Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Parte lll: O olho que Tudo vê

    Compartilhe
    Simon Black
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 511
    Reputação : 11

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Simon Black em Seg Ago 27, 2018 6:03 am

    Teste de Gnose.
    Simon Black efetuou 5 lançamento(s) de dados (d10.) :
    5 , 2 , 7 , 7 , 1
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Seg Ago 27, 2018 10:34 am

    Erik:

    Ao ouvir sobre a Umbra, Erik tenta se lembrar como era isso... Aos poucos, segurando o ídolo em suas mãos e olhando ao redor recorda-se de seus olhos em seu corpo de lobo sobre uma poça de água vendo a si mesmo e se reconhecendo pela primeira vez em um reflexo em seguida ele lembrou-se de entrar... Foi o que fez, olhando para uma janela manchada com pelo tempo, encarando a si mesmo...

    Em poucos instantes entrou em comunhão com seu lado espiritual, notoriamente acorrentado por uma carne morta-viva, entendendo o quanto seu ser que é em metade um espírito da vida sofre ao ter virado vampiro, um corpo da morte...

    Quando ele atravessa o portal da Umbra, rapidamente vê a cidade de outra forma...



    ...um emaranhado estranho de tecnologia e poluição industrial parece surgir no lugar dos prédios que ele via do lado de fora do cemitério de Nova York. Esses mesmos prédios parecem ser enrolados em fios de teia de aranha metálicos.

    Tudo parece distorcido e ao contrário, como um mundo dentro de um espelho... "Você não esta mais no Kansas, Alice" diz o pequeno idolo da sorte que ele carrega, se transformando em um corvo negro.

    Dentro do cemitério, diante dele um casal segura o que parece ser uma sombra viva que lembra muito fisicamente Erik dentro do mausoléu de Mike Corleone. Uma energia azulada e pálida saí das mãos do garoto também pressionando para que a sombra fique ali.

    Howard: -Olá senhor... poderia... nos dar uma mãozinha...
    Irene: -Rápido, por favor...

    Um terceiro elemento, um velho senhor comenta em seguida.

    Anderson: -Bem-vindo, lobo Erik. De volta ao mundo espiritual.
    (off: Você agora passa a postar na Parte lV: A Luz de vovô Anderson)
    Jim Jones
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 6

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Jim Jones em Qui Ago 30, 2018 1:43 am

    John ouve Arctus e sai do transe em que ele havia entrado no momento em que sentiu o pote. Ele demora um tempo para processar o que Arctus dizia e ainda mais um pouco para entender o que estava acontecendo. Será que aquele era o reforço que o Arctus tinha comentado, seus aliados. John se sentia bem confuso, a distração que o sangue o causava era muito mais forte do que ele conseguiria imaginar. Cada vez mais distrativa.

    - Este pote? O que contem nele? Po~posso...digo os dados, podemos continuar nosso caminho até os dados. Acredito que guardem os registros oficiais em um setor mais administrativo.- Ele fala quase sedendo a tentação de pegar o pote ali mesmo. Antes que eles continuassem ele para por um momento.

    - Gostaria de falar a sós com... Dean.Poderia nos dar um minuto? Aproveitaria esse tempo para procurar por alguma camera de segurança e se posicionar de costas as mesmas caso possível para que não peguem visão de sua frente. Assim que estivessem sozinhos John continua.- O que acha por enquanto? alguma coisa de errado?-Ford se mantinha no personagem, mas aproveitava para enviar uma mensagem a Arctus pelo telefone.

    "Esse tumulto na entrada é a sua distração? Temos que pegar alguma amostra daquele sangue. Acredito que o pote possua substancia parecida. Mantenha o papel, podemos estar sendo vigiados. Talvez agora seja uma boa hora pra um problema de energia, o que acha?"

    off:
    Percepção+Prontidão para achar cameras?
    Jim Jones efetuou 4 lançamento(s) de dados (d10.) :
    4 , 8 , 3 , 6
    Portuga
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2066
    Reputação : 2
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Portuga em Qui Ago 30, 2018 2:11 am

    Daniel olhou para a máscara com leve desgosto..

    - Sabe, você até parece o "mestre dos magos", não respondeu nenhuma das minhas perguntas e ainda devolveu com uma pergunta, o que você sabe sobre AVA?

    No mais, não se importou com as outras perguntas que fizera anteriormente, elas não eram importantes de fato, na sua perspectiva havia um ou vários designers, e o que importava era "zerar" a fita e alcançar o inalcançável e assim definir a "fita" e não deixa-los escolher por você.

    E quando seus olhos viraram para Camazotz, podia-se ver um brilho e sorriso sádico.

    - Bem para missão descobrir fraquesas do Escorpião, se é que ele tem, seria bem útil, embora como mago, não ser atingido e ter uma boa defesa, é o essencial para eu me manter "saudável" dizia, gesticulando as aspas com os dedos, e após alguns segundos pensando com a mão no queixo...

    - Mas convenhamos que se eu conseguir replicar algo do nível que vocês me mostraram aqui pra intimidar os adversários, isso vai ser da hora!....Huuum desejo pessoal ou missão....huuummm...porque não os dois...pela minha experiência em magia, vai ser difícil achar algo no escorpião mesmo, e me manter vivo também é uma prioridade....

    - Camazotz, me mostre como parecer mais aterrador...se for parecido com o que vi dos lobisomens vai ser bom, e se for algo tipo aqui,conseguir levar esse sentimento infernal, acho que vou presenciar muitas cuecas molhadas e borradas!!!! Hehehehe!!!!
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Sex Ago 31, 2018 10:15 pm



    Daniel:
    Os enigmas dos quais Daniel reclama se tornam ainda piores quando envolto em seu manto amarelado o sombrio ser protegido por sua máscara pálida caminha entre as areias que cobrem o chão.

    Máscara: -O amarelo e o verde são identicos...  Poucos sabem que o verde é uma cor primária da luz...

    A resposta soa sem sentido, mas entende, sabe-se lá o porquê, que é a resposta sobre Ava ... Nisso, o grotesco Camazotz observa os risos que pareciam uma pequena histeria de ansiedade em imaginar o poder de gerar medo que iria conseguir, com uma mescla de tentava digerir o que estava acontecendo naquele lugar...

    Mas para todas essas perguntas, talvez inclusive sobre Ava, Daniel tinha uma resposta simples...

    ...aquilo tudo não passava de um jogo...

    Camazotz se levantou ao ver que Daniel não iria monta-lo e então abriu suas enormes asas de morcego, gerando uma sombra sobre ele... Por alguma razão Daniel sentiu que Camazotz era sábio, perigoso, ágil e abençoado por todas as forças do céu e do inferno ... e por isso não conseguiria enfrenta-lo se quisesse... E um "Arrepio de Desespero" subiu pela coluna de Daniel.

    Quando o homem-morcego abaixou suas asas sobre seu ombro, surgiu em seu lugar um corvo...

    Por um momento Daniel teve a impressão do corvo ter três olhos... Aqueles olhos eram o portal para sair de sua própria alma...

    Através dos olhos do Corvo o mago Daniel viu Erik ao seu lado no bar, tocando seu próprio ombro em tom de preocupado. Enquanto Ava tentava acorda-lo...

    Naquele momento Daniel sabia que o Corvo veio enviado por Erik, era o simbolo de poder do falecido O´Barr ...

    E Daniel agora sabia como gerar aquele medo em seus oponentes...

    Arrepio de Desespero:
    Sistema do Dom: Daniel pode agora se concentrar durante um turno, gastar um ponto de Quintessência e testar Manipulação + Intimidação (dificuldade 7). Se for bem sucedido, os inimigos que sentirem o arrepio precisarão fazer um teste de Força de Vontade ( dificuldade 8 ), marcando um determinado número de sucessos equivalente ao sucesso do Daniel; um fracasso significa que a vítima precisa gastar Força de Vontade para atacar, realizar uma ação contra o mago ou mesmo se opor verbalmente a ele. As vítimas não são controladas pelo Daniel, apenas ficam aterrorizadas demais para lutar contra ele. Este efeito dura o restante da cena.

    E ficou assim registrado que foi aquela postura aterradora que Daniel aprendeu naquele lugar chamado Xibalbá e os que olharam para ele depois disso o temiam, pois a morte estava revelada em seus olhos.

    Ele então ficou zonzo, o nome da cidade de Amenti lhe veio de novo... Assim como de Carcosa... Assim com a história das areias e os Ghoul... A palavra última... e uma árvore... Que ele sabia que em breve alguém iria achar.


    Ron: -Devia maneirar na bebida, garoto...

    A voz rouca de Ron se fazia presente, ele mesmo não parecia mais tão vermelho e deformado quanto Daniel tinha visto anteriormente, lembrava um homem de meia-idade e cabelos brancos bem sério olhando preocupado.

    ...Consegui uns homens para irmos até o Hotel. Se já estiver pronto, me diga... Seu relógio não parou de apitar... Agora, se puder... me explica essa maquiagem na sua cara?


    Ford:


    Carrie:-O produto é o Stuff, fez sucesso nos anos 80,a empresa achava que iria até superar a indústria do sorvete nos Estados Unidos, mas o povo boicotou depois que um general Republicano disse que o conteúdo tinha um veneno de controle da mente comunista. É raríssimo um pote desses, descobrimos que algumas pessoas o estão traficando.


    Ford pergunta discretamente sobre poder ficar sozinho, Carrie parece preocupada com a entrada, mas não parece fazer objeções. John deduz corretamente que aquilo é parte da distração que Arctus armou, ele meramente concorda que sim com a cabeça de forma discreta. O cientista então nota as câmeras digitais quase ocultas na sala... quase... mas facilmente evitáveis ao ficar de costas é fácil enviar a mensagem sem problemas... E para Arctus responder a mesma...



    Responde ele por texto reforçando a ideia.

    Jim Jones
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 6

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Jim Jones em Seg Set 03, 2018 12:53 am

    - Devo acreditar que não sua empresa adquiriu o pote de forma ilegal, certo?- Pergunta John assim que ela responde.

    Após as resposta de Artcus John começa a procurar, discretamente por uma tomada elétrica, ou alguma fonte de energia ligada ao sistema principal. Caso conseguisse gerar um curto seria possível, que mesmo rapidamente gerasse um apagão, poderia ser curto mas o tempo de rebootar os computadores daria uma vantagem antes das cameras voltarem a gravar. Ele manda mais uma mensagem para Arctus.

    "Se eu apagar as luzes acredita que a Jess consegue pegar o sangue? Eu tive uma ideia de como apagar a luz por um tempinho"

    Após isso, se possível, mandaria mensagens a Arctus para que ele se posicionasse a ficar na frente da camera que Ford tinha visto, a fim de fechar totalmente sua visão.

    [off] Uma duvida de player de primeira viagem em mago, É possível eu usar forces 2 + primordio 1 para fazer a escala de um curto aumentar para cobrir o prédio inteiro, e cortar a energia por algum pouco tempo(poucos segundos)? E qual seria a dificuldade disso, vulgar(possivelmente usarei quintessencia)?[/off]
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Seg Set 03, 2018 11:20 am

    Ford:
    Carrie: -Sinceramente isso é um equivoco seu, eu estava cuidando para que a patente desse produto voltasse ao mercado.

    Novamente Arctus olha o texto sobre Jess conseguir agir e concorda com a cabeça.

    Ford nota uma tomada bastante visível que abastece alguns aparelhos do laboratório, ali seria fácil fazer a energia se tornar hostil


    Off:
    [off] Uma duvida de player de primeira viagem em mago, É possível eu usar forces 2 + primordio 1 para fazer a escala de um curto aumentar para cobrir o prédio inteiro, e cortar a energia por algum pouco tempo(poucos segundos)? E qual seria a dificuldade disso, vulgar(possivelmente usarei quintessencia)?[/off]

    Esta pensando perfeitamente como um jogador de mago, dá para alimentar a energia com primórdio e uso de quintessência sim. Aliás, essa eletricidade seria considerada agora uma eletricidade mágica.
    Jim Jones
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 6

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Jim Jones em Qua Set 05, 2018 12:55 am

    Jonh aproveita o posicionamento de Arctus para, escondido em sua  direção tirar, suas luvas , o cientista então se abaixa e realiza alguns rápidos cálculos matemáticos abaixado e mede o tamanho  da tomada, de seu bolso ele pega um molho de chaves de ferro e mira as duas na tomada, ele toma um folego e enfia duas chaves, uma em cada polo da tomada, de forma que ambas as chaves mantenham contato. e no momento do contato ele ativa suas luvas na potencia máxima. No ato Ford sente como se seu sangue fervesse, borbulhasse, como se pedisse por aquilo, e essa sensação passa por ele até a tomada, talvez o seu sangue também queira uma prova da amostra que estava guardada nesse laboratório.

    No momento que as chaves entram Ford espera que as chaves fechem um curto na tomada e com a energia extra de suas luvas conseguisse fritar os resistores do prédio e dar um pequeno blackout no lugar. Só esperava que suas chaves não derretessem de novo, ia ser a terceira vez esse mês, e que o choque de retorno da corrente não fosse muito grande.

    off:
    To considerando uma magia vulgar pra dar um apagão o mais longo possível no prédio, apesar de acreditar que não seria possível algo muito longo. Vou usar um de quintessencia pra  diminuir em 1 a dificuldade e 1 de sangue pra transformar em quintessencia, repondo a que usei agr.

    Forces(2)+Vulgar(4)-Quintessencia(1) Dif:5(?)
    Jim Jones efetuou 3 lançamento(s) de dados (d10.) :
    3 , 3 , 7
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Qua Set 05, 2018 5:37 pm

    Ford:
    As luzes tem um pane, se apagando... Por um instante Ford tem quase certeza que poderia ter feito algo melhor...

    Em seguida o alarme, alguma confusão esta acontecendo... John se amaldiçoa um instante porque sabe que o circuíto elétrico não vai ficar muito tempo desligado se eles tiverem algum gerador e luzes de emergência.

    Nos instantes seguintes em que as trevas tomam conta do lugar, uma delas parece cintilar com vida... Ao que parece, tem a forma de uma garota. É Jess, que surge sorrindo com um imenso tubo cheio de sangue... Por um momento Ford teve a impressão que... Jess era feita das próprias sombras ao redor... Ela deve realmente ser muito boa em se esgueirar.

    Arctus: -Ela conseguiu, rápido... Vamos sair pelo corredor...

    Os três saem para o corredor, mas antes que pudessem atravessar o corredor para sair pela porta um velho senhor aparece fazendo sinal para eles não se moverem.


    Ambroce Bierce:-Parados, rapazes...! Sei bem que estão tentando fugir dessa empresa... E que a garotinha das sombras acaba de pegar o que viemos tomar. No fundo, eu bem que sabia que vocês viriam...

    Arctus: -Ambroce...

    Jess Bloom: -Quem?

    Arctus: -Ambroce...Ambroce Bierce, um ocultista. Estudioso da morte... Ele sabe sobre os segredos do Ritual do Sagrado Renascimento, sabia que estaríamos aqui e quer sabotar seu rival dentro do Sabá.  Que ideia ambiciosa, criar um ser metade Sabá e metade Dançarino da Espiral Negra! Será que isso realmente deu certo...? A Pentex seria quem lideraria o fim da batalha entre lobisomens e vampiros?

    Ambroce Bierce:- Sempre bem informado, não é "Arctus"? É esse seu jogo, comandar o show do juízo final! De fato, eu tenho muito interesse em saber o que saiu das mãos da Seita, seu gado insolente... Seus amigos sabem que ganhou esse codinome pelo modo como manipula as pessoas a fazerem o que você quer como um arquiteto os prédios de uma construção...? Atrás desses experimentos, felizmente eu também trouxe minha equipe...


    Homem com facão: -Certo, "chef"


    Palhacinha:-Vocês vão todos flutuar!

    Ambroce Bierce:-Não devia tentar jogar com os mestres do tabuleiro, Arctus. Agora você vai deixar o tubo aí, assim como os registros de transformação em lobisomem e nós lhes daremos uma morte rápida...

    John Ford nitidamente fica surpreso com a fala sobre esses tais registros de lobisomem e Ambroce parece perceber isso.

    Ambroce Bierce:-Ah, o seu amigo mago não lhe contou...? Vocês vieram aqui para que ele consiga aprender o ritual de seu rival Sam Haight... Pena que não vão viver para ele te contar.

    Jess olha para os três e se posiciona como se fosse lutar, enquanto Arctus parece estático, apoiado sobre sua bengala... Algo precisava ser feito logo.

    Por um momento Ford sente-se confuso, mas... um tentáculo feito de sombras esta discretamente trazendo aquela imensa cápsula em forma de tubo cheio daquele sangue que ele viu para ele enquanto Arctus fica na frente do trio de sujeitos excêntricos?
    Jim Jones
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 6

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Jim Jones em Seg Set 10, 2018 11:52 pm

    FordConsegue fazer com que as luzes se apaguem.

    - Vamos logo, não se se vai durar muito tempo!- Ele fala longo antes de perceber Jess saindo por entre as sombras. Com o sangue ainda por cima, quase da um grito de felicidade, mas se limita a um pequeno sorriso.Logo antes de seguir Artus John faz questão de pegar o pote de "stuff".

    No corredor eles se deparam com uma nova variável na equação um homem mais velho que parecia ter um passado com Arctus.

    Arctus: -Ambroce...Ambroce Bierce, um ocultista. Estudioso da morte... Ele sabe sobre os segredos do Ritual do Sagrado Renascimento, sabia que estaríamos aqui e quer sabotar seu rival dentro do Sabá.  Que ideia ambiciosa, criar um ser metade Sabá e metade Dançarino da Espiral Negra! Será que isso realmente deu certo...? A Pentex seria quem lideraria o fim da batalha entre lobisomens e vampiros?

    - Ritual? Um de seus  amigos magos Arctus?

    Assim que termina Ford percebe que o homem não estava sozinho e que haviam outros ao lado dele, um com um facão e outra vestida de palhaça. John se perguntou se estava vendo mesmo aquilo ou se seria alguma alucinação. Mas algo lhe dizia que aquilo era real, que era verdade, seu sangue. Seu sangue começa a pulsar mais rápido, quase como se gritasse "Sim" em seu interior, seu coração acelera mais do conseguia perceber, agora Ford já não era mais desastrado como antes. Quando o homem cita a parte do lobisomem John fica surpreso e olha para Arctus com um olhar de que ele teria muito a explicar após aquilo.

    Ford vê Jess se posicionando para luta e amaldiçoa mais uma vez não ter trazido sua arma de raios, ela seria tão util agora, pelo menos tinham as luvas e elas iriam servir. iriam ter que servir, ele coloca o pote no chão ali perto e entra em posição de luta. Aproveita que ninguém tinha dado o primeiro passo e corre até o homem mais velho e tenta dar um chute do saco do homem.

    off:
    Agora vou ter que queimar ponto de sangue igual água pra conseguir bater nesses danados :p

    1 pt de sangue pra +1 em destreza.

    Briga +destreza(contanto com o bonus do pt de sangue)
    Jim Jones efetuou 3 lançamento(s) de dados (d10.) :
    8 , 5 , 10
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Ter Set 11, 2018 5:09 pm

    Ford:
    Ford presume que já que ninguém dos três que chegaram atacou ou aparentemente posicionaram de forma agressiva, estão para o cientista automaticamente estão com a guarda baixa...

    ...talvez o erro tático possa ter sido por conta das fortes emoções, ele ignora a cobertura que Arctus tenta fazer para ele e deixa para lá tanto o estranho tentáculo de sombras que segurava o mesmo líquido sanguíneo que Jess carregava e que essa esta posicionada maiormente para protege-lo e passa por seus aliados abandonando o pote... Ele corre perdendo totalmente a cobertura dos dois indo na direção de Ambrose para chuta-lo...

    Jess e Arctus são surpreendidos com a movimentação audaciosa de John e não conseguem impedi-lo de avançar...

    Conforme ele passa o homem com o facão tenta corta-lo, mas ao antes que esse possa acerta-lo a bengala aparentemente inocente de Arctus levanta e bloqueia o ataque que iria na direção do cientista. E a lâmina para surpresa de todos é partida em duas, enquanto a bengala permanece inteira...

    Arctus: -Ford! Que maluquice você esta fazendo?

    Conforme você se aproxima para dar o chute e golpear Ambrose, a palhaça se aproxima rindo... Ford tem a impressão de ouvir uma música tocando em sua cabeça.



    -Que sujeito maluquinho! HAHAHAHA...

    (off: Teste sua força de vontade e some o valor de mais 1 de primórdio a esse teste)

    Ambrose ao invés de se defender do chute mesmo tempo saca uma faca longa e ataca você no meio da direção do estômago.

    (off: Teste sua força+1 para o dano do chute e seu vigor por ser um caniçal contra o dano da faca)

    Jim Jones
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 6

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Jim Jones em Ter Set 11, 2018 7:24 pm

    John age surpreendendo aliados e inimigos, mas Arctus rapidamente se coloca de volta em ação quando apara um golpe que iria para Ford. O mesmo fica mais confiante agora que o mago parou de ficar apenas olhando e percebe que talvez tenha ocorrido uma falha na comunicação dos dois. Agora era tarde para voltar atrás.

    Arctus: -Ford! Que maluquice você esta fazendo?

    - EU?! Tu que ficou parado ai esperando o tempo passar. Melhor a gente passar logo por um velho uma palhaça e um cara com uma faca do que ter que enfrentar a segurança toda desse lugar. E o truque que eu fiz com a luz não é eterno não.- Sua voz estava irritada, talvez seja a situação, talvez seja a sede pelo sangue que ele sentia desde que viu em seu laboratório. Nessa hora ele se ressentiu por não ter trazido a sua arma de raios.

    Antes de chegar ao homem a palhaça entra na sua frente e ele começa a ouvir uma musica em sua cabeça, mais uma vez  uma musica, mais uma vez ele sente algo dentro de si gritando "SIM!", apesar de não ouvir isso com palavras.

    Força de Vontade(5)+1

    Jim Jones efetuou 6 lançamento(s) de dados (d10.) :
    2 , 2 , 7 , 5 , 1 , 3

    Força (3)+1

    Jim Jones efetuou 4 lançamento(s) de dados (d10.) :
    5 , 1 , 7 , 2

    Vigor (4)[Duro como Pedra]

    Jim Jones efetuou 4 lançamento(s) de dados (d10.) :
    3 , 5 , 1 , 4
    Portuga
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2066
    Reputação : 2
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Portuga em Qua Set 12, 2018 4:14 am

    A cabeça parecia que ia estourar a qualquer momento, uma viagem psicodélica, a sensação de que tinha dado um pequeno passeio no inferno e que aquele lugar tinha lhe causado sérios problemas mentais ainda era vívida, confuso, ainda acreditava que mais tarde deveria fazer um check-up com AVA e talvez começar a procurar um infernalista para trocar umas ideias... " que porra era aquela de amarelo e verde serem idênticos!? Papo de noiado!"

    Apesar de Camazotz se mostrar disposto, quem em sã consciência iria consagrar um pacto com o diabo? Ainda havia uma preocupação com sua alma, e ela não seria roubada assim tão facilmente, pelo menos era o que pensava, sem mencionar que havia algo o avisando sobre Camazotz, aproveitar seus ensinamentos, mantê-lo perto mas ao mesmo tempo o mais afastado possível...

    E ainda bem que assim tinha feito, a distância, sua alma já tinha ficado presa na escuridão eterna... se não fosse AVA e principalmente aquele Corvo...tinha visto Erik...estava confuso, será que Myrella tinha usado a esfera espírito? Tudo estava confuso, uma bagunça...


    E ainda quando tinha voltado, vira Ron...bem mais apresentável, mas ele já tinha conversado com ele...quando exatamente ele voltou? E mudou sua forma?

    Daniel já tinha quase desistido de entender, era como montar um quebra-cabeça de milhões de peças, com metade faltando...simplesmente não fazia sentido, perder o tempo por algo que não era possível entender no momento...mas o pior ainda estava por vir e isso foi quando Ron, mencionou a MAQUIAGEM!!! O que o fez se levantar esbaforido e correr ao banheiro atrás de um espelho, enquanto praticamente gritava amaldiçoando alguém...

    - NÃO!!! NÃO ACREDITO!!! AQUELES FILHOS DA PUTA NÃO FIZERAM ISSO!!! SÓ PODE SER SACANAGEM!!! EU AINDA NÃO SAÍ DO INFERNO!!! ENTRE MAIS FUNDO NA UMBRA....PUTAAAA QUE PARIUUUUUU!!!!

    Ao chegar ao banheiro tentaria limpar seu rosto com todas as suas forças

    - AVA que porra é essa!??? O que houve lá? Como viemos parar aqui agora, você gravou os acontecimentos, deixa eu ver...

    Por fim, ao voltar para falar com Ron

    - Sim, estou pronto, quando estiver faltando 10 minutos para agir, vou entrar no sistema do hotel e AVA vai coordenar as informações com sua equipe, me passe os contatos, bem como o meu a eles, por vim nesse meio tempo, também vou tentar atrair a tenção do Escorpião, se ele estiver no hotel, pretendo chamá-lo para uma vídeo conferência, falar que pretendo me unir a ele e talz, assim quando ele perceber, já vai ser tarde demais, sem falar que posso talvez conseguir algumas informações....Mudando de assunto, onde estão Erik, Myrella e os outros?

    OFF:

    Pretendo enviar um espírito mensageiro até o local do Escorpião e enxergar/ouvir através dele (Espírito 2, Correspondência 2), enquanto isso AVA ficaria alerta, caso Escorpião tentasse ler minha mente ou usar algum poder, e imediatamente usaria "maldição do azar"
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Qua Set 12, 2018 11:12 am

    Ford:
    Ford novamente se amaldiçoa por não ter trazido sua arma de raios, tal apego ao arrependimento é sentida ainda mais quando o chute que ele dá parece ter feito nenhum efeito... E por estar com uma perna no ar, o ataque de Ambrose aproveita o ligeiro tempo de desequilíbrio com a perfeição de um guerreiro experiente e assim o desequilibrar enquanto o rasga com sua lâmina...

    (off: tomou quatro pontos de dano. penalidade de -3 de ferido gravemente,)

    ...a dor da perfuração é intensa. Mas quando a música começa na sua cabeça e a palhaça ri em prazer sádico da sua agonia, a dor passa a ficar ainda mais forte. No momento a escuridão ao seu redor fica ainda maior e mais e mais tentáculos de sombras parecem se mover rastejando e gotejando de toda parte...

    ...um monte de sons sem sentido começam a se repetir junto de risadas histéricas e gritos de agonia, conforme Ford cai com as costas no chão e com uma faca cravada em seu estômago.

    Ambrose sorri enquanto te deixa para trás e sacando uma pistola começa a disparar contra Arctus e Jess. Enquanto o seu aliado agora sem arma tenta segurar o mago para facilitar isso.

    Mais e mais escuridão se move em toda parte, enquanto a palhacinha sorridente caminha calmamente olhando em sua direção e por um momento o corredor desaparece. Tudo que você vê são sombras, trevas e sussurros enquanto sua cabeça gira de dor e você tenta saber qual é a direção certa para seguir...

    ...ela vem saltitante como se desfilasse em sua direção com aquele vestido rodado de.

    Palhaça: -Você é meu novo menininho feliz! Por que não esta sorrindo? Vamos nos divertir muito!

    Você nitidamente percebe que ela usou algum tipo de efeito psíquico, talvez outro cientista compreenderia isso que como hipótese seria por conta de alguma mutação ou treinamento hipnótico. Mas é fato que você sente no sangue que esta em seu próprio corpo que o que ela fez tem total conexão com a capacidade que você mesmo conseguiu mediante o que provou...

    ...graças ao seu conhecimento você sente que ela tenta potencializar em você os efeitos enquanto conversa e caminha gentilmente até você.

    (off: Teste de novo força de Vontade+Primórdio)



    Daniel:

    Ele se vê no espelho, em seguida começa a limpar o rosto, sentindo que esta perdendo algum bônus no jogo ao fazer isso.

    Ava:-Registrei todos sim, Dan! Dá uma olhada... Parece estranho, mas eu vi que seus amigos Adeptos da Virtualidade aparecem em muitos dos registros...



    -5audaçõe5, Danie1... Vimos seu passeio pela Deep Web em Carcosa... E não vamos brigar agora, okay? Entendemos agora porque você entrou nas camera5 do centro... Vamos ajudar para o fascista do Escopião não rastrear você5...

    Ava:-Os arquivos da fase de Hastur e do lago Hali estão descritos também com o nome de Amenti... A máscara de IP que quebrei descreve dois locais, um local chamado Cristal Lake e outro em uma pirâmide do Egito. Bem, o jogo continua


    Ron: -Certo, garoto. Você quem manda hoje. Temos alguns guerreiros lá prontos pro serviço... Já estão pelas sombras do lugar... Quanto à Myrella e Gael estão no apartamento de Abigail. Foi uma confusão lá... Pouco depois que você chegou aqui e foi curtir sua viagem, os outros que saíram do hospital com você foram para lá se purificar do veneno do Ferroada, mas Abigail tinha certeza que pediu para a motorista do Uber envia-los para casa de Myrella. Ao achar isso estranho a Abigail perdeu o controle e enlouqueceu... Arrastou a motorista pelos cabelos até seu quarto... Então Myrella nos ligou para irmos conter o que estava acontecendo, Erik estava fora de si. Trouxemos ele para cá... ele se recuperou, até te viu aí "viajando"no álcool da cerveja falando com fantasmas... Arctus deu uma missão para Erik levar algumas pessoas para sede de uma empresa controlada pelo FBI em Wall Street. Talvez possamos chamar Myrella e o irmão dela para o ataque ao Hotel... Que acha?


    Ava: -Ligação com o Escorpião pronta para ser iniciada.

    (off: Role Arete)

    Jim Jones
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 6

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Jim Jones em Sex Set 14, 2018 1:29 am

    O ataque de Ford não surte efeito, pior ainda, ele sofre um contra-ataque quando a faca do Ambrose corta sua carne e acaba o jogando no chão. Ford trinca os dentes aguentando a dor do corte, só pra quando menos esperava sentir a dor se multiplicar e soltar um grito abafado. A musica começa a tocar em sua mente, a escuridão parece estar mais viva, mais assustadora.

    - HAHAHAHAHA!- Ford ouve em sua cabeça histericamente.-  ARGHH!!! NÃO, FAZ ELES PARAREM- Ele houve outra voz, por ultimo ele ouve uma terceira voz de fundo Gritando "SIIIIM!!!!" a distancia e ele reconhece como a voz que ele ouvia antes, a voz que vivia em seu sangue.

    John ve a palhaça vindo em sua direção e dizendo alguma coisa sobre rir, os gritos e histerias em sua mente o fazem virar a cabeça rapidamente para o lado procurando de onde vem o som, mesmo que ele soubesse que era em sua cabeça seu instintivo falava mais alto. Ela tinha feito isso com ele, e ele sabia, talvez algum tipo de percepção extra sensorial que ela tivesse forçado nele, lembrava muito uma das características que ele conseguia forçar desde que entrou em contato com o sangue estranho.parece que ela estava tentando piorar o efeito.

    FdV(5)+primórido(1):
    Jim Jones efetuou 6 lançamento(s) de dados (d10.) :
    5 , 5 , 1 , 6 , 6 , 2

    John se lembra das capacidades que o sangue possuía e entre elas estava a regeneração, não era muito eficiente porém. Rapidamente ele procura em seus bolsos uma das pilulas que pôs antes da missão, esperava que elas ainda tivessem ali. A pilula era um conjunto de compostos químicos que, durante sua pesquisa, ele descobriu interagir com o sangue, os químicos faziam o sangue acelerar o próprio metabolismo, fazendo a regeneração que eles provocavam mais eficiente., a unica parte ruim era que os químicos afetavam os neurônios talvez gerassem leves alucinações, mas a essa altura do campeonato não faria muita diferença. Ele coloca a pilula na boca e morde quebrando o químico em poeira e engole, não tinha tempo pra esperar uma digestão total do envolucro.


    Ele ainda se finge de machucado, como se não tivesse se curado em nada e espera a palhaça chegar perto para tentar acertar um chute no joelho da garota quando ela colocar o peso na perna, a ideia é fazer com que o joelho quebre ou saia da posição orçando-o para um angulo que ele não deveria dobrar. Pelo lado bom agora Ford tinha uma faca para usar, quando pensa nisso John ri levemente com o canto da boca, fazia tempo que ele não entrava numa briga assim. A ultima vez fora com seus antigos colegas de facção.

    off:

    Vo tentar fazer um efeito de Vida 2 pra conseguir aumentar o efeito do sangue para curar ferimento Coincidente(3)+ Vida(2)+ Quintessencia(-1)+ Ressonancia(+1)(?) dif:5(?)

    Arete(3)
    Jim Jones efetuou 3 lançamento(s) de dados (d10.) :
    10 , 1 , 8

    1 pt de sangue para curar

    Possível ataque, se ela chegar perto o suficiente e ainda restar ações.
    Destreza(2)+Briga(1)
    Jim Jones efetuou 3 lançamento(s) de dados (d10.) :
    3 , 8 , 3

    Sangue: 7/10
    Quintessencia 2(?)

    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Dom Set 16, 2018 10:21 pm

    O chute teve um bom alvo, mas não foi tão forte então não gerou o efeito desejado. Ford nota que muito mais por falta de perícia dele do que por capacidade dela de se defender. Apesar de não ser doloroso, o ataque atrasa a palhaça de chegar e a faca ainda estava nas mãos do cientista.

    Ele nota que Uma luz de emergência acende no corredor sobre a cabeça dos dois, aparentemente as luzes ao redor parecem sequer fazer sentido... sendo imagens rodopiantes de trevas em total breu fora do círculo mal iluminado. As trevas fora disso são completamente impossíveis de serem vistas... Ford sente como se o mundo todo se resumisse ao olhar psicótico da garota que ao se afastar solta o balão vermelho que parece flutuar na direção de forma inteligênte...

    ...em seguida o balão explode, Ford se vê sujo de sangue da cabeça aos pés e o líquido preenche o chão e suas roupas.

    ao explodir, Ford perde a garota de vista... E tem a nítida  impressão de ver os lábios dela cheios do mesmo sangue flutuar entre as sombras...


    ...e no instante seguinte desaparecer nas trevas entre os ecos, gritos e sussurros que ele ouvia anteriormente.

    ...quando uma gota do sangue que espirou dele cai de sua mão no chão ele escuta um som...

    "plic"

    onde... ela foi?


    off:


    O efeito de vida funcionou como coincidente, assim com seu ataque ao sistema elétrico, por conta do ambiente tecnocrático ser um Santuário para tecnomantes como te disse anteriormente. Mas como seus medicamentos não são fonte de quintessência você tem de descontar mais um ponto para abastecer seu padrão com a cura que não vier do sangue vampírico.

    Então desconte mais um ponto de quintessência pelo resto da cura que já recuperou você totalmente.

    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 356
    Reputação : 4
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Freya Stormborn em Seg Set 17, 2018 8:28 pm

    A excelência suprema consiste em vencer o inimigo sem ser preciso lutar.
    Eu tinha certeza que não havíamos combinado de ir para sabe-se lá onde estávamos - apesar de parecer claro que Abigail sabia que lugar era aquele. Olhei confusa para Gael e depois para as duas outras tentando me concentrar para acalmar os ânimos e compreender de fato o que ocorria. Pelo que peguei da conversa, era algo com o endereço que a garota sabia e não havia sido o colocado por Abigail. Não sabia como poderia ter acontecido ou o que. Talvez um engano? Pela expressão furiosa de Abigail, com certeza isso não era uma opção. Aproximei-me das duas mulheres o suficiente para tocar minha aliada no braço antes de falar em voz baixo para ela.

    - Abigail, não sei porque está tão nervosa, mas de certo não deve ser culpa dela... Olha o estado dela. Sabemos que ela conseguiria vir aqui desse jeito se não fosse o GPS... Deve ter alguma outra coisa. - Após isso, encerrei o contato físico e olhei a motorista. Estava acostumada com garous furiosos o suficiente para saber que nem sempre era saudável manter contato por muito tempo com eles e então comecei a falar com a dama presa contra o carro. Pousei a mão no capo do carro antes de começar a falar com calma. Meus olhos focaram-se nos da garota contra sendo ameaçada.

    - Suponho que isso tenha sido um grande engano e não é motivo para exaustações de ninguém, sério. Ab, querida, vamos, deixe ela ir... Acho melhor continuarmos o que temos que fazer e já houve feridos demais por enquanto, ela não precisa ficar mais assustada do que já está... E você... Vá para casa, sério, não está em condições de dirigir assim e fará mal a você mesma. Descanse um pouco até você melhorar, porque vai ganhar mais dinheiro sóbria e sem risco de ser presa e ter um prejuízo absurdo. Talvez isso não pareça importante agora, mas acho que não será mantida nesse emprego se for fixada por direção alterada... E isso fica na sua ficha.

    Então tirei a mão do capo do carro e recuei alguns passos, observando o que aconteceria. Apesar das aparências, estava olhando os arredores a procura de quaisquer pessoas que parecessem muito interessadas, câmeras que pudessem estar nos pegando, todavia o mais importante tinha relação com o celular da motorista. Sabia que Abigail não deixaria aquilo "fácil" para lá, pois conhecia bem aquela raiva daqueles com sangue garou, e aproveitei o tempo para usar minha Magika para procurar, no celular, traços de quintessência que pudessem indicar que houve quaisquer magias afetando-a (Primórdio 1: Sentidos Etéreos e Matéria: Percepção da Materia). Talvez aquilo fosse obra, por algum motivo, da tecnocracia ou dos maculados da Wyrm.

    Arete 1 (esferas nv. 1)
    Freya Stormborn efetuou 1 lançamento(s) de dados (d10.) :
    9

    Depois, iria tentar convencer Abigail a irmos para algum lugar onde o véu fosse mais fino e que o ritual de purificação pudesse ser realizado pela jovem. Abraçando meus braços, falei baixo para Gael em irlandês enquanto olhava-o pelo canto dos olhos.

    - Eu detesto isso, sabia? Coisas estranhas que não sei quem está fazendo. - Quando e se a situação se acalmasse, ajudaria como fosse possível com os ritos de purificação se Abigail precisasse. Após isso, ligaria para Arctus para verificar se ele precisava de nós de alguma forma. Se não, iria me dedicar a recuperar energias e me certificar se os dois - Ab e Gael - estavam devidamente curados de seus ferimentos e máculas.

    Percepção + Prontidão (Buscar ferimentos que por algum motivo não se curaram)
    Freya Stormborn efetuou 5 lançamento(s) de dados (d10.) :
    10 , 7 , 9 , 9 , 5

    Consciência + Percepção (Efeitos sobrenaturais/mágikos sobre eles)
    Freya Stormborn efetuou 5 lançamento(s) de dados (d10.) :
    4 , 7 , 2 , 7 , 7

    Observações e Dados:
    Myrella apenas se intrometeu porque, com Humanidade 7 e natureza Filantropa, dificilmente ela deixaria alguém que sabe ser uma garou - ela não tem realmente motivos para relacionar a Aberrações e, sinceramente, ela não se incomoda tanto, afinal Parentes Sobrenaturais, apesar de mais aceitos que Abominações, não são exatamente bem vistos.
    Ali, quando usa Magika, Myrella vai combinar as percepções de Primórdio e Matéria para ser capaz de perceber vestígio de quintessência no objeto e alterações feitas nele, se possível, através de magia que justificasse a aparente mudança de rota considerando que Myrella tenha escutado a conversa das duas.
    Primórdio 1 - Sentidos Etéreos:
    Um mago iniciante na Esfera do Primórdio pode ver a energia básica quintessencial, sentindo onde ela se acumula ou onde surge, as linhas campestres e as trilhas do dragão que atravessam o globo, o sorvo e o fluxo quintessencial que marca a conjuntura. Pode também detectar criaturas e objetos carregados de energia mágika. O mago pode alinhar-se de modo que a Quintessência flua para dentro de seu padrão, carregando seu Avatar. Sem o primeiro nível de Primórdio, não é possível armazenar Quintessência livre dentro do seu padrão, exceto aquela que é recebida através do próprio Avatar.
    Máteria 1 - Percepção da Matéria:
    O mago começa reconhecendo os padrões da matéria, incluindo estruturas fundamentais que dão aos objetos suas formas e propriedades físicas. Com essas percepções, ele pode detectar coisas escondidas dos seus sentidos normais. Pode sentir a composição da matéria e suas propriedades, além de estruturas escondidas dentro de estruturas.
    (C) Ross
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1246
    Reputação : 23

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Claude Speedy em Ter Set 18, 2018 12:03 am

    Myrella:
    A Verbena tenta compreender a razão da fúria tão profunda de Abigail, ela entendia que o que estava acontecendo na verdade era reflexo da fúria típica dos Garou...

    Em partes, Myrella tinha razão, mas quando tenta avaliar profundamente a alma da criatura... a coisa fica mais pesada... Abigail vai arrastando a motorista prédio a dentro e a mente de Myrella é inundada com um fato cruel.

    Abigail esta contaminada com a Wyrm... E ela parecia sedenta de sangue...

    Talvez literalmente.

    Todos sobem para o apartamento, enquanto Abigail começa a fazer o ritual não larga a assustada motorista, que apesar de ter ouvido as palavras de Myrella ainda estava com medo e tensa naquele meio.

    Myrella ficou tão fora de si que achou que fosse por conta dos seus ferimentos, enquanto Gael a carrega tenta entender o que sua irmã sentiu. Algo em Abigail esta muito fora do comum, seja lá o que é que seja tão obscuro também permeia Erik, que esta tão aterrorizado com a agressão sobre a motorista quanto os demais.
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 356
    Reputação : 4
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Freya Stormborn em Ter Set 18, 2018 12:41 am

    A excelência suprema consiste em vencer o inimigo sem ser preciso lutar.
    Eu estava confusa e tentava entender o que é aquilo que eu havia notado nos dois. Estavam maculados, isso era claro, mas eu não sabia qual era a forma de mácula. Tremia um pouco e enterrei o rosto no pescoço de Gael, antes de olhar para ele pelo canto dos olhos ligeiramente marejados. Não achava improvável que na loucura da Aliança houvesse, por exemplo, vampiros, que eram maculados pela Wyrm por definição, mas aquela presença que sentia ali era diferente... Uma garou com sede de sangue? Duvidava que um Crinos em Frenesi pudesse ter um desejo tão literal quanto o dela. Todavia, se havia sido recrutada como nós talvez não fosse tão ruim quanto poderia ser.

    - Fiz uma descoberta... Desagradável. - Foi a única coisa que eu falei antes de tentar entender porque diabos meus machucados haviam feito aquilo. Achava que minha habilidade natural de recuperação, amplificada pela simples presença esfera da Vida, deveria ser o suficiente para me fazer ficar perfeita em pouco tempo. Não aconteceu. Apoiada no garou, tentei me apalpar para procurar provas físicas de algo, mas desisti mal havia tocado no nariz anteriormente quebrado. Passaria logo, seja lá o que fosse.

    - Não é hora para falar nesse momento... Não é... Algo que deva ser perigoso no momento... - Ou talvez eu apenas não quisesse mais sangue derramado ou ficar sem respostas. Sabia que a menção a mácula nunca deixava um garou alegre, mas não havia motivos para alardes. Ainda. Apenas deveríamos estar prontos para defendermos aquela humana se fosse necessário. - Irmão... Está tudo bem com você?

    Questionei, procurando em meus limitados conhecimentos quaisquer informações, se havia qualquer história ou boato que se sobressaísse na minha mente de como alguém continuasse nas "bênçãos de Gaia" com tamanha mácula. E algo que explicasse o desejo de sangue sobrenatural de sangue de Abigail.

    Cultura Garou + Inteligência
    Freya Stormborn efetuou 4 lançamento(s) de dados (d10.) :
    5 , 5 , 4 , 8

    Ocultismo + Inteligência (Especialista em Assunto - Ocultismo)
    Freya Stormborn efetuou 6 lançamento(s) de dados (d10.) :
    7 , 10 , 10 , 3 , 2 , 3

    Cosmologia + Inteligência
    Freya Stormborn efetuou 6 lançamento(s) de dados (d10.) :
    2 , 4 , 10 , 10 , 4 , 6

    Se soubesse o que eles eram ou ao menos tivesse uma ideia vaga do que não era - porque eu sabia que eles não estavam vivos -, pudesse decidir melhor como contar aquilo ao meu irmão.

    (C) Ross
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 356
    Reputação : 4
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Freya Stormborn em Ter Set 18, 2018 12:53 am

    Especialização
    Freya Stormborn efetuou 2 lançamento(s) de dados (d10.) :
    7 , 8
    Conteúdo patrocinado


    Re: Parte lll: O olho que Tudo vê

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Out 23, 2018 5:06 am