Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Capítulo 2 - Seleucia

    Compartilhe
    Gakky
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1586
    Reputação : 197
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Gakky em Qui Dez 01, 2016 9:05 pm

    Capítulo 2 - Seleucia

    Era noite, Chui e Marin são os primeiros a chegarem na garagem. Os dois caminham juntos até o local marcado, deviam procurar pela vaga com o número 52. Marin ainda estava com aquela coleira, o dia todo só falaram para ele esperar quando perguntava sobre isso, Marin se sentiu até um pouco ignorado, não era bom ficar com a coleira, também coçava e irritava o pescoço. Quando vocês chegam veem que há uma nave espacial estacionada em frente ao número 52 pintado no chão. Na lateral do transporte está escrito bem grande o nome: Seleucia.

    Ray e Gail chegam juntos na garagem. Uma moça jovem, que era uma guarda, pede que o príncipe assine alguns documentos de responsabilidade. Ele lê e os assina, a moça parecia nervosa de estar na presença do príncipe e até estava corada. Depois os dois vão até o local combinado e veem Marin e chui. Também ficam surpresos ao ver a nave espacial com o nome Seleucia. Porém Rosso ainda não tinha chegado. O príncipe aproveita para cumprimentar os novos colegas:

    - Finalmente chegamos. Vejo que vocês ganharam uma licença! - Diz olhando diretamente para a licença pendurada em seus pescoços - Sabiam que só quem trabalha para família real tem um desses? Mostra a sua licença para eles Ray. Ah eu esqueci de agradecer, obrigado por me apoiarem na frente da minha irmã. Não vão se arrepender, eu fui bem treinando. A Ray pode confirmar. Se alguma criatura aparecer, eu darei um jeito nela.

    Depois de falar, Gail descansa sua mão sobre a bainha de sua espada. Ele já estava se sentindo renovado depois de ter dormido tão bem. Ray nota que o príncipe começou a ficar se gabando de novo, mas era um bom sinal de que estava animado e saudável. Ela também tinha uma licença parecida com a de Chui e Marin, só que a sua estava escrito Guarda-costas real do príncipe Gail. Todos vocês estão em frente a nave espacial combinada pelo comandante. Há alguns trabalhadores agitados pela garagem e outras naves, algumas saíam e outras entravam. A garagem é grande e parece um enorme galpão de metal com uma enorme abertura na frente. Pela abertura era possível ver o céu noturno cheio de estrelas e a charmosa lua de Primos, que possuía dois anéis gasosos.  

    Nave Espacial - Seleucia

    Luxi
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 1429
    Reputação : 339
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Luxi em Sex Dez 02, 2016 9:54 am

    off: achei tão bonitinha a conclusão do capítulo 1 que preferi continuar só aqui mesmo!

    on:

    Ray tinha acordado de bom humor. Ver o príncipe obediente como uma condição de poder participar daquela missão com eles era muito gratificante. Era bem bonitinho, inclusive, aquele ego bobo posudo de herói. Ela só não contava pra ele que dificilmente o deixaria fazer algo sozinho de verdade.

    Dormira mais ou menos, já que tinha ativado notificações sobre o status das batalhas contra os monstros e tinha desenvolvido uma mania de um dia para o outro que era checar sempre as notícias sobre as invasões. A qualquer momento a província de Aondla poderia ser um alvo e isso poderia mudar tudo.

    A primeira coisa que notou quando chegou ao local combinado foi Marin... e o acordo que não foi cumprido.

    - Ainda não tiraram essa sua coleira?

    Respirou fundo, mostrou sua identificação e deixou que o príncipe terminasse de falar. Ele estava tão focado em seu próprio umbigo feliz que sairia em aventura que esquecia do básico de cidadania... de novo. Sabia que não era totalmente de propósito, e vê-lo alegre a deixava bem, mas era simplesmente irritante que não tivessem feito o básico para o evo.

    - Como podem pedir a ajuda dele se o tratam como um animal? Onde está o comandante?
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 349
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Tsumai em Sex Dez 02, 2016 9:35 pm

    Chui chegou com Marin ao lado da nave, mas ficou chateado ao ver que o amigo ainda estava com a maldita coleira, mas não falou nada por hora. Na sua cabeça, pensou em tentar tirá-la de outra forma caso persistissem em deixá-la no pescoço do rapaz. Olhou para nave, que ele se lembrasse, nunca tinha chegado perto de uma daquele modelo, seria interessante. Queria também ver robôs gigantes em ação, embora não esperasse que isso fosse acontecer nesta missão. Ia perguntar algo sobre isso a Marin, mas aí chegaram Ray e seu protegido, Gail, ambos até bem sorridentes. A mente de Chui começou a trabalhar numa cena do casal caminhando de mãos dadas escondidos até o momento de chegarem ali...

    - Bom dia! Dormiram bem? E aí, ansiosos?

    Então Ray comentou sobre a coleira de Marin e Chui olhou em volta.

    - É, sempre tem o lado desconfiado da realeza. Mas se demorarem muito com isso talvez possamos tentar tirar ela... é só o resmungador não ficar sabendo.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Pallando em Sab Dez 03, 2016 5:31 pm

    Saber que os 10.000 realmente representavam um grande valor em zions não mudou em nada o pensamento do evo. Talvez argumentassem que Marin tratava os zions como irrelevantes porque não conhecia o mundo e suas dificuldades, mas ele pouco se importava com isso. Simplesmente não conseguia ser possessivo com o dinheiro, além de que alegrou-se em ver o quão agradecido estava Chui.

    Marin praticamente ignorou o aviso de Rosso e enviou os 10.000 zions para Locus também. Depois somente seguiu para onde era orientado. No começo estava empolgado com rumo das coisas, animado na verdade, mas isso não durou muito. Sua primeira frustração veio com a falha do sistema em encontrar dados sobre quem era, o que foi para ele como se um buraco em seu peito sugasse toda a esperança que vinha sendo cultivada.

    Nada melhorou depois daquilo. Foi medido, pesado e teve o sangue analisado nos exames médicos, que só acreditou ser o que diziam pois estava junto de Chui e faziam o mesmo com o caçador. Em alguns momentos pensou que a hora de retirar a coleira estava próxima, mas isso não aconteceu. Sempre precisava esperar mais, e evo não era tão paciente quanto parecia. Depois de tudo aquilo, sequer conseguiu se animar com a licença.

    A mudança em seu comportamento durante o dia era evidente. O rosto permanecia inexpressivo e o ar de ingenuidade ainda o acompanhava ao fim do dia, mas o olhar já não era mais amigável. Seus olhos deixavam clara sua desconfiança e até certa irritação, que precisava de apenas mais um pequeno empurrãozinho para se tornar raiva.

    Ainda estava confiante de que não seria preso novamente, pois sabia que ainda era necessário e Chui o acompanhava o tempo todo, mas começava a reconsiderar algumas coisas. A princesa queria sua ajuda, mas recusava-se a cumprir aquilo que prometera. Rosso dizia ser seu superior a partir de agora, mas não parecia haver confiança entre os dois. A vida do conde fora salva, mas a hora da recompensa de Marin era adiada repetidamente. Estaria sendo usado? Era inevitável pensar em coisas do tipo.

    Quando já era noite, Marin encontrava-se na garagem ao lado de Chui, aguardando o momento da partida, e viu com bons olhos a chegada animada de Ray e Gail. O príncipe agradecia e comentava sobre as licenças, extremamente empolgado e feliz por estar ali, comportamento este que diminuiu a tensão que Marin sentia. Também o animou ver que Ray atentara-se ao seu problema, fazendo-o depositar mais confiança nela por isso.

    O comentário de Chui também o agradou, embora soubesse que dificilmente conseguiriam retirar a coleira por conta própria. Para Marin restava torcer pela boa vontade de alguém com poder. Já para Rosso, caso aparecesse com outra desculpa e outra promessa, restava torcer para que o choque da coleira fosse o suficiente para derrubar Marin.

    - Acho que adiaram a retirada dela para pouco antes da partida...- Comentou com a voz baixa, tentando não deixar transparecer agressividade no tom. Realmente queria acreditar nisso.- Deve ser isso. Não vou esperar até o fim da missão.- Não poderia deixar para o fim da missão e sabia disso. Seria depositar confiança demais.
    Gakky
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1586
    Reputação : 197
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Gakky em Sab Dez 03, 2016 6:02 pm

    Ao ouvir os comentários dos outros e principalmente de Ray, Gail se desperta para a realidade do evo e também se envolve:

    - Eu sei que a realeza tem motivos para desconfiar, não é incomum ter assassinos pagos para nos matar por causa de jogos políticos. Mas nesse caso vocês têm razão! Marin já passou pelo cadastro, não há mais motivo para ficar com essa coleira. Só que não devem tirar por conta própria, isso pode matá-los se tirar errado.

    O príncipe continuou a falar, dessa vez um pouco irritado, mas não percebeu que Rosso chegava atrás dele enquanto falava:

    - Mas não se preocupem, se não tirarem até entrarmos na nave, eu exigirei que tirem! Eu sou o príncipe e vocês são meus amigos! E que tipo de comandante chega mais atrasado que seus soldados?

    - Do tipo que leva um príncipe numa missão militar - Fala Rosso de repente atrás de Gail - Espero que não estejam planejando um motim antes mesmo de começar a missão.

    O príncipe se vira surpreso para ele, mas não fica tímido, não estava acostumado a baixar a cabeça. O comandante estava acompanhado de uma moça que também usava farda, ela tinha cabelos castanhos e carregava uma pasta com vários papéis. Rosso vai até Marin, que sente a ponta gelada do dedos do comandante em seu pescoço, logo finalmente a coleira é retirada.

    - Marin, desculpe a demora, só eu tinha o código para liberá-lo e estava ocupado em uma reunião. Garanto que era uma reunião importante para a missão.

    A moça de cabelos castanhos entregou um documento para Rosso, que o dobrou e o guardou dentro de sua farda. Depois o comandante se adianta na frente de vocês, para em frente a nave diz:

    - Bem Vindos a Seleucia. Antes de entrarmos quero avisar que eu prezo muito a disciplina e o trabalho em equipe. Não tolero rebeldes.

    - Trabalho em equipe? Mas você era o mais isolado da turma! - Riu a moça que o acompanhava.

    Rosso ignora o comentário, seu semblante está sério e impenetrável. Ele caminha para entrar na nave e faz um sinal com a mão para o seguirem, de costas diz:

    - Ela só está brincando, Mikaela se acha comediante. Sigam-me em silêncio. Isso aqui não é uma festa.

    A moça acena para todos enquanto vão entrando na nave. Depois o grupo segue o comandante e ao entrar em Seleucia, percebem que toda a nave parecia ter passado por uma tempestade de poeira, tudo estava muito empoeirado e sujo. O comandante os leva até a cabine de comando. Cada um senta em uma poltrona e coloca os cintos. Rosso pilota a nave para fora do planeta Primos e usa Rhaenee como sua co-piloto. Depois de atravessar a atmosfera e acabar a turbulência, ele coloca no piloto automático e os chama até o compartimento de carga. Quando levantam, fica uma marca das costas de vocês na poltrona por causa da poeira. Ao chegarem no último compartimento, podem ver que tudo é feito de metal, há caixas para todo lado.


    Hangar

    Rosso os faz ficar um do lado do outro, como se formassem uma linha no centro do Hangar. Ele para e se vira para vocês com os braços para trás e começa a dar instruções:

    - O que faremos pode parecer fácil, mas não deve ser subestimado. Agora todos você são soldados. A partir de agora quero que pensem como soldados e nunca atuem individualmente, um grupo é apenas um individuo,  todos temos que agir como se fossemos apenas um. Não pretendo abrir mão de ninguém, voltaremos todos juntos para Primos em segurança. Mas para isso precisam obedecer minhas ordens. Exijo dos meus soldados o total respeito, não aceitarei que me chamem pelo nome. Falhas terão penitências, como a Rhaenee deve saber. Ela já estudou para ser oficial e entende os costumes militares. Teremos rotinas bem delineadas, hora para acordar, para dormir, para banho e para comer.

    Rhaenee lembra das rotinas quando estudava para ser oficial, eram pesadas. Tinham que acordar cedo e se atrasassem sofriam penitências como fazer flexões ou limpeza de algum lugar da escola. Rosso apoiou as costas na parede, agora mais relaxado, tirou um papel do bolso e mostrou para todos, era um documento assinado pela princesa:

    - Ah, também temos isso aqui. A princesa me deu alguns poderes sobre o príncipe. A partir de hoje todos o chamarão de Gail. Ele não terá sua posição política durante a missão. Meu dever é proteger meus soldados, apenas a garota Rhaenee tem maiores deveres para com o príncipe. Espero que Gail não tenha problemas com isso, certo?

    O príncipe não hesitou e logo respondeu confiante:

    - Não me importo de ser tratado igual, comandante.

    - Ótimo. Já devem ter percebido que há muita poeira aqui... Por isso a primeira tarefa de vocês é limpar toda a nave juntos. Eu estarei em minha cabine pensando em estratégias da missão. Se tiverem alguma emergência, podem me procurar. Tenho um mapa de toda nave para se guiarem. Não esqueçam, precisam limpar todos os compartimentos, até mesmo o banheiro. Se eu souber que alguém não trabalhou, darei penitências.

    O comandante termina a última frase lançando um olhar demorado no príncipe. Depois deixa o mapa nas mãos de Marin e uma lista de tarefas. Rosso termina falando mais algumas palavras:

    - Minha cabine está marcada no mapa com a letra A. Isso é tudo por enquanto. Ah, alguém tem algo para falar ou perguntar antes de me retirar?

    Lista de Tarefas:
    Lista de Tarefas:

    Lavar o chão do:

    - Hangar
    - Banheiro
    - Compartimento dianteiro

    Tirar poeira e varrer:

    - Lounge
    - Quartos
    - Todo o deck superior.
    - Sala médica

    Obs: Tirar todo lixo que encontrarem e jogar na lixeira incineradora (está no hangar).
    Não usar pano molhado em cima das máquinas.

    Mapa de Seleucia:





    OFF:
    Releiam antes de postar, posso ter feito algumas pequenas modificações. Bom agora não devo fazer mais. Mas entenderam. Sou o tipo de pessoa que posta e só percebe o erro depois.

    Se alguém errar, só me falar que eu corrijo.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Pallando em Dom Dez 04, 2016 1:27 pm

    Apesar de toda a desconfiança, a teoria na qual Marin queria acreditar provou-se real. O Evo seria incapaz de descrever tamanho alivio que sentiu no momento que Rosso o livrou da coleira de choque, e esqueceu por completo toda a negatividade que vinha acumulando durante o dia. Tivera razões para pensar no pior, mas ainda assim sentiu-se tolo por duvidar tanto. Depois do pedido de desculpas do comandante, Marin relaxou e baixou a cabeça, mas não pôde deixar de sentir-se um pouco mal por ter pensado em atacar Rosso, mesmo que antes parecesse ter razões para isso.

    Teve breves momentos de distração depois de livrar-se da coleira, passando os dedos no pescoço e pensando em seus objetivos ou simplesmente encantado com a nave, as poltronas empoeiradas e a sensação de turbulência enquanto deixavam o planeta. Porém, mesmo dando tanta atenção aos pequenos e novos detalhes, Marin fez questão de captar cada palavra do comandante.

    Quando chegaram ao hangar e Rosso os fez formar uma linha no centro, toda a atenção do evo estava sobre as instruções. Não conhecia a rotina militar e não gostou muito de saber que teria de chamar Rosso por comandante, mas nada disso seria um problema real para Marin. Provavelmente não se importaria de seguir rigorosamente uma rotina que exigia disciplina, e estava gostando de estar ali com as únicas pessoas que conhecia.

    Assim que Rosso entregou-lhe o mapa e a lista de tarefas para depois retirar-se, Marin analisou os pedaços de papel com surpresa. Sentiu-se tentado a usar o mapa para explorar toda a nave de uma vez, porém precisava seguir as ordens.

    - Ray, aqui.- Estendeu o mapa e a lista de tarefas para a protetora do príncipe pegasse.- Não gosto de distribuir tarefas...
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 349
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Tsumai em Dom Dez 04, 2016 10:12 pm

    Chui estava empolgado com a ideia de partir em uma missão oficial, agora estando tão próximo de isso acontecer. Nem a cara emburrada de Rosso baixou sua empolgação, que só aumentar ainda mais quando Marin foi liberto da coleira que o prendia. Todos entraram e Chui logo reparou como o lugar estava imundo. Seu primeiro pensamento sobre aquilo era o medo de que aquela coisa sequer fosse levantar voo, mas lembrou-se que o príncipe também estaria presente, então a nave com certeza estava em pleno funcionamento. Tossiu de leve pela quantidade de poeira.

    "Que regra idiota de não chamar Rosso pelo nome", pensou Chui logo após a explicação das regras pelo comandante. No geral, todas era válidas e serviam para o bom funcionamento das coisas, rigidez de horários e tudo mais; Chui entendi que isso era importante, mesmo não tendo esse costume, mas não seria demorado para pegar. Mas não chamar Rosso pelo nome era algo que denotava que o outro poderia talvez ser meio narcisista... ou estava pensando demais sobre isso.

    Por fim Rosso deu a lista de tarefas e mapa da nave. Chui nunca gostou muito de limpar as coisas, mas não iria reclamar disso, principalmente porque o "comandante" parecia meio emburrado e porque queria logo se alinhar com o comportamento militar. Ao final de toda a explicação, Chui bateu continência e disse:

    - Sim, senhor, senhor comandante! - o olhar fixo no nada como sempre viu em filmes relacionados a militares. - Senho comandante, há algum comunicador nesta nave, senhor?
    Luxi
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 1429
    Reputação : 339
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Luxi em Seg Dez 05, 2016 9:50 am

    Ray ficou toda orgulhosa do posicionamento do príncipe em relação à coleira, sorrindo e concordando como incentivo. Achava mesmo que exercia uma influencia positiva nele e eram nessas atitudes de evolução que o admirava.  Mesmo quando o comandante chegou, não ficou intimidada, apenas fechou a cara. Ele tinha que cumprir o combinado! Foi uma grande surpresa então quando ele resolveu fazê-lo sem a menor discussão. Talvez o comandante não fosse tão ruim assim...

    A garota já tinha automaticamente gostado de Mikaela. Então tinha sido uma colega dele? Isso o humanizava um pouco. Seguiu em silêncio após acenar para ela, só dando uma olhada rápida no príncipe para captar sua emoção de ir em uma missão oficial.

    Fez uma careta assim que entrou na nave. Que lugar mais mal cuidado! Há quanto tempo ninguém usava isso? Ou melhor: que tipo de tripulação deixava a nave naquele estado? Bem, não podia falar muito, já que talvez fosse ali a mais próxima de ter experiência em pilotar algo daquilo. Não podia evitar de sentir-se honrada em utilizar os conhecimentos das aulas militares. Até sua postura na hora da fila era mais dura do que os demais, já que tinha que praticar as continências todos os dias em sala de aula.

    Quem diria que, sem querer, acabaria se tornando um soldado? Não olhou para o lado, porque sabia que isso era uma falta de respeito, mas ficou se perguntando se Gail se arrependeria de se voluntariar. Uma vida mais regrada do que ele estava acostumado... talvez fizesse bem para seu gênio. Sorriu de leve quando ele respondeu que poderiam chamá-lo pelo nome. Será que era assim que os veteranos a viam no começo? Toda cheia de vontade e inocente... e que obviamente não chegaria a lugar algum.

    - Sim, senhor, senhor! - respondeu junto a Chui. Era bom que a equipe começasse a se portar como soldados.

    Ela só resolveu observar o mapa e a lista quando o comandante os deixasse. Botou a mão no queixo.

    - Hm...  Vamos começar com o Hangar. Aqui é grande, então podem ficar duas pessoas. Até três, mas acho que você tem uma resistência física aprimorada, não? Então, Marin, supervisione o trabalho do príncipe. Lavem juntos o hangar, tudo bem? Eu faria isso, mas prefiro dar exemplo e lavar os banheiro primeiro. Chui, você pode começar pelo compartimento dianteiro?  Depois, cada um pode varrer dois quartos. Vou varrer o deck superior com Gail, Marin pode pegar o lounge, e Chui finaliza a sala médica. Reunimos todo o lixo em sacos em cada área e depois jogamos tudo aqui. Ahn...  e cuidado com o pano molhado nas máquinas, ou pode dar uma pane morreremos todos. Ok?

    Olhou em volta para os outros. Será que tinha distribuído tudo de forma?

    - Bem, isso é só em linhas gerais. Acho que está bom. No fim, podemos trocar de lugar. Eu não sou carrasca como o pessoal do exército. Eles faziam limpar o banheiro com escovas pequenas...
    Gakky
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1586
    Reputação : 197
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Gakky em Seg Dez 05, 2016 3:52 pm

    Antes de ir embora, Rosso se mostra satisfeito a continência de Ray e de Chui. Ele também responde a pergunta do caçador:

    - Um pouco exagerado Chui, mas você pega o jeito. E sim, temos um comunicador. Mas só podem usá-lo com permissão e no intervalo. Estarei na minha cabine, me avisem quando acabarem ou se tiver alguma emergência.

    O comandante se vira e antes de subir a escada espiral, ele avisa:

    - Não coloquem fogo na nave!

    Ray aceitou o mapa das mãos de Marin e começou a distribuir as tarefas (ver post anterior). Ela parecia estar sabendo o que fazia, talvez por causa do seu treinamento militar. Rhaenee sabia que Gail não tinha limpado nada durante toda sua vida, seria uma experiência nova para ele e seria interessante ver como um príncipe lidaria com isso. Agora parecia estar animado, mas talvez não achasse tão divertido assim quando começasse ou virasse rotina, a nave era grande e daria muito trabalho. Também restava saber se os outros estavam satisfeitos com sua distribuição. O primeiro a responder ela foi Gail:

    - Escovas pequenas? Eu não sabia que soldados faziam esse tipo de trabalho. Mas vai ser interessante fazermos isso juntos, só a parte do morrermos que me deixou um pouco apreensivo...

    Gail se aproxima de Rhaenne para olhar o mapa, ele coloca o braço ao redor da guarda-costas para se apoiar e ver mais de perto o mapa, Ray nota que só havia 6m entre eles. Enquanto observa, Gail comenta apontando:

    - Pelo menos tem capsulas de escape para caso alguém passe pano molhado nas maquinas - Gail sorri bem humorado, talvez não levasse esse fato muito a sério, ele se afasta e fala olhando para o evo - Eu e Marin seremos uma boa dupla, acho até que nós dois conseguimos acabar rápido, o que acha Marin?




    Podem postar mais de uma vez para se organizarem e tal, narrar como vão começar a limpeza, o que farão primeiro, responder uns aos outros. Se precisar estarei respondendo com o NPC também.
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 349
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Tsumai em Seg Dez 05, 2016 9:42 pm

    Chui soltou o ar dos pulmões e relaxou assim que Rosso foi embora, coçando a cabeça em seguida. Mas ficou mais atento ao ver Ray dividindo as tarefas.

    - Por mim está ótimo! - respondeu Chui à pergunta da garota. - Irei agora mesmo! Deixa só eu ver no mapa onde fica...

    Chui dá mais uma olhada no mapa, meio de longe, pra não atrapalhar a proximidade dos dois, e localiza a área dianteira - na verdade localiza como chegar lá. Faz mais um sinal de sentido com a mão, imitando um soldado e parte para o local, porém para no meio do caminho e, com uma risada desconcertada, volta para apanhar os produtos de limpeza. Só então segue seu caminho, cantarolando. Apesar de ter que lavar e varrer os lugares, achou que Ray dividiu bem as tarefas para ninguém ficar sobrecarregado, então não se importaria com um pouco de trabalho.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Pallando em Ter Dez 06, 2016 10:08 am

    - Okay.- Respondeu depois de ouvir Ray.

    Foram instruções simples e ainda teria a ajuda de Gail, então não seria uma tarefa difícil. Olhou ao redor na tentativa de vislumbrar como procederia, por onde começaria e como limparia cada parte do lugar da maneira ideal, então deu-se conta de que não fazia a mínima ideia do que faria. Em seguida, olhou de volta para Gail quando o ouviu falar, percebendo a animação do príncipe, mas também imaginando que ele também nunca limpara algo em sua vida.

    - Sim, com certeza podemos terminar isso rápido.- Talvez ficassem perdidos no começo, mas não achava que demorariam para pegar o jeito...provavelmente.

    Marin seguiu logo depois de Chui para ver os produtos de limpeza que seriam usados, constatando rapidamente que também não sabia o que usar. Obviamente não se entregaria fazendo perguntas toscas, então esperaria que Gail tivesse algum conhecimento sobre aquilo, o que era improvável, ou copiaria Chui e pegaria o que ele pegasse.

    Luxi
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 1429
    Reputação : 339
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Luxi em Qua Dez 07, 2016 8:27 am

    Ray riu um pouco da inocência de Gail. Seria um aprendizado e tanto para ele. Se fosse um quartel de verdade, todos eles teriam problemas, sabia.

    - Muito bem, meninos, vou subir com o mapa. Vamos trabalhar!

    Fez um sinal com a mão, animada. Apesar de serem tarefas simples, elas faziam parte do início do trabalho de equipe. Estava um tanto ansiosa para ver como Gail se sairia sem ela. Como guarda-costas, deveria ficar de olho nele, mas achava que estavam entre boas pessoas. Além disso, realmente precisavam criar um vínculo de colaboração entre eles.

    Em seguida, foi até o armarinho de limpeza e saiu de lá com um balde, uma vassoura, rodo, esfregão, panos, luvas, esponja, escova de vaso e produto de limpeza para chão e vidros, mas não orientou ninguém, embora praticamente mostrasse cada item quando tirava do armário. Fazia parte da experiência.

    Depois, seguiu pela escada do deck inferior, saindo direto no banheiro, observando a sala médico logo à frente. Quando o caçador passou por ela, brincou de continência.

    - Boa sorte, soldado Chui!

    Ray vestiu as luvas amarelas e começou a colocar água dentro do balde, com a mistura do produto. Respirou fundo.

    - Então... vamos deixar isso aqui brilhando.
    Gakky
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1586
    Reputação : 197
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Gakky em Qua Dez 07, 2016 2:31 pm

    -> Cena compartimento dianteiro (Chui)

    Chui passa por toda a extensão do deck principal, ele vê a sala médica, encontra Ray no caminho, passa pelos quartos, e finalmente chega ao compartimento dianteiro. Era parecido com o hangar, porém menor. Havia poeira para todo lado e muito trabalho a ser feito. Não havia como fugir. Chui começa colocando sabão em pó no chão, procura por uma mangueira de água e encontra. Enquanto esfregava o chão com o esfregão, uma espuma branca é formada. Tudo estava tranquilo até que ele esbarrou em uma coluna de caixas empilhadas. Bum! Caiu tudo no chão e ele ouviu o barulho de coisas quebrando. Ao abrir os olhos viu que no chão estavam alguns objetos espalhados de uma caixa que se abriu. Dela caiu uma arma bastante exótica de cor branca com detalhes azuis e também um aparelho desconhecido e misterioso que emitia uma luz azulada.


    Caixa - item misterioso - arma

    -> Cena banheiro (Ray)

    Ray estava animada para por a mão na massa. O banheiro de uma nave era um pouco diferente, havia dois compartimentos, cada um com um vaso sanitário e pia. Do lado estava a cabine de banho, era toda fechada com três chuveiros. Apesar de ter água na torneira e água no chuveiro, havia algumas adaptações. O vaso sanitário não tinha água, era uma medida de segurança para caso o gerador de gravidade tivesse alguma falha. Ninguém iria gostar de ter uma nave com água suja circulando pelos compartimentos. Mas tinha descarga, que era feita por sucção de ar. O box para banho era todo fechado, tinha também um sistema de sucção. Caso a gravidade falhasse, a água do banho seria aspirada antes de abrir o compartimento. Rhaenee percebeu que teria que esperar sua vez para tomar banho, já que os chuveiros não tinham separação entre eles.

    Compartimento com vaso sanitário

    A guarda-costas começa empenhada na limpeza e se distrai um pouco pensando em como seu protegido estaria se virando. Ela entra no box e começa a esfregar as paredes, que estavam cheias de lama seca e se pergunta que tipo de pessoas eram tão sujas. Quando de repente encosta sem querer em um dos vários botões do painel de banho, isso aciona um jato de água que começa molhar tudo, inclusive ela mesma. Mas qual será o botão que desligava isso?

    -> Cena do Hangar (Marin)

    Marin acaba pegando os mesmos itens de Chui, logo depois observa Rhaenne pegando mais itens do que Chui. Gail estava com uma expressão confusa no rosto. Quando a guarda-costas sobe, os dois rapazes ficam sozinhos. O príncipe arregaça as mangas de sua túnica azulada até os cotovelos e comenta:

    - É... Agora é só nós dois, vamos fazer um bom trabalho.

    Depois se aproxima do evo para ver o que ele pegou, se agacha sem sentar no chão sujo e começa a olhar item por item como se procurasse por algo, mas sem encontrar, fala com Marin:

    - É... Não tem instruções nessas coisas. Marin, eu confesso que nunca limpei nada. Não é comum para mim ver os criados arrumando, sempre que chego está tudo perfeito. Mas eu já vi algumas poucas vezes eles limpando, quando fugia, só que não ajuda muito... Você vai ter que me ensinar, mas eu aprendo rápido. Sei que estava escrito na lista de tarefas que temos que lavar com água e sabão. Então, por onde devemos começar? - Depois da pergunta, Gail lembra que o evo não tinha memórias, e por isso podia também não saber, então questiona preocupado logo depois - Você sabe como fazer?

    Os itens que Marin havia pegado são: vários panos, dois sacos transparentes contendo um pó rosa, um balde, um esfregão e um rodo (se eles souberem o que é isso).




    OFF: Fiquei com pena do Gail e do Marin, coitados, dois que não sabem nada de limpar.
    Talvez vocês tenham que rolar dados, dado 10 se forem procurar algo, usar um tipo de perícia ou algo assim.
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 349
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Tsumai em Qua Dez 07, 2016 8:10 pm

    - Boa sorte, senhorita!

    Chui cumprimentou Ray em seu caminho até a parte dianteira do mapa. Pelo estado daquilo, as coisas iriam demorar e seriam trabalhosas, mas ele estava animado apesar de tudo. Afinal, já tinha conseguido um bom dinheiro para Ashanti, e Marin fez a gentileza de ajudar mais ainda! O coração do rapaz estava saltitante. Além do mais, quem sabe se fizesse o trabalho rápido ele poderia ajudar os outros e poder conversar novamente com sua irmã. Olhou em volta pensando por onde começar; lavando, obviamente. Espalhou sabão em pó por quase toda extensão do piso, em quantidades moderadas, e depois procurou por alguma mangueira ou algo do tipo para enxaguar o lugar.

    - Ahá, aí está você.

    Chui encontrou uma enrolada em um tubo metálico em um canto e puxou, mas isso acabou derrubando algumas coisas que estavam próximas, revelando conteúdos interessantes. O garoto, guiado por sua curiosidade, se aproximou para ver. Pareciam caixas metálicas luminosas e algo semelhante a uma arma. Com medo de Rosso aparecer de repente, Chui apenas tentou investigar a caixa de luz azul, tocando-a de leve com a ponta da mangueira.

    - O que será isso? Hum...

    Se a caixa não fizer nada ao toque da mangueira, Chui vai tentar cutucá-la com o pé e depois com a mão. Mas ao menor sinal estranho (ou som nas proximidades, indicando a chegada de alguém), ele vai se afastar.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Pallando em Qui Dez 08, 2016 4:49 pm

    Marin apenas observou quando o príncipe se agachou para ver os itens pegos. Mesmo com a expressão de Gail indicando o contrário, o evo imaginou que talvez ele tivesse tomado a iniciativa por saber quais itens usar, mas logo teve tais esperanças frustradas quando Gail falou. Era óbvio que o príncipe não sabia muito mais do que o evo quando o assunta era limpeza.

    Enquanto Gail falava, Marin tentava imaginar como usar aqueles itens, em que ordem, qualquer coisa que pudesse ajudar. Certamente a utilidade do balde não era nenhum mistério, e uma vez ciente de que somente água não daria conta do serviço sua atenção voltava-se para o pó rosa. Concluiu que não tinha ideia do que era aquilo.

    - Hm?...- Foi interrompido pela pergunta de Gail. O príncipe havia se dado conta de que o evo também não sabia nada.- É. Não sei não.- Respondeu com calma.

    Passou os olhos mais uma vez sobre os itens, ainda se perguntando qual a utilidade do pó rosa, até resolver arriscar uma ideia.

    - Pelo menos sabemos que deve haver água no balde...que tal jogarmos o pó rosa junto e ver o que acontece?- Sugeriu para que começassem logo. Queria cumprir a tarefa com excelência, mas também estava curioso com o pó rosa.
    Luxi
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 1429
    Reputação : 339
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Luxi em Sab Dez 10, 2016 9:30 pm

    - KYAAA - gritou, engasgando com a água em seguida, até conseguir se afastar. Ela tossiu e esfregou o rosto. Precisaria logo menos trocar de roupa. Agora, onde se desligava isso? Ela saiu apertando os botões, sem pensar que talvez isso complicaria tudo.

    Por um lado, ainda bem que ninguém mais estava vendo esse papelão. Se fosse na academia, provavelmente a trapalhada renderia muitos comentários depois.

    Riu sozinha por um tempo e passou a mão nos cabelos.

    - OK, banheiro, estamos apresentados!

    Não ligava muito por ter que esperar os outros tomarem banho, sabia que ninguém implicaria com isso e não imaginava que ficariam tantos dias na nave assim (pelo menos, era o que esperava).
    Gakky
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1586
    Reputação : 197
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Gakky em Dom Dez 11, 2016 8:28 pm

    -> Cena compartimento dianteiro (Chui)

    Chui estava curioso com o objeto que parecia uma caixa de luz azul, porém não queria ser visto mexendo onde não devia. Então cutucou o objeto com a mangueira. Porém nada aconteceu. Intrigado, o garoto então toca o objeto com o pé. Olhou para trás e para os lados e não havia sinal de ninguém se aproximando. Nem mesmo ouvia o som de passos. Então Chui se arriscou um pouco mais e tocou a caixa luminosa com a mão. Quando fez isso, caiu para trás ao escutar um som vindo do aparelho:

    - Sensor biométrico ativado. Genoma incompatível. Auto-destruição em 10.. 9... 8...7...

    A luz do objeto antes azul agora ficou vermelha e ameaçadora.

    -> Cena banheiro (Ray)

    Rhaenee estava tendo problemas no banheiro, sua roupa ficava cada vez mais molhada. No desespero apertou vários botões. Os chuveiros do box possuíam diferentes tipos de jatos, a maioria vinha da parede. Quando ela apertou os botões, outros jatos começaram a sair também, alguns de água fria, outros de água quente. Mas a boa notícia era que o jato de água inicial tinha desligado! Embora agora tinha mais cinco ligados.

    Por causa do momento desesperador, Ray acaba tropeçando em um dos produtos de limpeza, que vaza pelo chão se misturando com a água e fazendo espuma.

    OFF: Role agilidade CD 5 para desviar do jato quente e Role inteligência CD 5 também. (Todos de dado 10 - Pode rolar no tópico de dúvidas se quiser saber resultado antes de postar. Se tirar mais ou igual a 5 no de agilidade (somando com seu valor de agilidade o resultado) não se queimará com o jato quente. O de inteligência é mesma coisa, mas usa o atributo de inteligencia para somar ao resultado, se acertar, conseguirá desligar a água)

    -> Cena do Hangar (Marin)

    O príncipe fica preocupado quando ouve que o evo não sabia como fazer, porém o observa e se anima com a proposta de Marin.

    - É uma boa ideia! De qualquer forma, não deve ser difícil limpar... Vou procurar onde tem água aqui...

    Gail sai a procura de água pelo Hangar e encontra uma mangueira enrolada pendurada em um gancho na parede. Ele desenrola e abre a torneira, porém quando faz isso, a água espirra para todo lado, molhando Marin e ele mesmo até que conseguisse pegar a ponta da mangueira e mirar para outro lado.

    - Ah foi mal... Pelo menos ninguém viu isso, só nós dois, deve secar rápido... - Se desculpa Gail com um sorriso sem graça.

    Apressado para descobrir como limpar, ele enche o balde de água e deixa a mangueira ligada do lado, mas de um jeito que não espirre para todo lado. Em seguida pega o pacote de pó rosa e rasga, sem jeito acaba derramando um pouco do pó no chão, mas consegue por uma grande quantidade dentro do balde. O pó rosa não faz nada, apenas se deposita no fundo do balde. Porém faz algumas pequenas bolhas na superfície da água. O pó que Gail deixou cair no chão, também se misturou com a água da mangueira e fez pequenas bolhas. O príncipe cheirou a água e ficou feliz ao contar:

    -  Isso é sabão! Notei pelo cheiro, se quiser poder cheirar para ver como é... É só esfregar que vai fazer espuma, igual tomar banho. Só que se esfregarmos com as mãos no chão vai demorar muito... Precisamos pegar algo para esfregar, como uma esponja de banho... Talvez os panos sirvam e esses objetos aqui... Podemos tentar qualquer um e ver qual é o melhor... Até que estamos indo bem, apesar de molhados!  

    Gail fica empolgado, ele rasga o outro saco de pó espalhando no meio do hangar, depois começa a esfregar com a vassoura, uma espuma branca se forma onde ele esfrega.  

    OBS:
    - Os itens que são: vários panos, dois sacos transparentes contendo um pó rosa, um balde, um esfregão e um rodo.
    - Marin role 1d10 para um teste de agilidade, (isso soma seu valor de agilidade ao resultado). O CD é 6, menos que isso Marin escorrega no chão com sabão. Pode rolar no tópico de dúvidas se quiser saber o resultado antes de postar para por o que aconteceu com Marin já no post.




    OFF:  Qualquer dúvida podem perguntar. Se tiverem reclamações podem falar, se tiverem pedidos também. Boa sorte!
    Sei que essa cena não é uma parte de ação, mas não gostaria de pular, porém não se preocupem se estiverem achando chato, pois será uma cena breve.
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 349
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Tsumai em Seg Dez 12, 2016 12:09 am

    Chui arregala os olhos o mais que pôde e entrou em completo transe, mas logou despertou em completo pavor.

    - Não, não, não, não, NÃO! ALGUÉM AJUDA AQUI! - terminou gritando na esperança vã de que alguém escutasse e ainda assim chegasse a tempo, o que obviamente não seri possível.

    Sem saber mais o que fazer, Chui pega a arma esquisita e toca com ela na caixa, numa tentativa desesperada e sem sentido de reverter a situação. Se nada mudar e a contagem continuar, o rapaz vai se afastar ao máximo e observar atônito o que acontece.
    Luxi
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 1429
    Reputação : 339
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Luxi em Seg Dez 12, 2016 7:47 pm

    off: na traveeee!

    on:


    Ray estava preocupada com os próprios problemas e não ouviu os coleguinhas em apuros. Agora estava era muito grata de ter escolhido fazer o serviço sozinha, assim não passava vergonha na frente de seus "pupilos". Por sorte, conseguiu escapar de se queimar e identificar quais botões eram de água quente. Teria bem o que orientar para os demais depois, pois era bem fácil de se confundir. Mesmo assim, a sorte não era muita, logo estava no chão de novo.

    -Ai que droga!! - resmungou, fazendo cara de dor. - Será que todo mundo está com problemas assim? - ela limpou uma bolinha de espuma dos braços e esfregou o nariz. - Que bagunça...

    Ela cuidadosamente levantou para não escorregar. Encarou o chuveiro, mas agora já o tinha adestrado.
    - Vamos cuidar desse chão para não escorregar...

    Abriu o jato de agua fria para tirar o excesso de sabão e tornou a esfregar, como se nada tivesse acontecido.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 895
    Reputação : 21

    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Pallando em Ter Dez 13, 2016 12:01 pm

    Marin continuou parado onde estava enquanto Gail tratava de trazer a água, uma mangueira presa em um gancho na parede, e também não se importou em molhar-se um pouco no processo, embora não pudesse deixar de notar como o príncipe era desastrado com aqueles objetos. Gail deixou a mangueira ligada ao lado e rasga o saco com o pó rosa, deixando um pouco cair no chão.

    Pouco antes de as bolhas se formarem na superfície da água, o evo estava decepcionado com o pó rosa que até então havia apenas se depositado no fundo do balde. Também deu atenção ao que se formava na água no chão também, onde Gail derrubara o pó rosa antes, mas só entendeu do que se tratava quando o príncipe explicou.

    - Sim. Talvez possamos terminar mais cedo do que eu esperava.

    Então bastava jogar água e pó rosa no chão para depois esfregar, mesmo que certamente o trabalho não acabasse por ai. Marin finalmente agiu, apanhando o esfregão, pois simplesmente parecia mais apropriado para o serviço, e começou a trabalhar. Água, pó rosa e esfregar depois.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Capítulo 2 - Seleucia

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Dez 17, 2017 12:30 am