Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Compartilhe
    Bastet
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Mensagem por Bastet em Qua Maio 03, 2017 3:28 am



    C h r y s a l i s
    Os Kithain

       



    Para sobreviver em um mundo saturado com Banalidade e separado do Sonhar, as fadas que estavam presas no reino dos mortais, após a Fragmentação, descobriram um meio de proteger seus frágeis espíritos. Esse processo, conhecido como Changeling Way , consiste em criar uma concha mortal que abriga o espírito feérico. As fadas, então, descobriram como implantar  seus espíritos nos corpos de infantes ou bebes humanos, se fundindo com a mortalidade dos hospedeiros sem destruir a alma dos mesmos. Para fazer isso, todavia, os Kithain tinham que sacrificar o conhecimento imediato de sua verdadeira natureza, o forçando à dormência até que pudesse emergir em segurança durante a Crisálida.


    Quando um Changeling emerge de sua Crisálida, ele entra em um novo mundo, com uma nova identidade e o conhecimento de que ele pertence a um Kith (raça feérica a qual o Changeling pertence).  Apesar de ter existido centenas de Kith antes da Fragmentação, nem todos eles permaneceram no mundo humano. Daqueles que não fugiram para Arcádia, apenas alguns sobreviveram.

    Changelings se autorreferem, individualmente em grupo, como Kithain ou “os Kithain” . Mesmo antes da Crisálida, o aspecto mortal do Changeling, ainda adormecido, pode refletir seu kith, assim tornando possível para os Kithain  sentirem a presença de um possível Changeling, apesar do banho de Banalidade.

    Conforme um Changeling envelhece e sua Banalidade cresce (como inevitavelmente acontece), seu Fae Mien (aparência feérica) e aparência mortal começam a se assemelhar mais e mais. Eventualmente ele sucumbe ao destino de todos os Changelings: o kith desaparece, sucumbindo à banalidade e se fundindo à carne mortal de seu corpo, até que a morte do mesmo traga a reencarnação do espírito feérico e o sonho recomece, renovado.


    ***


    Os Kithain têm expectativas bem nítidas quanto ao modo como a idade afeta a identidade. A idade na qual alguém passa pela Crisálida influencia fortemente como um changeling será visto diante da sociedade. Todos os Kithain são considerados parte de uma das três categorias, que são coletivamente referidas como Aspectos .


    Os Infantes:


    Os Kithain mais jovens, não são tão inocentes e ingênuos como aparentam. Apesar de fisicamente entre as idades de 3 a 13, muitos são sábios além sua idade. Alguns viveram vidas sem conta; eles apenas não notam isso em seu estado atual. De várias formas, Infantes são parecidos com crianças mortais. O mundo é seu playground. Eles amam o espetáculo da vida feérica.

    Seus anciões podem pensar, erroneamente, que eles são passivos e pacíficos, mas com tanto Glamour e energia passando pelos Infantes, eles podem ser forças do caos. Os piores são ferozes e viscerais; os melhores podem ser incrivelmente imaginativos. A maravilha e inocência da infância coloca os Infantes mais próximos do Sonhar. A Banalidade os afeta menos do que os outros Changelings — eles vivem em um conto de fadas sem fim. Alguns podem existir em um conto um pouco mais trágico e sombrio, mas mesmo os piores são cheios de mágica.

    Infelizmente, isso também significa que Infantes normalmente tem problemas em serem levados a sério por Changelings mais velhos, especialmente aqueles que se preocupam demais sobre o jogo da vida. Infantes nobres encontram essa dificuldade da mesma forma que plebeus. Confrontados por mortais que insistem em saber o que é melhor para eles — como professores e pais — Infantes são forçados a esconderem suas identidades fadas. Se a pressão do mundo mundano se torna muito grande, eles não tem escolha além de fugir de casa e procurar uma Propriedade Livre pra morar.

    Infantes tem um certo grau de privilégio na sociedade Kithain. Eles são nutridos, ensinados e encorajados. Por estarem aprendendo, eles normalmente são perdoados por seus erros. A inexperiência, todavia, os mantém afastados de muitas atividades adultas. A solução é viver em um Sonhar próprio. Em sua realidade privada, a brincadeira nunca acaba.


    Os Estouvados:

    Qualquer um entre os 13 e os 25 anos é considerado um Estouvado. Tipicamente, eles são rebeldes e hedonistas. Eles são de longe os Kithain mais numerosos. Por causa disso, eles tentam ser os líderes tanto da Corte Seelie quanto da Unseelie.

    Esses Kithain jovens e selvagens perderam a ingenuidade dos Infantes, mas ainda não sucumbiram ao ceticismo dos Rezingões. Apesar disso, eles tendem a ser arrogantes e cheios de si. Conhecidos por suas maneiras audazes e aventureiras, Estouvados amam ser jovens. A cultura mortal os fascina, especialmente seu aspecto criativo. Sua perspectiva da criatividade se torna mais aguda, e o Glamour da música, filmes e de tudo o que for inovador os atrai como mariposas para um fogo quimérico. Quando o fogo da criatividade os consome, eles entendem completamente o que é estar vivo. Essa chama algumas vezes pode ser muito atrativa.

    O esgotamento é o maior medo de um Estouvado. Eles não querem perder nem um momento de sua existência encantada. Afinal, envelhecer traz consigo Banalidade e, eventualmente, a Ruína. Os Estouvados mais extremos preferem morrer a perder a lembrança do que é ser jovem e feérico. Vivendo no limite, eles seguem ambições que os levam a posições de responsabilidade, mas não de autoridade. Se rebelar por desespero é a resposta natural. Estouvados tem vidas cheias de energia e movimento constante. Caos e aventura alimentam sua própria existência.


    Os Rezingões:

    Rezingões são os “crescidos” da sociedade Changeling. Tendo perdido a inocência dos anos que se passaram, muitos se tornam amargos. Eles sentem falta dos prazeres e do Glamour da juventude. Já que os Kithain são muito sensíveis à Banalidade, a idade destrói seu idealismo conforme eles envelhecem. O Rezingão típico ainda é menos banal que o mortal de meia idade, mas pelos padrões Kithain, eles são vistos como teimosos e sossegados e reagem de acordo. Um em cada 20 Changelings é um Rezingão. Eles preferem ser chamados de  Anciãos, mas entre os Infantes e Estouvados o nome “Rezingão” pegou.

    No final dos 20, a maioria dos Anciãos cai perante a Banalidade e perdem sua essência Kithain. Os mais azarados são Arruinados: Eles perdem todas as memórias de suas vidas Changeling. Se um Rezingão conseguiu se manter se manter afastado desse destino por muito tempo, ele sem dúvida ganhou um certo grau de sabedoria. Os Changelings mais fortes encontram meios de abrandar esse processo, mesmo que eles achem difícil se afastar suas vidas mortais, para isso. Eles se veem como os Kithain mais confiáveis e responsáveis. Eles normalmente assumem o dever de tomar conta dos Infantes, já que os Estouvados acham que tem coisas mais importantes para fazer. Eles também são os guardiões das tradições e do conhecimento, e eles estão sempre ansiosos para passar esse conhecimento para os mais jovens. Se pelo menos os Infantes escutassem com mais frequência...

    Os Kith permitidos, para esse jogo, são os que aparecem no livro Changeling: The Dreaming. Faremos uma breve descrição abaixo.



    __________________________________

    We are dancing again in a dream, by the lake...


    IMPORTANTE

    A idade de um changeling também determina seu Glamour, Força de Vontade e Banalidade iniciais.

    Infante
    Glamour Inicial: 5
    Força de Vontade Inicial: 1
    Banalidade Inicial: 1

    Estouvado
    Glamour Inicial: 4
    Força de Vontade Inicial: 2
    Banalidade Inicial: 3

    Rezingão
    Glamour Inicial: 3
    Força de Vontade Inicial: 5
    Banalidade Inicial: 5
    Bastet
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    Re: [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Mensagem por Bastet em Qua Maio 03, 2017 5:10 am



    C h r y s a l i s
    Os Eshu

       


    "Essa parece ter sido uma aventura e tanto... Mas eu tenho uma história melhor! Passe-me um pouco deste vinho aromático, e eu vou te contar…""

    Os eshu personificam o espírito da aventura. Originalmente descendentes dos sonhos das tribos antigas da África, Índia e sua terra natal Chaldea, os Eshu podem agora serem encontrados em qualquer parte do mundo.
    Os Eshu personificam o espírito da aventura. Quando deixaram suas terras natais, os Eshu se estabeleceram pelo mundo e vagaram onde quer que seus sonhos os levassem. Consumidos pelo desejo de viajar, valorizam as características que garantem a sobrevivência na estrada, como o charme, a perspicácia e a criatividade. Após milênios destas viagens, eles aprenderam a se adaptar e a adotar as culturas que encontraram. Isso os tornou talentosos na criação de canções e ao contar histórias realmente surpreendentes.

    A reputação dos eshu os precede. Aprendendo a viver sob a esperteza, um sábio viajante sempre procura boas oportunidades. Se isso significa aplicar um golpe desonesto, que assim seja. Para os Eshu, no entanto, isso é uma via de mão dupla. Se alguém consegue enganar um Eshu, certamente é alguém digno de respeito. Tais trapaceiros são bem recompensados por seu feito; afinal, de que outra forma um Eshu aprenderia novos golpes?

    A curiosidade e a vaidade de um Eshu pode causar-lhe todo tipo de problema. Por esta razão, os Eshu demoram a confiar e tendem guardar as suas próprias opiniões. Suas cerimônias sagradas são realizadas longe de outros Kithain, e apenas alguns poucos companheiros de viagem são convidados a participar. Um convite para um festival Eshu é uma honra difícil de se conseguir.

    Contadores de histórias, bardos, comerciantes e vigaristas, o povo inquieto usa a sabedoria de mil viagens para guiar suas Artes. Artes performáticas lhes servem melhor, pois os Eshu consideram que o espírito do momento é tudo. Qualquer um que forneça a eles novos contos, boas canções ou danças, uma intermediação feliz ou uma bebida forte, é tratado como um companheiro querido… Até que o espírito do momento passe. Inspirados por esta alegria, eles seguem em frente e procuram por aventuras ainda maiores. Outros Kithain podem pensar que eles são inconstantes, mas quem se importa? Aquele que não pode seguir o caminho é melhor ser deixado para trás.

    Os Eshu seguem estes caminhos com orgulho e impressionar os outros é importante para os do seu Kith. Mera sobrevivência não é o bastante – um Eshu deve ter classe. Dignidade é tudo para eles, mesmo que isso envolva uma definição ímpar de “auto-suficiência”. Um eshu vai ficar sem comida e sem abrigo caso aceitá-los signifique abandonar seu orgulho.

    Sempre que possível esses Kithain vestirão trajes e joias esplêndidos que outros consideram exóticos ou chamativos. Para se misturar, eles experimentam as artes e modas locais e rapidamente aprendem a imitá-los. Uma vez que sintam terem aprendido o suficiente, eles guardam o conhecimento consigo. Seja rico ou pobre, cada Eshu traz consigo a sabedoria coletada em todas as suas viagens. Independente daqueles que os outros chamam de duques ou reis, os Eshus se consideram os príncipes das estradas.

    Aparência
    Apesar de existirem Eshu de todos os tipos raciais, em sua forma feérica eles possuem olhos de cores brilhantes e de cores dramáticas, cristalinos como gemas, e parecem sempre cheirar à estrada e aventura. Eles tendem a ser altos e musculosos, com membros longos e traços finos. Qualquer que seja a moda que sigam, os Eshus são sempre elegantes e charmosos. Diz-se que tanto os caminhos da sua vida quanto a própria aurora do tempo pode ser vista ao se olhar nos olhos de um Eshu.

    Estilo de vida
    Eshu estão sempre em movimento. Seu desejo de viajar os leva a todos os lugares. Repórteres, apostadores, diletantes – qualquer ocupação que lhes permita viajar lhes serve bem.

    Infantes:são melhores seguidores do que líderes. Sempre atenciosos e educados, são cheios de perguntas e observações. Porém, eles são principalmente solitários e nunca seguirão o mesmo adulto por muito tempo. Muitos preferem viver como fugitivos ou clandestinos.

    Estouvados: acreditam que as maiores aventuras ainda estão por vir. Um jovem herói pode se apresentar como qualquer coisa, de uma deidade africana moderna a um andarilho engenhoso. Qualquer lenda de um grande herói é um desafio para que ele a sobrepuje.

    Rezingões: tendem a preferir alguns locais para os quais voltarão outra vez e outra vez. Eles aprendem a se estabelecer em cada lugar por tempo o bastante para trocar histórias de feitos já realizados; seus círculos bárdicos são lendários.

    Opiniões sobre os outros Kith:


    • Boggan: Eu nunca entendi plebeus que estão contentes em viver em um lugar e servir apenas um domínio. Sua hospitalidade, todavia, é maravilhosa.
    • Nocker: Artesãos cínicos que não tem opção a não ser se deixarem envolver no mundo de suas criações. Uma pena. O mundo real é muito mais fascinante.
    • Pooka: Um pooka normalmente faz um incrível companheiro de viagens, mesmo que ele tenha um modo estranho de lhe mostrar respeito.
    • Redcap: Horrendos, imprudentes e perigosos. Fique fora de seu caminho, e tome cuidado com seus modos nocivos.
    • Sátiro: Sempre prontos para um conto apimentado de romance ou uma festa selvagem. Tome cuidado com o que eles carregam em suas garrafas de vinho.
    • Sidhe: Os sonhos deles são feitos de vidro. Se eles estudassem esse mundo um pouco mais de perto, talvez eles não vivessem em tamanha dor.
    • Sluagh: Segredos sussurrados fazem histórias interessantes, e eles são audiências muito boas. Vale a pena o esforço de tirar um ou dois contos deles.
    • Trolls: Uma vez que você consiga o respeito de um troll, você pode confiar a ele sua própria vida.


    Referência de Aparência:






    __________________________________

    We are dancing again in a dream, by the lake...
    [/color]
    Bastet
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    Re: [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Mensagem por Bastet em Qua Maio 03, 2017 5:22 am



    C h r y s a l i s
    Os Boggans

       


    "Ora, o que aconteceu com você, meu amigo? Aqui, sente-se perto do fogo enquanto eu consigo algo quente para você beber. Por favor, conte-me tudo…"

    Boggans encontram o seu maior prazer no trabalho. Um emprego honesto, uma boa empresa e uma rotina regular são as suas maiores exigências. Diz-se que um Boggan é tão honesto quanto suas mãos sujas pelo trabalho.

    Esta honestidade inclui a necessidade de ajudar os outros. Boggans caseiros são conhecidos por sua hospitalidade e poucos deles podem se recusar a ajudar um viajante em necessidade. Os Estouvados muitas vezes pegam a estrada para procurar aqueles que precisam de ajuda, mesmo quando isto os faz parecer intrometidos problemáticos. Boggans Seelie demonstram um grande  altruísmo e bondade em seus corações; boggans Unseelie são atraídos pelos necessitados por puro desejo oportunista. Independente da Corte, esta filosofia nobre desse de kith glorifica o ajudar aos outros. O status entre os seus é medido pelo número de pessoas que eles “ajudaram”.

    Os tipos mais calmos levam suas vidas agradavelmente como zeladores; carpinteiros, jardineiros, cozinheiros e taverneiros ganham fama entre os seus. Enquanto as pessoas a quem os boggans ajudam os apreciem, o povo simples faz o seu melhor.

    Mas há outra razão pela qual os boggans humildemente se integram às famílias: Eles são fofoqueiros notórios. Os segredos que eles só “ouviram por um acaso” são considerados como recompensas justas pelo seu trabalho duro. Boggans Seelie insistem que reúnem estas informações por simples curiosidade. Os Unseelie guardam estas informações para serem usadas em “ocasiões especiais”. Seja por altruísmo ou ganância, os Boggans conseguiram transformar um vício em uma forma de arte.

    Apesar desta fraqueza, os boggans são, merecidamente, orgulhosos de sua reputação como ótimos trabalhadores. Um boggan que faça menos que o seu melhor considera-se muito endividado com aqueles a quem tentou servir.

    O conceito de dívida é algo importante a se lembrar quando se lida com boggans. Embora considere que o serviço voluntário seja a maior das honras, a maioria prefere morrer a estar em dívida com alguém. Boggans Seelie muitas vezes recusam pagamentos por seus serviços, e podem até mesmo se sentirem ofendidos por tais ofertas. Os boggans Unseelie consideram forçar outros em posições de débito como um verdadeiro sinal de poder. No entanto, é um esquema perigoso para a riqueza. O medo que um Boggan sente de se endividar, muitas vezes o impede de estabelecer laços. Portanto, eles raramente tomam parte em juramentos de qualquer tipo.

    Qualquer um que pense que um Boggan sempre será subserviente é um tolo. Embora esse Kith dedique-se a servir os outros, ele sempre sabe seu próprio valor. Mesmo quando ele é empregado dos outros, um representante fiel deste kith se vê como o dono da situação. Prestando serviço aos necessitados, os Boggans ganham um sentido de nobreza que nenhum título ou posição pode igualar.


    Aparência
    Boggans são de baixa estatura, com cabelos grossos e felpudos e uma tendência a serem gordinhos. Muitas vezes possuem olhos pequenos e brilhantes, enfatizando seus grandes narizes. Suas mãos são grandes e calejadas, com dedos ágeis e juntas nodosas. Boggans muitas vezes têm sobrancelhas grossas, que emolduram seus olhos e crescem descontroladamente. Suas peles são bronzeadas, que escurecem e enchem-se de rugas com a idade. Seus trajes são geralmente simples, ao levar em conta os padrões dos Kithain.


    Estilo de vida
    Uma lareira quente, uma cozinha bem equipada, uma cama confortável – estes são os elementos essenciais na casa de um Boggan. Enquanto alguns são conhecidos por seu talento na cozinha ou na arrumação da casa, muitos deles encontram empregos em profissões como construção civil e serviços de emergência. Onde quer que haja um trabalho honesto para se fazer, boggans se sentem em casa.

    Infantes:são travessos e estão sempre correndo. Eles tendem a aparecer sempre que um trabalho está sendo feito. Podem nem sempre ser atentos enquanto ajudam, mas normalmente aprendem seus ofícios na mais tenra idade. Uma vez que o trabalho esteja concluído, eles ficam ansiosos para se meterem em mais confusão.

    Estouvados: não podem deixar de ajudar, mas procuram por aventura. Por que se esconder sob o avental de sua mãe quando há um mundo a ver lá fora? Apesar de seus caminhos errantes, uma vez que eles encontrem uma trupe de Kithain aventureiros, eles se prendem a esse grupo, e poucas coisas podem afastá-los. De todo o grupo, são os mais propensos a se importar com coisas como a quantidade dos alimentos que compraram e a qualidade do tabaco para seus cachimbos.

    Rezingões: normalmente se assentam em residências permanentes onde possam ver a vida passar, trabalhando sem pressa. Esse, muitas vezes, é o lugar de onde eles podem ajudar muitas Kithain, com uma Propriedade Livre local, se possível. O nível de conforto neste local é uma preocupação primordial para eles.

    Opiniões sobre os outros Kith:


    • Eshu: Observe os viajantes com atenção. Eles virão trocando contos por um forno quente e uma barriga cheia, mas eles algumas vezes saem com os bolsos cheios também.
    • Nocker: Eu admiro sua diligência, mas eles tendem a se preocuparem demais com seu trabalho. Eles deveriam aprender a aproveitar mais a vida.
    • Pooka: Irresponsáveis e tolos. Eles irão fazer o seu melhor para manter seus espíritos altos, mas raramente estão por perto quando trabalho verdadeiro é para ser feito.
    • Redcap: Redcaps tem modos horrendos a mesa e atitudes ainda piores. Estou satisfeito por não ter que limpar a mesa depois deles.
    • Sátiro: Bem, eles com certeza são entusiásticos sobre perseguir sua... um, sabedoria. Não encha seus copos de vinho muito frequentemente, ou eles serão problema, marque minhas palavras.
    • Sidhe: Os sidhe são muito mal entendidos. É admirável que eles carreguem os ideais de um outro mundo. É muito triste que esse é tão severo com eles.
    • Sluagh: Eles sempre sabem mais do que dizem. Preste atenção no que eles dizem. Mostre um pouco de generosidade, e eles irão recompensar você com algumas novidades.
    • Troll: Eles valorizam honra e dever. Para mim, isso os faz mais nobres do que os sidhe.


    Referência feminina:





    __________________________________

    We are dancing again in a dream, by the lake...
    [/color]
    Bastet
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    Re: [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Mensagem por Bastet em Qua Maio 03, 2017 6:13 am



    C h r y s a l i s
    Os Nockers

       


    "Yeah, isso é o que você acha! O que você sabe sobre essa #&@$*? Eu não aceito conselhos de alguém que fede tanto quanto você! Agora ou você para de feder o lugar, ou tome um banho na minha máquina lava-esfrega!"

    Os Nockers são mestres artesãos. Sua habilidade e criatividade são lendárias, assim como seu cinismo e amargura. Normalmente, eles são altamente críticos com seus governantes e eminentemente sarcásticos com as pessoas ao seu redor. A maioria dos Nockers não gosta de ter de lidar com coisas “imperfeitas”, incluindo pessoas. Em vez disso, a maioria prefere se cercar de tesouros mecânicos maravilhosos e criativos. Coisas são muito mais confiáveis que pessoas, e são muito mais fáceis de consertar. Nockers também são conhecidos por seu grande talento para a criação de invenções quiméricas.

    Os padrões Nockers de perfeição são impossivelmente altos. Esses Kithain receberam seus nomes pelo seu hábito de constantemente bater em coisas para inspecionar sua qualidade. Infelizmente, eles tratam as pessoas da mesma forma. Eles continuamente fazem “toque-toque” nos outros através de insultos, testando suas reações e tentando encontrar seus defeitos. Ainda que seja um ótimo meio de testar máquinas, isso não funciona tão bem com pessoas. Na opinião dos próprios Nockers, eles elevaram o escárnio a uma forma de arte. Isto dificilmente melhora sua popularidade.

    Nockers também são ferozmente individualistas. Uma vez que tenha selecionado seus gostos em arte e artesanato, ele imediatamente condena todos os outros. Quando ele trabalha, desenvolve um estilo de artesanato que define o trabalho como seu. Qualquer tentativa de outra pessoa é a segunda melhor. Então novamente, as criações de um Nocker são a expressão de sua identidade; se seu trabalho não é bom, então ele não é bom.

    Nockers possuem outras fraquezas, mas eles nunca admitirão para si. Eles geralmente anseiam por uma fuga de suas vidas falhas: música, tesouros e até mesmo o amor cortês os atrai. As ambições contestadas agitam as paixões que eles enterram no trabalho. Pobres Nockers românticos. Suas fachadas cínicas escondem o fato de que eles nunca podem alcançar o que realmente desejam. Na verdade, se alcançassem seus desejos, eles deixariam de ser tão atraentes. Em qualquer tentativa de romance, um Nocker vai desgastar as pequenas falhas de um relacionamento até que a magia acabe. Consertos são a única certeza em um mundo tão imperfeito. O sonho é tudo; a realidade é uma decepção.

    Perseguindo suas naturezas obsessivas e apaixonadas, Nockers se perdem na criação. Suas maiores criações estão no mundo quimérico. Não é de surpreender que eles sejam surpreendentes em criar coisas que nunca poderiam existir. Suas vidas mundanas nunca podem espelhar a visão de sua arte, mas não é por falta de tentativa. Quaisquer que sejam seus meios escolhidos, eles se esforçam para tornar seus sonhos reais.


    Aparência
    Eles tendem a ter uma grossa pele avermelhada, orelhas pontudas e dedos nodosos. Suas faces parecem máscaras de pintura exagerada: tez de um branco pastoso com narizes e bochechas vermelhos. Seus cabelos de um branco translúcido emolduram sobrancelhas proeminentes que coroam seus olhos de contas, como de ratos. O sorriso forçado e raramente visto de um Nocker revela uma fileira de dentes pontiagudos. Suas roupas para a corte são geralmente limpas e elegantes, perdendo apenas para os Sidhe em elegância e complexidade. Ondas, espirais e redemoinhos são os padrões preferidos dos Nockers.

    Estilo de vida
    Nockers lidam melhor com máquinas do que com pessoas, e vão para o lugar onde possam trabalhar mais. Programação, engenharia e trabalhos mecânicos são todos trabalhos ideais.

    Infantes: são uns capetinhas perversos. Eles vão mexer em máquinas para destruí-las. A maioria prefere desmontar as coisas no lugar de consertá-las. De que outra maneira você vai saber como algo funciona?

    Estouvados: gostam de tirar sua alegria do mundo moderno – carros e computadores são geniais. Todas as máquinas que eles experimentam parecem ser coisa de segunda; sempre há espaço para algumas “melhorias”. Os Unseelie resolvem isso com mais tecnologia; os Seelie desconstroem equipamentos modernos em componentes clássicos. Independente da Corte, Estouvados são eminentemente críticos dos projetos de outras pessoas.

    Rezingões: lentamente perdem seus limites e descontam em todo mundo ao redor. Eles se concentram em posições de autoridades, de onde eles podem deixar jovens Kithain malucos com suas contínuas críticas e interferências.
    Opiniões sobre os outros Kith:


    • Boggan: Hah! Eles acham que são tão bons no que fazem. Povo sujo e rústico. Se você quer algo feito direito, faça você mesmo.
    • Eshu: Eles irão falar até suas orelhas caírem sobre lugares que você nunca verá. #@&*# traiçoeiros!
    • Pooka: Frívolos! Gastando seu tempo com brincadeiras sem sentido. Onde isso os levará?
    • Redcap: Eu acho que posso ficar com eles... até eles ficarem bravos.
    • Sátiro: Eles acham que uma vida glamourosa é dormir por ai e beber vinho. Eles merecem o que conseguem: problemas!
    • Sidhe: Eles sempre pareceram um pouco distantes para mim, mas eu não vou recusar uma comissão gorda vinda deles!
    • Sluagh: Bando de aberrações. A maioria deles precisa pegar um bronzeado. Na verdade, a maioria precisa arrumar o que fazer. Dá pra confiar neles?
    • Troll: Eles não são tão espertos quanto acham que são. Se você quer se associar com trolls, tenha certeza que ele está do seu lado.


    Referência de aparência:






    __________________________________

    We are dancing again in a dream, by the lake...
    [/color]
    Bastet
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    Re: [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Mensagem por Bastet em Qua Maio 03, 2017 7:29 am



    C h r y s a l i s
    Os Redcaps

       


    "Tá querendo confusão comigo, é? Venha, maluco! Heh, heh, heh! Eu vou pintar as paredes com teu sangue!"

    Os Redcaps são a essência dos pesadelos. Esses monstruosos Kithain são temidos por seus modos vulgares e nojentos, e eles se divertem com o terror dos outros. Diz-se que os pesadelos deram-lhe formas, e muitos Kithain acreditam nisso. Hordas de Redcaps se comprazem em provocar, insultar ou simplesmente abusar igualmente de mortais e fadas.

    Originalmente nomeados por seus gorros de lã manchados de sangue, os Redcaps sempre foram servos devotados da Corte Unseelie. Hoje em dia, gorros de lã são considerados pitorescos – há coisas melhores para se fazer com sangue. Nos tempos modernos, eles aproveitam qualquer oportunidade de pintar a cidade de vermelho… com uma substância ou outra.

    Ao cair da noite, a gangue de Redcaps devasta as cidades. Um gangue é um show de horrores itinerante, que perturba e inquieta os mortais sisudos e tranquilos que encontram. Espalhar a desordem e a destruição são seus ideais mais elevados.

    Diferente dos Trolls, os Redcaps não intimidam as pessoas através da força bruta. Atitude é tudo de que eles precisam. Uma atitude má é a essência de ser um Redcap, e a visão brutal de seu aspecto feérico reflete isso. Temperamentos violentos e modos atrozes mostram o que eles têm de pior, apesar de alguns deles poderem apoiar suas atitudes com esperteza. Redcaps se rebelam contra qualquer figura de autoridade que não possa bajulá-los ou que não possam esmagar o crânio. Eles se veem sempre como oprimidos, o que grosseiramente justifica sua luta suja, o castigo severo contra o mundo mortal e suas vidas violentas como bandidos assassinos. Se há alguma qualidade que os redime nos corações negros destes bastardos, poucas fadas Seelie notaram. Pior para os Seelie.

    Unseelie ferrenhos admiram a determinação dos Redcaps. Baladas e canções tradicionais falam de heróis Redcaps matadores de dragões e de outras bestas que ameaçaram as fadas. Sem surpresas, trovadores Redcaps têm suas próprias versões intensas destes contos. Ferozes guarda-costas Redcaps são apreciados pelos Kithain que podem conquistar seu respeito, embora a tais mestres seja aconselhado manter curandeiros por perto.

    O apetite dos Redcaps rivaliza com sua ferocidade. Famosos por sua aptidão para comer, os Redcaps muitas vezes entram em concursos de devorar que fariam um tubarão vomitar.Alguns Kithain se referem a eles como “bulldogs” ou “pit bulls”, e atestam que a Vontade de um Redcap é tão forte quanto sua mordida. Aqueles que foram realmente mordidos por um Redcap estremecem com a lembrança. Em tempos antigos, estas fadas mordiam partes do corpo de suas vítimas e as tomavam como troféus, usando os ossos humanos como testemunho de sua ferocidade. As vítimas de tais ataques raramente sobreviviam a esta prática.

    Redcaps Seelie são raros, mas eles existem. Os cansativos discursos idealistas dos Redcaps Seelie normalmente enchem os Unseelie de raiva. Heroicos e firmes, os Redcaps Seelie vivem para a emoção da batalha e para lutar contra o impossível, assumindo arquétipos de "nobre selvagem". Não é necessário dizer que os dois grupos não costumam se dar bem.

    Cada gangue de Redcaps possui seu idioma particular e próprio, e no mundo mortal, cada gangue tem um nome diferente. Alguns preferem ser anacrônicos, vivendo como bandidos ao longo de estradas e desvios. A maioria prefere uma vida mais moderna, vagando em bando pelas ruas. Independentemente de suas preferências, os Redcaps se asseguram de que todos saibam da violência de que são capazes.


    Aparência
    Redcaps tendem a ter constituição forte, com pele cinzenta e manchada e pernas grossas e arqueadas. Mesmo os Redcaps Seelie possuem olhos horríveis e injetados, narizes esqueléticos e faces franzidas e enrugadas. O pior de tudo são suas bocas macabras, repletas de dentes amarelados, tortos e planos, usados para morder e rasgar.

    Estilo de vida
    Quanto mais violenta a vizinhança, mais confortável uma gangue de Redcaps se sentirá lá. A ideia de viver fora de uma cidade pode ser desanimadora para alguns. Liderar com uma gangue é um trabalho respeitável; juntar-se a uma gangue é, por vezes, uma questão de sobrevivência. Aqueles que podem encontrar tempo foram das suas obrigações com as gangues podem trabalhar como boxeadores, assaltantes ou artistas de rua.

    Infantes: são brigões  e a tirania do parquinho é a sua lei. Seus passatempos são mais sádicos do que mortais. A dor dos outros os enche de alegria..

    Estouvados: são ainda piores. Como bandidos, vândalos e descontentes, eles vivem para estragar a vida alheia, mesmo que das formas mais simples. Body piercing e tatuagens são formas de artes competitivas para eles, e eles preferem se enfeitar com agulhas, correntes, pregos e parafusos. O primeiro piercing de um Redcap é um rito de passagem, independe de envolver ou não o seu consentimento.

    Rezingões: ganham a admiração de seus pares e exigem respeito através de arrogância, violência e ameaças. Alguns membros de gangues cometem o erro de desafiar estes velhos bastardos, mas poucos sobrevivem. Sua aptidão para batalhas é verdadeiramente impressionante e totalmente cruel.

    Opiniões sobre os outros Kith:


    • Boggan: Se você precisar de roupas lavadas, vá até eles. Pena que eles fiquem chocados tão facilmente com manchas de sangue.
    • Eshu: Você é um tolo se jogar com um Eshu. Eles tem grandes história sobre batalhas, apesar disso.
    • Nocker: Que saco esses caras são! Sacanas, sacanas, sacanas. Eu lhes darei algo para choramingar!
    • Pooka: Hummm... Oh, desculpe. Eu estava pensando sobre as armadilhas que eu coloquei.
    • Sátiros: Se você está procurando por uma cerveja forte ou uma Mina, esses caras irão ajudar você.
    • Sidhe: Fique longe dos sidhe. Eles podem parecer fracos, mas ele farão sushi de você com suas espadas. E se eles atiçarem a Propriedade Livre contra você... será ruim estar em sua pele.
    • Sluagh: E eles dizem que eu sou doente? Você já viu onde os sluagh vivem?
    • Trolls: Duros em uma luta. Idiotas, mas duros. Sua melhor chance é estar em maior número que eles.


    Referência de Aparência:






    __________________________________

    We are dancing again in a dream, by the lake...
    Bastet
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    Re: [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Mensagem por Bastet em Qua Maio 03, 2017 7:31 am



    C h r y s a l i s
    Os Pooka

       


    "Claro, foi então que percebi que eu tinha que salvar a todos. É incrível o que super cola faz na bainha de uma espada…"

    Os Pooka estão entre os mais charmosos e agradáveis dos Kithain. No entanto, eles também são tratantes, canalhas e imprestáveis, conhecidos por seus modos tortuosos, desonestos, excêntricos e travessos. Se os Eshu são imprudentes, os Pooka são dementes. Suas vidas são uma constante enxurrada de brincadeiras, mentiras e façanhas selvagens. Eles gostam de brincar e odeiam trabalhar. O Conhecimento Feérico afirma que os Pooka são descendentes de sonhos inocentes de muito tempo atrás, quando os mortais viam as brincadeiras dos animais e desejavam que pudessem ser tão livres quanto eles.

    Eles acham difícil levar a sério a vida mundana e vão fazer de tudo para desencorajar a tristeza que ela traz. Se eles carregam um pedaço de tristeza no fundo de seus corações, você jamais vai adivinhar. As vidas dos Pooka são um borrão feliz e caótico. Eles afugentam o marasmo com um esforço quase desesperado Nenhuma brincadeira é baixaria se ela conseguir causar riso.

    Tudo é impressionante para um Pooka. Qualquer coisa que ele diga será salpicado com mentiras para tornar mais interessante. Depois de espalhar tolices e desinformação, ele vai se retirar para um ponto seguro de onde possa assistir à diversão. Se o alvo de suas brincadeiras ficar irritado, o Pooka ficará confuso. Talvez o foco de sua atenção precise de um pouco de ajuda com seu senso de humor. Talvez vá dar um pouco mais de trabalho para “animá-lo”. Ou talvez ele esteja afetado por uma maldição mortal: Ele é mundano. A mundanidade é perturbadora para um Pooka, e eles têm um medo avassalador de se tornarem banais. Sua excentricidade é a fuga mais fácil.

    A afinidade animal de um changeling muitas vezes irá amarrá-lo em seu ambiente. Os Pooka que moram na cidade muitas vezes assumem a forma de cães, gatos ou até mesmo ratos, enquanto os Pooka do campo podem emular cavalos, lobos ou lebres selvagens. A maioria é composta por mamíferos, mas uns poucos aves e répteis existem. Os Eshu contam histórias de Pooka leão, canguru e ornitorrinco, mas poucos acreditam neles. Pode-se acreditar, no entanto, que as histórias de animais trapaceiros em todo o mundo foram, sem dúvida, inspiradas por essas fadas.

    Apesar de todas as suas travessuras, os Pooka possuem um forte senso de nobreza. Os Pooka Seelie são amigos leais e corajosos em campo de batalha. Se uma de suas brincadeiras causar dor de verdade, eles ficam genuinamente arrependidos. Os Pooka Unseelie podem ser cruéis e ferozes, mas a maioria faz o melhor que puder para se encaixar bem com seus irmãos Seelie. Na verdade, uma série de suas brincadeiras resulta deles fingindo ser Seelie! Tropas, rebanhos e paradas de Pooka viajam por ai, atuando em peças e circos tanto para fadas quanto para mortais. Onde quer que eles vão, eles levam riso, engano e confusão. Bem-vindo ao maior espetáculo da Terra.


    Aparência
    Qualquer que seja a forma escolhida, Pooka são geralmente bonitos. Apesar de suas aparências serem variadas (dependendo da natureza e de suas afinidades animais), eles são, muitas vezes, peludos, com alongados traços animalescos ou mesmo com orelhas de animais.

    Estilo de vida
    Quer vivam como atores, palhaços, malabaristas, bobos da corte ou comediantes de stand-up, os Pooka conseguem, de alguma forma, ganhar a vida fazendo o que amam. Talvez esta seja a maior peça de todas. Os Seelie se deixam levar na direção de mortais promissores que precisam de um pouco de consolo; os Unseelie agem como amigos próximos daqueles que podem garantir sua sobrevivência. Nas cidades, pode-se esperar vê-los em torno de universidades, nos parques da cidade ou talvez em sua região boêmia. No interior, não se esqueça de ser gentil com os animais que você encontrar.

    Infantes: são anjinhos, especialmente quando acham que serão pegos. Infantes Seelie são como filhotes brincalhões, sempre causando problemas e se esforçando para evitar o castigo. Infantes Unseelie são bichinhos destrutivos, mas logo aprendem a fina arte de colocar a culpa no Seelie.

    Estouvados: têm um senso de humor notoriamente rude. Imagine o palhaço da turma que seduziria seu melhor amigo enquanto coloca uma bomba de fedor no sistema de ventilação da escola. Quando suas peças estão indo muito bem, ele vai até mesmo ter um brilho luminescente nos olhos. Tenha cuidado quando um Pooka Estouvado começa a afiar suas garras.

    Rezingões: são graciosos. A maioria se estabeleceu em um emprego onde tolos tornam a vida fácil. Ainda que seu senso de humor nunca desapareça, ele se torna mais sutil. Os Pooka Anciãos tendem a preferir peças elaboradas que podem levar semanas para ser corretamente orquestradas.

    Opiniões sobre os outros Kith:


    • Boggan: Nunca por perto quando se precisa deles, e quando estão, são tão avarentos! O último que eu encontrei me deu apenas três sobremesas.
    • Eshu: Fique perto desses caras se você quer uma vida calma. Eu não posso imaginar uma maneira mais segura de viajar através do país.
    • Nockers: Ouvi-los falar de sua grande exaltação sobre tudo é um deleite. Conte-nos o que eles falaram sobre os artesãos boggan, novamente!
    • Redcaps: Um... aqui. Acenda o pavio disso e dê para aquele redcap ali. Ele ficará muito agradecido. Eu estarei aqui esperando atrás desse troll.
    • Sátiros: Suas ocasiões festivas sem duvida precisam de alguns pooka para alegrar. Segure o ponche, e veja a diversão começar!
    • Sidhe: Tão reais. Tão elegantes. Deve ser maravilhoso estar no centro de tanta intriga e política.
    • Sluagh: Falantes e alegres.
    • Troll: Se você alguma vez tiver mais problemas do que pode concertar, fique atrás de um desses.


    Referência de Aparência:






    __________________________________

    We are dancing again in a dream, by the lake...
    Bastet
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    Re: [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Mensagem por Bastet em Qua Maio 03, 2017 8:02 am



    C h r y s a l i s
    Os Sátiros

       


    "Oh, sim, toda a sabedoria se encontra na paixão. A propósito, seus olhos ficam adoráveis à luz dessa fogueira… "

    Selvagens e apaixonados, Sátiros se abandonam à satisfação de sua luxúria e desejos. Estas fadas insistem que a sabedoria é encontrada na paixão. Se isto for verdade, então os Sátiros são de longe os mais sábios dos Kithain. Enquanto outros podem depreciar seus caminhos terrenos, eles se aproximarão cedo ou tarde por conselhos, um pouco de apoio ou um momento divertido, baixo e sujo.

    Sátiros são bem conhecidos por sua falta de moderação. Um bode vai alegremente dizer para um Redcap onde ele pode enfiar o seu machado e depois galopar para longe morrendo de rir. Sua resistência também é lendária. Seja se divertindo, bebendo ou correndo para a batalha, Sátiros definitivamente têm vantagens físicas sobre seus parentes. Apesar de não tão belos quanto os Sidhe, eles nunca falham com amantes.

    A vida para um Sátiro, porém, não é toda luxúria e rosas. A maioria dos Sátiros aprecia a solidão e o estudo acadêmico. A amizade e o exercício intelectual também os sustentam. Eles são bons confidentes e excelentes filósofos; na verdade, suas competições mentais podem rivalizar com as suas de beber. Poesia, debate, filosofia, música – essas atividades mais calmas os fascinam. No entanto, uma vez que a contemplação cresça muito, eles ficarão ansiosos para experimentar novamente o outro lado da vida. Vivendo suas vidas ao máximo, eles embarcarão em outra infame farra carnal. Frequentemente eles levarão consigo seus companheiros intelectuais em um esforço para ampliar seus horizontes.

    Embora sejam muito afáveis, Sátiros também podem ser muito excludentes com os de fora. Seus bandos de Kith, chamados tragos, são famílias estendidas. Amigos e amantes, companheiros de jogos e inimigos podem vir e ir, mas tragos perduram. Se um Sátiro morre ou cai na Banalidade, seu trago realiza um velório épico com inúmeras canções e dança frenética. Separar um bode de seu trago é quase impossível. Apenas os crimes mais obscenos podem levar ao exílio.

    Para eles, a verdade não é nada sem o belo, e eles têm uma queda por coisas preciosas. No entanto, eles não são materialistas; é mais fácil para eles colecionar pessoas com quem se divertir até que sua necessidade de entretenimento esteja satisfeita. Isso pode ser um pouco difícil caso seu companheiro de diversão se apegue. Embora Sátiros sejam ótimos com ideias, sentimentos são um mistério para as cabras.

    A paixão dos Sátiros muitas vezes flui descontroladamente, pois eles não sabem como controlá-la. Um Sátiro Seelie pode tentar compreender um amante abandonado, mas nunca consegue entender o motivo de sua dor. Um Sátiro Unseelie se compadece de seu amante, então livremente o Saqueia em serviço à sua paixão. De uma forma ou outra, isto pode ser perigoso. Quando a Canção de Pã está tocando, o caos flui livremente e as consequências podem ser fatais. Respondendo ao chamado da paixão, os Sátiros seguem sua própria sabedoria.

    Aparência
    Sátiros são magros e peludos; os dois gêneros usam cabelos longos e raramente se barbeiam. Bodes são descaradamente atrevidos em seus caminhos e prezam a sensualidade em todas as suas formas. Eles têm pernas peludas, cascos fendidos e pequenos chifres saindo de suas testas. As poucas roupas que eles vestem são geralmente duráveis e fáceis de remover.


    Estilo de vida
    A música é uma paixão comum para os caprinos, e ganhar a vida com ela é um estilo de vida ideal. Adegas, pubs, bares e clubes noturnos atraem rebanhos de Sátiros. Forçando sua resistência ao limite, eles trabalham duro por todos os prazerem que eles podem ter na vida.

    Infantes:Sátiros são conhecidos como “faunos”. Aprender as habilidades essenciais na vida – como o canto, a música, a corrida e a luta – está entre as suas principais preocupações. Suas apresentações musicais são geralmente requintadas. Infantes possuem quatro pequenas protuberâncias macias para chifres.

    Estouvados: são a verdadeira essência do caos feérico: lascivos, violentos e selvagens. Coma, beba e aproveite enquanto pode, amanhã você vai ser velho. O tamanho dos chifres de um macho é motivo de orgulho, além de alvo de piadas numerosas. Quinze centímetros é a média para a exibição da virilidade de um macho; os chifres de uma fêmea são um pouco menores.

    Rezingões: buscam a sabedoria para escapar da tristeza de sua juventude perdida. Apesar de desfrutarem de uma boa bebida e de um debate animado, eles sabem que seus melhores anos ficaram para trás. Quando o pesar de um Rezingão se torna grande demais, seu trago o leva para um último e épico desvario. O Sátiro morre na aurora do dia seguinte. Os chifres de um Sátiro Ancião são impressionantemente largos, e, muitas vezes, se curvam para trás ao longo da parte superior de sua cabeça como os de um carneiro.

    Opiniões sobre os outros Kith:


    • Boggan: Eles trabalham duro, mas conforto é seu maior ideal. Eu suponho que essa é a vida que eles querem. Eu não acho que é uma.
    • Eshu: Yeah, suas histórias são ótimas, mas suas conversas são ainda melhores. Fale com um sobre suas viagens, e você aprenderá muito.
    • Nocker: Seu cinismo não dura para sempre, e, se eles estiverem por detrás de uma tarefa, trabalharão até seus traseiros caírem.
    • Pooka: Tirando suas brincadeiras incomodas, eles podem ser úteis se você souber como lidar com eles.
    • Redcap: Que vergonha. Eles acham que conhecem a paixão, mas eles só conhecem anarquia.
    • Sidhe: Eu nunca os entenderei. Num minuto, eles são frágeis e delicados; no seguinte, eles são os maiores heróis. Que estranho.
    • Sluagh: Sua sabedoria é sombria e dolorosa. Uma pena que eles estejam tão envolvidos por sua tristeza para verem as verdades da vida.
    • Troll: Você quer ver nobreza? Observe a devoção e a honra de um troll.


    Referência de Aparência:






    __________________________________

    We are dancing again in a dream, by the lake...
    Bastet
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    Re: [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Mensagem por Bastet em Qua Maio 03, 2017 8:40 am



    C h r y s a l i s
    Os Sidhe

       


    "Quem sou eu? Eu sou o olho da tempestade, eu sou o mestre da espada. Saque sua arma, patife, ou morra ai mesmo onde está."

    Como nobreza exilada, os Sidhe se lembram de um tempo em que reinaram orgulhosamente em um sonho vivo. Conhecidos e temidos como o Bom Povo, seus caprichos encantaram e aterrorizaram os mortais durante milênios. Agora a lenda acabou. Os portões de Arcádia se fecharam, a canção acabou, e seu novo reino aos poucos decai à Banalidade. Para os Sidhe, a era da maravilha morreu, e eles lamentam sua passagem.

    Este lamentar, entretanto, não acabou com suas vidas. Embora eles temam a morte como os novos feéricos jamais poderiam fazer, eles encaram seu destino com porte régio. Enquanto os outros os consideram frios e arrogantes, os Sidhe se recusam a deitar e morrer. Para eles, o sonho ainda está vivo, e eles lutam para despertar o mundo de seu torpor. A simples presença de um Sidhe inspira um temor sobrenatural. A visão de um Sidhe em sua forma verdadeira captura os corações dos mortais e a essência do Sonhar.

    As paixões feéricas são profundas – amor ou vingança nunca são esquecidos. Os ideais dos Sidhe são sempre ferozes e lhe são caros. Entretanto, tais paixões têm seu preço. Mesmo os heróis Seelie preferem destruir a si mesmos em uma chama de glória a desvanecer. Seus irmãos menos cheios de energia perdem a esperança e se tornam autoindulgentes, deixando suas propriedades livres caírem em desespero tão facilmente quanto eles mesmos recaem em melancolia. Outros se tornam tiranos Unseelie, dominando através da crueldade e da intriga. Apesar do exotismo de sua beleza e a perda de seus ideais, muitos poucos viajam com os plebeus. Não importa qual caminho eles escolham, os Sidhe estão distante dos humanos e sempre destacam-se entre aqueles a quem se associam.

    A benção e a maldição dos Sidhe é viver profundamente no mundo do Sonhar mais do que qualquer fada jamais irá. Este estado de andar sonhando dá à maior parte dos Sidhe um olhar vítreo e um ar desfocado. Canções dos bardos dizem que os Sidhe mais velhos vivem no passado, no presente e no futuro, tudo ao mesmo tempo. Os Sidhe também são notáveis por trocar de Corte sem aviso. Considerando seus caprichos, não é nenhuma surpresa que poucas fadas confiem neles.

    A Banalidade é uma maldição mortal e os Sidhe sofrem disso mais do que qualquer outro Kithain. A morte é um medo ainda maior, pois os Sidhe não acreditam que renascerão como acontece com os outros changelings. Nestes tempos sombrios, muitos nunca retornam da morte, e se especula que os poucos que o fazem reencarnam como plebeus – para eles um destino pior que a morte. Confrontados por este destino terrível, eles se ressente dos Sidhe Arcadianos por exilá-los do paraíso. Os Sidhe mundanos mais desesperados buscam em vão por Arcádia ou lançam-se em orgias de coleta de Glamour para sustentar a si mesmos. O pensamento de simplesmente desaparecer é demais para eles, e eles farão qualquer coisa para continuarem vivos. Atormentados por seus sonhos, os belos Sidhe são forasteiros em um mundo humano.


    Aparência
    Os Sidhe se assemelham a humanos de uma beleza celestial; seus corpos são perfeitos, seus traços agradáveis e seus cabelos ricamente coloridos. Eles são etéreos e carregam uma alusão à tristeza, mesmo quando eles riem. Altos e magros, eles são ferozes e majestosos, com orelhas afiladas e pontudas, traços angulares e um olhar imponente. Seus olhos são de cores estranhas, mas marcantes, como violeta ou prateado. Eles raramente vestem algo que não seja feito do mais fino tecido.

    Estilo de vida
    Da mesma maneira que assumem posições de respeito nas cortes dos kithain, os Sidhe tendem a ocupar posições de valor também no mundo mortal. É comum terem dinheiro e privilégios e espera-se que levem vidas opulentas. Aqueles que não as conseguem costumam se ressentir do fato e sucumbem a um estado de espírito bastante Unseelie.


    Infantes: conhecem os privilégios de sua herança desde uma tenra idade. Os melhores dentre eles agem como perfeitos cavaleiros e damas, mas os piores são mimados e têm acessos de cólera quando as coisas não estão do seu jeito.

    Estouvados: sabem que têm a oportunidade de satisfazer todos os seus caprichos fora da corte. Apesar de altivos e presunçosos ocasionalmente, eles são observados de perto quando as reuniões formais têm início. Os Estouvados Seelie confiam excessivamente na supremacia do cavalheirismo e da nobreza; os Unseelie são rebeldes e conspiram para tomar o poder.

    Rezingões: têm plena consciência do peso de suas posições elevadas. Muitos carregam o fardo das lembranças de antigamente. Eles lamentam por seus dias de glória e choram pelos erros que cometeram. O maior alívio para essa introspecção exaustiva são as intrigas da corte.
    Opiniões sobre os outros Kith:


    • Boggan: É muito útil ter plebeus honestos e gentis. Tenha cuidado com o que diz perto deles, entretanto.
    • Eshu: Eles podem ser orgulhosos e fanfarrões, mas você não deve nunca recusar a oportunidade de ouvir suas histórias.
    • Nockers: Suas habilidades são úteis, mesmo que seus modos sejam desagradáveis.
    • Pooka: Abjuro! Porque eles trabalham tanto para ridicularizar as mais nobres das fadas?
    • Redcaps: Desagradáveis, indignos de confiança e rudes. Eles são pouco mais do que assassinos comuns.
    • Satyrs: Eles são bons para um pequeno flerte, mas de outro modo, eles não são tão profundos quanto se fazem parecer.
    • Sluagh: Com certeza é melhor ser o destinatário de sua informação que o alvo de sua curiosidade.
    • Trolls: Honestos, ferozes e devotados: essas são as qualidades de um forte soldado.


    Referência de Aparência:






    __________________________________

    We are dancing again in a dream, by the lake...
    Bastet
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    Re: [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Mensagem por Bastet em Qua Maio 03, 2017 9:08 am



    C h r y s a l i s
    Os Sluagh

       


    "Por que veio ao meu sótão perturbar meu descanso? Você está aqui para encontrar coisas do passado? Cuidado para não abrir algo que não conseguirá fechar…"

    Chamados por muitos de subpovo, os Sluagh geralmente são párias mesmo entre as outras fadas. Apesar dos rumores persistentes sobre catacumbas subterrâneas e covis labirínticos, a maioria dos sluagh prefere mansões vitorianas arruinadas aos úmidos sistemas de esgoto. Eles se deixam atrair por lugares escuros e esquecidos. Aqueles que invadem seus aposentos secretos costumam ser acometidos por pesadelos. Assim como dão valor a segredos e mistérios, os sluagh apreciam a privacidade e se empenham em criar reputações que desencorajam os visitantes.

    Quer vivam nos salões ou nos porões, os sluagh são inquietantemente educados e adoram a formalidade. Isso amedronta ainda mais os outros kith; os boggans falam de rituais secretos, sacrifícios e massacres selvagens promovidos pelos sluagh nos subterrâneos. O subpovo gosta do efeito que causa nas pessoas e se diverte com a reputação que adquiriu. Até mesmo os redcaps temem seu toque pegajoso.

    Apesar de preferirem o sossego, os sluagh aventureiros visitam as cortes da superfície, cultivam amizades e se submetem a penhores com estranhos. Eles farão de tudo para ajudar ou proteger um estranho que lhes tenha demonstrado respeito e amizade. Essas boas ações costumam ser mal interpretadas por changelings desconfiados e, portanto, esses relacionamentos geralmente são breves. Mesmo assim, até os sluagh que encontram uma roda de confiança precisam de um esconderijo para onde possam fugir.

    O subpovo recolhe informações (segredos, melhor dizendo) e negocia o que sabe com as partes interessadas. A revelação é uma alegria; quanto mais perturbadora a revelação, maior a alegria. Os Seelie empregam seu conhecimento para fins mais nobres, mas os Unseelie são capazes de viver desonestamente de chantagem. Contudo, os segredos não são a única mercadoria. Brinquedos quebrados, estranhos badulaques e qualquer coisa que recenda a nostalgia tornam-se excelentes artigos de troca. As outras pessoas ficam até aturdidas com o valor que os sluagh dão a esses objetos, mas, até ai, a perversão é a marca registrada do kith.

    Embora se diga que todos os sluagh são Unseelie, eles raramente se aliam a qualquer uma das Cortes e preferem viver sozinhos. Entre eles mesmos, são generosos e extremamente formais. Eles têm grande respeito uns pelos outros e unem-se contra estranhos quando necessário. Envoltos em mistério, os sluagh guardam os segredos de seu kith acima de tudo, pois cultivam sua imagem. Nas trevas eles prosperam.



    Aparência
    Os sluagh são pálidos e grotescos, apesar de estranhamente fascinantes. Uma certa deformidade inescrutável parece aderir a eles como lepra. Seus olhos são pequenos, cansados e misteriosos. Eles apresentam um vago odor de decadência, um cheiro que se torna mais pungente com a idade. Os sluagh preferem roupas arcaicas, geralmente pretas e sempre intrincadas.


    Estilo de vida
    Os sluagh mais civilizados frequentam mansões empoeiradas, antiquários ou bibliotecas bolorentas. Os mais decrépitos procuram o submundo e se escondem em esgotos, porões e lugares esquecidos nos subterrâneos das metrópoles. Eles são tímidos, porém territoriais, e exigem o cumprimento de vastas regras de etiqueta e protocolo que as outras fadas não entendem inteiramente. Eremitas e reclusos por natureza, eles não gostam de ser perturbados sem uma boa razão. Eles sempre mantêm refúgios particulares, mesmo quando fazem parte de mixórdias.

    Infantes:são crianças de rua que se importam muito pouco com a aparência. As roupas são sempre rasgadas, os cabelos desgrenhados, e seu sofrimento desperta grande simpatia. Eles se deliciam com tudo o que repugna as crianças humanas, além de demonstrar uma grande afinidade por esconderijos.

    Estouvados: são os guardiões dos locais inexplorados do mundo. À medida que envelhecem, a pele vai ficando ainda mais pálida e os cabelos ganham a cor do azeviche. Eles têm olhos escuros e encovados, membros e dedos alongados.

    Rezingões: envelhecem a uma velocidade alarmante. A pele pende dos ossos como se fosse grande demais para eles, os cabelos logo ganham escandalosas mechas grisalhas e seus corpos se deformam e arqueiam. Estranhamente, eles parecem gostar disso. Os sluagh apreciam várias formas de decadência e essa é só mais uma delas.

    Opiniões sobre os outros Kith:


    • Boggan: Quão ambiciosos! Em rastejar e ouvir e fofocar!
    • Eshu: Suas histórias são seus segredos, coisas vivas e quentes, não o conhecimento frio que nós puxamos da cripta. Ouça com atenção quando eles falam.
    • Nocker: Quão singularmente inseguros eles são, eternamente procurando elogios. A maior esperança deles é aprender alguma nova profanidade.
    • Pooka: Bons para uma risada, mesmo eles vivendo em um mundo de mentiras.
    • Redcap: Esses pit bulls conhecem apenas loucura, não medo. Eu conheço coisas que os deixariam tremendo.
    • Sátiro: Eles acreditam que conhecimento está escondido apenas em alegria e luxúria. Eles não conhecem a sabedoria do silêncio e tristeza.
    • Sidhe: Eles não são imunes à vergonha, os poderosos. Se você soubesse o que eu sei sobre eles...
    • Trolls: Tão estóicos e bravos... o que se esconde em seus coração? Que dor vocês trazem?


    Referência de Aparência:






    __________________________________

    We are dancing again in a dream, by the lake...
    Bastet
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    Re: [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Mensagem por Bastet em Qua Maio 03, 2017 9:40 am



    C h r y s a l i s
    Os Trolls

       


    "Enquanto meu senhor precisar dos serviços de minha espada, eu ficarei a seu lado."

    Dever, força e honra são as marcas registradas dos trolls. Guerreiros sem igual, eles se apegam à velha tradição da sinceridade no falar e das verdades simples. Para eles, a honra é um meio de vida e, depois de prometerem apoiar alguém, eles se dedicarão de corpo e alma. Muitos trolls esperam a mesma honestidade de todas as fadas e muitas vezes acabam se decepcionando. De fato, inúmeras fadas consideram os trolls ingênuos exatamente por causa disso, principalmente quando se trata de confiança. Contudo, a devoção de um troll não se extingue tão facilmente; eles também são vistos como pacientes, confiáveis e cavalheirescos.

    Os trolls consideram a dedicação como uma medida de seu valor. Além disso, os trolls não podem usar sua grande força sem uma causa justa. Afinal, aproveitar-se injustamente de uma vantagem tão grande sobre um adversário não seria cavalheiresco. As lendas contam que os trolls, na verdade, foram o primeiro kith nobre; quando os sidhe apareceram, uma grande guerra começou. Os trolls perderam e, como resultado, juraram lealdade aos sidhe. Desde então, servir como guardiões tem sido seu destino.

    Esse kith tem uma reputação impressionante. Os trolls são chamados “gigantes”, e seus aspectos mortais costumam ser rudemente soberbos e vistosos. A bravura e o estoicismo definem seu caráter. Os Seelie estão sempre em busca de civilidade, eles geralmente usam títulos formais quando se dirigem a outras pessoas e dedicam suas almas àqueles que respeitam. No romance, são pretendentes apaixonados que adoram todos os paramentos do amor cortês. Os Unseelie são algozes dedicados aos ideais de liberdade e praticidade, verdadeiros cavaleiros negros.

    Na lealdade, é quase impossível fazer o troll mudar de opinião uma vez que ela tenha sido estabelecida. Mesmo assim, há limites para a tolerância de um troll. A zombaria de um pooka ou de um nocker dificilmente provocará um troll, mas, se perder a paciência, ele terá um acesso monstruoso de fúria, destruirá tudo e todos até se acalmar ou ser derrubado. Até mesmo o mais tolo dos pooka presta atenção ao semblante de um troll em busca de sinais de raiva. Essas fadas também podem ser resolutas. Mudar a opinião de um troll pode ser tão difícil quanto mover uma montanha.

    Um reino estará seguro enquanto seus trolls forem confiáveis. Os olhos de um troll começam a escurecer quando ele passa a questionar a confiança e o dever para quem jurara. É o início do declínio de um troll rumo ao seu outro legado. A maioria dos trolls tenta resistir a essa tentação com um estoicismo heroico: Uma vez iniciado o declínio, os outros não confiarão tanto nele. Se ele confessar uma traição ou rejeitar suas crenças, seu semblante feérico mudará e sua face se cobrirá de pelos e assumirá feições grotescas. A essa altura, ele será reconhecido como "ogro", uma criatura quebrada incapaz de confiar. Nesse ponto pouco é capaz de devolver sua força e bravura se não mudar completamente de Corte.

    Por essa razão, kithain de ambas as cortes cuidam muito bem de seus Trolls; eles são simplesmente valiosos demais para cair para o lado inimigo. Os trolls são mais do que os guardiões das pessoas e dos lugares que protegem; como defensores leais, eles também são vistos como guardiões dos valores de sua corte.


    Aparência
    Os trolls são grandes, têm entre dois e três metros de altura, ossos largos e músculos de halterofilista. Os gigantes ostentam um certo ar de nobreza; eles tendem a apresentar pele cinza-azulada, cabeleira basta e negra. No entanto, todos os trolls têm gélidos olhos azuis ou pálidos olhos verdes. Os trolls têm queixos fortes, dentes quase lupinos e pequenos chifres sulcados nas frontes

    Estilo de vida
    Em suas vidas como mortais, os trolls escolhem profissões honestas nas quais podem empregar suas habilidades. Os esportes e o trabalho policial são duas dessas vocações. Seus gostos são espartanos e eles preferem muito mais o trabalho ao lazer.

    Infantes:crescem rápido. Eles aprendem que as crianças são fracas e acabam assumindo responsabilidades muito cedo. A infância é algo que deve ser deixado para trás. Abraça-se o estoicismo.

    Estouvados: testam sua força e habilidade ao máximo. As grandes adversidades inspiram as grandes demandas. Contudo, eles são incrivelmente modestos e sempre se esforçam para superar a si mesmos.

    Rezingões: são mais lentos que seus irmãos mais jovens, mas possuem força sobre-humana. Após uma carreira de serviços prestados, eles escolhem uma pessoa ou um lugar para protegerem até a morte. Nenhuma força na Terra é capaz de demover um troll ancião que tenha se decidido a fazer alguma coisa.

    Opiniões sobre os outros Kith:


    • Boggan:  Plebeus que tomam conta das tarefas essenciais do domínio. Sem eles, onde nós estaríamos?
    • Eshu: Talvez eles sejam um pouco desonestos, mas eles sempre encontram uma aventura. Como eu invejo isso!
    • Nocker: Ingenuamente espertos, eu admito, mas é melhor você ignorar suas queixas.
    • Pooka: Ladrões. Mentirosos. Tolos. Nunca deixe um deles ficar atras de você.
    • Redcap: Tanto barulho e fúria! Um golpe sólido e eles caem sangrando.
    • Satyr: Eles fingem serem sábios para justificar uma vida de deboche.
    • Sidhe: Eles podem ser pomposos, mas eles trazem nobreza. Se um sidhe é forte, você deve das apoio a ele. Se ele falhar, então você deve tomar seu lugar.
    • Sluagh: Se suas informações são tão confiáveis, porque todos eles tem que sussurrar e se esconder?


    Referência de Aparência:






    __________________________________

    We are dancing again in a dream, by the lake...
    Conteúdo patrocinado


    Re: [Suporte aos Jogadores] Os Kithain

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Set 22, 2017 3:56 pm