Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Parte lll: O olho que Tudo vê

    Compartilhe
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Ter Set 18, 2018 10:47 am

    Myrella:
    Enquanto se apoia para se levantar, Myrella percebe que sua tontura esta longe de ser ligada aos seus ferimentos, que de fato já estão praticamente cicatrizados.

    Em completa tensão, ela sente que é a Wyrm que preenche o lugar e mais do que isso... Quando evoca seus sentidos mais profundos sobre a Tellurian Tanto Erik quanto Abigail parecem estar sendo sustentados por uma força cadavérica obscura.

    O elevador para em um dos andares do prédio enquanto Myrella se recupera e cochicha para o irmão tentando ver se o mesmo também não tinha sido afetado de alguma forma. Ela então tenta se lembrar se já tinha visto algo parecido com o que os seres diante dela tinham.

    Todo luxo da decoração do apartamento e seus conhecimentos profundos a fazem lembrar da "falsa trindade" que a Wyrm criou ao redor de si mesma sobre a Devoradora de Almas. Uma entidade que atormenta a fome da ganância, luxúria e gula.

    Ela se recorda que os vampiros estão sob a égide da Devoradora de Almas. A Wyrm reflete na Devoradora de Almas uma compreensão de por ela restaura o equilíbrio original da Tríade. A quantidade de mágica estática no ambiente era intensa, por isso a Verbena levou alguns segundos para organizar as informações que chegavam até ela, mas tudo foi ficando evidente conforme ela conseguiu catalogar os fluxos e tipos dessas energias quintessências...

    Quando Myrella comenta para o irmão aguardar para não haver por hora derramamento de sangue a nítida a conexão de Abigail com o vampirismo se faz clara, especialmente quando Myrella em sua tentativa de impedir Abigail de usar de violência percebe que na verdade um poder de Dominação mental foi usada sobre ela sutilmente para se afastar enquanto as duas conversavam e é por isso que ela ficou tonta.

    Abigail: -Eu tenho sede,você já se alimentou, Erik?

    Erik:-Esse lugar... Eu... já estive aqui.


    Zhao Wu Li: -Sim, já esteve... Foi aqui que Arctus e os filhos da Anarquia lhe deram uma nova vida... Ou melhor, uma sobrevida depois dos Fenrir nazistas quase terem te matado. Sua reunião foi aqui! Não se lembra? E agora vão me explicar o que fizeram com Jasmine, cadáveres nojentos.

    Abigail: -Nós? O que você faz aqui? Esse quarto é meu!

    Zhao Wu Li: -Minha discípula se tornou um morto-vivo igual vocês... me explique o que houve com ela....! Agora!

    Motorista de aplicativo: -Por favor, gente! Deixa eu ir! Eu só fiz o que me mandaram...

    Zhao Wu Li: -Eu quem mandei. Ordenei para que meus empregados trouxessem vocês aqui alterando o destino do aplicativo. Eu sempre soube onde Abigail morava e agora... Me expliquem o que houve com Jasmine!

    Erik fica zonzo, aparentemente assustado e fora de si, conversando sozinho palavras sem muito sentido...

    Vocês notam que Jasmine esta deitada sobre a cama de Abigail, inerte.

    Abigail: -Eu não sei do que esta falando! Nós salvamos sua "namoradinha"...Eu tenho sede!

    E com isso ela segura a motorista, tentando abrir espaço para acertar o pescoço da garota com duas presas enormes que surgem de sua boca.
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 356
    Reputação : 4
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Freya Stormborn em Ter Set 18, 2018 3:06 pm

    A excelência suprema consiste em vencer o inimigo sem ser preciso lutar.
    Mas que inferno! Vampiros... Ou sei lá como deveria chamar os dois. Não importava agora e as coisad estavam ficando cada vez piores. Aquela chinesa que levara a garota enferma estava ali e assumia ter nos enviado ao lugar, enquanto a garota do Uber só queria ir embora e Jasmine jazia na cama. Morta? Pelo menos parcialmente. Lembrava bem do braço dela... As coisas iam ficar muito ruins e em um ritmo mais rápido do que a velocidade da luz.

    - Ei, não foram eles. Quando chegaram, ela já estava assim. Foi algo que aconteceu na Umbra... O braço dela... Eu sou Verbena... Ele já estava completamente morto antes, maculado pela Wyrm... E não é o único aqui. - A declaração foi seguida de um olhar nada sutil para Abigail e Erik enquanto ficava alerta. Se o loiro parecia controlado, não poderia dizer o mesmo das duas. Olhei para a motorista e esperava que a discussão da maga com a esfomeada fosse suficiente para encobrir meus lábios se movendo em silêncio para formar um "corre" para a motorista e indicar a saída enquanto pensava no que fazer.

    - Todo esse ódio não faz bem para a alma e a mente, senhorita... E, se queres culpar a alguém, seria ilógico esquecer que o verdadeiro inimigo ainda é o Escorpião. Erik e nossa companheira loira ajudaram a derrotar aquele maldito formosi e tira-la do hospital antes que aquele desgraçado transformasse Jasmine em algo ainda pior. Não morro de amores por mortos-vivos, mas sua aprendiz ainda pode ser salva.

    Eu só não sabia como ou o que tinha acontecido com ela, mas acreditava não ser mesmo culpa de Abigail ou Erik. Seja o que fosse, provavelmente havia sido causado por Escorpião e durante a inconsciência da chinesa. Não poderia deixar dois inocentes levarem a culpa por isso e... Interrompendo meus devaneios, vi a total incompreensão na expressão de Erik. Abri e fechei a boca algumas vezes antes de tomar uma decisão. Como poderia querer que a maga acreditasse em salvação se eu agisse de forma contraria?

    - É Erik, certo? Sabe o que é a Umbra? Wyrm? Formosi? - Nada. Suspirei e ajeitei as roupas. Pelo visto teria que explicar algumas coisas a ele para coloca-lo efetivamente na conversa. - A Umbra, para fins práticos, é mundo espiritual, tão grande ou ainda maior que o físico. Lá, espiritos e outras coisas coexistem, mas não diria que de forma pacífica. Dificilmente é pacífico. A Wyrm... É complicado e não temos condições adequadas agora para que te explique tudo detalhadamente, mas precisa saber que ela se tornou corrupta e quer destruir tudo, ao invés de apenas os excessos. Para isso, ela mácula, corrompe e estraga tudo. Não se ofenda, mas aqueles tocados por ela costumam ser seres detestáveis, egoístas e sanguinários. Torço de coração que vocês sejam uma exceção... E formosi. Lembra dos espíritos? Alguns se aliam a Wyrm para destruir o mundo que conhecemos e possuem humanos. Sua alma perde o controle do corpo e a vontade, sendo forçada a se assistir fazendo coisas que não quer... são guerreiros habilidosos, como viu no hospital, mas tomados pela maldade e desejo de destruir. Não sei o que você é de verdade, Erik, mas se estiver disposto a lutar contra a destruição e sofrimento de tudo que você conhece aqui, posso te ajudar e ensinar o que precisa.

    Um sorriso suave surgiu em meus lábios ao sugeri. E notei que era meu lado mais... filantropo falando. Virei-me para a maga e a vampira, um pouco irritada. Eu não queria que a humana virasse comida e não queria que as duas se matassem, mas a vampirs tinha fome e aquilo dificilmente terminaria bem.

    - Não sei o que Jasmine te contou, mas isso tudo é mesmo necessário? E você... Não, acho que não vou fazer isso. Parece longe demais até pra mim.
    (C) Ross
    Jim Jones
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 6

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Jim Jones em Ter Set 18, 2018 9:37 pm

    Ainda no chão o chute de Ford não foi efetivo, ele não conseguiu achar uma posição efetiva para pegar o impulso necessário. Ele vê a luz se acendendo acima de si e por um momento pensa que é como se holofotes se ascendessem para ele. A luz se comporta aos olhos de Ford como se estivesse viva, como se dançasse sobre eles. John se perguntava se estava ficando louco, no breu, fora dos "holofotes" era impossível para Ford enxergar alguma coisa, apenas sombras se movendo, incapaz de perceber o que estava acontecendo fora de sua luta particular sua unica opção era derrotar a palhaça primeiro.

    A garota usa o balão como distração e no momento em que ele explode enxurrando o filho do etér de sangue.Nesse momento inconscientemente Ford passava a sua lingua em seus lábios, tentando sentir o sangue que o banhava, na esperança que talvez fosse aquele sangue. Mas as chances eram muito baixas. apesar de tudo a distração foi eficiente agora Ford via apenas a si mesmo naquela luz bruxuleante que parecia não se acalmar.

    John se levanta em posição de defesa, segurando a faca a frente de seu corpo. Sem ver nada nem ninguém ele se concentra em seus sentidos, pelo menos as vozes tinham parado, mas ele não acreditava que continuaria assim por muito tempo. Pouco a pouco sua visão foi se acostumando a escuridão, seus ouvidos pareciam estar mais aguados, até seu olfato parecia estar mais apurado, ele achava isso estranho, o mais estranho era a sede que ele começava a sentir, que agora aumentava de patamar uma vez mais. Ele começa a procurar pela palhaça, na verdade por qualquer um, tentando identificar os vultos que dançavam a escuridão.

    -Maissss...- Ele ouve uma voz arrastada dizer em sua cabeça, era aquela voz familiar, cada vez mais presente, mais perto.

    off:
    1 pt de sangue pra ativar auspícios

    Sangue 6/10
    Quint. 1/4

    Percepção(2)+Prontidão(2)
    Jim Jones efetuou 4 lançamento(s) de dados (d10.) :
    8 , 3 , 9 , 5
    Portuga
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2066
    Reputação : 2
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Portuga em Qua Set 19, 2018 12:23 am

    Tudo acontecera tão rápido que ainda estava atordoado...tentando conectar os muitos pontos desconexos...nada...não adiantava, mesmo tentando organizar e arquivar suas lembranças, tudo era psicodélico demais, a única certeza por hora era limpar a porra do meu rosto, foda-se, não ia encarar o chefão e sair na rua com o rosto zoado! (não precisaria nem mencionar que também não seria inteligente, muitos podiam reconhecer o significado por trás do pó branco) Além disso o rosto que papai e mamãe me deram era sagrado!

    - Os adeptos apareceram no registro? O que isso significa? Quem exatamente? Estamos comprometidos? não pude evitar de arregalar meus olhos em espanto - Mas que PORRA!, sempre tinha sido cauteloso em relação aos códigos e além disso AVA não é algo qualquer, com seu poder de processamento...como algo assim...!? Meus pensamentos só tinham sido interrompidos pela ligação dos próprios, meus ouvidos quase não podiam acreditar naquilo, eles ajudar? Desde quando se tornaram tão prestativos!? O clube, Arctus, talvez ela tivesse pedido uma ajuda...seria o mais provável...enfim não tinha tempo pra averiguar os detalhes, e no fim toda ajuda era bem vinda, e como dizem, tive que ta ganhando não se meche...

    - AVA, vou ser bem honesto, pra mim tudo tá meio confuso...essa história dos adeptos vou verificar depois como ocorreu e esses arquivos: fase Hastur, lago Hali...cara, você e aquela máscara querem fazer com que eu perda minha sanidade né!? Bem vamos ver isso depois, ta quase na hora da ação... - No fim, Daniel olhou-se mais uma vez no espelho, deu dois tapas de leve,um em cada lado, olhou firme para o espelho do banheiro e logo um sorriso apareceu em seu rosto, era hora do show e ele precisava estar confiante, os tapas tinham sido para acordar, lembrar do seu objetivo e afastar as dúvidas, Logo, tinha saído do banheiro, com seu andar casual, mas transbordando confiança.


    Olhei nos olhos de Ron, firme, logo um sorriso apareceu em meu rosto...

    - Deixe um carro preparado pra mim, vou precisar ir pro hotel quando for descoberto,as chaves podem ficar com a atendente se você for sair, vou ficar nas redondezas, mas por motivos óbvios não vou ficar aqui dentro, vou levantar muitas suspeitas...concorda!? Em 5 minutos estou dentro, mandarei o Link da Streaming das câmeras pelo Zap para os envolvidos! , sem se quer esperar pela resposta, me virei e rapidamente caminhei para saída, meu destino seria aquele mesmo lugar, o qual tinha usado para espionar o bar, quando tinha visto a proposta de emprego, a visão era boa de ambos os lados, enquanto me mantinha longe dos olhos dos transeuntes e curiosos.

    - AVA, vamos começar, fique alerta! E atenta ao fluxo de quintessência, se desconfiar de algo, use a aura de azar, você será minha última defesa, conto contigo

    Em um último suspiro, havia limpado minha mente e começado a teclar furiosamente, preparando os códigos e o acesso a backdoor do hotel, passaria as câmeras rapidamente, procurando pelo Escorpião...minhas mãos pararam um momento, logo voltaram a balançar e a executar os gestos para a invocação do espírito mensageiro, por fim 5 estares de dedo se deram ao redor do ar, num movimento circular, cinco estares para cada sentido compartilhado com o espírito.

    - Vá agora, seu alvo, está aqui

    Primeiro vamos começar, com: " Senhor, quero um acordo! Podemos nos ajudar mutuamente!"


    TESTE ARETE
    Portuga efetuou 2 lançamento(s) de dados (d10.) :
    3 , 7
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Ter Set 25, 2018 2:31 pm

    Myrella:
    A primeira coisa que Myrella percebe enquanto se põe a explicar o mundo espiritual para Erik é a total ausência de consciência dele, seu conhecimento médico e do oculto a faz pensar se a insanidade temporária sobre o aliado não é algo da Wyrm.

    Gael já preparava para enfiar as garras em alguma das duas abominações, mesmo com a irmã tentando apaziguar as coisas...

    ...mas ao ver que a ira da mestra Akasha de Li é quem esta se movendo em direção para golpear a Verbenna e antes que esse ataque se desfira, ele se transforma imediatamente em Crinos e bloqueia com seu corpo o soco que seria direcionado nela.

    Nisso um volto imenso de ataques, cortes e sombras se inicia entre Abigail, Gael e Jasmine se levanta... Por uma fração de segundo, tudo que Myrella consegue ver sem ter velocidade para reagir é uma rápida batalha entre Abigail e Li... Da qual Gael tenta livra-la a todo custo.
    Daniel:
    Daniel se sente confuso, com medo de ter sido desleixado, mas Ava responde que não. Ele sente que talvez nada disso seja real.
    Off: Dois pontos de Paradoxo.

    AVA:-Eles estavam vigiando aquele lugar onde vimos a Máscara, pelo que rastreei das contas deles, são um pequeno grupo de Adeptos, o mesmo que percebeu nossa aproximação no Plazza. Eles vigiavam o lugar pelos mesmos motivos que a gente, estavam tentando imaginar como pegar o dono do lugar desprevenido... Nunca imaginaram que tinhamos como derrota-lo. Eles querem ajudar... Pelo menos em esconder nossas ações... Eles continuam nos odiando, mas odeiam o Escorpião muito mais. Só quiseram nos avisar que vão ajudar a cobrir nosso sinal, eu mesmo já peguei o IP verdadeiro deles... Se quiser, podemos depois ir até onde estão.

    As cartas estão na mesa. Apesar da sensação estranha provocada pela Máscara, os locais que Daniel visitou julgando ser um jogo e as cores verde e amarelo repetindo sem sentido lógico em sua mente, junto da própria dúvida a cerca da crença no divino... Ele tecla os números necessários no telefone para fazer sua ligação até o local de seu alvo.



    Um espirito então se materializa... Nascendo de uma pirâmide com arco-íris de um lado trevas de outro. Sua imagem é bastante viva de um usuário de jogos...



    O espirito avança pelo ar se mostrando para Daniel como um personagem em 8 bits, o Vazio sente que é o melhor que ele conseguiu dentro do curto tempo que tem. A imagem do espírito pode ser modificada ao seu gosto, e ele esta pronto para enviar a mensagem ao Escorpião.


    O espírito avança com a mensagem, vestindo a forma decida por Daniel, parando diretamente em um armazém no subsolo do Hotel, onde há imensos containeres.
    Ford:
    Ford esta zonzo com tantas informações falsas de ilusões de loucura e escuridão, ele tenta refinar seus sentidos para enxergar melhor quem esta diante dele, mas em seguida quando seus olhos e ouvidos se abrem com o sangue inflando dentro deles, sua mente parece ainda mais "iluminada"

    Uma voz vindo diretamente de algo em seu inconsciente ouve a voz da garota ecoando como se ela penetrasse sua insanidade mais profunda...

    "Você tem nosso sangue em suas veias e agora quer beber o sangue do Filho do Drácula? Não posso deixar uma parte do rebanho carregar nosso sangue! Quanto mais tomar o outro!  O sangue de Malkav corre em seu coração vivo... Eu tenho de tomar esse sangue de volta com sua morte... Aí, te fazer flutuar..."

    Era agora nítido para Ford que as trevas eram aparentemente controladas por Jess, ela se move em meio à escuridão e pedaços das sombras formam pseudópodes semelhantes a tentáculos de piche esfumaçados que tentam desesperadamente prender o homem aparentemente mexicano e Ambrose.

    Enquanto Arctus os ataca com uma espada florete afiada, que sacou diretamente de dentro da bengala.

    Ford não ouve a aproximação pelas suas costas da palhaça, ou sente seu cheiro, que o agarra e morde na altura de sua escápula.

    Ele a percebe agarrar por uma fração de segundo, se a tivesse notado a mordida afiada teria sido na sua jugular.

    (off: A mordida deu dois pontos de dano agravado e ela continua presa à você. Um nível de Ofuscação dela reduzido pelo seu Auspícios, tornando o nível 2 para nível 1... Se você não tivesse usado a disciplina ela teria te mordido sem sequer ser vista)
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 356
    Reputação : 4
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Freya Stormborn em Ter Set 25, 2018 7:03 pm

    A excelência suprema consiste em vencer o inimigo sem ser preciso lutar.
    Certo, admito que havia provocado um pouco a Akasha, mas precisava mesmo partir para a agressão física? Ao ver, um pouco atrasada, Gael me defendendo, um sentimento de afeição por meu irmão gigante misturou-se com preocupação com ele e também medo pela batalha que ocorria ali entre as duas. Tentei me afastar, sem dar as costas para elas, o suficiente para não acabar sendo atingida e dar alguma tranquilidade ao garou. Com os olhos correndo rápido pelo apartamento, tentei achar alguma rota de fuga. Lugares como aquele talvez tivessem escadas de incêndio, certo? Se não, caso a porta estivesse desimpedida, seria ela mesmo.

    Todavia, sabia que lidar com magos era complicado. Não sairia correndo sem saber se não havia nenhuma magia em espera na porta ou janela esperando um evento em especifico para se libertar e nos atingir.

    Percepção + Prontidão Freya Stormborn efetuou 5 lançamento(s) de dados (d10.) :
    4 , 4 , 6 , 8 , 10


    Percepção + Consciência Freya Stormborn efetuou 5 lançamento(s) de dados (d10.) :
    7 , 8 , 7 , 6 , 7

    Se conseguisse uma rota segura, iria começar a sair por ela e levar Gael junto, arrastando Erik se não fosse colocar em risco a mim e ao meu irmão, para pelo menos tira-lo do alcance das duas. Não que eu planejasse levar ele para minha casa ou qualquer coisa assim: só queria tirar ele dali antes que pudesse ser pior ainda. Não era mais nossa missão salva-lo, sabia que terminara após a luta com o mascarado, mas existia alguma coisa que me impedia de abandonar totalmente aquela criatura ali. Compaixão? Talvez. Estava perdido em sabe-se lá o que e duvidava se seria minimamente capaz de reagir antes de ser atingido ou morto por aquelas duas.

    - Bímid ag dul, deartháir, níl an troid seo againn. Tá an Oirthearacha ar mire go hiomlán agus níl mé ag iarraidh fanacht anseo. Ní fadhb láithreach an dá chréatúir atá faoi thionchar an Wyrm. Is féidir an blonde a bheith níos úsáidí a bhfuil an mage ann agus muid ag éalú. Agus tá an duine eile ró-chaillte le bheith contúirteach. Bímid ag foghlaim níos mó faoi cibé is atá sé sula ndéantar é a chuimilt óna chéile. Má tá níos mó ann, bheadh sé níos fearr a fhoghlaim óna gcuid níos éifeachtaí amach anseo.

    Falei aos sussurros para meu irmão. Na forma crinos, sabia que conseguia escutar sem problemas. Esperava que a metade humana conseguisse compreender bem nossa linguagem de nascença. Sabia que a honra talvez exigisse que fizesse algo naquele momento, mas também havia algum sentido na sugestão. Mais que isso: eu queria aprender mais sobre como alguém podia virar um garou e ainda sim ser um vampiro. E por que estava aparentemente tão perdido em meio a tudo o que acontecia. Seria uma provação a nossa fé? Um teste de nossa lealdade?

    - Não quero que você se machuque, Gael.

    Tradução da fala:
    Vamos embora, irmão, essa luta não é nossa. A oriental está completamente louca e não quero ser eu a ficar aqui. As duas criaturas maculadas pela Wyrm não são nosso problema imediato. A loira pode ser mais útil segurando a maga ai enquanto escapamos. E o outro está perdido demais para ser perigoso. Aprendamos mais sobre o que quer que seja antes de estraçalhar ele. Se houver mais, seria melhor aprender com eles para ser mais eficiente no futuro.

    (C) Ross
    Jim Jones
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 6

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Jim Jones em Qua Set 26, 2018 9:54 pm

    A escuridão parece diminuir, as coisas parecem fazer mais sentido para Ford, a medida com que ele sentia o fluxo de sangue correndo para seus órgãos sensitivos, a unica coisa que parecia ainda não fazer sentido era as vozes que ouvia em sua cabeça, talvez algum tipo de hipnose, ou mensagens subliminares sendo ativadas agora, ou isso é o que ele lembrava de seu tempo na tecnocracia, mas Ford sabia melhor que aquilo devia ser algum tipo de Percepção Extra Sensorial(PES),  a garota deveria ter passado um bom tempo da sua vida treinando para conseguir tal proeza. Então ele ouve a garota e percebe que ela possui alguma ligação om o caso que ele havia estudado antes.

    - O sangue do Dracula, do Nosferatu, e de qualquer um desses vampiros famosos dos filmes. Nosso sangue? Sangue de Malkav? Esse é o nome dele então, ele foi uma boa fonte de pesquisas, pena que fugiu, mas se você é semelhante a ele posso continuar minhas pesquisas em você então. - Grita Ford tomando Malkav pelo nome do primeiro vampiro que havia encontrado, e de quem havia tirado o sangue que e injetou.

    Com os sentidos mais sãos, fica claro para John que as sombras não estão vivas mas sim controladas por Jess, "Arctus, da onde você arranja tanta gente útil? Que acordo você faz para conseguir apoio desse tipo?", então ele sente um vulto a sua espreita, quase imperceptível, mas ainda assim consegue desviar um golpe mais letal. Um urro baixo é solto por John. A mordida doía bem.

    - Você sabe como funcionam correntes elétricas quando passam por um cérebro? Olhe bem o cérebro executa correntes elétricas constantemente, ele é muito eletronicamente ativo sabe, neurônios e essas coisas. Você sabe o que acontece quando colocamos um polo extremamente positivo e outro extremamente negativo, ambos altamente carregados com a unica coisa entre eles sendo o cérebro? - Assim que termina de falar sem dar tempo da garota pensar na resposta John esmaga a cabeça dela com ambas as suas mãos, porém não o faz com força, apenas com velocidade,o que ele queria mesmo era abrir a maior area de contato possível entre a cabeça e as luvas. Uma um polo carregado extremamente positivo, a outra um polo carregado extremamente negativo, o meio do caminho uma area cheia de atividade eletrônica, propicia a condução de energia elétrica, a eletricidade só seguiria seu caminho natural quando a corrente percorresse o caminho com menor resistência, passando diretamente pelo celebro da palhaça.

    off:

    teste de ciência(5)(Fisica) + Inteligencia(4)
    Jim Jones efetuou 9 lançamento(s) de dados (d10.) :
    1 , 2 , 3 , 7 , 9 , 4 , 8 , 7 , 3

    Forças 2, matéria 2, vida 2 pra passar a corrente braba pelo celebro da garota, coincidente(?).
    Arete 3 dif(2+3)
    Jim Jones efetuou 3 lançamento(s) de dados (d10.) :
    2 , 1 , 6
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Qui Set 27, 2018 10:51 am


    Daniel:
    "Senhor, quero um acordo! Podemos nos ajudar mutuamente!"


    Escorpião: -Hum... certo... Eu estava guardando algumas almas para devorar mais tarde. Se veio até mim já deve saber disso, não... ? Você parece... um Sidhe... Curioso. Bem, diga... Quem é você? Em que podemos "nos ajudar"?
    Myrella:
    Gael joga Myrella desesperadamente para o lado...enquanto essa começa a conversar docemente implorando de deixar a mestra Akasha Li, Jasmine e Abigail para trás. Erik continua catatônico... Gael passa a ouvi-la, e vendo o caos ali instaurado e ele concorda e aproveita um momento em que as três começam a se engalfinhar para devagar saírem do quarto...
    E ele assim o faz, tomando as forças da Wyrm ali presentes como poderosas demais para lidar... O casal de irmãos abandona todos em nome de sua própria segurança, apesar da ira do irmão quer ser aplacar.

    Eles fogem pelo corredor, e quando o garou coloca a irmã dentro do elevador ele finta e não entra.

    Gael:-Vá, volte para o Moto-Clube daquelas anarquistas e encontre Ron. Chego em seguida... Vou acabar com o que sobrar delas e salvar a garota. Te encontro em seguida...
    Ford:
    O Filho de Éter comenta de forma jocosa com a palhaça uma longa explicação sobre como a carga de eletricidade consegue torrar a mente de uma pessoa antes de fritar o cérebro da garota. Conforme a energia passa, Ford nota que há algo de errado com a criatura que o esta mordendo ... Como se ela não fosse exatamente uma criatura viva e nem exatamente um material bruto... É essa a explicação física que ele sente para não torrar de imediato a cabeça dela como um todo. Apesar disso, ela cai de joelhos rindo loucamente enquanto fumaça solta de seu rosto...
    Jim Jones
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 6

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Jim Jones em Qui Set 27, 2018 2:50 pm

    Ford consegue passar a corrente pela cabeça da garota, mas o resultado é um tanto quanto insatisfatório, talvez o fato dela ser vampira faça com que as conexões neurais de seu cérebro ocorram de forma diferente da de um ser vivo e não sirvam tão bem como condutoras. Ford ouve mais uma vez a voz em sua mente

    -Tome! Tome dela! Tome o sangue dela, de Malkav!

    E quase que inconscientemente ele poem sua mão dentro de seu sobretudo e pega a seringa que havia levado consigo. Então ele ouve ela rindo, ainda consciente, se fosse tirar o sangue dela teria que ser com ela desacordada. Com a outra mão ele desfere um longo soco na cara da garota. Em seguida aproveitando a distração que o soco causaria ele enfia a agulha no pescoço na garota, sem se preocupar muito em acertar algum ponto especifico, por enquanto.

    off:
    Briga(1)+Destreza(2)
    Jim Jones efetuou 3 lançamento(s) de dados (d10.) :
    8 , 4 , 5
    Força(3)
    Jim Jones efetuou 3 lançamento(s) de dados (d10.) :
    4 , 3 , 9
    +potencia(1)
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 356
    Reputação : 4
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Freya Stormborn em Qui Set 27, 2018 3:37 pm

    Brilliant Sea
    A parte humana queria gritar para ele vir comigo e deixar que se matassem lá naquele quarto. Ela queria salvar meu irmão e protege-lo, algo que sabia não poder fazê-lo. Entre nós, era ele o guerreiro, o abençoado por Gaia. Meus olhos começaram a ficar marejados enquanto eu lutava com os instintos de preservação humana. Não tremia diante de um crinos, mas a ideia dele se ferir ou mesmo morrer ali me assustavam... De verdade. Achei por um segundo que as emoções fossem falar mais alto e fosse falar para ele deixar tudo aquilo e vir, mas quando as palavras saíram não foram as “deixas ai para morrer e venha comigo”.

    Tome cuidado, por favor. Não estou pronta para te perder hoje. — Com um sorriso triste no rosto, segurei as lagrimas para que ele não as visse rolar. Não queria que ele fosse ferido, morto ou, pior, maculado pela Wyrm, mas minha natureza dizia com todas as palavras que eu deveria deixa-lo cumprir o desejo de Gaia de lutar contra a Wyrm e uma grande parte de mim queria ajudar a garota a escapar dali. — Não sou capaz de te ajudar nessa luta ainda, exceto não sendo uma preocupação para você... Vejo você em breve, Gael.

    Após concluir a fala, ainda com o sorriso tristonho, apertei o botão para voltar ao térreo. Até a porta se fechar, permaneci fingindo que estava lidando bem com aquilo, mas mal as portas se fecharam minhas costas encontraram a parede ao fundo do elevador e as lagrimas vieram ardentes. Eu queria ficar e ajuda-lo na luta, é verdade, mas conhecendo minhas habilidades de combate e minha limitada capacidade mágica seria um pouco menos que um peso morto. Uma preocupação a mais para ele e isso atrapalhá-lo-ia... Além de saber que, se ele acabasse entrando em fúria, poderia me atacar sem querer.

    Meu corpo tremia e senti-me soluçando um pouco. Não podia chorar na frente dele e sabia que deveria, caso ele viesse a perecer ali, beber em sua homenagem. Nós, Fianna, não chorávamos por nossos mortos, mas sim comemorávamos que eles haviam vivido. Em algum momento, em meio à lagrimas, percebi que era essa minha afinidade com os Verbena. A crença que a vida deveria ser vivida e que, ao invés de ficarmos tristes com a morte, comemorar que a pessoa viveu ao máximo. “Então por que você chora?”, quase podia ouvir meu avatar perguntando.  Sua natureza interrogativa dificilmente permitiria que algo ficasse sem resposta e tentei me concentrar na resposta de tal pergunta.

    “Eu não sei”, percebi-me pensando em resposta a ninguém em especial. Enquanto lutava contra as emoções que me faziam querer gritar, espernear e voltar lá em cima, seja para arrasta-lo para fora daquele lugar ou simplesmente ajuda-lo em combate - mesmo que eu admitisse ser inútil -, não percebia os movimentos do elevador, mas quando a porta se abrisse novamente esperava estar pronta para sair. Pegaria um taxi livre - caso houvesse algum ali - ou pediria UBER direto para o moto-clube, enquanto olhava ocasionalmente por cima do ombro. Que Gaia protegesse meu irmão e guiasse suas armas contra a mácula da Wyrm.
    (C) ROSS
    Portuga
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2066
    Reputação : 2
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Portuga em Sab Set 29, 2018 4:24 am

    Escutava as explicações de AVA, o que por fim, fazia bastante sentido...

    Executava os movimentos e me concentrava na invocação do espírito, quando por fim, o último estalo ecoa e eis que meus olhos se alargam durante um curto momento, uma grotesca forma de 8 bits saída de videogames antigos se materializa como o espírito.
    Como??? Logo percebo o motivo...enquanto soltava um bufo frio de descontentamento, com o de rabo de olho, fito AVA

    - Mas que porra é essa? Da onde surgiu isso? Começo a acreditar que o criador tem algum tipo de humor ácido quando te enviou pra mim....Haaa, foda-se vai servir ao propósito.

    Ainda olhando aquela imagem com calma e arqueando a sobrancelha, não pude deixar de pensar se havia algum significado oculto por trás daquilo, elevar meu humor sendo sarcástico: Ou algo relacionado a trevas da última viagem?

    - Bem você pode tentar, mas terá que me achar primeiro? Quer brincar de pique-esconde? Lembra da última vez? Pensei que o grande escorpião fosse menos impulsivo, pelo menos é o que se espera do grande Escorpião, pelo menos é o que dizem, sabe a Aliança, Arctus e talz, talvez tenham subestimado você...

    Suor escorria por todo meu corpo, afinal mesmo não estando cara a cara com o Escorpião, eu estava deliberadamente o ofendendo e desprezando. Primeiro queria saber até onde ele iria e se ele de alguma forma podia fazer algo comigo mesmo a distância, se ele fosse burro o suficiente e viesse atrás de mim, pelo menos o plano estaria mais que bem sucedido, com sua atenção voltada em me perseguir, a probabilidade do ataque dar certo, eram muito altas, no entanto também havia deixado algo no ar, se ele fisgasse, e percebesse as palavras: Aliança e Arctus, talvez o diálogo continuasse, o que pra falar a verdade, era o meu intuito, afinal minha saúde agradeceria bastante!

    Algumas respirações seriam o suficiente para...

    - Podemos nos ajudar, como eu disse antes! Eu estou do outro lado, e o que aconteceu com Jasmine, me deixou receoso sobre os próximos passos a serem tomados, bem como posso te ajudar: Primeiro - informação, acho que você entende o valor disso numa guerra; Secundo - Poder, talvez consiga trazer alguns capangas para o seu lado, tipo aquela infame máscara, posso tentar controla-la, ela só se importa com hospedeiro e vida, e eu com poder!
    Claro que isso não vem de graça, como eu disse me importo com poder, e com a minha saúde..., quero proteção e o ritual da Iggdrasil, e claro o que você puder oferecer de poder...

    mais suor escorria por todo o corpo enquanto esperava a resposta...

    Se tudo ocorresse como planejado, o ataque deveria estar ocorrendo... e pelo menos até agora...ainda estava vivo...

    OFF: teste manipulação (especialização: convincente, bom argumentador)+lábia = 8; Voz Encantadora
    Portuga efetuou 8 lançamento(s) de dados (d10.) :
    6 , 7 , 7 , 7 , 1 , 10 , 2 , 1
    Portuga
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2066
    Reputação : 2
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Portuga em Sab Set 29, 2018 2:16 pm

    Teste do 10
    Rolador de Dados
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 447
    Reputação : 0

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Rolador de Dados em Sab Set 29, 2018 2:16 pm

    O membro 'Portuga' realizou a seguinte ação: Lançar dados


    'd10' :

    Resultado : 3
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Sab Set 29, 2018 3:45 pm

    Ford:



    Um soco bem dado e a garota cai com um riso tolo em um rosto chamuscado de eletricidade começa a se distorcer...
    Como um rodopio, ela parece achar isso divertido.



    ...ela ri de forma destoada enquanto toda face dela parece distorcer, Ford sabe que isso é parte do efeito que ela lançou em sua mente. Mas a garota não parece saber que isso não diminui o desejo dele em nada. Conforme ele coleta o sangue sabe-se lá de que parte da garota já que ela lhe parecia mais um caleidoscópio risonho...  aparentemente indiferente ao sangue que ele sugava...

    De forma histérica... ela parece se divertir com tudo que esta acontecendo... Do meio da escuridão o cientista ouve golpes de alguma arma de metal atingindo a carne de algum ser e a voz do mago que conduz tais ataques soar alta em um grito.

    Arctus:-Ford, o que você pensa que esta fazendo!? Saia daqui imediatamente e leve logo o tubo com você!

    Ford esta sugando o sangue da palhaça, que meio zonza com o cérebro e a cabeça fritada começa a tentar se levantar depois do soco... ele vê ondas rodopiantes no rosto dela enquanto tira seu sangue, esta também coberto de sangue... Alguns balões começam a flutuar ao redor  ... Ele mal entende onde esta o tubo, onde esta o pote que ele viu agora pouco e apenas tem certeza que sugou o sangue da palhaça com a seringa.

    Sangue em toda parte goteja de Ford, os balões flutuam ao redor, a seringa de Ford esta cheia de sangue que sem pensar o cientista injeta sobre si.

    (off: Você recuperou três pontos de sangue...)


    Myrella:
    A Verbenna chama um Uber... Algo em sua intuição faz ela pensar que há algo errado em chamar a mesma empresa que os trouxe para cá. Ainda assim o faz...  Nessa hora ela nota que há uma viatura de polícia parada na frente do prédio, o carro mal estacionado da motorista anterior que trouxe o grupo ainda esta lá e o celular da motorista toca dentro do carro, anunciando o pedido de corrida de Myrella, como se a agora possível vítima de Abigail pudesse responder...

    ...no meio da rua um policial parece estar contendo os transeuntes para se afastar, enquanto mais duas viaturas chegam cercando o perímetro.


    Policial: -Parada aí, moça! Você veio nesse carro do hospital até aqui?


    Daniel:
    Daniel sente certo temor diante do terrível e meticuloso assassino diante dele, no instante seguinte o elfo em 8 bits se torna um desenho animado diante do Desaurido...



    -Esse ritual não é para qualquer pessoa. Ainda que a minha antiga equipe da Aliança ache que tem de ser para todo mundo eu sei o risco real de deixar todo mundo com acesso a isso... Entenda bem, rapaz! Eu não preciso de capangas... A máscara do ferroada...? Ah, sim... Ferroada, Jasmine... Eu posso tornar todos mortos vivos... é fácil achar os desejos secretos e medos e transformar os corpos em cadáveres apodrecidos desejando viver... Que quer com Iggdrasil, rapaz? E qual é o seu nome?
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 356
    Reputação : 4
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Freya Stormborn em Ter Out 02, 2018 8:42 pm

    Brilliant Sea
    Que merda! Eu deveria ter saído pelos fundos e ido a pé até outro lugar antes de procurar um meio de ir para o bar. Precisava raciocinar rápido para escapar daquela situação e ainda queria avisar aos outros que iria dar merda, mas duvidava que qualquer uma das pessoas lá em cima pudesse atender o telefone. Deixando ambas as mãos onde o policial pudesse ver, olhei o carro e franzi o cenho. Talvez ele entendesse aquilo como algo como "por que diabos isso ainda está aqui?", talvez não, sabe-se lá. Não era capaz de ler pensamentos ainda e isso me deixava um pouco chateada.

    Não, eu não vim nesse carro. Um conhecido me deixou aqui e partiu logo após eu saltar do carro. — Falei e, como não havia sido eu a pedir o Uber do hospital até aqui - além do endereço modificado -, não haviam rastros cibernéticos que me ligassem diretamente aquela motorista e carro. Admitia que havia vindo de carro. Queria perguntar se havia algum algum problema, mas isso normalmente era questionado por quem estava "com babo preso". Queria dizer que não estive no hospital, mas duvidava que Daniel ou qualquer outro houvesse apagado as cameras de segurança do lugar, então negar que estive lá apenas iria piorar a situação no futuro.

    Carisma (3) + Lábia (0) = 3 dados Freya Stormborn efetuou 3 lançamento(s) de dados (d10.) :
    8 , 10 , 4

    Torcia para que a historia fosse convincente o suficiente para que me deixasse partir o quanto antes. Já havia assistido o suficiente de séries policiais para saber que as suspeitas reduziam-se quando as pessoas colaboravam com as investigações, então se eu parecesse prestativa com ele e não o atrapalhasse no que quer que quisesse fazer pudesse escapar "impune" ao menos por um tempo. Ainda deixava as mãos visíveis para que o policial não temesse que estivesse pegando uma arma, de modo que ninguém decidisse atirar em mim ou parecido.

    O senhor está procurando alguém especifico? Eu posso ter visto... Tinha umas pessoas estranhas aqui quando entrei. — De fato Abigail estava bem estranha desde que chegamos naquele lugar e a motorista, bêbada, não era normal... Aquela oriental maluca que tentou me atacar? Definitivamente não era normal e estava por ali quando cheguei, então era verdade. Apenas havia omitido que entraram comigo e que ainda estavam lá em cima. Tentei me lembrar qual andar Abigail havia nos levado, para o caso de precisar dar informações - parciais ou não - ao policial.

    (C) ROSS
    Portuga
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2066
    Reputação : 2
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Portuga em Sex Out 05, 2018 1:30 am

    Daniel olha aquele ser, o escorpião era muito estranho, talvez só aquela máscara ganha-se dele...

    - Bem, já ouviu o ditado "uma mão lava a outra"...mas se você não "precisaaa", não vou insistir, ainda posso fornece informação...fora, isso, acho que não teríamos mais o que conversar...Bem o que quero é conhecer os passos do ritual e saber se ele vale ou não a pena pra mim, e isso vale o mesmo para Iggbrasil, conhecimento e poder, se completam, não são separadas umas das outras...Sore meu nome, a primeira e última vez que nos vimos, foi no hospital, onde você mandou Ferroada para terminar o serviço com Jasmine...acho que graças a mim, vocês não foram muito bem sucedidos...E o meu nome, por enquanto você não precisa saber, afinal, pelo que sei, nossa conversa não está mostrando muitos frutos, vejo que além de info e os movimentos sobre a Aliança não te interessam, coisas menores como Xibalbá e Amenti também não devem ser do seu interesse? Correto?... talvez deva vender minhas informações para outros que deem valor...talvez a máscara se interesse ou Camazotz...bem alguém vai se interessar isso tenho certeza...

    Talvez o ultimo sorriso fora dado por Daniel nessa conversa, seu sorriso amarelo, mostrava que não estava sendo tão fácil se "juntar" ao escorpião, claro pelo menos estava conseguindo manter o Escorpião ocupado e isso já era algo muito bom, qualquer falta de atenção dele seria essencial para o sucesso do plano... se ainda conseguisse manter sua atenção por mais tempo... se ele não se interessasse por Info dos movimentos da Aliança e nem dos seus inimigos do "inferno" ( máscara e Camazotz), isso só significava uma coisa: ou ele menosprezada todos como sendo formigas em relação ao seu poder ou em relação ao seu patrocinador, ou a menos provável, ele era simplesmente burro de mais pra entender o valor do conhecimento dos passos antecipados de seus inimigos...
    Jim Jones
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 6

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Jim Jones em Sex Out 05, 2018 11:52 pm

    A garota ria, ria enquanto tirava o seu sangue, ria como o antigo objeto dos testes de John. Sera que todos os se denominam vampiros seriam assim, ou as coincidências estavam ao favor do cientista. A distorção da hipnose ainda estava sob efeito, talvez até se intensificando, as próprias imagens rodavam para John. Ele ouve Arctus gritar algo com ele,  mas ignora por um tempo, mesmo tendo  entendido o que ele falou, Ford estava concentrado demais extraindo o sangue.

    A loucura hipnótica era confusa e absurda, mas ainda assim havia algo no cientista que o fazia focar, ignorar o desnecessário focar no ali focar no sangue da seringa. Alguns diriam que uma loucura ainda mais forte do que a causada pela garota uma loucura que se assemelhava a um vicio, ou a uma enorme fome, uma fome que Ford vai matar agora, e com um movimento injeta em seu braço o sangue. Por um pouco tempo ele entra em êxtase, a fome sessa e agora ele consegue pensar mais claramente, o tanto quanto possível ainda hipnotizado. Ele começa a procurar o pote e o tubo, em seu ponto de vista a garota não apresentaria muito problema, mas só para garantir ele daria um fim nela, esmagando a cabeça dela com um pisão. Só por pragmatismo mesmo, pelos testes que havia feito esses vampiros eram mais resistentes do que baratas algumas vezes, e a cabeça parecia um espécie de ponto mais frágil.

    Assim que finalizar a garota Ford procurará o tubo e o pote onde havia deixado, dando obvia preferencia ao tubo, mas também tentando um risco leve para o pote.
    - Onde Diabos ta o Tubo Arctus?

    off:
    Destreza+briga- Pisão
    Jim Jones efetuou 3 lançamento(s) de dados (d10.) :
    3 , 5 , 6

    Magica de vida e força 2 para dar um boost por saber da Fisiologia vampírica(aplicável?)
    Jim Jones efetuou 3 lançamento(s) de dados (d10.) :
    3 , 9 , 3

    Força+1 Sucesso(potencia)
    Jim Jones efetuou 3 lançamento(s) de dados (d10.) :
    5 , 8 , 6

    Prontidão+percepção(Auspícios ativo)- achar o tubo e o pote
    Jim Jones efetuou 4 lançamento(s) de dados (d10.) :
    5 , 3 , 7 , 5

    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Seg Out 08, 2018 11:28 pm

    Myrella:
    A Verbenna se amaldiçoa por não ter usado a porta dos fundos, mas rapidamente diz que tem algo errado lá dentro do prédio.

    Ao que parece o policial vê o rosto de uma moça tão frágil e gentil e acredita nas palavras dela.

    -Certo, senhorita. Onde é que viu essas pessoas?

    E saca a arma, pretendendo ajudar enquanto outro policial chega para dar cobertura ao primeiro.
    Daniel:

    A barba dele desaparece junto com metade do cabelo em vapores amarelados, um cheio de mostarda se faz sentir no ar aparentemente vindo dos vapores que se formaram. E o Escorpião olha com uma expressão sarcástica e interessada, e responde com um tom de voz que paira entre confuso e insano... Como se esperava que um Desaurido como ele deveria ser.

    -Quer dizer que era você? Você quem derrubou minha Ferroada? E agora esta dizendo que vai se aliar à Máscara que eu tive tanto trabalho para colocar em O´Brien se eu não o ajudar!? Esta ousando me chantagear depois de...

    Ele para por um momento, em seu íntimo Daniel sente que ele parou com certo receio, um medo na voz dele se faz presente ao que parece por um instante ele veio a imaginar o quão poderoso seria Daniel por ter derrotado Ferroada...

    -Quer conhecer o ritual...? Iggdrasil não é simples, pelo que sei foi como Samuel Height conseguiu sua mágika. Eu posso explicar sobre isso... Podemos conversar sim.

    Ava fica no aguardo, assim como Ron. Ambos ansiosos por algum sinal a mais de Daniel.
    Ford:
    O cientista não consegue se negar à tentação e para um momento para sugar o sangue da malkaviana aos seus pés, a insanidade percorre sua mente ainda mais conforme ele inunda seu corpo com o sangue da palhaça... A sensação é boa, a melhor da sua existência e a loucura se torna ainda mais densa, o Filho do Éter mal enxerga ao seu redor e as palavras que ele ouve de Arctus somem no ar.

    Ele então pisa na cabeça da palhaça mais uma vez (off: para ferir um morto vivo usando mágika é necessário usar as esferas de matéria e de vida ao mesmo tempo no efeito, como você tem ambas, vou considerar que dá pra piorar o estrago com elas) ele parece ter esmagado o cérebro da garota e em seguida ainda tendo pequenos movimentos epiléticos ele se contorce de prazer antes de perguntar sobre onde esta o pote...

    Ele não tem resposta, apenas vê uma figura surgindo da escuridão.



    O sujeito que carregava um facão agora estava maior, com a pele parecendo uma armadura de tão grossa e com protuberâncias de ossos de seus punhos. Vindo na direção de Ford, que sentia o sangue nutrir seu corpo...
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 356
    Reputação : 4
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Freya Stormborn em Qua Out 10, 2018 4:42 pm

    Rolando pra lembrar andar e quarto.

    Inteligência
    Freya Stormborn efetuou 4 lançamento(s) de dados (d10.) :
    8 , 6 , 10 , 10
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Qui Out 11, 2018 6:53 am

    Myrella se lembra que é no quarto 23, no segundo andar.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Out 23, 2018 5:19 am