Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Compartilhe
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 957
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por Dycleal em Sex Abr 06, 2018 6:35 pm

    Liadrys adentra a estalagem e cumprimenta o dono, o Meio Elfo Yedrin e fala que veio fazer o recrutamento que seu mestre Luan tinha combinado no dia anterior e é levado a um amplo recesso, onde uma mesa, com materiais de escrivaninha, cadeiras e uma estante, o esperam. Yedrin sorri para o draconato, dizendo de forma bem-humorada que nunca tinha visto um draconato na vida e muito menos um que fosse druida. Liadrys um tanto sério e concentrado revela que já está acostumado a este estranhamento e começa a arrumar o seu material de trabalho e começa a olhar a estrutura do prédio e verifica as saídas e janelas e após este estudo começa a colar os cartazes de recrutamento dentro e do lado de fora da estalagem. Ao voltar, acena para o Yedrin e solicito diz para o meio elfo que se precisar dele para algo é só falar e fica aguardando os candidatos, sentado à sua mesa.
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 214
    Reputação : 6

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Seg Abr 09, 2018 1:29 am

    É madrugada no bosque, Kenko se levanta, o frio está muito forte e seu colchão feito de ramos e folhas da floresta está bem gelado. Ele retira o cobertor e olha ao seu lado, debaixo da coberta está Mika, encolhida com frio, ela tosse enquanto Kenko a cobre de novo. Ele se levanta e enxagua o rosto com a água que estava numa vasilha sobre um balcão de madeira, vai até o outro cômodo desta casa toda feita de madeira e bambus e pensa consigo mesmo "Pobre Sen-sei!". Alí, deitado em um colchão do mesmo tipo, está um velho com trapos remendados, e um cobertor, o homem de longos cabelos brancos e encaracolados parece estar contorcendo na cama, sua pele está descascando e cheia de manchas vermelhas espalhadas pelo corpo. O velho se mexe incessantemente para lá e para cá, e vez ou outra parece acordar com gritos, "Nãaao! Nãaao coloque aí!! Este, este não é o local correto! Não... não é correto! Pare, pare, não lute, por favor, nãaao ..." Mas de repente já volta a fechar os olhos e respirar forte.

      O coração de Kenko fica apertado, então ele volta para o outro quarto e cotuca a pequena Pixie. -- Ei, ei inseta, acorde! Já estamos saindo. -- Mika remexesse irritada! E se vira para o outro lado. Kenko percebendo que aquilo iria demorar, pega ela com jeito e a coloca dentro de uma espécie de bolço em sua camisa (feito para acomodá-la), então começa a reunir os suprimentos, equipamentos e tudo o que havia preparado para a viagem. Antes de sair, ele olha para o velhinho e diz -- Sen-sei, aguente firme! Eu voltarei a tempo, por favor, não morra! -- Então parte para sua aventura.
     
     Mal amanhece e o garoto já atravessou quase todo o bosque, ele conhece cada canto daquela pequena celva, cada perigo, cada esconderijo. Caminhando ele já vai se lamentando "Cidades ... eu odeio cidades, aquelas pessoas se aglomerando, competindo umas com as outras, passando os outros pra traz para se darem melhor, humilhando a gente! Tudo lá é podre, que lugar o Sen-sei foi me mandar ... Será que foi a doença já afetando ele? O que eu posso fazer a não ser ir? ... hmm .. Espero que Mika acorde logo, sem a ajuda dela eu terei problemas!"

     Kenko pega a estrada, e não há movimento, ao longe começa a ver os muros da cidade, em muitos locais caído e destruído ... Conforme vai caminhando, ele já consegue avistar pessoas trabalhando em plantações próximas ... engole seco e continua. Aproximando-se dos portões, começa a sentir uma cosquinha no peito, a Mika está se remexendo e levantando seu corpinho, ela coloca a cabeça para fora (com os olhinhos contraídos por causa da luz) e diz -- Aaai Kikoo, para onde você está me levando dessa vez? É um lugar bonito? Ou vai estar cheio de tigres como da outra vez? -- Kenko, serra os olhos e responde -- Hum, não, dessa vez será muito pior do que Tigres, serão pessoas Mika, pessoas em quem não poderemos confiar! -- Mika olha para Kenko com um olhar curioso -- Mas então como vamos conseguir ajudar o OtÔ? -- Fazendo o mesmo rosto de sempre, sem expressões ele diz -- Sei lá! -- Mika o ignora e vai pensando consigo, -- Ai, que legal! Vamos conhecer novas pessoas! --

     O garoto passa pelos portões e segue andando pelos ladrilhos da cidade, por onde passa encontra varias pessoas saindo com carroças, e sacos, chapéus, levando ferramentas e luvas ... Parece óbvio para ele que elas estão indo para as plantações do lado de fora da cidade. No caminho ele aproveita e pergunta ao primeiro homem que se aproxima, -- Eei velho! Preciso de ajuda! -- Muitas pessoas o ignoram devido a falta de modos, mas após algumas tentativas, uma senhora camponesa responde -- Ei garoto, tenha modos! Do que você precisa? -- Então Kenko, olha firme para os olhos cheio de olheiras daquela mulher e diz -- Preciso de ajuda, meu ... é, o meu ... -- Mika o interrompe -- O que está tentando dizer Kiiko? -- Raivoso ele diz logo -- Quieta! ... Bem, meu avô está doente, e eu estou procurando alguém para ajudar a cuidar dele! -- A velha suspira e sobre seus olhos caem um semblante de desprezo, então ela diz -- Ei menino, eu nunca o vi por aqui antes, mas também não conheço todo mundo aqui, você deve ser neto do Sr. Borges não é mesmo? Com certeza é aquele velho rabugento que está fazendo corpo mole de novo ... Vá até a taverna garoto, fale com o taverneiro! Ele vai saber de alguém que pode dar um jeito naquele velho ignorante! Agora saia da minha frente ... -- Kenko pensa consigo mesmo, hora hora, pelo menos eu tenho um lugar pra ir, por outro lado Mika responde baixinho ... -- Creeedo Kiko, que mulher horrorosa! Ela tem cheiro de estrume! Ghouhh, (ânsia de vômito). É pra isso que você me tirou da cama!? Nojento ... -- Kenko ignora.

     O menino, anda mais um pouco pra lá e pra cá, fala com mais algumas pessoas até descobrir onde fica a taverna. Por acaso ele descobre também que ainda demoraria para a mesma abrir suas portas. Por conta disso, ele se acomoda na praça da cidade, e fica lá por um tempo, Mika fica falando sem parar, fazendo perguntas sobre todos que passam ao longe, e sobre tudo o que vê, Kenko logo perde a paciência e deixa ela falando sozinha. Ela não se atreve nenhum minuto a sair do bolço da camisa dele, e sempre que alguém se aproxima para fazer perguntas, ela usa sua característica natural tornando-se invisível para jamais ser detectada, morrendo de medo das pessoas. Quando as portas da taverna se abrem Kenko se levanta e entra desconfiado.
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 214
    Reputação : 6

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Sex Abr 20, 2018 12:15 pm

    Kenko adentra a taverna que acabara de abrir, Mika que está invisível em seu bolso coloca seu rostinho para fora, se pudéssemos vê-la nesse momento notaríamos uma expressão de apreensão, ela diz -- Kiko o que está fazendo? Este lugar não é perigoso!? -- Ele responde apenas com um -- xiu --

     Em direção a taverna, o garoto deixa o chão feito de ladrilho para subir dois degraus que levam para um piso todo feito de madeira, uma madeira velha que fica estralando conforme ele pisa nela, em sua frente uma porta de duas folhas aberta para dentro. Kenko fita tudo ao seu redor com cautela e entra fazendo o mínimo de barulho, neste momento ele se lembra de todas as vezes que teve que agir com esta mesma cautela na floresta, como naquela vez em que precisou recuperar o colar de Mika que ela havia derrubado num covil de leões enquanto satisfazia sua curiosidade inconsequente.

     Ao entrar o local está pouco iluminado, num canto um balcão rústico com cadeiras nas beiras, e espalhado pela sala, várias mesas com cadeiras de pés para cima, atráz do balcão uma porta que leva para cômodos mais ao fundo, e um cheiro forte entrava por suas narinas, algo nostálgico para ele que o fez lembrar dos produtos caseiros que sua mãe produzia para limpar a antiga casa na árvore, local de sua infância na vila dos elfos, Kenko adverte-se -- Concentre-se! -- Ao seu redor, não há nada além de móveis, pouca iluminação e esse cheiro forte, o garoto acha estranho o fato de não ter ninguém ali uma vez que havia visto um homem familiar abrindo as portas do lugar e voltando para dentro, não obstante o menino fica olhando em volta como que procurando um local seguro dentro daquele ambiente que lhe trazia tantas memórias ruins, e neste momento de distração repentinamente seus olhos se arregalam e seu coração vai a mil, Mika que estava olhando pra lá e pra cá de repente dá um berro agudo (entregando a presença dos dois) e dá um mergulho para o fundo do bolso ...

    O que Kenko esta vendo em sua frente é uma fera jamais vista por seus olhos antes, estático ele pensa "O que um monstro faz em um lugar como este!?", caminhando em sua direção, vem uma criatura enorme, de cor avermelhada, um corpo que se assemelha ao de um humano, mas sua pele é toda feita de escamas e a cabeça é a de um réptil aterrorizante ... -- Droga! Caímos numa armadilha, isto é ... um Dragão! (O.O) -- Pensa isto lembrando-se dos desenhos que fazia quando era mais jovem, tentando ilustrar os contos dos mais velhos sobre ataques destas terríveis criaturas! -- Sim, só pode ser um Dragão! -- A criatura, que está vestida com um sobretudo vem segurando papeis e olhando para estes papeis, ela ainda não notou o menino em sua frente! Kenko fica paralisado por alguns segundos, mas quando houve a voz de Mika chorando desesperada em seu bolso, ele lembra-se que precisa ser forte para protegê-la! Então ele diz num tom firme -- Recomponha-se Mika! -- Dá um salto para trás sacando no ar a sua grande espada e aterrissando em sua posição mais confortável de combate e então diz com um tom feroz -- Parado aí! Monstro! Não vou permitir que você nos Devore! -- O suor frio em sua testa é perceptível até para quem está fora da taverna. (hahaha)

    (Obs: Tudo que estiver entre parênteses são comentários meus. Desconsidere para maior imersão! Se preferirem eu paro de fazê-los!)
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 957
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por Dycleal em Sex Abr 20, 2018 6:42 pm

    Liadrys  está olhando os melhores locais para colocar os seus cartazes, quando ouve um grito fino e procura de onde ele vem. Logo ouve o barulho de um salto e um rapazinho esta o confrontando com uma espada e o chamando de monstro, falando algo sobre devora-lo. Com a mesma calma, que destoa da sua aparência, o draconato, fala com sua voz de tenor: - Olá rapaz, pode baixar sua arma, eu não vou devora-lo, alias, está muito longe da hora do almoço. E sorrindo continua: - Veio atrás do recrutamento? As notícias parecem correr rápido por aqui, rororó! Em que posso ajuda-lo? Parece bastante nervoso, ajude-me a colar estes cartazes e vamos conversando. O druida age normalmente e passa alguns cartazes para o rapaz e ao mesmo tempo diz: - Estou acostumado, que estranhem a minha aparência e gritem bastante, não fique envergonhado e fica esperando ele pegar os cartazes.
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 214
    Reputação : 6

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Dom Abr 29, 2018 3:23 pm

    Kenko olha para o Draconato desconfiado e pensa "O que está havendo aqui? Por que este monstro esta me oferencendo esses papéis?" Mica remexe-se em seu bolço assustada. Então o garoto se afasta um pouco mais, olha para o draconato com um olhar muito bravo -- Não se aproxime! O que está fazendo aqui dentro? Vv.. Você não é um Dragão? -- Um pouco afastado ele pára ainda em posição de combate, o pobre garoto da selva não sabe com que esta lhe dando.

    (Desculpe a demora, postarei com mais frequência a partir de agora.)
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 957
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por Dycleal em Dom Abr 29, 2018 6:28 pm

    (de boas hehe)

    O druida, ri ao ver que o jovem ainda não compreendeu que, apesar da aparência, ele é um recrutador e é do bem e pacientemente explica: - Meu jovem, eu sou um druida, uma pessoa que protege a floresta onde você vive e não sou um dragão, mas um parente meu, não muito distante, era um dragão. Apesar de estranho aos seus olhos eu sou uma pessoa, exatamente como você, agora, ajude a colar esses cartazes e vá dizendo em que posso ajuda-lo, pois você parece muito aflito...
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 214
    Reputação : 6

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Dom Abr 29, 2018 9:47 pm

    "Um druida?" Mika dá um beliscão no garoto dizendo pra ele -- Fale com ele seu bobo! É claro que ele não é um Dragão, nós já estaríamos mortos se ele fosse ... Você é burro ou o que? -- Desconcertado, ele guarda sua espada, apruma o corpo e tenta um recomeço -- Bem, me perdoe ... é .. druida, eu não estou muito acostumado a andar pela cidade. Por acaso o senhor é o taverneiro? -- Kenko diz isso, mas é evidente que o menino ainda não está a vontade com aquela criatura, o longo tempo que ele passou na floresta apenas com Mika e isolado do resto das pessoas o deixou um tanto anti-social.
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 957
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por Dycleal em Seg Abr 30, 2018 1:43 am

    O druida sorri com o disparate do garoto perguntar se ele era o taverneiro e ele responde: - O taverneiro é aquele meio elfo ali e aponta na direção, mas você está muito nervoso, têm algum problema que eu possa ajudar? O druida observa o pequeno ser em seus bolsos, mas decide não comentar, para não deixar o rapaz mas assustado do que está. - Mas se quer apenas beber ou comer algo, eu chamo ele para você. 
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 214
    Reputação : 6

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Seg Abr 30, 2018 1:47 am

    Kenko responde de prontidão -- Eu não quero beber nada. Quero ajudar o Sen-sei! Uma mulher na rua me disse que o taverneiro poderia ajudar. -- O garoto começa a andar na direção do taverneiro, mas não tira o olho do draconato.
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 957
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por Dycleal em Seg Abr 30, 2018 1:50 am

    O druida anda ao lado do rapaz e pergunta: - Quem é o Sen-sei? É ele que precisa de ajuda? Que tipo de ajuda? Se não for longe daqui eu posso ir ajuda-lo, se me explicar qual o problema dele.
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 214
    Reputação : 6

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Seg Abr 30, 2018 1:57 am

    O garoto pára e fica olhando nos olhos do draconato em silêncio. Mika põe a cabeça pra fora olhando para o rosto de Kenko e diz -- Aproveita kiko! Pronto! Olha que fácil! O monstrão é gente boa! -- O menino fica relutante por um tempo em aceitar a ajuda, mas de repente as imagens do Sen-sei se remexendo no colxão de manhã lhe veio a mente então ele não pensa duas vezes frente a oportunidade de salvá-lo então diz -- Ele é nósso avô e está muito doente. O senhor pode mesmo ajudar? -- Fica olhando o draconato e subtamente diz -- oops -- Diz isso lembrando que disse "Nosso" e Mika percebe também e dá novamente um mergulho para o fundo do bolso e fica dando murro no peito de Kenko dizendo baixinho -- Burro, burro! --
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 957
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por Dycleal em Seg Abr 30, 2018 2:12 am

    O draconato dá uma sonora risada e fala: - Calma jovem, eu já tinha visto a belezinha que você guarda ai no bolso, só não falei nada porque pensei que era seu segredo e eu guardo um respeito muito grande pelos segredos. Depois fica um pouco mais sério e continua: - Preciso examinar o seu avó para ajuda-lo, dá para ir a pé? Se ele está doente devemos ir agora, não temos tempo a perder... Vai até o taverneiro e deixa o seu material com ele e pede que ele avise que precisou sair, caso aparece alguém em resposta aos cartazes, mas que espere que ele volta.


    Volta e olhando para o garoto diz: - Estou pronto, podemos ir. Antes que eu esqueça, como é o nome da belezinha?
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 214
    Reputação : 6

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Seg Abr 30, 2018 11:19 am

    Mika vai tira a cabeça para fora e olha para o draconato com uma cara de durona -- Meu nome é Mika -- E antes de mergulhar novamente para o fundo do bolso ela completa mostrando a lingua e dizendo -- Coisa feia! -- ... A essa altura Kenko ainda está relutante em levar o draconato para a cabana, embora o draconato aja como se fosse um cara bonsinho e exista a promessa de ajuda o garoto desenvolveu uma enorme desconfiança contra estranhos uma vez que a maioria das criaturas que ele encontrou após o dia em que perdeu seus pais, foram monstros ou pessoas más querendo roubar suas coisas, passá-lo para traz ou simplesmente matá-lo, com excessão de Mika e do Sen-Sei. Mas não tendo outra opção ele responde -- A Mika é minha irmãsinha. Vamos! Se você está dizendo que vai ajudar o Sen-Sei eu te levo até ele. -- Vai até a porta pára e após o draconato falar com o taverneiro e vir na direção dele, ele olha nos olhos da criatura estranha e diz com muita firmeza -- Mas se você fizer alguma coisa contra a gente, qualquer coisa, não me importa que você seja parente de um Dragão, eu juro que arranco a sua cabeça! --
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 957
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por Dycleal em Seg Abr 30, 2018 12:37 pm

    O Druida repete o nome da pixie: - Mika, ela é sua irmã? Nas minhas terras ancestrais as achamos dormindo nas flores e são um simbolo de sorte... É verdade que vocês são filhas de duendes com fadas? Desculpem... Lembrei da minha infância. E vai andando em direção a saída da cidade da cidade quando ouve a nova ameaça do garoto lhe arrancar a cabeça e ele rindo fala: - Não precisa se dar ao trabalho e apontando o coração continua: - Se você fura bem aqui com esta espada fará o mesmo resultado. Para e observa o garoto e diz: - Você é bastante desconfiado, a vida parece ter sido muito dura com você ultimamente não é? Fique tranquilo, eu sou legal.
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 214
    Reputação : 6

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Ter Maio 01, 2018 8:23 pm

    Quando os dois vão caminhando rumo a saída da cidade, Mika muito curiosa fica espiando pelo bolso, e quando o draconato pergunta sobre suas origens ela responde -- Eu não entendo o que o senhor monstro esta querendo dizer, eu sou da cascata, é de lá que eu venho! Não é mesmo Kiko? -- O garoto que até então não tirava os olhos do druida olha para ela e diz -- Já ta toda assanhadinha não é, só por que ele tá puxando conversa, ainda se lembra que ele é um monstro? -- O menino se adianta e monstrando o caminho diz para o draconato -- Vamos depressa, é por aqui. --
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 957
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por Dycleal em Ter Maio 01, 2018 9:03 pm

    O druida, acompanha a indicação do rapaz, seguindo o caminho indicado e vai observando a vegetação do entorno e recolhe aqui e ali alguns espécimes que ele sabe ser base de preparados curativos embora ainda não saiba o que o senhor que está doente tem, precisa ter um espectro largo de opções e fica meditando e refletindo em quantas pessoas tem na região com o mesmo problema daquele rapaz, doenças que a guerra trouxe e que estão por ai sofrendo. Vai observando o quanto o solo está castigado não só pela guerra em si, mas pela ação da magia vil e registra tudo aquilo na memória para relatar para o mestre Luan.


    Vira-se para o jovem e pergunta: - Estamos chegando?
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 214
    Reputação : 6

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qua Maio 09, 2018 2:36 am

    O garoto responde -- Sim. Não demora! --

    Eles caminham por algumas horas através da estrada e dos ermos até chegar no bosque. Depois pelo bosque, Kenko mostra o caminho que leva até a cabana. Ao se aproximarem da cabana, Mika se lembra do Otô-San, e até esquece da presença do draconato, sai voando do bolso de Kenko, rápidamente em direção a porta de entrada para ver a situação do velho. Antes de passar pela porta, Kenko dá uma última encarada no draconato como quem está dizendo com os olhos -- Se fizer alguma coisa, qualquer coisa, eu te mato! -- Então ele abre a porta de madeira, e ambos adentram a pequena cabana feita de bambu com barro, e telhado de folhas e ramos. O garoto guarda em si, a esperança de salvar o velho que há algum tempo, o tinha salvado.
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 957
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por Dycleal em Qua Maio 09, 2018 7:46 am

    Liadrys vê a silhueta do velho deitado em um colchão rústico, feito de folhas e ramos, coberto por um cobertor surrado e apenas um leve movimento em seu peito indica que esteja vivo, olha para o garoto e diz: - Preciso examina-lo, vou me aproximar e por favor não me interrompa enquanto estiver fazendo isto, tudo bem? O jovem não se move e depois de algum tempo balança a cabeça afirmativamente.


    O druida retira o cobertor e observa uma pele descamando e com manchas vermelhas e algumas roxas e emanando do corpo do velho uma energia vil que não é dele, mas o contamina. O Draconato faz uma breve prece e conjura suportar elementos, pois o cobertor não estava dando o conforto térmico suficiente para o frio que estava fazendo, retirou da sua bolsa algumas cerejas e conjura nelas a magia bons frutos e oferece alguns para o ancião. Por fim, infunde sua energia positiva anulando em parte os efeitos mais imediatos da magia vil. A pele do velho adquire uma aparência melhor e suas faces ficam coradas, as manchas roxas desaparecem e as vermelhas diminuem acentuadamente em quantidade e extensão e quando olha para o lado de onde ouve um ruido, observa a pixie voando ao seu lado e dando um beijo em sua face de dragão.


    O druida levanta-se e fala com ambos: - Obrigado garotinha, muito gentil da sua parte, mas não me agradeça, sou um druida treinado pelo melhor homem que conheço, o mestre Luan Yjo, o druida que assumiu recentemente, a posição de Lord conselheiro da Agricultura e se ele estivesse aqui conosco ele faria o que fiz ou até melhor, porém o que fiz foi dar uma sobrevida ao seu amado sen-sei, pois ele ia morrer daqui a algumas horas e agora, ele conseguirá ficar vivo por mais três semanas ou um mês.


    Liadrys respira um pouco e continua: - O mal que o aflige é o mesmo que está matando as plantas e a terra deste lugar, a magia vil que foi usada durante a guerra e ele está impregnado dela, provavelmente ele lutou contra ela para proteger vocês dois e a esperança para curar ele é o foco da minha missão, achar a flor que salvará esse povo, essa terra e o seu sen-sei, por isso os convido a se juntarem a mim nesta empreita! Posso contar com vocês? E se levanta e vai para a porta da cabana e abrindo os braços faz uma nova prece numa língua desconhecida dos seus novos amigos e vapores negros sobem partindo da terra e se esvaindo no ar, fica um tempo concentrado e volta a falar: - A terra também está limpa por um tempo, mas precisamos ser rápidos na nossa busca pela flor salvadora, e ai, pensaram? Posso contar com a ajuda dos dois?
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 214
    Reputação : 6

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qua Maio 09, 2018 2:46 pm

    Após ver o que o druida fez pelo Sen-Sei, Kenko ouve atentamente tudo o que o draconato diz. Enquanto ele fala sobre a magia Vil, Mika voa rápido para perto de Kenko, acomoda-se no ombro dele, e observa com olhos assustados. Agora que sabe que mais pessoas também estão passando por isso, e que existe uma chance de salvar o Sen-Sei, o menino olha firme para o draconato, com um olhar confiante, determinado! Então diz, -- Eu vou encontrar a planta! Só me diga onde procurar. -- Mika olha assustada para Kenko -- Espere! Isso é perigoso Kiko, você não ouviu o dragão falando? É a magia VIL! Ela é VIL! Ai meu deus! Dessa vez você vai morrer! O.O Por favor Kiko, pense! -- O garoto mantendo o olhar firme! -- Quieta Mika. O Sen-Sei precisa de mim! Você ouviu o druida, ele não aguenta muito tempo mais. Eu não posso ficar aqui parado! Há, algum tempo, eu fiquei parado. E meus pais foram tirados de mim! Você sabe bem disso Mika. Não vou errar de novo. Nunca mais! -- A pixie, começa a chorar voa até a frente dele e diz -- Mas, Kiko! -- Ele prossegue. -- Não tem mais! Você sim deve ficar! Não quero carregar o peso de ter que te ver ferida! -- Então Mika, -- O que!? Você vai me deixar!? Buaaaaaáaaaahhh -- Ela voa para perto do Sen-Sei, entra debaixo do cobertor, e todos não param de ouvir. -- Buaaaaáaa... Buaaaáaaa... -- Kenko, se vira de costas e quando está quase saindo ...

    O velho acorda! E com uma voz cansada diz -- Keeenko ... meu filho, leve Mika com você! -- Então ele começa a se levantar, até ficar sentado na cama, olha para o Druida -- Muito obrigado, jovem draconato. A sua presença aqui é um sinal de boa ventura. Posso sentir em você uma energia positiva, e um sofrimento também. Por favor, guie os garotos, eles possuem laços muito fortes de amor e amizade. Essa união é poderosa! Juntos eles podem superar qualquer desafio, eu pude observar isso com meus próprios olhos! (Tosse, Tosse!) Infelizmente, minha força espiritual já não pode mais contra esta energia maligna que vem cercando, eu pude protegê-los até aqui, mas não consigo mais. Eu senti que os garotos encontrariam a pessoa certa, e você caro Lyadris, você e seu mestre são sim as pessoas certas, acredite em si mesmo! -- Então ele pega a Mika com carinho, que está enxugando as lágrimas, e observa Kenko que olha para ele sem saber o que dizer -- Vá Mika, voe para seu amigo e irmão. -- Quando ela pousa na mão de Kenko, que esperava por ela, o velho se aproxima com grande dificuldade -- Mantenham-se juntos garotos, existe um toque do destino em vocês! Cuidem um do outro, e alcançarão seus objetivos. Eu vos salvei, mas vocês também me salvaram da solidão e da insanidade! -- O velho vai até um balcão, abre umas gavetas, mexe pra lá e pra cá, então tira de lá dois colares, num deles na ponta tem uma folha de avelã, e na outra tem uma folha de carvalho, ele entrega a de avelã para Kenko, e pede a Mika que encolha o colar de carvalho para que ela possa vestí-lo. E diz -- Estes serão seus amuletos, estes colares representam a união de vocês, enquanto estiverem vestindo esses colares, devem se lembrar um do outro, lembrar que um só pode estar bem se o outro estiver cuidando dele, e assim, nunca se esqueçam do que é mais importante! Um ao outro! Entenderam crianças? -- Os dois olhando comovidos para o Sen-Sei fazem gestos de consentimento com as cabeças. Então o velho, volta-se para a cama, passa pelo draconato, cumprimenta ele e o agradece, então volta a se deitar comendo do bom fruto. Kenko olha para Mika e Mika olha para Kenko, ambos fazem sinais afirmativos de confiança com a cabeça, então ela voa rapidamente para o bolso dele, e ele olha para o draconato e diz -- Estamos prontos! --
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 957
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por Dycleal em Sab Maio 12, 2018 10:39 am

    Liadrys fica satisfeito com os resultados do seu tratamento e impressionado com a sabedoria e o desprendimento do ancião e concorda que não deve separar os irmãos que a vida juntou, inclusive está interessado nas habilidades da pequena Mika e voltando-se para o Sen-sei fala: - Em breve eu trarei os jovens e a sua cura, bem como a cura dos seus concidadões e da sua terra, o grande druida Luan me garantiu isto e pode ficar certo que ele sabe o que está falando. Olha para o guerreiro e para a pequena Mika e diz: - Vocês são meus convidados a virem comigo para o círculo druídico e lá terão a sua tenda para se prepararem para partirmos em breve, o mestre passará pessoalmente as instruções para vocês, portanto sejam bem-vindo ao nosso grupo que buscará o bálsamo para este povo, vamos, despesam-se e sigam-me.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Kenko Tsu, em busca de um Bálsamo.

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Jun 21, 2018 8:49 pm