Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Introdutório de Dorando - Akugam

    Compartilhe
    zignon
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1546
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por zignon em Sex Set 08, 2017 11:41 am

    Aguardando
    zignon
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1546
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por zignon em Dom Set 17, 2017 10:18 pm




    A pequena Yuthusy, desce novamente de Gullar pegando um dos portais que levam as capitais e fica curiosa por conhecer o orfanato de Smyrnna e dirige-se a esta capital. Chegando na cidade, acha uma cidade cosmopolita, organizada e ordeira, lembra da origem da cidade, o porto de chegada dos imigrantes dos outros três continentes, muitas vidas foram reconstituídas a partir da chegada a este porto.
     
     
    Ao andar pelas ruas, sente as vibrações de uma velha amiga, que a muito não via e sigo os seus sinais, e estranhamente ela me leva ao quartel general das forças do reino e passo pelos guardas e os sinais a guiam para os alojamentos e lá encontra um jovem belo, dormindo, descansando de seus labores e a pequena penetra nos seus sonhos e vasculha as suas memorias e encontra um passado não visitado, um poder que ao ser descoberto, tras dissabores e incompreensão, vê um casal o adotando e sua busca em desenvolver-se em agradar por medo de rejeição.
     
     



    E no telhado, os sinais me apontam que minha amiga está aqui e a convoco para conversarmos no sonho do jovem Dorando e me aparece a Lucy, uma Yuthusy, que não aceitou ser Avariel e vive na forma de corvo, a uma permitida para fazer o nosso labor aqui, uma prova de humildade e abnegação da minha amiga, tão fiel a Dameron em zelar da sua criação e ela me revela que aquele jovem é especial e confirmo isso para ela relembrando um verso da Profecia:
     
     


                                                   Pouco sabe do passado
                                                   O que lhe importa é ser aceito
                                                   De um poder selvagem e próprio
                                                   Espera agradar com o seu uso
                                                   Revelado, lhe trouxe exclusão
     
     
                                                   E vive sua vida de busca
                                                   Mas não sabe da proteção que tem
     
     
                                                   Do tenebroso, partiu para a luz
                                                   O pássaro negro o escolheu
                                                   Razões de uma escolha ancestral
                                                   A verdadeira face não conhece
                                                   Nem imagina quem o apoia
                                                   Do seu poder vem salvação
                                                   O futuro em sua mão, se encaixa...
     


     
    Lucy, se admira com as palavras dos versos proféticos e identifica a exatidão e profundidade dos mesmos e confirma para Lygia que aquele jovem, seu protegido deve realmente ser um dos escolhidos e a pequena prepara o portal e na mente de Dorando o convida: - Levanta e segui-me. Saem na sala do Guardião que está terminando de controlar os elementos em desequilíbrio e olhando para o feiticeiro, apontas para as cadeiras e sentamos.



     
    Antes que o Dorando questione a Yuthusy, ela o acalma dizendo, - Agora terás tuas respostas, ouve o que o guardião tem a lhe falar e aceite a sua proposta.
     
     
     
    Zignon tem um semblante sereno, apesar do peso das suas responsabilidades de manter toda a criação em equilíbrio e seu sorriso com certeza é divino pois não se consegue dizer não para ele, e olhando para aquele jovem feiticeiro, ele fala suave como uma brisa, mas com efeitos profundos como um vendaval e diz: - Senhor Dorando Jacobe, desculpe-nos interromper o seu sono e traze-lo desta forma, mas os fatos que se passam na espiral do destino me obrigaram a fazê-lo. Estamos numa crise sem precedente, uma guerra sangrenta e injusta pela frente, o poder dos deuses e do arcano fenecendo pela diminuição da fé das criaturas e nesta semana, o caminho que nos comunica e leva a Jedahzy sumiu, a única coisa que nos resta, é uma antiga profecia, conhecida como Profecia ancestral e conseguimos decodifica-la ontem à noite, no seu tempo, como contado pela aliança e em todo o Murydoron. E aí é onde você entra, a Lygia sua amiguinha, lhe identificou como sendo um dos seis escolhidos para salvar o mundo, e se puderes aceitar, o levarei a presença das deusas Barukhya e Mewghoah para que elas lhe instruam e o preparem para essa difícil tarefa, mas que só você e suas cinco companheiras poderão executar, pois mesmo com nosso poder não podemos mais fazer frente a ele, mas ainda podemos os ajudar. E lhe pergunto, solenemente se aceitas? Aceitas dedicar seus talentos e tempo e de todo o teu coração, poder, mente e força por esta causa?
    Akugam
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 186
    Reputação : 6

    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por Akugam em Seg Set 18, 2017 7:41 pm

    Dorando dormia tranquilamente em um alojamento do Quartel General, aonde descansava após uma missão concluída, tivera um sonho estranho, uma voz feminina e agradável que o conduzia por planícies, um vento suave contra seu rosto, um momento de paz que não poderia ter em outro lugar que não fosse o seu sonho. Aos poucos abre os olhos, se sente meio desnorteado, nota que não está no mesmo lugar que lembrava ter caído no sono, estava sentado numa cadeira, um homem com um sorriso estranhamente tranquilizante o encarava, examina a sala onde está, nota que sua companheira Lucy estava próxima ao homem. "Quem é esse homem? Por que Lucy esta junta a ele? normalmente ela não se envolve com outro humano que não seja eu."

    Antes que pudesse falar qualquer coisa uma pequena mulher alada o interrompe, a presença dela o assusta por um momento, nunca havia visto ou ouvido falar de um ser assim, e nota que sua voz é a mesma que ouvira no sonho. Em seguida o homem começa a falar, uma longa explicação que Dorando não conseguiu acompanhar, uma profecia? Uma crise? Guerra? Como aquele homem sabia o seu nome afinal? Essa bomba de informações realmente deixou tudo confuso para ele que não conseguia falar nada, apenas tentar associar tudo que foi dito para entender o que estava acontecendo.

    -Mas... -Começa a procurar palavras. - Eu não entendo... Onde estou? Do que está falando? Como você sabe meu nome? -Dorando não conseguia pensar em outras coisas, tudo aconteceu de forma muito repentina para ele.
    zignon
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1546
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por zignon em Seg Set 18, 2017 9:44 pm

    A pequena Yuthusy ri contida das dúvidas do jovem feiticeiro e sabe que o mestre Zignon será bondoso com ele, mas por garantia emite ondas calmantes e amistosas para o confuso rapaz.
     
      
    Zignon o olha com empatia e sabe que os poderes da pequena Yuthusy, são imensos e até envolventes a pontos de deixar qualquer um confuso e decide repetir resumidamente a situação e olhando-a nos olhos começa a falar: - Jovem feiticeiro, sei que ainda estás confuso por tantas coisas que lhe aconteceram, realmente a pouco estavas em teu sono no quartel e de repente estás aqui, mas o que te ofereço, é uma convocação especial, para quem é especial. Fostes escolhido em época imemoriais para fazer uma tarefa de suma importância para toda a criação de Dameron e por isso que a sua pequena amiga, o trouxe as moradas do reino dos céus através dos seus imensos poderes e te pergunto se aceitas de todo o teu coração está tarefas que a profecia te incumbiu ou se preferes voltar no tempo e voltar para uma vida onde serás apenas um mero espectador do destino, decepcionando as deusas, ao teu reino, aos teus pais e a você mesmo? És livre para escolher, entre salvar a todos que amas ou te acovardar na tua rotina cotidiana, tenho você no time? Ou podemos considerar tudo perdido? Pois outro não poderá fazer tua missão de salvação.
    Akugam
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 186
    Reputação : 6

    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por Akugam em Ter Set 19, 2017 1:43 pm

    Dorando se sente acalma de seu estado de confusão, não sabia por que mas de repente uma tranquilidade ainda maior o toma, ele presta maior atenção nas palavras do homem, ele entende os problemas que estavam acontecendo e que ele poderia ser parte da solução, fica feliz em ser chamado de especial, e por algum motivo, sente que deve aceitar aquilo tudo, salvar o mundo, se encontrar com deusas que nem mesmo acreditava que existiam, a ideia de seu poder estranho realmente ser útil para algo tão grandioso lhe trás grande alegria.

    -Muito bem, eu farei isso.

    Ele nota que por algum motivo Lucy parecia feliz por sua decisão, isso o faz acreditar que foi a escolha certa.
    zignon
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1546
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por zignon em Ter Set 19, 2017 2:23 pm

    Zignon sorri com a resposta do feiticeiro e vê que as Yuthusy Lygia e Lucy tinha feito bem seus papeis, aquele jovem estava preparado.


    Ele o chama e mostra um conjunto de seis quartos de troca, três do lado esquerdo e três do lado direito e aponta para o mais distante do lado direito e diz: - Entre naquele pequeno quarto e tire toda sua roupa, armadura, armas e qualquer item mundano que porte e vista apenas a túnica vermelha que cingi com o fio dos elemento e aguarde ser chamado e olhando para Lygia e o corvo completa: - Acompanhem-o.


    E a pequena pega na mão do humano e a corvo pousa no seu ombro e o conduz em direção ao quarto que tem o nome do feiticeiro escrito na porta.
    Akugam
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 186
    Reputação : 6

    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por Akugam em Ter Set 19, 2017 4:34 pm

    Por um momento Dorando volta a hesitar, mas reafirma sua certeza e entra no quarto, faz como o homem dizia, retira todo seu equipamento suas roupas, e qualquer tipo de acessório que tivesse e veste a túnica, não vestir nada por baixo incomodava um pouco mas era irrelevante para ele, ele retorna do quarto em direção ao homem. -E agora?
    zignon
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1546
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por zignon em Ter Set 19, 2017 4:49 pm

    Zignon apenas reafirma: - Aguarde no quarto, que as deusas logo o chamará.
    Akugam
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 186
    Reputação : 6

    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por Akugam em Ter Set 19, 2017 5:04 pm

    -Entendo -Responde Dorando, e assim o faz.
    zignon
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1546
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por zignon em Sex Set 22, 2017 12:19 pm

    Reza a lenda, que William Templestrong, sentiu muita dificuldade em liderar a raça humana, após a morte do antigo líder traidor Azagos, sua morte violenta e a destruição do seu corpo, levantaram muitas revoltas, punições e expulsões que resultaram nas tribos barbaras de Avaniel, e muitos acusaram a deusa Mewghoah de influenciar na escolha de William por ter um relacionamento com ele. William era considerado a criação mais bela de todas as criaturas de Dameron, o que causava ciúme entre os elfos que se consideravam os mais belos e perfeitos, nesta época a deusa Mewghoah se retirou por um tempo da presença das criaturas viventes e depois de um bom tempo retornou, coincidindo com a época que Barukhya criava um ficho do qual não gestara e que oficialmente, a criança era filha de uma barbara que ao se ve condenada pelo congelamento, nas geleiras do norte, clamou que Barukhya criasse seu pequeno filho nascido no seu desespero e com o tempo, as criaturas absorveram esta história.
     
     
    A verdade, porém, é que aquela criança, realmente era filha de William e da deusa Mewghoah e que Barukhya para evitar mais desgastes com as criaturas de Dameron, Já desgastadas após a crise provocada por Bakama, criou a criança no Enclave Kurmish. Foi a época que mais se viu as duas deusas juntas.
     
     
    E a criança nasceu forte, com poder físico do leite de Barukhya e poderoso na magia com o sangue de Mewghoah, e o sangue de William grande Xamã respeitado pelos elementos o deixou íntimo das forças da natureza, se quisesse seria mais que um deus, seria o príncipe de Gullar coma sua dupla herança. Mas, quando foi chegada a hora de fazer seus ritos de passagem, pediu as suas duas mães que pudesse abdicar do seu trono principesco e fosse sagrado um guardião do santuário, e suas mães viram nisto sabedoria no jovem deus e humildade própria dos mais nobres, e galgando normalmente na hierarquia da ordem, chegou ao cargo de Guardião chefe, o decano do conselho dos guardiões e esta é a história de Zignon e a origem do seu poder.
     
     
    Sua relação com Lygia vem do seu berço, Barukhya pediu a Yuthusy ancestral, que educasse Zignon e cuidasse dele nas suas muitas ausências e a pequena Lygia assim o fez, moldando o caráter do menino nos moldes de Dameron, e Zignon com isso cresceu em graça e estatura.
     
     
    Zignon acalmara os elementos após a quarta entrevista das deusas, Lygia acompanha a privilegiada até o seu cubículo e aguarda novas instruções.
     
     
    E Barukhya volta a falar altiva e decidida: - agora traga o catalizador e o seu familiar, Dorando Jacobe e a Lucy!
     
     
    Zignon se levanta, faz uma mesura e sai sem dar as costas, abra a porta pisando em um dispositivo colocado com este proposito e as fecha se virando para o cubículo da privilegiada e acena para Lygia acompanha-lo.
     
     
    A Pequena pega a humana pela mão e olha para ela e diz: - É agora. E segue com a escolhida até a porta que se abre para as duas e se fecha ao passarem, ambas se ajoelham e ouvem a voz da deusa Barukhya: - Bem-vinda Lucy, Bem-vindo mortal, estás em solo sagrado, aqui não poderás mentir, nem ter maus pensamentos e só receberas uma advertência antes de ser punido por qualquer desobediência a estas normas.
     
     
    Continua depois de um tempo: - Dorando Jacobe amas a verdade, a honra e a justiça? E sem esperar pela resposta, lança-lhe mais uma questão – Amas as deusas, em qualquer dos seus aspectos?
    Akugam
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 186
    Reputação : 6

    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por Akugam em Sab Set 23, 2017 4:19 pm

    Dorando é conduzido até as deusas, uma inexplicável sensação toma seu corpo, talvez por estar na presença de seres divinos, as Deusas eram realmente belas e emanavam uma pureza e conforto incríveis. Ele escuta atentamente o que lhe era dito.

    -Amar as deusas em qualquer aspectos? se eu responder que sim, não estarei sendo sincero eu acredito, a pouco tempo atrás divindades eram apenas lendas. - Dorando, curvado sem ousar olhar em direção as deusas fala com toda formalidade e sinceridade possível. - E... Quanto a verdade, a honra, e a justiça, como um homem cujo oficio é enganar os inimigos para descobrir seus segredos, nunca pensei muito sobre isso, tenho arrependimento sobre sujar minhas mãos com o sangue deles, mas esse sempre foi meu trabalho, e eu vivi para isso. - Ele pensa em tudo que fez até agora, quem sabe servindo as deusas como escolhido poderia se redimir por usar seu estranho poder para o assassinato.

    - Se me permitem a palavra -Dorando fala relutante -O que é esse poder estranho o qual eu tenho feito uso por todo esse tempo? Ele me trouxe muitas desgraças, mas faz parte de mim, e eu sempre me perguntei o por que de eu o ter.
    zignon
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1546
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por zignon em Dom Set 24, 2017 2:35 pm

    A voz de Barukhya soa dura e firme causando certa surpresa a Lucy, porem seu conteúdo a tranquiliza: -Dorando Jacobe, A verdade é sempre o melhor caminho e o que vós fizestes até agora, jaz no passado, foi tua condição reinante que determinou seus passos e a perfeição fora de Gullar simplesmente não existe. Mas tens agora a oportunidade de redimir a tua consciência e de fazer um uso mais digno dos teus poderes, ainda efêmeros. Por favor irmã inicie a sua explanação.
     
     
     
    Mewghoah sorri para Dorando e começa: - Teu passado envolve muito amor e tragédia, teu pai Nahadro Valouar era um batedor e ladino a serviço da aliança, muito competente e com missões de alta complexidade e perigo e numa missão próxima da floresta de Ay tentando desembaraçar um grupo de bruxas que formavam um núcleo fiel a Imedin, conheceu a Yuthusy Terce que na sua forma dracônica é um dragão verde. Foi amor à primeira vista e que resultou no seu nascimento, Terce se alojou numa casa de madeira próxima a floresta logo após seu nascimento e com poucas semanas de vida, aconteceu a tragédia, as bruxas fizeram uma emboscada onde participou a própria Imedin e Terce se transforma em um dragão para ajudar seu amado, mas as forças formadas eram imensamente superiores, e a covardia das bruxas assassinou os dois, seu pai e sua mãe. A Yuthusy que toma conta das crianças Arandela, o resgata de uma morte certa e o leva para um orfanato de Smyrnna e Arandela sentindo os poderes do menino precisarem de ajuda, influencia os Jacobe, casal de estudiosos e cientistas a adota-lo. Dai para frente você já sabe o resto. Mas seus poderes vêm dá sua ancestralidade dracônica e precisa ser despertada para o seu desenvolvimento acontecer pleno. Aproxime-se Dorando Jacobe, catalizador da profecia. E o rapaz se aproximando da deusa, esta lhe impõe as mãos na cabeça e numa língua que já não existe, ordena que sua ancestralidade floresça e sua pele se endurece, aumentando em dois níveis o seu aprimoramento e coloca os dois dedos na sua narina e mais outro dedo na sua boca e infunde um raio amarelo que vibra ao tocar a pele e mucosas, entrando pelas suas vias aéreas e digestivas, e libera o seu sopro dracônico. – Agora poderás usar teu sopro que é de ácido, como os da sua linhagem o tem, e o ejetaras em linha nos teus oponentes. Obténs também a perícia de Furtividade com se da tua classe fosse.
     
     
     
    - Receberás as vestes do grande mago Zaine, amigo de Zignon que deixou em testamento que seu robe fosse guardado e dado a um grande portador do poder arcano e ao lhe dar este robe branco com poder da camuflagem, cumprimos a promessa que Zignon fez ao grande Zaine. E te darei o cajado que Dameron criou e me deu quando eu era ainda uma aprendiz de tudo, O cajado Ziccon, ele tem uma bela pedra vermelha na sua ponta que quando acionada se torna azul. Ele armazena magias e te ensina novas magias ao simples toque, ao entrega-lo ele te ensinará 4 novas magias sempre que evoluíres em poder ele te ensinará mais duas além das que teu próprio poder te dá. Ele armazena seis magias extras para teu uso diário. Apenas com ele podes catalisar os atos mágicos que trabalharão com as essências da tétrade, mas não importa onde ele esteja, se convocares ele apenas em pensamento, chamando ou mentalizando o seu nome que é: “Zaine” e ele estará na sua mão.
     
     
     
    - Agora filho venha até mim e me beije quatro vezes na face e Dorando, resoluto, a beija duas vezes em cada lado e ela diz, cada beijo te dará uma perícia como de classe a sua escolha é só pensar e foi concedido, se for uma perícia que não é da tua classe se tornará com de classe fosse e será imbuído uma poeira arcana de aprimoramento e se já for receberas quatro poeiras arcanas de aprimoramento, escolha com sabedoria.




     A deusa se aproxima mais e examina todo o corpo do feiticeiro com um olhar atento e sentencia: - Levanta teu semblante, pois quero um sorriso nos teus lábios, pois és um grande homem e poderoso em seu poder e coloca o dedo indicador nos seus lábios e acompanha seu traçado, tornando-o mais vermelho e acrescentando três unidades de aprimoramento no seu carisma pessoal. Em seguida coloca a mão no seu coração e lhe imbui uma energia azul, que é absorvida pelo seu corpo lhe fornecendo duas unidades de aprimoramento na sua constituição e toca a sua testa e diz: - O cajado e seus enigmas vai lhe exigir muito destes seus amigos, os seus neurônios e cospe nas mãos e passa saliva na sua testa como se fosse um gel e lhe implementa uma unidade de aprimoramento de intelecto.

     
     
    - Agora sim, está preparado para enfrentar teus desafios e lhe entrega o cajado e o robe com um semblante altivo. - Está feito!  E agora iniciaremos o Julgamento de Lygia, vão. Que fiquem apenas Zignon e Lygia. Lucy por favor o leve de volta.
     
      
     
    Após a saída do feiticeiro e do seu familiar, as portas se fecham e com um gesto da deusa, a sala se transforma em tribunal e Mewghoah inicia: - Nobre Lygia, teus serviços são tanto que se não fosse as energias do caos exigindo o seu julgamento, eu mesmo a perdoaria, mas sabes que a um preço pela sua desobediência, e lhe pergunto estás disposta a paga-lo e se habilitar a permanecer uma serva de Dameron?
     
     

    - Sim, portentosa deusa, é mister que o faça e me submeto a seu julgamento.
     
     
     
    - Permito que acompanhes os escolhidos e os ajude com os conhecimentos que só você possui, porem só podereis ser consultada uma vez por dia, concorda com está punição limitante?
     
     
     
    - Apesar da minha vontade em ajuda-los sem limites, considero a punição ainda uma dádiva, poderei estar presente a tal grandioso momento e ainda pode, de forma limitada, ajudar. Agradeço por exercer este grau de misericórdia.
     
     
     
    - Algo a acrescentar minha irmã? Barukhya pondera por algum tempo e responde: - Sou favorável a premiar o mérito e se os nossos escolhidos poderem através do mérito de seus próprios desempenhos conquistar o direito de usufruir alguma dádiva extra da Amada Lygia, comprariam com sua comenda prêmio.
     
     
     
    Mewghoah sorri e complementa: - Grande ideia minha irmã e a formatarei da seguinte forma: Uma vez por semana, cada um dos escolhidos poderá dar uma comenda prêmio para o companheiro que ele julgar que se saiu melhor em suas atividades, decisão ou contribuição e com as suas comendas trocar por benefícios que a Yuthusy posa fazer de forma extra e por considerar o conhecimento um aspecto a ser trabalhado farei uma pergunta charada semanal e o escolhido que a responder e acertar primeiro ganhará duas comendas. Senhor Guardião mor, o senhor considera está decisão justa?
     
     
     
    - Considero a própria personificação da justiça, minha mestra.
     
     
     
    - Então está decidido e ambas as deusas batem seus marteletes na mesa.
     
     
     
    -Zignon, reúna agora os jovens escolhidos e os instrua quanto aos próximos passos e leia este papel e os informe a primeira pergunta semanal, vão e preparem tudo.
     
     
     
    Uma grande ventania, tras um aspecto nublado a sala que escure a visão de todos e logo a seguir, Zignon e Lygia estão do outro lado da porta.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Introdutório de Dorando - Akugam

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Nov 18, 2017 6:34 am