Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Prólogo Archibald (Jim Jones)

    Compartilhe
    Nazamura
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 4

    Prólogo Archibald (Jim Jones)

    Mensagem por Nazamura em Seg Nov 07, 2016 9:56 am

    Em uma tenda modesta, o forte cheiro de insenso prairava no ar.  Diana havia concordado que Archibald passasse a noite em seu bangalô, se é que podia chamar aquilo disso.

     
    - Sei que somos amigos de longa data "Gentle bond", mas já tá ficando dificil pra mim enquanto você não consegue trabalho. Desde que foi expulso da Aztech. Porque tinha que abrir o bico hein?

    As condições não eram boas, não haviam muitos clientes no bairro onde eles estavam, os Nuyens $ estavam acabando e logo eles precisariam sair pra procurar trabalho

    - Eu tenho uma encomenda de talismãs para craftar e entregar, mas não posso sair, tive que dobrar o trabalho por sua causa. Aqui está o endereço. Tem como você levar pra mim. Ah e aproveita e fala com aquele seu amigo o ... Red, quem sabe ele não conhece alguem que precisa de um trabalho pra vc ?


    Instruções:
    esta é uma cena introdutória, você pode descrever com mais detalhes o lugar onde sua amiga mora e porque vc acabou indo morar de favores com ela. com base em seu background foi o que eu entendi. Descreva a cena, seu trabalho, se vc a ajuda enfim fique a vontade para descrever a cena com base no enredo proposto. caso decida ir entregar a encomenda, deixe o encontro com mr. Johnson comigo se vc narrar que encontrou algum.
    Jim Jones
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 203
    Reputação : 4

    Re: Prólogo Archibald (Jim Jones)

    Mensagem por Jim Jones em Seg Nov 07, 2016 11:48 pm

    O bangalô de Diana não era exatamente o que o troll gostaria de chamar de casa, não era muito grande, nem muito confortavel, mas tinha espaço suficiente para os dois e um sofá grande o suficiente para Archie dormir nele, mas não era o momento de se preocupar com esses tipos de coisas.O gentil não possuía muita escolha desde que foi para o lugar errado na hora errada.

    A convivência dos dois era bem harmoniosa, apesar de deles terem gostos muito diferentes: ela é uma shamam, gostava de toda essa ligação com a natureza e tudo mais, sentir terra, muito hippie só que sem aquele papo de paz e amor, ele é um mago, com teorias e ceticismo que só um estudo cientifico da magia poderia dar.

    Diana o deixou ficar ali pois era uma amiga de muito tempo, quase tanto quanto Archie morava em Seattle, se conheceram em uma briga de bar, ou algum protesto nas portas da Aztechnology, não conseguia se lembrar direito, só que a ocasião não terminou nada bem e que tinha muita gente, Archie a ajudou, não que ela precisasse, mas ele ajudou, e assim começou a amizade entre eles, quase se tornou alguma coisa "mais intima", mas eles são muito diferentes, não iria dar certo.Pode-se dizer que Diana é a melhor amiga de Archie, esse tipo de relação é muito valorizado no sexto mundo, pelo menos assim é para o troll.

    -Calma pequena, já te disse que pode me chamar de Archie. - disse o troll, a diferença de tamanho se via nitida com ele ao lado dela.- Já te disse mil vezes que eu não abri o bico... se eu tivesse aberto eu não estaria mais aqui, só to dando um tempo, tá? Esperando a poeira baixar, depois quem sabe eles não me aceitem de volta.- o tom dele  não conseguia enganar, não havia mais volta, nada seria como antes.- Alem do mais, aqueles bons reagentes que eu trouxe de Aztech não valem nem mais um tempinho?- Brincou.

    Mais o dinheiro estava realmente curto, os nuyens tinham que começar a fluir se não... bem, se não nosso querido troll estaria realmente ferrado, já era abusar muito de diana ele estar lá por tanto tempo.

    -Claro chefe.E falar com o Red pode ser uma ótima ideia.-O Gentil procurou o contato de Red em seu commlink enquanto pegava o pacote, se despediu de Diana com uma resmungada, uma mistura de despedida com reclamação, completamente impossível de se entender ao certo, uma mania que tinha desde quando vivia nas ruas de Londres.

    O troll ligava para Red de seu commlink, pelo seu monóculo via as informações do contato enquanto andava para entregar a encomenda, em sua mão direita estava o pacote na esquerda estava a "bengala", apesar de estar com ela os passos de Archibald eram tão firmes quanto de qualquer troll saudável.- Agora onde é que eu tinha que entregar isso mesmo?- Pensava alto enquanto conferia o endereço de novo .

      Data/hora atual: Seg Jan 22, 2018 12:29 pm