Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Lux - Kether

    Compartilhe
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1858
    Reputação : 121
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Hellkite em Sab Mar 10, 2018 8:31 pm

    A senhorita Fujiwara ouve as palavras duras do aasimar com o rosto extremamente vermelho, curvada e olhando para baixo para evitar cruzar o olhar com seu superior. Suas mãos, que estavam tremulas, agora seguram firmemente o tecido do kimono.

    - Senhorita Fugiwara, parece que você ou quer muito manter este trabalho. Mas até onde você estaria disposta a ir para mantê-lo?

    -Lux-sama, sou de família pobre e meu dinheiro é para sustentar meus pais doentes... Se eu me sujeitei a isso, foi por meu amor aos meus pais...

    - Você era leal ao meu antecessor, mas na primeira pressão feita você contou os segredos mais escusos ou vergonhosos que poderia contar. Até que ponto isso é verdade? Eu sou conhecido por ser um amante das mulheres, talvez tenham até uma visão de homem insaciável ou libertino. O que sua história poderia me excitar e pular direto em você e arrancar-lhe as vestes.

    - Perdão senhor, se minha confissão pareceu uma traição... É que... Senti que podia confiar no senhor... E se eu tivesse que novamente me entregar a alguém, eu faria de bom grado para Lux-sama...

    A secretaria leva a mão na boca, constrangida.

    - Não deveria ter dito isto, perdão Lux-sama.

    - Se veio, nunca mais venha sem as roupas de baixo. Minha companheira pode vir aqui e se lhe encontrar sem as roupas de baixo eu não faço ideia do que possa acontecer.

    Chin acena com a cabeça, e começa a escrever as informações pedidas pelo novo Conselheiro do Tesouro. Enquanto escreve, ela responde a Lux:
    - Por aqui há vários livros de controle de caixa, porém o livro de contas dos mercadores Saito-sama preenchia ele mesmo e não me deixava ver. Este se encontra na casa de Saito-sama.

    Através do decote Lux podia ver o contorno de um singelo seio, e pode constatar realmente que ela nao usava roupas de baixo.
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1257
    Reputação : 42
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Kether em Dom Mar 11, 2018 4:39 pm

    Lux se aproxima da jovem enquanto ela começava a escrever a lista de pessoas que tinham acesso ao seu antecessor. Então ele para as suas costas e pousa as mãos nos ombros iniciando uma massagem nos ombros da jovem.

    - Eu também adoraria dividir minha cama, mas não por uma obrigação sua. Nem hoje, nem nunca.  

    Ele continua a massagear a jovem enquanto via pela dobra do quimono os pequeninos seios de tonalidade rósea. Passando as mãos agora para dentro do quimono tocando diretamente a pele da jovem enquanto prossegue com a massagem.

    - Você sabe como é este livro, eu presumo. Por isso, assim que meus guardiões chegarem nós iremos até a casa de Saito. E iremos revistar aquele lugar até o encontrar. Você irá ao meu lado, para que ele tenha certeza de que você é minha. Durante o caminho irei enviar dois dos meus guardas até a casa de seus pais e os trarei para cá. Depois pensarei em para onde os enviarei em segredo, já que Saito irá contra atacar com certeza.

    Ele aproxima a cabeça do pescoço da jovem e lhe dá um beijo no lóbulo da orelha para então murmurar.

    - Vou cuidar de você e sua família e tudo que te peço é que seja sincera.

    Ele assumia agora uma postura sedutora e sinistra com a jovem. Ele queria ao mesmo tempo conquistar a jovem e fazer com que ela se apaixonasse por ele.
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1858
    Reputação : 121
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Hellkite em Ter Mar 13, 2018 6:57 pm

    NRPG: Diplomacia Lux em Chin – sucesso.

    - Eu também adoraria dividir minha cama, mas não por uma obrigação sua. Nem hoje, nem nunca.  

    A massagem nos ombros é bem recebida pela jovem, e Lux sente que ela vai ficando relaxada aos poucos.

    - Com Lux-sama, não será por obrigação... – responde suspirando, enquanto continua a escrever os nomes pedidos.

    Ao toque dos dedos em sua pele, o bardo a sente estremecer levemente. As bordas do quimono caem devagar pelos ombros, que ficam a somente um triz de deixa-la semi-nua.

    - Sim Lux-sama, eu sei como é este livro, eu via Saito-sama escrever nele após as reuniões com os mestres mercadores.

    - Vou cuidar de você e sua família e tudo que te peço é que seja sincera.

    Ao dizer estas palavras, a garota para de escrever e se vira, fazendo com que o kimono caia e seus pequenos seios ficassem a mostra. Eram rosas e pontudos.

    Lux levanta o olhar para o rosto de Chin, e ela tinha lagrimas em seus olhos.

    - Muito obrigada, Lux-sama, serei eternamente grata! – diz com a voz tremula e as mãos entrelaçadas. Então ela se agacha, levantando o kimono e revelando seu sexo roseo. Dois dedos ageis penetram rapidamente na vagina molhada, começando um movimento de vai-e-vem.

    18+:

    - Lux-sama! - geme a secretaria.
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1257
    Reputação : 42
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Kether em Seg Mar 19, 2018 3:00 pm

    Lux se aproxima da garota que se masturbava a sua frente. A qualquer momento chegariam os seus guardas com suas indicações familiares e ele não desejava se expor desta maneira com as pessoas que não o conheciam ainda. E esta não era a imagem que ele queria mostrar. Ele então se abaixa e pega a mão com que a jovem se masturbava, ele reparou no fio que fica entre os dedos da jovem e sua pequenina e rósea vagina.

    Lux então olhando nos olhos da jovem leva os dedos dela até a boca enquanto se levanta e ajuda a jovem a se levantar.

    - Delicioso o seu sabor Chin. Mas agora devemos trabalhar. Deixemos o prazer mais tarde.

    Assim que a jovem desconcertada pela recusa de seu chefe, abaixa a cabeça e fecha o quimono com vergonha se segurando para não chorar. Mas Lux ainda próximo a ela, a abraça segurando sua nuca levando-a a apoiar a cabeça no ombro do aasimar. Naquele abraço ela pode sentir o sexo rijo dele tocar-lhe a barriga.

    - Não se envergonhe Chin, como pode sentir eu desejo desvendar seus encantos. Mas devemos seguir com o trabalho, tenho que proteger sua família e buscar um livro. Sem contar que você deve conhecer minha companheira também para que não aconteça nada escondido de ninguém. Não quero que ninguém se magoe ou machuque aqui.

    Ele levanta o rosto da jovem e lhe dá um beijo na testa e um selinho nos lábios enquanto sua mão esquerda entra pelas dobras do quimono e toca seu sexo ainda umedecido com o dedo indicador e o médio, e sorri para ela enquanto leva os próprios dedos a boca.

    - Se recomponha e prepare, assim que chegarem vamos seguir até a casa de Saito.

    Lux se afasta da jovem dando espaço para que ela se arrumasse.

    "Mais que porra foi essa Lux! Deixando uma jovem doida para dar para você na mão?! Nunca havia sido tão fácil conseguir uma mulher... Mal chegara na cidade e já havia dormido com uma meio-orc, uma kitsune e agora esta humana estava doida para sentir todo o vigor de Lux. Bashuk, como será que ela está?" - pensava.

    O som de alguém bater na porta o trouxe de volta de seus pensamentos. Ele olha para a jovem que ainda ajeitava o penteado, ele então gesticula para ela continuar o que fazia. Ajusta as próprias roupas e caminha até a porta abrindo-a. Para sua surpresa não eram os guardas retornando, mas o pai de Bashuk acompanhado da filha, além de Sora que era escoltada a passos rápidos por Akihito.

    - Ishikawa-san* que honra em receber vossa visita antes mesmo que eu pudesse lhe convocar. Bashuk-chan, é como sempre um prazer encontrá-la. Espero que possamos conversar num momento mais propício.

    *off :
    Lux usa o pronome "san" com Ishikawa para dar enfase que agora ele estava numa posição de maior poder para com o pai de Bashuk e ele era quem deveria medir as palavras com o novo Conselheiro da Moeda.

    Ele acabava de cumprimentar os dois quando Sora e Akihito chegam.

    - Você verá que... - dizia Akihito, que corta abruptamente o que falava quando vê que Lux estava a porta com Ishikawa e Bashuk.

    - Sora-chan! Que ótimo que você chegou! Eu ia pedir a um mensageiro que fosse buscá-la para que pudéssemos passar a tarde num passeio pela cidade com a minha secretária a senhorita Fugiwara. Eu gosto muito do Castelo mas acho que devemos ter nossa própria casa e ela conhece alguns lugares para nos levar para conhecer.

    Ele olha para Akihito.
    - Impressionante a sua presteza Akihito-buchou! Antes mesmo que eu convocasse Ouju*²-chan você a trouxe. - disse se referindo a Sora.
    *² Off:
    "Ojou" é uma figura de respeito feminina e jovem. Pode ser usado para se referir a uma nobre. Também usado de maneira marcada para que eles soubessem que a jovem Sora agora era minha protegida.

    Depois abre espaço para que eles entrassem.

    - Então a que devo a visita não marcada? Se bem que... Bashuk-chan pode vir sempre que quiser a meu escritório sem aviso prévio. Afinal temos muita história juntos e jamais irei esquecer de você...

    Ele aponta para as almofadas que tinha no chão para que todos se acomodassem.

    - Infelizmente nossa reunião deverá ser breve, pois tenho assuntos a resolver com urgência e os mesmos não podem esperar nem mais um segundo que o necessário para que minha guarda pessoal esteja reunida aqui.
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1858
    Reputação : 121
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Hellkite em Qui Mar 22, 2018 10:17 pm

    Chin não entende o por que de Lux não querer seu corpo, algo tão desejado pelo seu antecessor Saito-sama. Ela chega até a pensar que talvez o aasimar não gostasse de mulheres, porém a rigidez do membro do chefe mostra que este não era o caso. Lux-sama se importava demais com o que sua companheira pensaria sobre um eventual sexo escondido entre os dois, e a secretaria sentiu uma leve pontada de ciúmes com isso. Porém as bolinações por parte do bardo a deixaram um pouco menos invejosa de Sora.

    As batidas na porta fazem com que Lux tenha a certeza que tenha tomado a decisão correta, já que não teriam tido tempo de se arrumarem caso estivessem no meio de uma transa. Era Ishikawa e sua filha, Bashuk.

    Ishikawa-san estava consciente da troca de papeis, e fez uma reverencia respeitosa para Lux. Bashuk, por sua vez, parecia já mais calma, ou pelo menos já tinha se acostumado a ficar do lado de seu pai. A meia-orc não consegue disfarçar um sorriso e um brilho nos olhos, mas sabendo sua parte, força uma expressão mais fechada no rosto.

    - Ishikawa-san* que honra em receber vossa visita antes mesmo que eu pudesse lhe convocar. Bashuk-chan, é como sempre um prazer encontrá-la. Espero que possamos conversar num momento mais propício.  

    Ishikawa-san sorriu levemente e acenou com a cabeça. Seu tom de voz era mais suave do que da ultima vez que tinham se encontrado.
    - Lux-dono, peço perdão por ter vindo assim, sem ter sido requisitado... De fato temos questões importantes a discutir, mas convenci Bashuk-tchan a pedir desculpas pelo ocorrido ontem.

    Lux podia ver que para Bashuk era muito difícil pedir desculpas, mesmo ambos sabendo que tudo não se passava de encenação. A contra-gosto ela se põe de joelhos, mas ainda assim seu porte físico transparecia de forma impressionante, parecendo a cena de uma rendição de algum líder bárbaro.

    - Lux-dono, desculpas por ter reagido daquela maneira – diz, e se vira para Ishikawa – e então titi, esta bem?

    Ishikawa-san revira os olhos. Sabia que era o máximo que iria conseguir de sua filha.

    Neste momento chega Akihito, o senescal, acompanhado de Sora, que estava um pouco mais atrás.

    - Você verá que... - dizia Akihito, que corta abruptamente o que falava quando vê que Lux estava a porta com Ishikawa e Bashuk.

    - Sora-chan! Que ótimo que você chegou! Eu ia pedir a um mensageiro que fosse buscá-la para que pudéssemos passar a tarde num passeio pela cidade com a minha secretária a senhorita Fugiwara. Eu gosto muito do Castelo mas acho que devemos ter nossa própria casa e ela conhece alguns lugares para nos levar para conhecer.

    Sora lança um breve olhar para Bashuk que acabara de se levantar e faz um leve aceno de cabeça, sendo correspondida da mesma maneira pela meia-orc. A kitsune então volta seu olhar para a senhorita Fujiwara e cerra os olhos, farejando perigo. A secretaria por sua vez volta seu olhar para baixo, segurando seu kimono em atitude servil.

    - Lux-dono. Se é o que deseja, terei o prazer de acompanha-lo – diz Sora, em tom obediente – Tenho certeza que encontraremos uma casa que sera digna de meu senhor.

    Após este dialogo inicial, todos se acomodam no gabinete do Conselheiro do Tesouro.

    - Então a que devo a visita não marcada? Se bem que... Bashuk-chan pode vir sempre que quiser a meu escritório sem aviso prévio. Afinal temos muita história juntos e jamais irei esquecer de você...

    Bashuk sorri, mas logo volta seu olhar para seu pai e fecha a cara.

    - Lux-dono, agradeço, mas não irei incomoda-lo mais.

    Ele aponta para as almofadas que tinha no chão para que todos se acomodassem.

    - Infelizmente nossa reunião deverá ser breve, pois tenho assuntos a resolver com urgência e os mesmos não podem esperar nem mais um segundo que o necessário para que minha guarda pessoal esteja reunida aqui.

    Ishikawa-san lança um olhar para Fujiwara Chin, e a mesma engole em seco. Ele se volta para Lux e diz, objetivamente.

    - Lux-dono, vim logo cedo, pois quero que saiba diretamente da minha boca, que estive presente em reuniões com o ex-conselheiro, na qual eram discutidos negócios escusos. Estou disposto a colaborar com o que for necessário... Mas gostaria que levasse em consideração minha presteza em ajudar, de modo que a minha penalidade possa ser diminuída, e se possível, eliminada. Faço isso em nome de Bashuk, que finalmente ficou ao meu lado, e para que possa protege-la. Peço que o que quer que tenha acontecido de ruim entre vocês dois possa ser apagado, e que esqueça os rumores de que Bashuk tenha falado que gostaria de mata-lo...
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1257
    Reputação : 42
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Kether em Sex Mar 23, 2018 3:47 pm

    Sora lança um breve olhar para Bashuk que acabara de se levantar e faz um leve aceno de cabeça, sendo correspondida da mesma maneira pela meia-orc. A kitsune então volta seu olhar para a senhorita Fujiwara e cerra os olhos, farejando perigo. A secretaria por sua vez volta seu olhar para baixo, segurando seu kimono em atitude servil.

    Este fato não foge aos olhos de Lux que convida Ishikawa e Bashuk a se acomodarem.

    "Parece que Sora tem alguma suspeita... Vamos ver até onde é isso. Se são ciúmes ou se é algo de errado mesmo. Nunca duvide da intuição de uma mulher, já dizia meu antigo mestre bardo." - pensou naquele instante.

    Ishikawa-san lança um olhar para Fujiwara Chin, e a mesma engole em seco. Ele se volta para Lux e diz, objetivamente.

    Novamente a reação das pessoas diziam bastante

    "Realmente interessante... Parece que Sora sabe alguma coisa sobre isso. Obrigado Erotika por mais esta bênção! A esmola era muito alta, e parece que era realmente uma armadilha." - pensou, enquanto apoiava a cabeça nas mãos em arco.

    - Lux-dono, vim logo cedo, pois quero que saiba diretamente da minha boca, que estive presente em reuniões com o ex-conselheiro, na qual eram discutidos negócios escusos. Estou disposto a colaborar com o que for necessário... Mas gostaria que levasse em consideração minha presteza em ajudar, de modo que a minha penalidade possa ser diminuída, e se possível, eliminada. Faço isso em nome de Bashuk, que finalmente ficou ao meu lado, e para que possa protege-la. Peço que o que quer que tenha acontecido de ruim entre vocês dois possa ser apagado, e que esqueça os rumores de que Bashuk tenha falado que gostaria de mata-lo...

    Lux acompanhava atento o que Ishikawa falava, parecia que ele estava disposto a entregar tudo o que acontecia no escritório quando controlado pelo antecessor de Lux, Saito. Ele apenas ouvia e gesticulava afirmativamente para o comerciante. Ele então gesticula para o Senescal dispensando-o da reunião. E assim que o estranho homem barbudo sai da sala ele fala, mesmo acreditando que poderia ser ouvido por trás da porta.

    - Senhor Ishikawa, começando pelo ponto mais fácil de suas colocações. Não sou um homem de guardar rancor, e como todos sabem eu e sua filha eramos sócios e companheiros de viagem e nossas posses foram saqueadas quando nos aproximávamos da cidade. Por tudo o que passamos e nutrimos um pelo o outro eu entendi a reação de Bashuk-chan. Mas tenho absoluta certeza de que com o tempo poderemos ser como fomos no passado.

    Ele termina sorrindo para Bashuk, aquela meio orc realmente era como uma força da natureza e com certeza ele iria ter outros momentos com ela.

    - Quanto ao que me informa... Estou realmente surpreso em saber que meu antecessor um homem tão honrado e tão bem visto pelo Daimyo. É uma decepção para mim, que nas primeiras horas no meu cargo tenha já esta denúncia. Senhor Ishikawa, já que está disposto a fazer o que for necessário para ajudar nas investigações. O senhor poderá me entregar uma lista de todos os outros mercadores que participavam destas reuniões. Bem como os seus cadernos de pagamentos e de controle de mercadorias. É claro que o senhor não se oporá a entregar todos estes documentos e outros que eu venha a solicitar para que Bashuk os traga para mim, não é verdade? Ou eu posso enviar meus guardas pessoais até a sua casa para que eles façam a busca destes documentos.

    Ele faz uma pausa olhando Ishikawa diretamente nos olhos e continua, após reparar que ele havia entendido o que estava nas entrelinhas.

    - O Senhor deseja que a imagem de sua filha não fique manchada perante a minha visão, diz que está motivado a resguardar sua filha de quaisquer problemas futuros. Portanto esta seria a forma de demonstrar sua boa vontade além de provar para todos que não há nenhum problema entre sua família e o novo Conselheiro do Tesouro.

    Ele faz mais uma breve pausa e conclui num tom sério:

    - Quanto a anistia, somente após a conclusão das investigações, levando em consideração a relevância das informações que forem passadas pelo senhor para mim. E volto a dizer que somente aceitarei as informações que forem entregues diretamente por Bashuk para mim. E após levar ao Daimyo os resultados da minha investigação, e as conclusões que tive. E neste momento eu levarei em conta a sua colaboração em todo o processo.

    Lux se levanta e vai até um armário onde havia uma jarra de porcelana com água e um copo, se serve

    - Vocês desejam água? Mas senhor Ishikawa, eu tenho uma pergunta para o senhor... Esta é a segunda vez que me pedes desculpas. No nosso primeiro encontro o senhor desejava incansavelmente a prima de minha aprendiz e companheira. Que então é agora minha prima também. Era para uma reunião como as que ocorriam com o meu antecessor que o senhor queria conduzir uma jovem tão distinta e membro de uma família tão respeitável de Yelena?
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1858
    Reputação : 121
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Hellkite em Qua Mar 28, 2018 5:26 pm

    Ishikawa ouve as palavras de Lux em silencio, ponderando em tudo aquilo que poderia acarretar em seu futuro. Ele volta seu olhar para Bashuk, que estava em uma postura humilde, tão diferente da maneira de agir daquela meia-orc determinada e forte que o aasimar estava acostumado a ver.

    Para Ishikawa devia se passar a mesma coisa pela sua cabeça, pois depois de olha-la disse:

    - Sim, Lux-sama, entendo tudo o que me propôs, e sei que enfrentarei grandes dificuldades ao concordar com tais termos. Mas tudo vale a pena, se for para manter a minha querida filha junto a mim, são e salva, em uma posição honorável junto ao Daimyo.

    O homem de idade respira fundo, para por alguns instantes, e então continua:

    - Trarei todos os documentos que me pede, e aceito os seus termos.

    No nosso primeiro encontro o senhor desejava incansavelmente a prima de minha aprendiz e companheira. Que então é agora minha prima também. Era para uma reunião como as que ocorriam com o meu antecessor que o senhor queria conduzir uma jovem tão distinta e membro de uma família tão respeitável de Yelena?

    Ishikawa faz uma careta, e acena com a cabeça.

    - Lamento pelo ocorrido, Lux-sama. Sim, seria para uma dessas reuniões. Saito-san aprecia muito a musica, e se trouxesse a sua prima, certamente ele ficaria muito satisfeito com meu presente.

    Ocorre então algo inesperado.

    Soldados armados com lança adentram no recinto, em numero de seis, e começam a cercar os presentes. As portas de acesso são então trancadas.

    Um dos homens aponta a lança em direção de Lux e Ishikawa.

    - Um estrangeiro não pode ser responsável pelas finanças da província. E Ishikawa é um traidor! Suas mortes servirão para mostrar o descontentamento de todos com esta situação! – diz em voz alta. - E sem testemunhas!
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1257
    Reputação : 42
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Kether em Seg Abr 02, 2018 11:27 am

    Lux observava sem acreditar no que acontecia. O que ele havia deixado passar? Como estes bandidos haviam chegado até sua sala sem serem parados?

    Ele olha para os atacantes, depois para as pessoas que estavam ali. Pelo menos havia a Bashuk para ajudar, mas ela estava desarmada e eram seis homens armados.

    Lux trazia sua rapier que sempre estava ao alcance de sua mão, mas para essa traição some te com a ajuda do barbudo esquisito. Homem o qual ele não encontra mais na sala.

    Ele rapidamente olha para Bashuk e depois olha para um dos guardas. Ao olhar para o pai dela ele repara que ele também está surpreso, e ao ouvir que todos seriam executados uma mancha surge em suas calças.

    - Minha querida Sora, precisaremos de uma canção que nos inspire. Bashuk feche os olhos e vamos dançar com estes malditos. Se querem minha vida, um ou dois perderão antes as próprias.

    Ele então faz um rápido gesto e fala algumas palavras em celestial, Bashuk já havia visto ele fazer este truque antes, após ele falar era disparado um flash que ofuscava a visão de quem fosse pego de surpresa.

    - Que meus ancestrais me emprestem sua força e emanem de meus dedos a sagrada e cegante Luz de Erotika! - fala em celestial Lux conjurando a magia Luz sem um objeto como foco, apenas para disparar aquele flash (tipo de câmera fotográfica)

    E quando ele aponta sua mão na direção dos atacantes um brilho rápido ilumina a sala. Ele então saca sua espada e quanto parte para cima do homem que estava próximo a Sora.
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1858
    Reputação : 121
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Hellkite em Seg Abr 09, 2018 7:31 pm

    NRPG: Vou considerar que Lux usou em sua ação a magia Flare em um dos inimigos.
    NRPG: Rodada 1. Lux. Magia Flare. Soldado save Fort: 3. Afetado. -1 Ataque por 1 minuto.
    NRPG: Bashuk investe contra Soldado. Flat footed (sem AdO). Ataque: 4. Erro.
    NRPG: Sora. Magia Sono. 4 DV. 4 soldados-alvo. Save Vontade (CD 13): 7, 11, 3, 18. 3 foram afetados.

    A visão dos soldados com suas lanças apontadas para os presentes faz com que Lux passe a duvidar de sua própria sorte. O medo diante da ameaça o faz gelar por alguns instantes, mas de que adiantaria ficar parado ali, imóvel? Lutaria ate o ultimo instante!

    - Minha querida Sora, precisaremos de uma canção que nos inspire. Bashuk feche os olhos e vamos dançar com estes malditos. Se querem minha vida, um ou dois perderão antes as próprias.

    Sora também parecia abalada com aquela situação, mas vendo a disposição de Lux em lutar, ela também se anima e passa a encarar a situação de maneira fria e objetiva.

    - Tenho um segredinho nas minhas mangas, amor... Meu treinamento não foi apenas nas artes musicais... – diz a kitsune.

    Bashuk, por sua vez, em nenhum momento se intimidou, e sorri satisfeita ao ver que o aasimar também partiria para o combate.

    - Ah sim, só que orcs dançam sobre os crânios partidos dos inimigos! Yaaaahhhhhhh! – diz a meia-orc, já investindo contra um dos soldados.

    O bardo, ao identificar o inimigo que seria atingido, rapidamente profere a melodia que traria uma luz cegante por sobre ele. O soldado, sem ver nada, não pode se posicionar para receber a mercadora com a lança, porém ainda assim conseguiu resistir ao impacto dela contra seu corpo. Bashuk solta um palavrão, amaldiçoando sua própria tentativa, recua e em posição de guarda procura uma oportunidade para atacar novamente.

    Os outros soldados erguem suas lanças para dar cabo daquela meia-orc renegada, quando as habilidades de Sora mostram seu valor. Palavras arcanas saindo dos lábios da barda-feiticeira se tornam uma poderosa força sonífera, que arrebata três dos soldados, que vão ao chão desfalecidos.

    NRPG: Ataque soldado contra Bashuk: 3. Erro.
    NRPG: Ataque soldados contra Sora: 5, 18. Um acerto. Dano lança: 7+1 = 8 dano.

    Os outros dois voltam seus olhares para a oriental, e a identificam como o oponente mais perigoso ali. Em conjunto os soldados avançam com suas lanças contra Sora, que escapa de uma das armas, mas recebe uma estocada profunda da outra em sua barriga. Ela da um grito agudo de dor, e vai ao chão segurando o ferimento e gemendo de dor.

    NRPG: Rodada 2. Lux ataca com rapier. Ataque: 10. Erro.

    A intenção do bardo era proteger sua amada, mas ele chegara atrasado! A sensação de ter falhado com ela e sua fúria interferem em sua habilidade, e seus golpes não conseguem atingir seus inimigos.

    O aasimar olha pelo salão e acessa a situação: Sora estava caída, sangrando muito. Bashuk, desarmada, encarava seu inimigo, armado com uma lança, porem com dificuldades de enxergar. Os outros dois soldados agora estavam com as lanças apontadas para Lux, enquanto o pai de Bashuk e a jovem secretaria estavam encostadas em um canto, temendo por suas próprias vidas.

    NRPG: Ação de Bashuk, depois ação dos soldados, e então final rodada 2. Sora a -1 pv. Fiz uma pausa aqui para que Lux possa dar ordens e dizer qual sera sua próxima ação.
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1257
    Reputação : 42
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Kether em Seg Abr 16, 2018 7:56 pm

    - Nããããoooooo!!!!!!!!! - grita Lux ao ver que sua amada Sora estava ferida mortalmente. - Seus Fi#$@%&!@!!!! Vou matar a todos!!!!

    - Bashuk! Estraçalhe todos os ossos desse desgraçado! Sora foi ferida mortalmente!!! Ishikawa levante-se pegue uma lança de um dos homens caídos e mate-os, honre o que tem dentro das calças!!! Chin se quer viver, salve a vida de Sora!!!!

    Lux tentava trazer a fúria de Bashuk, sua voz estava carregada de ódio e ele então investe em carga para cima de um dos dois homens que atacaram Sora.
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1858
    Reputação : 121
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Hellkite em Qua Abr 18, 2018 9:50 am

    NRPG: Rodada 2. Bashuk movimenta-se e pega a lança caída.
    NRPG: Soldado 1 ataca Bashuk: 9. Errou.
    NRPG: Soldado 2,3 atacam Lux: 11, 7. Erraram.
    NRPG: Ishikawa movimenta-se e pega uma lança caída.
    NRPG: Chin faz um teste de cura a -2: 10. Sem sucesso.
    NRPG: Rodada 3. Lux ataca com rapier: 9. Errou.
    NRPG: Bashuk ataca: 16. Acerto. Dano lança: 2+4 = 6. Matou.
    NRPG: Soldado 2,3 atacam Lux: 18, 5. Dano lança: 7+1 = 8. Lux a -1.

    O desespero contido dentro do grito de Lux ao ver sua amada ao chão é percebido por todos ali presentes. Bashuk, ao ver o quanto o aasimar sofria, fica tomada pela raiva aos inimigos, e decide que iria dar cabo deles. Agilmente ela salta um dos sofás e aproveitando o rolamento no chão pega uma das lanças caídas no chão e logo fica em posição de espera, desviando por alguns centímetros da estocada do inimigo. O contra-golpe da meia-orc é fulminante, e a ponta da lança trespassa o peito do outro soldado, que morre instantaneamente.

    Por sua vez Lux corre em direção dos outros dois soldados, e com rápidos movimentos tenta acerta-los com a lamina de sua rapineira. Porém eram dois contra um, e o bardo tinha pouca experiência no combate, ao contrario dos inimigos. Agindo em conjunto, um soldado ataca com sua lança na esquerda de Lux, e quando o herói se desvia, acaba entrando na área de ação do outro soldado.

    Lux sente uma dor muito forte, e experimenta no seu próprio corpo a agonia que Sora havia sentido a alguns momentos antes. Uma dor tão forte que o faz perder os sentidos.

    Tudo era escuridão.

    Teriam seus sonhos acabado aqui, em terras estranhas?

    NRPG: Seu próximo post é uma viagem ao mundo dos espíritos. Fique a vontade para descrever o encontro de Lux com algum ancestral ou parente morto.
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1257
    Reputação : 42
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Kether em Qui Abr 19, 2018 2:35 pm

    - Ora, ora... Então você é o famoso bardo Lux... Eu tive um grande amigo que era conhecido por este nome.

    Lux ouvia aquela voz tranquila enquanto ele recuperava os sentidos. Mas não estava mais no seu gabinete, nem estava com as roupas que usava nem mesmo com as pessoas com quem estava. Ele estava num quarto com uma grande janela por onde entrava bastante luz. Ele olha para as próprias mãos antes mesmo de observar quem falava com ele, suas mãos não estavam com as faixas que ele costumava usar.

    Ele estava de costas para o seu interlocutor, e vê uma espada na bainha presa a um cinto, no canto apoiada na parede da janela. Ele então se senta, não sentia dor alguma. Parecia que acordava de um sonho estranho. Ele se levanta, pega o cinto com a espada e a prende na cintura.



    - Sim... meu nome é Lux. Mas não sei se sou tão famoso assim. - diz se virando para a pessoa. Neste momento ele toma um susto ao perceber quem ele era.



    Aquele era Arslan, O Iluminado. O celestial que dera origem a sua linhagem. Neste exato momento seus olhos enchem de lágrimas.

    - Eu... eu... estou morto?

    O celestial sorri para ele inclinando levemente a cabeça para o lado direito.

    - Ainda não. Mas está as portas da morte. Esta é a primeira vez que está tão perto. Esteve muitas vezes a quase chegar a este ponto meu filho. Mas desta vez temo que não tenha tanta sorte quanto nas demais.

    Lux deixa os ombros caírem, a tristeza toma parte de seu ser, então ele desaba sentado no chão, cabeça abaixada olhando para o chão e as lágrimas começavam a marcar o chão. Enfim ele desabava:

    - Eu só queria fazer o que era certo e acabei por ferir pessoas a quem amava.

    O celestial caminha na direção do jovem aasimar parando ao lado dele e pousa a mão na cabeça do jovem de forma carinhosa, se mantém em silêncio.

    - Sora! Como ela está? Ela sobreviveu? E Bashuk?

    Arslan, passa a mão pelos cabelos do descendente.

    - Se acalme...
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1858
    Reputação : 121
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Hellkite em Dom Abr 22, 2018 11:08 pm

    Lux, tragado pelo desespero e sentimento de culpa, tenta se acalmar, mas era difícil. Finalmente a voz de uma jovem o tira deste pesadelo.

    - Lux? Lux! Lux! Graças as deusas, voce esta aqui!!! – diz Sora. O aasimar sente o terno abraço da kitsune, um abraço forte e carinhoso.



    Os dois permanecem assim abraçados, sem falar nada, por longos minutos. Quando o som dos soluços de Sora acabam, é que ela levanta seu olhar para fitar amorosamente o rosto de Lux. Seus olhos ainda estavam marejados.

    - Meu amor, meu amor! Como rezei para as deusas para me darem mais uma chance de encontra-lo! Quando fui ferida e as sombras e a dor me consumiam, certa de que iria morrer, entrei em desespero, porque não pude dizer para você o quanto amava! Pensei, mas que idiota, que tinha todo o tempo do mundo, e que poderia dizer o quanto te amava mais tarde... A dor na minha alma era mais profunda que a dor no meu corpo.

    Sora então beijou Lux, e ele se lembrou da ultima noite de amor que tiveram.

    - Fui feliz, ah mas como fui feliz naquela noite... Depois de uma vida de sofrimento e penúria, voce me fez sentir uma rainha! Como te amei por isto, como te amo por isto! E agora quero passar toda a eternidade junto de voce, meu amor! – diz, abracando-o mais fortemente.

    Neste momento surge novamente Arslan, o Iluminado. Sua face agora era o de pesar, de pena por aquilo que teria que falar. Ele suspira, e diz:

    - Sora, minha querida... Sei que nutre um sentimento muito belo por Lux, mas receio dizer que terá que esperar um pouco mais... Lux terá que voltar, e você prosseguirá... Sinto muito...

    Sora arregala os olhos, e volta a chorar.

    - N-n-não, não, não! Isto é injusto! Injusto! Antes as deusas nunca tivessem nos feito encontrar! Agora terei um vazio em meu ser que jamais alguém irá preencher!
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1257
    Reputação : 42
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Kether em Qua Abr 25, 2018 10:58 pm

    Lux fica quieto enquanto as lágrimas também correm pelo seu rosto ao ouvir o choro desesperado da amada.

    - Sora, você é meu único amor. Com você descobri este sentimento na sua plenitude. Me sentirei sem minha metade sem ter você comigo. Aceitarei até mesmo ficar no reino dos mortos como Orfeu e Eurídice se estiver ao seu lado.

    Ele continua com ela nos braços mesmo com a presença de seu antepassado ali.

    - Oh! Grande Avô! Aquele que foi agraciado com todas as bênçãos de Erotika e Mitz. Oh! Grandioso Paladino de alma pura! Interceda pelo nosso amor! Não permita que agora que nossas almas enfim se encontraram sejam elas separadas. Mante-las afastadas seria uma punição por demais pesada. Clamo por ti meu antepassado de mais valoroso coração, interceda por nós!

    Ele falava e sua voz soluçante carregava todo o sentimento que tinha pela companheira.
    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1858
    Reputação : 121
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Hellkite em Qui Maio 03, 2018 9:06 pm

    Pesava na alma de Arslan a visão daquele casal tão apaixonado, que a morte lhes haveria de separar. O Iluminado fecha os olhos por alguns instantes e balança a cabeça, com a expressão triste no rosto.

    - Sou abençoado por Erótika e por Mitz, porém quem recebe os mortos é Shadowlady. Ela julga a todos em seu momento final, e não admite interferencia por parte de suas irmãs. Me parte o coração ve-los assim, porem se existe algo que posso dizer, é que tenham a esperança de que a morte também pode ser vencida... Tudo pode acontecer, basta acreditar.

    O celestial lança um olhar para Sora, e em um instante uma longa conversação é travada. A oriental suspira, da um longo e demorado abraço em Lux, e então se afasta. Ela diz:

    - Não ficarei triste, pois sei que ao final estaremos juntos, de uma maneira ou de outra, Lux. Até lá, quero que aceite um presente, por toda a felicidade que me deu neste pouco tempo que ficamos.

    Sora retira um anel do dedo e o entrega para Lux.



    - Com este anel eu estarei contigo, e te protegerei dos males do nosso mundo... Adeus, meu amor!

    Tudo então se ilumina, numa luz cegante, que permite apenas um ultimo vislumbre de Sora, despedindo-se com acenos de mão.

    **

    A visão retorna, junto com fortes dores.

    Estava deitado num quarto branco, com Bashuk segurando sua mão. Aquela brava meia-orc estava com os olhos cheios de lagrimas, mas abre um grande sorriso ao perceber que Lux estava acordando.

    - Você não desiste, hein Lux? – diz, e da um abraço dolorido mas cheio de carinho.
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1257
    Reputação : 42
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Kether em Sab Maio 05, 2018 4:39 pm

    @Kether escreveu:

    Lux sente o abraço de Bashuk mas ele estava quebrado, não só o corpo mas seu espírito. Naquele momento ele estava de luto. Ele fecha as mãos com força e sente que algo estava em sua mão. Ele se solta do abraço da meio-orc.

    - Sora... ela?

    Bashuk desvia o olhar e Lux sente uma forte dor no peito como se ele estivesse vazio, ao reparar que aquilo não fora um pesadelo mas que havia sim ocorrido. Uma lágrima corre de seus olhos.

    - Sora me perdoe... - ele balbucia.

    - Me desculpe Bashuk, mas neste momento eu não estou me sentindo bem. Não há amor no meu peito, tudo o que eu mais quero é a cabeça de quem mandou aqueles assassinos. Me diga, algum deles sobreviveu? - Ele então abre a mão e vê o que tinha.

    Sem desviar o olhar da mão ele fala.

    - Bashuk, você me ajudará a me vingar e vingar Sora? Todos eles pagarão um por um eu vou caçá-los e matá-los. Vou ainda arrancar-lhes o coração do peito e se houver uma forma de fazer isso com eles ainda vivos eu o farei. A partir deste momento eu preciso da sua ajuda. Preciso melhorar minhas habilidades de luta e furtividade. Vou mudar minha abordagem, para todos continuarei a ser o bardo luxurioso. Mas seguirei daqui para frente um caminho nas sombras. Estaria disposta a me acompanhar Bashuk, pense bem pois o que estou lhe pedindo é ainda mais difícil do que o que lhe pedi antes. Desta vez minhas mãos ficarão sujas de sangue. O jogo agora mudou.

    O bardo agora tinha não a sua voz melodiosa, mas como um bom cantor ele sabia usar os tons de sua voz e com a maestria de sempre ele falou de forma fria, mas firme. Nascia ali um Aasimar que estaria disposto a caminhar por Tieflings sendo ainda mais cruel do que estes. Nascia ali um futuro assassino...

    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1858
    Reputação : 121
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Hellkite em Ter Maio 15, 2018 11:26 pm

    - Sora... ela?

    Lux olha para o rosto triste de Bashuk, que cerra os olhos e se volta para baixo. Sim, infelizmente ele já sabia da resposta.

    - Sora não resistiu aos ferimentos e morreu, Lux. Sinto muito.

    - Me desculpe Bashuk, mas neste momento eu não estou me sentindo bem. Não há amor no meu peito, tudo o que eu mais quero é a cabeça de quem mandou aqueles assassinos. Me diga, algum deles sobreviveu?

    A expressão da meia-orc repentinamente muda para uma mais seria. Ela olha para os lados como se estivesse procurando algum inimigo a espreita.

    - Voce sabe que divido minha vida entre Minoara e Asamura, mas posso dizer que prefiro Minoara. Por aqui o que voce ve não é a verdade, e a qualquer momento voce pode cair morto, um tolo morto... Aconteceu algo quando voce foi ferido e desmaiou, Lux...

    Bashuk se aproxima, e fala agora num tom mais baixo.

    - Aquela menina, a sua secretaria... Parecia uma inútil, mas quando voce caiu, ela mudou. Virou uma fera sanguinária! Não sei de onde ela tirou as adagas, mas como um raio ela atravessou a sala, saltou e enfiou uma delas na garganta do traidor que atingiu voce. O outro tentou atingir ela, mas era como se tentasse lutar contra o vento... A mocinha enfiou na barriga dele a adaga varias vezes, mesmo depois que o traidor tinha caído. Eu e meu pai ficamos parados, sem acreditar naquilo.

    A meia-orc realmente parecia impressionada com o que tinha presenciado.

    - A mocinha então foi em sua direção. Eu já ia tirar satisfação com ela, mas ela me mostrou um vidro e disse que tinha na mão uma poção de cura. Colocou em sua boca e fez voce beber, desmaiado. Fiquei aliviada quando vi que o sangramento parou, e sua secretaria também parecia satisfeita. E sem mais nada dizer saiu por uma porta secreta.

    Lux ouve todas aquelas informações, sentindo o anel de Sora em sua mão. Sua amada havia sido uma vitima inocente de toda a intriga que existia naquele mundo de aparências.

    - Bashuk, você me ajudará a me vingar e vingar Sora? Todos eles pagarão um por um eu vou caçá-los e matá-los. Vou ainda arrancar-lhes o coração do peito e se houver uma forma de fazer isso com eles ainda vivos eu o farei. A partir deste momento eu preciso da sua ajuda. Preciso melhorar minhas habilidades de luta e furtividade. Vou mudar minha abordagem, para todos continuarei a ser o bardo luxurioso. Mas seguirei daqui para frente um caminho nas sombras. Estaria disposta a me acompanhar Bashuk, pense bem pois o que estou lhe pedindo é ainda mais difícil do que o que lhe pedi antes. Desta vez minhas mãos ficarão sujas de sangue. O jogo agora mudou.

    Bashuk acena com cabeça, sem hesitar. Era uma mulher forte, que tinha em suas veias um sangue de um povo que sabia resolver seus problemas da maneira mais simples: dando cabo deles com a lamina de uma espada ou na base de um porrete.

    - Não gosto de traidores. Nós orcs somos brutos mas temos honra! Sora, eu tinha ciúmes dela, mas também gostava dela. Vejo que Lux mudou, não é mais o humano alegre de antes, mas fazemos o que temos que fazer para sobreviver... Eu vou ajudar voce Lux.

    NRPG: Todas as aventuras por que passou Lux fizeram com que ganhasse dois níveis! Descreva o treinamento de Lux no próximo post.
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1257
    Reputação : 42
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Kether em Qui Maio 17, 2018 12:57 pm



    Lux passara que passara a viagem treinando com sua espada, a muito contragosto mas incentivado por Bashuk, começou a verificar que a arma não era mais tão estranha de se empunhar. Nas horas em que estava sozinho, ele aproveitava para estudar o livro que seu mestre lhe dera a muitos anos atrás. Agora algumas fórmulas mágicas começavam a lhe ser inteligíveis. Claro que as apresentações que tivera, melhoraram suas técnicas artísticas.

    O jovem aasimar se levanta da cama com algum desconforto ainda, mas com uma agilidade apurada. Se vira para a meio orc e lhe dirige um sorriso.

    - Desculpe corrigi-la Bashuk, mas não sou um humano. Sou um ser tocado pelo plano celestial. Mas como toda luz, ela projeta uma sombra. E eu sou uma luz forte então meus inimigos temerão pelas trevas profundas que será projetada sobre eles. Não haverá um local seguro para eles neste ou em outro plano de existência para onde eles queiram fugir.

    Lux coloca o anel no dedo em silêncio. E então volta a falar.

    - Devemos encontrar a assassina. Eu prometi proteger a família dela, e continuarei a cumprir minhas promessas. Apesar de não ter conseguido manter Sora...

    Ele faz uma pausa, pigarreia para limpar a garganta.

    - Eu era o alvo dela, e talvez se eu não fosse quem eu sou. Um amante das mulheres, mas sobretudo um verdadeiro romântico. O fato de não tê-la tratado como um corpo para meu divertimento, como sempre fora tratada a fez mudar. Acredito que ela deva ter ido atrás de seu contratador, mas devemos frear seu ímpeto. Eu quero este homem vivo! Ele vai dar o exemplo, exemplo para todos do que aguarda para os traidores ao governo de Oyama.

    Lux mantinha seu olhar doce de sempre mas as palavras proferidas eram repletas de veneno. Sua personalidade estava mudada, nem mesmo ele sabia até onde ele iria. Qual alta seria a sua queda? Ele sempre desejou viver sua vida sem prejudicar ninguém, agora ele deseja impor a sua ordem, não importando o preço a ser pago.

    - Bashuk... Precisamos encontrar Chin. Vamos?

    Hellkite
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1858
    Reputação : 121
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Hellkite em Qua Maio 23, 2018 11:30 pm

    NRPG: O anel de Sora é um item magico. Trata-se de um anel de proteção +1.

    O aasimar sentia as dores em seu corpo, mas o ferimento grave que tinha sofrido já tinha se curado, sobrando apenas uma pequena cicatriz. As clerigas de Asamura eram tão eficientes quanto as das terras ocidentais, curando-o com o poder das deusas enquanto estava desacordado.

    Bashuk ajudou Lux a se levantar da cama e depois de vestir suas roupas, os dois saíram da enfermaria. Ainda estavam dentro do castelo Himeji, e logo ao serem vistos foram informados de que deveriam ir ao encontro do Daimyo Oyama.

    O mesmo estava esperando no mesmo local em que tinham se reunido anteriormente, e ficou satisfeito ao ver que Lux tinha se recuperado totalmente do incidente com os traidores.

    - Lamento pelo ocorrido, Lux-san, sei que perdeu uma pessoa querida neste ataque. Saiba que tem meu total apoio, e iremos encontrar os responsáveis. O pai de Bashuk, Ishikawa-san, disse que todos os atacantes foram mortos, e eram guardas do castelo. Ele disse que todos vocês lutaram bravamente, mesmo desarmados, mas que a secretaria de Saito se revelou ser uma assassina, e esta desaparecida.

    O rosto de Oyama-dono mostrava sua preocupação com todos aqueles fatos.

    - Guardas traidores, assassinos, não posso me sentir seguro desta maneira, nem ter confiança de que poderei continuar governando em paz. Precisamos desmascarar toda esta rede de intrigas de uma vez por todas. Desconfia de alguém? O que planeja fazer?
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1257
    Reputação : 42
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Kether em Ter Maio 29, 2018 1:11 pm



    Lux tinha seu olhar frio e distante ouvindo tudo o que o homem mais poderoso daquelas terras dizia.

    - Tenho sim. Mas primeiro devemos encontrar a assassina. Ela falhou em seu propósito que era me matar. Portanto, não deve ser tratada mais como uma inimiga e sim como uma provável aliada. Mas tenho pesadas suspeitas, sobre o seu Senescal. Este homem demonstrou surpresa ao me ver quando trouxera...

    Ele faz uma breve pausa, respira fundo e volta a falar.

    - Quando trouxera Sora até meu gabinete. Ele sabia ou achava que sabia de alguma coisa. A assassina tentou usar de seu charme comigo tentando me persuadir a me deitar com ela. Mas ela não obteve sucesso com seu estratagema e acabou me confidenciando todas as ações de seu contratante e meu sucessor Saito, ela me contou das orgias que ocorriam no gabinete dele até mesmo com a presença confirmada de Ishikawa.

    Ele olha para Bashuk e depois para o Daimio.

    - Ishikawa-san fora até meu gabinete para confessar os atos contra o governo. E negociava um acordo para deixar o nome de sua família, sobretudo de sua filha livre da vergonha que ele causava. Além disso meus guardas Bunmei e Daigo ambos devem ser trazidos a mim o quanto antes, bem como seus familiares.

    Conteúdo patrocinado


    Re: Lux - Kether

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Ago 21, 2018 4:55 pm