Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Prólogo - E.N.E.M.

    Compartilhe
    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1255
    Reputação : 40
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Nimaru Souske em Ter Jan 02, 2018 7:29 pm


    O primeiro dia ocorreu sem ao menos um aviso. Ao menos era o que todos naquele planeta achavam, com exceção daquele homem.




    Cidades haviam sido destruídas por completo, ruas, casas, prédios e qualquer outro tipo de construção estavam tombados ao chão, assim como vários corpos de inocentes que foram acometidos por todos aqueles múltiplos ataques que fizeram a Terra adoecer. Os solos se racharam e de lá vimes gigantes engoliram veículos e vitrines em muitos centros comerciais. Do céu, caíam chuvas de bolas metálicas do tamanho de um humano adulto, demonstrando sua ferocidade através de olhos vermelhos no centro daquilo que deveria ser seu corpo. Os mares se agitavam com as batidas do nado  de animais abissais que agora reclamavam seu direito à posse do mundo. A pirâmide alimentar, de uma outra pra outra, girou. Os humanos agora eram a caça. Os predadores mandavam em tudo.

    Mas então foi ai que a habilidade humana, que fora responsável por tantos anos de evolução, mostrou sua forma mais sublime. Uma organização chamada H.E.R.O. Association prestou sua grande ajuda para a humanidade. Heróis nasceram ali para ajudar à todos e julgar o mal. Não importasse sua origem, raça, credo ou até mesmo... sua espécie.

    Com a conquista pela paz, uma nova organização mundial foi formada pelo que sobrou do embate. Já nos dias seguintes, presidentes, concelhos e sistemas foram implantados nos locais de resistência de grupos humanos para manter a ordem, todos obedecendo a grande H.E.R.O. Soldados patrulharam o globo julgando aqueles derrotados pelos heróis, aniquilando os invasores e prendendo os de sua espécie sem direito a argumentos. Acreditavam na redenção.

    Todos os que estavam dispostos a ajudar a humanidade junto com a organização H.E.R.O receberam um panfleto que falava sobre a " iniciativa de recrutamento de novos Heróis" que demonstrava em um mapa que o local dos exames de admissão era uma cidade dentro do centro mundial, também conhecido por H.E.R.O. City. No final daquele anuncio, uma frase bastante instrutiva estava escrita:




    NÃO CHEGUEM ATRASADOS, OS PORTÕES FECHAM ÀS 12:00 HORAS.
    Liz Seiryuu
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 83
    Reputação : 46

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Liz Seiryuu em Qua Jan 03, 2018 10:37 pm

    Liz pegou uma pequena bolsinha, onde colocou algum dos seus pertences e o mais importante: Aquele bilhete que falava da H.E.R.O city, para que pudesse se situar da localização daquele lugar que oferecia segurança. E assim, decidiu sair com a sua mamãe. Dava para ver o medo nos olhinhos daquela pequena senhorinha. E Liz também tinha, dentro do fundinho de si, um pouco de medo, havia passado tanto tempo escondida que sair lhe dava um frio na espinha, ainda mais sabendo do perigo que estava correndo. Mas havia de lutar contra aquele medo! Uma futura heroína não deveria ter medo!

    Saindo de casa, sabia que precisava chegar o mais rápido possível na H.E.R.O city. Assim, pegou a primeira bicicleta que achou no quintal da sua vizinha, que havia viajado há algum tempo atrás. Era rosinha, com uma pequena cestinha na frente, e um banquinho traseiro. Logo, com sua mamãe no banquinho, Liz pedalava iniciando seu caminho.

    "Que eu chegue antes dos portões fecharem..."
    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1255
    Reputação : 40
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Nimaru Souske em Qua Jan 03, 2018 11:09 pm

    Abeth parecia ter se desapegado de seu antigo baú, qual era usado para guardar os itens que recolhera desde sua infância por conta das compulsões que sente de ter só para si as coisas quais considera muito "fofinho", como ela mesmo fala. Já fora de casa, olhava para sua mãe que tremia de medo e insegurança, segurando forte em sua mão enquanto falava como se para si mesma.

    Mãe:


    - Liz, minha filha, pra onde você ta levado a mamãe? É muito perigoso aqui fora.


    Logo a menina montou em sua bicicleta, ajeitando sua mãe no banco traseiro abraçada a suas costas, e começou a pedalar rumo à cidade qual era seu objetivo. Seu único guia era o mapa que viera junto ao panfleto que recebera.


    Bicicleta:


    Olhando para o céu, podia-se notar que já era tarde, umas 16:00 mais ou menos e logo seu caminho seria noturno. Seu teste era amanhã, as 12:00 horas os portões fechavam com o rigor que a organização H.E.R.O. era conhecida por possuir. Enquanto escutava os rangidos da bicicleta, Liz apenas podia imaginar se seu caminho, junto  à sua mãe, seria seguro.



    Liz Seiryuu
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 83
    Reputação : 46

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Liz Seiryuu em Qui Jan 04, 2018 12:09 am

    Liz continuava pedalando com sua mamãe no banquinho de trás, e podia sentir o abracinho dela pra se manter firme na bicicleta.

    - Mamãe... Eu vou lhe levar pra um lugar mais seguro do que aqui. Não podemos nos esconder pra sempre.

    Via a tarde ir chegando ao finalzinho, enquanto passava pelas ruas que durante todos esses anos fora o espacinho que Liz mais gostava de caminhar. Mas agora, aquelas mesmas ruas estavam destruídas, marcas deixadas por toda maldade que reinava por ali. Já não havia mais pessoas felizes, comprando frutas, passeando com seus cachorrinhos, até as flores dos jardins haviam murchado e morrido. O que fez com que lágrimas se formassem nos olhinhos de Liz.
    Mas relembrou daquele dia do mercadinho, onde o seu herói fez o gesto de positivo para ela enquanto ela chorava. E isso deu forças para ela. Enxugou suas lágrimas com a barrinha da manga da sua camisa e falou, em sua mente:

    "Eu quero ser forte como ele!"

    E ao repetir isso, aumentou ainda mais a velocidade das suas pedaladas, estando atenta a qualquer perigo que poderia estar naquelas ruas.
    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1255
    Reputação : 40
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Nimaru Souske em Qui Jan 04, 2018 12:54 am

    Apertando mais o abraço, a sua mãe responde.

    - Ta certo, filha... Vou confiar em você. Só... tome cuidado.

    Então encostou sua cabeça nas costas da garota, que continuava pedalando firmemente a bicicleta. Ao seu redor, notava cada vez mais que a cidade estava um caos e era difícil ter ideia do que poderia ter causado aquela destruição que só aumentava cada vez mais enquanto rumava para a saída da cidade que o mapa mostrava. Não havia pessoas e a única prova de que existiram algumas delas ali eram as marcas vermelhas pelo chão. Seja qual tipo de ser poderia ter causado aquilo, não seria bom encontra-lo pelo caminho.

    A lembrança injetou forças pelo corpo da aspirante a heroína e até mesmo fez a velocidade qual a bicicleta se deslocava aumentar consideravelmente, mas cada vez mais o caminho estava cheio de pedras e ia dificultando sua movimentação. A cada pedalada que dava, via mais e mais rochas, cada vez maiores, como se elas tivessem brotado do chão por algum motivo que ela ainda desconhecia e, ao passar bem próximo de uma grande rocha que se encontrava em meio a via que estava, viu que sua mãe lhe apertara ainda mais forte quando exclamou em tom choroso.

    - Liz, O que é AQUILO?

    Sem parar de pedalar e já se encontrando na rua principal que se interligava com a saída da cidade, podendo ser vista já no horizonte, Liz virou rapidamente seus olhos para averiguar o que espantara tanto sua mãe e então avistou algo que estava eclodindo da pedra maciça.

    Monstro Perseguidor :






    Aquele ser robusto mal pôs as patas no asfalto da rua e já pôs-se a disparar em direção à bicicleta em que mãe e filha estavam. Parecia ser pesado, mas ainda assim era muito ágil e talvez conseguisse superar a velocidade daquele pequeno veículo.

    Liz Seiryuu
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 83
    Reputação : 46

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Liz Seiryuu em Qui Jan 04, 2018 10:16 pm

    "Eu vou cuidar da gente, mamãe..."

    Pensava Liz enquanto pedalava o mais atenta possível no caminho, e sentia o abracinho da sua mamãe.
    Quando notou aquelas marcas de sangue no chão, naquele caminho tortuoso. O que fez com o que o peito de Liz apertasse em tristeza. Aquelas manchas não era um bom sinal, Liz sabia disso. Sentiu o abraço da sua mamãe apertar-lhe mais forte ainda, e viu aquele monstro, que corria em direção da pequena bicicleta, o que fez com que Liz arregalasse os olhos de tanto susto que teve. ⊙_⊙

    Imediatamente, Liz usou toda a força das suas pernas para pedalar, pedalar MUITO! Aqueles anos todos fazendo exercícios, comendo saudável precisavam lhe ajudar naquela hora para fugir daquela coisa. Não podia deixar aquele monstro a alcançar, e ainda mais, ALCANÇAR A SUA MAMÃE!

    - Mamãe, se segure em mim!!! Precisamos sair daqui!
    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1255
    Reputação : 40
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Nimaru Souske em Qui Jan 04, 2018 11:02 pm

    Seus músculos foram ao máximo junto com as engrenagem que faziam movimentar as rodas da bicicleta que rangia pelo peso das duas ali em cima que agarravam-se a si mesmas e a esperança de conseguir fugir do perseguidor. Mas o cuidado que Liz tivera com seu corpo durante esses anos foi recompensado naquele fim de tarde e, sem ao menos perceber, conseguiram passar pelo portal da cidade e finalmente adentrar pela estrada principal.

    - EBAAAA, FILHAAAAA, CONSEGUIMOSSS!!! NA VERDADE, VOCÊ CONSEGUIU. Sua mãe, ainda abraçada em suas costas, lhe da um beijo na parte de trás da cabeça. Muito obrigada filha. Liz consegue escutar que o tom de sua voz ainda estava choroso, mas não parecia tristeza.

    Ao olhar para trás a garota podia ver que o monstro não mais perseguia a bicicleta pois estava na boca de um de sua mesma espécie, seja lá qual for, que rumava de volta para a cidade. Parecia que o local onde nascera não lhe pertencia mais, agora era daqueles bichos monstruosos como a peste.

    Passou a viagem toda pedalando enquanto via que o caminho não lhe parecia tão destruído quanto a cidade, até mesmo parecia intocado por todo aquele caos instaurado pela região. Seu corpo cobrava pelo esforço, mas sua mente teimava em desistir e assim continuou a pedalar até mesmo quando tudo ficou escuro, apenas restando as luzes dos postes, alguns pontos iluminados do que seriam postos de gasolina e o frio da noite que vinha junto ao vento.

    Após um bocejo, sua mãe falou.

    - Liz, você deve estar muito cansada. Temos que encontrar algum lugar para descansar já que continuar essa viagem noite a dentro é ainda mais perigoso, imagine sem dormir e recuperar seu estado físico.

    Rolagem:


    Se aceitar e for procurar um local, role D20 + 2 com dificuldade de 10

    Qualquer outra alternativa, eu informo a rolagem depois do seu post

    Liz Seiryuu
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 83
    Reputação : 46

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Liz Seiryuu em Sex Jan 05, 2018 4:41 pm

    Seu coração batia forte, como nunca antes havia batido. Olhou para trás e viu que não estava sendo mais seguida, o que fez com que desse um suspiro aliviada, e logo abriu-se um sorrisão grandão no seu rosto.

    - Viu mamãe??? As corridinhas que eu fiz deram certo!!!!! Você viu mamãe???? - Liz falava, animada e ainda com a adrenalina correndo no seu corpo após tanto esforço físico.

    "Com certeza eu daria orgulho para o meu herói se ele visse o quão rápida consegui ser!"

    Continuou pedalando pela cidade, até o momento em que a adrenalina foi se dissipando no seu corpo, e cada vez mais seus músculos doíam e ficava cansada. Olhava para o céu, que já estava negro e sem estrelas. Será que até mesmo as estrelas estavam se apagando para não ver aquele caos?

    Ouviu o bocejo da sua pequena mamãe, e acabou bocejando também. Até o momento, estava lutando para que não sofresse o ataque dos bocejos e seus olhos se enchessem de lagriminhas de sono, mas naquela hora, não resistiu.

    Liz pensou durante alguns minutos sobre a proposta da sua mamãe.

    - Sim, mamãe... - falava, com a voz agora baixinha, e lentamente pelo cansaço - vamos procurar. E quando o primeiro raiozinho de sol nascer, sairemos. Precisamos chegar no nosso local seguro até meio dia.

    Seu corpo doía, seus músculos estavam quase fraquejando, sabia que precisava daquele descanso. E também que sua mamãe precisava.
    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1255
    Reputação : 40
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Nimaru Souske em Sex Jan 05, 2018 7:21 pm

    Sua mãe concordou apenas acenando coma  cabeça, ambas sabiam que não podiam ter o luxo de permanecer ali por muito tempo e qualquer raio de sol deveria ser aproveitado. Andaram, andaram e andaram por um bom tempo procurando o local e a cada hora que passava o corpo começava a desligar suas funções e os locais iam ficando mais e mais perigosos, nem mesmo os postos de gasolina poderiam lhe servir de abrigo seguro pois não existiam mais estruturas fechadas, apenas prédios demolidos por uma grande força misteriosa. Acabaram sentando-se em meio a um desses escombros já que naquele momento, não se podia mais enxergar nada ao redor que fosse muito ao longe, apenas os restos da construção que as rodeavam naquele momento que ainda recebiam a pouca luz do horizonte. Não conseguiam se enxergar ao menos que estivessem muito próximas e Liz já podia notar que sua mãe permanecera bastante calada nesse tempo.





    Rolagem:



    Role D20 com dificuldade 15

    Você pode fazer outras coisas livres nesse tempo (de acordo com sua imaginação) e as rolagens vou informar de acordo com seu próximo posto, mas essa rolagem que pedi agora é referente ao desenrolar da noite.

    Liz Seiryuu
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 83
    Reputação : 46

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Liz Seiryuu em Sex Jan 05, 2018 7:58 pm

    Mesmo tendo procurado, Liz e sua mamãe não acharam nenhum lugar que fosse seguro. Sentadas em meio a escombros, sua bicicletinha estacionada ao seu lado, tentava não fazer barulho enquanto abria sua bolsinha que trouxera e pegou uma pequena garrafinha de água, dando um pequeno golinho. Não era o suficiente pra matar a sua sede, mas era melhor do que nada, e precisava dar para sua mamãe também.

    - Mamãe... Está acordada? Quer água? ... Me desculpe por não ter achado lugar melhor, mamãe. - Falou, sussurrando, sem conseguir enxerga-la bem. Sabia que onde estava era perigoso, e tentava falar o mais baixinho possível para não atrair nenhum outro monstro que pudesse estar por perto.
    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1255
    Reputação : 40
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Nimaru Souske em Sex Jan 05, 2018 9:06 pm

    - Ah, quero sim filha, obrigado. Sua mãe responde em tom baixo, como se estivesse já sem forças para falar.

    Logo ela pega a garrafa e solve alguns goles daquele líquido, não parecia estar com cede.

    - Não fale assim, você nos salvou. Dependendo de mim estaríamos em casa, esperando algum milagre... agora é rezar pra quem quer que esteja olhando pra nós la de cima e pedir para que a noite seja melhor que o nosso dia. Fala enquanto se aproxima da filha, tentando lhe dar algum calor de seu corpinho um pouco avantajado em questões de gordura, para, assim, aquecer a dupla que se encontrava perdida na imensidão negra da noite.

    Passaram, assim, toda a noite. Juntas. Brigavam com o sono, levantando as sobrancelhas para evitar que a cada piscada seus olhos se fechassem perante o sono sorrateiro... até que em um momento de pequena distração, piscaram e ao abrir os olhos já viam a luz do sol no mesmo horizonte que ainda pouco era tão misterioso quanto o fundo do mar. O corpo podia não estar em suas melhores condições, mas já ajudava no caminho que as duas tinham que enfrentar.

    - Acho que ele nos escutou... Bom dia filha. Fala sua mãe, com um sorriso de alívio no rosto






    Rolagem:
    Role D20  com DC 10 caso for voltar a pedalar agora.

    Caso vá fazer outra coisa, só postar que informo o que rolar

    Liz Seiryuu
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 83
    Reputação : 46

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Liz Seiryuu em Sex Jan 05, 2018 9:39 pm

    Liz pega de volta a garrafinha de água, e toma mais uns golinhos, guardando em seguida na sua bolsinha. Ouviu o que sua mamãe falara, e absorveu, quietinha. O cansaço já não lhe permitia falar mais nada. Apenas se encostou nas gordurinhas da sua mamãe, pegando um pouquinho do seu calor, enquanto tentava ficar acordada. Tarefa difícil. Em um piscar de olhos, o sol nascia e viu aquela paisagem a sua frente. Seu corpo não estava 100%, mas já era o suficiente para conseguir pedalar. E não podia desperdiçar tempo, tinha hora marcadinha para chegar na H.E.R.O city. Se perdesse aquela oportunidade, o que ia ser da sua mamãe?

    - Bom dia mamãe. - Liz sorri. - Vamos continuar nosso caminho, hoje é o grande dia, mamãe! - E se prepara, juntamente com sua mamãe na bicicletinha, voltando a pedalar após uma série de alongamentos que fazia desde suas corridinhas. Estava com um sorrisinho no rosto, mesmo ainda um pouco sonolenta, lembrava do seu herói e de como cada vez mais ela estava mais perto de se tornar uma heroina!
    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1255
    Reputação : 40
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Nimaru Souske em Sex Jan 05, 2018 10:43 pm

    As duas rumaram todo o caminho, sempre sendo guiadas pelo mapa que Liz carregava. Pelo caminho, viram a paisagem que já haviam visto pois moravam por ali por perto e certamente ja saíram antes de sua cidade por aquelas vias... mas era como se a natureza estivesse mais viva que antes, como se as plantas respirassem mais livres o ar que parecia mais leve. Tudo estava em seu auge. Era estranho como aquilo parecia melhor depois de toda confusão que alastrou a Terra. Mas em meio dessa paisagem, também haviam feras, monstros, não eram como animais que Liz ou sua mãe eram acostumadas a observar mas, vendo aqueles seres agindo em sua normalidade como se ali fosse seu lar desde sempre fez com que aquelas duas pessoinhas que ainda se moviam em cima de uma bicicleta rosa percebessem que elas que estavam invadindo um território que não mais as pertencia, nem a qualquer outro humano. Conseguiram passar sem serem notadas ou seguidas pelos bichos e já podiam ver um grande muro no horizonte, talvez fosse seu objetivo.

    O mapa confirmava: era H.E.R.O City



    O portão, que mais parecia uma conjunção de vários portões de tamanhos diferentes, estava totalmente fechado e em sua frente estavam dois homens que, provavelmente, seriam aqueles responsáveis por guardar sua entrada.


     


    Quando a bicicleta de aproximou, o maior, que estava em pé, mostrou a palma da mão direita como um "Pare" e falou com uma voz forte.

    - Digam quem são e o que querem nessa cidade.

    Estranhamente o menor continua sentado na mesma posição de antes.
    Liz Seiryuu
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 83
    Reputação : 46

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Liz Seiryuu em Sex Jan 05, 2018 11:52 pm

    Liz pedalava, encantada com aquele lugar, até mesmo sentia sua respiração mais leve ao adentrar aquele local. E, chegando em frente ao enorme portão, desce da sua bicicletista junto com sua mamãe, e observa aquele grandão dentro de uma armadura, que faz um sinal para que elas se apresentassem.

    - O meu nome é Liz! Liz Abeth, senhor! Estou aqui para a convocação de novos heróis! E essa senhorinha é a minha mam... - Ao falar, Liz desvia o olhar do moço grandão e nota a pequena criaturinha felina também com uma armadurinha, o que faz pausar a sua frase. Logo, seus olhinhos enchem de brilhinho, e no seu rosto se forma um leve sorrisinho.

    (❤️ω❤️)

    Liz adorava gatinhos. IMAGINA UM GATINHO DE ARMADURINHA! (❤️ω❤️)


    (❤️ω❤️)

    Depois de segundos em apreciação daquele felino fofinho, Liz se deu conta que não terminara sua frase e volta a falar, olhando pro moço grandão, mas de vez em quando dando umas olhadinhas rápidas para o gatinho.

    - Minha mamãe! Essa é senhorinha é a minha mamãe. Trouxe ela comigo, para que pudesse lhe dar proteção.
    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1255
    Reputação : 40
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Nimaru Souske em Sab Jan 06, 2018 2:41 am

    No mesmo momento que Liz olha para o comandante Gath'u e enche-se de uma sensação estranha de encantamento por aquele ser, nota que sua mãe já estava agarrada a ele, esfregando sua bochecha nas do comandante que quase caí de cima do pequeno rochedo qual está sentado. Ele prontamente fala para seu subordinado que estava em pé a sua frente.

    - Guarda, por favor, faça essa mulher se recompor. Em sua fala, uma grande educação e uma habilidosa oratória.

    Nesse momento, o guarda pega gentilmente a senhora e a recoloca na garupa da bicicleta.

    - Me desculpe... eu não sei o que deu em mim. Fala a senhora que estava com as bochechas vermelhas de vergonha.

    - Humrum... Pigarreia o pequeno felino em sua armadura. Então as duas vieram para o teste de admissão ?

    O guarda o responde prontamente.

    - Sim, senhor, foi isso que elas falaram.

    Já encontrava-se em continência, perante seu superior.

    - Mas vejam bem, eu estou aqui como Comandante e chefe da defesa desse lugar pois estamos em um momento que muitos vem até nós e nem todos podemos deixar entrar. Então esse é meu papel aqui, admitir quem entra ou não. E sua história já começou bastante confusa na parte que toca a proteção de sua mãe. Me faça um favor e prossiga em sua explicação do que quer especificamente adentrando aqui.

    O Felino, agora de pé, permanece em uma posse robusta e forte, no limite que sua figura lhe permitia ser, ainda apoiando uma grande lança em seu ombro. Os olhos pareciam buscar a verdade dentro da menina.

    Talvez a verdade envolvesse tempo e a estranha relação entre os portões à sua frente estarem fechados e sua possibilidade de ainda participar do exame.

    Liz Abeth não sabia quanto demorara desde que saiu de casa.
    Liz Seiryuu
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 83
    Reputação : 46

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Liz Seiryuu em Seg Jan 08, 2018 11:57 am

    Liz vê sua mamãe atacando o felino, o que lhe arranca um risinho bem baixinho. Apesar do tamainho o pequeno de armadurinha falava em tom firme. E isso só derretia mais o coraçãozinho de Liz. Até sendo difícil dela prestar atenção realmente no que ele falava. Mas com muito auto controle, conseguiu entender ao menos uma partezinha.

    - Gatinh... Senhor comandante, eu venho aqui para a convocação de novos heróis! Quero ser uma heroína e ajudar a cuidar desse caos que está no nosso mundo! - Ao falar isso, Liz pega sua bolsinha e retira de lá de dentro, o planfleto que havia chegado em sua casa, e aproximou do gatinho.

    - Esse bilhete chegou até minha casa. Vi que aqui teria essa convocação e a promessa de um lugar seguro. Por isso trouxe a minha mamãe comigo. Pretendo ser uma heroína e poder deixar ela alojada na H.E.R.O city para ser protegida. - Liz fez uma pequena pausa, e olhou para baixo, um pouco entristecida. Não queria que nada desse errado para arrumar um cantinho seguro para sua mamãe ficar. E logo olha para o felino, com os olhinhos cheios de lágrimas.

    - O senhor tem família? Sabe o que é ter de proteger alguém muito especial?



    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1255
    Reputação : 40
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Nimaru Souske em Seg Jan 08, 2018 5:49 pm

    - Vejo que você recebeu um dos panfletos que enviamos para todos os endereços da região... mas mesmo assim isso não prova seu merecimento. Gath'u devolve em tom não tão severo como no inicio, parecia perceber a inocência da garota. Mas não iria, logo ele, fraquejar diante disso.

    - Mas você conseguiu conquistar minha atenção com sua proposta honrosa de trabalhar conosco como pagamento da estadia de sua mãe,
    então saiba que toda conquista financeira que conseguir sera direcionada aos nossos fundos pela proteção e locação de sua mãe em nossas terras, caso, claro, eu aceite seu pedido.
    Ele sorri um pouco, enquanto o soldado ao seu lado permanece imóvel.

    Passou-se um rápido momento em que seu semblante carregava um intenso pensamento profundo, até que quebrou o silêncio.

    - Mas tentar apelar para minha emoção foi um truque que não me agradou, mocinha. Virou-se para o guarda. -
    Leve a senhora e deixe a mais nova.
    E então virou-se para entrar no portão que parecia abrir diante sua presença.

    O Guarda prontamente respondeu.

    - Sim, Senhor.

    E foi até a bicicleta, estendendo os braços para comportar a senhora em seu colo. A Mãe de Liz relutou um pouco mas, ao soldado lhe cochichar rápidas palavras em seu ouvido , acalmou-se e pareceu deixar-se levar.

    Em um piscar de olhos todos entraram e Liz ficou ali, vendo apenas o imenso portão fechado à sua frente.
    Liz Seiryuu
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 83
    Reputação : 46

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Liz Seiryuu em Seg Jan 08, 2018 7:13 pm

    Liz ouvia o que aquele pequenino comandante falar, e ouvia tudo caladinha, absorvendo e pensando que aquela era a hora de se mostrar merecedora, tendo a força e coragem do seu grande herói! Nesse momento, só vinha em sua mente aquela cena dele fazendo aquele gesto para ela...




    Suas bochechinhas coraram com o gatinho falando do seu desagrado, o que fez ela falar, bem baixinho, envergonhada.

    - Me desculpe, senhor, não quis lhe ofender. :c

    Mas logo deu um grande sorriso quando viu que o gatinho gostou da sua proposta, e logo em seguida, vendo sua mamãe nos braços do moço grandão sendo carregada para dentro, Liz fala, olhando para sua mamãe.

    - Você vai estar segura, mamãe...

    E de tão extasiada com a ideia de que sua mamãe agora poderia estar segura, só deu conta de si quando ouviu aqueles grandes portões se fechando. O que fez com que ela inclinasse a cabecinha pra o lado, como um cachorrinho que fica sem entender bem o que tá acontecendo. E logo, deu batidinhas no portão.

    - Senhor gato... O senhor esqueceu de mim aqui fora?... É.... O que eu devo fazer? ... Senhor gato?
    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1255
    Reputação : 40
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Nimaru Souske em Seg Jan 08, 2018 7:53 pm

    Os portões continuaram fechados e nas lembranças de Liz, a resposta a sua pergunta vinha como um eco do que o Comandante Gath'u falara para ela: Seja merecedora.

    Passou-se algum tempo, mas o silêncio continuara acompanhando a garota de frente ao enorme portão. Mas não fora para sempre, logo vira que em cima da pequena pedra em que o comandante estava sentado existia uma folha de papel rabiscada e, ao se aproximar, notou que algo estava escrito:

    "NÃO VAI ENTRAR? OS PORTÕES FECHAM ESTRITAMENTE AS 12 E, PELO SOL, NÃO VAI DEMORAR PARA CHEGAR A HORA. SUA MÃE ESPERA ANSIOSAMENTE."

    Quem havia escrito aquilo e quando?

    Liz não sabia, apenas podia notar que sua reação parecia já ter sido prevista e que eles ainda esperavam a sua prova de ser merecedora.
    Liz Seiryuu
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 83
    Reputação : 46

    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Liz Seiryuu em Seg Jan 08, 2018 9:09 pm

    Liz viu aqueles rabiscos e aquela frase no papelzinho e a cabecinha que já estava inclinada, se inclinou mais ainda. O que danados Liz teria que fazer?

    Ficou um tempo em silêncio com a carinha de quem tá perdidinha. E ficou pensando, pensando... Até que surgiu uma ideia na sua mente. E logo, pegou dentro da sua bolsinha uma sacolinha rosa clarinho. E de lá, tirou uma pequena folhinha de sakura.

    - Senhor gatinho... Eu não sei se o senhor está me vendo, mas aqui na minha mão tem uma arminha criada por mim mesma para usar nas minhas missões como heroína - Falava, com a voz quase que gritando para que onde quer que o gatinho esteja, pudesse lhe ouvir. Suas bochechas estavam rosadinhas de vergonha, pois nunca havia falado de sua criação pra ninguém - Desde pequenininha, sabia que iria precisar de uma arminha para usar quando eu fosse heroína... Peguei folhinhas de sakura da frente da minha casa e transformei elas no que chamo de Sakuren! São folhinhas de sakura que consegui deixar bem afiadinhas com técnicas de origami... - Fez uma pequeninha pausa na sua fala, a sua vergonha cada vez aumentava um pouquinho. - E assim, posso usar a minha invençãozinha para lutar contra os inimigos! E posso lhe mostrar como usar, se o senhor quiser ver... Talvez o senhor possa gostar. Foi eu que fiz!

    Liz olhava pro portão, com os olhinhos brilhando e bochechinhas queimando de vergonha. Esperava que o senhor gatinho estivesse lhe escutando.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Prólogo - E.N.E.M.

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Ago 21, 2018 8:53 am