Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Compartilhe
    MINDGAME
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 861
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por MINDGAME em Qui Jul 13, 2017 5:59 pm

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Id", "Ego", "Superego", (Offs)

    "O reator... não gera energia. Apenas concentra energia de uma fonte externa."
    "Isto é... energia do vazio?"
    "Pode ser. A energia do vácuo tem uma origem puramente quântica, eles podem ter dominado ela. Talvez a tecnologia da Terra 4 seja toda baseada em energia escura."
    "Filhos... da... puta...!
    Aliens desgraçados! Deram um passo gigantesco na Teoria da Grande Unificação e esconderam do resto de nós!"

    "(Irônica) Você mesmo diz: conhecimento é poder."
    "Eu estou feliz e puto ao mesmo tempo!"
    "(Empolgada) Ao menos temos um ponto de partida! Como quer proceder, Ace?"
    "Simulação em ambiente virtual, começaremos com engenharia reversa no reator. Vamos ver se eles realmente resolveram o enigma do universo."
    "Aposto que é quarenta e dois."
    (Off = Novamente, trabalho em segundo plano. Avise se precisar de rolagens cumulativas ou considere testes passivos das habilidades relacionadas até atingir o objetivo ou, ao menos, mais informações)



    Orochi escreveu:Concordo Iroh e Belo nome Ace, talvez eu até adote.
    -Dominus é o mais perto de um tratamento nobiliárquico adequado a uma divindade que conheço.
    E apenas mulheres me chamam de Ace... pega mal...

    Aperto os olhos e os lábios em um semblante apreensivo.
    "O Sho também te chama de Ace..."
    "Ele é gay..."
    "Ele não é gay..."
    "Então por que ele me chama de Ace?"
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6839
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Lyvio em Qui Jul 13, 2017 8:59 pm



    Orochi escreveu:Concordo Iroh e Belo nome Ace, talvez eu até adote.
    -Dominus é o mais perto de um tratamento nobiliárquico adequado a uma divindade que conheço.
    E apenas mulheres me chamam de Ace... pega mal...


    Orochi ergue sua sobrancelha esquerda confuso com a afirmação:

    Ah...é!? - O Deus fica pensativo enquanto sua pele rubra envergonhado - Eh...Então não vou lhe chamar de Ace...- Dizia ele com um sorriso sem graça - É... é que Dr. Cannon soa muito estranho eu olho para você e ao lembrar desse nome me vem aqueles cientistas de séries e filmes bem velhos de cabelo branco e pele estilo maracujá maduro sabe?

    -Vou chamar de Cannon mesmo, acho que soa melhor não é? Pigarreia logo em seguida com a o punho fechado levado a boca.

    Encerrava ele pensativo, matutando a afirmação do cientista.

    "Então só mulheres o chamam de Ace, logo homens que o chamam assim devem ser os amigos gays dele. Por minha mãe! Se soubesse disso não teria passado essa vergonha."

    Orochi afasta-se balaçando a cabeça em sinal negativo enquanto põe a mão na testa.
    MINDGAME
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 861
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por MINDGAME em Qui Jul 13, 2017 10:31 pm

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Id", "Ego", "Superego", (Offs)

    Orochi escreveu:Ah...é!?
    Eh...Então não vou lhe chamar de Ace...
    Concordo com a cabeça apertando os lábios para o lado.
    Orochi escreveu:É... é que Dr. Cannon soa muito estranho eu olho para você e ao lembrar desse nome me vem aqueles cientistas de séries e filmes bem velhos de cabelo branco e pele estilo maracujá maduro sabe?
    Vou chamar de Cannon mesmo, acho que soa melhor não é?
    -Bem, eu admito que os outros doutores não são tão bonitos quanto eu e... a maioria nem tão jovem, mas... eu adoro como esse título soa.
    Dou-tor Cann-on.

    Suspiro.
    -Gosto tanto que fiz doutorado em dezessete áreas, só para reafirmá-lo.
    Também sou Juris Canonici Doctor, Professor emérito, juiz... acho que esse foi temporário... mas ninguém disse que eu deixei de ser... Grão-mestre, Mestre Pokemon... esse há controvérsias... Chefe tribal... eu sei... história engraçada... enfim, também acabei caindo na cilada de me tornar Comissário de guerra, mas... não me julgue, eu tinha só treze anos... não sabia das coisas.

    Dou de ombros.
    -Pode escolher qualquer um deles para me chamar, mas, definitivamente, meu preferido é Doutor.
    "(Confusa) Isso é mentira, né?!"
    "Eu disse que há controvérsias. Muitos dizem que mestre pokemon não é um título válido."
    "(Irritada) Não, idiota! Me refiro ao resto!"
    "É verdade..."
    "Eu nunca minto!"
    "Agora você está mentindo."
    -Ah, também sou mentiroso, mas não sei se conta como título.
    MINDGAME
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 861
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por MINDGAME em Sex Jul 14, 2017 7:12 pm

    (Off = Antes que eu esqueça, queria rerrolar dois testes. Não queria gastar PH tão cedo, mas, visto que são testes relacionados a objetivos importantes do PJ, é melhor fazê-lo logo)
    -2PH:
    Expertise Magic +13 (Descrever uma das praticas arcanas mais complexas para Adurna) MINDGAME efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    5
    Technology +18 (Cópia dodos dados do bracelete de Thomas Lawson) MINDGAME efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    3
    Neith
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 247
    Reputação : 30

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Neith em Sex Jul 14, 2017 10:26 pm

    Antes:

    A Imperatriz sorri discretamente enquanto observa Ren concordando com a cabeça parecendo uma criança.

    isaac-sky escreveu:[Ron]:Então é isso a que ele se referia? Bem...eu imagino o motivo de manter esse conhecimento oculto. É um tanto...não ortodoxo.
    O olhar e a voz da Dryad apresentavam um ar de mansidão enquanto sua presença lhes inspirava a um sentimento de credulidade.

    Atens- Você está enganado, esse não é o motivo. Permanecer oculto era essencial para que cumprisse o seu propósito de criação e os motivos que levaram a isso fizeram um dos homens mais tradicionais a insistir que eu aceitasse a sugestão da Conselheira Arian. Inclusive, mediante a aprovação dos antigos guardiões. Você, Ron, me lembra ele. - A Imperatriz olha rapidamente para o anel em sua mão antes de prosseguir. - Killian foi o responsável por me convencer a permitir que o Dr. Cannon, mesmo não pertencendo ao nosso povo, desenvolvesse esse equipamento. E não se engane, meu amado irmão, assim como você, não gostava nem um pouco do Dr. Cannon.

    “Meias-verdades, verdades distorcidas, informações pela metade, mas nenhuma verdade completa. Certas informações nas mãos certas ou erradas (dependendo do ponto de vista) podem tornar-se verdadeiras armas; capazes de derrubar até mesmo o melhor dos líderes. Céus, são tantos segredos! Sem Arian e Killian...Um dia acabarão me sufocando. Eles eram minha verdade em meio a tantas mentiras. Com eles, haviam momentos que eu podia ser apenas Atens e não a Imperatriz.”

    isaac-sky escreveu:[Ren]:Deixe de ser babaca Ron, é só um equipamento a mais. O cara é um babaca, diga-se de passagem, mas não é por isso que não poderia ter ajudado a Imperatriz.
    “Droga! (Risos) A última vez que escutei falarem assim dele dois anos depois ela estava quase casando com ele.”

    Atens- Muitas vezes ele se comporta de modo inapropriado e eu sei que leva um bom tempo para perceber, mas ele não é uma má pessoa. Tentem ter paciência porque nessa expedição teremos que encontrar um meio de trabalhar juntos com aqueles que possuímos desavenças pelo bem de nosso povo e dos outros também. Não somos os únicos dependendo do sucesso desta missão.

    isaac-sky escreveu:[Perz]:Não vejo problemas com isso, Imperatriz. Sinto que a Força guia a ambos pelo caminho certo.
    Atens demonstrava uma expressão séria enquanto observa atentamente as reações dos gêmeos a fala de Perz.

    “Como esperado: Ron parece menos receptivo a ‘novidades’ que Ren independente do assunto. Entretanto, tudo está se encaminhando melhor do que esperei. Lyan dizia que eles não conseguiriam trabalhar juntos, mas estão conseguindo e isso é um grande avanço em meus objetivos. Achei que isso levaria mais tempo!”

    Atens- Teremos tempo para esclarecer melhor esse assunto, por hora creio que precisamos ir. Há algo mais que queiram dizer antes de irmos?

    A Imperatriz olha para os três, mas repousa seu olhar em Ron. Ela sabia que ele possuía, a questão era: Ele dirá?

    Reunião:

    isaac-sky escreveu:[Nadia]:O sinal estava fraco antes do salto para pegarmos esse áudio, acho que terei de incluir o doutor Cannon e a Imperatriz na divisão de tradutores também - ela comenta.

    Atens esboça um leve sorriso ao término da fala de Nadia.

    “Eu nem precisei pedir como havia planejado, melhor assim.”

    Atens- Será um prazer ajudá-los.




    Atens permaneceu apenas observando as falas e as reações dos demais. A comandante estava claramente escondendo algo, sua postura havia mudado de uma forma preocupante. Devido a redistribuição feita pela Comandante aparentemente o que quer que fosse envolvia magia e conflitos. Isso estava longe dos domínios das habilidades da Imperatriz que decide não interferir, ao menos, por hora.

    isaac-sky escreveu:[Nadia]: O grupo 2 será formado pela Imperatriz Atens, Ren, Ron, Perz seus guardiões, Quasar, Druida e o Doutor Cannon. A piloto, Naralor, vai mostrar a nave de vocês.
    A Samurai continua a pressionar comandos no bracelete.

    A Imperatriz esboça um leve sorriso e apenas acena com a cabeça concordando com Nadia.

    isaac-sky escreveu:[Nadia]: Vamos atualizar vocês com qualquer nova informação ou transmissão. Conto com vocês para nos transmitir de volta o que verem. Artemis os acompanhará, mas devido as distâncias ela talvez não se comunique tão rapidamente entre as equipes. Alguma dúvida? Estão liberados.

    Atens- Se não houver problemas eu gostaria de olhar esse sinal esquisito, mesmo que sejam apenas ecos de transmissões de coordenadas. Antes de irmos apenas peço que nos envie qualquer nova transmissão ou sinal. Assim poderemos traduzir e lhe enviar a informação, além, é claro, de que podem ser úteis a nós em campo.

    Após estarem liberados para seguir para o hangar, a Imperatriz segue em silêncio por todo o caminho. Atens estava imersa em seus pensamentos e por vezes mexia em seu colar (um medalhão que contém o símbolo de todas as linhagens Dryad) como se recordasse de algo que trazia a seu olhar um leve ar de tristeza embora mantivesse sua postura altiva.

    Quando a skaaveri encara a Imperatriz ela pode ser influenciada por um sentimento de  amistosidade. Atens escuta as palavras de Nalaror e recordasse dos inúmeros problemas que seu povo tem com os Skaaveri.

    “Talvez eu possa fazer algo a respeito por aqui também. Espero que Lyan esteja cuidando desses problemas de forma apropriada em minha ausência.”

    isaac-sky escreveu:[Nalaror]:Tentem não destruir a nave. O piloto automático tá pronto pra ir pro sinal alien. A nave tem um sistema de camuflagem e algumas armas, mas não é muito boa numa batalha de grande escala. Se os caras que virem forem avançados nesse sentido, nem pensem em tentar lutar com o Raptor.
    A Imperatriz sorri e diz, olhando para a nave, em um tom cortês:

    Atens- É uma bela nave.

    isaac-sky escreveu:[Nalaror]:Alguma pergunta ou tenho que segurar a mão de alguém até o cockpit?
    Atens- Nenhuma. Obrigada pelos esclarecimentos, Nalaror.

    Se não existirem impedimentos após a fala a Imperatriz apenas entrará na nave(raptor).
    Claude Speedy
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 177
    Reputação : 4

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Claude Speedy em Dom Jul 16, 2017 8:55 am

    Certo... Ace é realmente muita delicadeza. Fico de braços cruzados enquanto falo.
    E o tal Deus parece humano, ate´demasiadamente humano.

    -Que rumos vamos adotar por aqui, senhores? Até agora sinto como se fosse uma viagem no escuro.

    Comento apenas observando as curiosas garotas, assim como Starman, Capitão Britania e Cavaleiro Negro.

    -Me sinto em um gibi da Marvel, não era melhor chamar o Quarteto Fantástico para essa entrada?
    sinceramente não entendo em que precisam de mim.


    Sigo ao lado de Orochi e do Doutor que suspira ao dizer seu título e nome em voz alta.

    -Doutor Cannon é o Reed Richards dessa nossa série?

    Pergunto para ele enquanto vejo o diálogo entre um deus e um cientista supremo de todas as áreas e me sinto sem muita função por aqui. Seriam eles as provas dos discursos de direita que os homens não são iguais estarem certos?
    isaac-sky
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 487
    Reputação : 25
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por isaac-sky em Ter Jul 18, 2017 1:40 am

    @Nimaru Souske e @MINDGAME:


    Iroh escreveu:- Não, senhor, ela tem se mostrado muito prestativa e útil para todos, interagindo com cordialidade sempre. A pouco tempo atrás íamos até iniciar uma dança.

    Lawson ri diante da fala do soldado.

    [Lawson]:Sim, é minha obra-prima. Mas ela é meio teimosa também, acho que fui bem demais trabalhando nela hahaha. Me avisem caso ela haja estranho. Estranho do tipo 'quero eliminar a raça humana' - diz ele brincando.

    Iroh escreveu:- Me pergunto o que aconteceria caso encontrassem uma superior a todas as outras que foram exploradas atualmente... Falou em tom baixo, quase como um devaneio.

    [Lawson]:Essa na verdade é minha maior esperança nessa viagem, Iroh. Encontrar algo tão superior e avançado que não teremos outra escolha a não ser nos unirmos para compreender e agir de acordo. São os desafios impossíveis que motivam os melhores cientistas, certo Doutor Cannon? - perguntou, animado.

    Iroh escreveu:- Eu vim como suporte da Aliança, minha missão é o sucesso dessa missão

    [Lawson]:Bom saber Iroh. Fé em nosso objetivo é o que vai nos deixar preparado para os piores momentos.

    Ace escreveu:-Não tenho tanta certeza... as garotas a bordo são meio difíceis de se impressionar.

    [Lawson]: Hahahah, com certeza Doutor. Quando você tem caras de capa que podem levantar prédios inteiros é meio difícil impressionar mostrando o quão bem você sintetiza um novo remédio ou faz um gerador à frio - ele ri, parece se divertir com as falas dos dois.

    Ace escreveu:-Bem, os meus antepassados eram especialistas em artilharia pesada. Meu pai revolucionou a arte de matar milhões pressionando apenas alguns botões. Marca difícil de superar.

    [Lawson]:Faça o contrário doutor, salve milhões com alguns botões. Possuímos grandes ferramentas aqui nessa missão, os resultados serão definidos por nossas decisões - ele diz, determinado.

    Ace escreveu:-Na verdade, acho que eu quebrei ela.
    comenta Ace, sobre a IA.

    Lawson parece intrigado e coça o queixo por um instante.

    Ace escreveu:-Fiquei curioso quanto a personalidade dela e ela parou de responder de forma prestativa.

    [Lawson]:Você deve ter irritado ela. Isso é meio o que me preocupa nela, eu a fiz uma  IA feminina por incorporar conceitos e vantagens que as mulheres possuem. Mas isso também possui suas peculiaridades no tratamento social dela. Por um instante tente imaginar ela menos como inteligência e mais como uma mulher sem corpo, como você acalma uma mulher? - ele questiona, quase para si mesmo - Não me olhem assim, eu também não sei.

    Ace tenta invadir as informações do bracelete de Lawson, mas não consegue muitas coisas além de informações básicas de Lawson e as mesmas informações que já havia extraído do programador e dos cientistas a bordo do Órion.

    Lawson ignora a provocação de Ace.

    Ace escreveu:Tédio

    [Lawson]:Vai ter bastante ação nessa missão, doutor. Mas cuidado pra não ter ação demais, o ócio é o momento perfeito para grandes ideias assim como a ação - ele diz colocando a mão na cabeça.

    [Lawson]:Obrigado pela conversa senhores, estou a disposição caso queiram falar da IA ou jogar conversa fora sobre algoritmos. Se eu começar a falar sobre desenvolvimento eu só pararei daqui um mês hahaha - ele sai da câmara com um sorriso no rosto.


    ISABELMULLER:


    Atens escreveu:Atens- Você está enganado, esse não é o motivo. Permanecer oculto era essencial para que cumprisse o seu propósito de criação e os motivos que levaram a isso fizeram um dos homens mais tradicionais a insistir que eu aceitasse a sugestão da Conselheira Arian. Inclusive, mediante a aprovação dos antigos guardiões. Você, Ron, me lembra ele. - A Imperatriz olha rapidamente para o anel em sua mão antes de prosseguir. - Killian foi o responsável por me convencer a permitir que o Dr. Cannon, mesmo não pertencendo ao nosso povo, desenvolvesse esse equipamento. E não se engane, meu amado irmão, assim como você, não gostava nem um pouco do Dr. Cannon.

    A citação de Killian parece erguer um grande peso para Ren e Ron que apenas acenam positivamente com a cabeça.

    Atens escreveu:Atens- Muitas vezes ele se comporta de modo inapropriado e eu sei que leva um bom tempo para perceber, mas ele não é uma má pessoa. Tentem ter paciência porque nessa expedição teremos que encontrar um meio de trabalhar juntos com aqueles que possuímos desavenças pelo bem de nosso povo e dos outros também. Não somos os únicos dependendo do sucesso desta missão.

    [Perz]:A harmonia será essencial nos perigos que possam vir. Eu me manterei atento à Força para garantir que esse cientista não trame contra você, assim como sei que Ren e Ron possuem a sabedoria e instinto para ter o mesmo cuidado - esse momento parece ser a primeira vez em que os três concordam em algo.

    Atens escreveu:Atens- Teremos tempo para esclarecer melhor esse assunto, por hora creio que precisamos ir. Há algo mais que queiram dizer antes de irmos?

    Alguns segundos de silêncio.

    [Ron]:Eu sinto como...como se estivessemos diante da calmaria antes da tempestade, Vossa Graça. As coisas estão bem mas...é um pressentimento ruim, não quero pensar muito nisso, mas aprendi a não ignorar esse tipo de sentimento - o dryad diz num tom sério - Mas não vamos deixar isso nos impedir, somos parte de algo grande e com a Vossa Graça sei que tudo ocorrerá da melhor forma possível.





    Atens escreveu:Atens- Se não houver problemas eu gostaria de olhar esse sinal esquisito, mesmo que sejam apenas ecos de transmissões de coordenadas. Antes de irmos apenas peço que nos envie qualquer nova transmissão ou sinal. Assim poderemos traduzir e lhe enviar a informação, além, é claro, de que podem ser úteis a nós em campo.

    [Nadia]:Está bem, vou te enviar a última que pegamos - A Samurai enviou a transmissão para a Imperatriz.

    O áudio é composto por uma série de bipes desconexos e uma voz sintetizada repetindo uma sequência de números e letras:

    00X 330 ARC 330 XX01

    Ace usa seu polígrafo digital para analisar melhor a mente da Samurai, mas sem sucesso.
    (A Samurai resistiu ao teste com sucesso)

    Ace também tenta grampear os braceletes. O doutor identifica que o firewall quase o pegou, mas ele consegue com sucesso ter acesso aos "olhos" e "ouvidos" dos braceletes da equipe que irá a lua.
    Ele tenta o mesmo com o grupo 1, sua tentativa fora interceptada pelo firewall, mas sem alarmes acionados.




    Grupo 1:


    Grupo 1





    Reaper



    Iroh



    Antípoda



    Orochi



    Beast Girl



    Adrastrea


    Anonimo

    O grupo 1 começa a se acomodar dentro do Avenger. Uma nave grande mas com instrumentos básicos e sem nenhum conforto. Parece ser do estilo Terra 3, minimalista. Iroh e Orochi buscam saber mais sobre seus companheiros.

    Iroh escreveu:- Como existem alguns aqui que não conhecem todos os outros membros, acho necessário que utilizemos o tempo da viagem para ao menos darmos uma pequena noção de nossas habilidades para os outros, assim como fizemos antes com alguns presentes aqui. Olhou rapidamente para Orochi. Eu, por exemplo, vou ser responsável por tentar defende-los e, para isso, utilizarei meu domínio do metal.

    Adrastrea sorri e responde com um "joinha" com a mão direita.
    [Adrastrea]:Eu posso voar e tenho super força. Isso e eu posso soltar umas rajadas de energia também. - diz o heroi azul de forma humilde.

    [Antípoda]:Poderes de fogo e frio. Vôo também - a heroína diz sem dar muita atenção ao grupo.

    [Beast Girl]: Eu sou tipo uma lobisomem. Ah, eu sou horrível em me descrever - diz ela rindo - Mas eu me viro, pode deixar.

    Reaper ignora a conversa e apenas observa a escotilha da nave no cockpit.

    As turbinas são iniciadas e os propulsores começam a fazer um alto barulho. Existem duas fileiras de bancos nas laterais do interior da nave e três lugares no cockpit.

    Num tranco a nave ergue vôo e se lança do hangar, passando pelo escudo que separa o Órion do espaço. Na visão do cockpit é possível ver o planeta se aproximando com velocidade.

    Em instantes a nave atravessa a atmosfera, é possível ver o planeta com mais detalhes: a nave se aproxima do que parece ser o continente americano. Aos poucos a grande massa de terra começa a tomar forma e um grande deserto é visto pelo grupo.


    A IA avisa nos braceletes do grupo.

    [Artemis]:Vocês estão se aproximando do sinal de S.O.S. Dez minutos!

    O grupo pode ver a nave se aproximando do que parece ser uma vila no meio de um deserto, aparentemente no que seriam os Estados Unidos


    Mas o que chama a atenção é o som ensudecedor de vários estrondos como trovões, e uma explosão na fronteira do deserto com a cidade.


    Aparentemente há um combate lá embaixo e ele está acontecendo na borda da vila.

    [Artemis]:Ali! O sinal é daquela vila!



    Grupo 2:


    Grupo 2





    Ace


    Atens



    Ren



    Ron



    Perz



    Druida

    Quasar

    Ace escreveu:-Voo turbulento hoje mais cedo, né?! Mal tive tempo de me despedir.
    Preparada para voar novamente?

    Adurna olha para o doutor como se tivesse se assustado, mas se recupera em seguida.

    [Druida]:N-Nem me fale. Eu não vou olhar pra janela e ficar paradinha - ela responde.

    Ace usa seu banco de dados para extrair mais informações da piloto Nalaror.

    Nalaror:


    Nalaror é uma skaaveri puro sangue filha do grande Engenheiro Wron Xarophav, é uma brilhante expert em navegação espacial e a piloto oficial da Orion.

    Exilada na Terra 4 junto do pai em uma visita dele a negócios.

    Seu pai foi quem construiu o projeto inicial do Órion, sendo assim ela é a pessoa mais especializada na nave viva hoje.
    O pai de Nalaror morreu na Batalha de Antares.

    Possui uma vida privada muito reservada. Ace pode reconhecer Zynar, da engenharia da nave, em uma foto de rede social. Parecem bem próximas, o doutor reconhece ela na foto que viu nas redes sociais de Zynar.

    Já realizou missões black ops para a Aliança, Ace reconhece alguns codinomes de missões confidenciais chefiadas por oficiais da Terra 3. Missões como assassinato, infiltração, espionagem. Um último documento registra algum tipo de conflito entre Nalaror e superiores desse esquadrão, levando ao fim da colaboração dela nessas missões.

    Há também alguns registros de desentendimento da piloto com a liderança da Aliança devido a morte de seu pai.


    Ace também tenta descobrir sobre Quasar

    Quasar:


    Íris Whitetaker é a segunda heroína a usar o nome de Quasar. O primeiro foi seu pai, Joshua, conhecido por colaborar com grandes heróis do passado da Terra 5, mas pouco conhecido.

    Ela é reservada e não há muitas informações além de que seus poderes são alteração de tamanho e uma forte especialização científica em quimíca.

    Ace escreveu:-Não se preocupe, vou trazer sua nave de volta sem arranhões..

    Nalaror apenas arqueia umas das sobrancelhas, a reação parece ser mais de desprezo que de espanto.

    Atens escreveu:Atens- É uma bela nave.Nenhuma. Obrigada pelos esclarecimentos, Nalaror.

    A piloto apenas encara a Imperatriz. Atens percebe que ela abriu a boca para dizer algo, mas de último instante decidiu não dizer nada.

    Ace escreveu:-Você deve ser Nalaror...
    Seguro bravamente a risada enquanto continuo.
    -... ouvi muito sobre você.
    Dr. Albert Cannon.

    A piloto não parece gostar muito dessa apresentação.

    [Nalaror]:E você é o cara esquisito que tem uns vinte nomes diferentes. Espero que tenha ouvido coisas boas pelo menos - ela responde sarcástica.

    O grupo entra no Raptor. Um elegante design interior identifica como a nave poderia ser utilizada até mesmo em vôos comerciais se assim desejassem. Além disso o poder bélico dela é bem limitado, assim como seu casco não suportaria combate direto.

    [Nalaror]:Se eu fosse alguém legal eu desejaria boa sorte. Mas eu não sou, então apenas vão lá e façam seu trabalho. Quando se aproximarem do sinal o piloto automático da nave vai requerer algum comando manual, aí a incursão é com vocês.

    A piloto se afasta quando a nave começa a iniciar seus propulsores, o som vibrante de turbinas iniciando.

    [Adurna]:Cannon, você p-perguntou sobre as aulas mais cedo, certo? - diz a Druida, encolhida em sua cadeira no meio da nave e segurando as laterais da cadeira com força. Parece que ela quer se distrair da viagem - a magia vem da sua conexão com a natureza e a sua relação com o plano da realidade. A maioria das pessoas está s-sem a sensibilidade pra-pra canalizar a e-energia - a sua voz começa a falhar assim que os sons aumentam - O-O segredo é você entender c-como se r-relaciona com a magia.

    O cientista conhece um pouco de magia teórica, mas o que Adurna fala faz sentido de acordo com o que Ace já ouviu falar e pesquisou: magia parece vir dessa conexão com tudo que está ao redor. Puro estudo não traria o uso dessas habilidades.

    Ren parece muito empolgada e se senta próxima da escotilha. Ron se senta atrás dela e cruza os braços, sério. Perz parece acostumado a esse tipo de nave e se senta próximo do cockpit. Quasar se senta no último lugar, calada todo o tempo.

    Dois lugares livres no cockpit.

    A nave se lança do hangar com suavidade, ela se move rápido e em pouco tempo os tripulantes podem ver a névoa que encobre a metade direita do planeta se aproximando.


    Os sensores da nave disparam diversas informações diferentes assim que a nave atravessa a névoa e passa pela atmosfera.
    Se aquele lugar fosse como a Terra, ali deveria estar o Oceano Atlântico: mas o continente que os tripulantes vêem se parece mais como uma pangea, um único bloco gigantesco de terra que cobre a maior parte do lado direito do planeta.

    [Artemis]:Dez minutos e a gente chega no sinal! - avisa a IA.

    Conforme a nave se aproxima da superfície é possível ver que grande parte do território próximo do sinal é um grande deserto cinzento.


    Mas ao fundo é possível ver a olho nu uma pequena formação de montes e neles o que parece uma cidade:


    Alguns quilômetros antes dessa cidade, no deserto cinza, o que parecem ser trincheiras são vistas.
    Combate está sendo travado ali. Cinco sinais diferentes de transmissão são exibidos no painel do cockpit.



    [Artemis]:Ok, e agora? O sinal é bem aqui - pergunta a IA. A nave parece aguardar também.




    Mecanica:
    Spoiler:


    Iroh
    +1PH (Nexus)
    Data: 12 de Abril de 2027
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 7
    Pontos de poder: 135


    Ace
    Data: 12 de Abril de 2027
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 12
    Pontos de poder: 135


    Atens
    +1PH (Nexus)
    Data: 12 de Abril de 2027
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 11
    Pontos de poder: 135


    Orochi
    Data: 12 de Abril de 2027
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 5
    Pontos de poder: 135


    Captain Britain
    Data: 12 de Abril de 2027
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 4
    Pontos de poder: 129


    O Anônimo
    +1PH (Nexus)
    Data: 12 de Abril de 2027
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 4
    Pontos de poder: 132


    Cavaleiro Negro
    Data: 12 de Abril de 2027
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 1
    Pontos de poder: 120

    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6839
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Lyvio em Ter Jul 18, 2017 10:11 am

    Orochi ouve as informações fornecidas pelos demais do grupo e apenas o Reaper não responde, no entanto se tem uma pistola e armadura deve atirar pensa o herói.

    A visão da vila remete ao passado americano mais precisamente aos filmes de faroeste que ele assistia, no entanto os tipos de explosão parecem fortes demais para uma época como aquela, há um combate a borda da vila e uma grande explosão podia ser ver. Orochi então dirige suas palavras para a IA.

    -Artemis, você poderia nos enviar a imagem do combate? Quero saber o que está se confrontando ou quem e com quem, se são pessoas comuns e alienígenas ou uma espécie de guerra civil.

    Então continua:

    -Acho que podemos pousar antes da vila para não sermos emboscados e ir apé até ela tentar falar com as pessoas, se a nave puder ficar camuflada seria ideal. O que me dizem?

    Orochi queria entender o conflito e tentar de alguma forma se possível para-lo.
    Claude Speedy
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 177
    Reputação : 4

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Claude Speedy em Ter Jul 18, 2017 11:41 am

    Anônimo observa atentamente cada uma das habilidades dos aliados, não fala muito. Não tem poderes.

    É só um sujeito que em 2013 se empolgou demais e achou que iria derrubar o governo de seu país por via de redes sociais, paralisando avenidas e tomando prefeituras...

    E no fim o PSDB e PT usaram essa revolta para eleições. De novo disputam a mente e alma de seu povo. Se alguém dissesse que cerca de pouco mais de uma década essa luta se tornaria tão fútil diante das batalhas espaciais ele certamente riria...

    Conforme as explosões evoluem e um deus filho da deusa Gaia pergunta ao grupo sobre melhores estratégias de abordagem ele se imagina sobre efeito de LSD. Tudo que Elias faz é respirar fundo e então tentar mergulhar no que esta acontecendo...


    -Acho que podemos pousar antes da vila para não sermos emboscados e ir apé até ela tentar falar com as pessoas, se a nave puder ficar camuflada seria ideal. O que me dizem?

    Elias Duque: -Concordo perfeitamente.

    Anônimo: -Só acho que precisamos de uma distração para que nossa nave, mesmo camuflada, não seja vista.

    Elias Duque: -Podemos tentar falar com os que estiverem distante do conflito, depois de o encerrarmos.

    Anônimo: -Ao que parece tem uma força superior atacando a vila... Como lidamos com ela? Esta sendo um massacre. Nós temos de disparar para salvar aquelas pessoas! Ao mesmo tempo que descemos escondidos por outro lado!

    Não! Não é hora para isso! Vamos furtivos...

    Elias Duque: -Certo, Orochi. Vamos seguir sua ideia, mas precisamos nos aproximar rápido. A "weregirl" e a garota de chamas pode nos dar cobertura enquanto nos esgueiramos para mais perto do conflito... Eles precisam de ajuda imediatamente!
    Nimaru Souske
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 725
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Nimaru Souske em Qua Jul 19, 2017 12:40 am

    Makuro responde o doutor com a mesma seriedade que sempre se reporta a seus superiores.

    - Espero nunca ouvir isso vindo de uma IA auxiliar, mas pode confiar que qualquer ato estranho eu relatarei. Assentiu com a cabeça

    Logo observa a resposta à sua curiosidade vinda de Lawson. Achou interessante como ele abordou tal possibilidade e, diante daquilo, decidiu apenas guardar essa informação para interações futuras. Permaneceu calado o resto da conversa entre os dois doutores e se despediu ao final, partindo logo em direção à reunião.

    ____________________________________________________________________________________________________________________________

    NAVE

    Kin responde todos que lhe deram informações sobre suas habilidades.

    - Vejo que estamos bem munidos de poder ofensivo tanto corpo-a-corpo quanto à distância. Espero que tudo dê certo no campo de batalha, Soldados. Seu olhar era firme em todos, especialmente àquele que carregava uma arma de fogo que ignorara toda a conversa.

    Talvez não fosse alguém em quem confiar.

    O soldado metálico apenas sentiu todo empuxo que a viagem causadra e em seus pensamentos apenas pedia para chegar a tempo no seu destino e, assim, pudesse salvar o máximo de pessoas possível. A IA deu um sinal e Iroh respondeu.

    - Certo, Artemis. Pelo que vejo, precisamos ser rápidos. Providencie para a nave paire o local e nos dê a possibilidade de cairmos diretamente no núcleo do conflito.  

    Em meio ao barulho das explosões, o soldado tenta tomar a iniciativa.

    - Tenho uma missão que é proteger o maior número de vidas que conseguir e não vou deixar mais tempo passar. Se recebemos sinais pedindo ajuda, é porque precisam de ajuda imediata e precisamos descobrir quem é o emissário em questão. O ideal é que aqueles que consigam voar ou chegar ao solo de maneira mais rápida que utilizando os paraquedas o façam e os demais sigam o plano do Deus de usar furtividade e tentar obter informações com aqueles que estão nas áreas ao redor, sem envolvimento direto, como o Anônimo bem falou. Qual o objetivo imediato? Definir os dois lados do conflito em uma rápida analise e fazermos contato com os dois pedindo ou exigindo, se necessária a utilização da força, um sessar fogo. Após isso poderemos averiguar os motivos dessa guerra e interferir de maneira mais consciente junto com informações do grupo furtivo.

    Recupera o folego após falar tanto e termina.

    - Aqueles que concordarem podem seguir esse plano, aqueles que discordarem podem ficar aqui e elaborar outro. Eu vou descer e iniciar o contato.

    Logo se levanta e fala com Artemis.

    - Me guie até o local de pulo e informe quando estivermos pairando o conflito.

    Se encaminha para o local dito pela IA e espera o momento certo para pular. Mesmo que lhe fosse dito que aquilo não era o melhor ou mais inteligente a se fazer, ele ia tentar... já não suportava mais as chances de falhar e ver mais corpos sangrando naquele deserto e não poder impedir.

    Realiza o salto e, antes de cair, toca na nave, assimilando o metal e cobrindo seu próprio corpo para amortecer o impacto para, em seguida, aumentar o espaço entre as moléculas metálicas que cobriam seu corpo e fazer com que o seu tamanho chegue aos 36m, antes de atingir o solo.

    No meio daquela guerra.


    Poderes:
    Metalomáchia (18 -17 = 1 pps)
    *EFFECT: (Enhanced growth) / TYPE: General / DESCRIPTORS: Metal. Atomic manipulation
    *ACTION: (Free) / RANGE: (personal) / DURATION: (sustained)
    Rank 18 (36 m)
    Flat: Reduced stamina 6
       Reduced Strenght 11 (Trade\off )
    DESCRIPTION: Kin pode expandir os espaços entra as ligações dos átomos de metal em seu corpo e aumentar seu tamanho e massa.


    Metal Form (82 – 19 = 63 pps)
    *EFFECT: (Alternate form\solid) / TYPE: general / DESCRIPTORS: Metal. atomic manipulation
    *ACTION: (standard) / RANGE: (personal) / DURATION: (continuous)
    Effects:
    Enhanced strength 3
    - Flaw: Reduced intellect 2
    Enhanced fighting 3
    - Flaw: Reduced awareness 2
    Immunity toughness 80
    -Flaw: Noticiable -1 Flat point
    Rank 16
    Flaws:  activation – 2 flat points
               Limited\ contato com metal – 1 per rank
    extra: incriased duration
    DESCRIPTION: Iroh cobre seu corpo com as moléculas de qualquer metal e faz diminui os espaços de seus ligamentos, tornando-se impenetrável. Seu corpo, por outro lado, ganha um aspecto negro e seu rosto é recoberto por uma forma monstruosa.

    MINDGAME
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 861
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por MINDGAME em Qua Jul 19, 2017 2:57 am

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Id", "Ego", "Superego", (Offs)

    Thomas Lawson escreveu:Sim, é minha obra-prima. Mas ela é meio teimosa também, acho que fui bem demais trabalhando nela hahaha. Me avisem caso ela haja estranho. Estranho do tipo 'quero eliminar a raça humana'
    Iroh escreveu:Espero nunca ouvir isso vindo de uma IA auxiliar, mas pode confiar que qualquer ato estranho eu relatarei.
    "(Preocupada) Acho que eu quero eliminar a raça humana... não quer me examinar, Ace?"
    "Você está bem."



    Thomas Lawson escreveu:Essa na verdade é minha maior esperança nessa viagem, Iroh. Encontrar algo tão superior e avançado que não teremos outra escolha a não ser nos unirmos para compreender e agir de acordo. São os desafios impossíveis que motivam os melhores cientistas, certo Doutor Cannon?
    "Acho que eu vou vomitar."
    -Na verdade, só estou aqui pela comida grátis, mas... é... que seja...
    "Tá... já entendi que é de propósito, mas por que está fazendo isso?"
    "Não está exagerando fazendo as pessoas acharem que você é um completo estúpido?"
    "Olhem para esse cara. O trabalho da vida dele foi criar essa ferramenta disfuncional que eu tornei obsoleta quando criei vocês três em... o que?! Alguns minutos me dedicando a isso?!
    A primeira lição que tive que aprender por conta própria foi que a inveja é cruel e intrínseca a humanidade.
    Se eu for sincero, eu sempre serei a lembrança do seu fracasso. Minha virtude revelará apenas aquilo que ele desejou e não teve.
    Então se eu puder optar entre ser o destaque e ser um babaca, serei o babaca. Isso trás mais "bem estar" à aqueles que me cercam.
    A gratidão é um peso... e a vingança é uma delícia."

    "(Confusa) Isso é..."
    "(Confusa) Não entendo essa lógica. Está comparando vingança a gratidão?"
    "Você é uma inteligencia artificial baseada em memórias de uma dryad, a humanidade não se dá tão bem com a lógica."



    Thomas Lawson escreveu:Hahahah, com certeza Doutor. Quando você tem caras de capa que podem levantar prédios inteiros é meio difícil impressionar mostrando o quão bem você sintetiza um novo remédio ou faz um gerador à frio
    "Agora eu acho que estou ficando com pena dele..."
    -Eh...
    Aperto os lábios e desvio o olhar.
    "Imagina se ele soubesse que eu já impressionei a melhor garota da galáxia?!"
    "Quem é...? Ah! Eu?! Sou eu?! SOU EU!"



    Thomas Lawson escreveu:Você deve ter irritado ela. Isso é meio o que me preocupa nela, eu a fiz uma IA feminina por incorporar conceitos e vantagens que as mulheres possuem. Mas isso também possui suas peculiaridades no tratamento social dela.
    "Ele realmente não entende muito de mulheres, né?!"
    "O que você esperava?! Ele veio de um planeta que discutiu ideologia de gênero por quase um século enquanto as nossas mulheres estavam pilotando mechas e estudando táquions."
    Thomas Lawson escreveu:Por um instante tente imaginar ela menos como inteligência e mais como uma mulher sem corpo, como você acalma uma mulher?
    "Chocolate?!"
    "Rage Sex?!"
    "(Irritada) ID!"
    "Como você quer dar chocolate para uma IA?"
    Thomas Lawson escreveu:Não me olhem assim, eu também não sei.
    "(Entediada) Aff..."
    "É perda de tempo..."
    -Psicologia não é uma ciência exata, e os pontos de partida a serem analisados são ainda mais subjetivos em uma inteligência artificial.
    Por exemplo: Você representa uma figura paterna para ela? Alguém representa uma figura materna? Qual a relação que ela tem com os pais? Ela sofreu algum abuso ou trauma? Ela foi mimada?
    Há uma infinidade de variáveis que moldam a personalidade de uma mulher e só se pode imaginar quais gatilhos são eficientes, conhecendo eles.




    Thomas Lawson escreveu:Vai ter bastante ação nessa missão, doutor. Mas cuidado pra não ter ação demais, o ócio é o momento perfeito para grandes ideias assim como a ação
    -Ah, não. Acho que me entendeu errado. O tédio era por falta de novidades, não por falta de ação.



    Thomas Lawson escreveu:Obrigado pela conversa senhores, estou a disposição caso queiram falar da IA ou jogar conversa fora sobre algoritmos. Se eu começar a falar sobre desenvolvimento eu só pararei daqui um mês hahaha
    -Na verdade, já que falou nisso, tem uma dúvida que pode tirar...
    (Off = Ace questiona a programação da IA, afim de descobrir suas possíveis vulnerabilidades, tanto mecânicas quanto abstratas.
    Technology +18 +SECOND CHANCE) MINDGAME efetuou 2 lançamento(s) de dados (d20.) :
    16 , 3




    Anonimo escreveu:Doutor Cannon é o Reed Richards dessa nossa série?
    "Reed Richards?"
    "Ficção cientifica da Terra 1."
    -Me vejo mais como Tony Stark... só que mais filantropo e acabei doando toda a minha fortuna para pesquisas do tipo Inspetor Bugiganga...
    Toco um trecho curto da música tema de Inspetor Bugiganga através do Omniapp.



    Adurna Bris escreveu:N-Nem me fale. Eu não vou olhar pra janela e ficar paradinha
    -Veja pelo lado positivo: a nave pode explodir antes de decolarmos!
    "Não acho que ela tenha aprendido a entender sarcasmo nesse meio tempo, Albert."
    "Foi maior do que eu."



    "Íris Whitetaker é uma química com poderes de alteração de massa. Herdou o nome Quasar de seu pai.
    É reservada. Há poucas informações."

    "Tímida?"
    "Talvez."
    "(Sedutora) Sinto cheiro de daddy's issues..."
    "Nalaror é filha de Wron Xarophav, criador da Orion, e uma brilhante expert em navegação espacial. Parece amiga de Zynar.
    Trabalhou em missões da Terra 3, mas tem problemas com autoridades."

    "(Sedutora) Sabe o que dizem sobre mulheres com problemas com autoridade?"
    "(Irritada) CALA A BOCA ID!"
    Nalaror Xarophav escreveu:E você é o cara esquisito que tem uns vinte nomes diferentes. Espero que tenha ouvido coisas boas pelo menos
    Cumprimento a piloto.
    -Na verdade é só um nome: Albert Cannon.
    E... ah, sim! Ouvi coisas boas!
    Pensa por si própria. Eu gosto disso!
    Fiquei sabendo dos desentendimentos. Você estava certa! Eu teria feito o mesmo no seu lugar!

    "(Irritada) Você nem sabe o que aconteceu! O que está fazendo?"
    "Improvisando."
    -E eu sinto muito pelo seu pai. Perdemos um grande engenheiro naquela batalha.
    Aperto os lábios em um semblante compassivo.
    "(Empolgada) Chama ela para sair!"
    Fico em silêncio observando a reação da piloto.



    Nalaror Xarophav escreveu:Se eu fosse alguém legal eu desejaria boa sorte. Mas eu não sou, então apenas vão lá e façam seu trabalho. Quando se aproximarem do sinal o piloto automático da nave vai requerer algum comando manual, aí a incursão é com vocês.
    Respondo enquanto entro na nave.
    -Se você fosse alguém legal, eu te chamaria para jantar mais tarde, mas, como você não é, vou chamar outra pessoa.
    Dou de ombros com um semblante irônico e sento ao lado da Druida.
    "Id, assuma o controle da nave."
    "Ok!"
    (Off = OMNIAPP: Feature: Hack and pilot vehicles with Technology skill)
    Adurna Bris escreveu:Cannon, você p-perguntou sobre as aulas mais cedo, certo?
    "(Preocupada) Céus! Ela está tremendo!"
    Adurna Bris escreveu:a magia vem da sua conexão com a natureza e a sua relação com o plano da realidade. A maioria das pessoas está s-sem a sensibilidade pra-pra canalizar a e-energia
    "Se continuar assim ela pode desmaiar."
    Adurna Bris escreveu:O-O segredo é você entender c-como se r-relaciona com a magia.
    "Conexão com a natureza... me relacionar com a magia... "
    Suspiro e levo o dedo indicador até a minha boca em sinal de silêncio, então passo o outro braço por trás de sua cabeça e a puxo, tapando seus olhos com a mão e seus ouvidos com o braço e o peito.
    "Isso deve impedir que ela desmaie."
    "Distraí-la talvez fosse mais eficiente do que obstruir alguns sentidos."
    "Ela é tímida. Não acha que essa aproximação seja o suficiente para manter a mente dela em outro lugar?"
    "O empuxo das turbinas não vão ajudar."
    "(Irônica) Espero que ela vomite no seu colo!"
    "Estou trabalhando nisso.
    Id."

    Estendo a mão livre na direção do cockpit e, através de pequenos gestos, faço a nave compensar o centro de gravidade, tentando tornar o empuxo o mais sutil o possível por todo o trajeto até o destino.
    (Off = Technology +18 +SECOND CHANCE) MINDGAME efetuou 2 lançamento(s) de dados (d20.) :
    4 , 4

    "(Sedutora) Você é tão fofo Ace..."
    "Só estou tentando manter minha professora lúcida... e não ser vomitado."
    "(Sedutora) Acho que ela está gostando..."
    "(Irônica) Deve ser só refluxo..."
    Presto atenção nas reações da Druida em silencio e observo os demais tripulantes.
    "Quasar parece mesmo ser tímida... mas está muito longe para puxar conversa."
    "(Irônica) Sorte dela..."



    Artemis escreveu:Dez minutos e a gente chega no sinal!
    "Parece que suas expectativas de uma Terra 6 está descartada. A menos que, nesta terra, os continentes jamais tenham se dividido."
    "Há uma cidade ao longe... e trincheiras à frente..."
    "Cinco transmissões sendo exibidas."
    "Reproduza."
    Artemis escreveu:Ok, e agora? O sinal é bem aqui
    "Bris será inútil se tivermos que fazer manobras com a nave..."
    Tento encontrar algum lugar protegido da batalha, pouso a nave e solto a cabeça da Druida.
    -O território à frente está sob ataque. Posso tentar camuflar a nave ou o grupo lá fora.
    Como quer proceder, Imperatriz?

    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6839
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Lyvio em Qua Jul 19, 2017 8:48 am

    Enquanto Artemis fornece as informações e desloca-se para pairar o combate Orochi decide agilizar as coisas e definir as funções.

    "Iroh não poderia simplesmente dizer quem decidir faz isso ou aquilo, não tem estratégia nisso."


    Tentando agilizar as coisas para não deixar as pessoas confusas Orochi decide dividir as equipes, quem ficaria responsável pelo contato e quem iria pra área de conflito, isso deveria ser decidido mais a frente, no entanto a pressa do Iroh agilizou essa divisão.

    -Iroh, você é um militar, deveria esperar um pouco por alguma decisão antes de agir, ou nunca planejaram nada antes de agir quando você trabalhava pra eles? Não seja apressado, sei da urgência para cessar o conflito, mas os que morrerem dependendo de seus objetivos eu poderei ressuscitá-los.

    Eu sou o Deus da vida e da dor Iroh, tenho o poder de trazer os mortos de volta a vida e usarei esse poder para mostrar o Deus que sou e conseguir uma maior facilidade nas negociações. Não sabemos o poder militar deles, mesmo nós não podemos agir assim.

    Ele vira-se para os demais:

    -Devemos dividir as equipes: Eu, Iroh, Reaper e Antípoda vamos para a área do conflito, Andrastea, Anônimo e Beastgirl tentarão contato com a população da vila.

    Dito isso ele espera as informações de Artemis para descer junto com Iroh.
    Neith
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 247
    Reputação : 30

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Neith em Qua Jul 19, 2017 1:46 pm

    antes:

    “Pelo visto a morte dele ainda é sentida por outros. Talvez, isso seja normal e estou me preocupando a toa com as consequências desses sentimentos. Não gosto de ter usado seu nome dessa forma, mas eu precisava encerrar esse assunto; ao menos por hora.”

    isaac-sky escreveu:[Perz]:A harmonia será essencial nos perigos que possam vir. Eu me manterei atento à Força para garantir que esse cientista não trame contra você, assim como sei que Ren e Ron possuem a sabedoria e instinto para ter o mesmo cuidado - esse momento parece ser a primeira vez em que os três concordam em algo.

    Alguns segundos de silêncio.

    [Ron]:Eu sinto como...como se estivéssemos diante da calmaria antes da tempestade, Vossa Graça. As coisas estão bem mas...é um pressentimento ruim, não quero pensar muito nisso, mas aprendi a não ignorar esse tipo de sentimento - o dryad diz num tom sério - Mas não vamos deixar isso nos impedir, somos parte de algo grande e com a Vossa Graça sei que tudo ocorrerá da melhor forma possível.

    A Imperatriz observava-os atentamente tentando verificar a veracidade daquelas palavras.
    Insight + Second Chance - Ron Neith efetuou 2 lançamento(s) de dados (d20.) :
    19 , 16
    Insight + Second Chance - Perz Neith efetuou 2 lançamento(s) de dados (d20.) :
    2 , 4

    Ren estava reagindo de uma forma que intrigava a Imperatriz, a jovem Dryad aceitava tudo com uma aparente facilidade que era, no mínimo, curiosa.
    Insight + Second Chance - Ren Neith efetuou 2 lançamento(s) de dados (d20.) :
    19 , 11

    Atens- Eu espero que não ignore e que aprenda a lidar com isso apropriadamente. Essa é uma lição difícil de aprender. - “E algumas vezes bem dolorosa. Mas, não era isso que eu esperava que Ron falaria. Perz e sua crença o incomodam e embora ele ainda não tenha dito isso ficou evidente em sua reação.” - Entretanto, não deixar que isso o paralise significa que já no caminho certo. - Atens volta-se para a escotilha e permanece fitando a visão do planeta enquanto continua. - Iremos enfrentar várias tempestades em nossos caminhos e elas não ficarão mais fáceis com o tempo. É por isso que devemos usar o tempo entre elas a fim de nos recuperarmos e nos prepararmos para a próxima e... - A Imperatriz junta as mãos a frente de seu corpo. Atens estava mergulhada nas lembranças da noite que estiveram sob ataque e sua mãe acabou morrendo. - ...sempre devemos permanecer atentos aos sinais de mudança. -“Poucas coisas são tão assustadoras e desastrosas como ser pego de surpresa.”- É hora de irmos para a reunião. Não devemos deixá-los esperando muito tempo. É desrespeitoso.

    Atens olha rapidamente para os três antes de seguir em direção a porta e irem para a reunião. Durante o caminho até a WarRoom a Imperatriz permanece em silêncio.
    reunião:

    isaac-sky escreveu:[Nadia]:Está bem, vou te enviar a última que pegamos - A Samurai enviou a transmissão para a Imperatriz.
    Atens- Obrigada.

    isaac-sky escreveu:A piloto apenas encara a Imperatriz. Atens percebe que ela abriu a boca para dizer algo, mas de último instante decidiu não dizer nada.
    Atens observava atentamente as reações da Skaaveri enquanto continuava tentando inspirá-la a um sentimento de amistosidade.
    Insight + Second Chance - Nalaror Neith efetuou 2 lançamento(s) de dados (d20.) :
    14 , 15

    “Você é um bom desafio, Nalaror. (risos) Entretanto, por hora, está longe de ser o maior. Já houveram piores. E é sempre uma questão de tempo.”

    isaac-sky escreveu:[Nalaror]:Se eu fosse alguém legal eu desejaria boa sorte. Mas eu não sou, então apenas vão lá e façam seu trabalho. Quando se aproximarem do sinal o piloto automático da nave vai requerer algum comando manual, aí a incursão é com vocês.
    “Aquele que conta apenas com a sorte está a meio caminho do fracasso aquele que trabalha com possibilidades está a meio caminho da vitória.”

    Atens- Bom trabalho e até breve, Nalaror. Foi um prazer conhecê-la.

    A Imperatriz entra no raptor e observa seus guardiões se posicionarem e iria sentar-se próximo a eles, mas ao notar a reação de Adurna a Dryad muda de ideia e se aproxima.

    “Eu conheço essa reação: É medo! Foi ela que disse ter medo de voar durante a decolagem essa manhã? Ah, por tudo que é sagrado, essa garota pode entrar em pânico! Isso pode ter péssimos resultados em uma nave.”

    Atens- Sua amiga tem medo de voar, Dr. Cannon? Bem, eu posso ajudá-la se quiser e acredito que ela se sentirá mais segura com alguém capacitado sentado no cockpit.

    A Imperatriz senta-se ao lado de Adurna.

    isaac-sky escreveu:[Adurna]:Cannon, você p-perguntou sobre as aulas mais cedo, certo? - diz a Druida, encolhida em sua cadeira no meio da nave e segurando as laterais da cadeira com força. Parece que ela quer se distrair da viagem - a magia vem da sua conexão com a natureza e a sua relação com o plano da realidade. A maioria das pessoas está s-sem a sensibilidade pra-pra canalizar a e-energia - a sua voz começa a falhar assim que os sons aumentam - O-O segredo é você entender c-como se r-relaciona com a magia.
    Atens- Cannon, eu já lidei com isso inúmeras vezes em minhas viagens… - Atens encara Ace enquanto tenta fazê-lo confiar nela alterando seus sentimentos. - ...distraí-la seria mais eficiente que isso. Deixe-me tentar ajudá-la e me ajude a fazer isso. Vá ao cockpit e assuma o controle da nave, porfavor. - Atens apresentava um tom de voz sereno e sério.



    Atens observava os detalhes do planeta.

    “Apenas um continente? Curioso! Como será o clima e as formas de vida por aqui?!”

    isaac-sky escreveu:[Artemis]:Dez minutos e a gente chega no sinal! - avisa a IA.
    Atens permanece em silêncio observando a vista e tentando imaginar como era possível sobreviver em um lugar como aquele. Ao ver a formação que assemelhava-se a uma cidade a Imperatriz sorri intrigada.

    “De alguma forma eles conseguem sobreviver em um lugar tão ‘morto’. Provavelmente com uso de muita tecnologia.”

    isaac-sky escreveu:Alguns quilômetros antes dessa cidade, no deserto cinza, o que parecem ser trincheiras são vistas.
    Combate está sendo travado ali. Cinco sinais diferentes de transmissão são exibidos no painel do cockpit.

    [Artemis]:Ok, e agora? O sinal é bem aqui - pergunta a IA. A nave parece aguardar também.
    Atens- Artemis, Reproduza os sinais de transmissão, por favor.

    Assim que os sinais forem reproduzidos Atens tentará decifrá-los(traduzi-los).

    Atens- A propósito, Dr. Cannon, a Comandante me enviou o sinal que parece ecos de localização. Você gostaria de analisá-lo?

    MINDGAME escreveu:-O território à frente está sob ataque. Posso tentar camuflar a nave ou o grupo lá fora.
    Como quer proceder, Imperatriz?
    Atens- Essa nave não foi feita para conflitos, Dr. Cannon; e não gosto da ideia de entrar em um conflito sem saber pelo que lutamos. Sugiro que camufle a nave. Traduzimos os sinais recentes e decidimos os próximos passos. Entretanto, se queremos começar a entender esse conflito a fim de encontrar um caminho diplomático talvez seja ideal nos dirigirmos para aquela cidade e nos anunciarmos com uma mensagem de paz. São sugestões e eu gostaria de ouvir a opinião dos demais membros dessa equipe antes de decidirmos.

    Atens- Artemis é possível obter melhores imagens daquelas trincheiras sem uma aproximação da nave?
    Nimaru Souske
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 725
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Nimaru Souske em Qua Jul 19, 2017 3:42 pm

    Responde a Orochi enquanto se encaminha pra saída

    - Você brinca com a morte, eu as evito... quando você morrer, esperarei que alguém tenha a santa vontade de ressuscita-lo. Peço que não fale como se soubesse o que significa ser "militar", Não sou um superior de ninguém aqui, grande Deus, se acha que tem moral para exigir que eles sigam ordens suas, tente a vontade, todos aqui são companheiros para mim e tem voz para seguir ou não o que eu ofereço... não é desordem, é hierarquia. Talvez não a conheça, mas nós militares da Terra 3 à veneramos como nosso próprio Deus, mais justo e benevolente que muitos outros que se dizem divindades."

    Falava com sua seriedade rotineira e não tinha como objetivo criar um embate contra o Deus, mas sim que os outros da nave escutassem suas palavras e soubessem que não são inferiores a nenhum outro ali.
    Nimaru Souske
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 725
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Nimaru Souske em Qua Jul 19, 2017 4:06 pm

    Percepção pra identificar melhor quem tá lutando com quem

    +1

    Nimaru Souske efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    7
    MINDGAME
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 861
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por MINDGAME em Qua Jul 19, 2017 4:20 pm

    (Off = Perception +12 +SECOND CHANCE) MINDGAME efetuou 2 lançamento(s) de dados (d20.) :
    13 , 11
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6839
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Lyvio em Qua Jul 19, 2017 4:28 pm

    Nimaru Souske escreveu:Responde a Orochi enquanto se encaminha pra saída

    - Você brinca com a morte, eu as evito... quando você morrer, esperarei que alguém tenha a santa vontade de ressuscita-lo. Peço que não fale como se soubesse o que significa ser "militar", Não sou um superior de ninguém aqui, grande Deus, se acha que tem moral para exigir que eles sigam ordens suas, tente a vontade, todos aqui são companheiros para mim e tem voz para seguir ou não o que eu ofereço... não é desordem, é hierarquia. Talvez não a conheça, mas nós militares da Terra 3 à veneramos como nosso próprio Deus, mais justo e benevolente que muitos outros que se dizem divindades."

    Falava com sua seriedade rotineira e não tinha como objetivo criar um embate contra o Deus, mas sim que os outros da nave escutassem suas palavras e soubessem que não são inferiores a nenhum outro ali.

    Orochi balança a cabeça em sinal negativo, sua expressão se fecha e ele responde a Iroh:

    -Não se preocupe, se eu não morrer, ressuscitarei você quando morrer com sua imprudência. Se acha que é tão poderosos para resolver a guerra sozinho, não deveria estar aqui e sim indo a um planeta sozinho resolvendo tudo, na verdade quem parece se achar um Deus aqui é você!

    Não sou militar, nem quero dar ordens a ninguém, mas todo grupo tem que ter um líder. Caso eu quisesse dar ordens não teria pedido a opinião dos outros, no entanto, sei que o mínimo que um militar faz antes de agir é planejar algo, coisa que você não parece interessado em fazer.

    Orochi dá de ombros:

    -Mas como falei, não se preocupe, tenho meus poderes de cura para evitar que você morra com sua imprudência e caso morra ressuscitarei você para continuara a missão isso é tão simples como beber água para mim.

    Orochi era difícil de se irritar, mas Iroh conseguiu tira-lo do sério por um momento.

    "Se todos pensarem como ele vai ser mais difícil do que imaginei."
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6839
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Lyvio em Qua Jul 19, 2017 4:49 pm

    Perception: +0

    Lyvio efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    5
    Nimaru Souske
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 725
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Nimaru Souske em Qua Jul 19, 2017 4:52 pm

    Iroh não o escutava, tinha coisas mais importantes para pensar do que devaneios de um prepotente e seguia seu plano de salto.
    Claude Speedy
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 177
    Reputação : 4

    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Claude Speedy em Qua Jul 19, 2017 11:01 pm

    É sério... eu estava numa boa e até ia cooperar até ouvir as bobagens do pretenso deus.
    Até achei que ele não estava pedindo nada demais quando ouço as palavras de Iroh questionar a autoridade dele e Orochi querer revindica-la novamente. E quando o conhecimento sobre quantas mortes esse tipo de comportamento causou na Terra e talvez em todas elas, o Anônimo apaga a personalidade de Elias Duque definitivamente.

    Anônimo:-Escute, "menino Jesus". Hierarquia é o Caos... É só por causa e em nome dessa p*¨¨@ de algum imbecil ter imposto na cabeça de todo mundo que é necessário um líder e todo tipo de divergência apareceu. É por causa dessa m&rd@ que países se matam e religiões se trucidam. Olha o que esta acontecendo bem na nossa frente só porque algum cretino acha que os cowboys precisam ser governados que eles estão levando tiros! Então não venha se impor para cima de ninguém... Cada um faz sua parte e ninguém precisa por o p@% na mesa, valeu? Se as meninas estiverem de acordo com tentar conversar, eu tô indo nessa como recomentou porque achei a ideia boa, mas quando o Iroh ou qualquer um tiver uma ideia boa é melhor a gente por prática e não ficar tentar achar quem é o mais sagrado entre nós... Vamos fazer exatamente igual o Iroh esta fazendo... se focando no problema. Sem tretas, somos um time. Apesar de você ter me ignorado antes não vou perder tempo com isso... Meninas, vamos checar a aldeia?

    Não falo mais nada. Ele se acha um deus, mas todos os homens devem morrer... E até deuses morrem. Eu já não tenho o que comentar diante de super poderes, sou humano e demasiadamente humano. Eu já pensava em me esgueirar com elas como aliadas e lá frente explicarei como isso pode funcionar.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Capítulo 1 - Por um Punhado de Justiça

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Set 22, 2017 6:39 am