Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Compartilhe
    Portuga
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1962
    Reputação : 0
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Portuga em Qua Dez 06, 2017 5:19 pm

    Daniel ficara abismado com a fala de Loonie, quase que como um reflexo de sua mente, ignorando, ele ainda foi falar com a Rita, afinal aquele emprego de "atendente sobrenatural" ali era muito tentador em vários aspectos...

    Tendo a permissão, Daniel abre ali mesmo a primeira cerveja e a bebe toda pelo gargalo em alguns poucos goles... termina e a coloca em cima do balcão, abre a que Loonie tinha lhe dado e repete o feito, deixando-a do lado da outra garrafa.

    Ele procura os olhos da Rita e sorri,

    "- Obrigado pelo voto de confiança, em alguns minutos estou de volta..." dito isso Daniel pegou uma nova garrafa de cerveja
    "-Essa é por conta da mesa também..." disse se virando pra Rita.

    Daniel andou até a mesa, buscou uma cadeira, a girou, colocando-a com as costas viradas pra mesa e se sentou de forma despretensiosa.

    "- Loonie, certo!?" disse olhando para o lupino que embora não o tenha revelado o nome, Daniel já o tinha escutado, durante a conversa com sua mágica.

    "- Coloquei mas essa na sua conta, espero que não se importe" disse levantando a garrafa nova, enquanto a começava a beber.

    "- Bem antes de mais nada, gostaria de salientar que odeio a Tecnocracia e fora isso não entendi mais nada do papo maluco de vocês sobre esse tal de escorpião...dito isto tenho algumas perguntas, umas que SÃO DE MEU INTERESSE! disse de tal forma que sua fala foi ganhando sinais de ódio enquanto ia falando, até o ápice final, onde falou num tom mais elevado.

    Apontando e balançando o indicador para Loonie, o olhou bem seriamente, diferente da vez que veio a mesa

    "Da onde você me conhece e como sabe sobre mim?" sua expressão estava bem fechada e seria desnecessário dizer que dependendo da resposta, o decorrer do resto da noite seria decidido.


    Freya Stormborn
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 168
    Reputação : 2

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Freya Stormborn em Qua Dez 06, 2017 6:13 pm

    Ele odiava a Tecnocracia, o que já era lucro. Mas o tom dele não me agradou muito. Enquanto o rapaz falava e questionava o homem, terminei minha cerveja com toda calma do universo. Não ia me incomodar com uma ou duas cervejas a mais, pelo menos não dessa vez. Haviam coisas mais urgentes a serem resolvidas naquele momento do que uma conta de bar - além disso, onde estaria o amor a vida sendo vivida plenamente e as festas? Contaminar o mundo com sua loucura? O que será que havia gerado aquilo? Não poderia ser pura e simplesmente um trauma do passado, não é? Tinha que haver alguma coisa a mais, algo que eu não sabia ou um detalhe que havia sido deixado passar. Limpei um pouco de cerveja que escorreu do canto da boca e me dei o direito de falar.

    Escorpião, pelo que entendi, é um Desperto... Insano. Só não sei informar a causa. Talvez já fosse assim antes, talvez Gaya fez que pagasse pelo abuso da Mágika, talvez algum trauma tenha se misturado com outro fator... Ou tudo isso junto. Seja qual for o caso, ele parece ser perigoso e totalmente imprevisível.

    Eu realmente queria entender o que estava acontecendo e toda extensão do problema. Me recostei na cadeira e cruzei as pernas de modo fazer um X com os pés. Esperava que a referência a Deusa não incomodasse demais o mago. Eu só... Estava tão profundamente ligada aquela realidade garou que era difícil não unir as idéias dos dois mundos em um único.

    E não me incomodo com uma cerveja a mais. Com certeza já teriam umas quinze que não esperava caso tivesse saído com pessoal de sempre.

    Cometei, tentando descontrair um pouco. Uma matilha Fianna sempre era sinônimo de muita bebida e diversão em festas. Mas também significava que pessoas iam se ferir se eles achassem que me faltaram com respeito. Meus amados companheiros de tribo eram, na melhor das hipóteses, super protetores com seus parentes e ainda mais íntimos de nós que nossas famílias humanas costumam ser.

    Isso me lembrou das obrigações para com a matilha, porque eu era praticamente a faz-tudo pelo ponto de vista de meu irmão. Curandeira, espiã, Sacerdotisa...

    "Só a Deusa sabe como é complicado cuidar dos meus cachorros crescidos quando se machucam em uma briga de bar e não querem usar a recuperação garou." O pensamento passou pela minha mente assim que a palavra curandeira soou em meus 'ouvidos mentais'.

    Apesar de não ter sido exatamente comigo, pode fazer as perguntas de seu interesse e talvez possamos responder.

    Off:
    Apesar da referência da personagem ao Silencio, ela não sabe a causa da loucura dele e apenas citou um grupo de causas possíveis.

    Creio também que não tenha ocorrido motivo real para rolar um teste que permita atribuir "contaminar o mundo com sua loucura" ao fato dele poder ser um desaurido. Caso o mestre ache que a My tem a chance de relacionar uma coisa a outra, gostaria de rolar ou, caso ache adequado, o próprio pode rolar.
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 685
    Reputação : 14

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Claude Speedy em Qua Dez 06, 2017 9:26 pm

    @Freya Stormborn escreveu:
    Off:
    Apesar da referência da personagem ao Silencio, ela não sabe a causa da loucura dele e apenas citou um grupo de causas possíveis.

    Creio também que não tenha ocorrido motivo real para rolar um teste que permita atribuir "contaminar o mundo com sua loucura" ao fato dele poder ser um desaurido. Caso o mestre ache que a My tem a chance de relacionar uma coisa a outra, gostaria de rolar ou, caso ache adequado, o próprio pode rolar.

    (sim, pode rolar ocultismo+inteligência)
    Freya Stormborn
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 168
    Reputação : 2

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Freya Stormborn em Qui Dez 07, 2017 12:08 am

    Freya Stormborn efetuou 6 lançamento(s) de dados (d10.) :
    8 , 6 , 4 , 10 , 8 , 7
    Simon Black
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 239
    Reputação : 10

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Simon Black em Qui Dez 07, 2017 7:14 am

    Erik não se importa, em momento algum, com os olhares das pessoas no hotel. Ele apenas se agacha próximo a Jasmine, vendo a situação em que ela se encontra. Com o martelo ainda na mão direita, ele toca seu rosto com a mão esquerda e em seguida em seu no braço direito dela, balançando-a.

    - Jasmine? Jasmine, o que aconteceu?

    Percebe então pessoas se aproximando. Olha ao redor tentando reconhecer ou ver algo que possa ajudá-lo ou ameaçá-lo durante aquela aproximação.
    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2050
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por zignon em Qui Dez 07, 2017 9:54 am

    Jasmine está sentindo-se fraca, e o limite de realidade e ilusão é confuso, a única coisa certa em sua mente é que aquela mulher não é sua amada. Ela fecha os olhos e uma lembrança lhe vem a mente: "Sua amada durante um treinamento, ambas sentadas na posição do lótus e ela gentilmente lhe fala que momentos difíceis virão, mas uma coisa não mudará nunca, ela sempre estaria ao seu lado, pode demorar um pouco, mas seja firme que meu apoio e ajuda chegará pois nosso vínculo é eterno".


    Essa lembrança lhe dá um novo animo e ela brada: - Parem, nem mais um passo! Se quer conversar, que converse, o que você quer de mim? E comece me dizendo quem é você?
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 685
    Reputação : 14

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Claude Speedy em Qui Dez 07, 2017 1:10 pm

    Erik:

    Erik tenta acordar Jasmine, ela parece totalmente fora de si. Para de se debater e fica desmaiada,  as pessoas ao redor estavam passando e viram ela cair no chão e olham assustadas e preocupadas e começam a comentar.

    Transeunte#1-Vamos chamar uma ambulância!

    Transeunte#2-Que ela tem?

    Transeunte#3-Eu não sei, ela saiu do hotel e caiu no chão e começou a se debater.

    Erik esta com ela nos braços, percebe que ela esta viva e respirando e para de ficar em agonia, apenas com o ferimento de uma mordida profunda que recebeu de uma das bizarras criaturas que enfrentaram. Erik também tinha sido mordido no peito e ela no braço...


    Jasmine (Wong Meili):

    Escorpião: -Ah, a covarde Wong Meili finalmente quer falar...hehehe...  Tudo que sabe fazer é  correr pro seu cão de guarda sedento de sangue, mas decidiu que pode abrir a boca para falar sem sua dona Akasha, não é? Hahahaha... Esse seu corte deve doer, hein? Meninos, vão enfiar seus pintos em outro lugar... Preciso dela... E se a pegarem agora ela vai sangrar até a morte

    Os estupradores se afastam, puxam a mentora de Jasmine e começam a rasgar suas roupas com ajuda do cabeça de piramide, ela grita em desespero enquanto é arrastada para longe. Os estupradores riem loucamente enquanto vão levando-a para um beco próximo ao Plaza Hotel.

    Escorpião: -Muito bem, Wong Meili... Me espanta que não tenha evocado seu sangue de fada para te proteger... Agora tem muito dele pela calçada hahahaha... Entendeu? ... Deixa pra lá... Eu vou pegar essa loção pós-barba. Ela tem uma substância anti-coagulante vai deixar você viva... Só vai arder um pouco hehehe...

    Se abaixando com um frasco de um líquido azulado, ele passa a solução no corte da espada, Jasmine sente que foi atingida na altura do ombro e o sangue para de fluir quase automaticamente. Ela sente uma dor intensa por um instante, mas depois ela passa... Em seguida ele costura o ferimento e enrola quase seu tronco todo com faixas e uma imensa gaze.

    Quando ele termina fica de pé ao lado dela, que sente que pode levantar.

    Escorpião: -Pronto. Vamos aos negócios... Você parece nova nessa coisa de mágika, não é? Por isso depende tanto de professores. Eu sou um deles... A dor é um caminho para o aprendizado, é ... doloroso, sabe? hehehe... Mas é um caminho. Meu nome, já que perguntou, era Kevin McCallister, eu mudei em 92 para Nick Maclaray, quando o juizado de menores me colocou no programa de proteção à testemunhas... Meus pais tentaram dar golpes em uma seguradora me deixando sozinho em casa com dois assaltantes... Acredita nisso? Hahahaha...Eu era muito odiado... Mas eu fiquei com alguns tios, onde... aprendi muito sobre o fato de que o Universo é uma casualidade e que vivemos em grande esfera sem sentido.  Muito bem, Wong Meili... Fica claro que tanto eu quanto a Aliança Mística tem problemas com os caretas da Tecnocracia, sei que Arctus esta formando uma força tarefa aqui em Nova York e que você e seu amigo cadáver peludo são parte disso... A sede do FBI perto de Wall Street é meu próximo alvo, preciso colocar as garotinhas lá dentro, assim que derrubar a sede a Tecnocracia vai perder o controle por algum tempo do local. Sei que os manifestantes do povo foram derrotados pela Tecnocracia, ocuparam a bolsa, mas... não venceram porque a Tecnocracia tem muitas armas. Minha ideia é explodir esses homens de preto. Fazer com que sofram lentamente antes de morrer... Você os odeia, estão atrás de você desde pequena... Por isso estou indo pra lá, vem comigo? Que acha de chutarmos esses Tecnocratas de todas as facções juntos?

    Ela ouve no beco a sua amada sendo estuprada e pelas sombras nota que ela esta sendo esquartejada enquanto eles se falam.

    Daniel e Myrella:
    Myrella se lembra de ter ouvido falar sobre "magos insanos" e em silêncio tão profundo que o mundo ao redor deles se transforma em suas próprias loucuras, ela então deduz que o Escorpião não é só um Desperto, mas também um Desaurido... Um risco para instabilidade da mágika de qualquer mago que se aproximar dele.

    Loonie: -Ah, você usa esse Jargão Arcaico e elementos da religião grega de Gaia e Celta... Eu entendo, mas eu prefiro dizer que ele é um "mentalista maluco"... Ele usa algum tipo de hipnose e é muito preciso em montar armadilhas com objetos simples... Brinquedos, pregos, ferramentas... É assustador o que achamos no carregamento... Acho que ele usa de psicotrópicos, sei lá...

    Daniel fica bem preocupado com essa história te ter sido chamado por Lonnie, afinal até onde ele sabe, decidiu sozinho vir até aqui, como ele fez isso? Ele engole as cervejas como se fossem água... (off: @Portuga some mais quatro pontos de quintessência por duas cervejas e @Freya Stormborn dois pontos por uma cerveja)...e se sente muito bem depois disso. Ele continua flertando com Rita, mas em seguida seu tom debochado cotidiano se desmonta para dar um ar agressivo diretamente contra Loonie, pouco depois de falar do ódio que sente pela tecnocracia.

    Loonie: -Desculpe, não quis parecer invasivo. Mas seu acidente com o computador que lhe mostrou "o mundo como grande jogo de RPG " não passou despercebido de meus contatos entre os Adeptos da Virtualidade, eles são nossos aliados mais valiosos... há muitos anarquistas entre eles. Muita gente quer te conhecer, saber sobre você... Os Adeptos consideram nossa... como vocês chamam...? Nossa "Cabala" dos Filhos da Anarquia parte da divisão dos "Cyberpunks"...Eu entre eles. Entenda, Daniel, pedi para que eles dessem um jeito do anúncio da vaga chegar até você, eles só comentaram como você é e que horas chegaria atrás do emprego. Eu tive de tomar cuidado porque sei que a Tecnocracia do governo esta atrás de te recrutar. A Aliança é um grupo com quem negociamos e nos ajudamos há tempos, queria convida-lo a nos ajudar... Porque sei que o Escorpião, seja lá quem ele for, esteve monitorando o Santuário de Arctus, o hermético, e ele comanda a região do Plaza... Pelas informações que temos, de algum modo ele sabia que dois aliados sairiam em missão para Montreal a partir dali, ele impediu esses dois de saírem da cidade... O objetivo do Escorpião é o mesmo que o nosso, derrotar a Tecnocracia, mas ele vai usar qualquer meio para isso, inclusive a morte de dezenas de inocentes. Eu peço a vocês que salvem os dois, assim como venham a impedir seja lá que massacre o Escorpião esteja planejando... Tente encarar isso como... uma "quest", Daniel.
    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2050
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por zignon em Qui Dez 07, 2017 1:28 pm

    Apesar de Jasmine saber que aquela não era sua mestra, ouvir sua voz sofrendo e ver a sua imagem sendo arrastada completamente nua e sem dignidade alguma, gera uma profunda tristeza nela.


    A maga olha para o escorpião e fala com mais serenidade que realmente sente? - Senhor Escorpião, aparentemente temos o mesmo propósito, porém não os mesmos métodos, qual o motivo de tamanha violência com seus possíveis aliados? Sei que a mulher arrastada não é minha mestra e ainda sim, para que essa violência? Devolva meu braço e a minha sanidade que estando no mesmo patamar, ai sim, a conversa será justa. E ai saberei que realmente temos o mesmo objetivo.
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 685
    Reputação : 14

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Claude Speedy em Qui Dez 07, 2017 1:45 pm

    Jasmine (Wong Meili):

    Escorpião: -Desculpe, Wong Meili... Não sou tão poderoso assim... Eu não posso devolver seu braço sem ajuda, garota... Ele foi arrancado por uma entidade esquisita... As tradições como a sua chamam ele de "Espírito do Paradoxo"... e eu só sei machucar, ainda salvei sua vida... Agora quanto à ilusão da sua mestra estar sendo destroçada... Bem... detesto admitir que essa parte não fui eu... é algum medo seu escondido em sua Mente... Só pude ajudar com seu braço para você não morrer... Alguma coisa errada você fez que afetou sua cabeça, assim como com seus olhos e o seu braço... Mas há esperanças pra isso, sei que lá na sede do FBI para onde vamos existem alguns Progenitores que tem um tubo de produção de proteínas que pode trazer seu braço de volta e se corrermos para lá a tempo consigo ver para meus amigos reconecta-lo...  Então... temos um acordo?


    Ele estende a mão direita, olha para seu braço ausente e troca para esquerda.
    Freya Stormborn
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 168
    Reputação : 2

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Freya Stormborn em Qui Dez 07, 2017 3:53 pm

    Desaurido. Isso era problemático, para dizer o mínimo. Não era uma especialista no assunto, mãe sabia que o nível de perigo deles era alto. Peguei o celular no bolso e desbloqueei, abri as notas dele e comecei a digitar "furiosamente", quase como se minha vida dependesse daquilo. E talvez dependesse mesmo daquilo em um futuro próximo. Mas não poderia digitar coisas que fossem óbvias, afinal existia a Tecnocracia e os Adeptos que poderiam estar ligados a causas não favoráveis.

    Maculado. Hipnos, derivado. Objetos não elaborados. Sinistro, HP. Insanidade. Dobro.

    Parei por alguns instantes, pensando em como resumir o restante da história de modo que ficasse compreensível apenas para mim - ou alguém que conhecia a forma estranha que minha mente poderia trabalhar. Pressionando os lábios e com os dedos a uma furta distância do teclado do celular, olhei para a tela como se pensasse em algo. Foi quando um detalhe me ocorreu. Como iríamos reconhecer os dois aliados e saber que eles eram quem diziam que eram? Como verificar de modo seguro?

    Ah, sim... Referências a Gaia e a religião são, infelizmente, uma constante que nem sempre me agrada, no entanto estou trabalhando nisso. Tem alguma informação que possamos usar para reconhecer nossos resgatados? Suponho que nenhum de nós os viu anteriormente e, bem, isso pode ajudar a separar o que é real e verdadeiro e o que é fruto da loucura do Escorpião.

    Porque a menos que começasse a afundar em Silêncio, saber o que era real ou não era pra ser impossível. Difícil, provavelmente, mas não impossível. Mas tinhamos que saber o que era ou não a realidade. Foi nesse momento também que me arrependi de não ter começado ainda a aprender os Dons da tribo, pois poderiam ser úteis agora já que ser maga, no momento, era ainda mais perigoso que o normal.

    Eu deveria procurar um Theurge depois de resolver esse impasse. – Falei baixo, com ninguém mais além de mim, apesar de supor que os outros pudessem ouvir alguma coisa sobre. Aquelas habilidades não gerariam paradoxo, então poderia ser útil para situações criticas. – Perguntando sobre identificação também para o caso de alguém não gostar da ideia de agir como cão farejador o tempo todo.

    Porque era uma possibilidade também. Não achava que Gael fosse ficar a vontade em ficar por ai farejando pessoas e coisas apenas para verificar se era quem procurávamos e se não era uma ilusão. E caso algo atrapalhasse os sentidos dele, precisaríamos de um meio que não gritasse em alto e bom tom uso de magia. E isso despertou novas perguntas em mim. O que seria o trauma já citado pelo homem no passsdo de Escorpião? Será que isso tinha relação com a forma psicotica que ele, hoje, queria combater a Tecnocracia? Nossos aliados foram pegos em uma armadilha? Como fez aquilo sem que eles desconfiassem ou reagissem? Qual era o motivo de serem pegos? Parte das respostas só iria obter quando os encontrasse, outras poderia nunca ter.
    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2050
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por zignon em Qui Dez 07, 2017 8:09 pm

    Jasmine ouve atentamente a fala do escorpião e sua mente perturbada, consegue entender alguns pontos que lhe trazem reflexão. "Se ele se desculpa por não ser ele o responsável pela visão da sua amada, seria então responsável pela aparição do espírito do paradoxo? E se o que viu era fruto dos seus medos mais profundos, o fato dele se enganar com que mão a cumprimentaria, seria uma evidencia de ter esquecido de fingir que ela estava sem braço? Mas e a dor, era real ou até ela podia ser mimetizada pela ilusão"?


    A maga fecha os olhos e mentalmente manda um pedido de socorro a sua mestra e pede ao espírito primordial de Akhasha que lhe devolvesse a sanidade e a visão da realidade e após concentrar na sua força interior abre os olhos e diz: - Preciso de tempo para lhe dar uma resposta, estou fraca e preciso meditar para me recompor minimamente, aproveite este tempo e me traga o Erik e minha amada para falarem comigo e senta-se na posição do lótus com dificuldade.
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 685
    Reputação : 14

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Claude Speedy em Qui Dez 07, 2017 8:31 pm

    (off: @Zignon, se for usar um efeito mágiko de projetar sua mente é importante lembrar que esta sob grande nível de Paradoxo. Falhas críticas dão ainda mais paradoxo, mas se vai fazer isso mesmo assim é por sua conta... Role seu Arete)
    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2050
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por zignon em Qui Dez 07, 2017 9:25 pm

    Off - A maga não está lançando magia, ela está em estado de meditação. Coisa comum aos filhos de Akasha.

    Editado - O pedido mental de socorro, é um desabafo de pedido na mente, porém o objetivo é se unir espiritualmente ao espírito primordial de Akasha e o caminho para isso começa evocando um clamor ao seu mestre, que é seu elo espiritual. É mais uma forma narrativa que uma ação formal ou objetiva. Desculpe ter me expressando com dualidade, não foi a intenção.
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 685
    Reputação : 14

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Claude Speedy em Qui Dez 07, 2017 10:51 pm

    Jasmine:
    Jasmine luta contra a dor de seu profundo ferimento e diz para o Escorpião que irá falar com sua mentora e Erik antes de aceitar qualquer coisa, ela decide meditar antes de tomar qualquer decisão, apesar do rapaz dizer que a perda do braço tem prazo de validade para se recuperar e que devem urgentemente sair dali para irem até a sede da Tecnocracia. Ela então ignora isso e se senta nas escadas do Plaza Hotel exausta, fica em posição de lótus e começa a meditar...

    ...ela tem a sensação da dor passar e em seguida ouve a voz de sua amada. Ela abre os olhos e ao lado dela ... Ambas estão sentadas sobre o tatame em um dojo... Jasmine esta com apenas um braço, ao que parece passaram dias que ela esta aqui. De pé ao lado das duas esta o Escorpião.

    Escorpião: -E então, Zhao...? Ela esta pronta?
    Zhao Wu Li: -Ainda cansada, o ataque foi terrível... E não sei se ela vai conseguir usar a katana com um braço só.
    Escorpião: -Então devo ir apenas com Erik.
    Zhao Wu Li: -Não. Apesar de tudo, vamos com você. Ela nunca desistiu da luta antes...
    Escorpião: -Esta bem... Vamos então.

    Escorpião e Zhao Wu Li caminham para porta do dojo, um lugar decorado com armas chinesas e japonesas. Além peças de madeira. Na porta Erik se aproxima.

    Erik:-Finalmente, vamos chutar aqueles tecnocratas! Vão pagar pelo braço da Jasmine.
    Escorpião: -Eu ainda tentei salva-la, Erik... Mas infelizmente... Ela não resistiu para vir comigo...
    Jasmine não sabe quanto tempo passou, apenas lembra de ter apagado na frente do Hotel quando começou a meditar e agora acordou meditando aqui... Eles estão se reunindo e ela sabe que estão indo para sede do FBI.


    Myrella:

    Myrella escreveu:Ah, sim... Referências a Gaia e a religião são, infelizmente, uma constante que nem sempre me agrada, no entanto estou trabalhando nisso. Tem alguma informação que possamos usar para reconhecer nossos resgatados? Suponho que nenhum de nós os viu anteriormente e, bem, isso pode ajudar a separar o que é real e verdadeiro e o que é fruto da loucura do Escorpião.

    Loonie: - Tenho sim, a namorada de Jasmine me mandou uma foto dela e do Erik...O celular deles não atente.

    Fotos:

    Simon Black
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 239
    Reputação : 10

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Simon Black em Qui Dez 07, 2017 11:29 pm

    Preocupado como estava, Erik imediatamente guarda o martelo nas costas e levanta do chão, trazendo Jasmine em seus braços. Vira-se para um dos transeuntes que passa por ali e pergunta:

    - Onde fica o hospital mais próximo? Ela não está bem!

    Embora seus pensamentos estejam no que ocorreu antes de pegar o taxi e que sua mente deveria estar lhe pregando uma peça, já que tinha certeza que entrara num avião e se via ainda em Nova York, Erik quer primeiro ajudar Jasmine.
    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2050
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por zignon em Qui Dez 07, 2017 11:31 pm

    Teste de Percepção + empatia

    zignon efetuou 4 lançamento(s) de dados (d10.) :
    5 , 1 , 6 , 4
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 685
    Reputação : 14

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Claude Speedy em Qui Dez 07, 2017 11:36 pm

    @zignon escreveu:Teste de Percepção + empatia

    Resultado: Jasmine acredita piamente que aqueles são seus aliados. Ela sente-se feliz de ver seu amigo Erik e sua amada, reconfortada e pronta para luta. Ainda mais contente que o Escorpião agora esta do lado deles. Ela percebe que todos os três sentem-se tristes com a perda do braço dela, é uma pena. Mas Jasmine sente que vingança a aguarda e tudo vai ficar bem...
    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2050
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por zignon em Qui Dez 07, 2017 11:51 pm

    Jasmine fica feliz, parece que sua meditação a levou em um mergulho que durou muito tempo, tempo suficiente para sua amada ou Erik a encontrarem e acertarem com o escorpião alguma estratégia. Porém ela não sabe como poderá ser útil, pois está inutilizada para a luta e fraca demais até para simplesmente andar.


    Ela se vira para a amada e pergunta: - Quer mesmo que eu vá? O que podei fazer? Não dissestes para saber controlar a ansiedade de lutar sem condições? Mas estou pronta para te seguir, mesmo para a morte.
    Freya Stormborn
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 168
    Reputação : 2

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Freya Stormborn em Sex Dez 08, 2017 12:15 am

    Eu olhei as fotos com atenção, tentando absorver o máximo de informações possíveis. A garota era oriental e tinha cabelos curtos e negros. A pele era clara - na verdade, ela parecia pálida e doentia na foto - e olhos não pude decidir qual a cor dos olhos. Tentei assimilar o que poderia do porte físico dela antes de passar para a foto do outro. Cabelos escuros, olhos claros - pareciam azuis e cinzas -, barba bem aparada, pele rosada e com cor. O rapaz era bonito, mas a garota não faria meu tipo mesmo se não fosse comprometida.

    Após olhar bem, mostrei as fotos para meu irmão também e para Daniel. Apenas depois dos dois olharem, caso olhassem, devolveria as fotos/telefone ao homem, confiante que poderia os reconhecer caso visse eles no hotel. Ou era o que eu pensava, pelo menos. Não deviam ter tantas orientais por aí com aquela aparência e nem tantos rapazes como aquele. Pelo menos era o que esperava... Esperava que a loucura do Escorpião não houvesse perturbado e corrompido os dois.

    Teremos muito trabalho pela frente.
    Portuga
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1962
    Reputação : 0
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Portuga em Sex Dez 08, 2017 1:17 am

    Daniel que antes demonstrava uma expressão carrancuda para Loonie, não pode deixar de ser expressar depois daquela enxurrada de informações...

    "- Puta que pariu!!!...Não calma, deixa eu tomar mais um gole..." depois do seu gole, Daniel ainda balançava a cabeça atordoado tentado assimilar as informações

    "- Bem, tenho que dizer que você conseguiu minha atenção...algumas coisas ainda não batem...tipo eu não tenho contato com os adeptos há algum tempo, eles particularmente não gostam muito de mim, depois que saí..." Daniel circulava seus olhos da esquerda-pra cima-direita, como se tivesse lembrado de algo...

    "- O mundo como um grande jogo de rpg?! Sério, quem te disse isso!?" Daniel não podia deixar de rir um pouco daquilo, não tinha como não ser engraçado quando as palavras saiam da boca de outra pessoa...mais uma coisa essa certa, essa informação não era algo que muitos sabiam, um ou outro do lado dos Vazios para ser mais honesto...

    "- Bem vejo que você fez um bom trabalho sobre mim, surpreendente até...qual sua relação com os Vazios?"

    "- Bem, se você sabe tanto sobre mim, acredito que você sabe sobre minha situação e o porque de não gostar da tecnocracia...além de perder meus pais, estou com um terreno cheio de entulho...e então por mais que eu os odeie, ainda não posso me dar o luxo de ir numa missão suicida assim, afinal, você já não consegue contactar os 2 que você enviou..." Daniel fazia uma pausa, enquanto molhava sua boca com o restante da cerveja.

    "- Enfim, vamos o que interessa, qual o pagamento!?

    "- Investigar e resgatar, talvez seja possível, embora eu não tenha muito poder de ataque, haaa você deve saber, você me pesquisou bem...E se alguém puder me emprestar uma metralhadora, eu me sentiria muito mais confiante... "

    Sem deixar muito espaço para respostar, Daniel logo emendou com um sorriso...

    "- Ha eu tenho, uma pergunta de cunho pessoal, eu sonhei com um...como vocês chamam mesmo...Garou, termo correto!?! Bem, depois que me explodiram, eu tive uns sonhos estranhos, quando me recuperava no hospital...e como não tive contato com nenhum depois disso...bem, como vocês passam sua...é...bem, o que quero dizer, é...acho que tenho alguma relação com vocês...pelo menos Gaia pareceu querer dizer isso...sei lá posso, estar errado...
    Conteúdo patrocinado


    Re: Parte ll: Um capeta em Forma de Guri

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Dez 13, 2017 1:31 am