Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    FICHAS

    Compartilhe
    Otto Kiparsky
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 15
    Reputação : 0

    FICHAS

    Mensagem por Otto Kiparsky em Qua Jul 12, 2017 7:57 pm

    INSTRUÇÕES PARA AS FICHAS:

    1. Imagem: imagem que representaria o personagem;
    2. Nome: nome do personagem, incluindo títulos, caso tenha;
    3. Personalidade: rápida descrição da personalidade;
    4. Histórico: nessa parte podem escrever bastante. onde e quando nasceu, os acontecimentos na sua vida até o presente, etc.

    Abaixo posto a primeira ficha, que vocês podem usar como exemplo.
    Otto Kiparsky
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 15
    Reputação : 0

    Re: FICHAS

    Mensagem por Otto Kiparsky em Qui Jul 13, 2017 8:00 pm


    TEOBALDO DE BEAUMONT

    Títulos: Imperador, Duque de Beaumont, Conde de Anvars, Cavaleiro-Mestre da Sagrada Ordem da Lira, Supremo Comandante do Exército Imperial.

    Personalidade: Frio e calculista. Um bajulador por natureza. Faz qualquer coisa para conseguir o que deseja, inclusive ordenar a morte de “amigos”. Normalmente demonstra-se calmo, mas em situações adversas explode de fúria. Na intimidade, não possui qualquer convicção religiosa, e se mostra por vezes um depravado. Algum interesse por arte e literatura, mas apenas raso. Muito interessado em assuntos militares e pelas tramas do poder.

    Histórico: Nasceu em 1013, na cidade de Sérine, Condado de Anvars, 120 kms a Nordeste de Mourne. Numa família nobre de pouca estatura. Seu pai era apenas um Fidalgo, auxiliar do Conde de Anvars. Aos 13 anos saiu de casa para estudar no Monastério de Saturnau, também naquele condado. Queria se tornar um sacerdote. Aos 18 seu pai e irmãos foram assassinados por mercenários halos, que saqueavam e destruíam boa parte daquela região. Saiu então do monastério e foi servir como ajudante de um magistrado de Mourne, que era amigo de sua família. Com a ajuda deste, inicia seus estudos na Universidade de Mourne, no curso de Economia Política, que servia para a formação de burocratas, mas depois também começa a estudar Estratégias Militares. Com os conflitos entre o Ducado de Marlim (do qual Mourne é a capital) e o Ducado de Tyres (a ilha onde está Fayres) retornando no ano de 1038, torna-se secretário de um importante oficial marlinês. A guerra torna-se maior que o previsto, com o Exército Imperial entrando em cena, ao lado dos marlineses, e no ano de 1043 Teobaldo torna-se Comandante de uma Legião. Isso fora possível graças à sua espantosa habilidade no jogo da guerra, a despeito da pouca idade. Vários oficiais haviam morrido ao longo dos conflitos e Teobaldo foi um dos muitos promovidos. Com a guerra terminando em 1045, é-lhe oferecido o Comando de uma Legião Imperial sediada próximo a Lorentia, servindo o mítico General Lucchino Petrarca, na sua incansável guerra contra os orduris. Teobaldo a recusa, mas pede o comando de uma Legião na chamada Província Argoriana, mais próximo do centro de poder imperial. Mantém-se fiel ao Imperador Syvik, controlando as revoltas internas, mas sem deixar de dialogar com os opositores. Ainda em seus tempos de monastério havia ingressado na Ordem da Lira, e foi subindo de posição dentro dela conforme ia obtendo sucessos militares. Em 1048 Syvik o torna Duque de Beaumont, um ducado do sul, e membro permanente de sua corte. Com a situação de Syvik piorando a partir de 1051, torna-se um dos principais conspiradores. Organiza e leva a cabo o plano de assassinato do Imperador. Depois da morte desse, havia grande indecisão sobre o futuro do trono, com duas facções em especial almejando ocupá-lo. A do Duque de Sheibn, Gustav, e a de Teobaldo, formada por membros da Ordem da Lira. Teobaldo se apressa e se declara Regente Provisório, prometendo a Gustav e aos outros fazer uma nova eleição para Imperador, como mandava a tradição. Teobaldo vai protelando a eleição, enquanto suborna um por um os apoiadores de Gustav. A eleição ocorreu há dois meses atrás (estaríamos então no ano de 1056, eu mexi nas datas, mas vou postar uma cronologia definitiva no tópico onde a campanha vai ocorrer). Ou seja, Teobaldo está no início do seu reinado. O grande incêndio na cidade de Kolmar, capital do Império, ocorreu há apenas uma semana.
    Inquisitor Inq
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 7
    Reputação : 0

    Re: FICHAS

    Mensagem por Inquisitor Inq em Sex Jul 14, 2017 2:01 pm





    Nome: 
    Asari Thule Leford
    Titulos:
    Rei de Ansacra(Titulo)
    A Íris Negra. (Alcunha)


    Personalidade: Embora não possa ser tido como cruel ou como mal, ele certamente e alguem muito ambicioso, assim que assumiu a coroa disse que Ansacra seria mais rica do que os reinos do leste, e assim pretende fazer, consegue se manter focado em momentos estressantes, mas sua ambição e orgulhoso se provam um ponto fraco dele


    Historico

    Asari, Filho do antigo Rei Yamo, Asari nasceu em 1026 na capital de Ansacra: Edrian, o filho mais velho da linhagem real de Ansacra, Os Thule, Asari ainda com nove anos foi tirado da capital a mando de seu pai e passou a viver na cidade de Esgringor onde estudou os mais diversos oficios que o preparariam para a vida de Governante, com 14 anos(1030) ja superava varios profissionais nos campos de Economia e Politica, quando finalmente completou 16 em 1032 foi enviado para a Escola de Artes Militares; Tirnalia, Tirnalia era uma enorme fortaleza ao extremo sul de Ansacra, aprendeu a combater e a fazer estrategicas, foi ai que começou a se tornar um excelente estrategista, seu pai temia que a guilda de comerciantes o achassem fracos e pudesse dar um golpe, por isso certificou-se de que o Rapaz seria um Excelente soberano, finalmente Yamo morre em 1045, Asari ja tinha a maior idade e assumiu o trono, entretanto ainda não esta casado por conta da morte repentina do pai, reinos vizinhos se interessam nisso, a irma de Asari, de 21 anos, 1 ano mais nova, tambem esta solteira, Asari e tido como um excelente lider. Atualmente Asari fez com que Ansacra lucrasse com a guerra, abrindo as fronteiras para refugiados de nações distintas, portanto que eles trabalhem e paguem impostos, a cada 3 refugiados um entra no ramo militar e 2 se tornam serviçais, os comerciantes refugiados receberam a oportunidade de vender livremente no territorio Ansacra portanto que 10% dos lucros fossem enviados 5% para a igreja e 5% para o Fundo Real.
    Conteúdo patrocinado


    Re: FICHAS

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Nov 21, 2017 7:08 pm