Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


2º passo - Dança

Compartilhe
Gakky
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1254
Data de inscrição : 08/07/2015

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Gakky em Sab Abr 29, 2017 11:19 pm

Quando Eun-Ji se aproxima, Yuki olha ao redor para ver se alguém estava olhando. Então a amiga secou carinhosamente suas lágrimas e começou a falar várias coisas. As palavras eram doces e faziam sentido, porém Yuki ainda estava preocupada com uma coisa, então não seguiu logo com Eun-Ji, em vez disso respondeu:



- Não Eun-Ji... O problema não é ser forte... Quer dizer, é também... Mas é que... Não quero te prejudicar. Melhor não ficar perto de mim, assim falam só mal de mim e não de você. Imagina se isso chega aos ouvidos dos jurados! Eu gosto de ser sua amiga, é muito bom ouvir isso, também pode contar comigo. Mas não vou te prejudicar, justamente porque é minha amiga. Melhor só nos encontrarmos longe daqui, na minha casa, na do Tae se ele quiser mesmo depois de tudo... O melhor é esperar para ver se isso vai chegar os jurados... Enquanto isso, vocês devem ficar longe de mim... Minha má fama pode ser contagiosa. E você não merece essas coisas ruins.

Yuki suspira desanimada, também estava com medo de ver o Minsoo e saber como ele reagiria caso ouvisse tudo aquilo. Não queria passar essa vergonha na frente dele, na verdade não queria passar isso na frente de ninguém, mas por algum motivo, com o Minsoo seria pior. "A garota sardinha", seria um vexame cruel, logo agora que tinha conseguido amigos, acontecia algo assim.
shamps
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1036
Data de inscrição : 04/04/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por shamps em Dom Abr 30, 2017 1:55 am

Ouvindo as palavras da amiga, Eun-Ji para ao lado dela e balança a cabeça. A ruiva até entendia o que ela queria dizer, mas não iria abandona-la ali.

- Não tem como isso me prejudicar, eu não fiz nada... por sorte. Você não vê que ela só quer te desestabilizar? Te ver fraca... Ela é uma garota má e vai pagar por isso, a vida vai se encarregar de cobrar – ela encara a amiga e fala num tom sério – os jurados querem alguém que saiba cantar e dançar e isso você sabe. Se o Tae ou qualquer outra pessoa deixar de falar com você pelo motivo que for, eles são tão maus quanto aquela garota e não merece a sua companhia – ela respira e segura as mãos da amiga entre as dela – eu não vou me afastar de você. Nem adianta tentar – e deu um sorriso para ela – a sua fama quem faz é você! Entendeu?

Esperava que com isso conseguisse um sorriso da amiga e principalmente a força que ela precisasse para seguir em frente, pois Eun-Ji confiava nela.
Gakky
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1254
Data de inscrição : 08/07/2015

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Gakky em Dom Abr 30, 2017 1:39 pm

Yuki tentou proteger Eun-Ji, mas a garota era persistente. Porém era verdade que as palavras dela faziam muito sentido. Ficou mais tranquila pensando que sua "fama de sardinha" não afetaria os amigos, até porque eles não tinham feito nada, como falou Eun-Ji. Só que mesmo sabendo que os outros seriam maus se a rejeitassem, Yuki ainda ficava triste por pensar que isso poderia acontecer. Gostava deles, do Tae, da Hyerin e do Minsoo, mesmo sem conseguri falar bem com eles.

Sorriu quando Eun-Ji falou que não ia se afastar nem que ela tentasse, era um pouco engraçado ver a insistencia da ruiva. Ela sabia ser bem durona, notou Yuki. Apesar disso, seria ruim voltar ao vestiário, mas tentaria ser forte. Depois de fazer uma careta preocupada, respondeu:



- Tá! Você sabe ser durona, apesar de ser assustadora ás vezes.... Ainda bem que é minha amiga.  

Então vai caminhar seguindo Eun-ji, embora estivesse com medo de voltar ao vestiário:

- Obrigada... - Agradece em voz baixa perto da amiga - Só tente não brigar com elas... Não quero que seja expulsa se der uma confusão muito grande. Preciso de você. Espero ser útil para você também um dia.
shamps
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1036
Data de inscrição : 04/04/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por shamps em Dom Abr 30, 2017 5:05 pm

Com um sorriso, Eun-Ji dá um tapinha no ombro da amiga, feliz por ela ter aceitado voltar para o vestiário.

- Nem eu sabia que tinha essa coragem dentro de mim... tudo graças a você!

Caminharam até o vestiário, mas antes a ruiva deu mais um recado:

- Eu estive pensando sobre as palavras do sunbae, essas coisas de sabotagem e ser difícil essa vida de artista – olhava para a amiga com determinação – li muito nos livros sobre pessoas que fazem de tudo para prejudicar as outras... por isso temos de ser fortes e suportar certas coisas. Prometa que não vai deixar elas te abalarem. Qualquer um que tentar te desestruturar você vai ignorar, está bem? Vamos entrar de cabeça erguida. E lembre-se, estou sempre ao seu lado. E a Hyerin está esperando a gente... vamos? – sorrindo abraçou a amiga pelo ombro e foi levando-a para dentro.
Okley
Cavaleiro Jedi
avatar
Cavaleiro Jedi

Mensagens : 226
Data de inscrição : 04/11/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Okley em Seg Maio 01, 2017 2:39 pm

- Sim Eunji, aqui é um lugar de muita fama e dinheiro as pessoas são capazes de fazer coisas horríveis. - Fez um sorriso sem graça por ter que disser isso a ela, acompanhado por um olhar triste no rosto. Até que respirou fundo e com mais esperança. - Honestidade, paciência e controle emocional, saber onde se pisa e o que fala é de grande ajuda. Suas palavras podem ser usadas contra você, principalmente pela mídia.

No vestiário respondeu a Joon - O pessoal está falando mais do que devia e isso não está me agradando. – Olhou rapidamente para a atitude de Joon, como uma desaprovação, mas irônico também. – Claro tem que ser assim. Vou ficar um pouco quieto por agora, espero não ter mais confusão.

Ficou um pouco corado quando os gritinhos que as meninas fizeram ao comentário que fez a Peach e seguido pela resposta que ela fez, so agora tinha reparado no que tinha acabado de falar. Seguiu por um sorriso de contende com a situação que se encaminhava com a Peach, se sentia seguro ao lado dela. Nessa nem se importou novamente para que os outros colegas faziam, preferiu manter concentrado em Peach durante os ensaios. O que o conhecimento facilitava bastante a dança durante os ensaios.

Correspondeu o aceno da Peach no fim dos ensaios com outro aceno, com um sorriso tímido e envergonhado. Olhou rapidamente para o chamar de Minki para a Hyerin, se conteve sem se importar com a atitude do rapaz.

- Não, acredito que não. Tem outros setores a analisar, mas é assim mesmo os ensaios. – Queria tambem um pouco de agua para se preparar para a apresentação. – Faz parte do trabalho. – Disse em tom mais sério e simpático. Falou de forma motivadora a Minsoo – Claro que tem, idols não é só dança, você tem bastante a acresentar.

- Estava fácil a dança - disse brincando a Eunji.

Luxi
Moderador
avatar
Moderador

Mensagens : 956
Data de inscrição : 02/03/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Luxi em Seg Maio 01, 2017 5:02 pm


Yuki, Eun-Ji

Enquanto Eunji falava, algumas vozes femininas fizeram um coro de “uhhh”, enquanto outras só riram discretamente. Isso fez a expressão de Euntak se encher de raiva, tremendo a dobrinha dos olhos.  A menina de cabelos soltos abaixou mais o rosto, envergonhada, enquanto sua irmã fez um muxoxo nervoso. Enquanto isso, Peach continuava escovando os cabelos de costas para a confusão, como se nada tivesse acontecido.
A ruiva passou por Yieun, que a observou com um biquinho culpado, mas não teve coragem de olhá-la e se escondeu atrás da porta do armário.  

As meninas puderam conversar em paz e refletir sobre tudo aquilo que Tae tinha lhes dito sobre a competição. Sentiam agora que era tudo verdade. Não foram socorridas lá fora pois seus amigos também tinham ido tomar água e depois banho. Quando voltaram apreensivas para o vestiário, encontraram Hyerin com uma expressão bem séria abaixada ao lado do banco, recolhendo itens da bolsinha revirada que Bora tinha dado de presente para Eunji. Um espelho portátil tinha quebrado e o chão colorido de pó, dava a entender o que tinha acontecido.

Assim que elas entraram e liberaram a saída, Euntak e as demais passaram pela porta.
- Nayoung você é cruel. - A menina da franja foi mais discreta, colocando a mão na frente.  Sua voz desapareceu pela porta com as demais.
A única que parou para olhar as garotas foi a de cabelo solto, que ainda hesitava para sair.

YiEun terminava de guardar as coisas no armário e saiu de fininho do vestiário.

- Mianhaeyo. - Hyerin entregou a bolsinha fechada com as maquiagens recolhidas. - Posso terminar de maquiar vocês? - ela agia como se nada tivesse acontecido. - Olhem, eu peguei as faixas também. Vou colocar em vocês.

Eu Se

Eu Se foi observada pelo amigo filipino, que agora interpretava suas ações de forma diferente.
- Eu acho que está na hora de irmos nos arrumar. Go Mi Nam, você pode praticar aquele exercício que eu te falei para aliviar a dor. Depois o banho vai ajudar. Então fique sentado aí. OK?

Ele falava de um jeito meio esquisito, com muita ênfase. Tanto é que Min-ki olhava com uma cara estranha, mas aceitava o que o colega dizia pois ele era professor de ballet moderno afinal de contas.

- Isso faz algum sentido? Bom, eu vou lá. Bae, depois de descansar vai ficar mais fácil, cara. Relaxa, foi só treino. - mostrou o polegar para ele e virou as costas para ir ao vestiário. Bae suspirou pesadamente, mas acabou fazendo o mesmo.

- Vou buscar o remédio para você quando esses dois forem tomar banho. Eu… não sei se vocês (meninas) conseguem se arrumar em pouco tempo mas… Eu aviso quando estiver tranquilo, pode ser? - Amihan sorriu e saiu atrás dos demais.
Não demorou muito para que ele voltasse com a bolsa dela, sem mexer ali dentro.
- Te aviso quando estiver tudo bem para ir. Você está bem?

Algumas meninas deixavam o vestiário cobertas de roupas de marca e davam à garota uma sensação nostálgica de um tal de jogo da rainha, no qual suas amigas brincavam com eoupas carissimas. Ela poderia ser uma das brilhantes e cheirosas meninas que agora caminhavam pela quadra.


Tae


- Fácil? - riu - Eu não sei o que você está fazendo aqui competindo com amadores - brincou Minsoo.

Minsoo ficou bem pensativo com a fala de Tae, refletindo sobre as coisas horríveis que as pessoas poderiam fazer pela fama. Ele não via toda aquela multidão de jovens como pessoas loucas em potencial, mas desde que Yuki tinha sido derrubada, ficava se perguntando o quanto aquelas cenas exageradas de dorama eram verdade.

- Acha mesmo? Isso é muito legal da sua parte - sorriu e o acompanhou atrás de água. - Eu acho que uma celebridade como você acaba tendo muita atenção do tipo errado. Poucas pessoas devem conhecer esse seu lado legal e imaginam coisas que não são verdade. Você não se incomoda?

Conforme conversavam, foram para o vestiário, onde o restante dos candidatos se arrumava e a fumaça do chuveiro já enchia os espelhos. Lá um aborrecido Joon fuçava o celular, sentado no banco, ele pareceu bem aliviado quando viu que Tae estava por lá, pois aparentemente era por ele que estava esperando. Mas depois voltou a conversar por mensagens. Era um bom puxa-saco guardião.

Minsoo foi em busca de seu armário. Ao lado de Tae, estava Min-ki, que terminava de fechar a porta socada anteriormente, mas não lhe dirigiu a palavra, apenas um olhar um tanto emburrado e seguiu. Um de seus companheiros, o garoto filipino, pareceu esperar esse momento para abrir um dos armários e pegar uma mochila, levando-a para fora do vestiário. O que era um pouco esquisito.

Tudo seguida perfeitamente normal quando o caminho de Tae foi interrompido por um choque entre ombros entre ele e um dos garotos da fileira de trás na coreografia. Ele estava arrumado e tentava deixar o vestiário em linha reta… algo que parecia forçado demais  para ter sido casual. Ele interrompeu seu trajeto para observá-lo de cima com uma expressão de cachorro raivoso, aproveitando-se teatralmente de alguns dos centímetros que tinha a mais.

- Ya. Chugŭlle? (죽을래?) (quer morrer?)



Como se tivesse levado um choque, Joon levantou de seu lugar como um raio e tentou se aproximar, mas um dos companheiros dele, um moleque gordinho, botou o braço na frente, enquanto os demais começavam a cercá-lo em volta do armário.
shamps
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1036
Data de inscrição : 04/04/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por shamps em Seg Maio 01, 2017 7:57 pm

Após voltarem para o vestiário, Eun-Ji entrou de cabeça erguida como prometido – esperava que Yuki fizesse o mesmo – e passou pelas encrenqueiras sem olha-las, não precisava disso. Decepcionou-se com Yi-Eun, não que esperasse algo dela, mas não esperava que ela agisse como uma cretina junto à outra. Quando a gangue das varejeiras saiu, a ruiva deu graças a Deus e relaxou os ombros, viu Hyerin juntando suas coisas e correu até ela.

- Sunbaeeee – ela pega a bolsinha das mãos da loira – me desculpa sunbae! – se sentiu culpada por Hyerin presenciar aquilo – eu só... – calou-se e respondeu a pergunta da moça tentando parecer natural também, mas seus olhos marejaram ao ver o espelhinho quebrado – claro... acho que só a máscara tá bom ne – antes da moça continuar, Eun-Ji segura nas mãos dela e baixa a cabeça – obrigada sunbae – depois ergue a cabeça e volta a encarar a sua senpai com firmeza.

Entre uma maquiagem e outra, ela pergunta para Hyerin:

- Como você suportava essas coisas, sunbae? – queria saber se ela passava por isso na outra empresa – é sempre assim? Não há amizade ou companheirismo nesse mundo? Achei que as pessoas se unissem por amor a música, algo tão sagrado e bonito...
Larissa Aprill
Tecnocrata
avatar
Tecnocrata

Mensagens : 386
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Larissa Aprill em Seg Maio 01, 2017 8:56 pm

A garota sorri para Amihan em agradecimento, era muito bom sentir que estava sendo cuidada por alguém ali. Ela concorda com a cabeça sobre o que ele diz e vê os meninos se afastando. O loiro estava de costa para ela, isso a fez pensar.

Ele nem perguntou se eu estou bem.... Achei que ele era meu amigo.

Aquela constatação deixou a menina realmente triste, desde o começo o loiro sempre esteve ao seu lado, mas agora ele agia como se ela não fosse mais importante. Sentiu os olhos marejados, mas Amihan estava voltando então disfarçou e passou a mão nos olhos para afastar as lágrimas.

- Gwaenchanh-a ... Eu estou bem...

Mesmo dizendo isso ela abaixa a cabeça, não conseguia encara-lo agora. Então ela pega na bolsa a cartela de analgésicos, divide no meio e entrega metade para Amihan.

- Dandan Bae gaei jom jwo. Geuligo dangsin-eun naleul wihaehagoissneun modeun jusyeoseo gamsahabnida. Entregue isso para o Bae, por favor. E obrigada por tudo que você está fazendo por mim.

Ela pega um garrafinha de água e toma um comprimido, esperava que o efeito fosse rápido. Enquanto bebia a água, a  menina vê um grupo de garotas saindo do vestiário feminino. Não pode deixar de notar que elas se vestiam como suas colegas de classe, isso a trouxe um pouco de remorso e inveja. Aproveitando que só estava os dois ali, ela conta a verdade para Amihan.

- Nanae abeojiga geuleohge daleun salam-eul cheog, jal allyeojin oegyogwan in gyeong-u nae jinjja ileum-eun hyeon-ibnida. Meu nome verdadeiro é Eu Se Hyun, meu pai é um diplomata bem conhecido, por isso fingi ser outra pessoa.

Ela continuava observando as garotas, se ela pudesse se vestir como uma menina, talvez teria alguma chance com o loiro.

- Dangsingwa hamkkehaji anh-assdamyeon, ama geogie geu yeoja jung hanaga doel geos-ibnida. Se eu não tivesse com vocês, provavelmente eu seria uma daquelas garotas ali.

Mas não adiantava nada ela ficar remoendo tudo isso, então ela finalmente encara Amihan e sorri. Estava grata por ter a companhia deles, por eles sempre estarem a ajudando. E o mais importante era que com eles ela poderia ser ela mesmo.

- Su dangsin-i lakeolumleul iblyeoghalago malhal ttae naneun gidaligo yeogiiss-eulgeoya. Eu vou ficar aqui esperando, quando puder você me avisa para eu entrar no vestiário.
Gakky
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1254
Data de inscrição : 08/07/2015

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Gakky em Seg Maio 01, 2017 10:13 pm

Yuki volta ao vestiário praticamente grudada em Eun-Ji, tentou parecer natural para não demonstrar que estava com medo. Quando encontra Hyerin, Yuki sente seu coração apertar. Percebe que era a bolsinha de Eun-Ji e se sente triste pela amiga. Logo a Euntak e outras passaram pela porta. Yuki não ousou encará-las, mas ouvir os comentários delas. Até a YiEun que não considerava tão malvada, agora tinha certeza que não poderiam mais ser amigas. Pelo menos Hyerin ainda estava do lado delas e isso deixava Yuki feliz.

Eun-ji fez algo inesperado, se desculpou com Hyerin, mas nem era culpa dela, pelo menos era o que Yuki achava. Sobre a maquiagem, Yuki primeiro responde:

- Obrigada por ficar do nosso lado... Eu sinto muito pelo que aconteceu, foi minha culpa, vou entender se não quiser mais falar comigo... Elas implicaram comigo e acabou sobrando para vocês...

Depois se vira para Eun-ji e diz:

- Eun-ji! Farei o possível para te dar um conjunto novo! Aquela garota é da minha escola... Ela só implicou com você por minha causa. Então eu te devo isso.
shamps
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1036
Data de inscrição : 04/04/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por shamps em Seg Maio 01, 2017 11:09 pm

Quando Yuki fala novamente ser culpa dela o que acontecia, Eun-Ji balança a cabeça negativamente:

- A culpa não é sua se elas são más. Os malvados sempre procuram pessoas para se prevalecerem... infelizmente nós somos essas pessoas, só que aqui eu não vou deixar elas te atormentarem... então pare de se desculpar - ela olha para Hyerin e também se sente culpada - mas eu também não queria que você se envolvesse, sunbae.

Depois de aceitar as faixas da moça loira, ela ouve Yuki e fica comovida com o gesto dela, mas ela não precisava fazer aquilo.

- Não Yuki - sorri - não se preocupe com isso... é só um bem material - ela engole pesado - claro que é importante porque foi um presente da senhora Bora, mas foi só um espelho e um pó... que eu nem para que serve - sorriu de novo - está tudo bem Yuki, não me deve nada. Além do mais, eu sei o quanto é importante ter alguém do nosso lado nesses momentos difíceis... sei muito bem... eu tenho a senhora Bora na escola... - parou repentinamente, novamente envergonhada pelo que sofria na escola.
Luxi
Moderador
avatar
Moderador

Mensagens : 956
Data de inscrição : 02/03/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Luxi em Ter Maio 02, 2017 10:10 pm


Yuki, Eun-Ji

Hyerin até riu quando viu Eunji correr até ela, mas acabou virando apenas um sorriso meio constrangido, já que não tinha conseguido salvar o espelhinho. Olhou Yuki um pouco confusa por ela pedir desculpas, ficando surpresa com a forma com que ela lidava isso.

- Eu não tenho por que não falar com você. - falou logo. - Eu tenho por que não falar com elas. Que idiotas. Acham que estão na escola? Quem se importa com o que os seus pais fazem? Eles certamente fizeram um trabalho melhor do que os delas… Eu não vou ficar quieta com um monte de cretina se achando dona do lugar. Não se preocupem comigo… - uma expressão breve de melancolia passou em seu rosto enquanto pensava em alguma coisa. - Eu sou bem resistente.

Em seguida, era vez de trabalhar com Yuki, e passar uma toalha seca em seu rosto para tirar os resquícios de lágrima.

- Que tipo de lugar horrível você estuda? Fico feliz de ter encontrado vocês como amigas, acho que eu é que tenho que agradecer. As outras trainees não gostavam muito de mim…

Ela procurou na própria bolsa alguma maquiagem para usar em Yuki e partiu para o básico.

- Algumas pessoas estão nisso pelo sonho da música. Por exemplo, Tae-sunbae realmente ama a música. Foi por isso que eu comecei a conversar com os meninos da WINGS. Min-ki também era um amante da música, apesar de ter um problema de comportamento… Sei que não gostam dele, mas um dia vocês vão entender. Os dois sempre foram legais comigo e eu sempre achei que eram amigos também. Quando eles debutaram, ganharam muita atenção da agência, então as meninas começaram a inventar coisas sobre mim. Diziam todo tipo de mentira a meu respeito em relação a eles, mas eu não podia simplesmente parar de falar com eles. Eu ensaiava mesmo muito, porque estava lá desde muito nova e porque eu não tinha realmente outro lugar para ir. Elas achavam minha atitude arrogante e essas histórias só me afastaram mais delas. Quando vi, eu só tinha a WINGS com quem conversar… Eu era novinha e estúpida, então eu reagia. Eu acabei envolvida em algumas brigas físicas. E isso só atrasou o meu debut. Penso que eu também não ajudei muito para que a  Quarter Note parasse em pé. No fim, todos fracassamos, mas nenhuma delas veio até aqui. Só nós três. Acho que isso mostra que o amor pela música nos faz superar melhor todas essas coisas, não é? Ficou bonita.

Hyerin usou a parte da câmera frontal do celular para mostrar o rímel discreto, com base e lapis de olho que usou na menina.

Eu Se

- Uau. - ele deu uma engasgada ao olhar para as meninas populares que agora caminhavam por ali - Acho que se viesse até aqui desse jeito nunca conversaríamos. Não estava esperando por algo assim - Amihan comentou meio nervoso e observou um pouco o rosto dela, talvez imaginando como seria com cabelos longos e sedosos. -  Deve ser estranho para você ser tratada como um menino. Acho que preciso me desculpar por alguma coisa.  De qualquer forma, já imaginou como vai fazer quando estiver na final? Vai seguir com a vida dupla até quando?  Tudo vai ficar muito perigoso quando for morar em um quarto com o grupo. Eu espero estar lá para te ajudar, mas, sinceramente, eu duvido que eles deixem uma pessoa como eu até o final. Mesmo assim, se alguém descobrir… bem. É claro que eu fico preocupado com o que pode acontecer com uma garota no meio de tantos homens... 
shamps
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1036
Data de inscrição : 04/04/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por shamps em Ter Maio 02, 2017 11:23 pm

Às primeiras palavras de Hyerin, Eun-Ji ficou bem comovida e abraçou a garota quando ela as chamou de amiga.

- Ah... sunbae -  ao fim do abraço olhou para Yuki – estou muito feliz por tê-las como amigas. Obrigada – mal podia acreditar que Hyerin era fofa daquele jeito. Ela viu a nostalgia no olhar da dançarina, mas não sabia o que fazer – pode contar com a gente também Hyerin sunbae!

Ela observava Hyerin maquiar Yuki, sendo a primeira vez que via como era feito. Achou muito interessante, a maquiagem funcionava como tintas numa tela em branco. Ela ouvia a história da amiga de Tae e até via certa semelhança entre ela e as duas, como a pressão negativa que recebia em seus respectivos ambientes de convívio.

- Você é muito legal, pena que você tenha passado por isso. Acho que estivemos em lugares horríveis né? – Hyerin continua falando sobre seu pré debut – eu não odeio o Min-ki, apenas não gostei de como se comportou com a Yuki... igual aquelas garotas más. Nem conheço ele para odiá-lo... e ódio é uma palavra muito forte – ela falou das brigas físicas e não acreditou que uma moça tão bonita quanto Hyerin brigava e engoliu em seco, mas se lembrou dela mesma nas vezes em que teve que se defender – também não gosto de briga, mas já tive que me defender na escola... ainda bem que não bati na Euntak, não quero me prejudicar na competição... sunbae, acha bom que ignoremos as provocações? Eu posso me esforçar mais, afinal aguento muita coisa antes de explodir... e também não quero prejudicar vocês.

Ela termina a maquiagem e fica admirada em como Yuki tinha ficado bonita.

- Parece um anjo, Yuki – sorri para a amiga japonesa – Yuki é a delicadeza e Hyerin é a força. Muito legal isso – e tentando ser otimista, fala – vamos superas essas coisas, certo.
Okley
Cavaleiro Jedi
avatar
Cavaleiro Jedi

Mensagens : 226
Data de inscrição : 04/11/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Okley em Qua Maio 03, 2017 11:01 am

Com um sorriso no rosto respondeu a Minsoo, não queria ser orgulhoso, que acabou saindo anda mais para sem jeito com a situação. – O modo de seleção é o mesmo e eu nem sou tão bom assim.

Vou pegar um pouco de agua antes de ir para o vestiário sendo acompanhado pelo Minsoo – Sou igual a todo mundo... que bom que acha que sou legal... – Mantinha um sorriso amigável no rosto, agradecido pelo elogio, nem parecia toda aquela celebridade que as pessoas falavam. - Não me incomodo com isso, as pessoas agem assim. Um dia você vai compreender isso.

Nem se preocupou tanto com quem estava no vestiário, somente foi para eu armário. Tomou banho em um dos chuveiros e retornou para se arrumar para apresentação, nesse momento o Minki fez uma cara de emburrado, Tae fez que nem se importou tanto com a atitude dele.

Observou uma atitude estranha de um dos garotos da fila de tras, que mantinha focado nele, continuou agindo normalmente porem ficou vigiando o que ele iria fazer. Ele se aproximou sem fazer sinal que iria desviar do caminho do Tae, esperando um empurrão de ombro. Tae por sua vez não abriu espaço para ele passar, se mantendo firme para qualquer esbarrão, não iria se mover. Mesmo com as ameaças e tentativas de intimidar pelo garoto, Tae permaneceu sério, confiante, sem deixar se abalar. Visivelmente não estava afim de mostrar fraqueza naquela situação, sem demostrar que partiria para agressão, mas estava pronto para se defender.

- Eu deveria me importar? – Disse olhando fixamente para ele, retribuindo no mesmo tom que lhe fora dito. Desviou de canto o olhar para observar, vendo que chegavam os outros o cercavam. Começou a conversar tentando sair através da conversa, permancia sem medo ainda. – Está bem acompanhado, está com medo de que?
Larissa Aprill
Tecnocrata
avatar
Tecnocrata

Mensagens : 386
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Larissa Aprill em Qua Maio 03, 2017 11:07 am

Eu Se acha graça da reação dele, pois significava que seu disfarce era bom. Ela mesmo se achava estranha sem os longos cabelos. Então em tom de brincadeira ela dá um tapinha em seu braço.

-  Aigoo... Geugeos-eul wihae sagwa? Dangsin-eun hangsang jeoleul dobgoissda. geuligo jom deo pyeon-anhage jal os-eul seonhohabnida. Minha nossa...Se desculpar pelo que? Você sempre está me ajudando. E eu prefiro me vestir assim, me sinto mais a vontade.

Ele a observava atentamente e isso a faz corar, mas então ele faz uma pergunta que ela já tinha parado para pensar antes.

- Naneun-i dangyeneun amado hihihi jeon-e balgyeondoebnida jeondalhabnida nado molla. Sasil nan geunyang naega joh-ahaneun mueos-eul jaesaenghal su-issneun jayuleul gajgo sip-eo, kkeutkkaji gal saeng-gag-i eobs-seubnida. Eu não sei se vou passar em todas as fase, provavelmente serei descoberta antes hehehe. Na verdade nem tenho pretensão de ir até a final, só quero ter a liberdade de tocar o que eu gosto.
Gakky
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1254
Data de inscrição : 08/07/2015

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Gakky em Qua Maio 03, 2017 2:18 pm

Os olhos de Yuki brilham quando Hye-rin fala aquelas coisas tão bonitas. Ela fica paradinha para que possa ser maquiada, mas acaba fechando os olhos as vezes porque não estava acostumada com o lápis.

- Obrigada sunbae. Pode contar comigo também! Assim como a Eun-Ji disse. Também quero que vá na minha casa um dia para assistir animes e ler mangás!! Se quiser... Se quiser podemos fazer outras coisas também. Eu adoro tomar banho de mar por exemplo.

Depois continua ouvindo as palavras de Hyerin sobre a vida dela. Quanto mais Yuki ouvia, mas tinha certeza do quanto as pessoas podiam ser assustadoras e cruéis. Tinha medo que suas novas amigas se envolvessem em brigas e acabassem com problemas também.

- Isso Eun-Ji e sunbae, vocês precisam evitar ao máximo brigar com elas - Logo uma ideia passa pela cabeça de Yuki - Provavelmente é isso que elas querem, nos tirar da competição! Já entendi tudo. Ei, sunbae, você acha que seria sensato a gente fazer amizade com o Min-ki e os amigos deles? É que dá última vez deu tanta confusão, talvez se tentássemos desfazer essa tensão as coisas melhorassem... Eu acho...

E então sua maquiagem termina, Yuki olha na câmera do celular de Hyerin e fica surpresa, sorri tímida e responde:

- Ual, obrigada! - Depois vira para responder o comentário da ruiva, sem esconder o sorriso - Acha mesmo? Não me sinto tão comum agora.

Luxi
Moderador
avatar
Moderador

Mensagens : 956
Data de inscrição : 02/03/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Luxi em Qua Maio 03, 2017 10:26 pm


Yuki, Eun-Ji


Hyerin parecia tão desacostumada com abraços quanto Eunji, pois ela ficou imóvel feito uma estátua bonitinha, com as mãos abertas e os olhos arregalados. Essa reação durou apenas alguns segundos, até que ela sorriu e retribuiu encostando as mãos nas costas da ruiva, tão de leve que talvez nem constasse como um abraço. No entanto, ela tinha um sorriso bem largo no rosto e suas bochechas inflaram.

- Podem me chamar de Rin, se quiserem. Eu nem sou mais velha que vocês - coçou o rosto. - A partir de agora estamos no mesmo barco…. E eu? Na sua casa? - pareceu muito surpresa por ser convidada., mas não era nem um pingo de desdém como estava acostumada. Na verdade, seu rosto se iluminou. - Ótimo. Confesso que estou meio desatualizada.  Eu lia alguns manwas antes de começar a treinar… É, de romance, não riam. -  mas ela mesma tinha um sorriso no rosto.  -  Faz realmente muito tempo que eu não vou ao mar. Vou gostar muito.

Então as garotas ponderavam sobre as provocações e o que fazer com elas. A loira concordou com a cabeça.
- Não podemos deixá-las conseguir nos expulsar. Por pior que seja a provocação,  nós só precisamos torcer para que sejam eliminadas… e que definitivamente não formem um grupo com a gente. É claro que ninguém precisa saber se algo acontecer com elas lá fora. - um sorriso sombrio brotou em seu rosto, mas ela logo quebrou a tensão com uma risada. -  Verdade que vocês querem ser amigas do Min-ki-oppa?  - ela pareceu ficar muito animada. - Tae-sunbae disse que ficava chateado com a situação em que a WINGS tinha virado, então eu acredito que ele queira uma reaproximação. Ele é orgulhoso. Os dois são. Mas se vocês conhecerem um pouco o Min-ki, vão gostar logo dele. Então acho que os dois podem ser amigos de novo. Ele é muito engraçado. Não fica parado um minuto. Vocês dariam boas risadas - tagarelou a respeito do amigo. - Ele é um crianção e sente muito pelo que fez com você. É só que… ele não pode admitir isso com o sunbaenim por perto. Sabe?

O celular de Hyerin tinha um pedaço de tela rachado, mas ainda assim era possível se ver muito bonita através dele. Tanto que uma menina que estava de passagem fez questão de virar o rosto e exclamar alto ao ouvir o comentário:

- Ah! Que bonitinha!! - Chae So, a garota do hiphop que estava na sala delas, terminava de se arrumar ali perto e por acaso estava prestando atenção em toda a conversa. - Ah, que inveja! Eu queria conseguir ficar bonita assim só com maquiagem… o diretor acha que eu preciso emagrecer… - comentou desanimada.

- Não se preocupe. Diretores sao neuróticos. Não faça nada extremo por causa deles, por favor - Hyerin respondeu, ganhando um  sinal de fighting.

- Tudo bem. Bem, eu só queria dizer que estou torcendo muito por vocês. Eu nem acredito que vocês são tão legais mesmo tendo levado “três sim”. Hahaha. Boa sorte para nós!  - a menina saiu alegremente do vestiário. Atrás dela, não intencionalmente, Peach saiu também, balançando a bela cabeleira presa em um rabo de cavalo.

- Quem diria… - riu. -  Agora vocês têm fãs. Estão vendo? Acho que a força e a delicadeza são vocês.  Ah! Eu acabei não usando as faixas, não é? Olha. Onde vocês estão com dor? Me mostrem que eu colo em vocês.

Ela retirou dois rolinhos de fitas coloridas autocolantes. As tais das fitas de fisioterapia.

(para vocês saberem a aparência e como fica na pele)

De repente, elas ouviram no vestiário ao lado um barulho alto que ecoou pela quadra. Talvez fosse só alguma coisa caindo, mas do lado de fora algumas cabecinhas começaram a se juntar.

Tae

Minsoo sorriu com as falas misteriosas de Tae. Sua humildade aparente o fazia sentir confiança, o que era bem diferente do comportamento de Dam.
- Espero chegar na final e poder fazer parte do seu grupo. Você daria um bom líder - comentou logo ele, que tinha toda a calma e diplomacia em sua fala.

No vestiário, o clima ficava tenso. Algumas pessoas em volta notaram o que ia acontecer, pela intenção do garoto encrenqueiro e porque Tae não se movia. Era óbvio. A frase em tom sério e ameaçador de Tae fez com que o valentão mexesse os olhos de forma alucinada, tentando encontrar qualquer vestígio de medo no rosto do famoso, sem sucesso. Frustrado, seu rosto ficou completamente vermelho e a provocação simples que insinuava medo fez a mão do moleque tremer. Primeiro, ele balbuciou alguma coisa sem sentido, espumando de raiva, mas não podia recuar porque estava cercado de meninos inseguros que ansiavam por promessas cumpridas.

- Seu playboyzinho escroto. Almofadinha folgado. - ele dilatou as narinas, inspirando todo o ar abafado de vestiário e seu punho cerrado fez uma trajetória previsível para alguém treinado como Tae. Ele só levaria aquele golpe se fosse sua vontade, no mais, podia simplesmente afastar o rosto ou bloquear, como preferisse.

- Ei… Ele não fez nada -  Minsoo surgiu de trás de uma fileira de armários, parecia confuso e  preocupado. Seu caminho foi bloqueado por um dos capangas do rapaz -  Por que estão brigando?

- Esse otário fica provocando todo mundo desde o primeiro dia. Foi falar dos rappers, ser cuzão na quadra.  Isso aqui não é área dele.

- “Área”? - Minsoo meio que riu do comentário, realmente achando engraçado e até um pouco estúpido. Isso foi o suficiente para fazer o braço gordo do amigo do valentão empurrar Minsoo, que não era tão habilidoso como Tae e bateu contra o armário. No segundo seguinte, antes que conseguisse dar um soco no amigo de Tae, o próprio agressor foi jogado contra um armário com o peso de um Dam furioso, que pressionou o braço contra o pescoço dele e o olhava com profundo ódio. O garoto tossiu. Nem todo mundo estava feliz de assistir a confusão agora. O garoto gordinho que acompanhava Min-ki e o menino mirradinho (Go Mi Nam) tinha acabado de sair de fininho do local.

- Ow, ow ow, que que é isso? Todo mundo quer ser expulso? Calma lá gente, haha...- gritou Joon, nervosamente, e fingindo ser da turma do “deixa disso”, querendo livrar Tae de um barraco no vestiário. Ele fez menção de abrir espaço para tirar o garoto de lá, mas alguém o empurrou também, gerando uma sessão de  empurra-empurra ali dentro, praticamente contra quem estava a favor de Tae, que ainda era mantido no centro.



Eu Se

- Verdade? Você se sente melhor assim? - agora sim Amihan estava surpreso. - Eu pensei que… bem, você sabe o que eu pensei sobre a filha rica de um diplomata. - riu um pouco. - Entendi…  é tudo por um sonho da música. Isso é bem legal, mas quando vai saber que está livre para tocar o que quer? Você pode fazer isso agora, sendo outra pessoa, mas quando Hyun Eu Se vai conseguir fazer isso?

Antes que ela pudesse responder, porém, eles viram o amigo gordinho saindo do vestiário com o rosto bem vermelho. Ele correu com passos atrapalhados até a arquibancada com cabelos e rosto ainda úmidos. Os óculos estavam embaçados, escondendo uma expressão apavorada
- O tal do Tae… está brigando no vestiário  - ele mal conseguiu falar. De tão branco que estava, nem sabia dizer se Min-ki estava ali no meio.

Será que a briga envolvia Min-ki de novo? Amihan apenas trocou um olhar com Eu Se antes de se levantar e ir até lá sem dizer nada. Não queria que o amigo fosse expulso, mas seria ele sozinho capaz de impedir o que quer que estivesse acontecendo lá dentro? Um estrondo de algo se chocando contra um armário fez eco na quadra. Algumas pessoas dispersas por ali esticaram o pescoço para entender, sem sucesso, o que estava acontecendo.
Gakky
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1254
Data de inscrição : 08/07/2015

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Gakky em Qua Maio 03, 2017 11:25 pm

Quando Rin fala que já leu romance, Yuki fica com os olhos brilhantes e exclama:

- Romance!! Esses são meus favoritos! Eu tenho uns ótimos! É claro que vamos priorizar os treinos antes.

Então elas falam sobre as estratégias que seguiriam no concurso. Apesar de ter dado a ideia, Yuki sabia que não teria coragem de falar com os garotos Min-ki e o baixinho. Mas não guardava nenhum magoa do Min-ki, só tinha ficado triste pela confusão que tudo isso havia causado.

- Eu só quero esquecer o empurrão. Eu sei que dei a ideia, mas... Nem sei como falar com eles... Eu sou meio estanha quando estou com garotos.. Fico nervosa ainda mais se forem bonitos... Me atrapalho nas palavras.

Com a maquiagem, Yuki sentia que estava mais perto de se tornar uma famosa do k-pop! Nunca pensou que fosse ficar tão bonita de maquiagem. Já podia se ver cantando em palcos cheios de efeitos especiais.

- Obrigada, ficou incrível! Nunca me vi assim antes.

Então uma garota fez um elogio e Yuki corou, pois não esperava por isso, muito menos ouvir que alguém tinha inveja dela, era novidade essa.

- Obrigada... - Agradeceu fazendo uma reverência com cabeça.

Yuki lançou um olhar animado para Eun-Ji, depois se voltou para Rin e respondeu:

- Será? Fãs? Isso seria um sonho... Será que nossa sorte está voltando Eun-Ji? Estou me sentindo mais confiante para passar nessa etapa! Vamos conseguir, nós três - Então vê as faixas oferecidas e aceita - Claro! Aqui, está doendo aqui e aqui...

Yuki aponta onde estava doendo para colocar as faixas, elas eram muitos legais e nunca tinha usado algo assim antes.Então ouve que estava acontecendo algo la fora, fica preocupada e avisa para as amigas:

- O que será que aconteceu? Melhor irmos lá ver, espero que não seja algo relacionado com a Eun-Tak... Será que alguém se machucou com algum equipamento? 
shamps
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1036
Data de inscrição : 04/04/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por shamps em Qui Maio 04, 2017 1:49 am

As três garotas concordavam em uma coisa: não cair na provocação das garotas-varejeiras. Yuki também precisava ser forte e não chorar, Eun-Ji teria que controlar sua vontade de bater nelas para defender a amiga e Hyerin já sabia como lidar com aquele tipo de situação.

- Seremos fortes...

Ficou feliz ao ver que Rin estava se enturmando com elas, que alegria era ver seu círculo de amizade crescendo assim.

- Então... Rin... – mesmo da mesma idade, Rin ainda era sua senpai e parecia certo chama-la de sunbae – não te chamo mais de sunbae, mas só porque você pediu hahaha – foi uma risada descontraída, como a tempo não fazia. Parecia uma cena bucólica de amigas conversando.

Nessas conversas descontraídas, surgia a ideia de fazer amizades com Min-ki e Mi Nan, o que a jovem achava muito interessante.

- Eu não me importo em esclarecer as coisas com aqueles meninos. Me parece o certo a fazer. Você nos intermedia, sunbae? – tinha expectativa em seu pedido e no olhar – nisso, Yuki comentava sobre sua timidez e Eun-Ji entendia perfeitamente aquela sensação, pois ficava envergonhada perto de Dam e se esforçava muito para parecer normal – Yuki, com a Rin acho que dará tudo certo! Eu entendo o que quer dizer, mas me esforço bastante para conversar com eles – fica corada ao se lembrar do breve momento fofo que teve com Dam e suspira apaixonada – pelo que a Rin falou, ele deve ser bem animado.

A ruiva sorria animada para a amiga, sabia que ela ficaria linda maquiada.

- Você está muito fofa... uma verdadeira idol – sorriu, e logo depois  Chae comenta também sobre a beleza de sua amiga – viu só – a menina do rap continua e Eun-ji se enche de orgulho, mas logo muda sua feição com a preocupação da moça – você tem um rosto muito gracioso... como a sunbae disse, não ligue para isso... mas é mesmo uma covardia competirmos contra a beleza da Yuki e da Rin – e sorriu. Depois a ruiva mal pode a creditar no que ouvia da rapper, que ela invejava-as. Ninguém nunca invejou a ruiva, ao menos é o que ela achava – obrigada, Chae So. Também torço por você! – e devolveu o gesto típico de boa sorte para a menina. Depois que a moça saiu, Eun-Ji ria animada sem acreditar no que ouvia. Peach saiu logo depois e era impossível não reparar na beleza dela – aiai... ela é tão linda! Eu queria ser bonita assim... – suspirou e ficou pensando se Dam se interessaria por ela se ela fosse bonita como Peach. Eun-Ji não tinha consciência de sua própria beleza, de suas próprias qualidades. Aquela audição estava sendo muito reveladora para ela.

Yuki voltava a se animar e isso era muito positivo.

- Vamos passar sim! ...  Fãs quem tem é a Yuki, hihihihi – deu uma risadinha.

Rin explicou sobre as faixas e a ruiva sentia que era bom por uma faixa daquelas nos ombros, para aliviar o estresse muscular, mas sua vergonha e medo fez com que ela abrisse só os primeiros botões da blusa e expusesse só o ombro mesmo, sem revelar as costas e tentou de todas as maneiras ficar de frente para elas, não queria que nem uma pontinha de suas feridas ficasse exposta.

- No... no ombro... sunbae...

Logo que teve os ombros enfaixados, um forte estrondo foi ouvido do lado de fora do vestiário, seguido de algazarra. Teve a mesma reação de Yuki, correr e ver o que era, se preocupava com Dam.

- O que foi isso? – espantou-se – parece vir lá de fora ou do vestiário masculino – levantou-se depressa e rumava para a saída, buscando a origem do som. Parecia sim ser no banheiro dos meninos – por Deus o que está acontecendo? – ficou preocupada, parada do lado de fora, pensando o que poderia fazer para ajudar, mas não podia entrar lá, então só falava alto do lado de fora – Dam shi? Minsoo shi? Tae sunbae? O que está acontecendo aí dentro? Vocês estão bem? – segurava firme na mão de Yuki, muito preocupada – ai Yuki, será que os meninos estão lá? Estou preocupada! – as primeiras lágrimas apareciam nos olhinhos claros da ruivinha nervosa. Se lembrou da briga que teve no banheiro da escola e foi horrível, imagine agora com os garotos, já que brigas entre meninos costumavam ser bem piores. E ainda tinha o risco da expulsão do programa. A moça se desespera com o barulho que só piorava lá dentro.

- Alguém faz alguma coisa, por favor – abraçou Yuki para chorar, depois olhou em volta e não viu os meninos por lá – o Dam oppa deve estar lá...
Larissa Aprill
Tecnocrata
avatar
Tecnocrata

Mensagens : 386
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Larissa Aprill em Qui Maio 04, 2017 11:15 am

Ela estava gostando de conversar com Amihan, eles nunca tiveram tempo para se conhecer melhor. Mas ele não fazia ideia de como era sua vida. Além do dinheiro e glamour, Eu Se já tinha um destino traçado independente da sua vontade ou não. Ela sabia que seu pai já estava a procura de pretendentes para a filha e não se tratava de um casamento por amor, era tudo questão de política e acumular mais poder. Ao falar ela tinha uma tristeza no olhar.

- Saenghwal nan gwaenchanhda-eseo geuleon ganeungseong-eun eobs-seubnida Não existe essa possibilidade na vida da Eu Se.

Mas antes que conseguisse explicar melhor o que acontecia, ela vê Bae correndo assustado em sua direção. Quando ele fala sobre uma briga com Tae ela sente seu coração bater acelerado. Era possível que Min-ki tivesse se desentendido com Tae novamente. Ela vê Amihan indo  direção ao vestiário, enquanto isso ela faz Bae sentar e entrega a garrafinha de água para ele.

- Gwaenchanh-a? Você está bem?

Então um estrondo alto ecoa pela quadra, apavorada Eu Se corre em direção ao vestiário. Esperava que Min-ki não tivesse envolvido e tinha medo do que poderia acontecer. Nesse meio tempo ela perdeu Amihan de vista e passou pela porta do vestiário masculino, mas tinha muita gente e empurra-empurra. Ela vê Tae rodeado por alguns garotos, enquanto o menino mal encarado que discutiu com Min-ki na quadra, pressionava um menino gordo  entre os armários. No meio dessa confusão Eu Se tentava ficar na ponta dos pés e procura a cabeleira loira de Min-ki.
Okley
Cavaleiro Jedi
avatar
Cavaleiro Jedi

Mensagens : 226
Data de inscrição : 04/11/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Okley em Seg Maio 08, 2017 12:25 pm

- Seria muito legal fazer parte de um grupo contigo também. – Falou para Minsoo bastante aminado com a ideia do grupo, ficou até um pouco reflexivo sobre a ideia.

Tae saia que na situação do vestiário não poderia demonstrar fraqueza, teria que acabar com o confronto mais rápido possível. Os outros garotos esperavam uma atitude do encrenqueiro, era hora de pôr respeito sem vacilar.

Não respondeu a ofensa do garoto esperando uma atitude inconsequente dele. Com um soco tão sem jeito e lento, Tae rapidamente se inclina para o lado do rapaz, tomando uma uma posição favorável. Pegando a mão, com o pé acerta o peito e com o outro pé acerta o joelho para fazer o rapaz cair rapidamente, em um golpe de taekwondo. Não era de machucar o rapaz, mas foi rápido e causava impacto nos demais ali, demoraria um tempo até o rapaz voltar a atacar se quisesse.

- Não tenho nada contra rappers ou contra qualquer um de vocês. – disse de forma firme e sem dúvida nisso, porem já bastante irritado com a situação. Estava com o joelho mas costa do rapaz que derrubou, o que não deu para impedir que o Minsoo e Dam entrasse na briga. Se levantou e permaneceu no meio dos que cercavam ele, continuava demonstrando confiança e que não tinha medo do que faziam com ele. Fez uma posse preparado para mais um golpe rápido, de alguém que sabe lutar se preciso, observando rapidamente com os olhos cada movimento.

- Solte ele. – A voz era baixa, sereno e firme ainda. Estava visivelmente controlando a situação. Os gestos precisos, o que demonstrava o porquê que o Minki não entrou em combate com Tae.

Off: Bônus


Golpe:

off: É o primeiro golpe que aparece no video. Só para ter uma noção de como ele fez.

Luxi
Moderador
avatar
Moderador

Mensagens : 956
Data de inscrição : 02/03/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Luxi em Seg Maio 08, 2017 3:50 pm


Yuki, Eun-Ji

- Está dizendo que achou o Min-ki-sunbae bonito? - Hyerin sorriu de uma forma brincalhona para Yuki, divertindo-se com a timidez dela. - Bem, ele e o Tae-sunbae eram chamados na agência de “dupla imbatível”, porque misturavam aegyo e sexy - dessa vez ela ficou muito sem jeito e escondeu uma mecha atrás da orelha, sorrindo excessivamente. - Mas não se preocupem. A fama de inalcançável estava com o Tae, mas se conseguiram ser amigas dele, Min-ki será bem fácil e eu vou intermediar, podem ficar tranquilas.

- A modelo ajudou - Hyerin piscou para Yuki, concordando conforme Eunji falava, exceto quando falou sobre sua beleza. - Eu? Eu, bonita? - riu.

- Pois eu acho vocês três muito bonitas. E todo mundo está comentando sobre o cabelo da Eunji - Chae Soo admitiu, bem tranquilamente e depois saiu animada, por ouvir apoio das colegas.

Enfim em paz, a loira ajeitou as bandagens colantes nas garotas com alguma habilidade, mostrando estar bem acostumada. As duas podiam sentir um certo alívio no corpo, que continuava cansado, mas parecia que as fitas ajudavam a manter o corpo no lugar, com uma postura obrigatoriamente mais correta (no caso dos ombros) e, consequentemente, com menos dor ao fazer movimentos. No caso de Eunji, Hyerin não questionou o embaraço da ruiva, mas notou que a mão da amiga teve que passar perigosamente perto da cicatriz,  mesmo que não estivesse olhando para ela. Por sorte, o barulho cortou o momento e  desmanchou a expressão animada da sunbae para uma seriedade crua. Sua imaginação sobre o que poderia estar acontecendo lá dentro apontava para as duas únicas pessoas que ela realmente não queria que brigassem lá dentro.  Carregando uma das faixas lá para fora, a loira olhou tensa em direção ao vestiário masculino.

Ali perto, um aglomerado de pessoas curiosas ficavam tentando entender o que acontecia e a curiosidade só aumentou quando um coro masculino fez um surpreso “Whoaaa”. Alguém tinha feito algo impressionante.


Eu Se

Logo recebendo a resposta positiva do amigo, Eu Se correu para o vestiário, que tinha um clima tenso no ar. Não pode encontrar Amihan ali no meio. Sendo o “garoto” mais baixinho do lugar, o que ela podia ver era que uma rodinha era feita em volta de Tae, e também reconhecia aquele garoto alto (Dam) que tinha gritado com Min-ki mais cedo e agora enforcava um terceiro contra o armário. Na ponta dos pés, ela acabou sendo empurrada na direção de um garoto mal encarado, que rosnou e deu um passo para o lado. Ela quase caiu no chão, se não fosse por um braço sarado que amorteceu sua queda por alguns segundos, antes que seu dono se desvencilhasse dela sem nenhuma delicadeza, com um olhar esquisito. Entre um balé e outro, um estrondo rompeu no vestiário, quando um coro de “Whoaaa” foi ouvido somado a algumas batidas na porta do armário, como tambores anunciando algo incrível. Coincidência do destino, nesse momento ela acabou dando de cara com Min-ki,  que tinha acabado de deixar o banho com a toalha enrolada na cintura e agora olhava curioso para a briga.

- O que está acontecendo ali?

Tae + Eu Se


O agressor mal teve tempo de reação, indo ao chão com um baque surdo e resmungando no chão. O empurra-empurra teve um fim progressivo, pois agora todos estavam interessados no que estava acontecendo. Um ruído coletivo que cresceu como em uma arena de gladiadores. Garotos que não tinham nada a ver com a história fizeram um “Whoaaaa” impressionado e rufaram tambores improvisados com as portas dos armários do vestiário.

- HYUUUNG - berrou Joon, eufórico como os demais.

Tae podia sentir um respeito conquistado automaticamente por uma audiência que geralmente não era a sua. Aqueles garotos agora queriam ser como ele. Dam ouviu a ordem de Tae e afastou com relutância o braço do pescoço do menino, que ajoelhou-se no chão e começou a tossir, agora com a cara vermelha, enquanto tentava ofender Dam, sem sucesso.

- Mais alguém? - Dam deu um passo para trás, mas fez questão de encarar os outros três comparsas dos agressores.  Constrangidos, os rapazes restantes olhavam entre Tae, Dam, e os companheiros no chão. Eles recuaram e um deles até disse um “Não, não, tudo bem, tudo bem. A gente não quer briga não”.

Um dos amigos do derrotado foi ajudá-lo, pedindo para que ele não continuasse a briga. Humilhado, o garoto olhou cheio de raiva para Tae, o mesmo tipo de olhar que Park havia lançado a ele no primeiro dia. Aparentemente ele precisava se acostumar com isso.  Alguns já começaram a rir da situação ou assoviam debochando a trupe, que desfazia a rodinha e começava a deixar o vestiário.

Minsoo já estava recomposto e deu um sorriso sem graça quando a confusão terminou.
- Não é fácil ser amigo de gente  famosa - brincou.
Dam continuava de cara fechada ali no meio. Finalmente quando a roda estava aberta , Min-ki apareceu ali no meio, junto com seu amigo baixinho (Eu Se), sem fazer a menor ideia do que tinha acontecido. Dam encarou os dois, como se esperasse que fossem arrumar confusão também.
Minsoo olhou o loiro e depois piscou, olhando confuso para Go Mi Nam, alguma coisa passando em sua mente.
Minki suspirou pesadamente. Não o deixavam em paz nenhum minuto?

Do lado de fora, uma nova comoção:

- TAE-OPPAAAAAAAA - ouviram então o coro de meninas do lado de fora, preocupadíssimas e em tom sofrido. Queriam notícias de seu oppa.

- Nossa, que insuportável - Dam fez uma expressão irritada pra porta, enquanto Minsoo apenas riu.

Min-ki revirou os olhos e resolveu prestar atenção em Go Mi Nam.
- Ah! Go Mi Nam! Está se sentindo melhor?


Yuki, Eun-Ji

Do vestiário, logo um garoto que elas não conheciam, mas tinham visto na arquibancada bem acompanhados por outros rapazes, saiu em bando. O aparente líder estava bem nervoso e xingava sem parar. Os outros não pareciam tão valentes. Pelo contrário, pareciam ou consumidos de medo, vergonha, ou preferiam ficar quietos.

- O que houve?
- Tae-oppa se machucou?
- Foi aquele delinquente?
- O que aconteceu?

Várias garotas começaram a gritar para o grupo. O líder se irritou e berrou:
- Calem a boca. Sai daqui. - e abriu espaço com a mão, empurrando as meninas, para ir em direção à saída. As garotas os xingaram e se aglomeraram na porta.

- TAE-OPPAAAAAAAA - gritou um coro de meninas, entre elas Yieun e Euntak.  

Um rapaz loiro de cabelos enroladinhos saiu pacientemente do vestiário e comentou com toda calma do mundo:
- Não tem nada pra ver ali, garotas. A menos que sejam pervertidas. Tae venceu uma luta. Foi só.

As meninas pareceram berrar mais por causa dessa informação.

- Luta? Como assim luta? - Hyerin comentou aflita com as amigas.
Larissa Aprill
Tecnocrata
avatar
Tecnocrata

Mensagens : 386
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Larissa Aprill em Seg Maio 08, 2017 5:15 pm

Assim que Eu Se entrou no vestiário, ela se viu presa numa multidão que se aglomeravam para ver melhor a briga. Ela que estava de ponta de pés, para ver melhor, acabou sendo empurrada por alguém e perdeu o equilíbrio, mas antes de atingir o chão, um garoto sarado e com braços fortes a amparou, houve uma troca de olhares por alguns segundos. Então ele a soltou bruscamente, fazendo a menina se agarrar na pilastra da parede para não cair.

Nesse meio tempo ela vê Tae derrubar o cara em segundos e um coro de admiração ecoa pelo ginásio, assim como algumas pessoas rufam as palmas pelos armários, criando um verdadeiro clima de batalha. A própria garota fica admirada com a performance de Tae, ele devia ser um bom lutador. Nesse momento Min-ki surge a sua frente usando apenas uma toalha enrolada na cintura.


Off: Ignorem o fato que ele arranca a toalha na frente dela hehe

Eu Se fica sem reação, ela observa aquele gotícula de água cair do cabelo dele e pingar nos ombros escorrer pelo tórax até sumir na borda da toalha. Ela engole em seco enquanto sentia seu coração bater descompensado no peito. A voz de Min-ki ecoava pela sua cabeça, mas ela tinha dificuldade em formar uma frase eloquente.

- Tae... ssaum ... Dangsin-eun ... Tae....briga... você...

Min-ki a chacoalha pelos ombros e pergunta se ela está bem. Então a menina percebe que o vestiário já tinha esvaziado e próximo a eles estavam Tae, Minsoo e o garoto mal encarado de toalha.



Eu Se tampa os olhos e esconde o rosto com o capuz da blusa. Ela não conseguia lidar com isso, era muito homens bonitos juntos. E porque eles tinham que ser tão sexys de toalha?
shamps
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1036
Data de inscrição : 04/04/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por shamps em Seg Maio 08, 2017 7:42 pm

Conversar com as meninas estava sendo divertido e Eun-Ji riu junto com Rin quando ela falou dos meninos bonitos. Animou-se quando a loira falou que as ajudaria a fazer amizade com o loiro-caminhão.

- Vai ser divertido, Rin – olhou para Yuki também.

Quando Chae comentou sobre o cabelo de Eun-Ji, ela começou a enrola-lo nervosamente.

- Estão falando mal... todos odeiam o meu cabelo – referia-se aos parentes e aos colegas de escola, mesmo se lembrando dos comentários de Bora e Bonnie – meu avô acha feio. As garotas do colégio jogam bolinhas de papel em mim... – e olhou para o chão fazendo um muxoxo – deixa para lá!

As faixas no ombro foram um alívio para dor, aquilo realmente ajudava. Mesmo nervosa por conta das cicatrizes, a ruiva agradeceu por aquele alento.
Por sorte o barulho a tirou daquela situação embaraçosa. Do lado de fora do vestiário masculino, ela só podia ouvir a agitação vinda de dentro. Estava nervosa por não ter respostas de seus amigos. Ela começa a chorar já pensando nas coisas horríveis que podiam ter acontecido.
Afasta-se para os mal-encarados passarem, um pouco assustada, mas continua olhando para a porta até o loirinho estrangeiro falar.

- Alguém se machucou? – perguntou ignorando a piada dele – l... luta? Meu Deus! – ficou abalada com a informação. Olhou desesperada para Yuki, mesmo que a informação dissesse que Tae vencera, ainda tinha Dam e Minsoo, além do amigo de Rin.
Gakky
Mestre Jedi
avatar
Mestre Jedi

Mensagens : 1254
Data de inscrição : 08/07/2015

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Gakky em Seg Maio 08, 2017 10:25 pm

- N-Não! Não! Er... Não é feio... - Respondeu Yuki vermelha e nervosa sobre a afirmação de Rin  - Eu só quero acabar com a briga! Não é como se eu... É...

Yuki não queria que pensassem que ela queria algo com o Min-ki, isso seria meio errado e constrangedor. Mas na hora dos elogios Yuki fica toda feliz e pela primeira vez se sente realmente bonita. As fitas ajudavam bastante a tirar a dor, por isso Yuki agradece:

- Muito obrigada!

Depois se vira para Eun-ji e tenta motivá-la:

- Não Eun-ji, estão com inveja, seu cabelo é lindo. Elas não querem admitir, não é Rin?

Logo ouviram barulhos da confusão. Então Yuki vai para fora com as amigas para ver o que estava acontecendo. Eun-ji começava a chorar preocupada, enquanto Yuki sentia o coração apertar e procurava com os olhos por seus amigos. Será que eles tiveram problemas no vestiário como elas? Será que foi mais grave? Pelos comentários, Yuki percebeu que falavam muito do Tae. Logo a palavra machucado surgiu nos comentários. Yuki sem saber o que fazer, tenta consolar a amiga, mas a verdade é que estava muito nervosa também:

- Calma Eun-ji, não devem ter se machucado... Espero que não...

Vai ficar de olho na porta do vestiário, não teria coragem de entrar, mas estava ansiosa para ver o rostinho de um dos seus amigos, principalmente do Minsoo, embora fosse Tae que estivesse correndo riscos. E se eles não conseguissem participar do concurso por causa disso? Seria terrível. O rapaz de cabelos loiros falou algumas coisas e a palavra luta deixou todas mais estressadas. Yuki apesar de sua vergonha tenta falar com o rapaz loiro, faz uma reverência e pergunta:

- Alguém se machucou? Será que não seria melhor chamar um segurança ou algo assim?
Okley
Cavaleiro Jedi
avatar
Cavaleiro Jedi

Mensagens : 226
Data de inscrição : 04/11/2016

Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Okley em Ter Maio 09, 2017 2:43 pm

O garoto não sabia lutar mesmo, serviu para mostrar de como Tae tinha bastante conhecimento na área e não seria fácil entrar em combate com ele. Tinha funcionado o golpe, assim o respeito que queria iria alcançar fácil, já que não estavam dispostos a conversar. Não tinha nada contra rappers ou qualquer coisa com outros participantes novos, o que ficou imaginando de onde saiu esse boato, talvez fosse alguém com medo dele já ser conhecido pela mídia.

A comemoração entusiasmava mais ainda, percebia que crescia a admiração. O Dam mantinha sua agressividade, o que Tae teve que segurar para esconder o sorriso da atitude do Dam. Até que começaram a se afastar lentamente desistindo da briga, que o mostrar dos dentes de Dam só aumentava a intimidação, afugentando ainda mais possíveis confrontos.

- Então começa a se acostumar. –
disse rindo, diferente de como estava durante a briga, soou como já considerava um amigo. Olhou de canto para Minki, mas desconsiderou a presença dele ali, afinal não tinha haver com o ocorrido e estava ocupado com outras coisas, tentando criar novamente um ambiente tranquilo. Por mais que os colegas esperava algo de Minki, Tae ficou sem se preocupar com isso.

A ouvir os gritos das meninas lá fora, só conseguia rir para si, terminando de se arrumar para sair. – Se acalma o Pitbull. – Falou com um sorriso para Dam que ainda não saiu do sentimento da briga, ao contrario de Tae. Desviando o olhar para Minsoo, acompanhando na risada dele, avisando. – Se sair agora as meninas vão para cima de você em busca de noticias.

Esperava sair do vestiário, como o grupo vencedor mesmo, demonstrando que conseguia sair das encrencas facilmente. Sair agora era encontrar vários curiosos, esperar um pouco evitaria mais surpresa. Com Minki não faria nada por agora, por mais que ele teria que se arrumar, o que não faria nada por entender a necessidade dele.
Conteúdo patrocinado


Re: 2º passo - Dança

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Seg Jun 26, 2017 9:08 am