Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    O Jogo

    Compartilhe
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 7020
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    O Jogo

    Mensagem por Lyvio em Ter Abr 25, 2017 11:30 pm

    Musica:





    Após a queda definitiva de Sauron, o Rei Elessar conseguiu fazer com que a paz reinasse na Terra-Média. Muitos anos de paz e prosperidade teve o governo dos homens porém, o mal nunca acaba. Inveja e poder sempre consumiram a mente de muitos dos seres de arda, inclusive o pacato povo dos hobbits, alguns desses, que foram fundamentais para o fim dos planos do Senhor do Escuro, também abrigavam corações repletos de desejo por poder e riqueza, mas esses não puderam se revelar, pois o medo os acometia, afinal, eram poucos que tinham essas características e os bons puniam severamente aqueles que desviasse a real natureza hobbit.


    Esse fato foi comprovado no momento que Saruman " O de Muitas Cores", quase sem poder por ter traído sua missão, foi ao condado acompanhado de seu lacaio Língua de Cobra e lá através de sua voz, -agora mais fraca- convenceu alguns hobbits e montou um pequeno reino onde comandava os pequenos como escravos, no entanto, seus planos foram destruídos pela chegada de Merry, Pipin, Sam e Frodo, os hobbits heróis na guerra do Anel.
    Estes derrubaram Saruman e o expulsaram juntamente com seu lacaio Língua de Cobra do Condado, mas este ultimo ficou tentado pela proposta que Frodo lhe fez, disse-lhe que ele poderia ficar se quisesse. Lingua de Cobra então recusou-se a ir com Saruman.

    Então Saruman se aproximou dele o derrubou, chutando seu rosto logo em seguida. Isto fez a todo o ódio dentro de Grima explodir e no momento que Saruman virou as costas e partiu, Grima pulou e rapidamente puxou a cabeça do mago para traz e cortou-lhe a gargante com uma faca tirada do seu bolso. De imediato os  hobbits arqueiros sob a guarda de Frodo desferiram flechas atingindo Grima e selando seu fim ao lado de seu mestre.

    Conta-se que o corpo de Saruman secou tão rápido que parecia que algo o estava devorando por dentro, então seu espirito subiu em forma de fumaça e pendeu para o oeste, porém, um sopro o empurrou para Leste se dissipando. Nesse instante, Saruman foi condenado pelos Valar a vagar por arda sem descanso numa forma espectral e invisível quase sem forças.

    Ocorre que na espreita por trás de uma das belas árvores do condado estava um hobbit, seu nome era Ben Tukebruque, um hobbit robusto de cabelos e olhos castanhos e aparentava uma idade madura para o povo dos hobbits, era solitário, seu pai morreu quando ele ainda era jovem. Era conhecido no condado pela sua curiosidade e inteligência, tinha uma profunda admiração por Saruman quando este ainda comandava o condado, era mais uma vítima da voz do mago.

    Por essa curiosidade percebeu na mão de Saruman algo como uma luz pálida que exalava de um pequeno ponto no dedo do mago, até que este foi enterrado e o brilho que estava em sua mão desapareceu ofuscado pelas terras.

    Ben esperou até que todos tivessem saído de lá, então escavou o tumulo onde estava o corpo de Saruman, que para sua surpresa já estava na forma esquelética, porém em sua mão ainda brilhava forte aquela luz pálida.

    Ben se aproximou com um pouco de medo e percebeu que era um Anel, um anel negro -um suposto anel que Saruman forjou e se autodenominou "o de muitas cores"- com uma mão aberta desenhado em cima, e dessa mão é que a luz exalava agora mais intensa. Ele rapidamente tirou o anel do dedo esquelético de Saruman e percebeu algo entranho, alguma forma de poder se manifestava na peça, mas ele não sabia o que era, pegou o anel e o colocou no bolso. Por muitos anos guardou esse anel e a cada ano que se passava mais ele queria saber que sensação era aquela que ele sentia sempre que tocava o anel, mas era uma sensação diferente do um anel forjado por Sauron, com ele o hobbit não sentia que necessitava dele para sobreviver ou ficava invisível, e sim desejava cada vez mais descobrir o que era aquele sentimento ao pegar o anel e que ficava mais intenso quando ele o colocava em seu dedo.


    O Trato

    Era a quarta era do sol e a noite caia em Bree, as tochas começavam  ser acesas e em contrapartida uma chuva começava a cair, a cidade era sombria e deserta e famosa por ser um ponto de parada de todos os tipos de viajantes, desde bandidos até comerciantes. Porém, nesta época, o vilarejo ficava esvaziado, poucos viajantes e comerciantes transitavam por essa área apesar de que com o novo Rei de Gondor a criminalidade teve uma grande redução e inclusive em pequenos vilarejos como Bree era possível visualizar soldados com o desenho da árvore branca em seus uniformes e escudos.

    Logo cedo vocês tinham visto uma mensagem anexada em vários locais de Bree, ela procurava pessoas que tivessem coragem para uma "missão" perigosa em troca de moedas e outras coisas bastante valiosas.

    Ben Tukebruque escreveu:

    A todos aqueles que tiverem coragem eu os convoco para uma missão arriscada, mas que pode render muitas moedas para os que a cumprirem com maestria, além de jóias e quem sabe, artefatos raros ou especiarias pouco conhecidas. Aos interessados, me procurem assim que a noite cair no pônei saltitante, estarei no canto próximo a lareira.

    A carta não possuía assinatura

    A carta causou certa agitação na população local, pois a muito não se via algo assim ou alguém convocando mercenários para missões.

    Spoiler:
    Pois bem, post curto introdutório para vocês, se puderem narrem suas ações durante o dia e a reação ao lerem a convocação e se vão aceitar ou não. Considerei que por algum motivo que vocês podem explicar no post vocês estão em Bree.
    Gakky
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1585
    Reputação : 196
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Gakky em Qua Abr 26, 2017 2:29 am

    Bryana não imaginou que fosse chegar tão longe desde que saiu de casa. Havia sido uma longa e cansativa jornada. Inicialmente saiu com uma caravana de mercadores, prendeu o cabelo e fingiu ser um rapaz caçador, usava uma capa com capuz o tempo todo. Por ser mulher, não a levavam e sério, por isso precisou se disfarçar, mas não queria cortar o cabelo, por isso o escondia no capuz e engrossava a voz. Mas foi atravessando a floresta das trevas, seguindo a trilha que encontrou inimigos pelo caminho e muitos problemas também. Não demorou muito para ser descoberta, foi só puxarem seu capuz em uma brincadeira que logo a descobriram. Por sorte um dos homens da caravana de mercadores, era honrado e não quis deixar a garota sozinha na floresta. Durante o resto da jornada, não a deixavam fazer nada e zombavam quando dizia que podia ajudá-los. Suas tarefas se reduziram a limpar as caças e preparar a comida deles. Era revoltante! Em um dos dias da viagem até tentou caçar algo e conseguiu, mas os mercadores não gostaram disso e ainda jogaram sua caça fora dizendo que ela tinha pegado um animal morto qualquer e fingido ser ela quem caçou.

    Apesar da árdua jornada, Bryana sobreviveu e aguentou firme, mesmo em frente as provocações. Por mais que ajudasse, nunca admitiam que ela era boa. Em Bree a expulsaram da caravana. Bryana ficou irritada, mas não por muito tempo. Logo andou pelas ruas do vilarejo encantada com mais um novo lugar que acaba de conhecer. Já não era a mesma menina que tinha sido quando saiu de casa, tudo que viu durante sua longa jornada, a tinha de mudado de alguma forma. Quando lembrava da vida que deixou para trás, parecia algo muito distante. Estava por sua conta e tinha aprendido que não era fácil viver como uma andarilha solitária. Havia aprendido a não esperar o melhor das pessoas. A morte também era um risco mais presente.

    Andou um tempo procurando trabalho, dizia a todos que era uma caçadora, mas logo riam dela por causa de sua aparência inofensiva. Não havia muitas oportunidades até encontrar a carta, os olhos de Bryana brilharam ao ler o conteúdo do papel. Era tudo que precisava, uma aventura para usar seus talentos e moedas para poder sobreviver por conta própria! Talvez seu nome fosse até cantado pelos bardos depois dessa missão arriscada. Quem sabe depois disso dariam um valor melhor as mulheres, sem ser elogios só por sua boa comida. Pegou o papel de onde estava e em seguida correu para o tal do pônei saltitante, perguntando as pessoas no caminho onde ficava esse lugar:

    - Por favor, pode me dizer onde fica o pônei encantado? Quer dizer... o pônei saltitante?
    TioJoe
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 124
    Reputação : 0

    Re: O Jogo

    Mensagem por TioJoe em Qui Abr 27, 2017 5:31 pm

    Galaaz dirigiu-se até a distante cidade de Bri para uma confraternização de fazendeiros (a mando de seu pai), para discutir melhorias para a reconstrução de Vale, que foi depredada na guerra do anel. Foi uma viagem proveitosa, junto a uma caravana de conhecidos. Chegando a Bri, a confraternização foi logo pela manhã, e depois de uma reunião produtiva, e de experimentar a erva-de-fumo produzida em algumas fazendas da região, achou por bem pernoitar ali, talvez para conhecer algum fazendeiro que negociasse essa erva.

    À noitinha, encontrou afixada próxima ao "Pônei Saltitante" uma mensagem. Coragem... Missão arriscada... Artefatos e Especiarias. É o tipo de coisa que chamaria sua atenção.

    -Bem, não custa nada conferir.

    E dessa forma, entrou, à procura do homem próximo à lareira.
    Vizael
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 9
    Reputação : 0

    Re: O Jogo

    Mensagem por Vizael em Sex Abr 28, 2017 7:18 pm

    De todas as pessoas que Valoran conheceu ajudando viajantes, Lomar era certamente o mais interessante, um estudioso que estava sempre indo e vindo de todos os cantos, para fazer suas sobre pesquisas sobre as criaturas de arda. Suas viagens eram sempre repletas de histórias sobre os diversos lugares que visitou, compartilhava o que sabia das feras que havia estudado o que sempre enriquecia seus próprios conhecimentos.

    Nesta última viagem estudava uma criatura na mata dos trolls e seguiram pra Bree quando terminaram, de onde Lomar voltaria para sua cidade registrar suas descobertas.

    Agora Valoran precisava encontrar outro trabalho, tarefa difícil percebera, nada parecia acontecer em Bree e por uma semana ficou na cidade. Quando então uma proposta surgiu em cartazes.

    — Não é bem o que estava esperando, mas é melhor do que ficar outra semana nessa cidade parada.

    Assim, seguiu ligeiro para a Pônei Saltitante.
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 349
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Tsumai em Sex Abr 28, 2017 9:55 pm

    Allandor já caminhou por tanto lugares desta terra que não surpreendeu se ver no pequeno vilarejo de Bri. Nunca tinha ido tão longe, tampouco tinha interesse naquelas terras, uma vez que aqueles que procurava não eram comumente vistos nestas fronteiras. Contudo, depois de seguir alguns rastros que o levaram às proximidades, o elfo resolveu aproveitar a oportunidade de repousar em uma cama confortável aquela noite. Não lhe faria mal uma pausa para um merecido descanso.

    O elfo chegou a Bri pouco antes do sol se pôr, e, procurando uma estalagem, se viu entrando no Pônei Saltitante. Além do interesse óbvio de conseguir um quarto, Allandor também estava curioso quanto aos bilhetes espalhados pelas ruas do povoado. Talvez alguém necessitado por ajuda o levaria aonde queria.
    Okley
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 226
    Reputação : 2
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Okley em Seg Maio 01, 2017 4:39 pm

    O hobbit mais uma vez vai para Bree conversar e beber com os viajantes da cidade. Quem sabe conseguiria algo de valor de desatentos. Estava levando mais do que o normal pois queria estar fora da cidade por algum tento, precisava de um tempo para pensar e fugir das confusões que se metia, sabia que Bree podia surpreender mais do que esperado.

    Caminhou pelas ruas até que um curioso cartaz chamou a atenção, conhecia já a taberna, porem nunca tinha visto alguém pedindo algo do estilo pela região. Seria divertido ver e ouvir o que teriam para disser, quem sabe sair um pouco de possíveis encrencas.

    Otho foi cedo para taberna beber um pouco, depois iria ver essa historia que tinha pra contar.

    off: fiz um post rápido para poderem continuar o jogo.
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 7020
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Lyvio em Qua Maio 03, 2017 1:04 pm

    Vocês então adentram o Pônei e logo observam que ele não estava tão movimentado como de costume, poucas pessoas bebendo, comendo e jogando se encontravam no local. A Taverna era rustica assim como toda a cidade, completamente feito de madeira, bastante espaçosa. mesas e cadeiras estavam espalhadas por todo o lugar e logo de frente a alguns passos estava o balcão em forma de meio retângulo, estreita, vários tipos de bebidas na parede e pessoas sentadas nos bancos bebendo e comendo sobre ela, um homem gordo de barbas e bigodes ruivos e grandes vestido com um avental atendia as pessoas.

    No salão umas quatro mulheres serviam os demais, por vezes alguns davam um tapa em suas bundas. observando mais atentamente lá no canto direito tinha uma grande lareira próximo dela estavam um pequeno hobbit sentado numa grande mesa, comendo e bêbedo e tanto do lado direito como do lado esquerdo duas pessoas faziam sua guarda, eles não usavam capacetes, uma negra com traços haradianos e outro era loiro lembrando os homens de Rohan, este, segurava um machado e uma espada um em cada mão, a outra vestia uma armadura composta, tinha escudo e espada nas costas.

    O hobbit tinha cabelos castanhos e os traços de seu rosto mostravam que ele não era tão jovem, é provável que ele já tenha a meia idade para o povo dos pequeninos e estava bem acima do peso.

    Hobbit e Guarda Costas:






    Seria o Hobbit o Contratante?
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 349
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Tsumai em Qui Maio 04, 2017 4:06 pm

    O elfo se estabeleceu em uma mesa a espera de uma atendente. Buscou se sentar em uma com pouca movimentação próxima, mas que ainda assim desse para ver o estranho grupo formado pelo Hobbit e por homens do leste. O que faria aquele tipo de gente ali? Provavelmente era o responsável pelos bilhetes solicitando mercenários, mas Allandor não arriscou se expor dessa maneira antes de ter qualquer comprovação. Assim, aguardou sentado em seu lugar enquanto comia alguma coisa. Aproveitou para ficar atento aos arredores e buscando qualquer outro evento incomum.
    Gakky
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1585
    Reputação : 196
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Gakky em Sab Maio 06, 2017 2:55 am

    Bryana coloca o capuz e entra na taverna. Ela observa ao redor para ter uma ideia do lugar. Era uma típica taverna, com bêbados e porcos nojentos. Mas ela logo procura pela lareira, quer saber quem é a pessoa que colocou o anúncio. Logo vê alguém incomum, um hobbit gordo de cabelos castanhos. Bryanna nunca imaginou que um hobbit pudesse ser o líder de algo assim. Talvez não fosse uma missão tão perigosa assim, talvez ele só perdeu algo, pensou. Porém os outros que estavam perto dele, o faziam parecer importante.

    Bryana vai se aproximar com cuidado, tira o capuz, respira fundo e se apresenta:

    - Com licença - mostra o papel para a mulher negra - Eu vim por causa disso, são os senhores que estão contratando? Eu estou interessada.

    Preferiu perguntar a mulher, pois talvez sendo do seu gênero, seria melhor recepcionada, pensou.
    TioJoe
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 124
    Reputação : 0

    Re: O Jogo

    Mensagem por TioJoe em Sab Maio 06, 2017 11:25 pm

    Entrando no lugar, Galaaz fica a alguma distância da grande mesa onde está assentado o pequenino, pede algo para beber e aguarda pacientemente a oportunidade para falar. À chegada da mulher que retira o capuz, resolve aproximar-se.

    -Ei, cidadãos... A quem devo dirigir-me sobre os cartazes espalhados pela cidade?
    Okley
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 226
    Reputação : 2
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Okley em Seg Maio 08, 2017 4:10 pm

    Otho entrou no local com grande familiaridade, caminhando para o balcão, conversou com o balconista amigavelmente, sem saber se era conversa de bêbado ou conhecido realmente. O que logo pegou uma cerveja na mão, com um gole saboreando a, logo observou o Hobbit que teria colocado o cartaz, caminhou para a mesa onde estavam.

    Andou e se comportava com era o local ali, sem chamar muita atenção, estava já no círculo envolta do hobbit na mesa observando o que estavam dizendo. Atento a qualquer comentários interessante
    Vizael
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 9
    Reputação : 0

    Re: O Jogo

    Mensagem por Vizael em Ter Maio 09, 2017 9:32 pm

    Chego de forma direta, já olhando a mesa mencionada nos cartazes em busca do contratante, hesito por um instante ao notar ser um hobbit, mas tendo a companhia do que parecem ser guarda costas julgo que realmente deva ser o contratante e me aproximo da mesa.

    Inspecionando as pessoas que se manifestaram sobre os cartazes e também se aproximaram.

    — Também vim pelos cartazes, você é o responsável por eles?
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 7020
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Lyvio em Sex Maio 12, 2017 3:21 pm

    Allandor apenas observava de longe atento a todos os lugares, porém não ocorreu nada de estranho ou anormal do que comumente ocorre numa taverna. Bêbados cantarolando, outros caídos, discussões, jogos tudo absolutamente normal.

    Bryana adentra a taverna coberta pelo seu capuz, para esconder um pouco sua face e tentar passar despercebida, ela dirige-se diretamente a mulher negra que fazia a proteção do homem, apresenta o papel e a indaga demonstrando interesse em ser contratada para a missão.

    A Mulher que era bastante alto apenas desce seu olhar para a moça, acena positivamente e responde:

    -Sim, aguarde lá por favor. Dizia ela apontando para a mesa do lado.

    Galaaaz, faz o mesmo que Allandor, se mantém distante observando, porém, ao contrário dele, assim que vê uma moça se aproximar ele levanta-se termina sua bebida e também dirige-se ao grupo, ele vê a mulher negra apontando para a mesa do lado e a moça observando.

    Em seguida decide se pronunciar, ele dirige-se a todos e o homem loiro toma a frente de seu senhor e encara-o impassível e com um olhar nada amistoso.

    -Sim, é aqui mesmo, se tem interesse sente-se naquela mesa.


    O homem aponta para a mesma mesa do lado.

    Otho chega e parecia bastante simpático. Se dirigindu ao balconista e pediu uma cerveja, deu alguns goles e devido a movimentação ao redor da mesa do hobbit também se foi até ela.

    Ele chegou ainda quando o homem loiro confirmava que o responsável pelo cartaz era o hobbit mesmo e ao olhar direito para o pequeno o reconheceu, se tratava de Bem Tuquebruque, um hobbit de uma família de hobbits aventureiros e que apoiou Saruman, quando este, passando-se por Charcote se tornou uma espécie de governante do condado e passou a maltratar muito os pequeninos que não o aceitavam, até posteriormente ser morto pelos heróis.

    Depois disso, Bem Tuqubruque ficou recluso por muito tempo e sumiu. Bem já tinha sido roubado por Otho, e logo olhou para parando de comer:

    -Olá, Otho! Quanto tempo!? Não se preocupe comigo tudo que aconteceu no condado ficou por lá! venha, sente-se aqui do meu lado e coma a vontade! Você tem interesse no aviso em? Alguém com suas "habilidades" -dizia ele sussurrando- pode ser de grande valia! hahaha!

    Encerrava com um sorriso vazando comida para todo lado.

    Valoran também é bastante direto e indaga o grupo sobre o responsável pelos avisos, observa o pessoal que estava na mesa e ao redor dela analisando cada um e percebe um grupo até variado para algo assim. Quem lhe responde é o Home loiro:

    -Sim, sente-se alí...

    Os mercenários cercam o homem em seu grupo fazendo várias indagações, ele nada responde apenas os seus guarda-costas. Ele ergue seu olhar vira de um lado pro outro observando o ambiente, mas nenhuma movimentação a mais. Ele olha para o grupo -enquanto ainda come- de cima a baixo, e não parece se agradar muito dos que o abordaram, com exceção do pequeno hobbit Otho que logo caiu em sua graça.

    Ele acena então grita:

    -Tragam comida para essa mesa aqui, quero comida para que todos comam bem!

    Era a mesa que eles pediam para vocês se acomodarem. Demora um pouco e vem um belo banquete com carne vermelha, carne branca, peixe, pão, frutas e cervejas.

    OFF: Na verdade, ele pediu a comida para ver se alguém mas chega enquanto acabava sua refeição e esperava vocês acabarem, bom momento para seus personagens se apresentarem e conversarem um pouco.OFF
    Tsumai
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 349
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Tsumai em Sab Maio 13, 2017 3:23 pm

    Allandor ficou de olho, e vendo a quantidade de gente que se aproximava do Hobbit e seus guarda-costas, o elfo se deu conta que realmente era ele o contratante. Assim, deixou algumas moedas para pagar o que tinha comido e bebido e foi falar com o hobbit.

    - Por acaso o senhor é o contratante de mercenários?

    (para adiantar, se ele me mandar para a mesa junto dos outros, considere que já fui lá me sentar).
    TioJoe
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 124
    Reputação : 0

    Re: O Jogo

    Mensagem por TioJoe em Dom Maio 14, 2017 2:00 pm

    @Lyvio escreveu:O homem loiro toma a frente de seu senhor e encara-o impassível e com um olhar nada amistoso.

    -Sim, é aqui mesmo, se tem interesse sente-se naquela mesa.


    O homem aponta para a mesma mesa do lado.
    Galaaz se dirige à mesa, sentando-se, pede outra bebida e aguarda pacientemente. Logo que as primeiras pessoas sentam-se à mesa resolve apresentar-se:

    -Olá, sou Galaaz... Estive na Batalha de Valle, ouviram falar? Os Orientais atravessaram o Rubrágua, e o Rei Brand foi forçado a recuar para o sopé da Montanha Solitária. O Rei Dain, dos anões, juntou-se a nós, e foram três longos dias até rompermos o sítio.
    Gakky
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1585
    Reputação : 196
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Gakky em Seg Maio 15, 2017 12:39 am

    Bryanna segue para o lugar indicado e agradece antes de ir se sentar. Logo vê também outros se juntando a sua mesa, um humano, um hobbit, mais um humano e por fim um elfo. Ela acena para os que vão chegando com um sorriso doce. Então de repente o contratante faz uma pedido esquisito, pediu que trouxesse comida para todos! De fato, para alguém gordo assim, comida deveria ser mesmo importante, notou Bryanna. Ela não vai se fazer de rogada, vai pedir licença e pegar frutas primeiro.

    - Olá, sou Bryanna. Interessante Galaaz! Pelo visto se vier na missão, teremos alguém bastante experiente com batalhas. Mas não se preocupem, também sou muito boa - Morde a maçã e continua - Alguns dizem até que não parece que sei lutar! Bobagem! Eu sou muita boa! Sou arqueira e tenho uma mira incrível!

    Vai pegar um pão e continuar a falar:

    - Este senhor é muito gentil de nos oferecer essa refeição. Não é todo mundo que é assim, sinto bons pressentimentos.
    Okley
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 226
    Reputação : 2
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Okley em Ter Maio 16, 2017 5:14 am

    Chegou próximo a mesa como alguém que só estava analisando o local e para de repente olhando para o hobbit a sua frente. Bem Tuquebruque, que logo fez uma cara de estranhamento, pois esse estava desaparecido a tempo e agora estava na taberna ostentando dinheiro. Tomou um novo gole de cerveja e se aproximou ainda mais da mesa.

    - Olá, Bem!! Então não morreu ainda, bom saber, não apareceu mais pelo condado.  – Esticou o copo, retribuindo a amizade que estranhamente o hobbit fazia a ele. Aproveitou para testar de como estava Bem sobre os assuntos, iria mentir mas vai que ele cairia nessa conversa sairia no lucro a mais - Aquela dívida sua que tu safado fez comigo naquela festa que tu caiu bêbado no milharal ainda está de pé. Ainda pode me pagar, nem vem desconversar como sempre faz.

    Puxou a cadeira do lado do Hobbit, ignorando a imponência e tamanho dos guarda-costas, já que tinha ganhado o direito de ficar ali, diferente dos demais. – Oba! Terei companhia para a cerveja... Vi que está colocando o cartaz pela cidade, que tem de interessante pra contar? Então não é tao difícil assim, para um hobbit que nem eu, mas pagando podemos conversar.

    Deu uma boa risada, ria durante toda a conversa, porém continuava ouvindo atentamente o que o Bem lhe falaria. Aparecia mais um na taverna bêbedo sem muito se importar, mas buscava qualquer sinal e informação de útil, afinal não se via algo assim a um tempo.
    Vizael
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 9
    Reputação : 0

    Re: O Jogo

    Mensagem por Vizael em Seg Maio 22, 2017 8:55 pm

    Faço como solicitado, juntando-me aos outros na mesa atento à suas apresentações.

    — Sim - respondo Galaaz - Chegaram uns fugitivos buscando abrigo em Rhosgobel. Bom, me chamo Valoran, combate não é minha vocação principal, mas todo nós do povo da floresta aprendemos a lutar pra nos proteger. Além disso nas viagens sempre têm um encontro inesperado com algum animal ou bando de saqueadores.

    Também aproveito pra comer alguma coisa quando a comida chega.
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 7020
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Lyvio em Qui Maio 25, 2017 6:40 pm

    O grupo senta-se a mesa com exceção do pequeno hobbit que já era conhecido do contratante que sentou na mesa ao lado. Após todos acabarem as refeições Ben chama o grupo e todos se reúnem na sua mesa.

    Um pouco antes o jovem Otho já parecia curioso, porém o velho hobbit apenas sorri e continua comendo:

    -Direi a todos meu jovem, aproveite e coma bem! hahaha Quanto aquilo, não venha jogar conversa pra cima desse velho, você que estava me devendo hahaha...O tempo passa e você ficou bem mais esperto...

    Após chamar os demais, Bem encara cada um, olhando-os de cima para baixo, ergue a cabeça, olha para a entrada por alguns segundos, mas ninguém aparece.

    -É...só vocês devem servir... Muito bem, deixem-me apresentar: me chamo bem Tuquebruque! Sou um Hobbit do condado assim como meu amigo aqui e sim, sou o contratante! Sei que parece estranho, mas já sou um hobbit de certa idade, idade suficiente para ter riquezas.

    Vamos ao que interessa!

    O hobbit abre um sorriso e retira um mapa de seu bolso, abre-o na mesa e começa a apontar os locais que menciona:

    Mapa:


    -Pois bem, vocês já devem ter ouvido falar em Isengard, não é? Lar de um poderoso mago já falecido. Pois bem, o que eu quero é simples, entrem na torre, peguem tudo que tiver de mapas, manuscritos, desenhos em papiros, livros...enfim, tudo que for de papel e tiver qualquer coisa escrita ou desenhada e me tragam, o  restante que quiserem pegar, podem dividir entre vocês, jóias, decorações de ouro ou prata, especiarias, etc.

    Porém temos alguns probleminhas:

    -A região de Enedeweith, tem apresentado ataques de constantes de Goblins, ele estão se organizando e pilhando todos os povoados nessa região, inclusive, atacam constantemente Isengard, mas estão sendo rechaçados pelos Entes...Árvores gigantes que se movem e falam...Talvez vocês já tenham ouvido falar também! Eles são nosso segundo problema, afinal, eles que estão protegendo Isengard, logo, para chegarem lá vocês terão que passar por eles, pior...a porta da torre só pode ser aberta com a chave e o líder dos entes a tem sob seu poder.

    Mas vamos pensar positivo...hahaha CASO, vocês consigam entrar, é provável que a torre tenha armadilhas comuns e talvez mágicas para deter invasores, aquele velho mago era esperto de mais para deixar seus segredos desprotegidos... E é apenas isso! Fácil não? hahaha De minha parte, darei de presente para vocês uma carruagem com dois cavalos e um fundo falso para trazerem o que puderem, me entregarem o que quero e ficarem com o resto, além disso, comida e água para alguns dias também irão e este mapa.

    Daqui pra lá são em médias umas 350(trezentos e cinquenta milhas). Então, o que me dizem?


    Os olhos de Bem brilham esperando a resposta dos demais.
    Gakky
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1585
    Reputação : 196
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: O Jogo

    Mensagem por Gakky em Sab Maio 27, 2017 11:07 pm

    Bryanna presta atenção as palavras do contratante, estava animada com a nova aventura e curiosa. Pelo menos ninguém tinha reclamado ainda por ela ser mulher, isso a deixava mais tranquila. No começo parecia uma missão bem simples, pegar papéis de uma torre velha, qualquer poderia fazer isso. Mas então a coisa foi ficando complicada, goblins, tudo bem, acho que dá para lidar, pensou Bryanna, então entrou os entes e uma chave guardada por eles! Estava fora de questão matar os entes, pensou, mas logo fez uma teoria, talvez se pedisse com jeitinho, eles poderia ceder, deviam ser bons. Iludiu-se a moça. Então vieram as informações sobre as armadilhas. Pelo menos a recompensa era boa e não tinham reclamado por ela ser mulher. Para Bryanna estava difícil conseguir trabalho, quase impossível, e ter alguém que confiasse nela era um bom motivo para ir. Talvez fizesse sua fama depois dessa missão, e nunca mais ninguém iria zombar dela. Juntaria riquezas e teria uma boa vida depois, afinal, tudo na vida deveria vir com um sacrifício.

    - É mais complicado do que pensei... Mas acho que dá para gente resolver essas coisas. Daremos um jeitinho. Por mim eu aceito. Não sou do tipo que tem medo! - Diz com orgulho tentando demostrar que sabia do assunto.

    Conteúdo patrocinado


    Re: O Jogo

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Dez 16, 2017 1:37 am