Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Compartilhe
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2907
    Reputação : 0

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por anderson em Seg Mar 11, 2013 11:01 pm

    Satisfeito com seu discernimento em relação ao nobre Grimlock se senta ao lado de Zankharon, deixando a vaga ao lado para Janus ficar mais próximo de Haffin que não parecia boa pessoa. O feral já começava a proteger o mago antes que o torneio começasse. Era legítimo que o maligno homem duelasse com quem quer que fosse... no torneio. Aqui não era boa hora para intimidar ninguém.

    Com a sugestão do brinde ele pega rapidamente uma taça e a ergue sabendo que era um brinde honesto. Terminado o brinde ele impõe a mão sobre a comida e profere uma benção solene.

    - Ó grande Bahamut, abençoa o precioso alimento
    que colocas na nossa mesa,
    que ele nunca nos falte.
    Mas, principalmente, não nos falte o vosso Espírito, que é Santíssimo
    E a vossa Justiça, que é Preciosíssima,
    verdadeiros alimento e bebida que nos conduzem à vida eterna.
    E reserva, Ó Grande Dragão de Platina, um lugar no teu Reino
    para aqueles que morrem de fome e de sede em todo o mundo.
    E, antes da morte, os alimenta com teu Espírito
    para que tenham chance de salvação.
    Olha, se tu o desejas, por nós que lutaremos de forma justa neste torneio.
    Amém


    Terminada a benção dos alimentos ele se senta, bebe e come.
    Spoiler:
    Usando purificar alimentos se possível
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6055
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Soviet em Ter Mar 12, 2013 3:58 am

    Janus senta-se silencioso entre Grimlock e Sir Haffin. Cerwyn percebeu que o encanto de Léya por Arthminós foi profundo, já que ela rapidamente se adiantou e sentou-se ao lado do barão. A paranóia realmente começava a tomar a mente do mago, e o mago a afasta erguendo seu copo de vinho ao brinde de Sir Haffin, sem dizer nada. Alfador estava ao lado da mesa, atrás de Janus, terminando seu peixe. Assim que termina, o gato vai procurar coisas mais interessantes para fazer, e logo se interessa por uma lagartixa que subia por uma das vigas da taverna.

    Quando Arthminós pede para que Janus conte histórias de sua vida, o mago se limita terminar o gole de vinho que já havia começado - numa tentativa de se manter longe de conversas - e responde o barão com uma voz séria e monótona.

    - Me desculpe decepcioná-lo barão Arthminós, mas eu não tenho tantas histórias interessantes como vocês possam ter. Tudo se resume a livros, bibliotecas e tutores arrogantes. Eu iria apenas entendiá-los em um momento de confraternização.

    Janus dá um sorriso amarelo para o barão, esperando que isso o convença a desistir dessa idéia.
    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7833
    Reputação : 33
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Elminster Aumar em Ter Mar 12, 2013 9:21 pm

    TESTE OCULTO:
    Z:
    Elminster Aumar efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    12
    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7833
    Reputação : 33
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Elminster Aumar em Ter Mar 12, 2013 10:22 pm

    - A sua benção veio em boa hora, sr Grimlock - disse o barão assim que o feral terminou de recitar suas palavras purificantes. Depois de pedir para Janus contar uma história a seu respeito e ouvir a recusa, Arthminos disse ainda com um sorriso estampado no rosto: - Ora, com certeza há alguma história interessante ou divertida que você poderia nos contar, mas não irei insistir no assunto. Deixemos que os outros narrem suas histórias e quem sabe o senhor não crie a coragem necessária para fazer o mesmo, não é verdade? Ahh, deixa-me ver... senhor Zankharon, que tal você ter a honra de começar?

    O bárbaro olhou para Arthminos como se estivesse pensando em saltar na mesa e estrangular o seu pescoço.
    - Fique vocês com as suas histórias e eu fico com as minhas. Isto aqui é uma completa perda de tempo - dizendo isso Zankharon se levantou abruptamente da mesa, derrubando alguns pratos e copos, e começou a se dirigir para a escadaria. Arthminos também se ergueu de seu assento, e com um gesto abrangente com a sua mão apontou para a cadeira de Zankharon.

    - Por favor senhor, queira retornar ao seu lugar. Esta sua atitude intempestiva seria a segunda falta de educação de sua parte em menos de cinco minutos. Estamos todos aqui para confraternizarmos, e não seria pedir muito que o senhor pelo menos acompanhasse o banquete com o resto de nós.

    O bárbaro cedeu tão rapidamente ao pedido do barão que Janus teve quase certeza no emprego de magia. Zankharon tomou seu assento novamente, e voltou a comer a carne e beber a cerveja. Serynden encarava Arthminos com atenção, como se tivesse o vendo pela primeira vez.

    - Diante de tantas negações, acredito que ninguém se importaria de eu ser o primeiro a contar algo - diz Haffin, que não perdera sua pose em nenhum momento durante o entrevero. Arthminos concordou com a cabeça e voltou a se sentar, esperando Haffin começar sua história. - Como vocês devem saber, me chamo Haffin Dayan, e consegui o meu título de Sir entrando para a Ordem Sagrada dos Cavaleiros de Samular. É uma ordem juramentada e que serve os princípios do Deus Justo, o todo soberano Tyr. Sua base de operações fica nos Salões da Justiça em Águas Profundas. - Haffin tomou um gole de vinho e deu prosseguimento: - A história de nossa ordem começa no Ano dos Anéis Leais, quando a Segunda Guerra Troll terminou sob a liderança de Aeroth, Capitão de Guerra de Lua Argêntea. Um dos grandes heróis dessa guerra foi Samular Caradoon, um cavaleiro Tyrrano cuja bravura e fé eram incomparáveis.

    A história prosseguiu com o Sir Haffin Dayan falando sobre como os irmãos conseguiram destaque na guerra com o auxílio de três artefatos poderosos conhecidos como anéis de Samular. Amphail o Justo foi elevado a posição de Lorde da Guerra de Águas Profundas devido ao seu heroísmo e bravura, mas infelizmente encontrou a morte um ano depois numa das investidas dos trolls. Coube a Samular trazer a vitória ao seu povo, mostrando toda a sua proeza e valor, e com esse feito ele adquiriu uma legião de seguidores. Já seu irmão mais velho, Renwick, caiu perante a batalha final. Depois da guerra, Samular formou uma odem de cavaleiros Tyrranos no Norte conhecida como os Cavaleiros de Samular.

    - Bravo, bravo - aplaudiu com extremo entusiasmo Arthminos ao término da história.- Grato pela história, Sir. Grimlock, o senhor poderia ser o próximo?
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2907
    Reputação : 0

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por anderson em Sex Mar 15, 2013 11:39 am

    Grimlock não era muito dado a histórias, porém o homem não especificou que a história prescindia por ser sua. Seria uma ótima oportunidade de contar alguma história sobre a grandeza do Dragão de Platina. Aí ele olhou para a quantidade de infiéis e mesmo hereges, então resolveu primar por algo mais simples. Afinal palavras não arrastam seguidores, exemplos sim. Pensou ele em dar-lhes um exemplo de fiel de Bahamut.

    - De antemão, gostaria de pedir desculpas aos presentes pela minha inabilidade em contar histórias, mas me recordo agora de uma que pode interessar. A maioria de nós somos homens, e mulheres, de aventura e muitos de nós já nos vimos frente a frente com alguns desafios complicados. Está é uma história dos anais dos Draconatos. Aqueles a quem Bahamut concede a grande graça de se assemelhar a sua forma magnífica. Era mais ou menos assim:

    Vythjhank ux Maekrix tibur Gunnloda Holderhek era uma serva fiel de Bahamut. Numa noite em um lugar que agora não interessa ela se remexeu do sono na chamada de seu nome.

    “Vyth? Hora da sua vigia.”


    Vyth abriu seus olhos e piscou os olhos pela luz da fogueira acesa. Apesar da sonolência ainda em seus olhos, ela era capaz de ver bem – muito melhor nessa iluminação turva do que ela jamais tinha sido capaz como uma anã.

    “Obrigado, Charmaine. Me ajuda com minha armadura?”

    Charmaine bocejou amplamente várias vezes enquanto ajudava Vyth afivelar sua armadura de batalha. Finalmente, com a última peça no lugar, a halfling rastejou para a cama ainda quente de Vyth para tomar mais algumas horas de sono antes do amanhecer.

    Vyth puxou um belo tabardo de lã sobre sua armadura. Ela tinha o comprado recentemente numa comunidade élfica, onde o alfaiate tinha bordado um pequeno símbolo de Bahamut sobre ele com fios de prata.

    Caminhando pelo perímetro do acampamento, Vyth foi alertada dos perigos. O acampamento não era tão seguro quanto ela teria gostado – sem trincheiras e sem muralhas, apenas algumas armadilhas que Charmaine tinha montado ao anoitecer. Mas a parada durante a viagem aqui era apenas para uma noite.
    Vyth observou sobre o acampamento seus companheiros, esse povo que ela tinha recrutado à sua causa.

    Sua contemplação prolongou sobre Charmaine com afeição. A pequenina (como Vyth sempre chamou sua amiga) repetidamente se prova uma maravilhosa batedora e uma lâmina mortal contra as crias de Tiamat. Charmaine tinha escutado o chamado de Bahamut, mas enquanto reunia pessoas justas à sua bandeira, ela tinha negado a se tornar uma draconato.Ela aprecia a flexibilidade de sua forma de halfling e não deseja abrir mão das habilidades que a tornam um inimigo letal dos dragões. Vyth respeita a escolha da halfling, mas ocasionalmente a importuna por chamá-la de “quase-irmã”.


    Um humano alto dormia profundamente e próximo, um medalhão de prata em seu pescoço na forma de um punho agarrando uma flecha de relâmpago. Ele era um humano adorador de Heironeous chamado de Claudius Repriquel. Vyth não o conhecia muito bem – eles nunca se engajaram juntos contra um inimigo antes. Ele parecia um companheiro ótimo e consciente. Sua devoção à sua divindade e a base da bondade era claro em todas as suas ações.

    O último membro do grupo preocupava Vyth. Embora ela tivesse viajado por vários dias com Sjach, o feiticeiro spellscale (raça), ela ainda não o conhecia. Sjach era selvagemente imprevisível. Ele freqüentemente encontrava novas e inovadoras formas para usar suas feitiçarias, mas essas inovações muitas vezes vinham como uma completa surpresa à seus companheiros. Indiscutivelmente talentoso, ele tinha uma personalidade vencedora que servia para manter a moral elevada. Vyth queria confiar mais nele.

    O restante da noite passou sem eventos especiais. Ao amanhecer, Vyth se pôs de guarda enquanto Claudius rezava e Sjach meditava. Esse dia seria necessárias suas habilidades mágicas.

    Depois de sua meditação, Sjach perguntou, “Eu contei a vocês sobre a vez em que eu comprei uma doninha atroz de montaria de um kobold mercante?”

    “Uh, não, mas nós precisamos se preparar para partir. Há tempo para histórias durante a viagem,” replicou Vyth, se afastando. Ela estava ávida em tomar movimento.

    Sjach deu de ombros e prosseguiu em entreter Charmaine com a história. Vyth balançou sua cabeça. Pelo menos ele arrumava a mochila enquanto tagarelava.

    Enfim, seus companheiros indicaram que eles estavam prontos para proceder sobre a jornada. Em poucas horas, eles estariam numa área onde Vyth acreditava que os wyverns que eles procuravam se instalaram.


    A partida era lenta, e o terreno era duro. Apenas uma hora depois deles terem iniciado, Charmaine apontou. Uma figura, serpentina e escura, voava cruzando o sol. Ele girou no céu e se voltou em direção dos viajantes, ficando mais perto a cada segundo.

    Exatamente como Vyth tinha ensinado eles a fazer contra crias sem sopro, os companheiros se juntaram num grupo compacto. Claudius convocou Heironeous para fortalecer Vyth. Sjach roçou seu cinturão de couro e murmurou um encantamento. Tanto Charmaine quanto Vyth se estimularam para se adequar à chegada do ataque.

    O wyvern fechou. Como se adiantou perante a eles, Claudius agarrou seu medalhão e gritou, “Nós partidários do 314º Analecto da Coragem em Face da Morte apelamos para sua benção, poderoso Lorde do Valor!”

    No mesmo momento, Sjach elevou suas mãos, finalizando a conjuração de uma magia e enviando um cochicho para os nervos de Vyth. O mundo parecia diminuir de velocidade.

    Com um rosnado gutural e a batida de grandes asas flexíveis, o wyvern foi sobre eles. Assim que a criatura se lançou para baixo para pegar Claudius, Vyth atacou. Um poderoso golpe de seu martelo de guerra desceu sobre suas ávidas garras.

    Charmaine saltou adiante para arremessar uma bolsa de cola, cobrindo as asas do dragão com o conteúdo pegajoso da bolsa.

    Trazido ao chão e devastado de dor, o wyvern furioso se chicoteou, pegando Sjach com sua causa picante. Sangue escuro e viscoso gotejou do ferimento.

    Claudius caminhou para trás do spellscale enquanto ele rezava para que o veneno se demorasse dentro das veias de Sjach. “Fique atrás de mim”, ele urgiu para o feiticeiro ferido.

    “Isso vai melhorar”, Sjach falou. Ele entoou palavras de poder e cruzou seus braços. Repentinamente, cinco duplicatas exatas do spellscale apareceram.


    Vyth foi para a esquerda, distraindo a atenção do wyvern de seus companheiros com balanços de seu martelo de guerra. Dois golpes descarregados, mas apenas o golpe sólido em seu peito atraiu o foco do wyvern para ela.

    Assim que o dragão manobrou para atacar Vyth, Charmaine golpeou precisamente com sua pequena espada. Sangue grosso correu debaixo da asa do wyvern.

    Cercado por muitos inimigos aparentemente perigosos, o wyvern espalhou seus ataques. Vyth recuou do abalo do ataque de seus dentes afiados, machucada gravemente e sua armadura de batalha perfurada em vários locais. Suas garras e asas arranharam as muitas imagens de Sjach, fazendo três delas desaparecerem, mas não deixando Sjach ferido. A picada venenosa do wyvern foi defletida inofensivamente pelo escudo pesado de Claudius.

    Claudius agitou sua maça estrela, em direção a lateral do wyvern. A criatura rugiu e rodopiou. Sjach pressionou um pequeno óvulo para extremidade de um dardo que ele segurava, apontando com sua outra mão. Um lampejo esverdeado correu pelo pescoço do wyvern, fulminando com um estouro e um assobio.

    Vyth veio para a lateral, levando seu martelo para baixo para distrair o crânio da besta. A cabeça do wyvern acertou o terreno. Seu corpo ruiu e se agitou sobre o rastro.

    “Bem feito!” Vyth gritou, “Realmente bem feito, amigos!”

    Claudius implorou a Heironeous para recompor os ferimentos do bravo. Vyth descansou enquanto Charmaine fornecia ao Sjach um frasco de anti-veneno.

    “Esse dia não acabou,” murmurou Vyt, olhando para as montanhas. “Wyverns são agressivos, mas aquele nos atacou especificamente, longe de seu lar. Ele está protegendo alguma coisa.”

    “Terá aqui algum outro maior?” perguntou Charmaine.

    Claudius levantou uma sobrancelha.

    “Talvez,” diz Vyth, “e talvez alguns menores.”

    “Eu espero que sim,” disse Sjach forçando um riso. “E foi um pouco divertido, heim?”

    Vyth apenas balançou sua cabeça e se pôs em movimento para as montanhas.



    Grimlock sabia que a história continuava, mas queria dar oportunidade de ver as reações dos presentes e quem sabe depois contaria um pouco mais.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6055
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Soviet em Sex Mar 15, 2013 12:52 pm

    Janus ouvia Grimlock falar, mas sua mente estava em outro lugar. Cenwyr percorria as páginas dos livros que já lera e os magos que conhecera para tentar reconhecer algo que prove que o Barão Arthminos tenha utilizado magia em Léya e Zankharon.

    Spoiler:
    Conhecimento (Arcana) +17

    Soviet efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    2

    Spellcrft +27 (pra tentar reconhecer magia usada nos dois)

    Soviet efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    2
    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7833
    Reputação : 33
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Elminster Aumar em Sab Mar 16, 2013 12:30 am

    Janus não conseguiu decifrar ou detectar nenhuma magia lançada em Léya. Talvez o barão a tenha cativado simplesmente pelo seu carisma. Já o Zankharon, ficou claro - pelo menos na visão de Cenwyr - que o bárbaro fora de fato alvo de uma magia. Era uma magia de sugestão, nada que requeira muito poder mas altamente eficaz quando bem empregada. E graças aos efeitos da magia que o bárbaro concordou em retornar ao seu assento.

    Após a longa história narrada por Grimlock, Arthminus bateu palmas mais uma vez e complementou:
    - Interessante meu caro, interessante... Acredito que você queira deixar o final para ser narrado numa outra oportunidade, quem sabe amanhã ou depois de amanhã.

    Sir Haffin achara a história bastante peculiar, já Léya parecia não ter prestado a menor atenção nela. Ela estava brincando com os garfos e facas sobre o seu prato, como uma criança de 5 anos de idade faria. Blankór não tirara os olhos de Grimlock - algo que podia ser visto como uma afronta - mas não teceu quaisquer comentários sobre o conto. Serynden falou alguma coisa praticamente inaudível na orelha de Zankharon e o bárbaro gargalhou, despejando pequenos pedaços de comida sobre a mesa e as pessoas próximas.

    - Pois bem, quem será o próximo? - pergunta Arthminus. - Sr Janus, você parece-me muito quieto. Tem certeza que não tem nada para nos contar, nem mesmo uma história de puro ardor e fervor?
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6055
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Soviet em Seg Mar 18, 2013 11:55 pm

    "Ardor e fervor?"

    Janus ficava cada vez mais desconfiado deste tal barão, ainda mais depois de ter confirmado que ele usou um efeito de sugestão no bruta montes. Esse comentário não deve ter sido por acaso; provavelmente Arthminós sabe que Cenwyr estava sobre a tutelagem de Esseanthalyx. Janus precisava apenas contar uma história qualquer para que Arthminós o deixasse em paz, mas não faria isso.

    - Não tenho, barão Arthminós. Minha vida, infelizmente, não tem tantos momentos emocionantes.
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2907
    Reputação : 0

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por anderson em Qua Mar 20, 2013 10:10 am

    Grimlock observa Janus recusar pela segunda vez. Ele pensa que talvez a mulher que ficara entre os dois estivesse nublando os pensamentos do mago.
    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7833
    Reputação : 33
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Elminster Aumar em Sex Mar 22, 2013 6:16 pm

    Arthminos inclinou a cabeça para baixo como se dissesse "como quiser, não perguntarei novamente". E ele de fato não voltou a insistir no assunto. O barão deu oportunidade aos outros contarem suas histórias, e eles contaram, alguns com mais entusiasmo e outros com menos. Serynden, por exemplo, foi bastante evasivo e curto, sem dizer muito a seu respeito. Blankor contou como era a sua vida no Labirinto, a grande cadeia de túneis que ficava no Subterrâneo e que era o lar ancestral dos minotauros. Não foi uma narração muito produtiva, mas continha alguns elementos interessantes da vida que os homens-touros levavam.

    Por outro lado, Léya foi a que mais discursou. Contou desde o inicio quando "descobrira" seus poderes acidentalmente e passara a ir atrás de informações e aprimoramentos. Ela já viajara por bastantes lugares, e fez questão de contar sua experiência em cada um deles. Quando por fim terminara de falar, os participantes do torneio já estavam fartos da comida do banquete. Até Zankharon - talvez ainda pelo efeito da magia de Arthminos - contou um pouco sobre a sua pessoa, mas principalmente sobre o seu pai, um homem feroz e duro que buscava reunir as tribos bárbaras sob uma única bandeira e liderá-las para um propósito maior.

    Arthminos aplaudiu e elogiou todos os discursos, e Janus percebeu que ele por mais de um vez lhe lançara um olhar de desaprovação. Horas haviam se passado no interior da estalagem e a noite começava a cair.
    - Excelente, agradeço à todos por suas histórias - disse o barão, e aqui coube mais um olhar discreto e desaprovador à Janus. - Que tarde prazerosa tivemos, espero que todos tenham gostado como eu certamente gostei! O conhecimento é a maior dádiva que alguém pode ter, pois diferente de uma arma ou capacidade mágica, ninguém consegue tirá-lo de você. - Ele bebeu de sua taça de vinho. - Senhores, antes de eu me despedir por ora de vocês, gostaria de informá-los que a grande final do torneio ocorrerá dentro de três dias, a contar por hoje. Eu fui o encarregado de passar as regras aos participantes, e mesmo sem a presença de Théckon, assim o farei. Pois bem, a final será decidida num único dia. Todos vocês entrarão juntos na arena para o embate derradeiro. A posição inicial de cada um no campo de batalha será definido através de um sorteio, mas após os congos soarem, vocês poderão se movimentar livremente pela arena - e inclusive atacar quem quiser. O único objetivo de cada um de vocês será: Ser o último a cair. As mesmas restrições anteriores em relação à magias continuam a se aplicar.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6055
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Soviet em Sab Mar 23, 2013 1:46 pm

    Janus não se incomodou em nenhum momento com os olhares de reprovação de Arthminos; na verdade Cenwyr sentiu um leve prazer em contrariar o barão. O mago não havia gostado dele e julgou suas atitudes suspeitas, se Arthminos sentisse o mesmo por Janus, talvez ele revelasse com mais facilidade suas intenções por conta do descuido.

    As novas regras surpreenderam Janus, já que o mago pensou que os duelos fossem ser com apenas dois competidores na arena, e não com todos eles juntos. Cenwyr precisaria rever sus táticas e pensar na melhor forma de se proteger, e com certeza o mago poderia contar com Grimlock e talvez com Léya.

    - Barão, talvez você prefira não responder esta pergunta, mas qual foi o motivo que levou a uma mudança tão drástica nas regras do torneio?
    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7833
    Reputação : 33
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Elminster Aumar em Seg Mar 25, 2013 8:49 pm

    - Não acredito que os governantes dos Vales tenham mudado as regras de uma hora para outra - diz o barão. - Eles provavelmente já tinham isso em mente há muito tempo atrás, só acharam melhor deixar para divulgar nesse momento. Um momento oportuno, eu diria, já que muitos de vocês só estão se conhecendo agora. E o propósito disso tudo, além de divertir o povo dessa boa terra, é tornar a competição mais imprevisível. Bom, se ninguém possui mais nenhuma pergunta, vou me retirar. Estão me esperando para uma canção na casa do Alto Conselheiro de Vau Ashaben.

    O barão Arthminos se levantou da mesa, preparando-se para ir embora e deixar os competidores do torneio a sós na estalagem do Cervo Branco.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6055
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Soviet em Ter Abr 02, 2013 8:04 am

    - De fato, mais imprevisível.

    Enquanto o barão respondi a pergunta de Janus, o mago procurou por Alfador. O gato sumira a algum tempo e Cenwyr desejava que ele fizesse uma pequena tarefa. Quando o barão se retira, Janus o cumprimenta com a cabeça, despedindo-se de Arthminós e, imediatamente, se volta para o bichano em seu colo.

    [idioma estranho entre mago e familiar]- Alfador, preciso que você siga aquele homem e depois me mostre para onde ele foi. Você ganhará uma grande recompensa por isso! - Janus afaga Alfador atrás da orelha antes de colocá-lo no chão. Cenwyr então se levanta e caminha até Léya.

    - Léya, gostaria de caminhar um pouco? Podemos conversar e depois tomar uma taça de vinho.
    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7833
    Reputação : 33
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Elminster Aumar em Ter Abr 02, 2013 6:59 pm

    Alfador mia e antes mesmo do barão fechar a porta da estalagem, o gato já estava em sua cola. Assim que Arthminos saiu do recinto, os participantes do torneio se entreolharam um pouco apreensivos e pensativos, provavelmente pensando a mesma coisa: como criar laços de amizades para se dar bem na final do torneio. Apenas Léya continuava perdida, olhando pela porta em que o barão saíra...

    Ela só acordou de seu sonho quando Janus falou com ela. Se recompondo de seus devaneios, ela disse:
    - Claro, porque não? Estava ficando entediada já presa aqui. - Léya então se ergueu de um pulo só e se dirigiu para fora do Cervo Branco. Talvez ela quisesse ver se dava para dar uma última espiada em Arthminos. Janus a seguiu para fora - e ficaria a critério de Grimlock se o feral os acompanharia ou não.

    Eles caminharam alguns passos e antes que Janus pudesse dizer o que ele queria com Léya, um gnomo surgiu abordando-os às margens do rio que cortava a aldeia. Ele abriu um sorriso zombeteiro e se curvou.
    - Senhores, e, oh, senhorita, é uma grande honra conhecê-los. Afinal, não é todo dia que se pode encontrar os finalistas do grande torneio. Eu viajei muitas milhas de distância para chegar até aqui. Vim das terras longínquas do Norte, mais precisamente das Fronteiras Prateadas. Eu sei que muitos de vocês sulistas acreditam não haver civilizações no Norte, mas elas existem, e estão envolvidas numa grande guerra contra um rei orc. Mas não gosto de guerras, e por isso saí de minha terra e vim para cá, onde poderia assistir aos embates de grandes conjuradores. Já presenciei alguns duelos, e gostei bastante da maioria deles. Isto aqui está sendo um aprendizado para mim, e podem ter certeza que vocês terão a minha torcida na final que vem por aí. Ah, antes que eu me esqueça, me chamo Glim, Glim Glambur.

    anderson
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2907
    Reputação : 0

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por anderson em Ter Abr 02, 2013 11:05 pm

    O Feral ficou olhando meio que sem saber o que fazer e quando Janus saiu com Léya, fez sinal para que os acompanhasse. Ele os segue um pouco a contragosto. Havia entendido que o mago tinha planos diferentes com a moça e sua presença ali poderia atrapalhar isto. Eles são abordados por um Gnomo estranho falante como os demais. Automaticamente ele usa sua habilidade de conhecer o mau. Era uma defesa poderosa que usava quase sem perceber...

    - É um prazer, Glim Glambur do norte. Me chamo Grimlock, servo de Bahamut e defensor dos oprimidos. Conheces todos os participantes?
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6055
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Soviet em Ter Abr 02, 2013 11:16 pm

    Janus não se incomodava nem um pouco com a presença de Grimlock, tanto que o chamou para que o feral os acompanhasse. Cenwyr não estava interessado em Léya, apenas desejava criar um laço para terem um apoio a mais durante a final. Quando ele são abordados pelo gnomo, Janus fica mais uma vez espantado em como os gnomos começam uma conversa com qualquer pessoa em qualquer lugar e sempre falam muito.

    - Muito prazer, meu nome é Janus Cenwyr.

    Cenwyr olha Glim de cima a baixo e suspeita de que o pequeno fosse um mago. Janus faz a pergunta sem cerimônia.

    - É um usuário da Arte, Glim Glambur?
    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7833
    Reputação : 33
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Elminster Aumar em Qua Abr 03, 2013 5:44 pm

    -Não sou um mero usuário da Arte... - disse Glim, fazendo uma pausa de suspense. - Eu sou mais do que isso. Sou um verdadeiro amante da Arte - disse com entusiasmo. - Pena que essa minha dedicação já me meteu em algumas confusões, como explodir a minha própria casa, incendiar uma caravana e fazer um golem de ferro se descontrolar e sair às ruas de uma cidade. A minha mulher também culpa a Arte por eu ter me separado dela, mas eu acho isso um absurdo. Eu gostava dela quase tanto gosto da Arte, e pra mim não teria problema conviver com os dois. Mas enfim, acho que nada disso os importa muito, não? - O gnomo parou para avaliar a pergunta de Grimlock sobre se ele conhecia os participantes. - Para falar a verdade só tive a oportunidade de ver dois dos oito finalistas em ação na primeira fase do torneio, nas Cachoeiras da Adaga. Aquele bárbaro mal encarado (estou acostumado com estes tipos no Norte) e a senhorita que agora está a minha frente - diz se referindo a Léya e se curvando em mais uma reverência.

    Léya fez uma cara que dizia "me poupe de sua homenagem barata". Ela agora olhava para os lados, tentando ver por qual caminho Arthminos tomara, mas o barão tinha sumido de vista já.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6055
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Soviet em Dom Abr 07, 2013 10:53 pm

    Janus ficou espantado em como o gnomo falava, talvez mais do que o normal até mesmo para sua raça.

    - Realmente, gnomo, isso não importa nem um pouco, mas talvez nós podemos trocar experiências em relação à Arte. Gostaria de caminhar conosco? - Cenwyr percebe que Léya havia ficado interessada demais em Arthminos e isso talvez tirasse dela o foco necessário para o luta final do torneio. Janus continua conversando com Glim num tentativa de trazer Léya de volta para o assunto que realmente interessa neste momento - Glim, o que você achou de Léya no torneio? Ela é uma adversária perigosa?

    Janus faz sua pergunta com um tom sério, não queria que a maga pensasse que Cenwyr estava tentando menosprezá-la de alguma forma.

    - A acredito que Grimlock está curioso para saber tudo sobre como aquele brutamontes se porta na arena.
    Elminster Aumar
    Administrador
    avatar
    Administrador

    Mensagens : 7833
    Reputação : 33
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Elminster Aumar em Qua Abr 10, 2013 8:39 pm

    A esta altura o pequeno grupo já havia atravessado o vau do Rio Ashaba e agora caminhava por entre as casas da vila. O estábulo para onde foram deixados os cavalos dos competidores do torneio estava logo a direita, enquanto na esquerda surgia um casebre de madeira com um letreiro de madeira desgastada que dizia "O Couro Trabalhado". Glim Glambur não deixou de fazer um comentário ao ver o letreiro.
    - Sabem, já faz alguns dias que estou aqui e pude conhecer alguns pontos interessantes da aldeia, e outros nem tão interessantes. Esta casa aqui pertence a um homem chamado Lhuin, e ele é um excelente curtidor de couro até onde sei, e dizem que ninguém vende suas mercadorias tão baratas como ele.

    Mais à frente havia um pequeno santuário dedicado à Chauntea, uma estalagem mais imponente do que Cervo Branco e um salão de festas.
    - Para quem estiver precisando de informações, ou quiser fofocar sobre a vida alheia, não há lugar melhor do que o Véu de Veludo, o pequeno salão de festas na esquina da rua. Mas não esperem por bons cantores ou menestréis. Isto está em falta lá. - Por fim o gnomo ouviu a pergunta de Janus, sobre Léya, e o convite a caminhar com eles, coisa que ele já vinha fazendo. - Ah, fico grato por poder acompanhá-los em seu passeio pela aldeia. Sobre a Léya, ela é sem dúvida uma grande competidora, e um tanto graciosa se me permite a indelicadeza das palavras.

    Glim Glambur sorriu para Léya, mas esta o ignorou e voltou-se para Janus.
    - Escuta, para que mesmo você havia me chamado para dar uma volta? Esta conversa toda está me deixando com sono - e ao dizer isso ela forçou uma bocejada. - Foram muitas horas de estrada para chegar até aqui, e os deuses sabem como é difícil dormir no meio da estrada num saco de dormir, ou então em cima de uma carroça em movimento.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6055
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Soviet em Sex Abr 12, 2013 1:10 pm

    Janus apenas sorria e acenava com a cabeça enquanto Glim tagarelava. O mago não o achava irritante, ele apenas falava demais, e isto era uma coisa com que se podia acostumar, mas Léya havia mudado seu comportamento depois que Arthminos foi até o Cervo Branco, ela tinha ficado obcecada com o barão. Uma possibilidade surgiu na mente do Cenwyr como um lampejo, mas não havia nada que sustentasse esse pensamento.

    - Havia lhe chamado para conversarmos sobre o torneio, mas se está cansada podemos nos falar amanhã, ainda temos algum tempo.

    Janus preferia não insistir para que Léya ficasse pois ela não seria útil de nenhuma forma, nem como companhia, nem como fonte de informação.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Vau Ashaben - A Grande Final do Torneio

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Nov 17, 2017 11:03 pm