Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Compartilhe
    Luxi
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 1127
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Luxi em Ter Maio 16, 2017 2:55 pm

    - Por que eu sempre fico com essas partes? - resmungou com Rosso, referindo-se à limpeza das lanternas. -Sim, comandante.... Obrigada. Deixa que eu faço - o tom de voz voltou a simular um profissionalismo, que já tinha ido embora faz tempo, e ela aceitou a espada, para eliminar as coisas da pele. Não sem reclamar baixo a cada uma que ela tirava. - Olha essa. Essa não vai morrer, olha que gorda. É sério que vocês comeriam isso? Essa é tão feia...

    Quando finalmente concluiu a tarefa, ela saiu passando a mão no corpo para ter certeza que realmente tinha acabado, conferindo também as feridas deixadas na pele. Será que o príncipe tinha passado por tudo isso também? Ao mesmo tempo que a preocupava, ficava com raiva de pensar que estavam passando por tudo isso a toa.

    Ela esperou para ser ajudada na escalada. Não gostava de ser a mais fraca do grupo no momento, mas era o possível no momento.

    - Seria? - olhou meio surpresa, até um pouco com esperança infantil sobre a fala de Rosso. - Quê? NÃO! Eu odeio ser guarda-costas dele. É o pior emprego que eu poderia ter. Olha pelo que a gente passa. Menino mimado! - corou violentamente. Sabia que o comandante tinha uma leitura muito boa sobre suas intenções. - Está bem... eu me sinto segura. Eu acho. E-esperaí, você está me comparando àquele bicho?

    Ela chegou ao topo meio envergonhada por ser quase literalmente uma carga, mas coçou o rosto e agradeceu.

    - Uau... Vocês já tinham visto um lugar assim? - em vez de se concentrar, ela acabou distraída com tantas cores. Havia tanto ali que ela nunca tinha visto ou ouvido falar...
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 316
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Tsumai em Qua Maio 17, 2017 9:30 pm

    - Estou bem sim. - respondeu Chui à Rhaenee com um sorriso caloroso, quando ela perguntou.

    Depois, iria oferecer ajuda quanto às sanguessugas, mas viu que a garota se livrara delas sozinha, então não disse nada sobre isso, apenas complementou o que Rosso informara sobre elas:

    - Sim, se fosse algo pior já teríamos alguma reação mais forte. Bom, subindo então, né?

    O comandante fez um breve planejamento da escalada, sendo os três rapazes na frente, e depois Ray, pois ela estava com o braço ferido e teria maiores dificuldades. Assim, a puxaram com um cipó. Chui não teve nenhum problema para subir o morro: havia muitos galhos, raízes e pedras que poderia usar para se ancorar e chegar ao topo.

    - Vamos gente, a vista deve ser ótima!

    E de fato era, apesar de ainda estar coberta por várias árvores à frente. Podia-se ver uma planície lá embaixo, o que provavelmente era o caminho mais óbvio que Gail pode ter seguido, mas Chui pensou em consultar o mapa antes. Porém, ao buscar pistas no terreno referente ao príncipe, Chui percebeu duas coisas: primeiro, um pedaço de tecido azul manchado de sangue, que o caçador logo ligou-o à presença de Gail e sua túnica. Isso não lhe deu boas esperanças, mas também poderia significar nada demais. A segunda coisa era o vulto entre os arbustos, passando a velha sensação de estarem sendo seguidos e observados, como que prontos para serem abatidos.

    Chui raciocinou rápido, enquanto ainda estava agachado e enquanto Marin e Ray estavam distraídos conversando com Rosso. O caçador se ergueu novamente, botando a clássica expressão de animação comum a ele, dizendo primeiramente em resposta a Ray:

    - Como essa eu nunca vi! Bom, acho que estamos no caminho certo! Melhor descermos para não perder tempo... só preciso dar uma olhada no mapa. Posso, senhor?

    Chui já se aproximou de Rosso como fosse olhar o datapad, e, no instante em que estavam próximo e de costas para os outros dois, ele revelou o tecido azul com sangue. Falou baixo somente para o comandante ouvir:

    - Gail deve ter tido problemas. Estamos sendo seguidos e observados. Melhor agirmos como se não soubéssemos e avisar Marin e Ray sobre o perseguidor. Melhor não falar do príncipe para Ray.

    Chui disse as palavras rapidamente, para não levantar desconfianças dos outros. Aguardou a reação de Rosso para saber o que fazer e se tinha agido corretamente. Sabia que Ray poderia ficar abalada e desesperada com uma pista ensanguentada de Gail, e como não tinha certeza sobre a procedência e gravidade do suposto ferimento, achou que seria melhor não revelar nada a ela.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 842
    Reputação : 15

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Pallando em Qui Maio 18, 2017 9:42 pm

    - Avisarei.- Respondeu um pouco distraído com a vista que tinha para aproveitar. Depois de livrarem-se das sanguessugas, o grupo optara por subir o morro e obter uma melhor visão do cenário, pois talvez assim conseguissem alcançar Gail antes que a chuva ácida marcasse o fim de suas vidas.

    Olhou para os lados em busca de pistas como vinha fazendo sempre, dessa vez sem ter sucesso. Tentava manter o foco, mas distrair-se em meio a tantas coisas que desconhecia era inevitável. Não saberia nem por onde começar a listar a quantidade de coisas novas que havia visto naquele curto trecho de floresta em que haviam caminhado até então. A ameaça constante da chuva ácida era quase que ignorada pelo evo, que queria conhecer ainda mais daquele planeta.

    - Não... acho que nunca vi um lugar assim antes.- Disse ainda distraído, isso depois de não ter encontrado nenhuma pista de Gail nos arredores. Agora apenas observava a floresta e aguardava pelo próximo passo do grupo.
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Gakky em Qui Maio 18, 2017 11:13 pm

    Enquanto Marin e Rhaenee estavam distraídos com a bela paisagem de Nihil, borboletas azuis que emitiam luz própria começavam a flutuar por perto. Era uma cena linda. Chui no entanto foi trocar palavras com o comandante, que ouviu tudo com um olhar sério e preocupado. Ele passou a mão pelo rosto, estava nervoso, lançou um olhar ao redor e respondeu em voz baixa ao caçador:

    " -Não acho que é uma boa ideia esconder isso dela, ela é um soldado. Mas você disse seguidos? Por quem? Melhor enfrentá-los de uma vez... Temo pelo grupo..."


    Rosso avança na frente ficando na frente do grupo, como uma postura protetora, em seguida ele ordena enquanto olha ao redor discretamente:

    - Todos aqui comigo, rápido!

    Quando vocês se aproximam, ouvem um barulho estranho vindo dos arbustos. Rosso desembainha suas espadas duplas imediatamente. Rapidamente cinco criaturas saem dos arbustos! Elas pareciam um tipo de inseto gigante, com presas e pinças assustadoras, no rosto tinham uns sete olhos! E na cauda um tipo de ferrão. Se movimentavam como larvas e não com patas. Faziam barulhos estranhos e pela sua posição, Chui nota que as criaturas estavam prontas para dar o bote.

    Mapa de Batalha:

    Spoiler:


    Imagem ampliada do inimigo:



    OFF: Todos role iniciativa e percepção.
    OFF2: 14:15 PM  
    OFF3: Pode rolar sobrevivência quem tiver, CD8.

    Regras de batalha:
     - Todos tem direito a duas ações, podendo ser duas de movimentos, duas de ataque, ou uma de movimento e uma de ataque.
     - Podem se movimentar 5 quadrantes por ação.
     - Usem os atributos de suas próprias fichas e armas e não do gudan.
    - Ataques a distância podem ser de até 10 quadrados, então sem problemas nesse mapa.
    Luxi
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 1127
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Luxi em Sex Maio 19, 2017 2:24 pm

    Então até Chui estava impressionado com um lugar como aquele? Era realmente um prato cheio para estudos especializados.

    Ray levou um susto com o grito de Rosso. O que será que tinha acontecido? Ela correu preocupada e tirou a arma do cinto tático, só então ouvindo o barulho dos arbustos.

    - Olhem só isso, parece o negócio que estava na nave!! - fez uma careta amedrontada. Não sabia mesmo diferenciar criaturas espaciais. - Não parece uma boa ideia deixar que se aproximem com esses ferrões. Não quero nem saber o que elas podem fazer - comentou com um certo medo. A garota atirou duas vezes contra o monstro (1), sem pensar em sair de sua posição de retaguarda.
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 316
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Tsumai em Sab Maio 20, 2017 8:49 pm

    Chui ainda discordava do que o comandante havia dito, mas não comentou nada. Mesmo Ray sendo uma soldado, ela estava muito ligada ao príncipe, a missão atual dependia de seu foco. No mais, o caçador seguiu o chamado de Rosso e se pôs em posição de combate, engatilhando o rifle e apontando ara os arbustos. Não demorou muito para ver os inimigos surgindo: obviamente, criaturas um tanto nojentas e meio assustadoras...

    - Vamos tentar acabar logo com isso! Não temos muito tempo!

    Chui vai usar suas duas ações para atirar no inimigo 2.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 842
    Reputação : 15

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Pallando em Sab Maio 20, 2017 11:07 pm

    Pelo menos a principio, Marin estranha a atitude do comandante ao vê-lo avançar a frente e depois chamar a atenção do grupo. Demorou um pouco para que entendesse a razão por trás da postura protetora que Rosso assumira tão de repente. Quando ouviu o estranho barulho vindo dos arbustos próximos dali, o evo levou a mão à espada e obedeceu o comandante.

    As criaturas que em seguida saíram dos arbustos pareciam ameaçadoras, com presas e um preocupante ferrão, e ainda eram cinco no total. Dependendo do quão forte fossem individualmente, aquelas criaturas poderiam representar grande perigo ao grupo. Ainda assim era algo dentro do esperado, pois desde o começo era quase certo que hora ou outra topariam com um obstáculo do tipo.

    Marin não perdeu tempo e avançou com a espada em mãos, ciente de que precisavam resolver aquilo rapidamente por causa da chuva ácida, que não tardaria a chegar. O evo seguiu direto para um dos monstros(5) e desferiu o golpe com a lâmina.
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Gakky em Dom Maio 21, 2017 2:47 pm

    A criatura 3 age rápido e se move em direção ao grupo, logo depois o caçador usa seu rifle e faz dois disparos contra o inimigo 2! Os dois tiros atingem o bicho, que emite um som de dor, um pouco de sangue amarelado e gosmento espirra dele! (- 8 no inimigo 2) Em seguida o inimigo 4 avança até Rosso e o ataca com suas garras lhe causando um ferimento no braço! (-5Pvs). Logo o inimigo 1 também se aproxima rapidamente de Marin e tenta atacá-lo, porém em vez de pegar em Marin com suas garras, acaba prendendo uma das garras em um fungo que tinha no caminho.

    Rosso usa suas duas espadas para desferir dois golpes contra o inimigo 4 que tentava-la agredi-lo. O primeiro abre um corte no adversário, mas o segundo golpe não causa nenhum dano. (-5 no inimigo 4)

    - Criaturas malditas! Soldados! Mostrem do que são capazes, usem tudo que souberem! Não estou afim de morrer aqui - Gritou o comandante.

    Ray não hesita, usa sua pistola com apenas um braço dispara duas vezes contra o inimigo 1! O primeiro ela acerta, mas no segundo o coice da arma desestabiliza sua mira e acaba acertando apenas o chão (-3 no inimigo 1). O monstro 2 se apressa e se aproxima da guarda-costas com duas garras e seus olhos assustadores, enquanto isso o inimigo 5 vai direto para frente de Chui e o arranha, um corte é aberto no braço do caçador e começa a escorrer um sangue quente (-4 pvs)


    Ray agora está mais focada e nota que o monstro 2, que se aproximava dela, tinha em uma das garras um pedaço de tecido azul que ela tinha certeza ser o mesmo da túnica azul que Gail usava! Também nota que há um corte na lateral do bicho, por onde escorria um pouco de sangue amarelo.

    Marin usa sua espada e abre um corte no exoesqueleto do monstro 5, por onde também começa a borbulhar um sangue amarelo. (-6 pvs). Ele também nota que para terem melhores chances, seria bom evitar que fossem cercados por essas criaturas e também evitar que se aproximassem da guarda-costas, pois ela estava em desvantagem por causa do braço.

    Iniciativas:


    Inimigo 3 - 12
    Chui - 12
    Inimigo 4 - 11
    Inimigo 1- 10
    Rosso - 9
    Ray - 7
    Inimigo 2 - 7
    Inimigo 5 - 7
    Marin - 3

    Dano ao inimigo:

    Inimigo 1: -3  (-2 em ataque, umas da garras ficou presa em um fungo)
    Inimigo 2: -8
    Inimigo 3:
    Inimigo 4: -5
    Inimigo 5: -6




    OFF:

    - Ray você está com desvantagem em defesa de - 2 por causa do braço, tome cuidado!
    - Não precisa rolar percepção por enquanto.
    - Não esqueçam de checar suas habilidades, talvez elas possam ser úteis.

    Dica: coloquem condições em seus post, por exemplo, se a criatura que quero atacar morrer antes, vou atacar então o inimigo tal ou vou atacar a mais próxima que estiver...
    Ou vou aproximar da criatura 3, mas se ela se aproximar de mim antes, vou usar essa ação pra fazer dois ataques.
     (Assim caso os inimigos façam algo antes de vocês, vocês tem um plano b para não perder a ação. Se o inimigo morrer antes de atacá-lo, vou considerar que atacaram o mais próximo mesmo que não mencionem).
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 316
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Tsumai em Dom Maio 21, 2017 9:38 pm

    Chui gemeu de dor ao receber o ataque da criatura. Gemendo, berrou:

    - Vou me afastar! Ignorem a criatura com a pata presa, vamos focar e uma só! Ataquem comigo!

    Chui vai se afastar, de costas, para H2, e, de lá, vai atacar o mesmo monstro que atirou anteriormente (2).
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 842
    Reputação : 15

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Pallando em Dom Maio 21, 2017 11:17 pm

    Marin quase considerou começar a acreditar em sorte quando viu a criatura que o atacara prender as garras em um fungo no caminho. Estava focado nos inimigos e pouco tinha visto da ação que acontecia com os outros, mas fora atencioso ao reparar nos golpes sofridos pelo comandante e o caçador. Ainda eram feridas ignoráveis por enquanto, porém o risco logo se tornaria real se mais alguns golpes como aqueles acertassem.

    Quando atacou, o evo conseguiu abrir um belo corte em um dos inimigos. Havia acabado de ouvir o comandante e realmente sentia-se preparado para usar tudo o que tinha, pois não se via em condições de poder subestimar aquelas criaturas. Todas elas estavam próximas do grupo agora e, mesmo que isso fosse bom para Marin, não era algo tão bom assim para os outros que certamente tinham vantagem atacando à distância. Seria um erro grave permitir que eles avançassem da maneira que quisessem e ainda mais desastroso se o grupo acabasse cercado.

    Ouviu Chui, que sabiamente resolveu se afastar e manter a vantagem que tinha na distância, e depois ouviu mais um disparo. Marin sabia a qual criatura o caçador se referia(2), mas aproximar-se dela para atacar não lhe pareceu uma boa ideia. Estava determinado a não deixar as duas mais próximas(1 e 5) avançarem mais, embora uma delas já estivesse temporariamente presa. Optou por aproveitar a chance e tentar executar ao menos uma dessa vez.

    O evo aproveitou-se da proximidade e desferiu um segundo ataque contra a criatura que havia ferido(5), para logo depois voltar sua atenção ao inimigo que ficara preso(1) e então o atacou também. Tinha como alvo prioritário o inimigo que não estava preso e poderia tentar seguir até Chui ou Ray.

    OFF:
    Tenho uma vantagem chamada Ataque múltiplo, que me permite realizar mais de um ataque. Mas como 2 ataques já tá liberado, não sei bem o que posso fazer com ela.

    Caso eu possa realizar 1 ataque múltiplo(2 em 1) e 1 "normal", escolho atacar a criatura 5 com o ataque múltiplo(Ataques 1 e 2) e a criatura 1 com o ataque normal(Ataque 3).
    Caso a vantagem do ataque múltiplo me dê a chance de realizar 3 ataques separados, distribuídos da maneira que eu quiser: Ataque 1-> Criatura 5, Ataque 2 -> Criatura 1 e Ataque 3 -> Criatura 4.
    Caso eu só tenha dois ataques mesmo, fica um ataque para cada e pode desconsiderar os dados do Ataque 3 que vou lançar.

    Minha prioridade é mandar a criatura 5 para o inferno Cool

    Luxi
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 1127
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Luxi em Seg Maio 22, 2017 11:10 am

    Ray nem cogitou a possibilidade para morrerem por um grupo de insetos, mas a fala de Rosso e a aproximação deles resultando no ferimento dos colegas a fez parar de subestimar o inimigo. Outra coisa que a fez repensar foi aquele pedaço de tecido tão familiar.

    - Gail... -murmurou, preocupada. Precisavam acabar logo com isso para encontrar o príncipe. Ele provavelmente tinha saído daquele lugar com vida, mas andar ferido naquele lugar era impensável. Como estaria agora? O plano de Chui para atacarem o mesmo inimigo foi só um pretexto para atirar naquele monstro (2). Caso ele morresse de primeira, daria um passinho para o lado (J3) para ficar mais distante do inimigo que agora estava bem perto. - Pode deixar, Chui. Tome cuidado!  

    --
    off: minhas habilidades especiais funcionam só com meu empregador por perto (eu acho) Mad
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Gakky em Seg Maio 22, 2017 10:19 pm

    A criatura 3 não hesita e se aproxima de Rosso para atacá-lo, mas como o comandante era habilidoso, o golpe não causa graves danos! (-1 Pv Rosso). Chui no entanto se afasta estrategicamente a dispara contra o inimigo 2! O tiro perfura a carapaça do monstro, que cai morto no chão. (Inimigo 2 morto). A criatura 4 realiza dois golpes com suas garras contra o comandante, o primeiro abre um corte profundo em Rosso, mas no segundo ele bloqueia rapidamente com suas espadas cruzadas. (-5Pvs Rosso)

    O inimigo 1 mesmo preso, tenta atingir Marin duas vezes! Em todas o evo consegue desviar e bloquear facilmente. Rosso está cercado, mas mantém a postura! Com suas duas espadas ele defere dois golpes de grande habilidade contra o inimigo 4 e o inimigo 3, causando um pouco de dano a eles! (-4 no inimigo 4 / -1 no inimigo 3)

    Ray vendo que o monstro da frente havia morrido com o tiro do caçador, ela mira na criatura 5 e atira duas vezes, porém o coice da arma a faz errar o primeiro disparo, mas o segundo acerta perfeitamente perfurando o exoesqueleto do inseto. (crítico, -2 PV no inimigo 5) O monstro 5 revida, corre para cima do caçador e o ataca! Porém dessa vez Chui esquiva rapidamente abaixando enquanto a garra passou por cima de seu corpo.

    O evo segura sua espada com grande confiança e com movimentos perfeitos ele realiza vários golpes tão rápidos que não dava para acompanhar seus movimentos, o primeiro corta o monstro 5 ao meio! O sangue gosmento chega espirrar um pouco no caçador! As patinhas da vítima ainda se movem como reflexo, mas ele esta completamente morto. O segundo golpe perfura o monstro 1, que também cai morto no chão. Marin retira sua espada, agora suja de gosma amarela, já ia para o próximo, porém os inimigos estavam distantes.

    De repente, algo vem correndo de trás dos arbustos, era Gail! O príncipe usa como apoio um fungo, pula em cima dele, dá uma pirueta e desce com a espada perfurando o monstro 3 no meio da cabeça, que morre em seguida. O príncipe retira a espada da vítima e olha surpreso para vocês, seu braço esquerdo estava com a manga da túnica rasgada e um machucado visível.



    Iniciativas:

    Chui - 12
    Inimigo 4 - 11
    Rosso - 9
    Ray - 7
    Marin - 3
    Gail

    Dano ao inimigo:

    Inimigo 1:morto
    Inimigo 2: morto
    Inimigo 3:morto
    Inimigo 4: -9
    Inimigo 5: morto




    OFF:

    - Ray você está com desvantagem em defesa de - 2 por causa do braço, tome cuidado!
    - Gail usou   Técnica de Luta- (1) - para fazer a pirueta e fez crítico o.o
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 316
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Tsumai em Seg Maio 22, 2017 10:45 pm

    Mesmo diante de toda aquela confusão, Chui conseguiu evitar o ataque inimigo abaixando-se, mas sabia que precisaria acertar os próximos tiros para garantir que Rosso ficasse bem: ele estava na linha de frente e a situação dele não estava nada boa. Enquanto o caçador engatilhava seu rifle, uma figura surgiu de dentro da floresta e o assustou, mas, para surpresa de todos, era Gail. O príncipe deu um salto muito bem orquestrado e, com uma pirueta precisa, cravou a espada em um dos inimigos.

    "Ufa, ao menos ele está bem."

    Chui ergueu o rifle, empolgado com a aparição do amigo, e fez dois disparos calculados na última criatura de pé. Agora que Gail estava ali, e diante de tanto sufoco, a vontade de dar bronca nele havia passado. Talvez fosse melhor assim.
    Luxi
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 1127
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Luxi em Seg Maio 22, 2017 10:55 pm

    Rhaenee olhou todo o malabarismo de Marin totalmente impressionada. Tudo nele parecia muito legal agora, sua pose e até a gosma nojenta escorrendo. Ela abriu um sorriso largo. Mesmo que os companheiros estivessem feridos um pouco, a luta chegava perto do fim 

     - M-marin.... Isso foi... Que demais! Certo, falta pouco! Aguenta firme, comandante, recue por favor! - disse mirando no restante, mas de repente algo saltou e finalizou o monstro pela cabeça e seu coração quase parou ao ver que a pessoa ali era Gail. Que estava vivo, agindo como se não fosse um fugitivo e um pouco ferido, é verdade, mas...

    Os lábios dela fizeram um movimento esquisito, parecendo engolir muitas falas ao mesmo tempo, enquanto os olhos se tornavam cheios. Ainda havia um inimigo ali entre eles e Rosso estava bastante ferido. Era muito difícil controlar sua mente agora. Ela abaixou o rosto, remoendo suas vontades e ergueu em um impulso, atirando contra o monstro que restava se fosse necessário. Foi só quando ela viu a criatura ir ao chão que um novo estalo atingiu sua mente, borbulhando por instinto.  Então saiu correndo na direção do príncipe sem pensar duas vezes, mas quando chegou bem perto dele, foi sua mão que foi de encontro com o rosto dele, sem poupar esforços.

    - Seeeuu IDIOTA!!!!! -  ela arfou de raiva em seguida, tremendo toda. Olhou do machucado a seu rosto, e novamente para trás, agora checando o estado de Rosso e os demais. No momento,  não conseguia falar mais nada para repreendê-lo,  mas seu rosto tinha uma familiaridade como a primeira vez que ela o tinha repreendido por algo, muito antes de sonhar em ser guarda-costas dele.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 842
    Reputação : 15

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Pallando em Seg Maio 22, 2017 11:53 pm

    Marin ficou aliviado assim que retirou a espada do segundo inimigo executado, pois fora capaz de fazer o que queria e evitar o avanço das criaturas, mesmo que uma delas ainda tivesse encontrado uma brecha para atacar Chui. Depois olhou com estranheza para a gosma amarela em sua espada, um pouco incomodado por vê-la suja com aquilo.

    - Hm? - Ouviu Ray um pouco depois, ficando feliz por saber que seu ataque também parecera bem executado aos olhos da guarda-costas, mas não houve tempo para descansar. Não havia visto, mas Rosso fora focado pelos inimigos e recebera muito dano, tanto que agora o comandante parecia realmente estar em uma situação crítica.

    O evo esboçou a intenção de aproximar-se do comandante e protege-lo de possíveis novos ataques, e então Gail apareceu. O príncipe aparece saltando sobre uma das criaturas e a eliminando com rapidez. Ele também estava ferido e a julgar pelas reações dos outros ele receberia o devido sermão, por que era responsável por todo o risco que o grupo corria. Pessoalmente, Marin não estava tão irritado, pois até então nada irreparável havia acontecido e também havia gostado de conhecer Nihil de perto, mas reprovava a atitude de Gail em todos os aspectos.

    Em seguida, o tapa que Ray acertou no rosto do príncipe parecia expressar bem o que todo o grupo sentia sobre aquilo. Ela mais do que todos deveria estar sentindo uma raiva imensa de Gail. O evo, temendo poder piorar o clima se dissesse a coisa errada, optou pelo seguro e não disse nada. Olhou ao redor, vendo que o último monstro estava na mira de Chui e por isso sequer se preocupou em ataca-lo. Ao invés disso aproximou-se do comandante para prestar ajuda caso fosse necessário.

    - Comandante... você está bem?

    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Gakky em Ter Maio 23, 2017 8:10 pm

    Logo depois que Gail acabou de matar a criatura, Chui dispara rapidamente contra o monstro que faltava e o mata antes que pudesse fazer qualquer dano ao comandante, seu tiro foi tão rápido que era digno de admiração. Ray correu até o príncipe, mas quando chegou perto gritou e desferiu um tapa tão forte no rosto dele que o estalo foi ouvido por todos, o rosto dele chegou a virar para o lado. Para uma garota até que ela tinha uma mão bem pesada. O comandante arregalou os olhos surpreso com a cena, era algo raro, porque ninguém se atreveria a fazer algo assim com família real, não alguém normal. Gail ficou pasmo e corado, mas mesmo assim era possível ver claramente em seu rostinho perfeito a marca vermelha da mão de Rhaenee.

    - R-Ray? - Gaguejou o príncipe espantado.

    Enquanto isso, um silêncio estranho se formou no ambiente. Todos ainda estão com as roupas molhadas, inclusive o príncipe. Marin se aproximou de Rosso e perguntou se ele estava bem. Rhaenee também estava perto com a mesma preocupação. O comandante estava com um corte no tórax por onde saia sangue e manchava sua farda. Ele pega a mochila e responde a vocês:

    - Vou sobreviver, não foi nada.

    Chui sentia o corte do seu braço doer e arder. Rosso tira da mochila alguns emplastros, pediu que o evo entregasse um para o caçador também, depois abriu a farda, rasgou a camisa branca onde havia o corte e começou a colar os adesivos médicos em seu próprio tórax. Tudo sem deixar de encarar o príncipe com um olhar irritado, enquanto se tratava, respirou fundo para controlar a raiva e começou a dar ordens:

    - Se preparem para voltarmos, depois conversamos sobre o que aconteceu. Quanto mais rápido formos, mais chance teremos de evitar a chuva ácida, assim não precisaremos usar os gudans.

    O príncipe lançou um olhar de culpa para todos, colocou a mão no rosto, onde estava a marca do tapa de Ray e ficou massageando a área. Depois desviou o olhar de Ray, deu dois passos para trás e respondeu:

    - Desculpe, não vou com vocês.  

    - Você o que!? - Gritou Rosso irado novamente, fechou a farda depois de colocar os emplastros e continuou - É claro que você vai voltar! O que tem na cabeça? Vento? Não bastou o tapa de Rhaenee para refrescar sua mente? Nós não nos arriscamos atoa para vir até aqui. É uma ordem, vai voltar para nave! A princesa entrou em contato! Ela quer falar com você! Não é uma escolha Gail, você vai voltar e acabou assunto.

    - Não, eu não vou! Você cancelou a missão, então não é mais meu comandante! Não manda em mim! - Exclamou Gail, em seguida olhou para Ray e abaixou o tom de voz, dessa vez continuou a falar com a voz calma e entristecida - Estou cansado de não ter escolha. Desculpe, por minha culpa vocês se machucaram, eu sei que fui um idiota e egoísta. Mas achei que desligando o comunicador do gudan não iriam arriscar vir atrás de mim. Era a única forma de vir, vocês iriam me impedir. Mas é claro, eu sou o príncipe, por isso que vieram, sou mais idiota por não ter imaginado isso, que minha irmã pediria que fossem atrás de mim.

    O príncipe estava com o olhar determinado, mas ao mesmo tempo parecia perdido e transtornado, ele não dá oportunidade para responderem, pois não para de falar:

    - Estou aliviado que minha irmã esteja bem, mas eu não vou desistir! Se eu não for até o meteoro agora, nunca mais vou saber se isso poderia ajudar Primus. Eu sei que depois que sairmos daqui vão me prender em algum buraco para não ser encontrado pelos inimigos ou sei lá quem.... Vou ter que me esconder, só esperando que os outros resolvam as coisas ou até que nos matem. Nenhum lugar será seguro para mim. Vocês ainda vão ter a chance de sair por aí, mas eu não. Por isso hoje é minha única chance de tentar fazer alguma para ajudar Primus antes de me esconderem, e não vou abrir a mão disso. Acredito realmente que tem uma solução no meteoro que vai salvar todos nós, precisa ter uma solução. Se eu não acreditasse não faria essa loucura, é a primeira vez que me sinto tão determinado. Se sairmos agora, nunca saberemos. Fizemos um acordo, temos que descobrir isso, esse era o nosso objetivo desde o começo.  

    Gail suspira, seu olhos parecem vermelhos e ele evita contato com o olhar de vocês, em seguida termina dizendo:

    - Não sei porque falo, não vão entender, nunca entendem... Desculpe Ray, mas não vou voltar. Mesmo que não acreditem, eu acredito no que busco. Não precisam vir comigo, eu sei me cuidar sozinho. Vou ligar o comunicador do gudan, é só mandarem minha irmã falar comigo pelo comunicador. Eu mesmo digo para ela que foi minha opção, não serão prejudicados. E quanto a minha família, eles ficarão bem sem mim, sempre ficaram, eu que sempre estive sobrando... Assim como na nave...

    O príncipe estava falando tudo que não havia dito antes quando soube do golpe, não parecia estar lidando bem com os últimos acontecimentos. O comandante fica tão surpreso com essa ousadia que não responde o príncipe de imediato, mas olha para Rhaenee com um olhar bem irado e franzindo as sobrancelhas, depois aperta uma das mãos como se preparasse para dar um soco, mas logo depois de encará-la, lança o olhar ao príncipe, como se indicasse que ela precisava fazer alguma coisa para mudar a situação, se não ele mesmo tomaria providências drásticas.

    Enquanto isso Marin e Chui além de observar a cena estranha que acontecia entre o príncipe e o grupo, também notavam algo diferente. O reflexo do sol que entrava por entre as árvores batia em uma rocha grande que estava por perto de vocês. Essa rocha estava coberta por fungos e musgos, porém uma parte estava livre e refletia a luz do sol, mostrando uma parte de metal com escritos gravados nele. A rocha é maior que vocês e não dá para saber onde termina por causa da vegetação densa, devia ter pelo menos uns três metros de altura por mais de dez de comprimento.




    OFF:

    - 14:20 PM
    - Vitória na batalha! Parabéns! Sem testes por enquanto, a não ser que queiram. A criatividade de vocês que manda. Sempre me surpreendem.
    Luxi
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 1127
    Reputação : 126
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Luxi em Qua Maio 24, 2017 2:00 pm

    Rhaenee nem conseguiu xingá-lo apropriadamente, seus olhos tinham lágrimas raivosas e ela sentia o desconforto tanto do braço quanto das roupas molhadas. Agora, o comandante era o foco. Estava mais ferido do que todos, mas ela na verdade era a única que estava inteira.

    - Entendido. - respondeu com a voz baixa, enquanto o observava fazendo os curativos. Ela tentou ajudar pelo menos levando os emplastros aos dois. Foi aí que Gail resolveu se manifestar com aquela teimosia de sempre, mas que a pegou de surpresa. - Como?

    Olhou um tanto horrorizada com aquela péssima decisão. Sua indignação provavelmente tinha dado efeito, pois o príncipe baixou o tom de voz. Engoliu em seco ouvindo suas palavras, segurando-se para não lhe dar outro tapa, mas parte dela começava a amolecer e compreender o que ele queria dizer. Seus lábios se reduziram, com um pouco de pena da situação do garoto. Afinal, era sua família toda em risco. Ninguém o deixaria vivo se voltasse a Primus também.

    Recebeu o olhar do comandante, mas não estava irritada. Olhou para baixo um instante, um pouco triste. Sabia o que faria a seguir. Com um alto suspiro, resolveu se pronunciar.

    - Desculpem. Voltem com o comandante para a nave e cuidem-se. Eu vou checar o meteoro com o príncipe e voltar com ele. Vocês não precisam entender, ms não posso deixá-lo ir sozinho, como guarda-costas real, é meu dever, e também sei que ele não irá voltar por conta própria antes de checar. Sei que já demos trabalho demais para vocês, então não se preocupem, deixem isso comigo. Eu irei e voltarei com ele em segurança....

    Não estava compeltamente segura de suas palavras, mas sentia que era a única coisa que podia fazer agora. Sentia vontade de agradar ao príncipe, mas mais do que isso, conseguia entender o quanto ele estava infeliz agora e o quanto essa missão particular era importante para ele, mesmo que custasse muito mais.
    Pallando
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 842
    Reputação : 15

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Pallando em Qua Maio 24, 2017 5:17 pm

    Depois de confirmar que o comandante estava "bem", Marin escolheu apenas assistir a discussão que começava a acontecer. Pegou os emplastros entregues por Rosso e entregou para Chui, que também havia se ferido um pouco, mas não deixou de prestar atenção na conversa nem por um segundo. Assim como os outros, o evo também ficou surpreso com a resposta de Gail. O príncipe certamente acabara de provar sua determinação, porém, e mesmo que seu objetivo fosse justo, talvez aquela não fosse a hora para demonstrar ousadia.

    Ouvia com a mesma expressão neutra de sempre, embora reconhecesse o quão tenso o clima estava entre Gail e o resto do grupo. Era triste ver o príncipe tão abatido, até desesperado, mas ainda era difícil para o evo conseguir entende-lo. Marin reparava na surpresa do comandante, que provavelmente já considerava levar o príncipe a força, e observava com atenção especial a expressão de Ray. Era a primeira vez que tinha dificuldade em palpitar o que a guarda-costas estava sentindo. O evo sabia que se alguém fosse entender o príncipe, esse alguém seria a Ray. Por isso parecia fazer sentido apoiar a opinião dela. Afinal de contas, se as razões de Gail fossem tolas ela seria a primeira a corrigi-lo.

    Enquanto ainda havia silêncio, pouco depois de o príncipe terminar de falar, algo mais chamou a atenção de Marin. No começo considerou apenas ignorar o que via, pois talvez se tratasse de algo até natural que o evo não conhecia, assim como quase tudo naquela floresta. Porém, a curiosidade o fez olhar para a estranha rocha e notar não só a parte de metal, como também alguns escritos gravados nele. Era consideravelmente grande e estava coberta por fungos e musgos.

    O evo já caminhava na direção da parte com os escritos visíveis quando ouviu a resposta de Ray, que o surpreendeu bastante. Marin olhou dela para Rosso e de volta, sem conseguir prever o que viria a seguir. Não imaginava que a guarda-costas fosse apoiar a ideia do príncipe daquela forma e, ainda que não tivesse objeção direta contra conhecer Nihil e o meteoro um pouco mais, ainda havia o problema da chuva ácida para se levar em conta.

    Seria bem difícil imaginar um cenário em que o comandante deixasse-os irem sozinhos, entregando Ray e o irmão da princesa nas mãos do destino. Entretanto, o próprio Rosso não se encontrava em condições de seguir com eles e muito menos de arriscar a vida por um palpite ou um desejo desesperado de Gail. E agora que o príncipe tinha o apoio da guarda-costas, seria impossível convence-lo a desistir daquilo.

    Marin ficou parado onde estava e não disse nada. Só temeu pela vida dos membros do grupo caso a chuva ácida caísse sobre eles, principalmente no caso do comandante, que já estava muito ferido.
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 316
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Tsumai em Qui Maio 25, 2017 11:40 am

    Chui primeiramente olhou para Rosso para conferir seu estado, mas ficou mais tranquilo ao perceber que o comandante iria se recuperar, mesmo que os ferimentos tenham sido profundos. Aceitou então o unguento melequento e o aplicou no próprio corte em seu braço. Enquanto o fazia duas coisas aconteceram: primeiro, o caçador notou uma pedra esquisita que refletia luz como metal, e que possuía alguns escritos gravados nela, e segundo (e que roubou toda a atenção), Ray que deu um tapa monumental no príncipe.

    Assim como todos os outros (exceto Marin), Chui ficou embasbacado com a atitude da Ray. Tudo bem que ela e Gail era mais amigos do que companheiros de trabalho, mas, ainda assim, estapear um príncipe com aquela força (e que força) era bastante surpreendente. Não que Gail não merecesse, afinal, até poucos minutos atrás, Chui tinha a vontade de fazer a mesma coisa, devido a todos os problemas que ele os fez passar. Porém, ao ver o príncipe a salvo o fez ficar aliviado e feliz pelo amigo estar bem. E as palavras seguintes dele fizeram a raiva do caçador desaparecer completamente.

    De algum forma Chui conseguia entender o que ele passava. Não compreendia em sua totalidade, pois tinham vivências diferentes e sempre foi livre para andar por aí sem se preocupar com suas ações e como afetariam a galáxia, mas, ainda sim, compreendia. Talvez justamente por sempre ter liberdade ir aonde bem entender que Chui entendia Gail: viver enjaulado "para sua própria segurança" era terrível, ainda mais depois de possuir a chance de fazer a diferença pela primeira vez na vida além das conversas da nobreza. Isso fez com que Chui se compadecesse de Gail, e a proposta de abandonar o grupo para seguir com a missão não parecia tão idiota assim.

    O que não deixava de conter furos que o caçador poderia tentar sanar, afinal, já tinha alguma experiência. Pelo que conhecia do exército, a "fuga" de Gail traria sim problemas para o grupo, principalmente para Rosso, o comandante, e isso sempre foi refletido na filosofia do mesmo de que "o grupo paga pelos erros de um, pois todos são responsáveis". Além do fato da princesa poder ter um infarte com a notícia de que resolveu seguir por um território de chuva ácida com monstros envolta sozinho. Mas a atitude de Ray de seguir com o príncipe - uma escolha mais passional do que profissional, mesmo que dissesse o contrário - além de previsível era também o gatilho que Chui precisava para fazer Rosso embirutar de vez.

    - Ok, eu também vou com vocês. Até porque eu sou caçador, conheço um pouco do terreno e vocês podem precisar. - disse Chui caminhando para perto dos dois, olhando para Gail com um sorriso no rosto, esperando que aquilo servisse como pedido de desculpas para o amigo. Em seguida, olhou para Rosso, receoso, já preparado para o estouro que viria a seguir. Mas acreditava estar fazendo a coisa certa.
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Gakky em Qui Maio 25, 2017 7:46 pm

    O caçador e o comandante já haviam cuidado de seus ferimentos. Mas a tensão entre o grupo era crescente. Depois que o príncipe fala tudo que havia guardado em seu coração, Rhaenee decide segui-lo em sua missão particular. Gail fica surpreso quando ouve que ela iria com ele, mas ainda parecia guardar algo que não tinha falado ainda. Rosso fica boquiaberto ao ouvir a decisão da garota, seu rosto fica vermelho de raiva, parecia que não podia piorar quando de repente, piorou.

    Chui acaba se comovendo com a causa do príncipe e decide também apoiá-lo. Gail fica ainda mais surpreso, provavelmente não esperava por isso, tanto que fica sem palavras. Uma chuva ácida iria se preciptar em alguns minutos, mas o grupo estava divido. Era uma situação difícil, o príncipe parecia ter boas razões para seguir, mas o perigo envolvia suas decisões e ainda havia a princesa, que não poderia ficar sem informações. Mas ainda era loucura tentar levar o príncipe a força, ainda mais porque talvez a maioria ali não tivesse coragem de fazer isso. Marin se mantinha em silêncio, não sabia como lidar com essa situação, mas não esquece na peça metálica que havia visto. Rosso parecia que iria esganar todos eles, uma veia grossa e saliente pulsava em seu pescoço, demonstrando o quanto estava irado. O príncipe não fala nada, esperava pela reação do comandante.  

    - Vocês estão loucos!!? Será que todos querem morrer aqui? - Berrou Rosso irado-Por acaso são suicidas? Não ouviram que terá uma chuva ácida que cairá em nossas cabeças?

    O comandante faz com a mão o gesto de que iria enforcar alguém, mas respira fundo e com a mão passa no cabelos para trás, depois começa a murmurar para si mesmo:

    - O que fiz para merecer isso? Por isso odeio trabalhar com adolescentes... Aqueles malditos...

    Depois de murmurar, ele volta a dirigir a palavra pra o grupo:

    - Estão todos muito preocupados com o príncipe, mas ninguém pensa na princesa? Sabem como ela vai ficar quando ninguém atender a porcaria do comunicador dentro da nave? Eu sei que não pediu essa vida Gail, mas a vida é assim. Marin não escolheu não ter memórias, as pessoas não escolhem nascerem pobres ou passar fome. Cada um tem seus problemas e precisam aceitar isso. Eu não quis ser sempre militar, fui obrigado a isso! E aqui estou, cumprindo meu dever com adolescentes que não tem o mínimo de juízo.

    - Eu só estou pedindo uma chance! - Reforçou Gail com olhar sério - Eu sei que vou ter que aceitar querendo ou não ficar escondido. Não sou idiota para saber que não tem como eu não ser o príncipe. Mas se tivesse a chance de ter algo para salvar Primus, iria deixar para trás? Você sabe que esse é minha última chance de agir. Vai dizer que foi obrigado a ser comandante também? Ninguém é comandante há anos sem ser nobre, e eu sei que era algo que você queria. Você lutou por isso mesmo que parecesse impossível, foi contra os costumes, e minha irmã o apoiou. Seria no máximo um tenente se não fosse por ela. Então por que não pode me entender agora? Estou lutando pelo que acredito.

    Era visível na voz de Gail, que ele não estava falando mais como um soldado, mas sim tratando o comandante como um igual e não mais um superior. Rosso respirou fundo mais um vez, olhou ao redor, depois para as horas e pensou por alguns segundos. Um silêncio estranho ficou no local por breves instantes, até que o comandante se pronunciou mais calmo e sensato:

    - Não importa isso agora, o que importa é que vamos morrer na chuva ácida se ficarmos aqui. Não dá mais tempo de voltar. Vamos ter que encontrar algum abrigo, depois decidimos o que fazer. Só repito, não dá para ficar parado aqui. Vamos, rápido, se movam, ok? Ou será que realmente estão querendo um banho?

    Frente a decisão de Rosso, Gail concorda que deveriam procurar abrigo, por isso não responde e estranhamente evita contado com o olhar de Ray, mas começa a olhar ao redor, com a espada ainda na mão. O evo e Chui não se esquecem do que tinham visto, o reflexo mostrava que a rocha metálica possuía alguns escritos, embora estivesse coberta de musgos. Quando o príncipe se aproximar do caçador, vai dizer em voz baixa:

    "- Obrigado."





    OFF: Podem rolar sobrevivência se quiserem procurar um abrigo.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Capítulo 4 - Viagem para Nihil

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Ago 17, 2017 8:28 am