Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Ecos da Corrupção

    Compartilhe
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 7173
    Reputação : 81

    Ecos da Corrupção

    Mensagem por Edu em Qui Mar 22, 2018 9:48 am

    Nota do Autor: Esse é um pequeno texto que eu tinha feito com o intuito de ser o "um dia" para concorrer a uma vaga no jogo reinos de ferros. Acabei nunca mostrando o texto para ninguém, assim como a vaga no jogo nunca rolou. Eu estava olhando na minha pasta de documentos e acabei lendo, por ironia do destino mesmo o texto não estando finalizado, ele está bem acabado.
    O relogio batia no seu ritmo interminavel, fazendo o seu tic-tac,tic tac. Era quatro horas da manhã e não conseguia dormir. Sentou na cama e colocou a palma da sua mão na testa com os seus dedos passando por entre os seus fios de cabelos loiros. Tinha a sensação de estar sendo vigiada.

    Uma risada meio rouca, meio gutural e totalmente inumana soou vindo de fora do seu quarto. Tomou um susto com o seu coração indo a mil no seu peito. Não demorou um segundo para que levantasse e corresse para a porta para tranca-la. Logo depois veio uma batida forte na porta. Tum-dum-tum!


    • Eu sei que está ai, não pode escapar de mim. Você me pertence – disse a voz inumana do outro lado da porta.


    Gabrielle correu para a sua cama e levantou o colchão para pegar uma claymore nyss que jazia ali entre o estrado e a espuma. A empunhou com destreza de gente que conhece o manejo de uma arma daquele tipo. Apontava a espada em riste na direção da porta.

    Tum-dum-tum! Outra batida veio e com ela outra risada de gelar a espinha:


    • Gabrielle, Gabrielle, você sabe que esse tipo de arma não funciona comigo – voltou a falar a voz inumana.


    Mesmo ela manteve a arma pronta para atacar qualquer coisa que passasse daquela porta, no entanto não se passaram nem alguns segundos para que tudo ao seu redor começasse a rachar e explodir em mil pedaços. Cobriu o seu rosto para se proteger dos estilhaços, mas nada a atingiu ao contrario sentiu um frio intenso penetrar o seu corpo até os seus ossos. Quando percebeu estava sem roupa e no meio da neve. Olhou para frente e sentiu sua alma congelar de medo, ali estava ele. Everblight, imponente e terrivel.

    Ele abaixou o corpo imenso até a cabeçona ficar na altura da visão de Gabrielle. Antes de falar o dragão riu:

    • Você não pode fugir de mim, por mais que tente.


    No instante seguinte acordou gritando. Estava no seu quarto de taverna alugado na noite anterior e encostado na parede oposta estava o relogio grande de acabamento de madeira no seu tic-tac, tic-tac, marcando quatro horas da manhã.

    Essa era a hora, o fim do seu sono, como sempre todo dia acordava. Essa rotina sempre se repetia desde que fora infectada pela corrupção de Everblight. Um xamã de uma tribo distante no reino do anões tinha conseguido impedir que a corrupção a fizesse ser tornar parte da legião do dragão, mas não desfizera o estrago já feito.

    Levantou da sua cama e foi até o banheiro. Abriu a torneira lavando as mãos e depois jogando um pouco de agua no seu rosto. No reflexo do espelho estava lá estampado os olhos felinos. A herança que a corrupção de Everblight deixara nela.

    Voltou para o seu quarto, sobre uma cadeira estava a sua armadura com a bainha com a espada junto penduradas no encosto. Desde que fugira do norte, o seu gibão de couro e a sua claymore de aço se tornaram companheiras inseparaveis dela. Suas fontes do ganha pão diario, junto com a sua feitiçaria, mas essa permanecia em segredo para quase todo mundo.

    Chamavasse Gabrielle Dupoint, obviamente, esse não era o seu nome original. O primeiro pertencia a um passado perdido que não voltaria mais. O novo, Gabrielle, ganhara de um contratante que teve no seu caminho até o sul de Immoren. Isso foi em Llael e até hoje não entende muito bem o porquê dele, mas o que importa é que ela gostara do nome.

    Terminou de vestir o seu gibão por cima da sua blusa de seda, colocou a bainha com a sua claymore presa ao seu torso. Estava pronta, pegou a mochila no chão encostada na cadeira, colocou no ombro e caminhou em direção a porta. Botou a mão na maçaneta e olhou para o relogio grande perto da parede direita do quarto, o seu pendulo balançava para lá e para cá no eterno tic-tac. Parecia o som da sua vida. Todas as pessoas tinha o seu relogio correndo, mas com ela isso parecia mais perceptivel.

    Apagou a luz no interrumptor e mergulhou o quarto na escuridão para deixa-lo para trás. Saiu para o corredor e fechou a porta nas suas costas, trancando-a. Avançou seguiu rumo ao andar de baixo para ir embora, afinal, tinha um trem a pegar e a hora do dragão já tinha passado.


    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2791
    Reputação : 199
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Re: Ecos da Corrupção

    Mensagem por Bravos em Qui Mar 22, 2018 12:37 pm

    Funciona bem mesmo como um conto solto Rolling Eyes bom texto
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1943
    Reputação : 33
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Re: Ecos da Corrupção

    Mensagem por Dycleal em Qui Mar 22, 2018 2:15 pm

    Muito bom Edu, apesar de curto, deu uma imersão rápida.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Ecos da Corrupção

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Nov 18, 2018 3:56 am