Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Erótika - Fichas dos PCs

    Compartilhe
    Hellkite
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 937
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Erótika - Fichas dos PCs

    Mensagem por Hellkite em Sex Jul 07, 2017 9:13 am

    Vou postar as fichas aqui. Qualquer alteração na sua ficha me avisem.

    Criação de PCS: array basico, 15,14,13,12,10,8, 2-nivel, classes basicas, raças basicas. Outras classes e raças, combinar comigo por PM.

    Dinheiro inicial: 900 po. Pontos de vida: o primeiro DV é cheio, o segundo voce rola. Se a raça tiver ajuste +1, o primeiro DV é cheio.

    PCs clerigos: O clerigo pode escolher seguir uma das deusas, o panteão todo, ou um determinado conceito. No ultimo caso precisariamos discutir a respeito, para determinar esferas de influencia adequadas. Existe uma deusa acima de todas, Erótika. O panteão esta descrito na Enciclopedia Erótika.
    Hellkite
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 937
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Erótika - Fichas dos PCs

    Mensagem por Hellkite em Sex Jul 07, 2017 10:33 am

    Ficha K'esh:


    Aparências:


    Nome: K’esh (Demônio da Carne)      
    Idade: 19; Sexo: Masculino\Feminino; Altura: 1,90; Peso: 80 KG;
    Raça: Half-Doppleganger ( Duas estruturas Fixas: Masculina e Feminina)
    classe: Ladino
    NV: 2 (Ladino Nv 1)
    Alinhamento: Chaotic\Neutro
    Iniciativa: +3
    Tamanho: Medio
    Deslocamento base: 9m
    Orientação sexual: Bisexual
    Idiomas: Comum
    ERO(MAX 1): 0

    For 13 (mod + 1)
    Des 14 +2 Racial = 16(mod +3)
    Con 10 (mod +0)
    Int 8 + 2 Racial = 10(mod +0)
    Sab 12 - 2 Racial = 10(mod +0)
    Car 15 + 2 Racial =17 (mod +3)

    PV(D6): 6

    BBa: +0
    Corpo-a-corpo: +3(destreza) (-2\-2)Ataque com duas armas (+1\+1) Espada Obra-prima
    Distância: +3

    CA: 10 + 3(Natural da Raça) +3 (Destreza) +3 (Bônus de defesa)+ 1(Quando estiver usando duas armas) = 20



    - Resistência:
    Fortitude: +0
    Reflexos:+2
    Vontade: +0

    -Perícia: (Max 5)
    Abrir Fechaduras (Des) 2 (+2 Instrumento de ladrão Obra-Prima)
    Acrobacia (Des) 2
    Arte da Fuga (Des) 1
    Avaliação (Int) 1
    Blefar (Car) 2 (+4 racial)
    Conhecimento (local)(Int), 1
    Diplomacia (Car) 2
    Disfarces (Car) 2 (+4 racial)
    Equilíbrio (Des) 1
    Escalar (For) 1
    Esconder-se (Des) 1
    Falsificação (Int) 1
    Furtividade (Des) 2
    Intimidação (Car) 1
    Observar (Sab) 1
    Obter Informação (Car) 2
    Operar Mecanismo (Int) 1(+2 ferramenta de ladrão obra-prima)
    Ouvir (Sab) 1
    Prestidigitação (Des) 2
    Procurar (Int) 2
    Saltar (For) 1
    Perform(sex\car) 2



    - Taletos(1+ 2 racial)
    Combater com duas armas: Ganha ataque adicional com a mãe inábil e diminui as penalidades
    Acuidade com arma: Adiciona a destreza em ataque corpo-a-corpo ao invés de força
    Bloqueio Ambidestro: +1 Ca quando estiver combatendo com duas armas


    - Habilidade de raça:
    Visão no escuro
    Especialidade: +4 nas perícias Blefar e Disfarces
    Detectar pensamentos
    Mudar de forma(duas formas predeterminadas)
    Imunidade à sono e a feitiços





    - Habilidade de classe:
    Ataque furtivo +1D6: Quando o adversário não puder se defender do ataque
    Encontrar armadilhas


    Finanças: 2 PO\ 6pp\ 90pc

    Equipamento:

    - Desarmado: 1D3 + for

    - 2x Espada curta Obra-prima  1D6(19\20 x2) + for – 620 PO

    - Arco curto composto+1(21m)  1D6(20 x3)+ for – 150PO  
      - Flecha (100) – 5 PO

    - Algemas 15 PO
    - Corrente (3m) 30 PO
    - Apito de advertência 8pp
    - Cantil 1PO
    - Corda de ceda (15m)- 10 PO
    - Giz (10 Pedaços)- 10PC
    - Mochila 2 PO
    -Pé de cabra 2Po
    -Rações para viagem 5PP
    - Ácido 10 Po
    - Instrumentos de Ladrão Obra prima 100 PO

    BG:
    K’esh cresceu em um prostíbulo qualquer de uma pequena cidade. Fora deixado por sua mãe, uma humana que não tinha recursos para manter um filho, ainda bebê e logo fora notado que a criança tinha uma habilidade muito peculiar: podia mudar seu corpo para a forma do sexo oposto sem ao menos ter se forçar à isso, já que essa característica se manifestou em si antes de seu primeiro ano de vida. Essa dádiva, que logo viria a ser considerada como um pesadelo, viera de seu “pai”, ou assim podia ser considerado, já que estava assumindo um corpo masculino quando engravidou a sua progenitora. Era um Meio-Doppelganger. Como não era tão comum a aparição de um híbrido assim e vendo a oportunidade de lucrar com isso, os donos do local onde crescera logo o colocaram para ser abusado pelos clientes que pagavam fortunas para conhecer a criança que podia atender a todos os seus desejos sexuais. Tivera sua mente, seu físico e sua intimidade destruída antes mesmo de sua puberdade, onde se encontrava como uma pessoa abatida, acuada, que nem ao menos sabia quem era realmente, pós apenas lhe chamavam pelo nome do que significava: dinheiro, lucro, cash...K’esh. Com seus 17, escolhera como iria escrever seu nome e meio a um surto de lucidez embriagada na loucura de uma mente ão perturbada. Ao seu redor, encontravam-se vários homens e mulheres desnudos que esperavam a sua vez para se aproveitar da jovem e, também, do jovem. Seu surto só piorou naquele momento e com apenas suas mãos, matou mais de 20 pessoas que estavam dentro do quarto consigo. A imagem era perturbadora. Pegou uma roupa de couro que se encontrava com uma das pessoas mortas que se confundia com o sangue esparramado ao chão e notou que em sua cintura estavam duas adagas que poderiam ser utilizadas como sua defesa. Após essa noite, depois de matar todos os outros que trabalhavam no local onde crescera, K’esh vagou pela cidade matando e saqueando aqueles que tentavam lhe atacar por considerarem sua vulnerabilidade. Ao passar dos anos, a história desse bordel fora se espalhando e se tornando famosa, assim como o nome daquele que provocara isso tudo, chamando-o de “O Demônio da Carne” e “ Aquele que irá lhe seduzir e roubar tudo que é seu, até mesmo sua vida”. Nesses dois anos, K’esh peregrinou pelos reinos, se escondendo nas sombras em suas duas formas e dormindo nas ruas fedorentas das cidades, roubando para sobreviver. As pessoas ao seu redor não sabiam, mas aquele era o mesmo Dêmonio que cometera o massacre de tempos atrás.




    Atualizado 7/7/17
    Kether
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 371
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Erótika - Fichas dos PCs

    Mensagem por Kether em Ter Jul 11, 2017 4:57 pm

    Ficha:

    Ficha:

    Nome: Lux Phebos      
    Idade: 20; Sexo: Masculino; Altura: 1,80; Peso:  70Kg;
    Raça: Aasimar
    classe: Bardo
    NV: 2 (Bardo Nv 1)
    Alinhamento: Caotico bom
    Iniciativa: +2
    Tamanho: Medio
    Deslocamento base: 9m
    Orientação sexual: heterosexual
    Idiomas: Common, Celestial, Draconic, Dwarven, Elven, Gnome, Halfling, Sylvan.
    ERO(MAX 1): 1

    For 8  (mod -1)
    Des 14 (mod +2)
    Con 13 (mod +1)
    Int 12 (mod +1)
    Sab 10 + 2 Racial = 12 (mod +1)
    Car 15 + 2 Racial = 17 (mod +3)

    PV(D6): 7

    BBa: +0
    Corpo-a-corpo: -1
    Distância: +2

    CA: 10 + 2 (Destreza) +3 (Bônus de defesa) = 15


    - Resistência:
    Fortitude: +0 +1(mod con) = 1
    Reflexos:+2 +2(mod des) = 4
    Vontade: +2 +1(mod sab) = 3

    -Perícia: (Max 4)
    Bluff 6=3+3
    Diplomacy 5=3+2
    Escape Artist 2=2+0
    Gather Information 4=3+1
    Hide 4=2+2
    Knowledge (History) 3=1+2
    Knowledge (Nobility and royalty) 3=1+2
    Knowledge (Local) 3=1+2
    Knowledge (Religion) 3=1+2
    Listem 4=1+1+2
    Move Silently 3=2+1
    Perform (Alaúde) 7=3+4
    Atuação (Tecnicas Sexuais) 7=3+4
    Sense Motive 1=1+0
    Spot 3=1+0+2
    Use Magic Device 4=3+1


    - Taletos e Habilidades Especiais
    Resistance to acid 5, cold 5, and electricity 5.
    Spell-Like Ability: 1/day - daylight. CL = class levels.
    +2 racial bonus on Spot and Listen checks.
    Darkvision 60fts
    proficient with all simple and martial weapons.
    proficient with light and medium armor, and shields.

    Bardic Music
    Bardic Knowledge
    Countersong
    Fascinate
    Inspire Courage +1

    Dadiva de Erotika (+3 AC)
    Sex-Appeal (+2 para Testes de Blefar, Diplomacia, Intimidar, Atuação (Técnicas Sexuais) e Perceber Motivação contra humanóides do sexo oposto)

    Magias conhecidas (4 lvl 0)
    Ghost Sound (0)
    Open/Close (0)
    Summon Instrument (0)
    Read Magic (0)

    Spell Save = 13
    Spell/day = 2 (lvl 0)


    Finanças:

    Equipamento:
    Masterwork Elven Rapier (http://www.dandwiki.com/wiki/Elven_Rapier_(3.5e_Equipment))
    Martial One-Handed
    Critical: 17-20x3
    Range Increment: —
    Type: Slashing and Piercing
    Hardness: 12
    Damage: 1d8 + 1
    cost: 380g
    weight: 10 lb.

    Darkwood Masterwork Longbow
    longbow (http://www.dandwiki.com/wiki/SRD:Longbow)
    Darkwood (http://www.dandwiki.com/wiki/SRD:Darkwood)
    Martial Two-Handed Projectile
    Critical: ×3
    Range Increment: 100 ft.
    Type: Piercing
    Hardness: 5
    Damage: 1d8
    Weigth: 1 1/2 lb.

    fine clothes (3) 45g (15 cada)

    Aparência:

    BG:

    Lux, foi criado para ser um Paladino de Mitz seguindo a tradição milenar da família. Porém aquela rigidez do Clericado de Mitz e da capital de YELENA eram extremamente desagradáveis para Lux. Ele se sentia um espírito livre, ele gostava das aulas de história e religião que tinha ainda mais por conta da professora uma Tenchi que despertava as suas fantasias.
    Lux sempre que podia fugia de suas aulas de esgrima, dedicando-se aos estudos sempre para ficar mais perto de sua professora. Até que um dia ele estava caminhando pela cidade e ouviu um músico numa taverna. Seu nome era Wolfgan um elfo que tinha uma soberba aparência e sua professora também estava na taverna com alguns amigos. Lux ficou de longe apenas olhando a cena. Após duas músicas Wolfgan foi até sua professora e falou algumas palavras no pé do ouvido da jovem tenchi.
    Após algumas horas o elfo e a tenchi saem do salão e Lux os segue, eles seguiram para um canto no estábulo onde tiveram uma aventura mais intima. Lux então maravilhado com a facilidade que o elfo teve para conseguir aquilo que ele tanto cobiçava, resolveu no dia seguinte procurar por ele e ter algumas aulas.
    Passaram-se meses com Lux tomando aulas secretas com Wolfgan que mantinha seus encontros secretos com a tenchi. Na última vez que Lux encontrara com Wolfgan o jovem recebera o último ensinamento e a tarefa de conquistar a mulher que ele mais desejava. Lux então pegou o alaúde de seu mentor e tocou a mesma música que Wolfgan cantava para a sua professora que era o sinal para ela. Então Lux enquanto tocava a música seguiu até a mesa onde sua professora estava e após o último acorde ela a beijou, sendo rejeitado por ela logo em seguida.
    Após aquela cena Lux, tomado de vergonha, resolveu partir deixando tudo para trás. Levou consigo apenas uma espada que roubara de seu pai, o instrumento de seu mentor, algumas roupas limpas e algum dinheiro de sua família onde ele sabia que guardavam.
    Lux viajou pelos reinos, sempre se juntando a caravanas onde cantava lendas das Deusas de Erotika ou dos cavaleiros dos reinos. Aprimorava suas habilidades e com isso suas conquistas. Sempre tinha uma cama quente para se deitar, mesmo que grande parte das vezes devia sair fugido na madrugada antes do sol nascer.
    Lux teve ainda um segundo grande amor, Thamis uma elfa de Shalana sacerdotisa de Erotika, Lux viveu com ela por 4 meses numa paixão intensa e secreta, com quem aprendeu sobre a grande Deusa e por ela se tornou devoto. Mas Thamis era prometida a um Paladino da mesma fé que estava em peregrinação. Ao receberem a notícia que seu prometido estava retornando a Shalana, Lux e Thamis se separaram mas ela lhe deu um colar abençoado de Shalana (pelo menos ela disse que era abençoado) como recordação dos meses que viveram.
    Lux agora segue pelos sendo levado para a onde a boa sorte de Erotika o leve.

    Hellkite
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 937
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Erótika - Fichas dos PCs

    Mensagem por Hellkite em Qua Jul 12, 2017 11:55 am

    Ficha Darenda

    4shared.com/office/Ve7saycZei/erotika.html



    História:
    Darenda é filha de uma mercadora de Avalon com um dos príncipes de Jalakow. Quando sua mãe, Denise Milla, viu aquele maravilhoso homem com dois metros e dez de altura, logo quis dar affraid toda sua atenção para o príncipe Funanya Owbatu. Este também não perdeu tempo, engravidou a avalense na primeira noite e a tomou como uma de suas esposas.

    Darenda nunca foi um perigo para as sucessões da monarquia, pois seu pai não era o único príncipe, e além disto ela tinha dois irmãos e uma irmã mais velha, além de uma mais nova. Ainda assim muitos de seus irmãos (e outros parentes ou pessoas do reino) a tratavam com "implicância" pois sua mãe era a única esposa de Funanya que não era de Jalakow. O mais velho de seus irmãos, Chigaru, era quem mais perseguia Darenda. Ela se dava melhor com sua irmã mais velha, Chiamaka.

    Apesar dos seus deliciosamente bem distribuídos 1,88 metros, para uma pessoa de Jalakow ela era considerada baixinha. Nenhum de seus irmãos eram tão altos como seu pai, mas o menor deles tinha 1,95. Ela então sempre teve que demonstrar seu valor para os irmãos e outros jalakowenses (é assim que escreve?) para não ser considerada apenas uma "filha protegida de uma estrangeira".

    Com seus dois irmãos sendo poderosos guerreiros, sua irmã mais nova uma paladina de Mitz e a mais velha, além de uma das lutadoras mais rápidas de Jalakow ainda ia se casar com um príncipe de outra família nobre vizinha da deles, isto não era muito fácil.

    Darenda treinou muito nas florestas de Jalakow. Adorava estar no meio da natureza. Sua primeira mestra e também primeira amante era Ndidi, apesar do nome Ndidi significar "paciência", sua mestre nunca deu moleza, nem na arena e nem na cama. Lutadora também muito rápida e totalmente insaciável na cama, Ndidi tinha 39 anos quando começou treinar Darenda (na época com 16) e mesmo hoje com 49 anos ainda é uma negra linda e sensual.

    Darenda nunca foi tão boa na espada quanto seus irmãos, mas mandava bem no arco e flecha. Alguns até acreditavam que ela tinha talento para se tornar a melhor arqueira de todos os tempos. Por sorte ou azar, não tinha sido destinada a um casamento arranjado como Chiamaka (não que a irmã não gostasse do noivo) então, depois de passar tanto tempo sob proteção e treinamento da família, Darenda decide que é hora de despedir-se de seus mestres e buscar suas próprias aventuras fora do reino.
    Sailor Paladina
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 21
    Reputação : 1

    Re: Erótika - Fichas dos PCs

    Mensagem por Sailor Paladina em Qua Jul 12, 2017 2:42 pm

    Ficha: Nabooru
    Spoiler:

    Nome: Nabooru  
    Idade: 18; Sexo: Masculino; Altura: 1,60m; Peso: 50 KG;
    Raça: Meio-Elfo Classe: Sacerdote Domínio: Sorte e Enganação Nível: 2
    Alinhamento: Caótico e Bom
    Iniciativa: +2 Tamanho: Medio Deslocamento base: 9m
    Orientação sexual: Homossexual Idiomas: Comum, Élfico, Infernal

    For 08 (-1)
    Des 12 (+1)
    Con 12 (+1)
    Int 10 (+0)
    Sab 14 (+2)
    Car 16 (+3)

    PV(D8): ??

    BBA: +1
    Distância: +2
    CA: 14 +2(Destreza) +2(armadura de couro)

    Resistência:
    Fortitude: +4
    Reflexos:  +1
    Vontade:   +5

    Características Raciais:
    Imunidade à magias e efeitos de sono e +2 nos testes de resistência contra magias ou efeitos de Encantamento.
    Visão na Penumbra: Os meio-elfos enxergam duas vezes mais longe que os seres humanos sob iluminação precária.
    +1 de bônus racial nos testes de Ouvir, Procurar e Observar.
    +2 de bônus racial nos testes de Diplomacia e Obter Informação.

    Habilidade de classe:
    Expulsar ou Fascinar Mortos-Vivos (Sab) 10x/dia

    Talentos:
    EXPULSÃO ADICIONAL [Geral]
    O personagem é capaz de expulsar ou fascinar criaturas com mais freqüência que o normal.
    Pré-requisito: Habilidade de expulsar ou fascinar criaturas.
    Benefício: Sempre que escolher esse talento, o personagem adquire 4 tentativas diárias adicionais para expulsar ou fascinar criaturas

    Perícias: (10)             Atributo/Bônus/Gasto/Total
    Blefar (Car)                       +3+0+2 =5
    Concentração (Con)           +1+0+0 =1
    Conhecimento(arcano)(Int)   0+0+1 =1
    Conhecimento(historia)(Int)  0+0+1 =1
    Conhecimento(planos)(Int)   0+0+1 =1
    Conhecimento(religião)(Int)  0+0+1 =1
    Cura (Sab)                        +2+0+0 =2
    Diplomacia (Car)                 +3+2+0 =5
    Disfarce (Car)                    +3+0+0 =3
    Esconder-se (Des)              +2+0+1 =3
    Identificar Magia (Int)          0+0+1 =1
    Observar (Sab)                  +2+1+0 =3
    Obter Informação (Car)        +3+2+0 =5
    Ofícios (Int)                       0+0+1 =1
    Ouvir (Sab)                       +2+1+0 =3
    Profissão (Sab)                  +2+0+0 =2
    Procurar (Int)                    0+1+0 =1
    Performance Sexual (Car)     +3+0+2 =5

    Magias:
    Círculo 0 - 4
    - Criar Água
    - Curar Ferimentos Mínimos
    - Luz
    - Purificar Alimentos
    Círculo 1 - 4
    - Arma Mágica
    - Curar Ferimentos Leves
    - Invocar Criaturas I
    - Santuário

    Equipamento:
    Besta leve (1d8, dec. 19-20 x 2, 24 m, 2 kg, perfurante).
    Armadura de Couro (10PO) CA+2 7,5 kg
    Equipamento: Mochila com cantil, saco de dormir, saco, pederneira e isqueiro. Caixa com 10 virotes de besta. Símbolo sagrado de madeira e três tochas.

    Imagem


    Histórico:
    Nabooru é o irmão caçula de oito irmãs que vieram antes dele. Todas elas possuem nomes terminados em "booru". Gelbooru, Sinbooru, Joybooru... etc. Desde a sua infância foi criado como uma menina, e embora ostente traços femininos, sem pelo ou barba, jamais fez questão de esconder seu gênero quando perguntado. Veste-se e comporta-se como uma moça por puro costume devido a sua criação como uma. Sua baixa estatura apenas corrobora com seus trejeitos, porém como as leis de seu reino são um tanto restritivas, Nabooru mantinha um véu e fazia tudo entre quatro paredes. Ele jamais negava uma noite de prazer com os guardas, a quem tinha muito apego, na cidade onde costumava morar. Já conhecia todos eles pelo nome.

    Nabooru tinha um sonho recorrente de viajar pelo mundo e conhecer lugares onde poderia viver sem se preocupar onde podia ou não fazer sexo. Na verdade sua vida era boa do jeito que estava, mas ele não sabia que os sonhos que tinha toda noite eram influência de uma Succubus que o queria vivendo em Karzek sob sua coleira. Nuna entendeu muito bem como havia aprendido a língua dos diabos sem tê-la estudado a fundo. Talvez tenha sido a língua das Succubus que estudaram ele a fundo. Em Erotika, a língua estuda VOCÊ. Cansado (ou nem tanto) de acordar melando a cama por passar a noite em êxtase com várias Succubus lambendo seus mamilos e partes íntimas, Nabooru decidiu atender seu chamado, arrumar a malas e viajar para onde seu destino o atraía.

    Pegando carona numa caravana comercial, Nabooru conseguiu passagem em troca de favores sexuais para o filho virgem do mercador, que precisava de umas lições de como se soltar na cama antes de se casar. O mercador no entanto, tinha como destino o reino de Jalakow. Chegando na cidade, o sacerdote fica sabendo que a região costumava ser assolada por mortos-vivos vindos do Vale das Almas, até o momento em pequenas ondas, como se um líder estivesse mandando uma mensagem. Nada que causasse real ameaça à cidade (por enquanto). Sentindo aquilo como se fosse seu dever resolver o problema, Nabooru decide ficar e conversar com o líder local sobre como poderia ser útil. O homem parrudo observa o meio-elfo e ri dizendo que ele só seria útil talvez em sua cama.

    Nabooru estava visivelmente (ou nem tanto) transtornado enquanto concedia prazer ao líder, visto que sua bela bunda parecia ter mais utilidade pra ele do que seus poderes clericais. Decidido a mostrar que podia fazer a diferença, o clérigo sai pela manhã, meio dolorido e procura se informar com os locais a respeito do problema. Ele é informado de que a Capitã Urbosa e sua equipe amaldiçoada era a responsável por lidar com a horda de mortos-vivos que assolavam a fronteira, impedido a passagem de viajantes pra fora de Jalakow. Nabooru decidiu ir atrás dela ao saber que a mesma costumava frequentar o oasis a norte da cidade. Mas afinal, que maldição era essa que as forçava a viverem ali tão longe da cidade? Ele precisava descobrir.

    Nabooru caminha por cerca de trinta minutos na direção apontada e encontra o que parecia as ruínas de algum velho forte cercando um lago, longas palmeiras ao redor e uma pequena floresta por trás, abrigando o que parecia um templo ainda intacto. Ele vê algumas mulheres de cabelos vermelhos e de grande porte encostadas nas paredes conversando e fica um pouco intimidado pela a altura delas (no mínimo dois metros). Urbosa era apenas um pouco mais alta e forte que as outras então seria fácil de encontrar. Elas observam o rapaz chegar, a curiosidade era inerente a ambos. Ele por querer saber qual era a maldição de modo que talvez pudesse curá-las... elas por querer saber que diabos um rapaz feminino viera parar ali, talvez pra ser currado.

    Aquela que parece ser a líder deixa o templo e questiona Nabooru sobre suas intenções. Ao ouvir tudo, ela confirma que de fato a fronteira estava sob ataque, mas ela jamais requisitou ajuda. Estava tudo sob controle. Quando ela é perguntada sobre a maldição, todas as mulheres ali riem. Se Nabooru queria tanto saber, teria que se juntar ao time após passar pela provação. Sem saber muito do que se tratava, mas corajoso, o sacerdote adentra o templo, segue até um altar cheio de velas e finalmente entende qual era essa maldição que fazia aquelas amazonas preferirem viver bem longe da cidade. Elas ansiavam pela força dos homens, mantendo o corpo das mulheres e conseguiram se tornar futanaris. Aparentemente, Nabooru tinha desejado a beleza das mulheres e o corpo delas também. O que excita a todas ali...

    - Fazia muito tempo que estavamos na seca. Você veio em boa hora.

    18+
    Spoiler:
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6546
    Reputação : 4

    Re: Erótika - Fichas dos PCs

    Mensagem por Edu em Qua Jul 12, 2017 4:40 pm

    Ficha:

    https://www.myth-weavers.com/sheet.html#id=1264987


    BG:


    Nasceu numa pequena cidade de Avalon numa tarde alegre de primavera. As abelhas voavam felizes no seu eterno colher de pólen, enquanto isso com os gritos da sua mãe Mikaela, ou como foi primeiramente chamado Athard, vinha ao mundo. Era de fato um menino como todos viram, mas o que não esperavam era o seu desenvolvimento fosse ser.... tão diferente.

    Aos 11 anos estava bem claro que o seu corpo tinha virado direção errada que o seu sexo dizia. Tinha uma pele branca sedosa, mãos e pés delicados; seu rosto era suave e bonito como um de uma jovem menina. Aos 15 anos descobriu que tinha, totalmente, mais em comum com o seu sexo oposto não só pelo corpo, mas também pela preferencia sexual.

    Athard nessa época já autodenominado Mikaela teve a sua primeira vez um pouco antes de entrar no ensino do templo de Fenrir. Durante o seu internato não teve contato sexual com ninguém, focando sempre no seu aprendizado.

    Já perto da sua ordenação como sacerdotisa de Fenrir veio a benção de Erotika sobre Mikaela. Seus seios e suas curvas cresceram, não era feia/feio antes mas agora certamente estava bem mais bonito/bonita. Após a saída do internato muito pouco fez, andou pelo reino de Avalon e teve alguns namorados.Trabalhou como dançarina em duas tavernas, foi modelo para uma pintura uma vez.

    Atualmente morava no porão na casa de uma amiga e não fazia nada. Mal saia de casa tamanha a tristeza que sentia pela reação que teve o homem amado por ela quando descobriu que eram do mesmo sexo. A sua sorte era que tinha juntado algum dinheiro na sua época saideira e podia ajudar financeiramente a sua amiga ainda que não fizesse nenhuma tarefa remunerada, mesmo que sua amiga em momento nenhum tenha pedido ajuda nesse sentido.

    Mikaela era uma pessoa doce e geralmente para cima. O clima ameno que tinha sido criada e a suas próprias experiencias após a saída do templo não tinham preparado para o que aconteceu. Não pensava que pessoas não estariam acostumadas com a sua situação peculiar e como isso iria afetar ela, afinal, o seu involucro dizia uma coisa mas na realidade era outra. Era o resultado de uma confluência de interseções e outras coincidências que a faziam difícil de entender. A verdade era que Mikaela era como uma bela rosa, bonita de ser ver e facil de se ser machucar, bem, esse era um ponto de vista. O outro era que mesmo sendo “fraca”, sempre se reconstruía e seguia em frente, não importa o quanto sofresse nesse meio-tempo.

    Então era só questão de tempo e depois como dizia sua amiga “Era só vestir o maiôzão e botar o pé mundo afora”


    +18:








    Hellkite
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 937
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Erótika - Fichas dos PCs

    Mensagem por Hellkite em Qui Jul 13, 2017 11:40 am

    Ficha: Kaliel - Zignon



    Stats:
    Ficha de Kaliel Highclimb
    Aasimar 19 anos sexo masculino cabelo preto olhos azuis sem barba; Adorador da deusa Erotika, feiticeiro com sangue/origem dracônica, caotico e neutro, 1,77 m e 65 kg
    Deslocamento 9m; Iniciativa +1; força 8 (-1); destreza 13 (1); constituição 14 (2); Inteligência 12 (1); Sabedoria 10+2=12 (2); Carisma 15+2=17 (3); Fortitude=0+2=2; Reflexo 0+1+3=4; Vontade=2+2=4
    Magias diárias: truques (nível 0) 5; nível 1=4 magias conhecidas: truques (nível 0) 4 - (Detectar Magia, Ler Magia, romper morto-vivo, Mensagem)
    Magias conhecidas nível 1: 3 (Armadura Arcana, Raio do Enfraquecimento, Charm Person) magia Racial=Luz do dia 1x ao dia
    Perícias: Blefar 2+3=5; Concentração 3+2=5; conhecimento arcano 2+1=3; identificar magia 2+1=3; Massagem (profissão) 1+2=3; Atuação (performance sexual) 1+3=4;
    Observar 0+2+2+2=6; ouvir 0+2+2+2=6

    Habilidade de classe = invocar familiar (texugo) ganha +2 em observar e ouvir (talento Prontidão) e +3 no teste de resistência em reflexos
    Habilidade racial = conjurar luz do dia 1 x dia; +2 em ouvir e observar; visão no escuro 18m; +2 em sabedoria e carisma; idiomas base comum e celestial; resistência 5 a ácido, frio e eletricidade;
    Idioma com bônus de inteligência=Dracônico. Talentos: Origem Dracônica; Sopro Dracônico.

    Equipamento
    Camisão de cota de malha 0.P., adaga(2), arco longo composto O.P., espada longa, flechas (20), cavalo leve, corda de seda (15m), cobertor de inverno, cantil, caneta tinteiro, tinta (vidro 30ml), algibeira, apito de advertência, caneca de cerâmica, panela de ferro, mochila, marreta, lona (5m2) , giz (5 unid.), estrepes, espelho de metal pequeno, esmeril, pederneira/isqueiro, pergaminhos (10), porta mapas (2), ração de viagem (10), sabão (2kg), saco de dormir, tenda, bolsa de componentes mágicos, símbolo sagrado de madeira da deusa Erotika, traje de clima frio, traje de viajante. Poção de curar ferimentos leves (1)
    Dinheiro:32 P.O. 5 P.P. 1 P.C.

    BG:


    A história de Kaliel Highclimb

    A algumas gerações um ser celestial foi convocado para enquadrar uma dragoa má que estava tocando o terror no mundo dos mortais... E o que aconteceu deste encontro foi um inusitado amor e o fruto deste amor gerou uma geração de tocados pelos planos e com um toque de sangue dracônico. Até agora não tinha despertado em ninguém dessa geração o aspecto dracônico, até o nascimento de Kaliel, que após alguns acidentes domésticos com os jorros de ácido, levou seu pai a negociar um lugar burocrático junto ao conselho dos arcanjos, que após uma checagem da sua origem foi aceito. Após alguns anos de treinamento burocrático e identificado o seu talento arcano da origem dracônica foi-lhe concedido o treinamento arcano para controlar a sua erupção natural e canaliza-la em um poder útil.

    Dois anos se passaram até receber sua primeira missão, que era abrandar o coração de um grupo de piratas elfas que com seu pequeno navio estavam levando terror e violência nas costas do reino de Draken. Missão dada nosso herói anjo segue para o encontro com a elfa líder, Silíria Montarroyo, e a encontra banhando nua na praia próximo ao covil das piratas. Ele fica um tanto constrangido com aquela beleza selvagem e nada constrangida da elfa que se aproxima do belo anjo e levantando sua curta túnica faz uma felação que o leva a um êxtase diferente do que ele estava acostumado e ele nota que no liquido ejaculado no rosto da elfa a uma energia de amor e transformação muito forte e a maldade emanada da elfa é visivelmente diminuída e ele vê o sexo como um instrumento pacificatório e se entrega de corpo e alma a explorar o corpo da elfa por todos os ângulos e entradas...

    O resultado é fantástico, e após deliciar as 13 elfas do grupo o nível de maldade é praticamente controlado a um patamar aceitável, e ele parte para relatar a sua supervisora a arcanja Jasmina Littlestar, a sua inusitada experiência e enquanto fala toca suavemente no rosto da arcanja, que num impulso o beija e logo suas roupas pousam no chão e fazem um sexo selvagem que os deixam sem folego depois de algumas horas... Sua supervisora se veste lentamente e se vira para ele e diz, este poder que seu sexo tem é muito grande e poderoso, não consegui resistir, mesmo com toda a minha experiência, mas não foi ruim, além de me trazer alegria e prazer, estou me sentido uma serva melhor, mais atenta e meus poderes estão mais fortes, porem o conselho não vai entender e provavelmente vai expulsa-lo ou bani-lo, vou encaminha-lo a deusa Erotika, que compreenderá o seu poder e o usará da melhor forma, pois você não me corrompeu e se me libertou...

    Naquela mesma tarde estava diante da serafim que secretariava a deusa erotika, e ao olhar para os seios semi-descobertos dela, seu sexo latejava, mas controlou-se pois não queria perder essa oportunidade de canalizar esse seu poder recém descoberto...

    A serafim, sentada atrás de sua escrivaninha, ao notar o olhar desejoso de Kaliel, propositalmente deixa cair uma das alças de seu vestido, revelando um singelo mamilo. Kaliel estava quase explodindo, quando surge a deusa Erótika em todo seu esplendor, causando uma ejaculação monumental no nosso herói.

    A forma masculina/feminina da deusa diz, sua voz como a brisa dos ventos em uma cerejeira: “Meu servo Kaliel Highclimb, vejo que tens muito potencial redentor. Porém ser possuidor de tal poder com tão pouca experiência pode lhe ser prejudicial. Seu sagrado sêmen terá seu poder diminuído, servindo para guiar aqueles que vagam por caminhos incertos a seguirem pela estrada da verdade erótica, mesmo que por um pequeno espaço de tempo. Sua missão no mundo será guiar os incrédulos para a crença do erótico. E quando tiver aprendido a redimir o conservador e o retrogrado com seus poderes menores, lhe será concedido seu poder maior, para que possa me ajudar na luta contra o casto e os tabus.”

    A deusa da um beijo na testa de Kaliel, que quase tem um infarto. “Apagarei de suas memorias tudo que viveu até então, tornando-se agora virgem de corpo e alma. Mas manterá o proposito, que é espalhar o erótico pelo meu mundo. Vá agora, meu servo, que o erotismo esteja com voce!”

    Kaliel sente tudo ao seu redor se iluminar, se iluminar, até não poder enxergar mais nada.

    hadesfallen
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 66
    Reputação : 1

    Re: Erótika - Fichas dos PCs

    Mensagem por hadesfallen em Dom Jul 16, 2017 11:31 pm

    FICHA:
    Nome: Argus,
    Idade: ??; Sexo: Masculino; Altura: 1,85m; Peso: 95 KG;
    Raça: Humano Classe: Demon Hunter (Balor) 2
    Alinhamento: Caótico e Neutro
    Iniciativa: +1 Tamanho: Medio Deslocamento base: 9m
    Orientação sexual: Bisexual (ativo) Idiomas: Comum, Élfico, Infernal

    For 17 (+3)
    Des 13 (+1)
    Con 10 (+0)
    Int 12 (+1)
    Sab 8 (-1)
    Car 14 (+2)

    PV(D10): ??

    BBA: +1
    Corpo-a-corpo: +4
    Distância: +2
    CA: 15 +1(Destreza) +4(camisão de cota de malha)

    Resistência:
    Fortitude: +0
    Reflexos: +4 (+1 Des)
    Vontade: +1 (+2 Iron Will)

    Características Raciais:
    1 extra feat at 1st level.
    4 extra skill points at 1st level and 1 extra skill point at each additional level.
    Automatic Language: Common. Bonus Languages: Any (other than secret languages, such as Druidic). See the Speak Language skill.
    Favored Class: Any. When determining whether a multiclass human takes an experience point penalty, his or her highest-level class does not count.

    Habilidade de classe:
    Binding Balor
    Demon hunters who choose this gain ram horns on their forehead, large, leathery bat wings growing out of their back, eyes and a mouth that seem to glow like magma and a very muscular build as well as the ability to slam their enemies for 1d4+strength damage and gain +2 strength modifier.

    Weapon and Armor Proficiency
    Proficient with all armor classes, except shields, and is proficient in one-handed and two-handed simple weapons, and one-handed and two-handed martial weapons.

    Talentos:
    Exotic Weapon Proficiency [General] (Bolas)
    Choose a type of exotic weapon. You understand how to use that type of exotic weapon in combat.

    Prerequisite
    Base attack bonus +1 (plus Str 13 for bastard sword or dwarven waraxe).

    Benefit
    You make attack rolls with the weapon normally.

    Normal
    A character who uses a weapon with which he or she is not proficient takes a -4 penalty on attack rolls.

    Special
    You can gain Exotic Weapon Proficiency multiple times. Each time you take the feat, it applies to a new type of exotic weapon. Proficiency with the bastard sword or the dwarven waraxe has an additional prerequisite of Str 13.

    A fighter may select Exotic Weapon Proficiency as one of his fighter bonus feats.

    Iron Will [General]
    Benefit
    You get a +2 bonus on all Will saving throws.



    Perícias: (30) Atributo/Bônus/Gasto/Total
    Blefar (Car) +2+0+3 =5
    Concentração (Con) +0+0+3 =3
    Conhecimento(arcano)(Int) +1+0+2 =3
    Conhecimento(demônios)(Int) +1+0+3 =4
    Escalar (For) +3+0+1=4
    Esconder-se (Des) +1+0+2 =3
    Obter Informação (Car) +2+0+2 =4
    Procurar (Int) +1+0+2 =3
    Sentir motivação (Car) +2+0+3=5
    Sobrevivência (Sab) -1+0+3=2
    Performance Sexual (Car) +2+0+3 =5
    Mover-se em silêncio (Des) +1+0+3=4

    Magias:
    Círculo 0 - 3
    - Detectar Magia
    - Ler Magia
    - Detectar Veneno

    Círculo 1 - 2
    - Causar medo
    - Névoa obscurecente

    Equipamentos:
    Dagger /2 gp /1d3 /1d4 /19-20/×2 /10 ft. /1 lb. /Piercing or slashing
    Scythe /18 gp/ 1d6 /2d4 /×4 / — /10 lb. /Piercing or slashing
    Longsword /15 gp /1d6 /1d8 /19-20/×2/ — /4 lb. /Slashing
    Longbow, composite, 20 arrows /101 gp /1d6 /1d8 /×3 /110 ft. /3 lb. /Piercing
    Bolas /5 gp /1d3/ 1d4 /×2 /10 ft. /2 lb. /Bludgeoning
    Chain shirt /100 gp /4 /4 /-2 /20% /30 ft. /20 ft. /25 lb.

    Equipamento: Mochila com cantil, saco de dormir, saco, pederneira e isqueiro.

    BG:
    Após os eventos ocorridos quando era o Dragão Negro e derrota das forças invasoras que ameaçavam o plano material e a traição de Shadowlady para consigo (ou, pelo menos, essa era a forma que Argus interpretou a situação), ele foi mantido detido pela deusa no limbo por séculos. A pedra foi arrancada de seu corpo, mas naquela dimensão em que estava não envelhecia e o tempo não passava.
    Por diversas vezes ele implorou a Shadowlady que, orando, para que o libertasse, que seria seu mais fiel servo, mas ela simplesmente o ignorou. Talvez a deusa soubesse que Argus não era confiável e não merecia sua atenção.
    Então, após muito tempo, ele voltou suas orações para a única deusa que seria capaz de tirá-lo daquele lugar, sem ser Shadowlady, orou a Mitz, contudo, a deusa não o tinha em boa estima e também o ignorou. Sem ter auxílio, ele simplesmente aceitou seu fardo.
    Quando tinha perdidos as esperanças de alguma salvação Mitz veio até ele e apesar de detestá-lo fez uma proposta: Mitz sabia que ele não era confiável, mas estava disposta a dar uma chance a ele. Tiraria ele daquele lugar, contudo, ele deveria se tornar um campeão dela… Não exigiria que ele fosse um sacerdote, nem que fosse bom ou leal, pois era desprezível sabia que isso não daria certo, mas o usaria o mal contra o mal… O usaria para atacar as criaturas das trevas.
    “Eu vou exigir de você duas coisas… A primeira é que você não poderá levantar a mão contra alguém que tenha a fé verdadeira em mim e a segunda é que caçará as criaturas das trevas que afligem a luz e conspurcam o nosso belo mundo. Faça isso e te darei a liberdade e enquanto me servir te protegerei a ira de minha irmã… Pois tenha certeza, que ela não vai deixar você escapar assim por tudo que fez...”

    Argus concordou com os termos e então Mitz o libertou, não sem antes vincular um demônio que estava preso junto com Argus em seu corpo, dizendo que isso iria ajudá-lo em sua missão e o mandou para Erótika, mais especificamente Avalon. (Hell, você está livre pra fazer esse demônio como consciência do Argus ou voz interna, algo assim)
    Após tantos séculos preso Argus perdeu todas as suas habilidades, precisando começar do zero… Passou a viver numa floresta próxima a uma vila local e a treinar novamente.
    Conseguiu algum renome após derrotar uma criatura demoníaca local que assolava o vilarejo, mas odiava aquele local. Para ele todos eram muito pudicos e sentia falta da sua liberdade. Passou então a cobrar pelos seus serviços, não exigia dinheiro, mas sim sexo e começou a ser chamado de “bruxo do sexo” pelos aldeões. As opiniões dos aldeões dividiram-se em relação a Argus, alguns acham que ele é necessário e que é preço baixo a se pagar, considerando a habilidade do caçador. Outros acreditam que ele é um depravado e aproveitador e que é pior talvez que os demônios.
    Apesar disso, Argus continua a viver em sua cabana na floresta e aceitando contratos de quem vem olhe oferecer trabalho. As vezes também viaja pelas cidades locais procurando por trabalhos de eliminar monstros, fantasmas, demônios e toda a sorte de criaturas das trevas.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Erótika - Fichas dos PCs

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Jul 24, 2017 1:47 am