Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Compartilhe
    zignon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2764
    Reputação : 112
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Sab Dez 09, 2017 4:19 pm

    Barukhya ouve as palavras do mal encarnado, e vê, nas palavras ditas, um ego distorcido e deformado pelas trevas. Já vira isto antes e sabia das consequências que trouxera para Awrhanius. As memórias não eram agradáveis e uma dessas consequência fora o exílio do seu pai em Jedahzy, o que trouxe muita dor e uma maturidade temporã para ela e sua irmã Mewghoah. E agora ela estava aqui neste plano desconhecido, a procura deste mal que repercutia no seu mundo e ainda não sabia se o tinha localizado ou se apenas cruzara com uma entidade enlouquecida e alheia à seu problema.


    Com este pensamento em mente dirige-se ao feiticeiro e pergunta: - Senhor Estranho, fale-me sobre está entidade distorcida pela maldade e pelas trevas e como ele está prejudicando sua vida? O que posso fazer para ajuda-lo a debelar esse mal e me dê motivos claros de porque faze-lo.
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1173
    Reputação : 23

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por Claude Speedy em Seg Dez 11, 2017 5:23 pm

    Enquanto acontece o debate entre os dois deuses, Doutor Strangefate utiliza um encantamento para repelir a entidade que esta manipulando Veidt. O feitiço de proteção é bem claro e conhecido dos períodos que Malthael caminhava pelo mundo tentando conviver com os humanos, aliás é sobre esse período que ele discute com Barukhya... como quem alertasse da tolice de confiar em seres tão malignos como os homens...

    Quando o encantamento é feito, a consciência de Malthael retorna ao local onde seu templo esta localizado e mesmo estando ileso, por um momento ele não consegue ver nem o mago, sua discípula ou Barukhya.


    Doctor Strangefate: -Não tenho muito tempo, tenho de deixar esse local imediatamente... Mas o que posso falar sobre essa entidade é que ela voltará em instantes... Eu lhe mostrei o que ira terminar de destruir o mundo, Barukhya, ele não se prenderá apenas à esse... tenho de reunir forças... Boa sorte.

    Com isso, o mago desaparece com um encantamento que o teleporta dali.
    zignon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2764
    Reputação : 112
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Seg Dez 11, 2017 10:57 pm

    Barukhya vê o feiticeiro sumindo em busca de reforço e pensa sobre a sua afirmação que a essência do mal encarnada não irá parar após destruir este mundo e ficou no ar uma indicação ou ameaça de que se não ajudasse poderia, a nefasta ação do mal encarnado, chegar até Awrhanius.


    No recinto agora só permaneceu a sacerdotisa intitulada Veidt, e Barukhya procura sonda-la para saber se ela está em poder do seu livre-arbítrio ou dominada por seu mestre para poder manter um dialogo com ela.
    MINDGAME
    Mestre Jedi

    Mestre Jedi

    Mensagens : 1046
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Qua Dez 13, 2017 8:45 pm

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    "Como este mortal ousa atacar um deus?!"
    "Irá retaliar ou deixá-lo achar que teve sucesso?"
    "Todos estão condenados, deixe-os aproveitar seus últimos momentos."
    Assim que o mago cancela meus sentidos, os expando novamente (Standard action: CHALAD`AR) e rastreio o destino de seu teletransporte (Tracking 30 contra CD (Padrão 10 + Circunstâncias)).
    "O que está planejando, mago?!"
    (Off: Elisabeth esteve todo o tempo em seu livre arbítrio. Ela deixou o lugar na postagem anterior, está indo para o encontro com Wesker.)
    zignon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2764
    Reputação : 112
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Qua Dez 13, 2017 10:02 pm

    A sondagem de Barukhya sobre a sacerdotisa revela que ela está a caminho do encontro com o empresário citado nos diálogos anteriores, e a deusa rapidamente a segue, alcançando-a e pergunta: - Podemos conversar?
    MINDGAME
    Mestre Jedi

    Mestre Jedi

    Mensagens : 1046
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Qui Dez 14, 2017 11:33 pm

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    Observo a deusa alcançar a sacerdotisa.
    Barukhya escreveu:Podemos conversar?
    Veidt olha para a deusa brevemente com um sorriso orgulhoso e responde com ironia enquanto caminha.
    (Elisabeth Veidt) -Agora você quer conversar?!
    Se quer implorar para não ser a quinta deusa destruída pelo meu senhor, não perca seu tempo comigo.

    Seu tom então passa para o convidativo.
    (Elisabeth Veidt) -Por outro lado, eu vou compreender se desejar se antecipar e me usar para atingi-lo.
    "O que ela está planejando?"
    "Elisabeth acredita ser como Pandora. E está agindo como tal."
    zignon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2764
    Reputação : 112
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Sex Dez 15, 2017 9:43 pm

    Barukhya ouve a mortal, primeiro falar com ironia e depois com uma falsa cordialidade, porém, sabe que os sentimentos dos mortais são bastantes volúveis e sempre regidos por segundas e até terceiras intenções. Parece que não importa o plano em que estejam, os mortais seguem o mesmo padrão. Ele vê que a mortal parou com sua falácia e continua: - Apenas quero conversar com você, nada falei sobre implorar ou usar você. Espera alguma nova fala da mortal e continua: - Porquê o feiticeiro considera seu mestre como a essência do mal? Seu mestre deu motivos para isso?
    MINDGAME
    Mestre Jedi

    Mestre Jedi

    Mensagens : 1046
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Sab Dez 16, 2017 12:43 am

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    Barukhya escreveu:Apenas quero conversar com você, nada falei sobre implorar ou usar você.
    A sacerdotisa continua caminhando enquanto responde em um tom entre o irônico e o frustrado.
    (Elisabeth Veidt) -Pena... dizem que sou muito boa em ser torturada.
    Barukhya escreveu:Porquê o feiticeiro considera seu mestre como a essência do mal? Seu mestre deu motivos para isso?
    Veidt sorri, agora em um tom que mistura orgulho e deboche.
    (Elisabeth Veidt) -Bem e mal são relativos. Ele tem um certo apetite por devorar recém-nascidos ainda vivos, estuprar criancinhas e fabricar móveis belíssimos com os ossos delas, mas não se deixe enganar pela vaidade daquele mago charlatão. O Mal Supremo é um símbolo de esperança! Meu senhor oferece um proposito maior a todos que o buscam e talvez você tenha a honra de se desesperar com a divina obra do rei dos deuses antes dele te destruir.
    (Off: O Insight gigante da Barukhya deixa claro que a Elisabeth mentiu na resposta e sua intenção é provocar a deusa.)
    zignon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2764
    Reputação : 112
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Sab Dez 16, 2017 12:50 am

    Barukhya ouve as bobagens e tentativas de a enganar da mortal incapaz e imatura e fica se perguntando porque um deus que se acha poderoso, usa uma mortal tão incapacitada como esta, seria desespero ou falta de seguidores? E pergunta para a sacerdotisa: - Seu mestre tem outros seguidores ou apenas você?
    MINDGAME
    Mestre Jedi

    Mestre Jedi

    Mensagens : 1046
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Sab Dez 16, 2017 1:46 am

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    Barukhya escreveu:Seu mestre tem outros seguidores ou apenas você?
    A sacerdotisa responde sem dar muita atenção enquanto caminha.
    (Elisabeth Veidt) -Gosto de pensar que todos o servem. Afinal, aqueles que não o servem irão morrer de qualquer forma...
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1173
    Reputação : 23

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por Claude Speedy em Dom Dez 17, 2017 11:45 pm

    Malthael nota pelo seu rápido rastreio que o encantamento levou o mago pra outra dimensão, as runas na sala auxiliaram nessa magia. Talvez seja possível segui-lo...


    Barukhya começa a dialogar de forma pacífica com a sacerdotisa de Malthael, tratando-a como uma pessoa bondosa, a mesma meramente responde com total niilismo e desprezo afirmando que no fim todos se curvarão ao seu mestre... Barukhya ouviu que aquela sacerdotisa serve ao mal supremo, tanto do mago que a convocou quanto da própria entidade...
    zignon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2764
    Reputação : 112
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Dom Dez 17, 2017 11:49 pm

    Barukhya atenta ao semblante da sacerdotisa e perscruta o seu pensamento mais íntimos, mantendo sua percepção no máximo e usando das habilidades investigativas e decodificando o que encontra com sua capacidade de obter um bom insight.
    MINDGAME
    Mestre Jedi

    Mestre Jedi

    Mensagens : 1046
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Ter Dez 19, 2017 8:32 am

    (Off: Barukhya pode notar que Elisabeth está dando pouca atenção a deusa por um motivo simples: para ela, Barukhya já está morta e suas ações não fazem diferença. A sacerdotisa sabe que Malthael já destruiu outros quatro deuses e está provocando Barukhya para que ela revele se possui algum potencial enquanto viva. De qualquer forma, ela parece superestimar o Caos Supremo e o que ela acha que sabe pode ser mentira.

    Suas respostas enviesadas têm por objetivo mesclar verdade e mentira, sem um propósito específico além da provocação.
    Verdades nas entrelinhas: Veidt gosta da idéia de ser torturada, em parte por puro masoquismo, por outro lado, ela considera uma forma de se aproximar de seus inimigos. Elisabeth realmente considera o Mal Supremo como um símbolo de esperança, principalmente por considerar a esperança o pior dos males da humanidade.
    Mentiras nas entrelinhas: Até onde ela sabe, Malthael não feriu qualquer criança, ainda que recrute milhares delas como suas servas. O orgulho que Elisabeth sustenta ressumbra medo e fica claro para Barukhya que a sacerdotisa teme Malthael terrivelmente, muito mais do que a própria morte. Veidt, no fundo, parece estar profundamente agoniada, buscando incessantemente uma forma de sentir algum prazer sem sucesso. Barukhya pode vir a acreditar que matar aquela mulher seja possivelmente o mais próximo de lhe causar algum prazer.

    Elisabeth carrega consigo uma adaga de diamante e um livro com propriedades arcanas intitulado Pentanomicon.
    Se Barukhya tiver Expertise Magic:
    Pentanomicon se refere a um um ritual antigo e macabro envolvendo o sacrifício de virgens que pode destruir uma divindade maligna poderosa.



    @Claude Speedy para de travar a cena, pow! Eu quero jogar! Sad )


    Ignoro os rastros do mago quando eles se mostram interdimensionais e permaneço observando se algo mais chama minha atenção enquanto Veidt continua seu caminho até Wesker sendo seguida por Barukhya.
    zignon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2764
    Reputação : 112
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Ter Dez 19, 2017 10:40 pm

    Barukhya arrazoa consigo, para que serve uma pessoa vazia e inútil como esta, esse deus maligno deve estar com problemas de achar bons seguidores. Pensa consigo também de fazer uma pergunta que a surpreenda e pergunta: - Sei que tens um gosto pelo sofrimento e pela dor, principalmente se aplicados em você, mas, porque consideras o Malthael como um símbolo de esperança, apesar de desprezar a própria esperança. E porque mesclas mentiras com verdades, para tentar me confundir? Não sabes que comigo esse joguinho não funciona?
    MINDGAME
    Mestre Jedi

    Mestre Jedi

    Mensagens : 1046
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Qui Dez 21, 2017 5:30 am

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    Barukhya escreveu:Sei que tens um gosto pelo sofrimento e pela dor, principalmente se aplicados em você, mas, porque consideras o Malthael como um símbolo de esperança, apesar de desprezar a própria esperança. E porque mesclas mentiras com verdades, para tentar me confundir? Não sabes que comigo esse joguinho não funciona?
    Observo a deusa analisando a sacerdotisa e a subestimando. Veidt suspira.
    (Elisabeth Veidt) -Há um mito antigo neste mundo sobre Pandora, a primeira mulher. Os deuses a criaram como um presente aos homens e cada divindade lhe deu uma qualidade: recebeu de um a graça, de outro a beleza, de outros a persuasão, a inteligência, a paciência, a meiguice, a habilidade... enfim ela foi feita à semelhança das deusas imortais.
    Mais tarde foi descoberto que Pandora não fora um simples presente aos homens, mas sim um manifesto de vingança dos deuses contra a humanidade por terem roubado o fogo dos céus. Pandora, que possuía todos os dons, enganou seu marido por curiosidade e abriu a caixa que guardava todos os males que assolariam a humanidade. Discórdia, guerra, fome, miséria, pestes, doenças do corpo e da mente, todos os males escaparam da caixa exceto o pior deles: a esperança.

    O tom da sacerdotisa retorna ao orgulhoso e, com um sorriso perturbadoramente irônico, ela finalmente se vira na direção da deusa.
    (Elisabeth Veidt) -Quando eu libertei Malthael, fiz o que Pandora se recusou a fazer. Completei a vingança divina contra a humanidade.
    A ilusão de que dias melhores virão fará com que os homens mais talentosos se entreguem aos seus piores vícios e se afoguem na imundice e depravação. O Mal Supremo encherá este mundo de simbos de esperança, como você, e assim todos sucumbirão perante a sua busca por propósito. Ou você vai me dizer que o que eu estou vendo nos seus olhos não é a esperança vazia de que possa sobreviver a ele e salvar o mundo?!
    Tenho que admitir que o tom de desprezo em sua voz me diverte! E esse seu olhar de que eu sou apenas um verme em seu caminho me faz questionar: afinal, eu, que libertei O Caos Supremo neste mundo, estou incluída entre os humanos que você alega desejar proteger e salvar do meu senhor? Ou eu não deveria depositar em ti minhas... esperanças?!

    Elisabeth sustenta o sorriso sarcástico, então suspira e retoma o caminho sem esperar por uma resposta da deusa, agora em um tom arrogante.
    (Elisabeth Veidt) -Enquanto vocês fingem que sobreviverão ao fim e convencem a humanidade de que irão salvá-los, ele se alimenta da covardia deles e enfraquece seus dons.
    Quer saber porque eu minto, Barukhya?! Eu minto porque eu gosto! Mas se você é tão boa em analisar minhas mentiras, que diferença faz?!

    (Off: Barukhya pode concluir que Elisabeth está dizendo a verdade, apesar de tecer suas palavras de forma manipuladora)
    zignon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2764
    Reputação : 112
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por zignon em Sab Dez 23, 2017 6:26 pm

    Barukhya sente que existe uma grande dor ou decepção na vida daquela jovem e sabe que para fazer um julgamento justo ela precisa saber sobre esse passado e como isso influenciará o seu futuro e ativa o seu poder de Onisciência sobre a jovem, enquanto a acompanha rumo ao seu encontro, para através da precognição e poscognição sobre a sacerdotisa conseguir essa compreensão. A deusa percebe que pode converter seu coração para o bem se tiver esse conhecimento.
    MINDGAME
    Mestre Jedi

    Mestre Jedi

    Mensagens : 1046
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por MINDGAME em Sab Dez 30, 2017 11:14 am

    Legendas: -Fala ou "Escrita", "Pensamentos", "Fogo", "Água", "Terra", "Ar", (Offs)

    Contemplo Barukhya usando seus poderes para investigar o passado e o futuro de Elisabeth (Divine Awareness + Analytical).
    "É o que você quer de ver, Barukhya?! O que há de mais grotesco em suas preciosas criaturas?!"
    A vida de Veidt ressumbra o que há de mais terrível na humanidade. Observo as reações da deusa ao contemplá-la.
    "Quanta inocência deixar-se ficar vulnerável na frente de seu inimigo..." (Malthael sabe que Postcognition e Precognition deixam o usuário Unaware no presente durante todo o uso)
    Intervenho no caminhar de Elisabeth quando emerjo de sua sombra novamente (ILUSÃO).
    (Elisabeth Veidt) -Meu senhor.
    -Nossa amiga acaba de se desvencilhar dos sentidos no presente. Alivie seu fardo e fique com o que desejar.
    A sacerdotisa abre a mochila da deusa e começa a furtar seus itens, deixando para trás apenas a mochila com os itens básicos, a citara que parece ser mundana e o celular (Se o celular não tiver tela de bloqueio, ligará para seu próprio celular para salvar o número e então o devolverá).
    Enquanto isso a deusa verá a sacerdotisa ter nascido com deformidades físicas, como filha bastarda de um Cardeal. Sua mãe a criou sozinha, até seu pai assassiná-la na sua frente e tentar matá-la para apagar os rastros de sua paternidade. Elisabeth teve a ajuda de um vizinho para escapar de seu pai, mas, em seguida, seu salvador a vendera para traficantes de crianças e ela cresceu entre órfãos escravizados.
    Veidt assistiu, por toda a infância, seus "irmãos" serem prostituídos e violentados enquanto ela era humilhada por suas deformidades.
    Barukhya assistirá algumas das piores atrocidades que eu contemplei na humanidade, cuidadosamente interligadas em uma única vida sangrenta, do ponto de vista da jovem Elisabeth.
    Eis que, quando seus escravistas notaram que Veidt atingiu a puberdade e sua "mercadoria deformada" estava ficando velha demais para o mercado, sem ter conquistado compradores pedófilos, decidiram por mutilar a jovem em um processo conhecido como "boneca humana", destinada a satisfazer os impulsos doentios dos mais cruéis entre os homens.
    Elisabeth lutou enquanto lhe arrancavam os olhos e, quando finalmente estava pronta para desistir de lutar, ela despertou seus dons. No profundo caos da magia negra, a desperta destruiu seu violentador e conseguiu conquistar a liberdade.
    Agora cega e mutilada, Veidt sobreviveu nas ruas, entre dejetos humanos, enquanto aprendia a dominar seus poderes. As atrocidades que ela viria a cometer lhe deram poder para que pudesse me trazer para este mundo. O horror a guiou até mim e, em meio a minha crueldade, ela encontrou conforto.
    Já como sacerdotisa das trevas, Veidt me libertou de meu exílio e eu a presenteei com seus olhos de volta, um corpo belo e desejável, com juventude eterna, poderes inimagináveis e aquilo que ela mais desejava: vingança.
    Através do pouco de atenção que lhe dei, ela encontrou em meu caos os sentimentos mais belos e puros que um humano pode nutrir.
    "Era isso o que você procurava, Barukhya?!"
    Continuo analisando as reações da deusa.
    -Nossa inimiga está banhando-se no sangue de seu passado. Não quer retribuir o favor, Veidt?!
    Elisabeth sorri com crueldade e empunha o martelo da deusa.
    -Eu lhe permito um único golpe.
    Deixo que a sacerdotisa sinta o prazer de golpear Barukhya no rosto com seu próprio martelo com toda a sua força.
    (Off: Imagino que Elisabeth não seja muito forte fisicamente e que a Barukhya seja resistente, foi só pelo contexto da imersão mesmo, mas, se o martelo tiver alguma propriedade e fizer a Barukhya sangrar perante o golpe, Veidt irá recolher uma amostra do sangue)
    -Agora vá.
    Satisfeita, a sacerdotisa segue o caminho até Wesker, despistando Barukhya para que, quando seus sentidos retornarem ao presente, não mais a encontre.
    Quando seus sentidos retornarem, a deusa ouvirá minha voz atrás dela (ILUSÃO).
    -Satisfeita com o que viu, Barukhya?
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1173
    Reputação : 23

    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por Claude Speedy em Qui Fev 22, 2018 12:29 pm

    Sobre o que houve entre Barukhya e Malthael:

    Por meio do desejo de Barukhya por Veidt... tudo mudou...
    Que esse tempo passageiro tudo modificaria para sempre.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Ato 1.2: Divina Comédia Humana

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Set 21, 2018 7:18 pm