Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    [!Fichas!] Martim

    Compartilhe
    vontheevil
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1164
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [!Fichas!] Martim

    Mensagem por vontheevil em Sex Set 22, 2017 2:51 pm

    Pode postar ficha e BG
    allan.braff
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 38
    Reputação : 0

    Re: [!Fichas!] Martim

    Mensagem por allan.braff em Sex Set 22, 2017 3:01 pm

    Nome: Martim Lor Jogador: allan.braff
    Altura: 1,60m Peso: 60Kg Idade: 26
    Aparência: Cabelos castanhos claros cacheados e curtos, cavanhaque, olhos verdes

    ST: 11
    DX: 12
    IQ: 11
    HT: 11

    PV: 11
    Vont.: 11
    Per.: 11
    PF: 11

    Línguas: Português

    Base de Carga: 12
    Danos: GdP 1d6-1 GeB 1d6+1
    Vél. Básica: 5,75
    Desl. Básico: 5

    Esquiva: 9
    Aparar: Espadas Curtas - 10
    Aparar: Faca - 10
    Bloquear: Capa - 10

    Vantagens
    Destreza Manual Elevada 2
    Ambidestria
    Reflexos em Combate

    Desvantagens
    Código de Honra (Piratas)
    Segredo (Prisão)
    Marca Registrada (Deixar Carta de Baralho)
    Piromania
    Sono Leve
    NT Baixo (4)

    Peculiariedades
    Sempre usar uma Capa
    Sempre Utilizar o Capuz em Locais Públicos
    Carregar Algumas Cartas de Baralho no Bolso
    Quando pode fica girando uma carta na mão
    Sempre é o último a dormir

    Pericias
    Surrupiar - 13
    Ocultamento - 12
    Lábia - 11
    Manha - 11
    Corrida - 11
    Furtividade - 12
    Arrombamento - 12
    Espadas Curtas - 13
    Armadilhas - 11
    Briga - 12
    Faca - 12
    Sobrevivência (Selva/Floresta) - 11
    Capa - 12
    Arremesso (Faca) - 12
    Primeiros Socorros - 11

    Armas de Combate Corpo a Corpo
    Soco Inglês GdP (Cont)
    Adaga GdP-1 (Perf)
    Espada Curta GeB (Corte) GdP (Perf)

    Armaduras
    Jaqueta de Couro RD 1 (Braços e Tronco)
    Calça de Couri RD 1 (Virilha e Pernas)
    Botas RD 2 (Pés)
    Capa Leve BD 1 (Costas)

    Posses
    Garrafa Cerâmica 1L
    Cobertor
    Corda 3/8 10 Metros
    Equip. Básico Pessoal
    Lampião
    Óleo p/ Lampião 1L
    Ração para Viagem (6)
    Gazuas
    Mochila
    Equip. Básico p/ 1o Socorros

    Restou $1.144,00

    Crônica
    Martim não tem muitas lembranças de sua família, como pai ou mãe. Viveu
    praticamente toda a sua infância e adolescência em um orfanato. No auge de sua puberdade
    aconteceu um incidente no Orfanato, aonde misteriosamente quatro crianças foram mortas,
    todas com cortes profundos no pescoço. Por ser praticamente o mais velho do orfanato e por
    não ter amizade com outros, acabou se tornando o principal suspeito. Não demorou muito
    para que fosse incriminado ao encontrarem em seu quarto uma faca ensanguentada, apesar
    de nunca ter visto aquela faca, ninguém estava interessado em defende-lo, queriam de um
    jeito ou de outro achar um culpado e dar o caso por encerrado. Sua prisão ocorreu quando ele
    tinha 16 anos. Nos calabouços conheceu todo tipo de crminosos, com as mais variadas
    personalidades e habilidades, acabou se tornando amigo de todos os que ali chegavam, para
    matar a ociosidade os que ali chegavam acabavam trocando experiências com eles e jogando baralho.
    Já faziam dez anos desde a sua prisão, certo dia um homem encapuzado chegou em
    frente a sua cela, e ali o ficou olhando, ele pensou se tratar de mais um preso, mas achou
    estranho por não terem guardas junto. Aquele homem retirou do bolso um papelote e o jogou
    para dentro da cela, sem saber o que fazer Martin apenas olhou e achou aquilo tudo muito
    estranho. O homem com o rosto virado para ele disse, para que ele pegasse o papelote e
    coloca-se em prática o que havia aprendido em todos esses anos na prisão. De repente
    barulhos vieram das escadas, aquele homem acabou saindo. Martin pegou o papelote, era uma
    Gazua, ele sabia como usar, por já ter aprendido na teoria com um dos presos. Alguns dias se
    passaram e então Martin resolveu não ficar mais ali por nem mais um minuto e ali começou as
    tentativas de abrir o cadeado da cela com a Gazua que ele havia guardado. Se passaram alguns
    dias, até que um dia ele conseguiu o cadeado foi aberto.
    Era tarde da noite e os guardas, estavam sonolentos. Como estava determinado a sair
    daquele lugar, ele tentou usar de todas as coisas que havia aprendido na prisão para sair dali.
    Encontrou finalmente a liberdade, mas agora seria praticamente eternamente um foragido, a
    não ser que conseguisse provar a sua inocência.
    Dez anos se passaram desde que fugiu daquela prisão, sem ter um local fixo para
    morar e nenhum trabalho, acabou se tornando um Ladrão, praticando furtos para sobreviver.
    Em algumas oportunidades acompanha grupo de exploradores, para conhecer novos lugares e
    ganhar algum dinheiro extra. A única distração que ele tinha nos tempos de prisão era jogar
    cartas, por esse motivo todas as vezes que ele faz algo que realmente faça diferença, como um
    grande roubo, uma grande vitória em batalha, ele acaba deixando uma carta de baralho no
    local. Se utiliza de uma capa com capuz, para se lembrar daquele que ele não sabe quem é,
    mas que o retirou da prisão, principalmente em público utiliza o capuz para não ter o rosto
    conhecido. Como precaução e por ter o sono leve acaba sendo sempre o último a dormir
    quando está em alguma campanha com outras pessoas, o que o torna sempre fiel ao grupo ao
    qual ele faz parte. Gosta também de quando possível, admirar as chamas de fogo, talvez como
    uma maneira de se esquecer da prisão, que era fria e com pouca luminosidade.

      Data/hora atual: Seg Jan 22, 2018 12:26 pm