Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    [!ON!] Caçada

    Compartilhe
    Colz
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 72
    Reputação : 17

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por Colz em Qui 1 Mar 2018 - 0:39




    Tron era interessante aos olhos de Jared. Com um sorriso, observa a postura do anjo e sua relação com as palavras que proferia. Era como um jovem inconsequente que fazia exatamente o contrário do que lhe era pedido apenas pelo prazer de discordar. Talvez disfarçasse esse sentimento rebelde com a necessidade de compreender o cenário maior a fim de não ser manipulado, mas a verdade é que Tron e os outros revolucionários deviam estar cansados de obedecerem ordens por tanto tempo para, em seguida, receberem algozes às portas de suas casas com ordens similares às que seguiam n'outro tempo. Desejavam agir por conta própria; ter a liberdade de tomar as próprias decisões e arcar com as consequências das mesmas. Ora, na atual conjuntura, até um erro devia mostrar-se prazeroso para alguém que nunca pôde errar.

    – Quem sou eu? Sou o Jared! – Responde, com um ar jovial. Num misto de compaixão, compreensão e bom humor, decide dar algumas informações para sanar às indagações de Tron. – Essa pergunta, entretanto, seria ideal para você.

    Posiciona o braço esquerdo verticalmente na altura do abdômen e apoia o cotovelo direito sobre a mão esquerda. A mão direita, por sua vez, fica próxima ao rosto, com os dedos interagindo à medida em que Jared continuava seu discurso.

    – Quem é você, Tron? Um dia, foi um representante dos céus. Depois, tornou-se um rebelde caçado pelo Paraíso. Hoje, é um resquício do que um dia foi focado numa só missão. Você não sacou ainda que, a partir do momento em que deu as costas para o mundo celestial, uma infinidade de possibilidades surgiu diante de você?

    Dá as costas para Tron e abre os braços. Sua postura quase beirava o teatral.

    – Parece um soldado, fadado a encontrar sentido para sua vida numa missão. Seguir as ordens de Miguel, check. – Jared faz um movimento com a mão, como se segurasse uma caneta invisível para marcar uma checkbox no ar. – Fugir de Miguel, check. Encontrar um lar na Terra, check. Iniciar a busca da sua vida atrás da Cura de Deus, check. Se me permite dar um conselho, precisa começar a viver um pouquinho.

    Gira nos calcanhares e olha Tron nos olhos. A expressão bem humorada dá lugar à uma face mais séria, compenetrada e indecifrável. Era como se outra pessoa estivesse ali, substituindo o bobo da corte de outrora.

    – Aqui vai mais uma missão pra você, Tron: destruir Miguel. É impossível encontrar Rafael com Miguel no caminho. E é impossível vencer Miguel sozinho. A loirinha já tá na tua, é só mirar e marcar o gol.

    Coloca as mãos no bolso e começa a se distanciar com passos vagarosos. Claramente, estava se retirando de cena, como se a peça chegasse ao final.

    – Sim, eu sei. Você não se importa, não é? Pois bem, eu já esperava essa sua reação...

    Pára, ainda de costas. Vira apenas a cabeça, encarando Tron de perfil.

    – Se você fingir que quer me ajudar, eu conto pra você onde Rafael está.

    E, assim, Jared desfere o golpe que o tornaria vencedor daquele embate.
    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1172
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por Nimaru Souske em Qui 1 Mar 2018 - 17:00

    - Jared... ta aí mais um nome que não havia escutado antes do dia de hoje.

    Kruashtron falara logo após a revelação do nome daquele homem que estava a sua frente. Calou-se para ouvir as indagações de Jared e sorriu ao ouvi-lo falar sobre "viver".

    - Ha, garoto, parece que os celestes estão muito preocupados comigo hoje. É a terceira pessoa que vem falar comigo sobre minha vida e como um anjo deveria estar vivendo "melhor" Faz as aspas com os dedos. - Não sei se você é sequer um anjo, mas tenho certeza que você não entende ou não está satisfeito com a natureza que nos foi imposta por nossas castas. Para nós, viver é seguir nossas naturezas com louvor e exito, sentir o prazer de se sentir parte da casta que fomos ordenados por Yahweh.

    Encara Jared por um curto período de tempo, como se novamente seu passado viesse como um soco em sua face que o deixou desnorteado.

    - Eu não sinto esse prazer... ao menos sei que não poderei sentir até encontrar Rafael. Sou um Hashmalin nascido em meio à orfanis,
    regido pela Cura de Deus e imbuído com a natureza do próprio Lúcifer. Nada que faço me satisfaz pois minha natureza está entre a salvação e a tortura, a cura e a punição.
    Cerra os punhos gradativamente enquanto fala, mas não parecia uma forma de ameaça. Ele sentia-se implodindo com aquele turbilhão de sentimentos.

    - Então eu não tenho interesse em ir até Miguel, à menos que ele se oponha diretamente em meu caminho. Observa o homem se distanciando de costas para si.

    Mas uma facada lhe atinge o coração e um calafrio sobe por seu corpo tão rápido que logo ficara ofegante e, como resposta ao impulso que sentira, projetou-se para frente como se quisesse correr até Jared. Mas se conteve.

    - Certo... Temos um acordo então. Levarei a menina até Miguel e o farei ficar de joelhos. Seu tom voltara a ser depressivo, quase sem vontade de projetar a voz.

    Sabia que estava encurralado e que teria que apostar na única pista "concreta" que tivera até agora sobre Rafael. As chances daquelas palavras serem apenas um blefe eram gigantes, mas Tron sabia que não iria perder nada ao tentar.

    Dessa vez, ele vira-se de costas para o homem que estava parado e começa a andar.

    - Mas saiba que se não me der o que quero, o próximo a cair será você. Não confio em você, não preciso confiar. Caso estejas mentindo, será apenas mais um contratempo até eu encontrar meu antigo mestre.

    Tra abre novamente o portal para voltar à Haled, na mesma casa que estava antes, esperando ver a garota que lhe abordara primeiro naquele dia.
    Colz
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 72
    Reputação : 17

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por Colz em Qui 8 Mar 2018 - 22:55




    – Tá... g-gritando... por... por quê?

    Com muito esforço, Yarion abre os olhos, permitindo que o azul escape pelas frestas de seus olhos. A voz da Chama Sagrada soava cansada, sem a força e a impetuosidade características. Se prestasse bastante atenção, Nikah também perceberia um quê de tristeza por trás daquelas palavras que representavam o oposto do que pensava de fato. Leva a mão até o peito e pressiona o coração, que doía num misto de dor física e exaustão emocional. A energia celestial continuava correndo por seu corpo, fazendo-o arder intensamente. Respira fundo e direciona o olhar para Nikah sem mexer a cabeça.

    – Me ajuda... a te ajudar...

    Ela não entendia o que deveria fazer? Precisava sair dali antes que mais soldados das nove esferas celestiais aparecessem para capturá-la. A essa altura, sabiam que era uma traidora e, por esse crime, deveria pagar com a morte – que, para um anjo, era muito mais do que o fim de sua existência; resumia-se na perda das asas, do prestígio, da vida pautada pelo sagrado, pela paz, pela certeza! Nikah mergulharia num mundo de dúvidas, de amargura e, principalmente, de tristeza. Não desejava isso para ela, apesar do erro que cometera.

    – Se eu... te ver... de novo...

    Cospe um pouco de sangue, sentindo um gosto metálico na boca. Estranhamente, sente um pouco de prazer com aquilo... Era como se estivesse em contato pela primeira vez com a mortalidade – e, diabos, como aquilo fazia bem! A incerteza do que estava por vir representava, no mínimo, um alívio.

    – ... Mato você.

    E, ao dizer isso, permite que a energia exploda uma vez mais. Se Nikah não saísse de lá, teria o corpo chamuscado pelo big bang causado pelo anjo. Talvez conseguisse usar seu poder para conter um pouco da energia de Yarion, mas dificilmente conseguiria superá-la. Além disso, se o choque entre duas forças contrárias ocorresse naquele momento, talvez toda aquela região seria dizimada. Nikah colocaria tudo aquilo em risco?
    DanyGSouza
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 26
    Reputação : 5

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por DanyGSouza em Sex 9 Mar 2018 - 12:38






    A espera era uma tortura silenciosa que transcorria em minutos, talvez segundos, enquanto a chuva continuava a cair. Naquele momento, apesar do turbilhão de emoções que insistia em tomar conta de si, foi capaz de esboçar um sorriso sincero, ainda que contido. Aquele era o último sorriso que Yarion veria em seu rosto?

    - Não fale... Vai ficar tudo bem... - A quem ela queria enganar? Obviamente, não iria ficar tudo bem. Por mais que tentasse ser forte, seus olhos avermelhados pelo choro a traíam. Vê-lo naquele estado lhe quebrava mais do que qualquer outra coisa, literalmente, lhe partia o coração. Em seu íntimo, ela sabia o que estava acontecendo, era capaz de entendê-lo, embora não aceitasse. Talvez por essa razão ela ainda relutava em soltá-lo.

    Criatura alguma seria capaz de entender aqueles dois: Nasceram juntos, a mesma luz que originou um, originou ao outro. Eles se complementavam, se entendiam, estiveram juntos desde o início dos tempos, como forças opostas que eram necessárias entre si. Água e Fogo. Yin e Yang. Nikah e Yarion. Unidos, criaram e construíram, batalharam e serviram. Partilharam a vida por uma eternidade, o apego era mais do que natural. Como poderia ir embora sem ele?

    - Entendo. - Falou tão baixo que era quase um sussurro. Beijou carinhosamente a testa do Ishim e o acomodou no chão. A chuva diminuía o ritmo gradativamente a medida que a compreensão da dimensão se formava na mente dela. Não havia mais volta em seu caminho, pagaria o preço de suas escolhas. Sua ingenuidade levara a crer que ele entenderia perfeitamente a manipulação do Justo e iriam juntos encontrar uma forma de combatê-lo, encontrar Rafael e fazê-lo se unir a Gabriel, o patrono dos Ishins. Não contava, porém, que o entendimento do Chama Sagrada o levaria ao sacrifício. Cada poro de seu ser odiava Miguel por tudo que a levara até aquele momento, não se perdoaria - nunca - por Yarion, ele era bom demais para estar envolvido nesse jogo sujo.

    - Acho que não vou mais precisar disso, então... - Arrancou do pescoço o colar que trazia sempre consigo, um cordão de ouro fininho que continha uma pequena pedra azul oceano como pingente, azul da cor de seus olhos, simbolizava a legião das águas. Era como uma identidade de Ishim, era o seu símbolo, tinha seu nome inscrito em runas antigas na parte de trás. Colocou o colar na mão direita dele, sentindo o calor do poder que ele emanava. Demorou-se alguns eternos segundos até que seus dedos finalmente se separassem e deu dois passos cambaleantes para trás. Talvez ele não percebesse no seu campo de visão, mas a Ishim derramava lágrimas incontroláveis. Talvez nem seria mais a mesma depois daquilo, lhe faltaria algo, lhe faltaria metade. Não estariam mais em equilíbrio. Não sabia nem se ele iria sobreviver aquela demonstração absurda de poder, não sabia se sobreviveria aos caçadores de Miguel, não sabia do amanhã. Mas sabia que Miguel conseguira o que queria, embora não soubesse o porquê. Mais do que odiava o arcanjo, ela se odiava. Pegou a jaqueta que estava jogada no chão, olhou para trás uma vez mais e correu. Precisava sair de lá o mais rápido possível ou o sacrifício dele seria em vão. Como se odiava por isso! Correu, correu sem parar, não podia parar, não podia olhar para trás, apenas precisava sair de lá.


    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1172
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por Nimaru Souske em Sex 9 Mar 2018 - 20:55

    Kruashtron sai do portal que ele mesmo criou, frente a porta principal da casa que morara até aquele dia. Esperava encontrá-la vazia e já se cansava só de pensar em ter que procurar aquela garota que lhe abordou anteriormente. Ao pisar no solo e olhar ao redor, sentiu uma força batendo contra seu corpo e o empurrando para trás. O renegado, como reação, pôs sua força em direção contrária e tentou segurar aquilo que colidia contra si.

    - Mas que droga é essa? Resmungou.

    Viu que segurava a garota que, coincidentemente, iria procurar logo quando saísse dali. A Ishin parecia consternada e corria em direção a saída dali, logo atrás de Tra. Olhou rapidamente o que estava ao seu redor e notou que tudo dentro daquela residência estava molhado como se tivesse chovido ali mesmo e que Yarion, o anjo que lhe ameaçara a pouco tempo, estava ao chão, caído.

    - O que aconteceu, garota? Você o matou? Largou Nikah e deu alguns passos para trás, deixando o silêncio acalmar seus pensamentos por alguns instantes.

    - Nikah, eu estou vendo que você não parece estar bem, mas preciso que me explique o que aconteceu aqui e o que está acontecendo de maneira geral, mas antes precisamos sair daqui.... Vamos andar, encontrar algum lugar para comer talvez, pode lhe ajudar a se acalmar. Tron estava tentando tomar cuidado com as palavras e ações, já que a companhia daquela agora agora fazia parte de sua busca. - No tempo que estive fora recebi informações sobre Rafael... acho que você vai querer saber. Olhava para a mulher a sua frente esperando sua reação, atento como se a qualquer momento pudesse ter que lidar com algo além dos seus conhecimentos.
    DanyGSouza
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 26
    Reputação : 5

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por DanyGSouza em Ter 13 Mar 2018 - 23:21






    Como se a sua vida dependesse disso - e dependia, de fato - a Ishin correu. Tomada pelo desespero da situação em que havia se inserido, olhava adiante praticamente sem enxergar o que acontecia a sua volta: talvez por isso não tenha percebido que algo lhe barraria a passagem, apenas se deu conta com o forte impacto que seu corpo tomou.

    - QUÊÊÊ? - Seu primeiro pensamento foi de que os caçadores de Miguel já haviam entrado em ação e que ela seria levada a execução pelo seu "crime" de rebeldia. Segurada com firmeza pelo seu "captor" teria de recorrer a força bruta de seu domínio elemental para se livrar daquilo. Mas antes que tomasse alguma atitude precipitada, reconheceu a voz e a presença de Kruashtron Tra. Abraçou o anjo renegado sem nem pensar duas vezes, apenas agiu por instinto e permaneceu um tempo sem se mover, se permitindo a colocar os pensamentos em ordem.

    "O que aconteceu, garota? Você o matou?" - Tron sabia que aquela pergunta seria capaz de puxar o gatilho de suas lágrimas que ela tava tentando a todo custo segurar? Seus corpos se separaram do abraço e eles se olharam num silêncio tenso. Era isso que a armada celestial pensaria? Olhou na direção de onde Yarion se encontrava caído, a evidência de seu crime jazia na mão de seu companheiro. Tudo que ela queria naquele momento era cuidar daquele anjo que cuidara de si tantas vezes, mas sabia que não havia mais volta naquele caminho.

    - Eu não... Não... - Balbuciou cabisbaixa tentando responder a pergunta feita pelo Hashmalin. Enxugou as lágrimas com as mãos e sabe-se lá de onde a Ishin tirou forças para proferir as palavras seguintes. - Não o matei, entretanto, eu sou a grande responsável por tudo isso. Sinto muito, precisará de um novo esconderijo.

    Como explicaria a Tron tudo o que estava acontecendo e o que aconteceria dali por diante? Falaria sobre Gabriel, falaria sobre Yarion ou falaria sobre Miguel? Que tipo de informação ela poderia compartilhar com ele? Observou a postura cuidadosa do anjo que lhe indagava... A verdade é que permaneceu em silêncio, mas concordava que precisavam sair dali. A menção ao nome do Arcanjo Rafael lhe chamou a atenção, seu olhar evidenciava isso apesar do silêncio. Aceitou o convite de Tron para que deixassem aquele local, permitindo que ele a conduzisse, afinal de contas, ele conhecia a região e suas redondezas, saberia de algum lugar onde pudessem conversar em paz. Precisava estar apresentável: concentrou-se um pouco e logo toda a água que ensopava suas vestes voltava para a natureza conforme eles caminhavam. Vestiu novamente a jaqueta preta de couro - não sabia explicar o porquê, mas gostava daquela jaqueta. Sentia que por mais bobo que parecesse, lhe deixava protegida.

    - Me conte... Onde esteve. Durante esse tempo... - Quebrou o silêncio durante a caminhada. Sua voz era pausada e triste, sem a eloquência de antes. - O que você descobriu?


    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1172
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por Nimaru Souske em Qua 14 Mar 2018 - 17:56

    - Encontrar outro lugar não será problema para mim, não é como se fosse a primeira vez e... além do mais, minha missão não me permite mais ficar aqui.

    Respondeu a afirmação da Ishin que parecia bastante abalada com algo que aconteceu naquela casa durante a ausência de Kruashtron. O Hashmalin apenas podia supor que a briga daquele estranho casal havia acabado mal para o lado do Ishin do fogo.

    - Mas como eu disse antes, precisamos sair daqui o mais rápido possível porque não acho que os outros servos de Miguel vão lhe perguntar gentilmente sobre o que aconteceu aqui dentro. Enfatizou o termo "outros" deixando bem claro que por mais que estivesse aparentando se preocupar com Nikah, ainda havia desconfiança por sua parte em relação a ela ter se revelado como alguém que já seguiu o Príncipe dos Anjos. Mas não havia mais agressividade em sua postura, muito menos em seu olhar, havia apenas o foco em sua atual missão.

    Esperou a mulher se recompor olhando curioso para as atitudes dela, como se não entendesse toda aquela preocupação que os outros anjos tinham com suas aparências e pomposidades. Se aproximou da porta queimada pelo poder de Yarion e viu que a maçaneta estava derretida e inutilizável. Sem pensar duas vezes, desferiu um poderoso chute que quebrou de vez a madeira fragilizada e fez um sinal com a cabeça para que Nikah o acompanhasse.

    - Venha, eu lhe explico no caminho...

    Saiu, sendo seguido pela garota que o acompanhava por aquelas ruas que ele já estava cansado de ver todos aqueles dias. O Sol estava em seu pico, provocando uma sensação quente em ambos os celestes que andavam rumo à um Bar que ficava nos fundos de uma oficina. As roupas de Tra eram leves e finas, o que não o atrapalhava em relação ao calor, mas já não podia dizer o mesmo da dominadora de água.

    - Bem, sobre o que você me perguntou... Eu fui até o plano ethéreo esperar que vocês se resolvessem e decidissem sair logo daquela casa, só que aconteceu algo que eu não esperava. Um anjo estava me esperando do lado de lá... Jared o nome dele. Me disse que para que eu encontre Rafael, primeiro eu preciso tirar Miguel da jogada e... ele disse que você era importante para isso... Sua fala era extremamente pausada como se não soubesse exatamente a melhor maneira para falar o que estava falando. - Olhe garota, eu sei que parece repentino e tudo mais,
    mas é que eu não tive muitas pistas desde que vim para a haled e acho que devo seguir o que esse desconhecido falou, até porque se for mentira, o único prejudicado no final será ele mesmo quando eu for atrás dele.


    Esperou algum tipo de resposta enquanto olhava diretamente para os olhos de Nikah, mantendo os passos da caminhada.

    - Você conhece algum anjo com esse nome ou sabe porque alguém falaria isso de você?
    DanyGSouza
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 26
    Reputação : 5

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por DanyGSouza em Qui 15 Mar 2018 - 14:00






    A Ishin o seguia durante todo o trajeto. Não que houvessem caminhado bastante, mas de alguma forma sentia que o anjo renegado lhe faria companhia por mais tempo. O contraste entre os dois era notável: ela tinha uma aparência bem mais jovem e arrumada, parecia de fato uma garota perto dele que naquele avatar humano aparentava ser bem mais velho, além de sua visível falta de cuidado com a estética. Tron exibia cabelos e barba desgrenhados, não se importava com a aparência. Ele trajava roupas leves. Ela não se incomodava com o clima, por exemplo... Achava até agradável. Gostava de saber que seu avatar humano era capaz de sentir calor ou frio, embora isso não fosse relevante... Aquela fragilidade humana não era a realidade de seres celestiais. Permaneceu calada durante o trajeto, ouvindo com atenção cada palavra proferida por Kruashtron e absorvendo cada uma delas, procurando algum sentido naquilo. Então a Ishin cessou seus passos, colocando as mãos no rosto: Precisava pensar.

    "O que está acontecendo? Miguel, Yarion, Kruashtron Tra. Rafael. O que significa tudo isso?"

    - Pera, peraí um pouco... - Gesticulava com os braços, nada discreta. Ela gostava muito da sinceridade de Tron, mas por outro lado, não conseguia entender. - Você tá me dizendo que um tal de Jared estava lá no Ethereo te esperando pra dizer que você precisa tirar Miguel da jogada para então encontrar Rafael? Como que você pretende fazer isso? Um tal de Jared? Como você pode ter certeza de que ele é um anjo? Como pode ter certeza de que ele tá falando a verdade?

    Ela estava certa em desconfiar desse tal Jared. Tron também deveria desconfiar. Ora, ele deveria desconfiar até dela! Como se já não tivesse problemas o suficiente, um tal de Jared aparecia para encher a cabeça de Kruashtron com besteiras. Oferecer Rafael como moeda de troca, era um golpe baixo. Tentou buscar em sua memória qualquer menção ao nome "Jared". Era mensageira, conhecia anjos do alto escalão, sabia quem eram os principais representantes de cada casta. Conhecia cada Ishin... Mas o nome "Jared" não lhe soava familiar. Nem conhecia esse tal de Jared e já não ia com a cara dele.

    - Tem certeza mesmo de que era um anjo? - Nikah parecia bastante preocupada. - Tron, você não pode seguir as palavras de um desconhecido só porque ele mencionou o nome de Rafael! Ele pode estar te manipulando, você pensou nisso? - Era fácil pensar que qualquer um podia manipulá-los. Era notório que apenas a menção ao nome do Arcanjo Rafael teria o poder para fazer com que Tron tomasse algum partido naquilo tudo. Ela mesma sabia que poderia ser manipulada por qualquer um que usasse Yarion como moeda de troca. Talvez por isso se solidarizasse com o seu novo amigo - será que podia chamá-lo de amigo? Tinham algo em comum: ambos eram trouxas. Riu daquilo. O sorriso leve logo se transformou numa gargalhada que misturava incredulidade com surpresa.

    - Olha, eu te entendo. De verdade. - Apesar de toda a dor que a Ishin carregava dentro de si devido aos recentes acontecimentos, era incapaz de ignorar a empatia que sentia pelo próximo. - Mas não seja ingênuo, esse Jared não te deu nenhuma pista relevante. E quanto a mim... - Fez uma pausa, como se precisasse pensar na melhor forma de dizer aquilo. - Não sei como eu poderia ser importante nisso. Não tenho nada de especial. Sou apenas uma mensageira. Uma Ishin que perdeu o seu propósito. Uma rebelde.

    O bar estava próximo e dessa vez a Ishin não esperou que Kruashtron tomasse a dianteira, ela mesma apressa a o passo e adentrava o lugar. Ironicamente, entrar em bares chamando a atenção para si parecia fazer parte de sua rotina na semana que passou na Haled. Teria rido daquilo se não estivesse tão perturbada. Seus olhos buscaram pela mesa posicionada no local mais discreto, para então dirigir-se para lá e sentar na cadeira. Esperou que Tron fizesse o mesmo, para então dar continuidade aquela conversa aparentemente sem sentido.

    - Você quer saber o que está acontecendo? Vou te mandar a real. - Mexeu numa bolsinha bem discreta que trazia consigo por dentro da jaqueta e de lá tirou uma caderneta e uma caneta. Achou graça daquilo, pois eram artefatos humanos e ela achava o aparato super interessante. No céu os escrivães usavam pergaminhos e escreviam com penas imersas em tinta. Mas só a casta dos burocratas tinha acesso aquele tipo de material, e pra Nikah aquilo era uma diversão. - Uma guerra está prestes a eclodir. Miguel, Gabriel, Lúcifer... - Escrevia cada nome no papel, fazendo questão de não mencionar Uziel. - Você não é páreo para Miguel, tampouco eu! Por mais que você queira bancar o herói e tirar Miguel da jogada acreditando que isso vai trazer Rafael, lamento dizer, você vai morrer em vão. O Justo continua agindo como um tirano e manipulando a todos para os seus propósitos. - Parou o que estava prestes a dizer, porque isso remetia a Yarion e o que acabara de acontecer. O ódio por Miguel era visível não só em seus olhos azuis oceano, como também nas suas mãos tremulas. - Não sei o que esse Jared te contou, mas eu não tenho como te ajudar nisso. Sinto muito.


    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1172
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por Nimaru Souske em Qui 15 Mar 2018 - 16:27

    - Sim, foi exatamente isso. Fez silêncio apôs sua resposta pois esperava que aquela simples afirmação fosse suficiente para explicar o que estava acontecendo.

    Não foi o que ele percebeu ao olhar para o rosto da Ishin.

    - Veja, não faz diferença para mim se ele é ou não um anjo. Estou chutando que seja um celeste pois conhecia você e, pelo que vejo, você não me parece alguém acostumada a vim à Haled com frequência. E sobre Miguel, só precisamos reunir uma força contra ele que se empenhe na missão de derrubá-lo. No tempo que estou aqui, vi a força que os outros renegados tem e, ainda mais, vi a capacidade dos humanos e a muito tempo deixei de menospreza-los. Podemos formar nossa própria insurgência.

    Pigarreou e olhou para o céu, quase como encarando o sol.

    - E mesmo que ninguém queira me seguir, eu vou atrás da única pista de Rafael que tive até o momento. Se for mentira, descobrirei após meu sucesso contra Miguel e apenas voltarei a estaca zero... nada que seja novidade para mim. Desceu o olhar até Nikah e limpou o suor do rosto. - Se esse Jared estiver falando a verdade, melhor pra mim, se estiver mentindo, pior para ele. Não vou força-la a acreditar nem seguir ninguém, estou apenas seguindo as pistas que incluem você, o que não obriga você a me seguir.

    Kruashtron Tra não parecia chateado com as interrogações da celeste, apenas ficava repetindo as mesmas frases sobre seguir a missão e não ser relevante a veracidade da informação pois deixou-se tomar pela alegria de ter um caminho, de finalmente está andando em alguma direção e sentir o vento da esperança tocar em seu rosto novamente após tanto tempo em uma escuridão sufocante.

    Escutou o riso de Nikah, que se misturava ao som de seus próprios passos, mas não esbouçou nenhuma reação quanto a isso. Pareceu entender seus motivos.

    - Posso parecer ingênuo, Nikah, mas a questão é que não tenho nada a perder. Não faço por Rafael ou por esse desconhecido, faço por mim, e a informação que tenho é relevante aos meu olhos. Até agora matei para não morrer e alguém hoje me prometeu que se eu matar só mais uma vez, posso chegar no que quero e esse sentimento... só esse sentimento já é o bastante pra eu querer seguir isso. É por isso que sua frase não faz sentido pra mim. Não existe um rebelde sem propósito ou motivação, alguém só se rebela por algum motivo que acendeu dentro de si... você talvez não tenha se olhado melhor para o que acendeu em você. Fala baixo, em tom reflexivo e se alguém perguntasse a Tron o porque estava falando aquilo para aquela Ishin, provavelmente ele não teria uma explicação plausível.

    Após sua fala, a mulher passou a sua frente e entrou no bar, agindo como se fosse uma assídua frequentadora do local. Tron sorriu vendo aquilo. Logo seguiu a mulher e se dirigiu até a mesa, ainda com suas pupilas se acostumando com a escuridão do lugar que contrastava com a luz da manhã que estava lá fora.

    Sentou-se e escutou atentamente as declarações da Ishin. Tinha um pequeno sorriso no canto de sua boca como se achasse de certa forma fofo a imagem daquela mulher tentando explicar algo que ela mesmo parecia não entender.

    - Precisamente, sozinho não chego nem aos pés do Príncipe, mas isso não é algo necessariamente ruim para mim. Se reunirmos forças, talvez possamos ter alguma chance contra Miguel e quem sabe eu possa encontrar Rafael e perguntar pra que merda eu existo, mas talvez eu vá sozinho contra Miguel e encontre meu fim lá e pronto, meu problema é resolvido também. Ambas as opções são validas para mim, talvez você seja alguém que vá me ajudar a encontrar essas pessoas para lutar contra Miguel, já que você viu que minha habilidade social não é minha melhor qualidade, ou talvez você seja aquela que vai seguir seu caminho e deixar que eu encontre meu fim nas mãos do Tirano. Me parece bem simples, na verdade. Como paródia às anotações de Nika, Kruashtron passava seu dedo indicador pela superfície da mesa.

    Ao final, encarou mais uma vez aquele rosto feminino.

    - Garçom, duas cervejas para essa mesa. Gritou, sem deixar de olhar para Nikah.
    DanyGSouza
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 26
    Reputação : 5

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por DanyGSouza em Seg 19 Mar 2018 - 13:52






    Não imaginava que o Hashmalin fosse tão falante. Isso talvez fosse um reflexo dele ter passado tanto tempo sozinho, certamente ele não tinha com quem falar, não tivera amigos com quem pudesse compartilhar seus valores, sua luta, sua busca... Até aquele momento. Ela era conhecida por ser tagarela, mas naquele dia em especial ela não estava se comportando como o habitual: alegre, falante e espontânea. Seu estresse se justificava pelos recentes fatos que a deixavam furiosa, séria, atenta, desconfiada e ligeiramente paranoica. Embora não estivesse sorrindo naquele momento, ela achava graça na inversão de papéis ali. Ele até parecia ligeiramente feliz, como se estivesse satisfeito.

    - Eu tô vendo um sorriso no seu rosto ou é impressão minha? - Ah, a espontaneidade não havia morrido, afinal. Falou sem pensar... - Desculpa, não quis te deixar sem graça.

    Havia escutado com atenção tudo que o anjo lhe falara, ao mesmo tempo em que continuava rabiscando palavras que considerava importante e alguns pequenos desenhos aleatórios. Não conseguia deixar de pensar principalmente na parte onde Tron mencionou "nossa própria insurgência" - aquilo parecia atrativo demais, ao mesmo tempo em que parecia extremamente arriscado. Obviamente, por mais que o Hashmalin se mostrasse determinado, ligeiramente prepotente e autoconfiante, Nikah não permitiria que ele se arriscasse dessa maneira.

    - Ok, digamos que eu leve em conta as palavras do seu mais novo amigo... Devemos dar um jeito em Miguel para então encontrarmos Rafael. - Falava como se estivesse reafirmando a informação obtida. - Isso põe abaixo tudo o que eu havia planejado. - Coloca a caneta na boca e relaxa um pouco mais a postura, recostando-se na cadeira. - O plano era encontrar Rafael e fazer ele se unir a Gabriel, assim o Mestre do Fogo teria uma vantagem contra o Justo. Eles agora estão em um impasse... - Deixou a frase no ar, a inocência em suas palavras dava um tom mais delicado a conversa. Logo, eles eram interrompidos pelo garçom, que trazia o pedido feito por Tron. Sem a menor delicadeza, o homem colocava na mesa duas canecas cheias de um líquido amarelado que espumava. A Ishin não fazia a menor ideia do que era aquilo, mas notou que a bebida era gelada. O homem se retirou da mesa sem tirar os olhos de dela... Talvez ele estivesse estranhando que o sempre tão solitário Tron estivesse acompanhado.

    - De qualquer forma, deu tudo errado... Tudo começou errado, na verdade. Eu deveria ter desconfiado antes. Você está certo, não costumo vir à Haled com frequência... Yarion tem mais experiência nisso. Fomos criados juntos e temos agido juntos nas missões, mas passei os últimos tempos trabalhando como mensageira para os arcanjos... Tive acesso a várias esferas, muitos anjos de alto escalão... - Parou de falar e com as duas mãos, levou a caneca de cerveja até a boca, ingerindo a bebida com um gole tímido. O gosto, entretanto, fez com que Nikah fizesse uma careta engraçada: a bebida era muito amarga! Não entendia como Tron e os humanos conseguiam beber aquilo. Era melhor beber água!

    - Voltando ao assunto... Então, fomos designados a essa missão de encontrar o anjo renegado que supostamente sabia do paradeiro de Rafael. Sabe qual é a parte estranha? Yarion e eu recebemos as ordens individualmente, e fomos enviados para locais diferentes. Por que Miguel iria querer separar dois anjos que sempre agiam juntos? - A resposta era simples, Miguel não tinha escrúpulos. - Você me mataria, assim como matou tantos outros, não é verdade? - Fez uma pausa, olhando nos olhos dele. Não o julgava por isso, sabia que a vida de um renegado não era fácil. - Você entendeu que eu não era sua inimiga e preferiu o diálogo, se abriu comigo. Mas e quanto a Yarion? Ele claramente tinha outro objetivo e nem mesmo eu consegui fazê-lo parar... Por que você preferiu fugir a enfrentá-lo?

    Esperou um pouco mais pela réplica do anjo, sem desviar seus olhos azuis oceano dos olhos dele. Quando tornou a falar, seu tom era mais baixo e delicado.

    - Miguel já sabia de minhas verdadeiras intenções e de minha subordinação direta a Gabriel. Entenda, Miguel precisa de Ishins, ele quase não tem elementais a sua disposição uma vez que quase toda a legião está sob a guarda de Gabriel. - Existia uma razão para o racha entre Miguel e Gabriel que obviamente Tron não fazia ideia por estar exilado na Haled há milênios. Os dois arcanjos estavam em um verdadeiro impasse naquele momento, como se o próximo movimento no tabuleiro de xadrez fosse o xeque-mate. Nikah em vez de explicar os acontecimentos celestes, permaneceu fazendo mistério. Contaria tudo a Tron, mas não naquele momento: eles já tinham informações demais para processar. Por mais desnecessário que parecesse, a Ishin falava sobre si para o outro pelo simples motivo de uma vez que parecia que eles se uniriam por um objetivo em comum, ele precisava entendê-la melhor. E também porque ele havia perguntado o que havia acontecido, Nikah achou justo que o anjo recebesse as respostas para sua pergunta.

    - Yarion tem um bom coração, ele é inocente. Tudo o que ele fez foi por achar que estava fazendo a coisa certa... Por mais que ele seja implacável, ainda me escutava. Eu não o deixava passar dos limites, ele precisa de mim para manter sua consciência. Mas Miguel não precisa de um anjo com consciência, era mais prático me tirar da jogada. Então ele resolveu que nos testar nessa missão era a oportunidade de nos desestruturar e usou Yarion para me punir. No fim das contas, Miguel conseguiu o que queria. Yarion, ele... - Não conseguia mais encontrar forças para falar sobre Yarion, embora fosse notável seu carinho ao falar sobre o companheiro. Também era notável o quanto aquilo lhe doía. Sem pensar duas vezes, tomou um generoso gole daquela bebida horrorosa, sem conseguir evitar mais uma careta engraçada antes de continuar a conversa. - Não sei qual era a verdadeira intenção de Miguel com isso. Como lhe disse, não tenho nada de especial... Só consigo pensar que ele queria Yarion, ele é mais forte.

    Por mais que eles fossem parecidos, existiam claras diferenças entre eles, eram bons em coisas diferentes: se Yarion fazia um bom ataque, ela se responsabilizava pela defesa. Se ele era bom em agir, ela era em pensar. Eram forças opostas que precisavam estar juntas. Precisava parar de falar sobre o Chama Sagrada antes que começasse a chorar novamente, precisava tirar forças sabe-se lá de onde e se manter firme.

    - E aí apareceu esse Jared... O que me faz pensar: se precisamos derrubar Miguel para encontrar Rafael, então o Justo é o responsável pelo sumiço da Cura de Deus. E se ele queria te destruir antes que descobríssemos a verdade, significa que estamos no caminho certo. Já te passou pela cabeça que aquela fotografia que me mostrou é uma artimanha dele? Isso só pode significar uma coisa: Miguel está desesperado. - A Ishin sorria genuinamente para Tron, mas na verdade sorria para si mesma. Era como se encontrasse dentro de si a resposta para todas as suas perguntas e aquilo a iluminasse. Eles estavam chegando a um entendimento. Como se possuída por uma força sobrenatural, a Ishin se concentrava naqueles rabiscos aleatórios, riscando cada vez mais rápido e precisa.

    - Você mencionou os outros renegados, precisaremos deles... Sabe onde eles estão? E o tal Jared, como podemos encontrá-lo? - Seu sorriso era capaz de iluminar até aquele lugar sombrio tamanho era o sentido que a fazia crer que um anjo poderia ter novos propósitos em sua existência. Era o que os humanos chamavam resiliência: aceitar mudanças, aceitar novos rumos e aprender com eles, permanecer forte frente às adversidades. Não podia se dar mais ao luxo de ficar lamentando sua tragédia pessoal enquanto uma guerra eclodia e o destino da Haled estava em jogo. Tron não havia se dado conta de que ao encontrar um sopro de esperança em sua jornada, inspirava a Ishin a se encontrar.

    - Gabriel. Ele adoraria saber da insurgência dos rebeldes... Infelizmente, não tenho como entregar a ele minha última mensagem.

    E ao proferir sua última frase referente ao Mestre do Fogo, a Ishin largou a caneta e direcionou suas anotações para Tron. Se ele fosse esperto o suficiente saberia que não tinha nada de aleatório naqueles rabiscos: os nomes dos três arcanjos e suas legiões estavam posicionados como um verdadeiro campo de batalha, com direito a reis e peões. A nova insurgência estava posicionada em outra frente, junto com algumas incógnitas que representava a legião dos Ofanins e Elohins que normalmente se espalhavam pela Haled, e o próprio Rafael tinha seu nome escrito com uma grande interrogação. Se o Hashmalin prestasse bastante atenção, já deveria ter entendido que ela estava formando o plano em sua mente.






    Off: minha gente, me desculpem, o post acabou ficando maior do que eu previ. Quando o Colz me avisou que esse post seria o último, ele já estava pronto, precisei fazer uns ajustes para o fechamento. Mas é isso ai, esse jogo foi ótimo, prazer jogar com vocês, ansiosa pela próxima temporada e vida que segue. :*

    Ps: Se bugar de novo, desisto dessa vida. rs

    Nimaru Souske
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1172
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por Nimaru Souske em Seg 19 Mar 2018 - 16:52

    - N-não tem sorriso nenhum aqui. Virou o rosto envergonhado de ter deixado transparecer seu sentimento por meio de uma expressão não muito costumeira para Kruashtron. Um sorriso.

    Escutou o raciocínio que Nikah propusera e aquilo o fizera pensar. Talvez com a ajuda de Rafael, Gabriel realmente tivesse mais chance contra as forças de Miguel, mas ele conhecia seu patrono como nenhum outro anjo já conheceu. Pegou firme o copo de cerveja e sorveu rapidamente metade do líquido em seu interior, soltando um "Ahhhr" quando retornou o copo à mesa de maneira firme, fazendo bastante barulho. Em sua barba e bigode ficaram um pouco da cerveja que escorreu durante seu gole. Esperava que a Ishin o acompanhasse.

    - Veja, na teoria seu pensamento faz sentido... mas na prática, acho que ele apenas me mostra que você nunca esteve frente a Rafael. Porque você acha que ele fugiu logo agora? A Cura de Deus é o príncipe dos ofanins, anjos que repudiam a guerra no fundo de seus instintos. Então imagine o quanto ele mesmo tem esse sentimento dentro de si. Agora que paro pra pensar junto as informações que você me falou, as palavras do Jared fazem para mim cada vez mais sentido. Essa guerra afastou Rafael e acabar com ela vai traze-lo de volta. Parecia decidido e firme ao ver sentido no que aquele homem lhe falara no plano Ethéreo.

    Tron viu a garota beber a cerveja e, junto com a cara engraçada que ela fizera por conta do gosto, ele sorriu silencioso por estar olhando aquele cena. Estava prestando atenção àquelas palavras, acompanhando a história daquela desconhecida que a cada palavra ia deixando de ser cada vez mais. Entendia um pouco mais seu relacionamento com Yarion e seus papéis ali quando o encontraram pela primeira vez... mas uma de suas perguntas atravessou o peito de Tra como uma poderosa rajada. Seus olhos perderam o tom de sorriso e seu semblante fechara. Kruashtron sabia a resposta daquela pergunta, mas a cada anjo que matou durante sua estadia na Haled, foi se distanciando da empatia com os outros celestes.

    Mas com Nikah parecia diferente.

    - Eu não sou um carrasco, menina. Não estou na Haled para matar e purificar suas almas... estou aqui por motivos que você já sabe. Em você eu vi uma oportunidade, mesmo mínima, de progressão na minha busca, mas nesse Yarion, eu apenas vi um atraso, lutar com ele ali apenas faria eu perder meu tempo e eu não estou mais com saco pra ficar afugentando qualquer um que aparece na minha frente... Se ele me parecesse páreo para efetivamente interromper minha busca, eu teria resolvido ali mesmo... mas não foi o caso. Sabia que as palavras eram duras, mas achou necessário que fossem ditas para aquela que possivelmente iria lhe ajudar ali em diante.  Ou talvez não.

    Após sua resposta, permitiu que a mulher continuasse, sem ser interrompida. Enquanto olhava atentamente, terminava de beber o que restava em seu copo. Não comentou mais nada sobre Yarion e o que acontecera naquela casa enquanto estava ausente, apenas escutou e assentiu com a cabeça quando precisou. Respeitava aquele Ishin do fogo agora que sabia seus motivos, o entendia como guerreiro e soldado honrado que seguia as ordens de um superior a qualquer custo e o respeitava ainda mais ao perceber que mesmo assim, no final, ele deixou Nikah decidir seu próprio caminho. Os pensamentos do Hashmalin borbulhavam em sua cabeça, mas nada saia de sua boca como forma de respeito.

    Ao escutar a última afirmação da dominadora de água, Tra respondeu.

    - É por isso que você é perigosa para ele. Miguel não teme poder, ele não temia Yarion, ele teme sua consciência. A consciência que podia fazer Yarion desistir de seguir O príncipe dos Arcanjos é a mesma consciência que pode fazer os outros desistirem da mesma forma. Fez um silêncio ponderando o que foi dito por Nikah. - Sendo uma artimanha ou não, certamente ele está desesperado, e esse desespero lhe é causado por pessoas como você... como os outros renegados. Aqueles que não temem o poder de Miguel.

    Arqueou o corpo em direção à mesa, se aproximando de certa forma da garota do outro lado.

    - Até poderíamos ir até o Ethéreo procurar o Jared, mas acho que vamos perder muito tempo tentando encontrar alguém que certamente não quer ser encontrado agora... primeiro focamos nos outros renegados e, talvez depois, esse cara apareça novamente para nós.

    Se levanta da mesa e para do lado da Ishin, olhado para aquelas anotações. Novamente, um sorriso no canto de sua boca, mas dessa vez não parecia que estava tentando esconder.

    - Como você parece já ter experiencia como a cabeça do grupo, eu vou tentar seu o corpo... agora, vamos atrás de alguns peões até chegarmos no nosso rei. Acenou com a cabeça para fora daquele lugar.

    Se dirigiu até a saída, piscando para o garçom que ainda passava entre as outras mesas atendendo aos clientes e, logo após, recebeu uma piscada de volta. As cervejas iriam ficar por conta da casa, já que Tron costumava cuidar dos delinquentes que vez ou outra apareciam ali.

    Seguiu pelas ruas, sem falar nada, apenas esperando que Nikah o seguisse. Iria até o ponto de drogas que fora tantas e tantas vezes. Aquele ponto que era um local de convergência entre demônios e drogados. Lá iria começar seus interrogatórios e sua procura pelos outros renegados.

    Iria fazer, mais uma vez, o que fez durante anos...

    Mas finalmente...

    Finalmente o objetivo parecia mudar e dar um passo à frente.
    Colz
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 72
    Reputação : 17

    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por Colz em Qua 21 Mar 2018 - 0:33




    @DanyGSouza e @Nimaru Souske devem

    - distribuir três pontos em Habilidades;
    - distribuir três pontos em Atributos;
    - definir quais foram os talentos adquiridos;
    - além disso, ambos os players ganharão mais um poder definido pelo mestre;
    - a definição do novo poder terá como base os talentos criados.

    Encaminhar MP com a divisão de pontos em Habilidades e Atributos.

    Parabéns pela evolução!
    Conteúdo patrocinado


    Re: [!ON!] Caçada

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex 22 Jun 2018 - 10:12