Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Compartilhe
    IsabelMuller
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 216
    Reputação : 20

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por IsabelMuller em Qui Nov 17, 2016 10:06 am

    Resposta a atualização e ao GodsCorpse.

    [Descrição] A mente de Isabel começa a se reorganizar a medida que seus ferimentos começam a desaparecer.
    [Pensamento Isabel] Não, é a primeira vez que faço isso. Já brinquei de estrela do mar ao me cortar cozinhando. É fazer o que?! Não sou uma boa dona de casa. (Risos - Pelo menos rir mentalmente não doi) Ninguém é bom em tudo. Eu acho. Mas, de qualquer forma essa é, de longe, a mais demorada.
    [Descrição] No instante que Talon aparece em sua frente metade de seus ferimentos já haviam sumido. A dor ainda era intensa, mas sua mente (seus pensamentos) já estavam quase em ordem.
    [Pensamento Isabel] Hey, olha ai o Mr. Machine. Se perguntar se eu estou bem ele será sem dúvidas um robô. [Descrição] Isabel percebe o fascínio de Talon com o cenário a sua volta. Talvez, em outras circunstâncias, ela também se encantasse. Isabel tentava entender as séries de eventos que a levam até ali e como aquilo se relacionava com suas recentes viagens pelo tempo. Aquele lugar era grandioso e não era um sonho. É então que ela se pergunta:
    [Pensamento Isabel] Mas onde é que viemos parar? Chamei-o de inferno, mas será? Lugar fora do nosso mundinho é o que não falta no universo. Isso até a ciência já sabe. Só não sabem como é nesses lugares.
    [Descrição] Isabel olha para Talon ele não aparentava ser um risco, então mesmo podendo mover-se resolveu continuar como estava, a dor por menor que fosse não valia a pena. [Pensamento Isabel] Eu não sou um soldado. Não sou um peão em um tabuleiro de xadrez. Quer dizer, parece que agora sou. E não costumo estar na linha de frente, mas agora estou. Só que toda essa dor não faz parte do meu script.
    [Descrição] Isabel não podia deixar de pensar onde estava Rita, se estava bem ou se havia se transformado no que viu em sua mais recente viagem pelo tempo. Ela desejava ardentemente que aquilo jamais acontecesse, mas temia ter falhado com sua irmã sem se quer conhecê-la. Em meio aos seus pensamentos Isabel busca em suas memórias, em seus conhecimentos, algo que tenha: lido, escutado, ou tomado conhecimento por qualquer outro meio; e que batesse (mesmo que parcialmente) com a descrição daquele lugar ou com como foram parar ali. Saber onde estão ou como foram parar ali seria meio caminho andado para tirar todos daquele lugar. [Pensamento Isabel] Vamos lá qual é? Depois de devorar tantas bibliotecas e usar de todos os meios para obter os conhecimentos que não estão nos livros deve haver algo que eu saiba sobre esse lugar. Eu nunca me esqueço, mas, às vezes, é preciso de uma ajudinha para que a memória certa venha a tona.
    @GodsCorpse escreveu: Pode se levantar?
    [Descrição] Os ferimentos de Isabel estavam, agora, praticamente resumidos a arranhões. Ela poderia se levantar, mas desejava fazer isso apenas quando não restasse se quer arranhões. [Fala Isabel] Me dê mais alguns segundos Mr. (...) [Descrição]Isabel se dá conta de que não sabe como deveria chamá-lo. Apelidou-o de Mr. Machine, em sua mente, e acreditava que não deveria chamá-lo assim fora dela. Isabel não evita e ri. Enquanto olha para Talon ela diz: [Fala Isabel] Sabe... me dei conta de que não sei como devo chamá-lo. [Descrição] Assim que seus ferimentos desapareceram a maga levanta-se e diz: [Fala Isabel] Precisamos encontrar os outros e depois dar um jeito de sairmos daqui. Se você ouviu o mesmo que eu sabe que o Mr. Gates, o detetive, pode estar em sérios problemas.


    Balth
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 53
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por Balth em Qui Nov 17, 2016 10:32 am

    *Quando é jogado no chão perto do portal como um saco de batatas a unica coisa que pensava era: Bem..obrigado idiotas*...*olhava para o portal e pensava: bem..eu imagino que isso ai não vai me levar para um starbucks próximo*...*tento me levantar sem fazer barulho tentando aguentar a dor no braço*...*dava um meio sorriso pensando: Bem..esses bichos são cegos só espero que os outros sentidos não sejam tão aprimorados*...*tirava o sapato do pé e pensava: espero que isso sirva como distração*...*tentava jogar o sapato perto do abismo mas não ao ponto que caísse nele*

    [roll="d20"==9]5[/roll]
    Balth
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 53
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por Balth em Qui Nov 17, 2016 10:33 am

    Balth efetuou 5 lançamento(s) de dados (d20.) :
    3 , 11 , 18 , 7 , 8

    (foi mal acho que não saiu direito)
    GodsCorpse
    Tecnocrata

    Tecnocrata

    Mensagens : 326
    Reputação : -3

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por GodsCorpse em Qui Nov 17, 2016 12:04 pm


    - Talon... Pode me chamar de Talon. - não a ajudou a levantar. Magias de Toque! - Sim. Achemos as vítimas e saímos daqui. Você tem um feitiço para isso?
    Quando mencionou Gates, Talon não estava bem animado.
    - E? Ele muito bem pode ser o motivo de estarmos aqui. Teller era informante no grupo de Lótus e sua entrada inconsequente deixou-o gravemente ferido e sem informações. - Talon não tinha simpatia para pessoas que agiam "malucamente" e jogando one-liners para todo lado - Podemos deixar ele lá. Drake concorda comigo. - fala assim que ele chega - Não, Drake?
    IsabelMuller
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 216
    Reputação : 20

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por IsabelMuller em Qui Nov 17, 2016 1:56 pm

    Resposta a atualização e a GodsCorpse.

    @GodsCorpse escreveu: Talon... Pode me chamar de Talon. - não a ajudou a levantar. Magias de Toque! - Sim. Achemos as vítimas e saímos daqui. Você tem um feitiço para isso?
    [Descrição] Se o ar daquele lugar não fosse tão ruim Isabel certamente daria um suspiro com aquela pergunta. A maga estava procurando incansavelmente entre suas memórias qualquer coisa que pudesse tirá-los dali. Sempre há uma forma de voltar a questão é que nem sempre são agradáveis. Se ela conseguisse resgatar entre suas memórias qualquer coisa que lhe indicasse onde estão, isso poderia tornar as coisas um pouco, apenas um pouco, mais simples.
    [Fala Isabel] Estou procurando um meio de nos tirar daqui, mas não é tão simples assim... [Descrição] Isabel parava para pensar nos símbolos do ritual, talvez ao associa-los as suas memórias resgatadas, eles lhe dessem alguma dica de onde estavam e como sair dali. [Fala Isabel] Quebrar bruscamente o ritual nos trouxe aqui. Era de alta complexidade. Sair não será mais fácil.
    @GodsCorpse escreveu: E? Ele muito bem pode ser o motivo de estarmos aqui. Teller era informante no grupo de Lótus e sua entrada inconsequente deixou-o gravemente ferido e sem informações. - Talon não tinha simpatia para pessoas que agiam "malucamente" e jogando one-liners para todo lado - Podemos deixar ele lá. Drake concorda comigo. - fala assim que ele chega - Não, Drake?
    [Fala Isabel] Ele foi, sem dúvidas, inconsequente, mas não foi ele que nos trouxe aqui. Uma coisa importante sobre aquele ritual era... que só Lotus poderia para-lo sem repercussões reais. Quando o altar quebrou ao ser ferida não foi ao acaso. Era muita energia ali. Infelizmente... [Descrição] Ela olha para Drake. Os estado físico de Drake é tão ruim quanto o seu estava a minutos atrás.[Pensamento Isabel] Mais... que droga. [Fala Isabel] Eu posso te ajudar, se você concordar. Se sim, preciso que fique parado, ok? [Descrição] Se Drake concordar Isabel irá usar Restauração nele. Afinal, o seguinte pensamento estava em sua cabeça: Já morreram pessoas de mais por um único dia. Uma delas me recusei a ajudar (Teller), isso não é da minha natureza, mas foi necessário naquele momento. Müller não precisava que ele ficasse parado de fato, mas é sempre bom manter alguns segredos. A maga olha para Talon e diz:
    [Fala Isabel] Quem nos trouxe aqui, de fato, foi quem quebrou sua mandíbula. Se eu tivesse tido tempo de... deixa pra lá. Além do mais, outra coisa sobre rituais é...[Descrição] Isabel estava falando aquilo devido a sugestão de Talon de abandonar o detetive naquele lugar. [Pensamento Isabel] Mr. Gates foi um idiota entrando atirando para todos os lados. Entretanto falhei em impedi-lo e falhei agindo tarde de mais durante o ritual. Nem tudo é culpa dele. Além disso, não é motivo pra abandonar alguém nesse lugar. Isso aqui é ... bem seria crueldade de mais com Mr. Gates. Se depois dessa ele não aprender, ai eu desisto. [Fala Isabel]... bem em resumo talvez, só talvez, eu precise de todos para nos tirar daqui.[Descrição] Era uma possibilidade real, ela poderia mesmo precisar de todos. Não necessariamente vivos ou inteiros, apesar de preferi-los vivos. Afinal mais pessoas morreram ali do que ela tenha presenciado em toda sua existência.
    GodsCorpse
    Tecnocrata

    Tecnocrata

    Mensagens : 326
    Reputação : -3

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por GodsCorpse em Qui Nov 17, 2016 3:29 pm


    - Faz sentido. - não faz sentido, mas no ramo da magia, raramente faz. A ideia de "trocas equivalentes" talvez aplicassem ainda assim em algo como transporte para fora da dimensão demoníaca. Suspirou - Vamos salvar o detetive e as garotas. E saímos daqui. O grito veio por aquele caminho. - apontou - Consigo levar um de vocês no colo, se precisar. - mostrou a arma de gancho.

    Esse era o momento que Emir menos gostava: depender de outros. Ainda mais magos. Queria já ter aberto uma criatura e dela ter brotado um portal para fora. Mas precisava. Não era uma situação onde ele sequer sabia sair sozinho.
    Só depois ele poderia se dar o luxo de discordar ou confrontar um deles. Só depois.



    OFF escreveu:Momentos de decisões são lentos @__@
    Daik
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 87
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por Daik em Qui Nov 17, 2016 3:41 pm

    - YOU SHALL NOT PASS! - Drake gritou, enquanto a ponte desmoronava as suas costas. - Sempre quis dizer isso... - Proferiu satisfeito. Seus olhos captaram a longe uma imensa caravana demoníaca no momento que o corpo da criatura que o perseguia atingiu o chão. - Eu preciso encontrá-los... O mais rápido possível... -

    Quando seus olhos fitaram Isabel e Talon, a primeira coisa que sentiu foi inveja. - Puta que pariu... Só eu que me fudi com essa queda? - Questionou-se enquanto caminhava o mais rápido possível. Depois de algum tempo, Walker os encontrou. - Ahn?! De que porra vocês estão falando? - Drake não sabia nem quem era aquele cara. - Rapaz... Como é que você sabe o meu nome? Acompanha o meu canal do youtube? -Sabia que aquele homem esteve no ataque a Lótus, mas isso era tudo. - Que honra compartilhar uma estadia no inferno com um fã! Qual o seu nome? - Por mais absurdo que fosse aquilo, Walker estava realmente empolgado com a possibilidade de Talon ser um fã de seus vídeos.

    Seu corpo doía e sua mente estava cansada. Encarou Isabel enquanto ela oferecia ajuda. Não só seus olhos, mas também as suas curvas que estavam a mostra graças a queda. - Eu sabia que você não iria me desapontar meu amor... - Mesmo que usasse um tom irônico, Drake sentia-se grato pela cura. - Obrigado... - Seu tom havia se tornado sério, enquanto agradecia.

    - Se vamos ajudar o Gates não importa agora... - Drake deu uma pausa e continuou. - Tem uma coisa que preciso confessar... - Walker fazia a mesma cara de uma criança que havia acabado de "aprontar". - Muito provavelmente um demônio de quase 30 metros de altura vai chegar aqui a qualquer momento... E ele não tá com um humor muito bom... - O Agente esperava a reação daqueles dois quanto a nova informação. - E não é só isso... - Drake perdeu o foco por uns dois segundos enquanto dava mais uma olhada no corpo de Isabel. - Tem uma caravana desses merdas rodando por aí e eu não quero estar por aqui quando eles chegarem... - Sorria. Da forma mais sem graça possível.
    GodsCorpse
    Tecnocrata

    Tecnocrata

    Mensagens : 326
    Reputação : -3

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por GodsCorpse em Qui Nov 17, 2016 4:02 pm


    - Não. - respondeu a pergunta sobre o canal do Youtube. Realmente não tinha visto, mas estava mais curioso a respeito depois de ter visto quebrar o maxilar de Lótus. Ele tinha poderes... E Jesus, como Emir gosta de quebrar pessoas assim. Especialmente se fosse para envergonhar o loirinho de atitude na frente de outros - Nomes são para amigos, então não preciso de um. Me chame de Talon, por hora.

    Emir deu um sorriso por trás da máscara, pois mantinha a postura de "fodão".

    - 30 metros? Se eu tivesse minha faca... - olhou para Isabel e depois continuou para Drake- Então vamos ter que ir rápido. - posicionou-se como líder, mas, queria apenas agir como um bárbaro:

    "Droga, quero matar alguns demônios antes de sair daqui."

    Ele tinha um pouco de pavor de ficar ali para sempre, mas, se ficasse, era uma luta para sempre. Contra o sofrimento e contra demônios. Uma ótima maneira de passar a eternidade.

    "Espera o Newman saber que matei demônios"
    IsabelMuller
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 216
    Reputação : 20

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por IsabelMuller em Qui Nov 17, 2016 7:46 pm

    Rolando dado para Expertise

    IsabelMuller efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    6
    MINDGAME
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 641
    Reputação : 24
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por MINDGAME em Qui Nov 17, 2016 8:43 pm

    @Balth:
    [Off = Era apenas uma rolagem, mas fica estabelecido que o status permanecerá por mais dois turnos apenas. ^^
    Para ficar mais fácil a descrição vou discriminar as criaturas em números:
    Criatura 1 = A que te atordoou, analisou, impediu que as demais atacassem e te arrastou até o portão (Veio do norte).
    Criatura 2 = Permaneceu guardando o portão para onde você foi arrastado (sul)
    Criatura 3 = A que foi intimidada e impedida de te atacar (veio do sul)
    Criatura 4 = A que te derrubou e depois foi intimidada (veio do norte)]

    Tommas arremessa o sapato e, quando ele atinge o chão, exceto a criatura 1, que permaneceu de frente para o portão, as criaturas se viram na direção do sapato. A criatura 2 então corre até o sapato e parece investigar o local.
    Eis que o grande portão se abre expondo entranhas que se partem com a força da porta. Era como se aquele portão, de mais de 30m de altura, fosse uma criatura viva sendo rasgada ao meio enquanto se abre. Suas dobradiças vertem sangue e a carranca acima do grande portal parece agonizar.
    Gates não consegue ver seu interior. Um breu profundo parece drenar toda a luz que se aproxima da entrada. Eis que uma voz poderosa e alta como um trovão se projeta de lá de dentro.
    Voz - "De todos os lugares em que um anjo poderia cair, você veio parar nos meus domínios?! Que tipo de infração você cometeu contra a lei dele? Ele... deve te odiar muito para te oferecer a mim, anjo."
    É possível notar um certo sadismo doentio no sarcasmo daquela voz e, seja o que for que está falando, faz o sentido de perigo do detetive gritar em agonia. A precognição de Tommas dispara em flashes com imagens de cidades inteiras devastadas, pilhas colossais de corpos esquartejados entre as cidades e uma escuridão densa que cobre todo o planeta, como se parte daquele terror que o rodeava fosse derramado sobre a terra e o detetive imagina que essa criatura oculta na escuridão seja a responsável.

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: -1
    Condição: Fatigued (moves at half normal speed = –1 speed rank), Vulnerable (halving active defenses, Prone (–5 circumstance penalty on close attack checks. Opponents receive a +5 circumstance bonus to close attack checks but a –5 penalty to ranged attack checks)
    Pontos heroicos: 0
    Pontos de poder: 115 (NP 7)
    @Daik:
    O poder de Isabel alivia sua dor e rapidamente os ferimentos de Drake cicatrizam até desaparecerem. Assim que a maga termina de curá-lo, a criatura que o perseguia surge no corredor, correndo com a expressão de ira.

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 3
    Pontos de poder: 115 (NP 7)
    @GodsCorpse:
    Assim que Isabel termina de regenerar Drake, Talon pode ver um monstro colossal se aproximando pelo corredor em que Wakler veio.
    Demônio:
    Com mais de dez metros de altura, seus movimentos pesados estremecem o solo enquanto a criatura corre na direção do grupo.
    [Off = +1 PH pela imersão nas últimas postagens ^^]

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 3
    Pontos de poder: 110 (NP 7)
    @IsabelMuller:
    A descrição daquele lugar é semelhante a do abismo. Se a impressão de Isabel estiver correta, aquele local terrível em que o grupo agora se encontra é o abismo onde os demônios teriam sido supostamente aprisionados por Deus. Uma prisão dimensional onde os anjos que se rebelaram contra a lei divina foram abandonados no esquecimento. Todo aquele cenário teria sido manifestado pelo poder de demônios que enlouqueceram na prisão. Um pesadelo real onde os medos e corrupções daqueles seres se misturam.
    Müller leva pouco mais de um minuto para regenerar Drake enquanto conversavam e, assim que termina, pode ver um monstro colossal se aproximando pelo corredor em que ele veio.
    Demônio:
    Com mais de dez metros de altura, seus movimentos pesados estremecem o solo enquanto a criatura corre na direção do grupo.
    [Off = +1 PH pela imersão nas últimas postagens ^^]

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 4
    Pontos de poder: 115 (NP 7)



    IsabelMuller
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 216
    Reputação : 20

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por IsabelMuller em Sex Nov 18, 2016 12:05 am

    Resposta a GodsCorpse, a Daik e a atualização.

    @Daik escreveu: Ahn?! De que porra vocês estão falando?
    [Fala Isabel] De como viemos parar aqui Mr. Walker e de como sairemos daqui.
    [Descrição] Drake começou a tagarelar e disso Isabel não sentia falta. A mente de Isabel era tão ou mais acelerada que a tagarelice de Drake, mas de seus lábios saiam apenas o essencial. Raramente ela fugia disso. Em seu trabalho observa-se mais, pensa-se, agi-se mais e fala-se menos. Apesar daquilo te-la ajudado no passado a retirar informações de Drake em alguns momentos torna-se irritante. [Pensamento Isabel] Animadinho com uma estadia no "inferno"!!!! Ele tem o que? 5 anos de idade? Nem machucado dessa forma ele para de tagarelar. Já sei a quem não contar segredos. (Risos) Foque-se Isabel.[Descrição] Até o momento em que Drake encarou-a, Isabel não havia se preocupado com suas roupas. Estavam curtas, isso ela já sabia, mas ela ainda não havia se dado conta de que haviam homens ali. O Mr. Machine parecia mais um robô sem expressões que nem sua mente poderosa deu-se conta dos fatos.[Pensamento Isabel] Droga!!! Isso não ta acontecendo. Mas que ... Eu preciso me concentrar, curá-lo logo e dar um jeito em minhas roupas em seguida. Isso não ... Droga, estou profundamente envergonhada. [Descrição] Em meio a seus pensamentos e a tagarelice de Drake com Talon Isabel começa a restaurar o corpo de Drake. No momento em que terminasse de restaurar por completo o corpo de Walker ela trataria de restaurar ao menos parcialmente suas vestes, até que elas atingissem um tamanho decente. Não completamente porque aquele lugar era um pouco quente de mais para roupas de inverno.
    @Daik escreveu: Eu sabia que você não iria me desapontar meu amor...(...) Obrigado... - Seu tom havia se tornado sério, enquanto agradecia.
    [Pensamento Isabel] Dispenso a parte do "meu amor". Mas ao menos você sabe ser grato.[Descrição] Enquanto o curava Müller prestava atenção nas palavras de Drake assim retirava seu foco de estar envergonhada por suas roupas, ou melhor pela quase total ausência delas.
    @Daik escreveu:(...) Muito provavelmente um demônio de quase 30 metros de altura vai chegar aqui a qualquer momento... E ele não tá com um humor muito bom...
    [Descrição] A expressão de Isabel era de espanto, por um instante ela se perguntou como diabos Walker conseguiu irritar um deles, mas no instante seguinte teve sua resposta: Tagarelando
    @Daik escreveu: E não é só isso... - Drake perdeu o foco por uns dois segundos enquanto dava mais uma olhada no corpo de Isabel. - Tem uma caravana desses merdas rodando por aí e eu não quero estar por aqui quando eles chegarem... - Sorria. Da forma mais sem graça possível.
    [Pensamento Isabel] Qual é?! Ta, ta, ta. Falta pouco pra esse adolescente estar curado. Só mais uns instantes de pura vergonha. [Descrição] A vergonha a qual Drake submeteu Isabel fez com que a mente da maga perde-se, um pouco, o foco e em meio a tantas oportunidades Isabel só conseguiu concentrar-se o suficiente para reconhecer aquele lugar como "o abismo". Um calafrio percorre a espinha de Isabel.[Fala Isabel] Garotos...(Isabel para alguns instantes tentando processar a dimensão dos problemas que enfrentariam ali)Receio que estamos no abismo. [Descrição] A expressão de Isabel demonstrava agora extrema preocupação. Estar na prisão de anjos caídos onde eles se perderam por completo em meio a loucura não era um bom prognóstico. Sair de uma prisão feita sob medida para essas criaturas não seria nada, nada fácil.
    @GodsCorpse escreveu: 30 metros? Se eu tivesse minha faca... - olhou para Isabel (...)
    [Descrição] Isabel devolve o olhar a Talon enquanto diz:
    [Fala Isabel] Não devia ter me ameaçado com ela. [Pensamento Isabel] Mais uma vez... Homens e seus brinquedinhos. Alias será que eles não sabem resolver nada se não a balas ou a ameaças de morte? Onde foi parar a investigação, a estrategia, a Conversa, entre tantos outros meios de resolver os problemas. Manter a calma, manter a calma. Grazie!!! Finalmente Mr. Walk está restaurado, agora é a vez de minhas roupas. [Descrição] Quando começa a restaurar suas roupas ela olha pra Drake e pensa: Chega de distrações pra você. Você ate parece um dislexo. No entanto no segundo seguinte vê a criatura a se aproximar e pensa: Agora temos em nossa cola um demônio irritado. Mr. Drake estou começando a me arrepender de não ter deixado um machucadinho em ti. É melhor sairmos daqui.
    [Fala Isabel] Muito rápidos, você quer dizer.
    [Descrição] Enquanto fala Isabel começa a ir na direção da queda de Thomas, aparentemente o grupo de relações extremamente frágeis havia decidido ir para lá. Embora, naquele momento Isabel só queria ir para qualquer direção oposta aquela criatura. Cogitou a ideia de parar a restauração e usar ilusão para se esconder da criatura, mas não era o melhor momento para desaparecer dos olhos de seus colegas.

    Balth
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 53
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por Balth em Sex Nov 18, 2016 9:43 am

    *olhava para aquela coisa medonha e pensava: bem..ao menos alguém inteligente enquanto os outros não chegam quem sabe eu consiga enrolar ele um pouco*...*pigarreava um pouco e cuspia no chão*--Olha "amigo"..nada pessoal..mas você precisa urgentemente contratar um decorador..esse lugar é meio cai.* e antes de terminar sentia a cabeça doer por causa de tantos flashs e visões pré-cognitivas*--Minha cabeça..eu sei que é meio absurdo a pergunta..mas tem alguma aspirina ai? Quer dizer..Você SABE oque é uma aspirina né? Tanto tempo preso aqui eu duvido que não sabe oque é isso aqui!*dava um sorriso meio sarcástico e pegava o celular*...*a dor diminuía aos poucos*--Uffs..Obrigado pelo elogio cara..mas eu não sou um "anjo" tá vendo alguma aureola?ou asas de pombo? Eu sou um humano comum*girava os olhos pensando: "ok isso foi idiota"*--É..ok..pra estar no inferno não sou tãão comum assim..mas detalhes né? Quer dizer..isso é o inferno não?Você..seria satã por acaso? Ou apenas um dos hã..como vou dizer*fazia uma cara de duvida*--Apena um dos caras que apostou no cavalo errado e perdeu até as calças na "brincadeira"?*fazia aspas com a mão*...*tentava me levantar*--Droga..to velho demais pra essa merda. Você..por acaso seria o chefe de uma mortal chamada Lotus? Sabe..menina ruiva bonitinha..estuda uma coisa na terra chamado "Direito"?*fico em pé com dificuldade*--Olha..nada pessoal..mas..eu to indo tá? Espero nunca mais te ver.
    GodsCorpse
    Tecnocrata

    Tecnocrata

    Mensagens : 326
    Reputação : -3

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por GodsCorpse em Sex Nov 18, 2016 2:08 pm


    Emir virou para Drake - - Aquilo não tem sequer 15 metros. - ainda assim, era muito perigoso o confronto agora.
    Até Gates e, de lá, decidimos. - estendeu a mão para eles - Alguém precisa da carona? - falou sem humor em sua voz.

    "Talvez se eu socasse o cérebro dele pelos olhos..." - ponderava em como matar uma criatura daquele tamanho - "Não vai dar para fugir daqui sempre. Assim que encontrarmos Gates, talvez a arma dele ajude contra essas criaturas."


    [quote="OFF]Falando em Gates: @Balth, dá uma melhorada nesse texto pô. Não dá para ler com tantos ** emendados com pontuação e sem quebra de linhas ou espaços.
    [/quote]
    Daik
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 87
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por Daik em Sex Nov 18, 2016 11:16 pm

    - Ahhh Isabel... - Drake espreguiçava-se. - Você não é só um remédio para os meus olhos, mas também para o meu corpo... - Sorria ironicamente, enquanto movia seu corpo constantemente. Seu rosto mostrava grande satisfação, já que toda a dor que o consumia momentos atrás havia se esvaído por completo. "Ahhh não... Não..." - A animação logo se transformou em frustração, quando a maga passou a reconstruir suas roupas. - Você não acha que vai sentir calor com tanta roupa não? - Drake tentava usar um tom sério, mas acabou soando como o verdadeiro canastrão que realmente é.






    - Sério que ele não tem nem 15 metros?? - Parou por um instante enquanto analisava. - Realmente... Ele parecia maior quando minha pele estava em decomposição. - Levantou a mão aos cabelos, coçando-os, enquanto sorria sem graça. - Bel! - Disse de rompante, com uma intimidade que ele certamente não possuía. - Você sumiu lá no galpão do nada... Que bruxaria foi aquela? - Drake sequer dava oportunidade de deixá-la responder. - Acho que esse seria um ótimo momento para fazer de novo... Quem sabe nos incluindo dessa vez? - Questionou, enquanto segurava a mão de Talon, aceitando o convite que Khal Drogo fizera. - Eu adoraria pegar uma viagem com você enquanto falamos sobre o meu canal... - Drake havia ignorado completamente a negativa de Talon momentos antes, quando o mesmo disse que não conhecia o canal do youtube. - Mas acho melhor seguirmos juntos: eu, você e a Bel. Quanto menos nos separarmos, melhor... -

    Drake tentava como um reflexo colocar o demônio para dormir. Sabia que era improvável que o poder surtisse efeito mas não custava tentar. Logo em seguida, caso não desse certo, voltou a correr do demônio, seguindo seus companheiros.



    Eu não sei o nível desse capirotinho então vamos fazer um teste pra ver se ele é realmente intocável como parece... kkk
    MINDGAME
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 641
    Reputação : 24
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por MINDGAME em Sab Nov 19, 2016 8:41 am

    @Balth:
    Tommas Gates escreveu:Olha "amigo"..nada pessoal..mas você precisa urgentemente contratar um decorador..esse lugar é meio cai.
    --Minha cabeça..eu sei que é meio absurdo a pergunta..mas tem alguma aspirina ai? Quer dizer..Você SABE oque é uma aspirina né? Tanto tempo preso aqui eu duvido que não sabe oque é isso aqui!*dava um sorriso meio sarcástico e pegava o celular
    Voz (confusa) - "Aspirina?"
    Tommas Gates escreveu:Uffs..Obrigado pelo elogio cara..mas eu não sou um "anjo" tá vendo alguma aureola?ou asas de pombo? Eu sou um humano comum
    Voz (confusa) - "Humano? Um filho de Adão?"
    Tommas Gates escreveu:--É..ok..pra estar no inferno não sou tãão comum assim..mas detalhes né? Quer dizer..isso é o inferno não?Você..seria satã por acaso? Ou apenas um dos hã..como vou dizer.
    Voz (confusa) - "Isso é algum tipo de blefe?"
    Tommas Gates escreveu:--Apena um dos caras que apostou no cavalo errado e perdeu até as calças na "brincadeira"?
    Tomas sente o chão temer, como um terremoto provocado pela movimentação de algo gigantesco.
    Tommas Gates escreveu:--Droga..to velho demais pra essa merda. Você..por acaso seria o chefe de uma mortal chamada Lotus? Sabe..menina ruiva bonitinha..estuda uma coisa na terra chamado "Direito"?
    Eis que, emergindo da escuridão, olhos luminosos gigantescos se projetam e avançam na direção do detetive, revelando a forma reptiliana atroz a quem pertencia aquela voz.
    Demônio:
    Caminhando sobre quatro patas e com três pares de asas gigantescas recolhidas, a criatura beira os trinta metros de altura e talvez o dobro disso em comprimento (Tommas tem, aproximadamente, o tamanho de um dos dedos do dragão). Seu corpo parece ser coberto por um exoesqueleto de metal com aberturas por onde sangue escorre e por onde é possível notar que seu interior erradia escuridão. Quando o demônio se aproxima, Tommas tem a impressão de que seus olhos iluminam tanto fora quanto o interior do dragão. A mera visão daquela montuosidade causaria pesadelos a qualquer um, mas Gates não é afetado, ainda que seus sentidos alertem o maior perigo de sua vida.
    Tommas Gates escreveu:--Olha..nada pessoal..mas..eu to indo tá? Espero nunca mais te ver.
    Demônio - "Eu sou Angra Mainyu! Deus das trevas, da destruição, da morte, do mal e do caos! E você... Tommas Gates... como um humano entrou aqui?"
    A criatura parece não dar atenção ao que o detetive responde enquanto o contorna, mantendo seu olhar fixo, como se estivesse fascinada com a sua presença.
    Angra Mainyu - "A bruxa de vermelho?! Ritual?! Acidente?! Há outros?! Humm hahahahahaha!"
    Gates já havia lido o nome "Angra Mainyu" em referências a um demônio, mais conhecido pela variação "Arimã". Para seguidores do zoroastrismo, Arimã representa um deus maligno, irmão e rival de Ohrmazd, que seriam um deus bom que representa a luz. O Detetive também havia lido que os anjos mais próximos de Deus possuíam mais de um par de asas. Arcanjos possuíam dois pares e Serafins possuíam três, o que leva Gates a acreditar que aquele demônio possa ter um poder próximo ao do próprio Lúcifer.
    Angra Mainyu - "Se você entrou, senhor Gates, significa que a porta está aberta! Hah! Hahahahahahah!"
    O demônio gigantesco ri com sadismo enquanto abre suas asas enormes e cobertas de sangue, triplicando seu tamanho, salta, fazendo com que a pressão derrube Tommas e as quatro criaturas ao chão, e projeta-se contra a tempestade entre as nuvens. Nesse instante, Tommas tem mais um flash precognitivo, agora incluindo aquele demônio atacando a cidade.
    Precognição:
    As criaturas parecem atordoadas enquanto caídas ao chão. [Off = Resistir à rajada das asas exigiria Athletics contra uma DC impossível, mas, como as criaturas estão atordoadas, vou considerar que você levanta em seguida e pode agir normalmente.]

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: -1
    Condição: Fatigued (moves at half normal speed = –1 speed rank), Vulnerable (halving active defenses)
    Pontos heroicos: 0
    Pontos de poder: 115 (NP 7)
    @Daik:
    O trio segue em direção a Tommas rapidamente, Talon com seu gancho carregando Drake e Isabel voando próxima a eles.
    Caminho:
    O grupo evita criaturas grotescas que o caçam enquanto caçam umas as outras. Eis que o grupo avista uma criatura gigantesca, semelhante a um dragão com três pares de asas com uma envergadura de cem metros se projetando rapidamente contra o céu.
    Demônio:
    Abaixo do demônio alado, avistam uma ponde onde, ao fim dela, podem reconhecer Tommas se levantando.
    Ponte:

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 3
    Pontos de poder: 115 (NP 7)
    @GodsCorpse:
    O trio segue em direção a Tommas rapidamente, Talon com seu gancho carregando Drake e Isabel voando próxima a eles.
    Caminho:
    O grupo evita criaturas grotescas que o caçam enquanto caçam umas as outras. Eis que o grupo avista uma criatura gigantesca, semelhante a um dragão com três pares de asas com uma envergadura de cem metros se projetando rapidamente contra o céu.
    Demônio:
    Abaixo do demônio alado, avistam uma ponde onde, ao fim dela, podem reconhecer Tommas se levantando.
    Ponte:

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 3
    Pontos de poder: 110 (NP 7)
    @Hikaru:
    Costuma ser a direção da vela, e não o sopro da tempestade, que determina o destino. Para Lukas Smith, as velas são obsoletas.
    O filho do deus-dragão do mar procurou por muito tempo, sem sucesso, pistas de seu pai, mas o poder parecia buscar Lukas mais do que ele próprio buscava poder.
    Desde que entrou para a faculdade, Smith vem notando eventos estranhos envolvendo quatro de suas colegas de classe. O jovem tentou se aproximar delas algumas vezes, mas não teve sucesso até este ano, quando um trabalho de conclusão de semestre em grupo juntou os cinco.
    Colegas de classe:



    Hermione McGregor
    20 anos de idade

    McGregor pretende fazer mestrado em estética e história da arte após se formar. É a mais carismática das quatro e menos discreta.
    Foi através de Hermione que Lukas começou a notar que as quatro não eram pessoas comuns. A principio, ela parecia ter algum problema psicológico ao ser vista conversando com animais, falando sozinha, encarando o professor em provas para, de alguma forma, colar. Entre as quatro, ela costuma pedir coisas fisicamente impossíveis para as demais antes de se tocar e uma vez ela foi interrompida ao deixar escapar um diálogo sobre portais.
    Akemi Hayashi
    21 anos de idade

    Hayashi foi a única das quatro que não se limitou a falar apenas dos trabalhos com Lukas. Ela chegou a visitar algumas vezes o templo xintoísta que o jovem frequenta.
    Akemi adora a cultura oriental e é dona de uma pequena temakeria na cidade que toma quase todo o seu tempo livre. O grupo costuma se reunir no local fora da faculdade para organizar as tarefas.
    Serena Davis
    23 anos de idade

    Davis é apaixonada por armas brancas de todas as eras e pretende se especializar em história militar.
    Abigail Schwartz
    19 anos de idade

    Schwartz jamais trocou uma única palavra com Lukas pessoalmente, mas não por antipatia e sim por falta de oportunidade. É uma garota reservada que parece se focar muito nos estudos. Muitas vezes acaba "atropelando" os demais membros do grupo adiantando suas partes no trabalho.
    Abigail tem uma certa fixação por cultura gótica e é comum ouvir comentários sobre o esteriótipo entre os alunos.
    A curiosidade levou Lukas a se aproveitar da proximidade e investigar as garotas. Na manhã anterior, aproveitando a distração de McGregor ao deixar seu celular desbloqueado e sair da sala, Smith pode ver seu histórico de mensagens recentes.
    Histórico:
    Hermione McGregor - "Meninaaaaas!!!! Cadê o Ohr?? Tão sabendo de algo???"
    Serena Davis - "Ele saiu. Não soube? Logo você?"
    Hermione McGregor - "Saiu como? Saiu da Vril?"
    Serena Davis - "Sim."
    Hermione McGregor - "Por que??? D="
    Abigail Schwartz - "Deve ter dado vida a alguma coisa que não devia."
    Akemi Hayashi - "Duvido.
    Ele era o queridinho da Lotus... deve ter sido algo grave."

    Abigail Schwartz - "Por isso mesmo.
    Ele tinha acesso irrestrito a tudo.
    Deve ter feito que nem a Arawn."

    Akemi Hayashi - "Arawn?"
    Abigail Schwartz - "Foi antes de você entrar... ela controlava animais, mas enlouqueceu quando percebeu que podia fazer isso com outros tipos de criaturas."
    Akemi Hayashi - "Que "tipos de criaturas"? o_O"
    Abigail Schwartz - "Do tipo que estraçalha pessoas e deixa outras sem dormir pelo resto da vida."
    Akemi Hayashi - "D="
    Hermione McGregor - "D="
    Serena Davis - "Credo, Abigail! Como você é mórbida!
    Não foi nada disso! Ohr saiu por causa do Shadow."

    Hermione McGregor - "O que tem o Shadow?"
    Serena Davis - "Depois eu conto..."
    Hermione McGregor - "ç_ç
    Contaaaaaaaaaa!"

    Serena Davis - "Aff, vá ler revista de fofoca, mulher!"
    Hermione McGregor - "Ah é assim?!
    Então acho que vocês não vão querer saber onde a Lotus vai estar pessoalmente, né?"

    Akemi Hayashi - "Como assim?"
    Hermione McGregor - "Eu sei onde a Lotus vai! O Mr Pã me contou!"
    Abigail Schwartz - "O traficante de magia? Não acredito que você da moral para esse tipo de retardado."
    Hermione McGregor - "Dei moral nenhuma! Ele me contou por outros meios... Twisted Evil "
    Abigail Schwartz - "Drogou o traficante?! Gente, ela não tem noção nenhuma!"
    Serena Davis - "Aff, conta logo Mione!"
    Hermione McGregor - "Vai contar o que rolou como Ohr?"
    Serena Davis - "PERGUNTA DE NOVO E EU FAÇO UM MONTANTE APARECER NA SUA BUNDA!"
    Abigail Schwartz - "E a louca do cutelo ataca novamente..."
    Akemi Hayashi - "Kkkkkkkkkkkk
    Também quero saber da Lotus Mione. Conta!"

    Hermione McGregor - "........... ¬¬
    Eu não devia depois dessa... mas, enfim... o Mr Pã está trabalhando diretamente para a Lotus.
    Algo sobre um ritual muito poderoso. Enfim, ele disse que ela teria que estar pessoalmente para realizar o ritual."

    Akemi Hayashi - "@_@
    Ele disse como ela é?"

    Hermione McGregor - "Ele não a viu pessoalmente, só uma projeção dela que atuou diretamente com ele, mas garantiu que ela teria que realizar o ritual pessoalmente!"
    Akemi Hayashi - "Quando??? Onde??? @_@"
    Hermione McGregor - "Amanhã! Bem cedinho! Em um galpão no Hell's Kitchen."
    Abigail Schwartz - "Amanhã tem prova."
    Hermione McGregor - "Q???????????"
    Abigail Schwartz - "Teoria da História. Você não anota as datas das provas? É a prova final!"
    Akemi Hayashi - "Kkkkkk
    Outra prova que os espíritos irão responder por ela..."

    Hermione McGregor - "LÓGICO!!!!"
    Abigail Schwartz - "Vai entregar o diploma para eles também?"
    Hermione McGregor - "Eles são parte de mim... é um pacote só! u_u"
    Akemi Hayashi - "Será que da tempo de fazermos a prova e corrermos para lá?"
    Hermione McGregor - "Se a mau humorada aí ajudar, fazemos a prova rapidinho!"
    Serena Davis - "Ah ta! A bonita não estuda e quer que a sala toda veja as quatro respondendo 30 questões por segundo?!
    Você anda comendo o que o Mr Pã vende? ¬¬"

    Abigail Schwartz - "Quer que eu te ajude a estudar para a prova de amanhã, Mione? Smile"
    Aquela conversa estranha deixava clara a suspeita do jovem e, quase que de imediato, Lukas sentiu um calafrio seguido da premunição de uma tempestade fortíssima que ocorreria na próxima manhã.
    Tempestade:
    A sensação parecia vir como uma mensagem de que algo terrível estava para acontecer e que teria algo a ver com o nome que as garotas citavam: "Lotus".
    Nesta noite, Smith acordou de um pesadelo terrível do qual não conseguia se lembrar ao acordar. O único detalhe que restou em sua mente foi uma mulher pálida, de cabelos negros e olhos claros, com algumas tatuagens pelo corpo.
    O filho do deus-dragão do mar planejou seguir suas colegas nesta manhã, após a prova, esperando descobrir a origem daquele pressagio e, quem sabe, protegê-las de algo maior. Ele foi para a faculdade, as observou sutilmente durante a prova e aguardou elas terminarem para entregar a sua prova e sair furtivamente atrás delas. Lukas seguiu as quatro até próximo do Hell's Kitchen, quando, sem nenhum sinal de aviso, o céu escureceu e uma tempestade de grades proporções se formou do nada.
    As garotas avançaram através do pequeno tornado que começou a se formar, e Smith percebeu que não conseguia controlar aquela tempestade. Sua única opção ali era atravessar as paredes de vento e, em seu centro, o jovem avistou um galpão, semi-destruído, rodeado por policiais e paramédicos que tentavam socorrer alguém gravemente ferido. Então tudo parou e Lukas se sentiu congelado no tempo.
    Música de clima da cena:
    Os policiais, os paramédicos, as quatro garotas, os ventos, os relâmpagos, tudo e todos pareciam ter sido presos em um único instante no tempo. Completamente estático, o jovem pode notar uma figura estranha, que destoava do comum naquela cena. Um homem mascarado, acima de um dos prédios, aparentemente apenas observando, mas igualmente estático.
    Mascarado:
    Então, em meio a completa imobilidade, algo se move na direção do galpão. A mulher que Smith vira em seu pesadelo surge saindo do galpão.
    Garota:
    A garota olha para os prédios, então para o céu e sorri, maravilhada.
    Garota - "Então é isso?!"
    Ela da alguns passos até a calçada e uma volta, observando todos os detalhes daquela cena estática, então se aproxima de um dos policiais, o olhas nos olhos e, mantendo um sorriso doce, leva suas mãos ao rosto dele. A jovem observa com atenção o rosto do policial enquanto deslisa suas mãos pela lateral de sua cabeça, leva os polegares até seus olhos e aperta todos os seus dedos, esmagando seu crânio como se fosse feito de isopor. A cabeça do oficial estoura perante a pressão daquele toque que parecia leve e a garota olha para as suas mãos cheias de sangue, mantendo o sorriso doce.
    Garota - "Então... é isso!"
    O pesadelo de Lukas vem à tona, como um déjà vu, sendo recriado pela jovem que, então, olha para outro policial, estende sua mão, com todos os dedos apontados para ele e, quando ela abre a mão, Lukas assiste, imóvel, o corpo do policial se abrir em uma explosão que espalha seu sangue e órgãos pela rua, até o limite da visão.
    A garota olha para a carnificina com um semblante de orgulho, como se fosse uma obra de arte, e então volta o seu olhar para o céu.
    Garota - "Sem punição?"
    A jovem então olha ao redor, fecha o punho e ergue o dedo indicador para cima. Imediatamente os corpos de todos os policiais se desfazem, de dentro para fora, como se seus órgãos fossem sugados para cima em um jato de sangue e intestinos em direção aos céus. A garota olha novamente ao redor, com um semblante maravilhado.
    Garota - "Isso é estranho..."
    A jovem segue na direção das quatro garotas e pega na mão de Akemi.
    Garota - "Eu nunca me senti assim antes."
    Ela leva a mão de Hayashi até o seu e fecha os olhos confortavelmente.
    Garota - "Você pode sentir?
    É claro que você pode sentir!
    É tão... macio... frágil..."

    A garota deslisa o rosto na mão de Akemi com leveza, então olha para ela, sorri docemente e assopra de leve em seu rosto. Smith assiste, impotente, aquele simples sopro derreter a face de Hayashi, expondo seu crânio e então o corroendo como ácido até não restar nada acima de seu pescoço.
    A jovem solta a mão de Akemi, cujo corpo permanece congelado no tempo, e se vira para as demais garotas. Eis que uma voz feminina, em um tom choroso, surge na direção do galpão.
    Voz feminina - "Não! Por favor... não!"
    Garota - "Ah... então essas significam algo para você?!
    Eu não te dei permissão para falar... só para me acompanhar."

    A garota estende sua mão na direção do galpão e uma mulher é puxada de lá violentamente.
    Mulher:
    Seu pescoço para na mão da garota. É possível ver que a ruiva está com a mandíbula quebrada e tem dificuldade de falar. A mulher parece não estar sendo afetada pela prisão temporal, mas claramente é incapaz de agir contra a garota. Ela chora, agoniada.
    Garota - "O que você achou que iria acontecer? Achou que os céus iriam atender, Evelyn? Alguém como você?"
    A garota aproxima o rosto da ruiva e seu sorriso passa a expressar sarcasmo.
    Garota - "Só os demônios estão presos, Evelyn... o resto está livre! Quem você acha que te impediu?"
    A jovem permanece olhando nos olhos da ruiva, esperando uma resposta, então a mulher cospe sangue em seu rosto e a garota ri.
    Garota - "Hahahaha! Eu gosto de você, Evelyn!"
    A garota desvia o olhar e seu sorriso se torna mais sutil.
    Garota - "... me lembra alguém."
    O semblante alegre da garota se desfaz e ela parece confusa.
    Garota - "... quem?"
    A garota fica pensativa e desconcentrada, solta o pescoço da ruiva, que cai ao chão tossindo, e começa a caminhar em direção ao centro da cidade. A ruiva, caída ao chão, permanece ali por alguns instantes tentando se recuperar, então é puxada na direção em que a garota seguiu, saindo de seu campo de visão.
    Lukas permanece preso por um tempo indeterminado, até que, de repente, o fluxo do tempo volta ao normal e ele pode se mover. A reação das três garotas ao ver o corpo de Akemi cair ao chão, sem cabeça, da a entender que apenas Smith permaneceu consciente durante a cena. As garotas gritam, histericamente, ao se depararem com aquele cenário e, em segundos, uma chuva de sangue, proveniente dos corpos dos policiais atirados aos céus, cai sobre o local, tingindo todo o quarteirão.
    Lukas nota que o mascarado não está mais lá.

    Informações atuais
    Data: Sexta feira 16/12/2016 - Manhã
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 1
    Pontos de poder: 110 (NP 7)
    @IsabelMuller:
    Isabel tem uma visão, que não consegue precisar se representa passado ou futuro, mas reconhece o cenário como sendo ainda este plano em que o grupo foi jogado.
    Visão:
    Na visão, Twinkle está muito ferida. Seu corpo, nu, expõe queimaduras sérias, suas duas pernas estão quebradas e seu braço direito foi carbonizado por completo. Mesmo assim, a garota se esforça para se arrastar entre ruínas, tentando se esconder de uma criatura enorme se se aproxima.
    Semelhante a descrição de uma quimera, com um corpo de leão, grandes chifres e três pares de asas membranosas, o demônio se aproxima de onde a garota se esconde.
    Demônio - "Quem... é... você?"
    A voz da criatura é poderosa e parece penetrar a alma de Müller. Acoada, sem poder fugir ou atacar, Lara fecha os olhos, respira ofegantemente enquanto treme e a quimera insiste.
    Demônio - "Quem... é..."
    Lara Tolstói - "Lara... ahg... meu nome é Lara."
    Tolstói segura o braço carbonizado, ainda apertando os olhos em um semblante agoniado.
    Demônio - "Falar seu nome... é o mesmo que oferecer sua alma para alguém."
    [Off = para acelerar o ritmo, vou considerar que você vai voando]
    O trio segue em direção a Tommas rapidamente, Talon com seu gancho carregando Drake e Isabel voando próxima a eles.
    Caminho:
    O grupo evita criaturas grotescas que o caçam enquanto caçam umas as outras. Eis que o grupo avista uma criatura gigantesca, semelhante a um dragão com três pares de asas com uma envergadura de cem metros se projetando rapidamente contra o céu.
    Demônio:
    Nesse instante, Müller tem mais um flash precognitivo, agora incluindo aquele demônio atacando a cidade.
    Precognição:
    Abaixo do demônio alado, avistam uma ponde onde, ao fim dela, podem reconhecer Tommas se levantando.
    Ponte:

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 4
    Pontos de poder: 115 (NP 7)



    IsabelMuller
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 216
    Reputação : 20

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por IsabelMuller em Sab Nov 19, 2016 1:12 pm

    Resposta a GodsCorpse, Daik e a atualização.


    @Daik escreveu: Você não acha que vai sentir calor com tanta roupa não?
    [Descrição] Isabel estava profundamente envergonhada e a postura de Drake só piorava tal fato. Com uma expressão  seria na tentativa de esconder sua timidez Müller diz:
    [Fala Isabel] Você não precisa de distrações.
    [Descrição] A maga não estava preocupada com o tamanho da criatura, e sim com sua natureza. Walker começava a tagarelar enquanto ela estava concentrando-se em descobrir uma maneira de sair dali. Isabel o escutava, mas buscava não dar muita atenção aquilo. Ela precisava encontrar um jeito de tirar a todos dali. Agora que sabia, ou melhor desconfiava, onde estavam poderia continuava a imaginar uma forma de sair dali. Sim, ela aparentava estar presa em seus pensamentos, apesar de estar escutando-o.
    @Daik escreveu: (...) Quem sabe nos incluindo dessa vez?(...)
    [Fala Isabel] Se necessário for, mas não é o momento.
    [Descrição] Müller é tomada por uma visão de Lara tendo problemas, não apenas físicos que poderiam levá-la a uma possível morte, mas com uma das criaturas daquele lugar.[Pensamento Isabel] Droga Twinkle, tinha que abrir a boca? Sei que é assustador, mas... [Descrição] O pensamento surgia ao escutar Lara revelar seu nome a criatura que dizia a Twinkle que ela estaria lhe oferecendo sua alma. Isabel imediatamente tenta lembrar da criatura e mensurar a dimensão da situação e a veracidade do que a besta revelava a Lara.
    @GodsCorpse escreveu: Alguém precisa de carona?
    [Fala Isabel] No momento, não. Grazie.[Descrição] Müller respondia a Talon enquanto começava a flutuar após ativar Voo. Sua expressão era seria. Ela ainda estava tentando precisar a dimensão dos problemas que estavam por terem ido parar no abismo. E ao lembrar de sua última visão, enquanto ainda estavam em seu plano da realidade, um pensamento assustador surge em sua mente: Havia algo errado com aquele ritual. Não tive tempo suficiente para interpreta-lo como devia. Será que já começou? Será que Rita tornou-se meu pior pesadelo? Isabel lembra-se de Talon ter mencionado "as garotas" e então olha para Drake e Talon enquanto diz:
    Após o detetive só nos resta Twinkle, o restante não veio junto conosco.
    [Descrição] Isabel tenta não se distrair com as criaturas ao redor, mas o instinto de sobrevivência a impede de pensar muito em outras coisas a não ser evitá-las. No momento em que avista o dragão projetando-se contra o céu ela tem uma nova visão. A criatura estava atacando a cidade. Isabel sente-se impotente e pensa: Já deve ter começado. A maga olha para os rapazes e diz:
    [Fala Isabel] Não temos muito tempo. Quando voltarmos... as coisas estarão feias por lá.
    [Descrição] Conforme o demônio se afastou Isabel pode ver Gates levantando-se do outro lado da ponte. A maga segue até ele e para próxima. Com os olhos fixos na criatura  e já no solo ao lado de Gates ativa Invasão de pensamentos (seu foco era a mente do detetive) enquanto pergunta ao detetive:
    [Fala Isabel] O que aconteceu aqui? [Descrição] O tom de Isabel era suave apesar de estar preocupada em saber porque o demônio não reagiu a Gates de forma mais brusca. Ela olha para o detetive tentando sabe seu estado enquanto pergunta:
    [Fala Isabel] Qual a extensão dos danos Mr. Gates? Teremos que ser rápidos. Só resta a Twinkle e ela caiu mais ao norte daqui.

    Hikaru
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 57
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por Hikaru em Sab Nov 19, 2016 3:16 pm

    Um milhão de coisas passavam pela cabeça de Lukas, como: ele não deveria ter saído da cama hoje, não ter lido o celular da Hermione, ou ter seguido as Jovens Bruxas: The New Generation até esse maldito galpão, como tudo estava ficando cada vez mais parecido com o pesadelo que teve na noite passada...

    Ou ter largado a prova na metade para segui-las.

    Más agora era tarde e agora ele se encontrava no que mais parecia uma cena saída de algum filme de terror ultra violento dos anos 80 ou um típico episódio de Akame Ga Kill. Pobre Akami, ela não teve a menor chance.

    Agora o que o jovem semi-deus queria era resposta e ele tinha uma boa ideia por onde começar. Lukas podia ser bem sutil quando queria, más não agora, não quando estava tão cheio de raiva e frustrado.

    E o jovem fez seu movimento de abertura, pegando Hermione pelo braço, dando um tapa na cara da jovem para tira-la do momento de histérica e não dando tempo para ela se recuperar do susto.

    " - Você e suas amiguinhas tem muito a explicar." dizia Lukas, com o olhos faiscando de raiva. " - Más para começar, o que diabos vocês estavam aprontando?"
    GodsCorpse
    Tecnocrata

    Tecnocrata

    Mensagens : 326
    Reputação : -3

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por GodsCorpse em Sab Nov 19, 2016 10:59 pm


    - Não quero saber. - queria ter que carregar Isabel e não Tyler Durden falastrão. Ficou em silêncio por um tempo, mas as imagens grotescas do local faziam com que pensasse no passado, nas mortes... na irmã - ... Do que é? Se for vlog ou Minecraft, te largo agora. Tem um lugar para você do lado daquele demônio com a cabeça dentro da bunda do outro. - perguntou para limpar a mente. Idiota que seja, qualquer resquício de pensamento fora deste local servia.
    "Que lugar desgraçado."

    - O que quer dizer, maga? Eles saíram desta dimensão?
    Desceu bruscamente na frente de Gates junto com Drake. O demônio dracônico foi uma visão única e fez pensar na Bíblia.
    "Havia algo de dragões... Temos que sair daqui logo."


    OFF escreveu:To pelo celular. Se saiu tudo merda, me desculpe
    Balth
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 53
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por Balth em Dom Nov 20, 2016 4:50 pm

    *observava aquele dragão indo embora*--Para um deus. Mesmo um deus do mal..ele foi bem grosseiro. Foi embora sem se despedir.
    *coço a cabeça*--Mas..como esse cara?*parava de falar*
    *via Isabela e os outros aparecerem e dava um breve sorriso e depois foi fechado*--Olha foi muito bom encontrar vocês. Eu tentei enrolar um deus maligno em forma de dragão chamado Angra Mainyu ou como os antigos Persas chamavam ele de "Arimã" algum de vocês conhece? Ele só não me comeu porque. Bem. Eu devo ser o único humano que ele ve em sei lá? Quase 2 mil anos? Só perguntei se ele era o chefe da Lotus. *mostrava o machucado no braço*--E esse lagartinho acha que tem algum portal ligando esse buraco de merda a terra. E se os meus instintos estiverem corretos..algo me diz que sim. Aliás. Como caralhos vamos sair desse buraco?
    MINDGAME
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 641
    Reputação : 24
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por MINDGAME em Seg Nov 21, 2016 5:12 am

    [Off = Mal a demora... como já mencionei, fim de semana é mais difícil para postar.
    Último ponto de admiração da semana concedido! Estão livres para conceder novos! ^^
    Pontos de Poder distribuídos. O cenário agora subiu para NP8 (Trade-Offs 12/4) e vocês podem atualizar suas fichas! Lembrando que mesmo aqueles que não atingiram o NP em pontuação podem editar a ficha com os pontos que têm considerando o NP da campanha.]

    Agrupados - Drake Walker, Emir Bassari, Isabel Müller e Tommas Gates


    Abismo - Entrada do castelo de Angra Mainyu



    Drake Walker

    Emir Bassari

    Isabel Müller

    Tommas Gates

    [Off = Norte, sul, leste e oeste são confusos nessa cena. Como não há como se nortear por parâmetros no cenário, cada um ali tem sua própria definição de norte, de acordo com a posição em que caíram. Por exemplo, o norte de Isabel é sul para Tomas, Leste para Drake e oeste para Talon. Mas todos têm ideia da mesma direção em que Twinkle caiu. XD]
    Direções:

    X
    Lara Tolstói
    X
    X
    X
    X
    X
    X
    X
    X
    X
    X
    X
    Tommas Gates
    X
    Emir Bassari
    X
    Drake Walker
    X
    Isabel Müller
    X
    Os quatro se reúnem à frente do grande portão enquanto quatro criaturas se erguem ao redor de Gates, recobrando a consciência.
    Imps de Arimã:
    Esqueléticas e sem olhos, uma das criaturas emite um som estridente e ensurdecedor dos orifícios onde deveriam estar seus olhos enquanto as demais se aproximam do grupo.
    [Off = Os quatro, rolem um teste de Fortitude, DC 17. Para quem passar, nada acontece, mas quem falhar deve interpretar que ficará atordoado. Ainda poderão agir se falharem por apenas um grau e, quem não for imune a medo e falhar, deve interpretar ainda que o personagem toma as criaturas como o pior de seus temores.
    Falha até 12: vulnerable (+entranced para quem não for imune a medo) / Até 7: stunned (+compelled para quem não for imune a medo) / Até 2 ou falha crítica: paralyzed (+ unaware para quem não for imune a medo)]

    @Balth:
    [Off = Eu queria MUITO te dar mais Pontos Heroicos, mas ainda não estou conseguindo encontrar a imersão necessária no personagem. E não é por falta de interpretação, porque está coerente com a ficha e isso garante os Pontos de Poder, mas ele parece agir mais roboticamente do que como uma pessoa real.
    Em parte, talvez, seja justamente pela vantagem FEARLESS que eu mencionei nas dicas do tópico inicial da campanha por ser uma vantagem muito boa em termos de sistema, mas que sacrifica o roleplay. Como eu disse lá, em alguns momentos pode ser frustrante interpretar um personagem suicida, mas, no seu caso, parece também estar estar ofuscando a imersão. =\
    De qualquer forma, é só a minha impressão e PH não é tão relevante quanto a diversão.
    Uma dica que posso dar em particular é acrescentar e interpretar mais motivações/complicações, pois elas podem ajudar a dar mais emoção ao PJ.]

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: -1
    Condição: Fatigued (moves at half normal speed = –1 speed rank), Vulnerable (halving active defenses)
    Pontos heroicos: 0
    Pontos de poder: 120 (NP 7)
    @Daik:
    Os três atravessam uma plataforma suspensa sobre um abismo. É uma ponte feita de ossos e intestinos que se movem como se estivessem vivos. Ao seguirem na direção sul da ponte, os três avistam um grande portal aberto em sua extremidade.
    O portal, como tudo ali, parece ser feito de carne e ossos e é possível sentir a respiração agonizante daquela construção. Suas dobradiças vertem sangue e não é possível enxergar através do breu em seu interior.

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 4
    Pontos de poder: 120 (NP 7)
    @GodsCorpse:
    Os três atravessam uma plataforma suspensa sobre um abismo. É uma ponte feita de ossos e intestinos que se movem como se estivessem vivos. Ao seguirem na direção sul da ponte, os três avistam um grande portal aberto em sua extremidade.
    O portal, como tudo ali, parece ser feito de carne e ossos e é possível sentir a respiração agonizante daquela construção. Suas dobradiças vertem sangue e não é possível enxergar através do breu em seu interior.

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 3
    Pontos de poder: 115 (NP 7)
    @Hikaru:
    [Off = Seria interessante descrever suas demais falas, pensamentos e atitudes dentro dos eventos ocorridos na introdução. Nas introduções eu me limito a eventos relevantes ao enredo, mas sem descrições detalhadas para permitir que vocês aprofundem de acordo com a personalidade que deram aos seus PJs.
    Como os demais fizeram, você pode até mesmo formular o diálogos com as quatro garotas ao longo do semestre, com suas próprias perguntas e respostas (levando em consideração que nenhuma delas revelou nada sobre serem sobrenaturais além de pequenas pistas, como foi descrito). De acordo com a sua descrição, eu irei acrescentando novas informações ou adaptando as respostas. Também pode definir a profundidade do seu relacionamento com Akemi, que foi a que se abriu o suficiente para se estabelecer uma amizade (Não é obrigatório, mas ela era, ao menos, uma conhecida próxima). Esses elementos vão fortalecendo a imersão e personalidade de seu PJ.
    Esta é uma crônica bem livre, onde os jogadores vão dando o tom da trama ^^]
    Lukas Smith escreveu:Você e suas amiguinhas tem muito a explicar. Más para começar, o que diabos vocês estavam aprontando?
    McGregor tenta recuar, amedrontada e confusa.
    Hermione McGregor - "(Chorosa) E-eu não sei! Meu Deus! A Akemi! Meu Deus!"
    O tapa não parece ter sido capaz de tirar a garota do desespero em meio a chuva de sangue. Ela fraqueja, beirando o desmaio, tendo Lukas como único apoio, e treme incontrolavelmente.
    Abigail está paralisada, sem reação alguma, em frente ao corpo de Hayashi e Serena, que segurou o corpo da amiga instintivamente antes de cair ao chão, grita inconsolavelmente ajoelhada no asfalto com o cadáver em seu colo.
    O horror da cena toma conta até mesmo da equipe médica que restou no local. Alguns ainda tentam reanimar uma das vítimas que já estava no local antes da aparição da garota pálida e partem com a ambulância, enquanto um dos paramédicos fica para trás. Claramente não havia o que fazer pelos corpos espalhados pela rua, mas ele ficaria para aguardar reforços. O homem, se protegendo da chuva de sangue, treme enquanto descreve a situação para a emergência ao celular.
    É possível ver alguns curiosos surgindo nas janelas das construções, completamente abalados.

    Informações atuais
    Data: Sexta feira 16/12/2016 - Manhã
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 1
    Pontos de poder: 113 (NP 7)
    @IsabelMuller:
    A única saída que Müller consegue imaginar seria o mesmo lugar por onde vieram, mas mesmo que a maga pudesse voar até lá, seria jogada de volta pela força que os sugou para o abismo. A maga pode imaginar a possibilidade de fazê-lo arremessando seus companheiros através daquela fenda com o poder Marionete Mágica que talvez tivesse força suficiente para vencer a tempestade, mas ela não conseguiria se salvar dessa forma.
    Os três atravessam uma plataforma suspensa sobre um abismo. É uma ponte feita de ossos e intestinos que se movem como se estivessem vivos. Ao seguirem na direção sul da ponte, os três avistam um grande portal aberto em sua extremidade.
    O portal, como tudo ali, parece ser feito de carne e ossos e é possível sentir a respiração agonizante daquela construção. Suas dobradiças vertem sangue e não é possível enxergar através do breu em seu interior.
    [Off = Ao ler a mente do detetive, pode considerar os acontecimentos com ele, com a devida imersão]
    Assim como Tommas, Isabel já havia lido o nome "Angra Mainyu" em referências a um demônio, mais conhecido pela variação "Arimã". Para seguidores do zoroastrismo, Arimã representa um deus maligno, irmão e rival de Ohrmazd, que seriam um deus bom que representa a luz. A maga também havia lido que os anjos mais próximos de Deus possuíam mais de um par de asas. Arcanjos possuíam dois pares e Serafins possuíam três, o que leva Müller a acreditar que aquele demônio possa ter um poder próximo ao do próprio Lúcifer.

    Informações atuais
    Data: ???
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 4
    Pontos de poder: 120 (NP 7)



    Conteúdo patrocinado


    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Ago 16, 2017 12:28 pm