Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Dia 24/12 - Domingo

    Compartilhe
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2546
    Reputação : 182
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Bravos em Ter 15 Maio - 18:28


    24/12, domingo, 15h10
    Snake


    - Temos duas horas ainda, dá bom pra mim. - Contestou do outro lado. - Vai dar bom. - Denis olhava interrogativo para Snake, tentando entender o que estava se passando. A garçonete voltava com os hamburgueres fazendo jus ao nome fast food. Aquela porra devia tá pronta desde terça feira. - Nos encontraremos às 17h20, no lado de cá da Saint Dominic. Usem as escadas de manutenção para descer até o rio. - Saint Dominic era uma ponte que ficava há cerca de 4km mais ao sul do porto, no sentido contrário ao das águas. Passava por cima de um rio. Enquanto a ponte levadiça era a porta de entrada da baía natural onde o porto fora feito. - Fechado. - E desligou antes que Snake pudesse fazer mais perguntas.


    Denis já comia seu sanduíche com pressa. O café já tinha acabado. O céu começava a se fechar e os primeiros pingos ia batendo no vidro e escorrendo devagar.  - Acho que essa invasão ao barco vai ser debaixo de chuva forte. - Disse de boca cheia. - Como faremos isso? Chegaremos atirando ou a idéia é passar desapercebido? Tomaremos o barco? - Olhava Snake enquanto mastigava.



    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 27

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Sllaker em Ter 15 Maio - 20:56

    — Creio que passar despercebido não seja uma opção. Se queremos interceptar a carga, teremos que render a tripulação. — A forma como Snake pronunciou a palavra “render” passou a ideia de que ele estava disposto a fazer qualquer coisa para o bom andamento do plano. — Morrer muitos vão. É melhor que sejam eles, então. — Snake deu uma mordida no sanduíche. O pão estava surpreendentemente bom, mas o hambúrguer estava borrachudo e os ovos malpassados. Engoliu assim mesmo. Ele não havia comido nada durante o dia e temesse que lhe faltasse forças quando fosse necessário. — Eu, você e Ghost podemos subir e tomar o barco. Dois de nós iremos descarregar a carga, enquanto o terceiro vigia a tripulação rendida. Talvez precisemos de uma quarta pessoa de prontidão no nosso barco. Clive poderia se interessar, mas não sei se ele sairá do lado do Larry num momento como esse. — Larry ainda sentia a perda de Jane e Clive temia que ele fizesse alguma besteira sem pensar. Snake bebeu algo e esperou uma resposta de Denis, observando os pingos de chuva baterem cada vez mais forte nas vidraças da lanchonete. Algumas pessoas lá fora corriam, falhando em conseguir abrigo enquanto eram ensopadas pela chuva.
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2546
    Reputação : 182
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Bravos em Qui 17 Maio - 8:57


    24/12, domingo, 15h23
    Snake


    Denis ia balançando a cabeça ou afirmativa ou negativamente enquanto Snake ia falando. - Só três pessoas para render a tripulação de um barco que tem que passar pela ponte levadiça? Sei não hein... Acho que vamos precisar chegar com calma, estabelecer uma boa posição e aí sim render a tripulação. - É verdade que Denis não era o estrategista da gangue. Mas tinha algum sentido no que ele dizia. A chuva engrossara. Nada de novo sob o sol. Sob a chuva. Sei lá.


    - Num falei... E eu espero que possamos contar com Clive. Alguém tem que ficar no barco menor. Não podemos chegar no porto dentro do barco roubado, senão vai ter um exército pronto para afundar o barco à balas. E se ficarmos só dois para invadir, levar a carga e manter os idiotas na mira... Muita chance de algo dar errado. - Limpou o canto da boca com as ataduras que estavam na mão, mesmo estando já escuras do sangue seco dos próprios punhos. - Vamos. Leva um tempo até chegar à Saint Dominic daqui. - Já dizia isso de pé, jogando duas cédulas em cima da mesa para pagar a conta.


    24/12, domingo, 16h07


    Tomaram um táxi que ainda demorou alguns minutos para passar. Mas logo estavam a caminho do ponto de encontro. A chuva caia torrencial, quase fechando a visão completa da rua. Inclusive, o número de carros estava baixo para aquele horário. Talvez as pessoas tivessem notado que era melhor ficar em casa. Quando estavam a 100 metros de entrar na ponte, Denis deu a ordem ao taxista que parasse mais à frente. - Nós vamos ficar uns 50 metros no meio da ponte. Encosta que nós saltamos. - O taxista olhou pelo retrovisor com os olhos arregalados. - Mas não pode parar na pont... - E foi bruscamente interrompido pelo ex-lutador. - Quer calar essa boca? Você vai parar lá. - Ele desviou o olhar resignado, olhando para frente fixamente.



    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 27

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Sllaker em Qui 17 Maio - 11:29

    O taxista prosseguiu por mais alguns metros antes de parar a contragosto no meio da Saint Dominic. Quando Snake e Denis pagaram o taxista e saltaram, a chuva os engoliu de uma forma que logo eles estavam encharcados da cabeça aos pés. Sem demora, encontraram as tais escadas de manutenção que dava acesso ao rio. Era uma escada vertical com guarda-corpo que, pela ferrugem, indicava que não via manutenção a algum tempo. Snake encarou o fundo, tentando identificar até onde ia. Parecia ter alguns bons metros, mesmo que não fosse possível mensurar com exatidão devido a uma névoa fina que embaçava o lugar. Logo ele estava descendo as escadas, tendo Denis vindo em seguida. Após alguns degraus, já era possível encarar a ponte de baixo, através das vigas que a ela davam suporte. Snake se perguntou se deveria chamar por Ghost, mas aquilo só o retardaria e ele queria terminar logo aquela descida.
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2546
    Reputação : 182
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Bravos em Qui 17 Maio - 23:21


    24/12, domingo, 16h12
    Snake


    Iam descendo a escada de marinheiro enquanto a chuva e o vento os engolfava com força. Não conseguiam ver quase nada e com os pingos violentos, o barulho dos carros acima deles já estava completamente abafado. Isso era um péssimo sinal, pois queria dizer que nem veriam nem ouviriam a aproximação de um barco pequeno. Snake olha de um lado para o outro, sem saber exatamente como reagir. Poderia ligar para Ghost, tinha porém a leve impressão que seu telefone já não servia para mais nada a não ser para enfeite de aquário.


    - Tá vendo alguma coisa? - Denis teve que gritar para poder ser escutado pelo companheiro logo abaixo dele. A resposta era obviamente negativa. - Putaquepariu... Ei, olha ali. - Ali não queria dizer porra nenhuma, mas quando olhou Snake viu uma luz avermelhada. Um sinalizador! Vinha se aproximando, subindo e descendo, possivelmente com as ondas. Estava há cerca de 40 metros de onde estavam. Começaram a descer ainda mais as escadas até chegarem na plataforma próximo ao grande pilar que sustentava aquela perna. Teriam que pular na água. Estaria frio como o diabo. Mas não era momento de reclamar.


    Quando a luz estava perto o bastante, saltaram. Pouco depois, uma bóia era lançada para cada um. Seguraram-se nela e foram sendo puxados. A mão de Clive pegou o antebraço de Snake, puxando-o para dentro do barco. - Anda, temos uma encomenda para interceptar.



    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 27

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Sllaker em Sab 19 Maio - 12:43

    Clive ajudou Snake a subir e logo em seguida Denis também já estava a bordo. Ghost estava no timão e comandava a embarcação, que era simples e sem muitos luxos, tendo apenas um andar e uma pequena cobertura que impedia o piloto e os tripulantes de se molharem. Em contrapartida, era veloz e passava sob as ondas sem dificuldades. Snake teve que se apoiar para que não caísse novamente no mar, enquanto dava um sorriso molhado e cumprimentava Clive. — Sempre me dando uma mão, hein. — Falou. — É bom te ver também. — Ghost também se aproximou e Snake o cumprimentou num aceno. — Até agora deu tudo certo. O barco só chega as 17h55 e nós temos algum tempo para planejar os próximos passos. — Ele dizia, enquanto se esforçava para ficar em pé. — Iremos abordar o barco, na surdina ou não, e iremos render a tripulação. Não sei quantos são, mas devem estar desarmados, então não deve ser difícil. Um de nós fica no barco, outros dois descarrega a carca e o outro vigia os tripulantes. — Aberto a opiniões e esperando por uma reação, perguntou. — E aí, o que me dizem?
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2546
    Reputação : 182
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Bravos em Seg 21 Maio - 10:59


    24/12, domingo, 16h17
    Snake


    - Acho que temos que aproveitar essa chuva ao nosso favor. Talvez chegar de surpresa seja melhor. - Disse Ghost depois de saudar os companheiros de gangue que chegavam ensopados. Mas quem ali não estava, não é? Clive tomou a palavra: - E eu acho que você está sendo muito otimista em crer que eles não vão estar armados. É uma entrega importante, que eles esperam já tem dias. Certamente vamos encontrar resistência. Por isso, acho que uma aproximação furtiva seja melhor. Para que quanto hajamos, seja da forma mais eficiente possível.


    Eles se entreolhavam. De fato, Clive parecia ter razão. Se até um capanga qualquer sabia dessa chegada e estava esperando por ela, deveria ser algo grande. Procurando um cigarro que ele sabia que não tinha, continuou seu raciocínio. - Se duvidar, não deveríamos nem levar tudo, mas talvez só causar o estrago e o prejuízo. - Coçou a barba rala de fim de tarde que saía do queixo até metade do pescoço. - Está dizendo para jogarmos no mar a carga? - Denis indagou e quem respondeu foi Ghost. - Se for uma carga grande como aparenta ser, não conseguiríamos levar tudo, talvez nem a maior parte. Aí jogar no mar, explodir, inutilizar... Depende da situação. Só não podemos devolver para o Sindicato.


    A lancha que levava os quatros chacoalhava no meio do rio enquanto seguia a correnteza em direção ao mar.



    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 27

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Sllaker em Seg 21 Maio - 19:39

    Clive e Ghost tinham argumentos sólidos. Snake pensou um pouco no que os companheiros haviam dito, até concluir que era o melhor plano de ação. — Vocês têm razão. É melhor entrar na manha e render os tripulantes no momento certo. Vamos levar o que der... e o que não der a gente dá um jeito de sumir. — Ele pensou mais um pouco, entre uma chacoalhada e outra, imaginando quem faria o quê nessa história. Ghost definitivamente era o cara mais furtivo, seus assaltos anteriores provavam isso. Denis era o mais forte, isso ninguém negava. Clive e Snake ficavam no meio termo entre os dois. — E então, quem vai ficar nesse barco e quem vai subir? — Snake sabia que todos ali estavam dispostos — e queriam — invadir o barco e participar da ação. A questão mesmo era quem ia ficar para trás, recebendo as cargas e garantindo a fuga.
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2546
    Reputação : 182
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Bravos em Qua 23 Maio - 18:40


    24/12, domingo, 16h20
    Snake


    - Deixe comigo. Eu fico no barco. - Clive tomou para si aquela responsabilidade. Ninguém contestou. Todos sabiam o que significava o preço de ir e o preço de ficar. Num, o perigo que se corria, noutro, o fato de estar fora da ação. Abrir mão de uma delas, e possivelmente, a que mais todos esperavam, era duro para qualquer um. - Vamos nos posicionar e esperar o barco. Temos que interceptá-lo muito antes da ponte levadiça, se ele passar por ela antes de termos feito tudo, as coisas vão ficar bem mais complicadas.


    24/12, domingo, 17h30
    Snake


    Ghost manobrou a lancha e a posicionou a cerca de dois quilômetros mar adentro logo no início do litoral da cidade. Era por ali a rota que os barcos faziam para se aproximar do porto: seguiam o bordo da costa depois de virem do mar aberto. Clive entregou armas para todos. Ele trouxera consigo. Estavam armados e preparados. A hora que se passou foi praticamente de silêncio. Já sabiam o plano. Agora a mente estava se preparando para o que havia de vir. Aquela hora se arrastou. Como se fosse um suor pegajoso que gruda na pele nos dias muito úmidos. A chuva continuou como se tivesse força para cair durante mais mil dias. O que era bom. Clive fumava um cigarro que quase não havia acendido quando lentamente se colocou de pé. - Rapazes... - Eles também se levantaram e olharam para a mesma direção do olhar dele. Um vulto grande se aproximava, lentamente fazendo a curva para começar a seguir a borda da costa. Eles haviam encontrado seu target.


    - Lá vamos nós! - Empurrou a alavanca que ditava a velocidade da lancha e começaram a se aproximar do barco cargueiro. Clive interviu. - Deixa comigo agora. Se preparem para entrar. - Ghost acenou positivamente. Denis havia trocado as bandagens que envolviam sua mão e agora além de sua camisa regata branca, vestia um colete simples. Snake e Ghost também. Esse último pegou uma bolsa grande e pendurou no ombro. - É preciso ter com o que brincar. - Bateu duas vezes na bolsa e então abriu-a. Tirou de dentro uma corda com gancho. - Essa é nossa passagem de ida e de volta. - Estavam chegando perto. O barulho da chuva encobria o do motor e a pouca visibilidade ajudava aliada ao fato que as dimensões menores do barco deles os fazia serem mais discretos. - Voltem vivos, não sejam gananciosos. Peguem o que for preciso para nós, o resto acabem. - Clive falou sério, enquanto emparelhava a lancha à escada de marinheiro que havia na popa do barco cargueiro. Ghost girou o gancho, usando-o como um peso, atirando ele e a corda bastante para cima. Na queda, ele prendeu-se ao barco. - Começou. - Clive acenou positivamente com a cabeça. Ghost verificou a corda, puxando-a duas vezes com força. Estava firme. Ele começou a subir.



    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 27

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Sllaker em Qui 24 Maio - 19:57

    Ghost habilmente começou a subir pela corda. Mesmo com a chuva forte e com o vento os passos do rapaz eram firmes e ele não escorregava. Com certeza não era a primeira vez que ele fazia algo como isso. Snake era o próximo. Ele nunca havia escalado nada assim. Olhou para cima, encarando o local onde o gancho agarrara, como se medisse a queda, com a chuva a cair em seu rosto. Ele pegou firmemente a corda, sem atrapalhar Ghost que ainda dava os últimos passos, e começou a subir. — Não é tão difícil. — Ele pensou, ainda no início. Mas logo após alguns passos os braços já começavam a fraquejar e os pés a escorregar. Ele continuou firme e quando se aproximou da borda Ghost o ajudou a subir. Denis já vinha em seguida, temendo que a corda não o aguentasse, ao mesmo tempo que via o sangue de seus ferimentos se diluir com a chuva e escorrer por ela. Quando chegou no topo, Snake e Ghost se esforçaram para ajudá-lo a subir. — Estamos a bordo. — Snake sussurrou, como se fosse um segredo que não deveria ser compartilhado. Os três se esgueiraram pelo corredor em que estavam, até chegarem numa bifurcação que dava acesso a uma sequência de portas metálicas e uma escada que dava acesso ao segundo andar da embarcação. Ao espreitar por uma das pequenas janelas em formato esférico, Snake percebeu que, pelas camas vazias, aquelas se tratavam das cabines da tripulação. — A cabine de comando deve estar na proa e as cargas devem estar no convés. — Ele murmurou, apontando para a escada. — Estamos a alguns minutos do porto. Temos que fazer isso logo. — Ele não queria apressar ninguém, mas naquela situação eles não podiam se dar ao luxo de perder tempo ou correr o risco de serem pegos.
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2546
    Reputação : 182
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Bravos em Sex 25 Maio - 14:52


    24/12, domingo, 17h35
    Snake


    Subir no barco cargueiro parecia ter sido a parte fácil daquela empreitada. Os três, já à bordo, passaram por um corredor de tripulação. Deveriam seguir para o convés. Ghost seguia à frente, depois Snake e por fim Denis. A chuva pareceu engrossar um pouco e o mar ficou mais violento, sacudindo o barco com mais força. Eles seguiam tentando não chamar atenção. No convés, de fato, havia várias cargas empilhadas. Dificilmente aquilo tudo era para o Sindicato. E sem dúvidas nem tudo ali eram armas. Deveria estar misturada entre outras entregas e talvez com notas fiscais falsas. Começaram a se aproximar das cargas cobertas com lonas grossas quando um raio cortou o céu, deixando tudo claro como o dia por alguns instantes. Ficaram estáticos sem se mexer. No centro da embarcação estava o que deveria ser a cabine de comando e de lá, eles tinham ampla vista do convés.


    - Shiiu - Ghost pediu silêncio, como se aquilo fosse adiantar. A chuva já abafava todo som. - Talvez ninguém estava olhando para cá. - Porém, isso foi um engano tremendo. Segundos depois uma luz forte brilhou sobre Denis que ficou sem saber o que fazer a não ser, olhar ofuscado em direção à luz. - Mas que caralhos?! - Ghost saiu em disparada, empurrando Snake no caminho e pulou por cima de Denis, tirando ambos do foco. Uma rajada de três tiros alvejaram furiosamente o chão do barco. - ESCONDAM-SE. - Snake correu mais em direção à proa, enquanto Ghost e Denis voltaram um pouco em direção à popa. Entre as pilhas de cargas sobre paletes eles poderiam se esconder momentaneamente. O foco de luz começava a se mover. - Que inferno! - Denis vociferou. Eles ouviram mais ao fundo uma porta metálica ser aberta com um chute. A voz que veio lá de dentro era conhecida: - Se rendam enquanto podem, rapazes! Eu não gostaria de fazer isso. - Era Maze. Uma outra voz também conhecida falou, porém, feminina: - Escutem seu colega. - Erika.



    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2546
    Reputação : 182
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Bravos em Dom 3 Jun - 9:57


    24/12, domingo, 17h47
    Snake


    - PAU NO SEU CU, MAZE! - Foi com esse grito de Denis que a coisa toda começou. Ele puxou o gatilho e as balas começaram a perfurar o barco, as cargas e se o ex-colega de gangue não fosse rápido, teriam perfurado ele também. Cada um tomou suas posições. Snake encostou-se contra uma carga, que não sabia direito o que era. Tinham poucas opções ali. Era sobre quem iria ousar primeiro e acertar. Pensava nisso quando viu um brilho avermelhado surgindo ao seu lado por debaixo dos paletes da carga. Só teve tempo de cobrir o rosto com o braço esquerdo e aquilo explodiu, queimando-o e lançando uma cortina de fumaça vermelha.


    - Cuidado, Snake! - Ouviu a voz de Ghost que parecia ter voltado e pegado-o pelo braço, no meio da fumaça, levantando-o. Afastaram-se um pouco, dando a volta por outras cargas. A chuva parecia fazer com que a fumaça se dissipasse mais rápido do que o previsto e viram Maze instalando algo no chão. - Deixa comigo. - Ghost deixou Snake escorado num pequeno espaço entre duas cargas que estavam encostadas no guarda-corpo do convés e seguiu, tentando se esconder no resto da fumaça que havia. De canto de olho ele viu o colega ladrão de jóias se esgueirar, desviando-se da armadilha de Richard e pegá-lo desprevenido, de costas: uma coronhada seca na nuca, dois pisões fortes sobre as mãos, quando ele caiu.


    Um frio percorreu a espinha do recente-ex-presidiário quando ele ouviu a armadilha de Maze ser ativada. O urro de dor veio claramente de Denis. - PUTAQUEPARIU, AAAAAARGH - Contra todo bom senso, Denis apareceu claudicando, com a armadilha ainda presa a sua perna. Vinda do corredor onde Snake estava quando foi atingindo pelo sinalizador explosivo, Erika apareceu, virada para Denis. Era a chance dele. Jogou o corpo para o lado, deitado no chão mirou e atirou. As balas acertaram o ombro e a cintura da garota. Alternadamente, seu corpo foi para frente e depois ricocheteou para trás com o segundo impacto. Ela virou-se, pronta para atirar outro daqueles sinalizadores, mas então veio a saraivada de tiros. Contou quatro, ou seis, ou mesmo sete. Erika tombou de frente inerte. - Hoje não, quenga!. - Denis ainda estava de pé, mas após os tiros, caiu sentado, gemendo de dor pela armadilha de urso que havia cravado sua perna. Ghost veio com Maze, amarrado e amordaçado. Eles haviam sobrevivido àquele round.



    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 27

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Sllaker em Seg 4 Jun - 22:02

    Snake cambaleou pelo convés vacilante, enquanto o barco descia uma onda e subia noutra, só para descer novamente. Ele se aproximou de Denis, observando uma pequena poça de sangue e chuva que começava a se formar onde agora estava o seu pé ferido. — Droga cara, temos que tirar isso. — Snake disse, esforçando-se para abrir a armadilha tempo o suficiente para que Denis pudesse retirar o pé. Quando ele o fez, Snake soltou e a armadilha rapidamente se fechou numa mordida, fazendo os dentes de ferro estalarem. Snake tirou a blusa que, mesmo ensopada de chuva, serviu para que ele pudesse temporariamente usar como uma atadura. Completou o atendimento improvisado com um cinto, fazendo um torniquete acima da ferida. — Vamos. — Snake disse, ajudando Denis a se pôr de pé. Apoiando-se um no outro, eles deram alguns passos até ficarem do lado de Ghost.

    No chão, amarrado e amordaçado, Maze apoiava as costas em uma das cargas. — Filha da puta traidor! — Snake disse, assim que o viu. Depois cuspiu no maldito. Denis não se segurou e deu um soco na boca de Richard que, só não apanhou mais por causa dos ferimentos do homem e por que Ghost intervira. — Não temos tempo para isso. — Ele falou, afastando Denis. Snake se abaixou, apoiando-se nos calcanhares e ficando na mesma altura que Maze. — Larry e Clive também ficarão felizes em te ver. Mas, se quiser limpar um pouco da honra que você não possui, nos ajude e eu te pouparei. Comece, por exemplo, a dizer quais dessas é a carga do Sindicato. — Ele deixou Maze pensar um pouco e, antes de tirar a mordaça, completou. — Grite ou responda qualquer coisa que eu não queira ouvir e logo estará no fundo desse oceano, passando a porra do Natal com os peixes.
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2546
    Reputação : 182
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Bravos em Qua 6 Jun - 19:23


    24/12, domingo, 17h53


    Denis gemeu quando sua perna foi solta por Snake. O sangue jorrou abundante no convés do barco, ainda que ele tivesse sido rápido em usar sua camisa para fazer um torniquete. Levantou o ex-lutador que agradeceu a ajuda.


    O próximo a receber cuidados foi Maze. Xingado, ele se limitou a balançar a cabeça afirmativamente. Cuspido, deixou que a água da chuva limpasse seu rosto. Socado por, Denis, apenas tossiu talvez se engasgando com algum sangue ou algum dente. Ghost lembrou-os que não estavam ali para se vingar de Richard, mas sim do Sindicato. Ele, por sua vez, parecia de algum modo quebrado. - São aquelas... - Disse quando foi indagado sobre qual era a carga do Sindicato. Ghost, Snake e Denis se entreolharam. Ghost tomou a iniciativa de ir verificar. Caminhou até os caixotes indicados, puxou a lona. - Vou precisar da minha bolsa, pegue um pé de cabra. - Snake foi buscá-la. Estava jogada no convés com toda aquela bagunça. Momentos depois estavam os dois abrindo uma das caixas. Armas, muitas armas. E munição. O bastante para fazer pelo menos metade da cidade parecer uma peneira. - Vamos começar, logo logo, assim que passarmos a ponte levadiça.


    24/12, domingo, 18h27


    Finalmente pegavam a última caixa que podiam pegar. Nesse meio tempo ficaram sabendo que o resto da tripulação não estava armada e que apenas aqueles dois estavam lá para fazer a segurança. Talvez realmente não esperavam uma interceptação como eles haviam planejado. Eles passaram a ponte como se nada houvesse acontecido, porém, antes de atracarem, fizeram uma parada estratégica ainda longe do porto. - Precisamos ir agora, se o barco demorar mais, o Sindicato saberá que algo aconteceu e vão começar a nos perseguir por água. - Dizia Ghost, enquanto descia com a corda o pacote. Denis havia ido primeiro e estava com Clive na lancha. Snake e o ladrão de jóias haviam pegue as mercadorias que julgaram ser mais caras e importantes. A chuva começava a ceder. - O que iremos fazer com ele?. - Perguntou. Richard continuava encostado exatamente onde fora deixado.




    @Sllaker Interceptação feita com sucesso Rolling Eyes provavelmente esse é o último post antes de voltarem a se reunir com Larry. E possivelmente um dos últimos do dia 24/12 What a Face

    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 267
    Reputação : 27

    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Sllaker em Sex 8 Jun - 23:16

    – Dizem que o Natal é época do recomeço. – Snake respondeu. – Deixe o maldito aí e vamos. – Ghost respondeu com um aceno seco e eles desceram do barco pela corda. Pelo menos descer era mais fácil do que subir, então logo eles estavam reunidos com Denis e Clive. Todos que haviam participado do plano estava ali, alguns mais feridos do que outros, é verdade, mas todos vivos. – Conseguimos rapazes. – Snake falou, com um sorriso no rosto e uma das armas roubadas na mão. – Conseguimos, porra!
    Conteúdo patrocinado


    Re: Dia 24/12 - Domingo

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua 19 Set - 8:07