Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    [Um Lugar Diferente, Mesmas Pessoas] - Sienna

    Compartilhe
    Rosenrot
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 429
    Reputação : 39

    [Um Lugar Diferente, Mesmas Pessoas] - Sienna

    Mensagem por Rosenrot em Dom Set 17, 2017 12:09 pm

    A sede da Garda não era a coisa mais luxuosa que Sienna tinha visto naqueles dias. Era um prédio grande, mas simples. Cheio de janelas e carros da policia na entrada, não parecia um lugar muito convidativo ao primeiro contato. Não tinha sido difícil para o motorista chegar ali, já que era a única sede da Garda de Bray, ela provavelmente nunca tinha posto os pés naquele lugar, já que a relação familiar com o tio tinha sido cortada assim que ele se casou com a tal Fianna - que Sienna sequer chegou a conhecer -, quando sua mãe estava viva, elas - ela e sua irmã - ainda tinham um pouco contato com ele, mas isso se perdeu com o passar dos anos.

    O motorista procurou um lugar para estacionar e ficou aguardando a jovem Prata enquanto ela ia resolver o que pretendia.

    [...]

    Lá dentro, o ambiente era estranho e corrido, homens e mulheres entravam e saiam, vozes se exaltavam aqui e ali, Sienna pode observar a 'recepção' que não lhe passava um clima agradável. A mulher atrás do balcão mal lhe olhou quando a jovem foi até lá pedir por informações. Ela tirou um telefone do gancho e discou alguns números, avisando ao detetive O'Shea que alguém estava ali para lhe ver.

    Depois disso, ela indicou um corredor para Sienna e lhe deu as instruções para chegar a sala.

    O corredor era um pouco mais vazio, mas apenas acentuava aquele ar estranho de delegacia. A porta que a mulher tinha indicado para Sienna estava fechada, mas bastou apenas algumas batidas para alguém disse que entrasse.

    Lá dentro, Sienna pode ver um par te mesas, mas uma delas vazias, seu tio estava recostado a segunda e conversava com uma mulher alta de cabelos vermelhos curtos e olhos verdes brilhantes. Ela estava enfiada numa calça jeans apertada, numa blusa muito decotada e em botas de salto alto. Era de muitas maneiras uma mulher bonita e Sienna sabia, que os traços da mulher eram bem peculiares.

    Talvez fosse o jeito dos olhos, ou a compostura. Mas Sienna sabia que era uma Garou. No canto da sala, um rapaz estava sentado, ele vestia-se de maneira mais... Despojada, por assim dizer, usava calças jeans meio largadas e desgastadas, coturnos e uma camiseta de banda qualquer, também tinha um colete sobre a roupa que parecia pertencer a um moto-clube. Diferente da mulher, o rapaz tinha cabelos claros e olhos azuis, mas Sienna também sabia que era um Garou, ele levantou os olhos do celular por um instante e olhou para ela, moveu as sobrancelhas e sorriu de leve - e tinha um sorriso charmoso e encantador - antes de retorna a atenção ao que fazia.

    Ela pode pegar parte da conversa que acontecia em irlandês:

    "Não esperava te ver aqui tão cedo." - Seu tio falara

    "Ócios do oficio" - Respondeu a ruiva, antes de olhar na direção da jovem.

    Seu tio pareceu surpreso ao vê-la ali, tanto que demorou um pouco para reagir, e além do mais não tinha ideia de qual das meninas estava ali, frente a ele.

    - Oi! - Disse, meio sem jeito... Virou-se para os dois - a mulher e o rapaz. - Essa é minha sobrinha.. Esses são Evelyn e Donovan, filho dela, amigos de algum tempo que estão de passagem.

    A ruiva sorriu para a garota, mas não se aproximou e o rapaz apenas acenou com a mão.

    - Bom, vamos indo, nos vemos outra hora, Sean. - Falou, fazendo um gesto com a mão, o rapaz se levantou e ambos retiraram-se do lugar. Por um momento, Sean ficou ali, parado, apenas olhando para a jovem, antes de voltar ao mundo real e suspirar, ele ofereceu uma cadeira para ela, meio sem jeito.

    - Quer alguma coisa? Água, café...? Aconteceu algo grave? - Quis saber, enquanto fechava a porta e se voltava para a jovem uma vez mais.
    Persephone
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 569
    Reputação : 260

    Re: [Um Lugar Diferente, Mesmas Pessoas] - Sienna

    Mensagem por Persephone em Seg Set 18, 2017 12:18 am


    A ideia de visitar o tio veio de forma repentina. Agir por impulso era algo bastante atípico para Sienna, pois ela sempre tinha algo programado em sua mente. Esse comportamento só demonstrava o quão abalada ela realmente tinha ficado depois da conversa com Ayshane Smirnov. Quase como se tivesse sido a gota d'água para seu copo transbordar.

    Depois de dar a ordem ao motorista e avisar ao irmão que demoraria, a garota apenas esperou que o carro chegasse ao local. Não demorou muito para isso - Bray não era nenhuma Dublin. Porém, quando o carro parou, ela ainda ficou sentada com o olhar meio perdido, como se estivesse pensando se aquilo era uma boa ideia. Seu peito apertou na altura do pingente que sempre carregava. Era como se a peça queimasse sua pele e um sinal de que deveria seguir.

    Informou ao motorista que ele estava dispensando por hora e que ligaria quando tivesse terminado.

    Com passos bastante hesitantes, ela entrou naquele ambiente desconhecido. As pessoas passavam de um lado para o outro e não a viam, ocupados demais com seus próprios afazeres. Todos pareciam aborrecidos ou com trabalho demais. Sienna também não sabia exatamente como agir, pois sua etiqueta era voltada para a alta sociedade e toda aquela instabilidade emocional não ajudava na situação. A conversa com a recepcionista foi breve e indicou um corredor para que ela seguisse depois de avisar sobre a presença de alguém.

    Sienna respirou fundo e bateu na porta com os nós dos dedos. Como estava tensa e suando um pouco, ela se viu obrigada a retirar o blazer que usava. Esqueceu do curativo que estava carregando no braço depois de receber uma "patada" de Aeron em frenesi e ele estava exposto desde que ela entrou na delegacia. Quando ela foi autorizada a entrar, ela abriu a porta de cabeça erguida, mas parou quando viu que o tio tinha visitas. Estava vestida do mesmo modo que tinha ido visitar Ayshane: com um tubinho preto, salto alto preto e o cabelo preso numa trança de raiz. Não carregava muitos acessórios, mas ela tinha aquela aura aristocrática em seu andar.

    Primeiro os olhos dela logo captaram o tio que não via há anos e a bela mulher que estava com ele. Não demorou a perceber que ela tinha algo de "diferente". Sienna engoliu em seco e virou a cabeça para o lado, percebendo um rapaz ali no canto. Seus olhos demonstraram um certo espanto por conta da aparência dele - ele era diferente de tudo o que ela já tinha visto na vida. Quando percebeu que seu espanto foi indelicado, ela corou um pouco envergonhada e olhou para a frente de novo, ouvindo a conversa. Felizmente, não chegou a ver aquele sorriso dele, apesar de ter sentido o charme. Sienna também era extremamente bonita, um encantamento natural. Afora isso, possuía raça pura alta, uma aprência selvagem naqueles olhos azuis como um vidro e aparentava ser uma boa moça. Talvez perfeitinha demais, porém, inegavelmente encantadora.

    - O-Oi... - Respondeu ao tio, igualmente sem jeito, erguendo a mãozinha livre, do braço machucado, enquanto a outra segurava o blazer e a bolsa.

    Olhou para Evelyn e para Donovan - sendo mais demorada na mulher, porque tinha cometido uma gafe com o rapaz - e sorriu para ambos. Moveu um pouco a cabeça, mas estava um pouco tensa para passar toda aquela agradável sensação de bem estar numa conversa.

    - É um prazer conhecê-los. Eu me chamo Sienna O'Shea. - Apresentou-se, mas logo abriu e fechou a boca quando Evelyn começou a se retirar. - Eu posso esperar, tio...Eu não queria interrompê-lo, desculpa.

    Acabou falando depois que os amigos do tio saíram. Os dois ficaram em silêncio, ali, parados e se encarando. Sienna foi deixando a bolsa e o blazer de lado e, conforme eliminava o peso, seus ombros caíam um pouco. Perdia aquela postura perfeita, revelando uma fragilidade de uma menina de 16 anos que se sentia mais do que perdida. Agradeceu quando o tio ofereceu uma cadeira e suspirou.

    - Água, por favor... - Somente agora percebeu como sua garganta estava seca. - O senhor soube...não é? Quero dizer... - Pigarreou, olhando ao redor. - Sei bem que é bem ocupado e não tem mais contato com papai, mas...Parece que todos os cantos de Bray já sabem o que aconteceu. Papai...foi embora. Estou sozinha com Aeron e Aimee...E...

    Os olhos ficaram marejados, mas ela retirou a cópia do contrato da bolsa, deixando em cima da mesa do tio.

    - Presa numa armadilha.







    Rosenrot
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 429
    Reputação : 39

    Re: [Um Lugar Diferente, Mesmas Pessoas] - Sienna

    Mensagem por Rosenrot em Qui Set 21, 2017 10:59 am

    Na olhada rápida, Sienna pode perceber que o jovem estava praticamente coberto de tatuagens, ainda que não conseguisse ver ou entender todos os desenhos, muitos lhe pareciam ligados à cultura e o misticismo celta - até mesmo suas mãos estavam tatuadas - ele tinha enfiado o celular no bolso da calça, quando a mãe chamou e despediu-se no bom e velho irlandês, mas tinha um sotaque diferente.

    Em poucos momentos ambos estavam fora da sala e Sienna encontrava-se sozinha com o tio, internamente ele agradeceu pela menina se apresentar, sinceramente faziam anos que não via as gêmeas e não saberia, sozinho, identificar quem era quem afinal de contas. O homem se afastou e encheu um copo descartável com água do bebedouro e ofereceu para a jovem, assim como puxou uma cadeira para que ela se sentasse.

    Sean recostou-se a mesa, observando a jovem que parecia carregar nos ombros mais problemas do que alguém da sua idade deveria carregar.

    Ele suspirou levemente, quando ela citou o pai - Sean nunca tivera um bom relacionamento com o cunhado - e a morte de sua irmã não tinha mudado isso. - Ouvi algo a respeito. - Ele disse, volta a encarar a jovem, então seu semblante pareceu mais sério com o restante das palavras de Sienna.

    - Armadilha? O que aconteceu, Sien?
    Persephone
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 569
    Reputação : 260

    Re: [Um Lugar Diferente, Mesmas Pessoas] - Sienna

    Mensagem por Persephone em Ter Set 26, 2017 4:59 pm


    Sienna sentou-se na cadeira que o tio havia puxado para ela. Mantendo a mão o mais firme possível, ela retirou o contrato de sua bolsa e deixou em cima da mesa, para que ele olhasse, caso quisesse. Em seguida, pega o copo descartável com a água que ele trouxera e deu um gole. Seu rosto branco começava a ficar um pouco mais avermelhado.

    Era um misto de vergonha, desespero, momento de fraqueza.

    Sienna odiava ser uma garotinha de 16 anos, mas diante de toda aquela pressão, bom, ela constatava que de fato era.

    Começou a despejar aquelas perguntas e informações para o tio. Ainda conseguia segurar o choro, mesmo que começava a ser incomodo ficar com os olhos marejados daquele jeito. Virou o copinho d'água e colocou em cima da mesa dele. Fungou, passando a mão pelo rosto rapidamente. Umedeceus os lábios e disse.

    - Eu nem sei por onde começar... - Respirou fundo. - Bom, há alguns dias... - Encarou o tio tentando ser o mais clara possível. - Aimee saiu de casa, dizendo que ia para a casa de uma amiga. Eu sei que era mentira, que ela só queria fugir de casa. Bom, fato é que, de algum modo, ela acabou encontrando Yuri Smirnov.

    A simples menção do nome dele, ja fechava a expressão dela.

    - Vim até Bray buscá-la e ela me contou o real motivo por ter fugido. Desde o inicio do noivado, ela vinha sofrendo absusos sexuais do Visconde. - Um embrulho subiu pela garganta de Sienna, mas ela prosseguiu. - O problema foi que ela, ao invés de confiar em mim ou usar a experiencia de Yuri para saber como derrotar um Garou, contou para ele. Mais do que isso, ela aceitou a ajuda dele e da esposa. E o resultado foi isso.

    Indicou o contrato.

    - O casamento foi anulado. Hoje tive uma reunião com Ayshane Smirnov. Ela disse que estava representando a família do Visconde, mas eu sei que não é verdade. Só não tenho como provar. Disse, ainda, que o Visconde se entregaria para a seita hoje, confessando seus crimes que não foram só esses. Aimée conseguiu colocar duas famílias Presas de Prata nas mãos dos Senhores das Sombras. Não sei até onde é verdade o que ela disse, mas...Ela também deixou no ar que havia mais sobre o Visconde.

    Cruzou os braços, franzindo as sobrancelhas, mas antes passou a mão pelo rosto.

    - E, no meio disso tudo, o papai foi embora. Eu não faço ideia para onde ele possa ter ido, mas Aeron, Aimee e eu estamos sozinhos agora. E ele não me preparou o suficiente para saber lidar com isso.

    Rosenrot
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 429
    Reputação : 39

    Re: [Um Lugar Diferente, Mesmas Pessoas] - Sienna

    Mensagem por Rosenrot em Qua Out 04, 2017 4:31 pm

    Agora quem precisou se sentar fora Sean, quando Sienna lhe despejou todas aquelas coisas de uma vez. O que lhe aterrorizava mais não era nem o problema com os Senhores das Sombras... Mas toda a história com Aimee...

    Seus anos entre os Fiannas e o jeito bondoso e amoroso com o qual tratavam seus Parentes tinham lhe distanciado daquela coisa toda dos Presas de Prata, de como, na maior parte do tempo, eles eram apenas moedas de troca.

    Ficava agora pensando em sua irmã, em toda a dor que aquilo teria lhe causado ou causaria; afinal ele sabia que havia um mundo espiritual envolvido em toda aquela sociedade. Passou a mão pelos cabelos, os olhos retornando a Sienna, ali, tão jovem, pequena e frágil. Carregando tanta e tanta coisa.

    Ele respirou fundo, tentando recobrar as palavras.

    - Os Smirnov são perigosos, Sienna. Eles controlam Bray com mãos de ferro. Nada acontece nessa cidade sem que saibam e eles tem ligações... Preocupantes com a Rússia e a Europa num geral. São muito influentes. - Lambeu os lábios, pensativo.

    Passou a mão no rosto, pensativo. - Talvez os Fiannas possam ajudar, eu acho. Teria que fazer algumas ligações... - Falou, indicando a porta. - Aquela moça é de uma família que era bastante influente na Irlanda e ainda relativamente respeitada. Talvez ela possa ajudar com alguma coisa.

    Persephone
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 569
    Reputação : 260

    Re: [Um Lugar Diferente, Mesmas Pessoas] - Sienna

    Mensagem por Persephone em Seg Out 16, 2017 9:48 pm


    Sienna percebia que o tio se mostrava preocupado, o que indicava que tinha tomado uma decisão acertada ao procurá-lo. Sean sempre foi diferente do modo Presas de Prata de agir e os anos com os Fianna tinham deixado o tio ainda mais empático, por assim dizer. A jovem suspirou, abaixando o olhar e meneou positivamente com aquele comentário.

    Sabia que Bray era comandada pelos Senhores das Sombras. A cidade passava aquela sensação de que todos os passos eram observados, como se eles tivessem câmeras em cada esquina - e não era de todo impossível, considerando a existencia de um mundo espiritual e aliados do lado de lá que, de fato, podiam dar esse tipo de informação. Sienna, obviamente, não sabia como funcionava, por isso fazia a assimilação da câmera, por assim dizer.

    - Eles já devem saber que estou aqui, mas não quero envolvê-lo em problemas, tio. - Voltou a encará-lo, tentando se recompor. - Eu precisava desabafar com alguém que...bom, que não fosse da minha casa. Mas também queria saber onde o meu pai está.

    Fez um beicinho involuntário, por conta do choro.

    - Sei que ele teve motivos para partir, mas gostaria de dar motivos para que retornasse. - Passou a mão pelo rosto. - Eu só não sei como. Aaron está tão perdido quanto eu. Já informei a ele sobre as cosias que a Srª Smirnov me falou, inclusive que o Visconde iria se apresentar à Seita hoje e confessar seus crimes. Mas, ao mesmo tempo, ela me deu a entender que havia muito mais. Se ele vai confessar, por que haveria mais coisas? Tenho a sensação de que ela quer que eu aja contra minha própria tribo e o pior é que, eu também o odeio. E tenho motivos de sobra para querer afundá-lo. Mas não quero prejudicar minha família, nem a influência dos Presas de Prata. É por isso que me sinto acuada, numa sinuca de bico. E devo tudo a Aimée.

    Havia certa resignação em dizer o nome da irmã. Sienna até franziu as sobrancelhas e apertou um pouco o copo d'água. Lembrar da irmã gerava uma raiva, um rancor que ela não conhecia até então.

    Sean mudava um pouco o foco e falava da mulher que tinha acabado de sair dali. Por reflexo, Sienna olhou na direção da porta antes de encarar o tio de novo.

    - Hm. Você acha que eles poderiam me ajudar a encontrar o meu pai? Nem mesmo Aaron sabe para onde ele foi. Sim, porque se ele soubesse, já teria ido atrás do dele. - Mexeu um pouco no copo. - Acho que essa fuga foi um erro, tio. Isso enfraquece ainda mais nossa família.

    Engoliu em seco.

    - Eles... - Indicou a porta. - Também são aliados dos Senhores ou poderiam fazer isso de modo neutro?


    Rosenrot
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 429
    Reputação : 39

    Re: [Um Lugar Diferente, Mesmas Pessoas] - Sienna

    Mensagem por Rosenrot em Ter Nov 07, 2017 12:28 pm

    - Não se preocupe. - Ele disse, quase que imediatamente quando Sienna falava sobre trazer problemas para ele. Sean não pensava naquelas coisas no momento. Ele tinha outras preocupações muito maiores e mais atenuantes. Ele também deixou de observar Sienna por um momento, enquanto sua cabeça trabalhava em alguma solução para um problema que sequer conseguia entender completamente, esfregou as mãos uma na outra, mas voltou sua atenção a jovem, quando essa começou a falar do pai.

    Sean não tinha uma boa relação com ele e o fato de ter se casado com uma Fianna anos atrás não tinha melhorado isso. A verdade era que as diferenças foram jogando uma pá de cal atrás da outra no que um dia, tinha sido uma família. Respirou fundo, tentando concentrar-se numa coisa por vez, para responder Sienna.


    - Os interesses deles na queda do Visconde podem ser muitos, Sienna, é difícil imaginar um panorama. Você tem que lembrar que faz algum tempo que as duas Tribos disputam territórios e força, mesmo que isso ocorra silenciosamente. A queda do Visconde pode ser algo que eles não esperavam, mas aconteceu e agora vão se favorecer disso.

    Respirou fundo, passando a mão pelo rosto. - Eu estou meio por fora dessas politicagens, não sei em que negócios o Visconde estava metido, mas vou tentar descobrir alguma coisa e tentar traçar alguma perspectiva para compreender as ações do Senhores. Posso imaginar que o Visconde se entregar seja parte de algum plano para não expor Yuri, os Senhores das Sombras jamais aceitariam que a palavra de um Adren fosse questionada por uma Parente... Principalmente por uma Presas de Prata. - Passou a mão nos cabelos, olhando em volta.

    - Sobre seu pai, posso fazer algumas ligações e tentar descobrir algo. E sobre os Smirnovs, fique longe deles. Não faça o que fez hoje de novo, eles são ardilosos e perigosos, Sienna. - Moveu os ombros levemente.

    - Eles são Fiannas. Evelyn 'Drink-Vermelho-Fatal' e Donovan 'Poderoso-Uivo-Final', Evelyn nasceu aqui na Irlanda, mas o pai dela se mudou para os Estados Unidos, história complicada. Mas ela ainda conhece pessoas e tem bons contatos. Estão aqui para resolver um problema da família, mas talvez possam ajudar em algo. Acho que precisamos de toda a ajuda que conseguirmos.


    Suspirou, voltando a olhar a jovem. - O que foi feito de Aimee?
    Conteúdo patrocinado


    Re: [Um Lugar Diferente, Mesmas Pessoas] - Sienna

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Nov 21, 2017 7:04 pm