Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Compartilhe
    Black Thief
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 585
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Mensagem por Black Thief em Ter Jun 12, 2018 8:23 pm


    Logo, o homem começava a "despertar" e mostrava-se completamente ignorante do que ele mesmo estava fazendo a poucos instantes atrás.

    Segurança escreveu: O que...Aconteceu ? Alguém me drogou ?

    Freya quase revirou os olhos mas conteve essa demonstração de impaciência com a situação atual, além do mais isso seria rude da parte dela fazer tal gesto para o segurança que, de nada parecia ter culpa naquilo. Freya então pôs a mão nos ombros dele e disse em um tom zeloso:

    - Não se preocupe, tá tudo bem. Acho melhor você voltar pro seu posto, não quero que se meta em problemas.

    E assim Freya acompanhava o segurança até a saída, e se ele ficasse questionando o que acontecera, Freya apenas se limitaria a dizer à ele que sabia tanto quanto ele próprio e que era melhor ele voltar.

    Etro já tinha caído no sono, provavelmente o corpo de Agatha estava esgotado com tudo o que acontecera com ele e Valkyria se preocupava com sua mentora no mesmo tom que Freya se preocupava com Agatha. Valkyria se aproximou de Etro e sentou-se ao lado dela, ajeitou seu cobertor e pôs a mão na testa de Agatha para medir sua temperatura. Aparentemente Agatha estava aos poucos voltando à sua saúde. Tirou um pouco do cobertor de Agatha e olhou as marcas e veias negras que desapareciam... Seja lá o que aquele segurança tivesse feito, havia ajudado Etro. Freya então logo foi até o banheiro onde pegou um roupão e trocou as roupas de Agatha para deixá-la sem aquela secreção estranha e mais confortável no roupão. Logo depois, a própria Freya foi se arrumar, ela tomou um banho rápido e botou uma camiseta branca da Jack Daniels, uma calça legging preta com bota feminina sem salto de cano longo e jaqueta de couro sintético preto, logo ela punha a sua faca escondida no cano longo da faca e arma dentro do bolso interno da jaqueta. Sempre que saía tinha o habito de armar Freya para se proteger, nessas horas o instinto de Guerreira de Valkyria falavam alto, mas Freya torcia para que não precisasse utilizar nada daquilo. Depois de se arrumar, Valkyria precisava esperar Lírus e aproveitou o tempo que restava para se atualizar das notícias do dia e faria isso até ela voltar.

    Quando Lirus chegou, Freya olhou no relógio e vira que ela havia demorado muito apenas para se trocar. Naturalmente ela havia feito algo mais, mas Freya não se sentia na intimidade, ou na ousadia de questionar o porque toda a demora, mas havia outras coisas que Freya sabia que precisava de explicação.

    Lirus escreveu:- Eu estou pronta ! Vamos, precisamos descobrir como tirar esse "Veneno de Etro" Eu fiz algumas ligações para New York, se formos na biblioteca talvez achemos o livro que me recomendaram para um suposto ritual.

    Antes que elas saíssem do quarto, Freya logo interrompia:

    - Lírus, espere! Antes de irmos você precisa me explicar o que está acontecendo! O que aconteceu com aquele segurança? Ele nem sabia o que estava fazendo depois de tirar aquela coisa preta do corpo da Ágatha. Ele falou que ia esperar lá fora e logo depois esqueceu de tudo! Disse sobre um ritual que vai acontecer em Beach Haven e que se eu quisesse salvar Il-Lium era pra encontrar ele lá, mas quem é Il-Lium?? Aí ele fez algo com a Etro e ela parece que está melhorando! E também, de quem é aquele nome que você estava tentando invocar? Não me entenda mal, eu vou ajudar, sempre vou fazer o meu melhor pra ajudar, mas pra isso eu preciso saber com o que estamos lidando!

    Freya olhava para Lírus quase com um tom de súplica nos olhos porém sua voz entonava uma firmeza jovial inocente mas corajosa.
    Freak(out)
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 7
    Reputação : 6

    Re: [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Mensagem por Freak(out) em Qui Jun 14, 2018 4:28 pm

    Eu havia localizado o sujeito, mas aparentemente não será fácil chegar até ele por meios convencionais. Assim que tentei me aproximar, fui abordado por um dos diversos seguranças que estavam ali. Aproveitei esse momento para enviar uma mensagem para Jane, valendo-me também da ausência de Tim, que ainda não tinha chegado porque terminava o seu momento de paquera com a policial. Acredito que enviar a mensagem para Jane fora algo bom, do ponto de vista da missão, pois assim passo uma aparência de mais normalidade, e não de alguém que está lá xeretando detalhes técnicos de uma operação policial.

    Eu me foquei no sujeito que aparentemente sabia dos detalhes. Era jovem, e parecia normal, embora atarefado, frenético e, talvez, irritadiço, como todo homem em posição similar costuma ser. No entanto, não deveria facilitar.

    Acho melhor tentar encontrar nele ou nas pessoas nos arredores algo estranho ou fora do comum...

    Off:

    Vou tentar três coisas, e ver se alguma delas surte efeito.

    1) A mais comum é usar a doutrina dos desejos no segurança que me parou para fazê-lo me levar até o oficial, e então usar a doutrina dos desejos no próprio oficial. Quanto ao segurança, eu vou dizer o seguinte:

    -- Boa noite, senhor. Me perdoe incomodar, mas sou amigo de uma das vítimas e talvez tenha informações úteis a respeito do caso para o encarregado da operação. Preciso falar com ele imediatamente.

    2) Caso a primeira ideia não funcione, eu vou simplesmente usar doutrina dos desejos diretamente no oficial, gritando o seu nome para que ele me note e falo o seguinte no mesmo tom:

    -- Sou amigo de uma das vítimas e talvez tenha informações úteis a respeito do caso. Preciso falar com você imediatamente.

    3) Se nada acima funcionar, eu vou procurar um lugar em que possa me afastar, dar um perdido em todo mundo e usar a doutrina das tempestades nível 2, forma aquosa. Minha intenção é me transformar em vapor e espreitar Kurt até que ele se afaste e eu tenha uma oportunidade de abordá-lo sozinho e usar nele a doutrina dos desejos, para que ele me revele o local onde os cativos estão sendo mantidos.
    mitzrael
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 77
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Mensagem por mitzrael em Sex Jun 15, 2018 12:57 pm

    Dustiel olhava pra Hadrakamus e esbolsava um pequeno sorriso .

    Tenho pena de vc meu irmao , vc não sabe nada do nosso criador ele sempre prego o amor
    nos seus filhos com nossas invejas e nosso odio não vimos isso , ele deu seu sangue , sua carne pra que todos entendecimos isso
    agora eu posso ate tar errado mas o motivo de termos ido pro abismo foi pra sentir a dor dos humanos e com isso entender nosso
    objetivo de protegelos , eles sao crianças perdidas , carentes , cegas assim como vc irmao , olhe pro que vc se torno , vc era antes de ter caido e so ta caindo mas em seu odio
    eu agora posso ver o que sim ele aprovara meu amor por ravanael eu amo com todo poder que ainda exista a ela e esse amor me dar força suficiente pra não seu
    sugado pelo seu odio vc encontro seu fim eu ja venci .


    Dustiel fala e usa de sua felocidade pra chegar ate onde ta a abertura quando sente em seu ser algo lhe curando

    Pensando : eu sabia que nao tava só , vc ainda ta comigo meu senhor , eu vou encontrar um modo de honralo me de forças pois ainda não e , minha hora .

    Dustiel se esquivava dos ataques

    Twisted Evil Twisted Evil
    bahamut
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 8
    Reputação : 6

    Re: [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Mensagem por bahamut em Dom Jun 17, 2018 1:37 am

    Jean conta para Angelo o que percebeu mas parece que ele já sabia disso e de algo mais. O que Jean sentiu perto dos policiais era um dos amigos de Roy, que aparenta ser um celestial, ou não. Angelo está muito apreensivo com o fato de não estar conseguindo sentir a presença de nenhum dos suspeitos de estarem conduzindo o ritual. Jean está do seu lado, sem saber o que fazer quando o show alcança o seu ápice. A banda joga um líquido vermelho no publico e um símbolo é projetado no palco enquanto a banda canta algo que parece como um ritual.

    Jean: - Eles já estão fazendo o ritual? Aqui no meio do show? Será que eles já conseguiram todas as vítimas Angelo? O que a gente faz agora? Será que eles estão nos backstages? Ou até mesmo embaixo do palco?

    A situação começava a ficar cada vez mais estranha e Jean não estava gostando nem um pouco disso. Agora um ritual sendo realizado em pleno show e provavelmente uma multidão de vítimas ali dando sopa. Se conseguirem invocar a criatura, as coisas vão ficar bem difíceis.
    Beaumont
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 337
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Mensagem por Beaumont em Sex Jun 22, 2018 9:40 pm

    Valkyria (Freya Lothbrok)


    Hotel Drake - Long Branch  - 04:00



    Freya escreveu:Antes que elas saíssem do quarto, Freya logo interrompia:

    - Lírus, espere! Antes de irmos você precisa me explicar o que está acontecendo! O que aconteceu com aquele segurança? Ele nem sabia o que estava fazendo depois de tirar aquela coisa preta do corpo da Ágatha. Ele falou que ia esperar lá fora e logo depois esqueceu de tudo! Disse sobre um ritual que vai acontecer em Beach Haven e que se eu quisesse salvar Il-Lium era pra encontrar ele lá, mas quem é Il-Lium?? Aí ele fez algo com a Etro e ela parece que está melhorando! E também, de quem é aquele nome que você estava tentando invocar? Não me entenda mal, eu vou ajudar, sempre vou fazer o meu melhor pra ajudar, mas pra isso eu preciso saber com o que estamos lidando!

    Era completamente transparente a expressão perdida de Sarah, a mulher de belos cabelos dourados e cintilantes costumava ficar com uma pequena fresta da boca aberta sempre que estava pensando. Ela ficou paralisada por alguns segundos quando retornou com a pergunta. 

    Sarah : - Me desculpe...Como disse ? Aconteceu algo com Bóris ? 

    Assim que a ficha caiu, Sarah voltou em passos firmes e rápidos de volta ao quarto, quase empurrando Freya de sua frente. Ela se ajoelhou e observou o corpo agora purificado de Etro, Sarah estava assustada mas um pouco mais aliviada. Ela olhou pela janela, como se procurasse alguém, mas aquela chuva forte não iria parar...

    Sarah : - Eu não sei no que acreditar...Você disse Il-lium ? Precisamos ir para Beach Heaven imediatamente. 

    Ela dizia aquecendo os braços com as palmas das mãos. As duas saíram depressa. Sarah estava extremamente apressada, desceram o elevador com pressa, Sarah estava inquieta e olhou duas vezes, mas desviou o olhar sempre que Freya a encarava. Elas chegaram ao estacionamento e a moça escolheu simplesmente o carro mais rápido que poderia haver no salão. 9FF Porsche de dois lugares e que deveria custar ao menos meio milhão de dólares. 

    Spoiler:

    Elas se acomodaram no carro de maneira que Freya ainda sente que existe algo estranho no ar, algo incompleto, algo que Sarah não queria dizer, isso é perceptível em suas ações, na forma como Sarah parou de falar. Ela apertou forte o volante do carro e deu a partida veloz , apenas quando o carro teve de parar no primeiro semáforo. Sarah ainda cogitando não dizer murmurou suas primeiras palavras. 

    Sarah : - Se você souber sobre Il-lium, você correrá perigo. É importante que você saiba que este ritual não pode proceder. Il-lium é um segredo que deve continuar sendo segredo e apenas Maliel tem permissão para decidir o destino de Il-lium. Por favor, para sua segurança, não vamos mais falar sobre isso. Vamos nos concentrar em impedir o ritual, provavelmente um novo Celestial será invocado, se Mailel não sabe quem é então deve ser mais um Rapinante. Eu não sei como este ritual irá funcionar, terei de me confiar em nossa presciência para identificar. Eu ainda não sei quem salvou Etro, mas espero que seja um amigo, quantas pessoas a mais sabem desse ritual ?!

    Sarah estava claramente transtornada ao costurar as ruas em altíssima velocidade, ela quase bate pelo menos duas vezes enquanto conversava. Ao menos naquela velocidade elas levariam apenas 10 minutos para chegar em Beach Heaven. 

     

    Spoiler:

    Valkyria (Freya Lothbrok)
    Fé 3/3
    FDV 7/7
    Tormento 0/4  
    Vitalidade: OK 
    Beaumont
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 337
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Mensagem por Beaumont em Sex Jun 22, 2018 10:27 pm

    Jean Dasnoy

    Lakariel (Aleister "Al" Blackthorn)


    BEACH HEAVEN - 05:15



    O cenário se tornou uma imensidão de breu com luzes localizadas em certos pontos. A frustração de Al se tornou imediata quando ele percebeu que em todo aquele breu proposital ele facilmente perdeu o policial de vista, ainda era impossível tentar entrar no back stage uma vez que os seguranças bloqueavam os portões, a música ficou ainda mais alta com os solos de Jerry Horton, o guitarrista principal da banda. 

    Aliester escreveu:Resposta Empática Diff 7. = 1 Sucesso

    Não havia como realizar a resposta empática com o policial se não soubesse onde ele estava, Aliester então iniciou o fundamento de sua doutrina com o segurança. Este por sua vez teve seus sentimentos invadidos pelo celestial. A forma verdadeira de Lakariel se formou no coração do segurança, mas de forma deturpada exatamente como ele havia feito com Jane. Os olhos do segurança alto de musculatura avantajada se arregalaram por de trás dos óculos escuros. Ele soltou um grito fino e medroso, correndo imediatamente e deixando o outro segurança sem qualquer reação. 

    Segurança : - Hey o que aconteceu com Johnny ? Hey Cara o que foi ?! Hey você, o que você falou pra ele ? 

    Não havia uma visão clara do que aconteceu, a impressão foi de que Aliester ameaçou o segurança de tal forma que ele se desesperou, Aliester percebeu que o segurança que ficou estava chamando reforços por um ponto em seu ouvido, enquanto sacava um bastão elétrico das costas. Tim estava se aproximando naquele momento. 

    A banda canta letras como uma espécie de ritual e um efeito especial de um selo se projeta no centro do palco.



    Jean e Angelo apenas observam quando um grupo de flashes Esverdeados saem do simbolo vermelho juntamente com uma fantástica imagem de um ser celestial que é expulso pelo selo. 

    Spoiler:

    A galera vai a loucura, os cantores cantam então o refrão da musica. 

    "Never gonna quit until the day I die
    Angels keep falling from the sky
    Take the broken wings and learn to fly"

    Angelo : - Parece que temos companhia ! Que merda eles estão fazendo ? 

    Jean ainda não havia achado Kelly ou Leila, mas algo lhe dizia que a resposta poderia estar no palco principal da festa onde todos vibravam com "efeitos especiais"



    Spoiler:


    Jean Dasnoy
    FDV 6/6 
    Vitalidade - Escoriado (Letal)


    Lakariel (Aleister "Al" Blackthorn)
    Fé 3/3
    FDV 4/4
    Tormento 4/3 (+1 Tormento Adquirido)
    Vitalidade Ok
    Beaumont
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 337
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Mensagem por Beaumont em Sex Jun 22, 2018 10:30 pm

    Dustiel (Alex Riverstorm)



    BEACH HEAVEN - 05:15



    Dustiel escreveu:Tenho pena de vc meu irmao , vc não sabe nada do nosso criador ele sempre prego o amor 
    nos seus filhos com nossas invejas e nosso odio não vimos isso , ele deu seu sangue , sua carne pra que todos entendecimos isso 
    agora eu posso ate tar errado mas o motivo de termos ido pro abismo foi pra sentir a dor dos humanos e com isso entender nosso 
    objetivo de protegelos , eles sao crianças perdidas , carentes , cegas assim como vc irmao , olhe pro que vc se torno , vc era antes de ter caido e so ta caindo mas em seu odio 
    eu agora posso ver o que sim ele aprovara meu amor por ravanael eu amo com todo poder que ainda exista a ela e esse amor me dar força suficiente pra não seu 
    sugado pelo seu odio vc encontro seu fim eu ja venci . 


    Hadrakamus : Não sinta pena de mim Dustiel ! Não sou eu quem vai sentir a dor das chamas definhando os seus poros ! Queime de uma vez por todas DUSTIEL QUEIMEEEEEEEEEEEEEE !!!!!!!

    Mais uma vez as chamas irromperam por todo o cenário, Dustiel precisou fechar os olhos e sentir apenas o clarão inundar tudo em todos os lados. 


    Derre pente tudo ficou no mais incrível silêncio. Dustiel sentiu seu corpo novamente próximo ao Trono da Ordem Inexorável, a sensação de conforto, de paz de espirito reluziu como a eternidade de um único segundo. Então ele ouviu a voz de Lailah, um dos Tronos mais próximos da Ordem de Deus que lhe dizia. 

    "Ainda não Dustiel" 

    E antes que percebecem Dustiel estava em sua forma verdadeira diante de dezenas de mortais em uma espécie de celebração, rapidamente sua mente mortal consegui deduzir que aquilo era uma espécie de show. música alta, o selo em suas costas. O selo do domínio dos corvinus o levou até aquele lugar. Dustiel não sabia por que, mas estava ali e pelo visto Hadrakamus estava para o resto da eternidade preso naquele domínio. As coisas seriam mais felizes se Dustiel não tivesse que lhe dar com o problema de estar em sua forma verdadeira na frente de dezenas de pessoas.

    Spoiler:


    Fé 3/3
    FDV 5/8
    Tormento 0/5
    Vitalidade: Ferido-1 (Agravado)
    Freak(out)
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 7
    Reputação : 6

    Re: [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Mensagem por Freak(out) em Sex Jun 22, 2018 11:30 pm

    Tudo naquela noite parecia estar dando errado. Eu perdi o policial de vista conforme os efeitos de redução das luzes aconteciam, como se alguém propositalmente tivesse intensificado a escuridão do local naquele preciso momento, apenas para me atrapalhar. A música ficava ainda mais alta conforme o solo de guitarra se destacava durante o delírio da plateia, e eu não tive escolha a não ser fazer do segurança meu alvo, visto que seria impossível entrar no backstage enquanto eles bloqueassem o caminho.

    Conforme minha persona se projetava para dentro de sua psiquê, o mortal demonstrou mais covardia do que eu esperava. Em uma ação lamentável, ele simplesmente arregala os olhos, solta um grito fino e corre; alguns humanos realmente são muito irritantes de se lidar...

    -- Hey o que aconteceu com Johnny ? Hey Cara o que foi ?! Hey você, o que você falou pra ele?

    Tudo indicava que o segurança entendeu que eu havia ameaçado com algo que eu tinha lhe dito, e então ele se pôs a correr. O seu parceiro, que agora me questionava, parecia estar prestes a chamar reforços enquanto sacava um bastão elétrico e se aproximava de mim.

    -- Não ouse! -- disse em um tom ameaçador e arrogante, repetindo o que fiz com o primeiro segurança * -- Abra passagem para mim no backstage. Seja mais útil que o seu amigo, e eu poderei recompensá-lo.

    Talvez não seja a melhor abordagem, mas eu não tinha tempo e, graças a frustração, meu ego começou a falar mais alto. Ver aquele ser insignificante se erguendo contra mim foi demais para minha paciência.

    *: Doutrina dos desejos.
    Black Thief
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 585
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Mensagem por Black Thief em Sab Jun 23, 2018 11:17 am


    Freya ficou estática enquanto Lírus pensava, o que será que a Celestial estava pensando para dar como resposta para Freya? Seria alguma desculpa? Ela inventaria alguma coisa? Falaria a verdade, e então quando ela responde...


    Sarah escreveu:-Me desculpe...Como disse ? Aconteceu algo com Bóris ?


    Freya arregalou os olhos, um medo irradiara a mente de Valkyria e de Freya de que fora tapeada e que Freya teria permitido que um estranho prejudicasse Agatha. Lírus não quase empurrou Freya pois a mesma logo se adiantava a frente, dando meia volta a passos de corrida sendo a primeira a abrir a porta e correr até Agatha para averiguar se ela estava bem. Freya tinha medo em sua expressão, medo e tristeza, uma combinação inocente evidenciando sua empatia tanto por Agatha quanto por Etro e de que se algo ruím acontecesse com ela por isso, seria culpa de Valkyria que permitira ingenuamente que o Segurança, possuído por alguma entidade, fizesse o que fez com ela.

    - O que eu fiz?

    Perguntou a si mesma quase que em murmurio, com medo e culpa olhando para Agatha que, embora parecesse bem, não tinha certeza se era apenas aparência. Sarah também estava ajoelhada diante da Celestial adormecida mas ela analisava-a e parecia que estava bem, Lírus parecia aliviada, ela então olhou pela janela como se procurasse alguém, e Freya perguntou:

    - Era o Fael? Ele atendeu o seu chamado?

    Depois da resposta...


    Sarah escreveu: Eu não sei no que acreditar...Você disse Il-lium ? Precisamos ir para Beach Heaven imediatamente.


    - Foi o que ele disse.

    Logo, Lírus parecia pensar em algo e já começava a sair, Freya imediatamente dava um beijo de carinho na testa de Agatha e dizia:

    - Eu vou voltar, prometo.

    Assim ela logo saía, dando uma ultima olhada em Agatha e fechando a porta a chave e depois saía apressada para acompanhar o ritmo de Lírus. As duas desciam o elevador e chegavam em um carro caro demais para que Freya se quer cogitasse um dia ter e provavelmente rápido o suficiente para que não perdessem tempo algum. Durante o trajeto Freya ficou a encarar Lírus o tempo todo, ela insistia em ficar mantendo segredo e assim a própria Valkyria não sabia até onde podia confiar nela, mas tinha que dar o benefício da dúvida à ela, sabia que na mente de Lírus deveria estar uma bagunça. Lírus toda vez que via Freya a encarando desviava o olhar, e Freya a encarava o tempo todo, de propósito, pois ainda não tinha nenhum esclarecimento do que se passava naquela mente.

    Quando entravam no carro, Lírus finalmente começara a dar alguma explicação:


    Sarah escreveu:- Se você souber sobre Il-lium, você correrá perigo. É importante que você saiba que este ritual não pode proceder. Il-lium é um segredo que deve continuar sendo segredo e apenas Maliel tem permissão para decidir o destino de Il-lium. Por favor, para sua segurança, não vamos mais falar sobre isso. Vamos nos concentrar em impedir o ritual, provavelmente um novo Celestial será invocado, se Mailel não sabe quem é então deve ser mais um Rapinante. Eu não sei como este ritual irá funcionar, terei de me confiar em nossa presciência para identificar. Eu ainda não sei quem salvou Etro, mas espero que seja um amigo, quantas pessoas a mais sabem desse ritual ?!


    Freya soltava um suspiro e então Valkyria falava, dessa vez não com o habitual ar de inocencia e jovialidade mas com a seriedade e disciplina de um soldado:

    - Lírus... Em minha opinião, a ignorância é uma falsa segurança. A informação podia ser o motivo para que eu seja um alvo, embora o inimigo não saiba quem mais conhece esse segredo então poderia pegar um por um até ter uma resposta o que nos torna todos um alvo, e também impede que eu aja com planejamento e precisão ao seu lado, porém, eu lembro que fui uma guerreira, lutei contra nossos inimigos com todas as minhas forças, eu levava os mais valorosos guerreiros mortos para Valhalla e da mesma forma que eles aprendiam comigo eu aprendia com eles como centelha divina que eles são, então como soldado, sei o que é seguir o comando de um superior, portanto farei isso sem questionar. Apenas gostaria que soubesse isso.


    Logo, Freya começava a se preparar e observava o ambiente em sua volta, procurava estranhos sinais e mantinha sua presciência em alerta, ela também mantinha sua faca em prontidão, esta era ultima medida que gostaria de tomar, mas no momento da autodefesa, este podia ser o único modo.
    bahamut
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 8
    Reputação : 6

    Re: [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Mensagem por bahamut Ontem à(s) 10:43 pm

    Jean olha espantado para a cena que acontece no palco. Enquanto a banda canta o que parece ser um ritual, uma figura celestial aparece após vários lampejos de luz esverdeada saírem do selo. Demorou algum tempo para que ele percebesse que o público estava curtindo tudo aquilo, como se fosse algum efeito especial ou alguém fantasiado no palco e isso podia ser uma vantagem, mesmo que temporária. Jean notou também que a figura não era em nada parecida com o que Michael havia se transformado. Ela possuía um belo par de asas emplumadas, olhos radiantes e muito mais próximo do que seria uma figura angelical. Jean embora apreensivo, não se sentia amedrontado e isso o fazia ter pensamentos confusos. Seria essa a criatura demoníaca que haviam lhe falado? Seria essa imagem uma ilusão para que não vissem sua verdadeira forma?

    Jean se virou para Angelo que olhava atentamente para o palco e chamou sua atenção.

    Jean: - Ei! Aquele é o cara que a gente tinha que evitar trazer pra cá? O que que a gente faz? Como vamos parar ele agora?
    Conteúdo patrocinado


    Re: [Cronica Oficial] Long Branch By Night - Parte 5 - O Ritual das 8 Virtudes Corrimpidas

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Jun 25, 2018 9:09 am