Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Creepy Smile On the Face of: The Lightning Beast

    Compartilhe
    Dark Tiger
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 62
    Reputação : 4

    Creepy Smile On the Face of: The Lightning Beast

    Mensagem por Dark Tiger em Dom Jul 16, 2017 11:21 am

    Kirei era um mala. Era tudo que Aoi tinha em mente. Berserker concordava. Ele observou a figura feminina sair da limusine e ouviu as desculpas estúpidas do padre e suposto juiz, dizendo que não sabia como ajudar o garoto em seu Estado. Kirei também lhe havia avisado que Berserker não era realmente um Servo, o que significa que existe outro Berserker além do Yokai. Kirei também lhe ameaçara, como esperado, que ele não sairia vivo se Archer realmente disparasse as flechas que Aoi havia lhe ordenado á mirar contra a Igreja por garantia. Ele saiu xingando do terreno sagrado e Archer se juntou á ele na caminhada, ainda na forma etérea. Archer entendia a situação de seu Mestre: Aoi era um Onmiyouji, um magus que faz contratos com espíritos etéreos, Bestas Fantasmais conscientes conhecidas como Yokai. Com a proximidade da Guerra do Graal no entanto o Yokai com quem ele firmara um contrato se tornou um Pseudo-Servo, dividindo o corpo com seu Mestre. Ele não entendia tudo em si, mas podia entender o básico. Seu Mestre tinha dois Servos, ele e Berserker. Eles foram até a Igreja para tentar resolver a dita situação ou pelo menos esclarecer algumas dúvidas como se por exemplo poderia haver problemas de saúde pela existência mútua de duas almas em um corpo único. Foi então que Archer viu ao longe a figura estranha do guerreiro: montado em um cavalo pútrido e praticamente morto, possivelmente ressuscitado por necromancia, ele vestia uma armadura negra que cobria todo seu corpo incluindo o roto escondido por um elmo. Ele levava em sua mão uma espada de aço negro que brilhava com uma aura verde emanada pela armadura e pelo cavalo morto-vivo. Sem dizer uma palavra ele se afastou, procurando uma posição melhor para bombardear o Servo. Aoi só percebeu a veloz aproximação da criatura quando seu corpo, movido por Berserker, se atirou sozinho ao chão em um rolamento, desviando da lâmina da espada do oponente. Rider virou-se puxando as rédeas da sua horrenda montaria esquelética. A aparência do Cavaleiro não lhe remetia nada de tão óbvio, logo não revelava absolutamente nada da verdadeira identidade do inimigo, ele aparentemente era silencioso e calmo o bastante para observar o campo sem problemas.

    - É um prazer conhecê-lo. - por fim a voz abafada pelo capacete disse. - Eu sou Koschei, o Imortal.

    Ele disse isso com calma e honra. Aoi reconheceu que aquele era um Servo de tão alto nível que revelar sua identidade ou coisa do tipo não forneceria nenhum tipo de vantagem á seu inimigo. Um guerreiro tão poderoso que poderia facilmente encarar um exército sozinho. Koschei era um guerreiro da mitologia eslava, um semideus amaldiçoados, filho de Czernobog, deus eslavo da escuridão. Semelhante á Vlad Tepes na Romênia, Koschei foi retratado como herói e como vilão, conhecido por seu título, o Imortal, por ter alcançado o ápice da necromancia: ele separou a própria alma do corpo, o que o torna completamente imortal até que a alma seja devolvida. Sua lenda é entrelaçada á de seu melhor amigo e rival, o herói que ele traiu e matou, Ivan Tsaverich. Era irônico que ele não fosse o Servo da Classe Berserker, Koschei era considerado como um monstro na forma humana, um demônio encarnado tão ou até mais terrível que seu pai... Mas ali estava ele, invocado como o Servo da Classe Rider.
    Dark Chrono
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 3
    Reputação : 0

    Re: Creepy Smile On the Face of: The Lightning Beast

    Mensagem por Dark Chrono em Dom Jul 16, 2017 4:47 pm

    DON'T THREATEN ME WITH A GOOD TIME

    Kirei Kotomine é um babaca. Era o que Aoi pensava enquanto saía da igreja, com Berserker concordando com a sua opinião. Ele viu de relance uma garota saindo de uma limusine mas estava muito ocupado xingando Kirei de umas formas bem criativas em sua mente. Com certeza era uma mestra que veio tirar umas dúvidas sobre a melhor forma de pular nas gargantas dos outros Mestres. Como se não bastasse, Kirei ainda o ameaçou se Archer disparasse alguma flecha contra a Igreja. Era uma precaução. Aquela raposa trapaceira era do tipo que roubava palha da choupana da mãe pra vender. Aoi foi até a igreja para pedir ajuda em relação ao seu status: ele tinha Archer como seu verdadeiro servo e Berserker como pseudo-Servo, haja visto que o Graal compreendera a relação de ambos como um contrato Mestre-Servo, sendo que Aoi fechara o contrato quando ainda era um garoto.

    Do nada, Berserker assumiu o controle do corpo e o jogou no chão e Aoi só entendeu o porquê quando a espada passou no exato local onde, segundos atrás, estava a sua cabeça. Ao se levantar, Rider já havia puxado as rédeas de sua montaria, um cavalo morto-vivo possivelmente reanimado por necromancia. Ele usava uma armadura negra que cobria todo o seu corpo e não deixava entrever detalhes sobre ele. Ele poderia ser praticamente qualquer um. Aoi sentiu que Archer estava por ali, manobrando, procurando o melhor ponto para acertá-lo.

    Rider se apresentou como Koschei, o Imortal. O Onmiyouji entendeu na hora as implicações: ele era tão poderoso que se apresentar com o Nome Verdadeiro não representava perigo algum. Ele se lembrou da história e da fraqueza dele: o problema seria achar a maldita agulha. Talvez uns dois ou três Inugami ou Shikigami...

    - Chamo-me Aoi. Será um prazer enfrentá-lo, Imortal. - Aoi disse com calma - Porém, poderia me responder, antes que comecemos a lutar, por que você foi invocado na Classe Rider ao invés de Berserker, se não for indiscrição? - ele perguntaria calmo. Berserker dentro dele estava possessa. "Calma", ele diria telepaticamente. A resposta dela incluía vários xingamentos, muitos bem criativos por sinal.

    Assim que respondesse, Aoi colocaria a máscara e então faria seus punhos e pés se acenderem com relâmpagos. Ele ia precisar de muita velocidade contra Koschei para evitar seus golpes. Berserker se manteve atenta e alerta aos movimentos do inimigo. Com os preparativos feitos, Aoi foi para cima de Koschei mas deu um passo para o lado tentando flanquear o Rider. Por enquanto ele não atacou, se manteve apenas desviando de eventuais ataques (com o auxílio da Berserker, claro) e rodeando o cavalo cadáver, também evitando chegar perto demais e se deparar com alguma surpresa desagradável. É claro que Koschei estava pronto para lutar contra ele e por isso ele mandou uma mensagem telepática a Archer que mirasse nos pontos mais sensíveis (articulações, mãos etc) caso algum ataque passasse perto dele. Aoi estava ainda vendo como Koschei se movia e memorizando padrões de ataques para recuar num momento oportuno.

    spectro
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2276
    Reputação : 12

    Re: Creepy Smile On the Face of: The Lightning Beast

    Mensagem por spectro em Sex Jul 21, 2017 9:16 am

    Archer entendeu a pressa de seu master, mas não gostaria que as coisas saíssem do controle tão rapidamente, mas não havia jeito, a lâmina do guerreiro infernal já havia buscado a gargante de seu Master, então o sangue do rapaz deveria estar fervendo, ainda mais porque estava dividindo seu corpo com outro ser, Archer recebeu ordens mentais, mas apenas balançou sua cabeça negativamente.

    Viu o combate iminente e ficou longe uns 5 metros de ambos, se o Master iria pra cima do cavaleiro infernal, Archer tinha outro plano, na verdade era apenas um aviso, um aviso ao ser infernal para que recuasse no momento pois, já havia feito sua investida sendo quase bem sucedido em cortar a cabeça de seu master, então decidiu dar um aviso, saltou para trás, seu corpo ficou leve, suas pernas poderosas, uma pirueta no ar o fez ter a sensação de estar vivo novamente, uma vivência que superava seus instintos.

    Archer Disparou sua flecha com o corpo em pleno ar, a seta voou até o guerreiro infernal, seu objetivo era mirar e acertar nas patas do cavalo, não queria fazer o bicho sentir dor, queria desequilibrar o cavaleiro, claro, talvez o bicho nem sequer estava vivo e tinha consciência, era só uma marionete de Rider, os relâmpagos emitidos das mãos do Mago ressonavam com a flecha que cortava o ar, depois do disparo, o arqueiro pousou seus pés em uma árvore que estava próxima, Archer havia estudado o local quando estava de prontidão apontando a flecha para a igreja, sabia como se comportar em combate naquela região, achou que não seriam atacados em um local supostamente neutro, mas percebeu que com a guerra começando não deveria abaixar a guarda de nenhuma maneira.

    Isto então foi um aprendizado, alguns diriam vivendo e aprendendo, mas neste caso Archer já não estava mais entre os vivos carnalmente, enquanto posicionava seu corpo na árvore de maneira confortável, pelo menos o possível naquela situação de segundos, materializou outra flecha em suas mãos, e preparou seus pés e pernas para oura investida.
    Dark Tiger
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 62
    Reputação : 4

    Re: Creepy Smile On the Face of: The Lightning Beast

    Mensagem por Dark Tiger em Sex Jul 21, 2017 11:41 am

    A flecha atravessou a pata do cavalo sem muitos problemas, mas desapareceu logo em seguida, derretendo-se. O animal nem sentira o projétil. Rider parecia ofendido tanto com o ataque á longa distância quanto com a pergunta do rapaz. Ele puxou as rédeas de sua montaria cadavérica. As coisas estavam visivelmente ficando mais complicadas. Rider atirou sua espada para o alto a lâmina girou em meio ao ar em um movimento que normalmente seria sem sentido... Mas Aoi se lembrou das propriedades específicas DAQUELA lâmina. A espada que Koschei roubou de seu rival em seu leito de morte.

    - Self-Swinging Living Blade. - Rider comentou. - KLADENETS!

    A espada parou de girar e ficou reta no ar e, como um míssil, explodiu rompendo a barreira do som na direção de Archer que desviou por pouco da sinistra lâmina voando na sua direção, cortando árvores, postes e concreto simetricamente em seu caminho. O arqueiro puxou a corda do arco em pleno ar, ainda esquivando-se do vácuo da estranha espada com uma pirueta. A flecha voou em espiral contra o cavaleiro... Mas foi aparada por um potente chute, Aoi ouvira que os russos eram excelentes bailarinos graças á elasticidade natural de seus corpos, mas não conseguiu não sentir pena das partes de baixo de Koschei naquele espacate montado. Ele baixou a perna direita novamente e puxou as rédeas estalando-as contra o couro pútrido do monstro.

    - Aqui vou eu. Horse Demon Who Havent Any Skin! NUCKELAVEE! - a aura esverdeada do cavalo se transformou em chamas verdes e a arrancada começou.

    Uma corrida veloz, uma bola de fogo esverdeada, forçando Berserker á disparar um raio das mãos de seu Mestre para forçar uma evasiva. Ele caiu com um saco de areia no chão, o céu estava ficando cinzento e os primeiros raios começavam á surgir. Logo estaria chovendo. Ele não queria lutar contra aquele Espírito Heroico específico durante a chuva. Recuar ou terminar aquela luta antes da chuva. Essas eram as únicas opções. Enquanto isso Archer estava ocupado sendo perseguido pela espada mágica do cavaleiro.
    spectro
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2276
    Reputação : 12

    Re: Creepy Smile On the Face of: The Lightning Beast

    Mensagem por spectro em Sex Jul 21, 2017 12:54 pm

    Archer viu pasmado suas flechas serem ignoradas pelo inimigo, mas não era para menos, se fosse fácil o combate não seriam espíritos heroicos lutando, o engraçado era lutarem com potência dois contra um e ainda Rider levando certa vantagem, era impressionante, mas o arqueiro ainda não havia dado tudo de si, haveria de lutar mais.

    Ao desviar da primeira investida da espada percebeu que o arma iria segui-lo...

    - Caramba!!! Não gosto de lutar apenas com uma parte do individuo, somente sei lutar contra ele por inteiro, se quer se dividir, pelo menos deveria deixar nós fazermos isso com você cavaleiro. Espero que nos dê mais diversão então, isso vai servir para testar minhas habilidades depois de tanto tempo..

    A capa púrpura do Arqueiro balançou com a brisa, ele teve que rolar pelo chão após cair pois a espada sangrenta o perseguia como um bumerangue ia de encontro a presa, Archer então teve de usar a outra forma de sua arma, jogou o arco alguns centímetros pra cima e a arma mudou de forma.


    De arco se transformou em uma espada, afiada e letal, iria no combate corporal contra a arma inimiga, então pegou o cabo de sua espada, e posicionou seus pés bem firmes no chão, iria tentar segurar o impacto da arma adversária, não se importou com seu Master, apenas olhava a lâmina atento a ela no ar, vindo em sua direção e se preparando para o impacto, debaixo de seu capuz o arqueiro franzia o senho, com a sua espada segura com duas mãos e atrás do corpo, quando a arma inimiga chegasse iria bater nela com violência, seria um impacto e tanto.

    Uma aura energética emanava da espada de Archer, o mesmo viria a ser a arma inimiga poderosa e letal, Archer não percebeu,mas estava gritando enquanto a Lâmina mortal do inimigo se aproximava. Uma aura dourada emanava de sua espada, recém transformada.

    - RIDER!!!!!! SEJA DIGNO DE MINHA LÂMINA!!!.
    Dark Chrono
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 3
    Reputação : 0

    Re: Creepy Smile On the Face of: The Lightning Beast

    Mensagem por Dark Chrono em Sex Jul 21, 2017 2:46 pm

    THIS AIN'T A SCENE, IT'S AN ARMS RACE

    A flecha de Archer, que sentiu pena do cavalo, atravessou a pata e não causou nenhum dano. Por pouco Aoi não se ajoelhou e pediu pra Koschei matá-lo só pra recuperar o seu orgulho como magus.

    Do nada, Koschei atirou a espada para o alto e Aoi pensou que talvez aquilo fosse um erro de cálculo, até que ele se lembrou--

    - Merda - praguejou enquanto Koschei ativava seu Fantasma Nobre, Kladenets. A espada de Ivan Tsarevich que fora roubada em seu leito de morte. Quando o Verdadeiro Nome da arma foi liberado, ela parou por um segundo no ar e então seguiu como um míssil balístico na direção de Archer. Ele, de alguma forma, conseguiu se esquivar do vácuo gerado pela velocidade de lançamento da espada (Mach 1.5 no mínimo) e, dando um mortal, lançou uma flecha, prontamente defendida por um chute. Berserker podia jurar que ouviu as juntas da perna de Koschei falarem "ai". Aoi podia jurar que outra parte do liche falou "ai".

    O Rider bateu as rédeas contra a pele do cavalo zumbi e disse seu Verdadeiro Nome: Nuckelavee. O cavalo-demônio que é conhecido por aterrorizar o norte da Europa. A aura esverdeada do cavalo se acendeu, gerando chamas verdes. Aoi não sabia o que aquelas chamas faziam e não queria descobrir. Quando o cavalo investiu contra ele, Berserker, por reflexo, lançou um relâmpago que o lançou na direção oposta, tirando-o da rota de colisão do Nuckelavee. Ele ouviu relâmpagos ao longe. Merda. Ia chover.

    Sob circunstâncias normais, lutar na chuva para ele seria o paraíso: a água continha uma grande quantidade de sais e íons (ele provavelmente deveria ser o único ser humano na Terra que gostava da poluição), o que a tornava excelente para condução elétrica. Isso, somado ao uso da magia dele para criar esferas de gelo nas nuvens e forçá-las a se atritarem para criar corrente elétrica, faziam com que Aoi fosse um dos poucos oponentes que um mago gostaria de enfrentar num temporal. O problema é que Koschei também era um desses oponentes. Ou ele terminava a luta antes de começar a chover ou batia em retirada. Não foi preciso muito tempo pra escolher.

    Mandando uma mensagem telepática a Archer, Aoi ordenou-lhe que se livrasse da espada de alguma forma enquanto o Onmiyouji, com a ajuda de Berserker, lançaria dois relâmpagos: um em Nuckelavee, outro em Koschei, mirando os olhos de ambos. Naturalmente o dano não chegaria nem perto de ser permanente, era só para criar a aberuta que ele precisava para fugir. Aprendera muito sobre Rider naquela luta e seus dois Fantasmas Nobres ofensivos principais: Kladenets e Nuckelavee. Ainda faltava um deles, o centro da lenda dele e este Aoi teria que procurar, se bem que ele já sabia a resposta: estava com o mestre dele. Isso poderia ser arranjado.

    Mandando mais uma mensagem telepática a Archer, Aoi ordenou-lhe que fugisse assim que conseguisse se livrar da perseguição de Kladenets.


    Dark Tiger
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 62
    Reputação : 4

    Re: Creepy Smile On the Face of: The Lightning Beast

    Mensagem por Dark Tiger em Sex Jul 21, 2017 4:45 pm

    Archer mudou seu estilo, mas mal podia defender-se dos ataques da espada mágica. No primeiro colidir das duas lâminas a espada do arqueiro quebrou. Ele deveria ter calculado melhor, mesmo com a força de um Espírito Heroico Rank B, a velocidade da espada era tamanha que o impacto obviamente quebraria sua espada, uma vez que a espada voadora era mágica e possivelmente forjada com um material específico ela permaneceu intacta, mas foi desviada de sua rota com certa facilidade. Aoi desviou de mais duas evasivas, não era difícil com a agilidade de Berserker, mas ainda assim ele quase foi vaporizado pelas chamas por diversas vezes, pendendo o moletom no processo de evasiva na terceira esquiva. As mãos já estavam cheias de eletricidade, prontas para o disparo. Ele esperou o cavaleiro puxar as rédeas pela segunda vez... E notou que era praticamente impossível, ele estava tentando remover a vista de algo que já não enxergava, Nuckelavee era um cadáver, logo... Era cego. Mesmo que atirasse para acertar em Rider, as chamas envolta da montaria formavam um belo escudo bem versátil e oportuno. Ele não tinha mais tempo para desviar. Archer já tinha que se desviar das investidas da espada que retornara á persegui-lo, cortando árvores e o solo em sua busca. As cordas do arco estavam estragadas devido ao impacto. Era o fim... Ou não. Uma figura surgiu correndo entre o cavaleiro montando no cavalo cadavérico e o garoto mascarado. Um homem vestindo uma capa de peles costuradas. Ele colocou á capa sob o corpo, e o cavalo simplesmente passou por cima sem ele nem se quer sentir o impacto, quando as chamas já não lambiam o couro intacto da capa de peles ele ergueu o braço esquerdo o qual empunhava uma lança de ossos, a ponta da arma atravessou o corpo do cavalo cadavérico com facilidade... E o impacto foi tamanho que partiu a criatura exatamente ao meio... E ao mesmo tempo a ponta acertou o queixo da armadura de Rider fazendo uma pequena rachadura, suficiente para pelo menos ver a bochecha e boca da figura. Era carnuda demais para ser masculina. Rider caiu no chão recuperando-se facilmente após um rolamento. Era sua chance, Aoi disparou o relâmpago, com um grito agudo da cavaleira a espada mágica apareceu em sua frente bloqueando o raio, ela segurou-a em mãos e se ergueu para o combate. Tiros foram ouvidos: Aoi olhou para o lado e avistou dois dedos cadavéricos vindo velozmente em sua direção, três jóias atiradas por cima de sua cabeça colidiram com as balas, o pó das mesmas formou um escudo que bloqueou os dois tiros Gandr que se seguiram dos projetos. Uma garota de cabelos castanhos saltou para se proteger atrás do escudo que agora se solidificara em uma flor de lótus de cristais roxos.

    - Berserker, cuide da Rider! - ela ordenou e estendeu a mão para o rapaz. - Sou Rin Tohsaka, prazer em conhecê-lo. Devido sua atual situação, sugiro que formemos uma aliança.

    O novo Berserker rosnou e riu ao mesmo tempo.

    - Grrrr... Prove-se um jantar digno do grande Lycáon! - ele rugiu. - E não haja de forma traiçoeira como aquele maldito Lancer!

    Os dois colidiram armas, Rider não era tão forte quanto o Rei dos Lobos, mas era no mínimo capaz de entretê-lo em um combate, ele girava a lança e golpeava de todas as direções, como um lobo, sempre focando nas articulações e partes moles do corpo do inimigo, chegando á quase degolar Rider por um segundo. O combate continuava em um impasse mesmo que o lobo estivesse dominando completamente a situação com sua ferocidade absurda. Archer estava desarmado, assistindo. Rin olhou para o arqueiro e ordenou:

    - Berserker, forneça um arco ao Archer, tem minha permissão para usar seu Fantasma Nobre contra esse oponente.

    - Achei que nunca ouviria isso, senhorita. - Berserker riu. - Ei, rapaz das flechas.

    Ele atirou sua lança para Archer, quando ela chegou até as mãos dele Archer percebeu que estava segurando um arco feito dos ossos de algum animal de tamanho no mínimo gigantesco. Berserker tirou sua capa e jogou-a no chão. Rider começou á recuar parecia saber o que estava prestes á acontecer. Aoi podia adivinhar devido o nome que o dito Berserker havia mencionado, até o Youkai dentro dele estava tremendo de medo e rezando por dentro. Aquela garota havia acabado de dar á um demônio um massacre como presente.

    - Almighty Beast, Father of All Wolves. - ele rosnou enquanto mudava de forma. - PROTOGENUS LYKHOI!

    Eles agora encaravam uma besta de forma humanoide, um lobo de pelos negros grossos e dentes brancos e límpidos como agulhas, seus olhos eram de um escarlate apavorante. Enfrentar aquela coisa seria suicídio... Ah, não ser que fossem imortais. Com aquela incrível vanguarda poderiam dar um jeito em Rider, os dois Espíritos Heroicos cuidariam da cavaleira, os magi iriam atrás do Mestre de Koschei. Lycáon atacou.
    Dark Chrono
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 3
    Reputação : 0

    Re: Creepy Smile On the Face of: The Lightning Beast

    Mensagem por Dark Chrono em Sex Jul 21, 2017 8:25 pm

    LET'S KILL TONIGHT

    Ele estava acabado. Era a única coisa que Aoi epnsava quando se deu conta de pelo menos duas coisas: Nuckelavee era um cavalo reanimado por necromancia. Logo, ele era cego. E, mesmo que o seu plano funcionasse, as chamas conjuradas pelo verdadeiro nome do Fantasma Nobre eram um escudo poderoso. Archer não poderia intereferir, as cordas de seu arco foram destruídas com o impacto de Kladenets. E ele não pensou em desviar. Não havia mais tempo para reag--

    - ...?!

    Nisso uma figura negra pula sobre ele e se coloca entre ele e Rider. Ele simplesmente fecha a sua capa, que era feita de várias peles de animais diferentes costuradas umas as outras e, quando as chamas pararam de arder sem nem ao menos sujá-la, ele reaparece com uma lança feita de ossos em sua mão esquerda, que usou para partir Nuckelavee ao meio e ainda acertar parte do elmo de Rider, deixando entrever um pedaço da bochecha e da boca. Só pelo formato Aoi percebeu que Koschei era uma garota. O choque durou pouco; logo ele lançou o relâmpago em Rider, que foi aparado por Kladenets.

    - Tsc! - Aoi estalou a língua em desgosto. Nisso, ele ouviu o som de tiros. Aoi viu dois dedos cadavéricos voando em sua direção e não teria tempo para se desviar. Enquanto ele rezava para não ser pego pelas "balas" e juntava energia nas pernas para pular para trás, três jóias voaram por cima de sua cabeça e se estilhaçaram, criando uma barreira que o protegeu das balas. Só depois que os tiros foram anulados ele percebeu o que eram. Gandr. Então isso queria dizer que só podiam ser coisa daquele cara... Unir uma maldição daquelas com necromancia...

    Uma garota de cabelos castanhos amarrados em maria-chiquinhas veio para trás da barreira veio, se apresentou como Tohsaka Rin (sim, daqueles Tohsaka) e propôs uma aliança que Aoi não podia recusar.

    - Então, ok. Eu aceito a proposta de aliança - Aoi diz assim que ela termina de falar. Mais ou menos nesse segundo Aoi ouviu o nome do Servo que apareceu do nada. Se bem que ele já havia deduzido quem ele era: Licáon, o Primeiro Alfa, Rei dos Amaldiçoados. Ele também ouviu algo sobre Lancer, mas isso não era muito importante... agora.

    Berserker lutava como uma besta. Por mais que Rider não fosse tão forte, o fato de ainda estar se mantendo numa luta contra ele era incrível. Aoi não sabia qual deles ele admirava mais. Archer estava assistindo, inútil sem um arco. Nisso, Rin ordena que Berserker dê um arco ao servo de Aoi e use seu Fantasma Nobre. Aoi também deduzira isso. A maior história de Licáon era justamente sobre a sua licantropia. O Servo da Tohsaka jogou a sua lança para Archer, que, no momento que a pegou, já tinha virado um arco de ossos de proporções colossais. Aoi acha que podem ser ossos de baleia, mas não garante nada.

    Quando Licáon se voltou para Rider, até mesmo a Berserker estava com medo. Tohsaka simplesmente deixou Licáon livre para brincar como quisesse com Rider. Aoi teria fugido há mais tempo, mas existem duas variáveis a se considerar: 1 - Vai chover em breve; 2 - Rider é imortal. Nisso, a batalha seria destruidora e... interessante.

    - Archer! - Aoi gritou - Dê suporte a Licáon. Mire nos pontos fracos de Rider, como articulações, mãos e no pedaço do rosto que você pode ver. Nada de sentir pena dela. - ele ordena, mas sem usar o Selo de Comando. Aoi não queria gastá-los ainda.

    Então ele se viraria para Tohsaka e diria:

    - Você tem alguma magia para rastrear o Mestre da Rider? - então dependendo da resposta, ele tomaria um curso de ação diferente. Se fosse afirmativa, Aoi permitiria que ela rastreasse o Mestre de Rider. Se não, usaria a eletricidade em seus punhos para emitir uma onda de certa frequência mágica e, baseado no que voltar, ele terá a imagem mental do lugar, sabendo onde aquele cara se esconde. Então, a partir daí, ele e Rin iriam para o esconderijo de Kairi (sim, Kairi Shishigou, aquele Kairi Shishigou, o mercenário famoso por matar magos e por seu uso de necromancia com armamentos modernos). Aoi tentaria lutar à média distância usando os relâmpagos para destruir os projéteis que Kairi vai usar como balas e contando com a proteção de Rin caso ele deixe algo passar. Também procuraria usar... magia... de proteção em si mesmo e Rin, desenhando um olho de Hórus nos pulsos de ambos e ativando o hieróglifo antes de atacarem Kairi. Ele era um magus poderoso, não por poder inerente, mas por ser imprevisível.

    Porém antes ele definira a estratégia com Rin. Se ela tivesse um plano melhor que o seu, usariam o dela, se não, ele explicaria o seu plano. De qualquer forma, com uma estratégia pronta, Aoi e Rin atacariam Kairi, enquanto o mestre do Archer e da Berserker tentaria algo. Ele não queria matar Kairi, ao menos não de imediato. Aoi queria... outra coisa.

    Conteúdo patrocinado


    Re: Creepy Smile On the Face of: The Lightning Beast

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Jul 24, 2017 7:53 am