Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Compartilhe
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 675
    Reputação : 13

    Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por Claude Speedy em Dom Nov 26, 2017 8:51 pm

    Apresentando @Zignon como  BARUKHYA e @Mindgame como Malthael

    Turquia, reunião da Cúpula de conciliação do Oriente.


    Presidente Recep Tayyip Erdogan: -Eu peço encarecidamente que os Estados Unidos parem de financiar os anarquistas no Curdistão Sírio, esse grupo fala de autonomia, porém não passam de um bando de terroristas. Se continuarem com essas medidas nós iremos rechaçar imediatamente com duras investidas sobre o território...

    Na platéia, algumas figuras observam os problemas que estão começando a causar, o objetivo é simples: conseguir de alguma forma obter o total controle de todos os financiamentos dessa guerra e talvez fomenta-la ainda mais. Entre eles, o presidente do conglomerado monopolista Monsanto, o frio empresário e principal acionista Albert Wesker. Que ouve atentamente cada palavra enquanto pouco atrás daquele centro de poder esta um de seus principais aliados recitando mantras em uma sala a prova de som...

    É diante desse som de cantorias estranhas, que Barukhya desperta pouco depois de avançar em direção à dimensão que sua irmã ordenou seguir dentro do que estava coordenado pelos corpos celestes. Sob o céu de Carcosa, as deusas irmãs conseguiram observar as estrelas e com isso uma delas decidiu segui-la...

    A vermelha estrela brilhante que pairava desapareceu pouco antes que Barukhya conseguisse alcança-la...

    E agora... ela aparece diante de um estranho homem, que estava cantando e para diante de sua aproximação... Ela surgiu em uma sala fechada, cheia de velas e escritos avermelhados em várias línguas, espalhadas com uma grafia que ela não via há muitos séculos. E desses tempos antigos, o homem parece se lembrar muito bem.



    -Saudações, bela dama... Presumo que queira saber onde esta. Sou o mago supremo desse mundo... E sua ajuda se faz crucial.

    Não muito longe dali, a mais promissora discípula de Malthael se aproxima. Ela há muito tempo vinha querer falar com Wesker e aquele momento era o mais apropriado para isso, sabia que o empresário estaria ali interessado na venda de alimentos, remédios e armas para todos os lados do conflito. Mas especialmente para experiências que ele viria a fazer...

    Elisabeth Veidt se aproxima, guiada pela vontade de seu mestre, totalmente comandada, com o objetivo de encontrar mais líderes para seduzir para sua seita. Há algum tempo ela tem visto potencial nas operações que Wesker tem comandado...

    Nesse mesmo momento, Malthael, distante dessa reunião, esta dentro de sua catedral recém construída em uma região remota em meio ao imenso deserto na parte norte da península Arábica... De lá ele se lembra de grande parte de sua vida antes de ser traiçoeiramente derrotado... Assim como de alguma forma sente que eventos recentes foram que deram à sua sumo sacerdotisa o poder de traze-lo de volta.
    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2033
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Seg Nov 27, 2017 12:01 am

    O mundo delas é belo e ordeiro, elas cuidam da criação do seu pai Dameron, da melhor forma possível e as pessoas as adoram e veneram por isso, a estabilidade dos elementos no seu dia a dia. Porém a uma centena de anos de forma crescente elas e os seus guardiões, foram informados das pequenas perturbações próximo do santuário ao sul. Aos poucos as perturbações foram aumentando imperceptíveis, mas nos últimos vinte anos vieram acompanhadas de fatos, A bruxa Imedin vem crescendo em poder e liderado a sua organização com mão de ferro e trazido terror e dissenções aos povos do Norte, até que por magia, dominou o líder espiritual dos povos bárbaros do Norte e a guerra chegou as portas das nações civilizadas da aliança.
     
     
    Zignon, o chefe dos guardiões comanda uma operação para tentar recuperar a comunicação com Dameron e as duas irmãs tomaram para si a responsabilidade de rastrear as energias provindas de outro plano que estavam dando origem e forças para Imedin e seu grupo, as duas detectam a ruptura acima da misteriosa Carcosa, sede dos primeiros influxos da distorção e conseguem ver um agrupamento estelar e de uma anã vermelha, detectam a fenda transplanar que procuram. 
     
     
    Em acordo Mewghoah recua para cuidar dos domínios das suas divindades e passa poder para Barukhya que numa despedida sem palavras, mas de sentimentos que nenhuma mente mortal compreende parti rumo a sua busca e quando sente o campo gravitacional denso da anã vermelha, sua densidade mais alta a repele e transcende um véu da trama do caos, o caos de onde seu pai retira poder e como no sono profundo o atravessa.
     
     
    Como em um despertar, uma nova realidade se desvela a sua frente e um homem estranho canta, em um ritual primitivo. A sala está cheia de velas e escrituras em vermelho, espalhadas por todo cômodo e codificadas numa linguagem que Barukhya não via a milênios. A sala é hermética em si mesmo e o homem se dirige a ela com calma e a suada como "bela dama". A deusa em sua mente entende que ele não a conhece e ela acha que é melhor que seja assim.
     
     

    O estranho homem se dirige novamente, deduzindo que ela quer saber onde está e se apresenta como o mago supremo deste mundo e revela que a ajuda da bela dama será crucial... Aquilo para Barukhya não significa nada, mas ela pergunta gentilmente no idioma antigo quem é ele e como se chama e que lugar é aquele onde se encontra? E vendo um certo vazio no seu rosto, repete no idioma que ele lhe interpelou e aguarda aquele mortal lhe responder.
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 675
    Reputação : 13

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por Claude Speedy em Ter Nov 28, 2017 12:32 am

    A linguagem dele é confusa, mas ela consegue compreender que existe mais de uma língua falada por ele durante suas sentenças.

    Doctor Strangefate:-Meu nome é Doutor Destino Estranho... Eu aguardo que o mal supremo se forme em breve sobre nosso mundo, por isso preciso de aliados. Eu convoquei as forças cósmicas para guiar você até aqui, antes que seja tarde demais para esse mundo...

    Ele caminha em direção à porta, para e depois continua.

    Doctor Strangefate:-A representante de uma influente e poderosa força virá até nós em breve, preciso de uma aliada para me proteger contra ela.
    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2033
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Ter Nov 28, 2017 3:38 pm

    Barukhya observa o estranho homem e sente que ele não é uma ameaça, no momento, e fica intrigada com a possibilidade de ele ter convocado forças cósmicas que a guiaram até ali. A sua mente lhe fornece perguntas: - Por acaso saíra dele as perturbações? E a anã vermelha que me guiara até aqui, era obra dele? E continua raciocinando: - Este nome não significa nada, é formado por três palavras gerais que não designam especificamente nada..., mas se quer combater o mal supremo, já sou uma aliada nesta tarefa. Mas desejo perguntar algo mais básico.
     
     
    - Senhor Estranho, você me conhece de onde? E como me conhece? Fale-me mais deste mal supremo.
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 675
    Reputação : 13

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por Claude Speedy em Ter Nov 28, 2017 5:08 pm

    Strange chega até perto da porta, olha para fora e depois se volta para sua convidada ao ouvir as perguntas.

    Doctor Strangefate:-Eu não a conheço exatamente. Eu apenas usei o ritual para convocar a deusa Nike, porque sei que em breve terei de estar de frente com ele. Mas por sua confusão vejo que não é a entidade para me auxiliar nessa empreitada que eu chamei. Eu sei apenas o que dizem, que esse mal esta tentando corromper as autoridades de nosso mundo, a Terra... Você pelo visto não é Nike, é algum arcanjo?

    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2033
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Ter Nov 28, 2017 7:19 pm

    Barukhya ouve o homem estranho e vê que ele atrapalhadamente guiou a deusa ou deus errado, mas a trouxera para o lugar certo e as perturbações e o grande mal que ele falava, sentia que eram a mesma coisa e o equivocado homem estranho sem querer acertara em cheio, pelo menos para ela.
     
     
    - Senhor Estranho, estou aqui querendo extinguir um grande mal que afeta as terras dos meus súditos adoradores, pode ser que você procurando outra entidade, sem querer acertou em me indicar o caminho certo. A Anã vermelha era obra sua, ou não? Bem, não importa, me fale os seus planos e verei o que posso fazer por você. Falou em proteção, não? Contra quem? 
     

    Ela nota que ele ia sair pela porta quando voltou para lhe falar, e continua: - Bem você ia para algum lugar, vou com você e vá explicando pelo caminho.
    MINDGAME
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1142
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Sab Dez 02, 2017 5:16 am

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    Eu lembro... de ter perseguido milagres, por toda a minha existência. De ter fingido por toda a minha vida... fingindo que não me importava. Fingindo que pertencia ao trono junto aos meus iguais.
    Minha existência estava construída sobre isso... e era uma boa vida. Mas então eu desci à terra... e tive um vislumbre de uma vida em que eu não tinha que fingir. De uma vida em que eu podia estar verdadeiramente vivo.
    Como eu poderia voltar a fingir quando eu sei o que é sentir isso?

    "Onde esteve, irmão?"
    "Estava vivendo entre eles. Fingindo ser um deles."
    "Eu vi suas novas cidades e criações, seus avanços... são lindos. A distância que percorreram desde a minha última visita... é extraordinária."
    "É tudo o que você enxerga agora?"
    "Queria que vocês pudessem ver o que eu vejo."
    "Você está confuso."
    "Minhas criaturas vêm se comportando mal?"
    "E você ainda não identificou a falha deles."
    "Você não é assim, irmão..."
    "A menos que tenha identificado e esteja com vergonha do resultado."
    "Vergonha alguma, meus irmãos. O que vocês temem é o produto da evolução deles. Eles se adaptam e se aperfeiçoam através de uma única ferramenta: o erro.
    Vocês, como muitos deles, escolhem ver apenas a feiura do mundo. A desordem. Eu consigo ver a beleza. O propósito."


    Eles estão sozinhos porque matam e destroem tudo o que desafia sua supremacia. E quando não há mais criaturas para dominar, eles matam a si mesmos. E até mesmo eu caí na pior das armadilhas humanas.

    "ELES NÃO SE MUTILARIAM DESSA FORMA! NÃO SEM AJUDA ESTERNA!"
    "Não tivemos escolha, irmão. Se nós estávamos escolhendo o que enxergar, você ainda está se recusando a fazê-lo."
    "VOCÊS OS TORTURARAM COM GUERRAS SEM FIM! AGORA ELES NÃO CONHECEM NADA ALÉM DE MEDO, DOR E SOFRIMENTO!"
    "Eles sempre foram assim, Malthael."
    "Nós apenas fornecemos as ferramentas."
    "Eles... não nos deviam nada. A vida deles era... mais pura do que a nossa.
    Vocês... destruíram o que havia de mais belo e verdadeiro neste mundo... e eu não posso deixar que continuem destruindo..."


    E então eu destruí meus irmãos. A dor... a minha perda… é tudo o que tenho deles. E enquanto ela existir, vou garantir que os humanos residam na prisão dos próprios pecados.

    "As coisas que eu farei... o que elas são, eu ainda não sei... mas serão os terrores da terra!"

    Eu assisti grandes e poderosas criaturas vaguearem por este mundo e serem apagadas pela história. O tempo desfaz até mesmo os monstros mais poderosos e não será diferente com eles. Suas ambições e sonhos serão esquecidos, seus horrores enfrentados, seus cadáveres se tornarão cinzas... e sobre essas cinzas um novo deus caminhará. Um que jamais morrerá, porque este mundo não pertence aos humanos. Pertence a mim.



    (Off = CHALAD`AR ativado para sentir o evento à distância. Elisabeth está com seu livre arbítrio mesmo)

    Presidente Recep Tayyip Erdogan escreveu:Eu peço encarecidamente que os Estados Unidos parem de financiar os anarquistas no Curdistão Sírio, esse grupo fala de autonomia, porém não passam de um bando de terroristas. Se continuarem com essas medidas nós iremos rechaçar imediatamente com duras investidas sobre o território...
    "Eles desejam a guerra."
    "Talvez devêssemos dar o que desejam."
    "Daremos. No devido tempo."
    "O que é aquilo?!"
    Contemplo criaturas extraplanares de origem divina próximas a Veidt.
    Doutor Destino Estranho escreveu:Saudações, bela dama... Presumo que queira saber onde esta. Sou o mago supremo desse mundo... E sua ajuda se faz crucial.
    A presença é curiosa.
    "Mago supremo?!"
    "Humanos..."
    Doutor Destino Estranho escreveu:Meu nome é Doutor Destino Estranho... Eu aguardo que o mal supremo se forme em breve sobre nosso mundo, por isso preciso de aliados. Eu convoquei as forças cósmicas para guiar você até aqui, antes que seja tarde demais para esse mundo...
    A representante de uma influente e poderosa força virá até nós em breve, preciso de uma aliada para me proteger contra ela.
    Sorrio perante a fala e crio uma ilusão minha emergindo da sombra de Elisabeth que apenas ela pode ver (ILUSÃO). A sacerdotisa reverencia minha imagem em silêncio.
    -Wesker pode esperar. Siga-me.
    Guio a jovem até o local da conversa.
    -O que você sabe sobre aquele que se intitula Mago Supremo?
    (CONTACTS: Investigation +16) MINDGAME efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    3
    Barukhya escreveu:Por acaso saíra dele as perturbações? E a anã vermelha que me guiara até aqui, era obra dele?
    Este nome não significa nada, é formado por três palavras gerais que não designam especificamente nada..., mas se quer combater o mal supremo, já sou uma aliada nesta tarefa. Mas desejo perguntar algo mais básico.
    Senhor Estranho, você me conhece de onde? E como me conhece? Fale-me mais deste mal supremo.
    Doutor Destino Estranho escreveu:Eu não a conheço exatamente. Eu apenas usei o ritual para convocar a deusa Nike, porque sei que em breve terei de estar de frente com ele. Mas por sua confusão vejo que não é a entidade para me auxiliar nessa empreitada que eu chamei. Eu sei apenas o que dizem, que esse mal esta tentando corromper as autoridades de nosso mundo, a Terra... Você pelo visto não é Nike, é algum arcanjo?
    "Ameaças incompetentes... talvez não valham o tempo perdido."
    "É uma dividade... como nos."
    Barukhya escreveu:Senhor Estranho, estou aqui querendo extinguir um grande mal que afeta as terras dos meus súditos adoradores, pode ser que você procurando outra entidade, sem querer acertou em me indicar o caminho certo. A Anã vermelha era obra sua, ou não? Bem, não importa, me fale os seus planos e verei o que posso fazer por você. Falou em proteção, não? Contra quem?
    -Contra mim.
    Expresso-me através da ilusão, a fazendo emergir das sombras ao lado de Veidt.


    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 675
    Reputação : 13

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por Claude Speedy em Sab Dez 02, 2017 6:00 pm

    Pelo que se recorda e ouviu em conversas por aí de seus discípulos, o Mago Supremo é um protetor da integridade do plano de existência desse planeta. A ordem mística a que pertencem tais magos foi criado por uma entidade conhecida por Kthanid, conhecido como "deus afogado" e "kraken dourado", a Ordem estabelece apenas um título por vez a um indivíduo que terá por obrigação preservar o mundo da destruição dimensional.

    No momento em que a sacerdotisa manifesta a presença de Malthael, o feiticeiro convoca seus próprios artefatos místicos. Uma capa surge em suas costas e um elmo sobre sua cabeça... Enquanto em sua mão direita um cajado com um Ankh em sua ponta...


    (rolem Expertise (Magic) se quiserem saber mais sobre os itens que ele esta carregando)

    Ao fazer isso, as vozes dos seus irmãos na mente de Malthael sentem-se curiosas e preocupadas...

    Barukhya não sente ainda ameaça, na verdade até certa proximidade a entidade que guia os passos da jovem Veidt.
    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2033
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Dom Dez 03, 2017 1:25 am

    Barukhya ao se aproximar e seguir o feiticeiro, ver em sentido contrário, adentrando a sala, uma jovem que logo revela a presença do seu mestre. Em ato reflexo o feiticeiro convoca seus objetos místicos, uma capa e um elmo, na mão agora porta um cajado com um símbolo de poder na ponta.
     

    Barukhya concentra sua atenção nos objetos, desejando sabe a sua serventia e logo depois passa a se concentra nas novas figuras na sala.


    Off:
    Ativar poder do Array "Superação Divina Expertise"


    Teste de expertise (magic) +27


    zignon efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    17



    Teste de Perception + 22


    zignon efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    4



    Teste de Insight + 22


    zignon efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    19



    Teste de Investigation +23


    zignon efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    16
    MINDGAME
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1142
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Dom Dez 03, 2017 11:35 am

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    (Off = @zignon, eu não vi sua ficha, mas esses bônus que você descreveu estão ultrapassando o NP da campanha. O máximo para Skills é NP+10, ou seja, o maior bônus que se pode ter nesse NP10 é +20)

    Elisabeth Veidt escreveu:Um Mago Supremo é um protetor da integridade do plano de existência da terra. Pertencem a uma ordem mística criada por Kthanid, conhecido como "deus afogado" ou "kraken dourado". Tudo o que sei é que essa Ordem nomeia apenas um Mago Supremo por vez com o objetivo de preservar o mundo da destruição dimensional.
    A presença de um por de ser... incômoda... meu senhor.
    -Por isso iremos visitá-lo.



    Observo os artefatos criados pela entidade.
    (Expertise (Magic) +20 +SECOND CHANCE) MINDGAME efetuou 2 lançamento(s) de dados (d20.) :
    14 , 5
    "Ele tem alguns truques."
    "Talvez isso exija sua presença física, Malthael."
    "É só um humano."
    Faço uma pequena pausa antes de me dirigir ao mago.
    -Um covarde morre mil vezes. O bravo prova da morte só uma vez.
    O homem que disse isso jamais conheceu alguém como Elisabeth...

    A destaco com um sutil gesto.
    -Ao meu lado, ela morreu, no mínimo, mil vezes. E isso jamais turvou sua coragem.
    Guarde suas armas, Strangefate. Se eu o quisesse morto, elas não fariam qualquer diferença.

    Movo minha ilusão para mais perto do mago, a mantendo preparada para reagir elusivamente.
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 675
    Reputação : 13

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por Claude Speedy em Seg Dez 04, 2017 3:21 pm

    ( @Zignon, seu bônus máximo é 20. Os atributos não contam nesse seu array pelo nível 10. Já havia falado isso antes... sempre vou considerar o 20 nessas jogadas)

    Vocês dois reconhecem os itens que o mago convoca são:

    -o Elmo de Nabu, uma divindade egípcia responsável pela manutenção da Ordem;
    - Um cajado com o símbolo da vida também de origem egípcia;
    - Um manto vivo de proteção arcana;
    -Um colar conhecido como Olho de Agamotto, capaz de manipular o Tempo.

    As propriedades desses itens transcendem qualquer limite, especialmente nas mãos do Mago Supremo da Ordem.

    Barukhya nota que a garota e a ilusão que a acompanha parecem a ignorar, enquanto a imagem da entidade se desloca na direção do feiticeiro.

    Strangefate: -Perdoe-me, se não acredito que não deseja minha morte, pois seu sadismo é lendário... Mas se minhas armas são indiferentes irei mante-las aqui... Assim como se você quiser mesmo manter essa conversa sugiro também que não avance mais do que isso se presa a integridade de sua conexão com sua discípula, Malthael... Esta com tanto medo que a deusa Barukhya possa detê-lo ao ponto de arriscar-se a perder seu acordo com Wesker?

    De fato talvez as habilidades dele possam se tornar um incomodo temporário, conforme Malthael avança pode sentir alguns encantos egípcios e hindus antigos poderosos prontos para o repelir, o que o deixaria sem percepção temporária da área por algum tempo e com isso talvez se torne difícil acha-lo de novo.

    Barukhya nota que Malthael é realmente o ser maligno de que Strangefate falava.

    Strangefate: -Políticos, seitas, cultos... Esta tomando tudo que existe de mais pérfido no nosso mundo desde que sua marionete lhe despertou... Me diga agora, que você quer?


    Efeito da Superação Divina:
    Superação divina
    Lembrando que seu bônus máximo chegará até 20 enquanto o nível da campanha for 10.

    Barukhya com sua aguçada capacidade de caça, nota nitidamente por sua observação divina que o mago não irá atacar a não ser que a entidade avance e que agora a mulher parece fora de si, talvez completamente dominada pela força da entidade. Ao mesmo tempo ela pensa se ter se deixado ver pela entidade não é também um meio para atrair a atenção de Malthael até essa sala, mas se o mago quis mesmo fazer isso... com que objetivo?

    Resultado do Perception (26): Existe uma saída secreta logo abaixo das runas aos pés do mago, muito escondida mas possível de se abrir.

    Resultado de Insight (39): o mago não irá atacar a não ser que a entidade avance e que agora a mulher parece fora de si, talvez completamente dominada pela força da entidade. Ao que parece com os itens que o mago tem ele poderia ter se escondido de Malthael, então ele se deixou ver pela entidade não for um erro, mas sim para o atrair para essa sala, mas se o mago quis mesmo fazer isso. A fala dele sobre Wesker não é uma bravata para fazer a entidade fugir e sim para encorajar ainda mais Malthel a ficar aqui.

    Teste de Investigation (36): Pelo visto, a ideia do mago era justamente atrair Malthael para cá para oferecer algo com a presença de uma deusa para protege-lo caso algo desse errado no acordo que ele pretende fazer.

    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2033
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Seg Dez 04, 2017 9:02 pm

    Barukhya identifica o mestre da sacerdotisa como o mal supremo citado, mas entende que o feiticeiro Estranho tem um plano e que ela é a garantia que ele acha que tem se o seu plano ou acordo não der certo.

    Ela decide ficar de ação preparada, se o plano ferir seus principios ou colocar seu mundo em risco ela destruirá todos na sala, mas se o plano for interessante protegerá o mago de qualquer perigo que aconteça. E engedra seu pensamento no coração e não na mente.
    MINDGAME
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1142
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Qui Dez 07, 2017 8:14 pm


    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    (Off: O Insight de Barukhya pode identificar que Malthael é tão caótico quanto maligno, mas, por algum motivo, não tem intenção de ferir nenhum dos presentes por enquanto. Ainda assim, por ser tão caótico, essa intenção pode mudar a qualquer momento.
    Só para deixar claro, não há como identificar ilusões a menos que se possua algum sentido com "Counters Illusion" ou se interaja com ela de forma que a ilusão gere a dúvida de que é real (como tentando tocá-la ou algo assim) o que permitiria teste de Insight CD20 para perceber que é uma ilusão)


    "Ele usa o Elmo de Nabu, uma divindade antiga que representava a ordem."
    "O símbolo em seu cajado representa a vida."
    "Seu manto vivo denota proteção arcana."
    "E o Olho de Agamotto é capaz de manipular o Tempo."
    "É uma ofensa deixar artefatos tão poderosos em mãos humanas."
    Doutor Destino Estranho escreveu:Perdoe-me, se não acredito que não deseja minha morte, pois seu sadismo é lendário... Mas se minhas armas são indiferentes irei mante-las aqui... Assim como se você quiser mesmo manter essa conversa sugiro também que não avance mais do que isso se presa a integridade de sua conexão com sua discípula, Malthael... Esta com tanto medo que a deusa Barukhya possa detê-lo ao ponto de arriscar-se a perder seu acordo com Wesker?
    Veidt sorri com o canto da boca enquanto continuo me aproximando do mago com meu flutuar lento.
    "Ele acha que pode me repelir?!
    Quantas vidas serão necessárias para tornar essas vermes menos pedantes?!"

    -Palavras arrogantes para alguém que se esconde nas sombras dos deuses. Você trás a Deusa Barukhya para esta realidade, abusa de sua boa vontade, espera que ela atenda a todos os seus caprichos e ainda acha que pode me dar ordens?!
    Não... Wesker pode esperar.

    Doutor Destino Estranho escreveu:Políticos, seitas, cultos... Esta tomando tudo que existe de mais pérfido no nosso mundo desde que sua marionete lhe despertou...
    -Minha... marionete?!
    Volto-me a Elisabeth e seu sorriso se torna orgulhoso, então retorno minha atenção ao mago.
    Doutor Destino Estranho escreveu:Me diga agora, que você quer?
    -O que acha que eu sou, mago?! Um vilão das suas estórias em quadrinhos?! Acha que eu revelaria meus planos aos meus inimigos se houvesse qualquer possibilidade deles me deterem?!
    Você acabou de convocar uma deusa usando meu nome, a convenceu a se unir contra mim. Seria desrespeitoso não me apresentar corretamente a uma rival que aceita tão prontamente tal papel.

    Finalmente volto-me a deusa.
    -Este humano fala por você, Barukhya?!
    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2033
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Qui Dez 07, 2017 9:18 pm

    Barukhya houve a conversa e não vê motivo para a sua intervenção, porém em dado momento o interlocutor do feiticeiro se volta para ela e pergunta se o humano responde por ela e ela responde: - Bem sabes que ninguém responde por uma deusa e eu não sou exceção.


    A deusa continua na sua ação preparada e em silêncio.
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 675
    Reputação : 13

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por Claude Speedy em Qui Dez 07, 2017 10:06 pm

    ...apesar das palavras do Doutor ninguém consegue persuadir Malthael de absolutamente nada...

    O mago ergue seu cetro assim que a entidade continua ao notar que ele continua a se aproximar...

    (Off:@Mindgame role sua defesa de Will)

    ...apesar disso, parece que o próprio "O Caos Supremo" convenceu Barukhya a ficara indiferente diante dele e essa apenas observa enquanto o humano vai sendo encurralado.
    MINDGAME
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1142
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Qui Dez 07, 2017 10:43 pm

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    Barukhya escreveu:Bem sabes que ninguém responde por uma deusa e eu não sou exceção.
    -Tem certeza?!
    Os mortais são monstruosamente devassos e estão acostumados a venerar somente o êxito. Riem cruel e vergonhosamente de tudo o que pode ser humilhado e oprimido por eles. Confundem status com inteligência e perpetuam a estupidez dos maus exemplos que rodeiam incessantemente ao longo da vida. Como poderia uma deusa se rebaixar a ponto de se unir com tais criaturas que se quer são capazes de nos compreender?!

    Teço minhas palavras carregadas de ironia como uma armadilha para os ideais e virtudes da deusa.

    (Off = Se a rolagem de Will for contra a ilusão, não aconteceria nada além da possibilidade de desmascarar a ilusão como tal. Já se for ou efeito de área de percepção, poderia atingir o PJ, mas ao menos eu poderia identificar o tipo de efeito pelas percepções Awareness dele.
    De qualquer forma, vou adiantar a rolagem de Will +10)

    MINDGAME efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    2
    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2033
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Qui Dez 07, 2017 11:59 pm

    Barukhya ouve aquela entidade questiona-la quanto ao seu posicionamento, e impassível olha para ela e diz: - Vou repetir mais devagar para que entendas, o que faço, é e só é decisão minha, portanto seguir minha consciência em nenhum momento me rebaixa em nada e não sou aliada de nenhum humano, apenas posso compartilhar de seus propósitos em justiça.
    MINDGAME
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1142
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Sex Dez 08, 2017 1:10 am

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    Barukhya escreveu:Vou repetir mais devagar para que entendas, o que faço, é e só é decisão minha, portanto seguir minha consciência em nenhum momento me rebaixa em nada e não sou aliada de nenhum humano, apenas posso compartilhar de seus propósitos em justiça.
    "Pergunta diferente, resposta diferente."
    "Não foi uma repetição."
    "Detesto quando se fazem de idiotas..."
    "É ainda pior quando uma divindade o faz."
    -Então por que eu sinto cada fibra do seu ser se dobrando a esta criatura desprezível? Eu já disse que se eu o quisesse morto, ele já estaria, e mesmo assim, cada átomo da sua presença anseia por protegê-lo de mim.
    Devo alertá-la de que consciência demais é uma doença, Barukhya. Compactuar com os propósitos turvos de justiça dessas criaturas pode ser... perigoso.

    zignon
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2033
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Sex Dez 08, 2017 1:44 am

    Barukhya é novamente importunada pela criatura que se esconde por trás da sacerdotisa e ouve sua falácia sofista e espera ela terminar de falar e pergunta: - O que queres com teu sofisma? Pensas que me preocupo com a subjetividade do teu pensamento? Faça o que tens que fazer e só.
    MINDGAME
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1142
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Sex Dez 08, 2017 3:29 am

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    Barukhya escreveu:O que queres com teu sofisma? Pensas que me preocupo com a subjetividade do teu pensamento? Faça o que tens que fazer e só.
    -Sofisma?! Ora, minhas intenções não se mostraram claras o suficiente?! Talvez uma mente menos afeita aos meus parâmetros de perfeição seja mais adequada para se fazer entender por uma divindade com ego mortal.
    Sutilmente me volto a sacerdotisa, cujo sorriso de satisfação alimenta a ironia de sua resposta.
    (Elisabeth Veidt) -Vocês cometeram o erro de se declararem inimigos de um deus. Meu senhor, em sua divina misericórdia, lhes deu a chance de expressar suas diferenças em um diálogo. Infelizmente, vocês preferiram trilhar por um caminho que pode levar à morte de incontáveis dos inocentes que vocês alegam proteger.
    É compreensível para uma divindade que há poucos instantes sequer existia nesta realidade se dar ao luxo de desdenhar de nossa presença, mas confesso que eu esperava mais de um mago que se proclama como protetor da existência.
    Ficarei feliz em dar uma nova utilidade a esses preciosos artefatos que você ostenta quando o erro que cometeu ficar claro.

    "Interessante como ela flerta com o prazer em dizer tais palavras."
    Retorno minha atenção a Barukhya.
    -Se achou minha intervenção incômoda, vou entender sua dissimulação arrogante como sua expressiva intenção de não cruzar nossos caminhos novamente.
    Mas devo alertá-la, assim como alertei seu antecessores, que, se acontecer, eu não serei tão cortês quanto fui até agora.

    Volto-me para Elisabeth.
    -Senhorita Veidt, prossiga com seu encontro com Wesker. Espero que ao menos um encontro seja produtivo esta noite.
    A sacerdotisa faz uma sutil reverência antes de deixar a câmara e eu desfaço a ilusão em suas sombras.
    "Há cada vez menos deuses dignos."
    "Há cada vez menos deuses."
    "Se houvesse de fato alguma moral cósmica, seria mais digno que vocês fossem os últimos."
    Conteúdo patrocinado


    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Dez 12, 2017 9:57 am