Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    [Prólogo] Planos

    Compartilhe
    Exalted
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 713
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    [Prólogo] Planos

    Mensagem por Exalted em Qua Dez 13, 2017 10:05 am

    @Bravos e @zignon:




    Agora, Algum lugar perto de Ashtown - Colorado, verão de 1883




    É uma manhã quente de verão, o sol já esta quase a pino, e a parca vegetação mostra o castigo sofrido em suas folhas murchas e amareladas, os pequenos répteis que habitam estas terras desérticas sequer se mostram a esta hora, no horizonte as formas dançam de um lado para o outro, uma ilusão gerada pela evaporação da pouca umidade contida ali.

    Em meio a toda a desolação, somente o som dos cascos e a respiração pesada dos cavalos perturba o silêncio, deixando para tras um rastro de poeira que se espalha, ocultando o perigo do qual fogem, San Martín, já está acostumado a se ver em tal situação, mas Asha, que cavalga ao seu lado não é tão familiarizada a fugir de povos indígenas, o calor lhe incomoda mais do que ela imaginava quando saiu de Ashtown, antes de o sol raiar, ela pensava se foi mesmo uma boa ideia aceitar o acordo da srta. Brannon.

    Dois dias atrás, Ashtown - Colorado, verão de 1883




    Uma mulher, de uma beleza rara e traços europeus se aproxima de Juan e Asha, que bebem sentados à beira do balcão, ela fez o dever de casa e sabe quem é San Martín e também sabe que não encontrará alguém com tanto conhecimento sobre os apaches quanto ele. Ela tem uma proposta, e tudo começa com um reconhecimento nos territórios indígenas...

    @isaac-sky:




    Agora, Ashtown - Colorado, Verão de 1883




    Entre os cinco sentados à mesa, Katheryn é a única mulher, ela já está ali há cerca de dez minutos e nenhuma palavra foi dita, a fumaça inebriante dos charutos se espalha, dando uma aparência exótica ao pequeno bar, de longe o dono do local limpa um copo com um pano sujo e úmido, entre uma e outra olhada para o grupo, ele finge não se importar com o que acontece ali.

    A senhorita Brannon sabe porque foi intimada a estar presente, há dois dias ela foi posta de fora do plano elaborado naquela mesma mesa, Cleagane, o mais velho do grupo havia tomado conhecimento de uma mina de ouro, descoberta recentemente nos arredores da cidade, nas terras apache, o seu plano era simples, eles iriam invadir, matar e pilhar, o velho, no entanto enxergava este como um "trabalho de homem" e sequer olhou na cara da mulher presente. Ao fim da pequena reunião, Katheryn pôs seu próprio plano em movimento e contratou San Martín para fazer o reconhecimento do território, de alguma forma Cleagane deve ter descoberto.

    O velho se movimentou enfim, lento e pesado, se debruçou sobre a mesa, fazendo-a se inclinar com seu peso, ele fitou o dono do bar, que Katheryn, de canto de olho viu sair pela porta dos fundos, então o homem moveu os olhos até a mulher, os outros, que até então só estavam ligeiramente apreensivos, agora tinha expressões de preocupação e nervosismo.

    - E então, chuchuzinho - disse ele, com a voz rouca - como resolvemos esse impasse?

    @Gelatto:




    Agora, Arredores de Ashtown - Colorado, verão de 1883




    O vento soprou forte, levantando a poeira, que já há dias se depositava nas roupas de Tim, sua viagem a Denver não fora tão promissora quanto esperava, ele ficou sabendo que Evans e McLeash, antigos colegas de tempos que preferia esquecer, e agora mercenários, ainda procurando antigos aliados para "fazer justiça" ao troco de algumas moedas.

    Tim sabia cobrir bem seus rastros, mas por algum motivo alheio a seu conhecimento, esses dois sempre estavam na sua cola, ao menos agora, ele sabia que podia comprar sua "liberdade", Evans foi claro em seu último encontro, bastava que ele pagasse mais do que o atual contratante, era uma boa oferta, até o valor a ser pago ser dito em voz alta, os ânimos se exaltaram e Thorhill precisou deixar a cidade às pressas, ainda incerto se eles o dariam algum tempo para levantar o valor ou se Evans lhe meteria uma bala na próxima vez que o visse, como prometeu enquanto cuspia sangue e um de seus dentes.

    Ashtown era a mesma de sempre, e mais uma vez iria ser só o pano de fundo ignorado pelo ex-confederado no seu caminho até a casa onde costumava ficar, isso não fosse pelo dono do bar, um sujeito magrelo do bigode amarelado de tanto fumar, ele veio ligeiro, olhando por sobre o ombro.

    - acho qui sua amiga tá cum pobremas, ela tá sozinha cum u Cleguene i us hômi dele lá nu bá, si fossi ocê eu ia rápido.
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2869
    Reputação : 201
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Re: [Prólogo] Planos

    Mensagem por Bravos em Qua Dez 13, 2017 11:02 am

    As pisadas pesadas dos cascos dos cavalos marcavam o ritmo daquela correria. Tinha um pano sobre a boca e o nariz a fim de continuar respirando apesar da poeira que subia impiedosa. Vez por outra olhava para o lado para confirmar que Asha ainda estava cavalgando perto dele. Sabe-se lá quantos indígenas vinham atrás deles! Eles precisavam ser rápidos. San Martín temia mais pela companheira que por si mesmo, ele já havia feito aquilo tantas vezes que era praxe. Com a cabeça indicou que Asha deveria vir mais rápido. Sua voz saiu abafada e quase inaudível naquela correria .- Vaya! Tenemos prisa!

    Anteayer

    Ele preferia de fato tequila, mas por ali era mais difícil conseguir. Por isso tomava um uísque, que era o que os americanos sabiam fazer direito. Bebia junto com "Bruce". Aproximou-se então uma dona muito formosa, a qual por puros instintos masculinos o mexicano olhou dos pés a cabeça. Ela parecia procurar especificamente por ele. Não era convencido nem nada, mas isso acontecia com certa frequência.- Pois não, madame? Em qual problema eu poderia ajudá-la? - Acenou para o atendente do balcão. - Uma bebida digna desta senhora, sim?
    zignon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2764
    Reputação : 112
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: [Prólogo] Planos

    Mensagem por zignon em Qua Dez 13, 2017 11:55 am

    Asha cavalgava rápido, mas a poeira que as patas do cavalo do seu sócio jogavam na sua cara, sufocando-a, mostrava que ainda não era o suficiente. Não tinha costume ainda com essas perseguições dos vermelhos de pena e enquanto a travestida pensa na merda que é estar nesta roubada, San Martin olha para trás e grita algo para ela. Mas o vento leva a maior parte da sua fala e só chega aos ouvidos dela a palavra "Pressa". Asha sabe que ele tem razão e mete as esporas no animal que acelera até quase parear com o maledeto do mexicano.


    LEMBRANÇAS


    A mente de Asha estava centrada na sua vontade de mijar e no desconforto que seu strap-on fazia na sua coxa, quando chegou uma mulher bonita e com cara de puta francesa abordando o San Martin, ele logo olha ela de cima a baixo, ou melhor, de cabo a rabo e logo excitado começa a pensar com seu pau. "Caralho, vai dar merda", pensa Asha, foi ai que tudo deu no que estão passando.
    Gelatto
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1116
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh19.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Re: [Prólogo] Planos

    Mensagem por Gelatto em Qua Dez 13, 2017 4:54 pm

    Tim finalmente chegara em Ashtown. O calor era insuportável. Mal via a hora de sentar em uma mesa, tomar um drink, e esquecer dos problemas. Sabia que precisava levantar a quantia logo antes de reencontrar Evans e McLeash. Não gosta nem de pensar na alternativa caso não tenha a quantia ao encontrá-los.

    O saloon estava logo em diante. Tim olha para o punho. Abre e fecha-o. Tem uma mancha quase imperceptível de sangue. Sua mão treme um pouco enquanto ele relembra da quantia. Um absurdo. Se ainda tivesse suas terras, teria esta quantia, mas se ainda tivesse suas terras, não estaria nesta situação. Passado é passado. Então, o dono do bar interrompe seus pensamentos...

    Tim não responde nada. Apenas desce do seu corcel herdado daquela época e adentra o saloon, passando pela porta, ele pára e avalia a situação, procurando por sua amiga. Sua mão descansa sobre o coldre do seu cinto.
    Sky
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 727
    Reputação : 182
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: [Prólogo] Planos

    Mensagem por Sky em Seg Dez 18, 2017 1:03 am

    Dois dias atrás, Ashtown - Colorado, verão de 1883


    "Mas que merda. É esse o cara? Parece patético como qualquer um, mas se ele sabe mesmo o suficiente..."

    Katheryn se senta no balcão, ao lado de Juan. Ele a cumprimenta, até oferece uma bebida.
    Mas a atiradora odiava essa etiqueta entre bandidos e mercenários. Queria algo e ofereceria sua proposta de uma vez.

    -Ouvi dizer que conhece muito sobre os apaches. Tenho um serviço de reconhecimento. Muita grana, mais do que deve ter conseguido em toda vida - era muito direta - É pegar ou largar. Tem dez segundos para responder

    Falava sério, se o mexicano mostrasse qualquer sinal de hesitação rejeitaria a proposta na hora.
    Estava cansada de lidar com incompetentes.




    Agora, Ashtown - Colorado, Verão de 1883

    Clegane confrontava Katheryn sobre o "serviço". Chamou aquilo de impasse.

    Katheryn deu um risinho sarcástico.

    -Impasse? Você fala como se eu soubesse o que você faria - repousou a mão direita sobre a cintura, mantinha a postura relaxada enquanto permanecia sentada.
    -Oh, está falando daquele serviço que me excluiu? Achei que fosse esperto Clegane, devia saber que eu sou melhor que todos os idiotas do seu bando.

    Sorria sarcasticamente.

    -Você é um homem crescido Clegane, está com medo de competir com uma mulher? - repousou a mão sobre o coldre do revolver. Estava pronta para disparar caso Clegane sequer ousasse colocar a mão sobre o coldre de sua própria arma.

    -Eu te digo como resolvemos. Você sai dessa mesa, deixa o dinheiro do uísque barato que tomou e sai do saloon
    Exalted
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 713
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: [Prólogo] Planos

    Mensagem por Exalted em Qui Dez 21, 2017 12:10 pm

    @Bravos, @zignon e @isaac-sky:



    Agora, Algum lugar perto de Ashtown - Colorado, verão de 1883


    San Martín conhecia bem a região, e conhecia bem as artimanhas usadas pelos nativos, vez ou outra, durante a cavalgada, olhava por sobre o ombro, Asha estava a um cavalo de distância, ainda se mantendo próxima, mesmo que seu cavalo já mostrasse sinais de cansaço, mas o que chamou sua atenção foi a poeira feita pelos cavalos dos nativos mais atrás, eles estavam se dividindo, e o terreno favorecia uma emboscada alguns quilômetros à frente, não haveria muito tempo para planejar e executar, ou seriam flanqueados, mesmo que não fosse possível à essa altura precisar quantos eram os apaches, pagar pra ver não costumava ser uma boa ideia.

    Dois dias atrás, Ashtown - Colorado, verão de 1883


    À beira do balcão, Katheryn vai direto ao ponto, surpreendendo Juan com a proposta, tanto ele quanto Asha não a conheciam pessoalmente, mas sabiam que Katheryn Brannon não costumava fazer muitos rodeios, atrás do balcão, o atendente mostrava os dentes amarelos em um sorriso ao ouvir as palavras da pistoleira, ele já conhecia o jeito dela - u di sempi srta. Brano? - perguntou ele.

    @Gelatto e @isaac-sky:



    Agora, Ashtown - Colorado, Verão de 1883


    Dentro do bar um dos homens de Cleagane se levanta e vai até a porta, ele se posiciona fora da visão de Katheryn, os outros permanecem imóveis, o suor começa a escorrer por suas testas.

    - Você é problema mulher, alguém achou uma boa ideia te falar sobre o serviço, então, é o que dizem, eu jogo com as cartas que tenho. - o homem começa a ficar ligeiramente vermelho e sua voz se torna ainda mais rouca - os que você chama de idiotas, são homens de confiança, e você, não inspira nenhuma.[/quote]

    Tim adentra o bar e ouve a voz de Katheryn.


    Katheryn escreveu:- Você é um homem crescido Clegane, está com medo de competir com uma mulher?


    Na mesa, além da mulher, estão Cleagane, debruçado sobre a mesa, e outros dois homens estão em ambos os lados, entre Brannon e o homem que agora responde à provocação com uma gargalhada que mais parece um trovão.

    - Não há competição aqui criança, ninguém te falou? Eu estou dois passos à sua frente, enquanto está ocupada aqui, seu espião está distraíndo os peles vermelhas, facilitando o serviço pra mim. Ele retira os braços de sobre a mesa, se recostando na cadeira relaxadamente - Você ainda tem muito o que aprender.

    Ele retira algumas moedas do bolso e joga sobre a mesa com escárnio - Aqui está, sua parte no serviço, deve ser o suficiente pra pagar uma bebida. - Cleagane se levanta da mesa e seus homens após ele, se dirigindo para a saída, ele acena para Tim com um toque no chapeu - Ela é toda sua, soldado...
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2869
    Reputação : 201
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Re: [Prólogo] Planos

    Mensagem por Bravos em Sab Dez 23, 2017 7:18 pm

    A situação não era boa quanto os nativos resolviam flanquear os exploradores. Era preciso mudar a disposição das peças no jogo. Contra toda intuição, Juan diminuiu um pouco a velocidade, a fim de emparelhar com Asha. Indicou os nativos que se dividiam e com um gesto avisou que iriam virar bruscamente para o lado contrário. Tão só tinha indicado e tido certeza que Asha compreendeu, torceu o corpo indicando ao cavalo o que fazer e ele prontamente atendeu. A mudança rápida de direção seria escondida pela poeira que vinha atrás deles e, com sorte, os índios cavalgariam ainda um tempo seguindo fantasmas.

    Anteayer

    - Sei mais desse povo do que a senhora sabe... dos seus cabelos. - Abriu um sorriso meio sacana. Embora tivesse ficado impressionado com a assertividade da mulher. - Está topado. É o que faço... Qual a situação? - Mas ele era Juan Andrés San Martín e ele não tinha medo de apaches ou ficava assustado com a possibilidade de ganhar uma bolada. - De que terras estamos falando?
    zignon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2764
    Reputação : 112
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: [Prólogo] Planos

    Mensagem por zignon em Sab Dez 23, 2017 8:00 pm

    Asha procura alcançar o cavalo de San Martin, para depois não ficar ouvindo a interminável chacota de que sou fraca, que eu sou mulher querendo ser homem e mandar ele tomar, bem deixa para lá e imersa nestes pensamentos, percebe o cavalo desacelerar e ele fazer gestos bifurcando minha visão para dois pontos diferentes de poeira e vejo que ele é bom mesmo, quando o assuntos são os apaches e entendo as intenções dos apaches e a contra tática proposta por ele e quase como um balé viramos os cavalos em sincronia e corremos na direção contraria, escondidos na poeira que eu tanto reclamava, agora era nossa principal aliada. O San Martin era um filho da puta, mas um filho da puta muito do esperto e eu tinha sorte de estarmos do mesmo lado, tanto eu quanto ele, pois pensávamos com uma sintonia filha da puta e como era.


    MEMÓRIAS


    O passado. Aquela mulher era problema, e apesar de ela ter o mesmo problema que eu tinha, o dela era fora de controle e fazia o San Martin ficar fora de controle também. E quando você não pode com o inimigo finja que está aliado a ele. Maldita hora que eu acreditei nisto e tem um monte de apache na minha bunda me lembrando disto.
    Sky
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 727
    Reputação : 182
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: [Prólogo] Planos

    Mensagem por Sky em Qua Jan 03, 2018 7:42 pm


    Dois dias atrás, Ashtown - Colorado, verão de 1883

    Katheryn respondia o atendente do bar apenas com um aceno positivo. O uísque de sempre, obviamente.

    O tal Juan era do tipo sacana, como quase todos os de seu tipo. Aquilo não impressionava Katheryn, mas pelo menos tinha um mínimo de precaução e não parecia ter medo.

    -Uma mina de ouro, na região dos apaches - falaria mais baixo, somente para que o mexicano escutasse enquanto pegava um mapa velho e sem muitos detalhes.
    -Pegar e levar. Ah, não sou a única que sabe disso, tem outros cachorros atrás desse osso, então tem que ser um serviço rápido e sem rodeios




    Agora, Ashtown - Colorado, Verão de 1883

    - Você é problema mulher, alguém achou uma boa ideia te falar sobre o serviço, então, é o que dizem, eu jogo com as cartas que tenho. - o homem começa a ficar ligeiramente vermelho e sua voz se torna ainda mais rouca - os que você chama de idiotas, são homens de confiança, e você, não inspira nenhuma.

    -Quem confia em cavalo manco acaba por último do mesmo jeito - respondeu, sarcástica.

    - Não há competição aqui criança, ninguém te falou? Eu estou dois passos à sua frente, enquanto está ocupada aqui, seu espião está distraíndo os peles vermelhas, facilitando o serviço pra mim. Ele retira os braços de sobre a mesa, se recostando na cadeira relaxadamente -

    -Oh, que bom que tem tempo então para vir falar comigo, bom velhinho. Mas cuidado, se você ficar na minha frente eu vou ser obrigada a atirar nas suas costas. - deu um sorriso irônico.

    Clegane sai do bar, agora deserto pelo que poderia ter acontecido ali. Katheryn odiava lidar com aquele tipo, lhe lembrava dos homens que lhe condenaram a essa vida de matança.

    -Se os apaches não arrancarem o escalpo daquele mexicano idiota eu mesmo o faço - nem disse oi para Tim. Era claro que estava irritada.

    Gelatto
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1116
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh19.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Re: [Prólogo] Planos

    Mensagem por Gelatto em Qui Jan 04, 2018 7:07 pm

    Tim mantém a postura, aguardando pelo pior. Mas parece que foram apenas trocas de "elogios". Ele sabe que em algum momento este tipo de insulto poderia exaltar os ânimos e levar a uma briga ou a um tiroteio. Não vê uma ameaça aparente, a não ser o homem do bando de Clegane que se posicionara na porta do saloon.

    - Ela é toda sua, soldado...

    Tim responde com uma encarada, em silêncio. Após confirmar que Clegane e seu bando deixaram o local, sem risco de um ataque surpresa do bando, ele se aproxima de Katheryn. Ela estava furiosa.

    -"Há algo que queira me dizer sobre isso?", pergunta, sem rodeios.
    Conteúdo patrocinado


    Re: [Prólogo] Planos

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Dez 18, 2018 12:54 pm