter contato visual com as pessoas do outro navio. Assim que termina, ela se apoia na proteção do navio e sorri para a outra ruiva.


    "Bela luta que ocorreu aí hein? Desculpa, não sei seu nome! Me chamo Rubra" Ela grita para o outro navio "O que houve para a vela ter sido arruinada? Assim não perdemos tanto tempo procurando não?" Ela observava a reação da outra ruiva "Parece que o motim acabou faz pouco tempo, existem pessoas feridas?"
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1029
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Hellkite em Qui Dez 29, 2016 8:51 pm

    Os desbravadores, desconfiados com aquela situação, decidem avançar com calma. Rubra tem um plano, e pede a colaboração de Moonbeam. Ao ouvir as palavras mais rápido e ágil, fica todo animadinho. O fada faz uma reverencia, e desaparece. “Discreto assim está bom?”, ouve Rubra de um ponto a sua frente. “Mas pode ficar tranquila que eu não vou ver você tomando banho... Hoje... Hehe!”

    Uma leve brisa indica a partida de Moonbeam. Ao lado de Rubra estão Ella e Dustan, com Vorpal e Messina mais atrás. Primeiramente o cavaleiro faz as perguntas para a jovem ruiva do outro navio, sendo complementado pela elfa.

    A moça do outro lado se segura numa corda para se equilibrar, e diz:
    - Tambem sou escrava, mas acabei de ser capturada quando estava saindo de Darkover. Houve uma revolta aqui, e os escravistas estão presos numa cela. Meu nome é Amandia. Ah, e foram os escravistas que ordenaram os guardas rasgar a vela, para não sairmos do lugar. E sim, temos feridos...

    Porém algo estranho acontece. Tanto Rubra como Dustan continuam ouvindo a voz da ruiva, mas desta vez apenas em suas mentes. Amandia continua com a face serena, seus lábios fechados, mas sua voz diz “Cuidado! Se vocês se aproximarem demais, os escravos vão tentar tomar o barco de vocês! Estão desesperados... Posso fugir com vocês?”

    Ao final de suas palavras, Amandia da um sorrisinho sem graça e alça os ombros.

    Moonbeam logo aparece ao lado de Rubra, e cochicha em seu ouvido:
    - Ei Rubra, a vela esta bem detonada, mas você esta certa de suspeitar de algo... Tem mais escravos, só que estão escondidos... e armados!
    Iyue
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 104
    Reputação : 0
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Iyue em Sex Dez 30, 2016 4:07 am

    A elfa sorriu ao escutar a criatura alada, revirando os olhos com o comentário. Parecia não ter se importado muito com a questão da pequena criatura observar ela, mas manteve uma nota mental para tomar um certo cuidado ao banhar-se. Quando finalmente a garota do outro barco começa a falar, Rubra presta atenção em suas palavras, porém, seu olhar começa a procurar por canhões e outras armas de longa distância que a outra embarcação poderia ter.

    O nome mencionado faz com que a elfa volte a encarar a outra mulher, seu corpo havia tensionado levemente, relaxando alguns segundos depois com um sorriso maldoso em seu rosto aparecendo. Bingo, mais informações sobre o local que deveriam ir, agora outro problema era o navio, e antes que pudesse falar, a voz de Amandia invadia a mente de Rubra, fazendo a mesma tensionar novamente, que começou a olhar de canto de olho para Ella e Dustan para ver se eles tinham alguma reação ou se era apenas ela que estava escutando a voz. O pedido de socorro da garota parecia genuíno, mas estava esperando Moonbeam voltar para ter certeza, e assim que este retorna, ela dá uma piscadela de olho para Amandia.


    "Malditos escravistas!" Ela xinga mais alguma coisa em seu idioma nativo antes de continuar a falar "Parecem que os malditos esconderam as chaves e os suprimentos para remendar a vela também pelo visto dos demais..." Ela grita para o outro navio, se levantando e virando para o grupo. Sua voz saiu baixa para que apenas os 'desbravadores' e Ella consigam escutar. "Moonbeam aqui conseguiu algumas informações, existem mais escravos armados, prontos para atacarem... Não vai ser algo fácil, mas deveríamos trazer a ruiva" Ela comenta, e antes que Messina pudesse chiar "Ela tem mais informações sobre o local que devemos ir... Então, ideias?" Ela indaga, pensando no que poderia ser feito.
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1388
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Gakky em Sex Dez 30, 2016 11:39 pm

    Dustan fica surpreso com a voz em sua mente, nunca tinha passado por nada parecido, talvez ela fosse também uma maga. Ele não sabe o que fazer e lança um olhar para Rubra tentando decifrar se ela tinha escutado o mesmo. Ele percebe que a elfa também estava olhando para ele de canto de olho, talvez isso significasse algo. Mas pelo que a garota disse, não parecia justo só ela se salvar e os outros não. Embora sabia que seria perigoso um grupo enorme de escravos desesperados. Logo ouve as ideias de Rubra e fica surpreso, ela queria salvar a ruiva.


    - Então você ouviu o mesmo que eu? Hum... Se você acha importante...

    O guerreiro fica pensativo, precisava de alguma ideia para salvar a garota ruiva. Ele remexe os bolsos e nota o lenço de Rubra, era gentil da parte dela ter se preocupado com ele, pensa enquanto encara o lenço. Com isso lembra que sua problema com o mar havia melhorado, as náuseas tinham passado. Porém ainda evitava olhar para o mar por muito tempo... Quando pensou em mar, não demorou muito para ter uma ideia, embora não saberia dizer se era boa. Então diz em voz baixa para o grupo:

    - Eu pensei em algo... Poderíamos afastar nosso navio e pedir que a Amandia pule no mar, depois a resgatamos com alguma corda. Assim não teríamos qualquer contato com o outro navio. Só espero que ela saiba nadar... E que não tenha tubarões... O que acham?


    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1029
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Hellkite em Ter Jan 03, 2017 6:15 pm

    Ambos os navios navegavam paralelamente, a escuna “Pomona” segurando a velocidade para acompanhar o navio pirata a deriva, quando Rubra fala sobre sua intenção de salvar Amandia. Dustan, apesar de contrariado por ter que salvar apenas a ruiva, pensa num plano e depois comunica aos demais. Depois de uma breve discussão, o plano é aprovado, e logo a capitã Ella dirige-se ao timão de forma sorrateira, enquanto Rubra e Dustan comunicam mentalmente seu plano para Amandia, que acena com a cabeça discretamente.

    Para disfarçar a ação, Rubra e Amandia falavam sobre alguns detalhes de como se daria o salvamento, quando repentinamente o “Pomona” da uma guinada violenta, afastando-se do navio escravista. Os outros escravos começam a xingar e a berrar, ameaçando executar toda a forma de brutalidade caso a escuna não retornasse naquele exato instante. E então xingam ainda mais quando a porta-voz Amandia resolve se jogar na agua.
    - Não disse que estavam desesperados? Agora sim vimos a mascara cair... Escravos e escravistas, melhor mantermos distancia – comenta a maga Messina, com um tom de desdém.

    Ella faz um circulo completo e ao se aproximar da mulher no mar manda jogarem uma boia e descerem uma escada. O navio escravista, sem condições de manobrar, seguiu em frente, o som dos escravos tornando-se mais distante conforme o navio de Ella se afastava.

    Logo Amandia sobe ao convés, toda molhada, torcendo os cabelos ruivos para seca-los. Ela se ajoelha diante dos “Desbravadores” e diz:
    - Muito obrigada por me salvarem! Estou com um grande debito com vocês, e no que for possível ajudar eu ajudarei!

    Messina, com os braços cruzados, ergue as sobrancelhas e faz um bico.
    - Pra falar a verdade, não confio muito em ruivas, experiência própria – diz, olhando Rubra de esguelha.
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1388
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Gakky em Qua Jan 04, 2017 11:02 am

    Dustan fica orgulhoso por terem usado sua ideia, ele se surpreende consigo mesmo, pois não imaginou que teria uma solução tão rápida. Quando ele vê os escravos desesperados, sente pena deles. Queria poder ter ajudado, mas não tinha como. Pobres pessoas, pensou. Quando ouve o primeiro comentário de Messina, ele responde:


    - Já pensou em ser menos egoísta?

    epois com a chegada da Amandia, Dustan a cumprimenta e diz:

    - Sou Dustan. Você deu sorte, uma pena que não deu para salvar a todos, imagino que ser escravo deve ser desesperador. Mas fico feliz que pelo menos alguém foi salvo. Agora se pode ajudar, precisa falar com a capitã.


    Iyue
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 104
    Reputação : 0
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Iyue em Qua Jan 04, 2017 3:26 pm

    A elfa se apoia novamente, observando o navio ficar menor e menor com a distância. Ela tenta traçar a rota que o mar estava fazendo para aquele navio. Tinha concordado com o plano, contudo, ainda estava preocupada com o ouro e com os enfermos, mas as palavras da maga a tiram de sua linha de pensamento. Rubra inspira profundamente, acariciando os pulsos, sentindo a necessidade de uma bebida. Dando alguns passos até a outra ruiva, ela se ajoelha na frente dela, e a faz se levantar consigo.

    "Não precisa agradecer, porém, a ajuda nós vamos aceitar sim" Ela diz com um sorriso no rosto, pegando o cantil de água e entregando a ela. "Aqui, deve estar com sede" A ladina era cuidadosa com a escrava, parecia tentar a fazer se sentir confortável entre eles. "O que houve para você ter acabado naquele navio?" Rubra senta em um barril ali próximo e começa a conversar com a Amandia, procurando observar todos os trejeitos dela, queria saber mais sobre o passado, sobre o navio, e sobre os escravos do navio, até sua linha de raciocínio ser quebrado novamente quando Messina volta a falar.

    Acariciando novamente os pulsos, a elfa solta as mangas bufantes, puxando elas para deixar os antebraços livres. Deixando à mostra as diversas cicatrizes espalhadas, não pareciam ter sido de batalhas, e sim de abuso, mas haviam duas que se destacavam. Ao redor dos pulsos dela, ainda extremamente rosadas. Eram cicatrizes de grilhões, e para qualquer meio-entendedor, a mensagem era clara, a elfa já foi escrava, e tinha sido algo recente pelo estado das cicatrizes. A ruiva sorria gentilmente para Messina, não era de deboche ou qualquer coisa do estilo, era simplesmente gentil. Ela abriu os braços, chamando todos dos 'Desbravadores', assim como a capitã e Amandia para se aproximarem.

    "M'lady aqui tem razão novamente ao me lembrar da falta de confiança" Ela continua sendo extremamente gentil. "Que tal fazermos outro estilo de apresentação dessa vez" Ela diz olhando para Vorpal e depois para Moonbeam, procurando saber a ação deles, antes de mover seu olhar para Dustan "Ao invés de falar nossas habilidades, que tal falar nossos objetivos? O motivo de estarmos aqui?" Ela sorri e bate o pé no barril, se ajeitando para ficar mais confortável "Ninguém aqui vai ser julgado, mesmo por que, se não fosse algo necessário, não estaríamos aqui, correto?" A elfa para o olhar para Messina. Os olhos azuis brilhavam, enquanto apoiava as mãos ao lado do corpo.

    "Se quiser, eu posso começar é claro" Ela para e faz um bico, parecendo pensar, seu dedo indicador batia contra os lábios carmesins, mas era apenas uma graça antes do rosto da elfa se animar e ela começar a falar "Meu objetivo atualmente é ter dinheiro para encontrar a minha irmã, já que quando fomos separadas, eu fui levada escrava sexual em um navio pirata" Ela disse levemente, sorrindo, parecendo não se importar com a gravidade do que tinha acontecido com ela. "Por favor, continuem, eu quero saber o motivo de vocês estarem aqui"
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1029
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Hellkite em Qua Jan 04, 2017 4:15 pm

    Ao ouvir a palavra egoísta, a maga de cabelos prateados se vira furiosa, mas ao se dar conta de que era Dustan, tenta se acalmar, da uma tossida, e diz:
    - Ser egoísta é o que me manteve viva até hoje, Dustan. Mas sei também compartilhar, se a pessoa for de confiança...

    Dustan então se dirige a Amandia, e ao ouvir as palavras amigáveis do cavaleiro, ela sorri.
    - Sim, e fico feliz por ter sido eu... Ser escravo é algo... – diz a ruiva, que por um instante parece confusa, levando a mão na cabeça – é algo... terrível. Não foi minha primeira vez, mas... não consigo me lembrar muito bem. Ainda bem que vocês apareceram.

    Rubra, depois de se certificar que o navio escravista estava indo em direção de Porto Negro, aproxima-se da Darkovana e oferece agua, aceita quase que imediatamente. Ela então suspira e responde a pergunta da elfa:
    - Fui pega por minha própria culpa. Eu sou livre, mas de poucas posses, andando de cidade em cidade, vila em vila, para garantir meu sustento. Voces sabem a difícil vida dos que não tem uma casa para morar. Então, problema é que alguns meliantes queriam que eu desse minha parte do dinheiro obtida em um negocio que eu fiz, e para fugir deles subi em um palanque onde estavam escravos a venda para me esconder. Consegui escapar dos meus perseguidores, e adivinha o que aconteceu? Ta, podem dar risada, foi burrice, mas isto não importa mais.

    Amandia novamente parece estar sofrendo de uma enxaqueca.
    - Engraçado, já tiveram algum dia a impressão de terem vivido a mesma coisa duas vezes? – comenta a ruiva. Ela massageia as temporas e continua – Os outros escravos eu não tive muito contato, fiquei numa cela em separado, até que... bem, fiz amizade com o carcereiro e ele abriu as portas das celas.

    Messina balança a cabeça e interrompe a fala da Amandia.
    - Não faz sentido, você conversa com a voz da mente, então provavelmente dominou a mente do carcereiro, não foi isto? E convenceu-o a abrir as celas.

    A maga faz um comentário sobre confiança, que é a gota dagua para Rubra. A elfa mostra suas cicatrizes e propõe a cada um que fale sobre seus objetivos, começando por ela mesma. Messina observa as marcas nos pulsos da ladina, e por um instante fica pasmada. Todos ouvem com atenção, e ao final olham para Messina, que nada diz, apenas mantendo seu olhar para baixo.

    Moonbeam, para quebrar o silencio, se prontifica e borboleteia pelo grupo.
    - Eu quero conhecer o mundo, conhecer mulheres bonitas, conhecer novos amigos... E se ganhar moedas de ouro com isto, melhor ainda.

    Vorpal, que estava com o rosto impassível, da um sorrisinho de canto de boca.
    - Diante de tão ambiciosa missão do nosso amigo fada, creio que meu objetivo seja algo simples: mostrar que minha deusa Shadowlady, apesar de representar o fim da vida, não é necessariamente má. Se o mal existe, está na interpretação que cada um de nós faz sobre os ensinamentos de cada deusa.

    A capitã Ella, que estava com os braços cruzados, põe as mãos na cintura, suspira e diz:
    - Bem, não sou dos “Desbravadores”, mas como me perguntaram, vou responder: Dinheiro. Aventura. E provar que uma mulher pode ser tão bom capitão quanto qualquer homem por ai.

    Amandia olha para os demais, aponta para si mesma. “Eu também?” – pergunta. A Darkovana alça os ombros e diz:
    - Pra falar a verdade, eu estou em busca do meu passado... Tem coisas que eu fiz que estão nubladas, não consigo me lembrar direito. Acho que mexeram com a minha cabeça, mas não sei dizer quem, quando, como... É isto.

    Os olhares se voltam novamente para Messina, que parecia ainda mais retraída, evitando olhar para qualquer um.

    Off: Caramba, este post me deu trabalho!
    Conteúdo patrocinado


    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Ago 16, 2017 12:23 pm