Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Aslan - Aslan

    Compartilhe
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1039
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Aslan - Aslan

    Mensagem por Hellkite em Qui 12 Jan - 23:52

    Aslan caminha feliz pela estradinha galiana, cantarolando com sua voz aveludada.  O bom tempo contribuía para seu bom-humor, e a expectativa de chegar finalmente em União aumentava a cada instante. Ao passar próximo de uma fazenda um cão vira-lata decide acompanha-lo, curioso com a melodia do instrumento do humano, mas logo o abandona, confortável com a boa vida que levava naquele lugar.

    Ao seu lado o acompanhando esta Luna Morgenthau, uma garota ruiva de cabelos curtos, portando meia-armadura, uma espada e um escudo.



    Haviam se encontrado na estrada, e decidiram andar juntos por questões de segurança. Ela dizia que seu objetivo era se aprimorar nas artes da luta, e que União seria um ótimo local para treinar.
    - Sinto que tenho muito a aprender, e já me cansei de me lamentar pelas coisas e nada fazer. O mundo não vai mudar se a gente não fizer nada, então o melhor é colocar o pé na estrada, que as coisas vão  - acontecer! – disse, batendo na mão confiante. Ela volta seu olhar para Aslan – E você, o que pretende fazer em União? Já tem lugar para ficar?
    Aslan
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 8
    Reputação : 0

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Aslan em Sex 13 Jan - 9:28

    Aslan amava dias claros como aquele, principalmente por odiar a chuva, a mesma chuva que caia quando Dayner, seu pai, além de sua tribo, morreram em Rabiah.

    Ao ver a jovem guerreira, Aslan inicialmente pensou em uma forma de ludibria-la para conseguir alguns trocados. Mas ao ver que ela não parecia ter grandes posses, resolveu apenas acompanhá-la até União, onde iria procurar por tavernas para cantar e trouxas para saquear.

    Quando Luna lhe perguntou sobre sua estadia na cidade, sua reação foi de apenas falar de suas intenções "legais", deixando os truques de lado.

    -Bem, eu vou para União conhecer mais sobre a cidade, algumas histórias para cantar e quem sabe até conseguir algum dinheiro. Espero ficar lá pouco tempo, não sou fã de me apegar a um lugar fixo.
    - Dizia isso com um sorriso cálido no rosto. - Mas tudo pode mudar, não é? Afinal, nada é certeza quando se trata dessa vida, onde cada dia é uma nova aventura. E não, não tenho estadia, chegando lá penso no que vou fazer. Mas e você, tem um destino lá ou, assim como eu, não sabe para onde vai?

    Aslan começava a cantarolar "Bolero de Fogo", uma música que aprendeu quando criança no Porto Negro de um pirata que havia se aventurado em Keradon...
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1039
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Hellkite em Dom 15 Jan - 9:50

    Luna concorda com as palavras de Aslan. “Tem razão, muita coisa muda nesta vida. Sai da fazenda que morava e entrei na vida de aventuras justamente por isto”, comenta em tom baixo, pensativa.”Vai se dar bem em União, você canta muito bem! Talvez possa ganhar estadia la na estalagem “A raposa esperta” onde vou ficar. Um anão amigo meu que recomendou, e ele disse que é muito boa e com preços acessiveis.”

    A caminhada é longa e começa a escurecer. Logo a dupla passa para uma via mais movimentada, por onde passavam comerciantes e moradores locais. Com um deles Aslan confirmou que estavam próximos, e num ponto de cruzamento entre duas vias eles avistaram a estalagem Estrela Negra.

    A estalagem Estrela Negra era uma grande casa, mais aparentando uma mansão da nobreza das cidades. Era grande, de 3 níveis, e ao fundo havia uma torre ainda maior. A estalagem estava bem cuidada, toda feita de madeira, pintada e envernizada. O movimento era grande e viajantes e comerciantes de todas as raças entravam e saiam pela porta principal.

    Ao passarem pela porta, a dupla descobriu o porque do nome da estalagem:uma grande pedra negra, quase esférica, estava no centro do salão principal, sendo admirada por alguns dos fregueses.

    Logo eles são recebidos por Eron, o dono da estalagem, que era o completo oposto do que se espera de alguém neste ramo: magro, calmo e bem-apessoado. Ele estava lendo um livro de poesia quando foi interrompido pelos aventureiros.



    - Em que posso servi-los? – pergunta Eron.
    Aslan
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 8
    Reputação : 0

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Aslan em Seg 16 Jan - 10:35

    Aslan se afeiçoava à Luna. Vinha do campo, era prestativa, parecia ser independente e autossuficiente numa luta. Mas o velho instinto de liberdade sempre o fazia ter um pé atrás em relação às pessoas, fora que, por melhor pessoa que ela fosse, sofreria da sina de estar com Aslan, o que não é boa sorte para ninguém.

    -Ótimo Luna, posso te acompanhar até lá, afinal, nunca se sabe quando podem atacar uma "donzela" - Dizia Aslan, muito irônico. - Além disso, quero tirar uma dúvida: o que fez você realmente querer buscar uma vida fora da fazenda?

    --

    Ao chegar na estalagem, viu como era propício aquele local para fazer algumas moedas. Assim que foi abordado pelo estaleiro, logo notou o livro que ele estava lendo e tentou buscar em sua mente se já conhecia aquele título ou autor, para puxar mais assunto com ele.

    -Olá, gostaríamos de uma hospedagem pela noite e, quem sabe, algo para forrar o estômago - Aslan falava com um sorriso no rosto, tentando ganhar o estaleiro, passo importante para seus planos ali.

    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1039
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Hellkite em Ter 17 Jan - 21:17

    ANTES, NA ESTRADA:

    O tom irônico da resposta de Aslan não passa desapercebido por Luna. Ela para, faz um biquinho e bate o pé. “Ah não, vai me dizer que você fica incomodado com uma mulher que sabe lutar?”, diz em tom desafiador. A guerreira faz um sinal para que aproxime, arruma o cabelo e assume posição de combate, os punhos para cima e dando saltinhos para frente e para trás. “Vem, quem derrubar o primeiro no chão ganha!”

    NA ESTALAGEM:

    A natureza curiosa de Aslan logo o faz se interessar no livro de poesias que Eron estava lendo, “Cavalos azuis”, de Mary Oliver, o qual ele não conhecia.

    “Interessa-se por poesia? Este aqui é muito bom...”, comenta cordialmente o estalajadeiro. “Infelizmente os quartos individuais estão ocupados, mas temos vagas no quarto comunal, ao preço de 2 pratas. Do lado de fora temos nossas famosas fontes termais, inclusas no valor da diária. São fontes termais conhecidas por toda a Gália! Todos que se banham em suas aguas se sentem como renovados!”

    Eron sai por detrás do balcão e acompanha Aslan e Luna para uma mesa. “Logo serão atendidos, bem-vindos!”, diz de maneira gentil.

    Luna olha com olhos bem abertos para os lados, apreciando o local. “Nossa, gostei daqui... Dificil ser bem tratada assim, especialmente fora da cidade”, diz surpresa.
    Aslan
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 8
    Reputação : 0

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Aslan em Qua 18 Jan - 22:24

    Aslan achava engraçada a reação de Luna. Com uma risadinha, recusou o convite para a briga:

    -Desculpe, mas evito brigas desnecessárias. E, afinal, pra que eu iria te machucar se teria que tratar você logo depois? Além disso, na próxima parada me perguntariam por que você estaria tão molestada... - Aslan fazia isso para "abrir a guarda" de Luna. Afinal, é bem mais fácil convencer alguém de bom humor. - Vamos, há uma estalagem é logo ali.

    --

    -Sim, me interesso por qualquer demonstração de arte. Cada detalhe é um universo de possibilidades. Que tal depois de comer algo eu apresentar um pouco do que sei e, quem sabe, isso entretenha seus clientes e pague a minha conta e a da dama da roça aqui? - E falava olhando para Luna com seu costumeiro sorriso.

    Inspirado pela capa do livro e o nome da estalagem, Aslan tinha a canção perfeita para a ocasião: Pérola Branca, Oceano Negro.
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1039
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Hellkite em Sex 20 Jan - 13:05

    Eron coça a barba, olhando desconfiado para Aslan. “Muito bem, por aqui já passaram ótimos bardos fazendo apresentações,” diz, e aponta para o palco, “vamos ver se tem talento para manter o nível”.

    O bardo levanta-se, sendo seguido pelo olhar curioso de Luna, que faz um sinal de apoio. No palco, ele olha para a audiência, que no momento estava dispersa. Eron começa com uma breve apresentação, logo emendando com uma historia falando sobre uma perola única, encontrada na imensidão do oceano, cantando em rimas poéticas sobre a importância de se fazer o bem em meio a um mundo caótico e violento. “Podemos encontrar o belo nos lugares mais improvaveis, então nunca deixemos de sonhar.”

    A apresentaçao é um enorme sucesso, Aslan sendo aplaudido de pé pela audiência. De volta a sua mesa, Eron congratula o bardo. “Muito bom, ótimo mesmo, senhor Aslan! Isto trará novos fregueses para esta casa, quando outros ouvirem falar da excelência das apresentações! O jantar fica por minha conta.”

    Luna esta extasiada, e logo pega na mão do bardo. “Em todas minhas andanças, nunca ouvi algo tão bonito! Vai fazer muito sucesso la em União. Foi muito emocionante...”, comenta a ruiva de cabelos curtos, que ao perceber que ainda segurava a mão do outro firme, fica com a face rosada e se desculpa.”Hmm, não queria que fizesse mal juízo de mim, ok? É por que você cantou sobre algo que acredito de coração, existem perolas neste mundo, é so procurar.”
    Aslan
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 8
    Reputação : 0

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Aslan em Seg 23 Jan - 13:03

    CANÇÃO:


    Perola Branca, Oceano Negro

    Em vasta terra, tesouro dormente
    Aguarda o entoar deste alegro
    Mas tu me desafias a mente,
    Ó impiedoso Oceano Negro.

    Engoliste heróis e vilões
    Baús com chave e tranca
    Engoliste navios e galeões
    Que ansiavam a Pérola Branca.

    Ó, frio Oceano Negro
    E sua Pérola Branca
    Que teu entoar sôfrego
    Se pague com riqueza franca

    Desde Arba, o Valoroso
    Até Shanda, a Imoral
    Todos com fim tenebroso
    Dentro do teu seio fulcral.

    Mas alguém, num glorioso dia
    Desbravará tua face horrenda
    E alcançará com gran valentia
    A mais almejada prenda.

    Ó, frio Oceano Negro
    E sua Pérola Branca
    Que teu entoar sôfrego
    Se pague com riqueza franca

    Até que chegue esta data
    Que os sonhos não a esqueçam
    Nem mesmo o ouro e a prata
    A formosa luz esmoreçam

    Que ela seja o hino de liberdade
    Seja o sonho aventureiro
    Mesmo sob a sempiterna maldade
    Do Oceano traiçoeiro.

    Ó, frio Oceano Negro
    E sua Pérola Branca
    Que teu entoar sôfrego
    Se pague com riqueza franca




    -Grato pela consideração. Posso até mesmo vir regularmente apresentar-me quando estiver nas redondezas. Aceito prazerosamente sua oferta, mas gostaria de algo além: o senhor conhece algum grupo de aventureiros que dirige-se para a terra dos draconianos? Gostaria muito de compor odes relacionadas àquelas bandas.

    Mentiu. Na verdade, gostaria de começar sua empreitada para ver suas origens, mais a título de curiosidade do que qualquer outra coisa. Além disso, sentia-se entediado de uma vida medíocre e sentia que chegava o momento de aventurar-se para presenciar o que seu velho pai lhe contava na infância.

    Aslan ficara satisfeito com a apresentação. Conseguiu seu objetivo: ganhar a confiança do estaleiro e uma estadia gratuita. E, como recompensa extra, parecia ter tocado a camponesa. Mas, por mais doces as palavras proferidas a ele, tinha somente o sentimento de ter sido bem sucedido, já que há muito não preocupava-se em criar vínculos emocionais com outrem. Mas, para fins de benefício e bem estar, resolveu entrar na brincadeira:

    -Te entendo. Compus esta canção ao ver o mar e não poder desbravá-lo, mas imaginar o que me esperava após dele e também em outras partes do continente. Após isso decidi sempre procurar por minha Pérola, o que quer que ela seja, mesmo que tenha que enfrentar oceanos de dificuldades e dor, como já aconteceu. Mas bem, vamos aproveitar nossa refeição por conta do estaleiro e, após isso, podemos descansar para continuar nossa viagem. – Aslan olhava dentro de Luna como se buscasse sua alma – Porém, me responda: o que mais te atrai para essa vida de aventura? Só a vontade de sair da vida pacata da fazenda ou algo mais específico?
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1039
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Hellkite em Qua 25 Jan - 16:42

    Ao ouvir de Aslan sua pergunta, Eron leva a mão ao queixo, pensativo. “Hmm, no momento não...”, responde depois de algum tempo, “Difícil encontrar algum que se aventure tão distante assim, é tão longe quanto Ling-Xao.”

    O estalajadeiro então volta seu olhar para as mesas, procurando por alguém. Subitamente ele para, e aponta discretamente para uma delas. “Está vendo aqueles dois? Eles tem toda pinta de serem tipos aventureiros. E a garota pode dizer uma coisa ou duas sobre Keradon.”

    Aslan olha para o local apontado por Eron. Ficava em um dos cantos mais tranquilos do Estrela Negra, mas a mesa ainda assim chamava atenção dos frequentadores mais próximos. Eram dois: um homem que aparentava ter seus 30 anos, calvo e com barba cobrindo o queixo, portando armadura negra e um manto branco.



    E uma mulher, de aparência exótica, de cabelos prateados com tons roseados, uma pele dourada que cintilava, usando um vestido azul claro aberto na frente que revelava suas belas formas. Mas o que chamava mais a atenção eram seus olhos verdes claros, com uma pupila vertical característica dos repteis.



    A fala de Luna traz a atenção de Aslan de volta para a mesa. Ela parecia bem animada, com um sorriso nítido, ainda efeito da admiração pela soberba apresentação do bardo. “Então, na escola da cidadezinha próxima da fazenda, eu não era muito popular, e vivia triste. Então um amigo do meu pai ofereceu uma oportunidade de fazer uma academia marcial, em outra cidade. E na academia aprendemos a ser fortes, ou então não conseguimos avançar. Fiquei por la bastante tempo, e parece que a gente adquire uma vontade de se aperfeiçoar e ser cada vez melhores. E não tem nada melhor para isto que uma aventura!”, diz, com os olhos brilhantes. Mas então subitamente aquele brilho parece diminuir, assumindo tons de tristeza. Ela inspira profundamente, enquanto fecha os olhos. ”E além disto, tenho que saber o que aconteceu com meus pais...”, lamenta.
    Aslan
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 8
    Reputação : 0

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Aslan em Seg 30 Jan - 9:19

    -Bem, então acho que vou dar uma palavrinha com eles, talvez eles possam saber algo que me interesse – Aslan dizia isso ao estaleiro, mas pensava se eles poderiam ter algo que lhe interessasse.

    Mas antes de dirigir-se à mesa dos supostos aventureiros, as palavras de Luna haviam despertado os sentidos de Aslan, ainda mais o fato de que, assim como ele, Luna tinha problemas parentais. Isso era problemático, pois sentia que esta história iria enveredar-se para rumos que o cigano não gostava muito.

    -Luna, talvez possamos nos aventurar para achar respostas para você, mas sozinhos teremos dificuldades... quem sabe aqueles dois que o taverneiro citou possam nos ajudar? Além disso, eu tenho agonia de ficar parado enquanto posso ouvir novas informações e histórias.


    Aslan tinha a expectativa de ganhar. Sempre. Com os dois estranhos, queria ganhar conhecimento sobre alguma forma de ir à Keradon ou, quem sabe, alguns braços armados para tal. Afinal, as melhores lendas tem coadjuvantes.
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1039
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Hellkite em Qua 1 Fev - 18:08

    As palavras de Aslan para Luna parecem anima-la um pouco, fazendo com que ensaiasse um pequeno sorriso. “Sim, juntos creio que teremos mais sucesso. Vamos lá? ”, pergunta a garota, ajeitando a saia e já se levantando.

    Os dois atravessam o salão e caminham em direção dos dois estranhos, que param de conversar e acompanham com os olhos Aslan e Luna se aproximando. Na chegada do cigano, o homem de barba e manto branco se vira, faz uma benção com as mãos e diz, “Que Mitz os ilumine! O que desejam? ”. A mulher limita-se a observar silenciosamente Aslan, com as mãos entrecruzadas apoiadas sobre a mesa, mantendo um olhar cheio de mistério.
    Aslan
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 8
    Reputação : 0

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Aslan em Ter 7 Fev - 13:04

    -Olá, nobres viajantes... vi que não são pessoas costumeiras e fui impulsionado por essa impressão a vir cumprimentá-los... esta ao meu lado é Luna. - Aslan apontava para sua recém conhecida companheira, para que ela não precisasse apresentar-se e viesse, por acaso, a dar mais informações que o necessário aos dois estranhos - Enfim, o que acharam da minha música? Agradou aos seus ouvidos? Que tal me contarem o que fazem por essas bandas, talvez possa ajudar com algo.

    Aslan dizia tudo isso com a simpatia que lhe era inata, mesmo tendo como objetivo principal apenas arrancar algo deles e ver como lhe poderiam ser úteis em sua busca por aventuras.
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1039
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Hellkite em Sex 10 Fev - 15:06

    O homem de barba e manto branco se levanta devagar e estende a mão, apresentando-se. “Meu nome é Way Bradshaw, sagrado devoto de Mitz, que seja sempre louvada”, diz, fazendo um sinal sagrado. Ele se volta para a companheira, que se limita a dar um aceno breve com a cabeça. “E esta é Kilarth. Apreciamos muito a sua canção, meu jovem, inspiradora para as novas e velhas gerações. E nós estamos aqui para...”

    Neste momento Kilarth segura o braço do companheiro, fazendo um sinal de silencio. Ela se volta com um olhar entediado para Aslan. “No momento estamos apenas relaxando, já que o Estrela Negra é um ótimo local para descanso, especialmente por suas ótimas fontes termais, as quais faremos uso delas depois. Agora se me dão licença...”

    Casualmente a mulher de cabelos prateados passa o olhar por Aslan, mas algo prende sua atenção. De uma expressão de tédio, sua expressão muda para sobressalto. Com o dedo tremulo, ela aponta para a parte do colar exposta no pescoço do bardo. “S-s-seu colar... P-posso ve-lo?”, balbucia.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Aslan - Aslan

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 21 Ago - 12:49