Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Compartilhe
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1643
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Dycleal em Qua Maio 09, 2018 6:44 am

    Liadrys adentra a estalagem e cumprimenta o dono, o Meio Elfo Yedrin e fala que veio fazer o recrutamento que seu mestre Luan tinha combinado no dia anterior e é levado a um amplo recesso, onde uma mesa, com materiais de escrivaninha, cadeiras e uma estante, o esperam. Yedrin sorri para o draconato, dizendo de forma bem-humorada que nunca tinha visto um draconato na vida e muito menos um que fosse druida. Liadrys um tanto sério e concentrado revela que já está acostumado a este estranhamento e começa a arrumar o seu material de trabalho e passa a olhar a estrutura do prédio e verifica as saídas e janelas e após este estudo começa a colar os cartazes de recrutamento dentro e do lado de fora da estalagem. Ao voltar, acena para o Yedrin e solicito diz para o meio elfo que se precisar dele para algo é só falar e fica aguardando os candidatos, sentado à sua mesa.
    Rosenrot
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 675
    Reputação : 54

    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Rosenrot em Qua Maio 09, 2018 5:59 pm

    HAIL ODIN! HAIL VÖKTUN VETRAR!
    A primeira coisa sobre a jovem loira que entrava era simples, ela era grande. Sunna era de muitas formas, uma presença interessante: apesar de ser claramente uma mulher, a jovem possuía cerca de um metro e setenta e sete de altura e não era magra em excesso, seu corpo mostrava alguns sinais de esforço físico constante e repetitivo, mas nada que lhe fosse exagerado para lhe dar traços masculinos, seus longos cabelos dourados eram divididos em duas tranças que caiam pelos ombros até a altura da cintura, enfeitadas com tiras de couro e pequenas runas talhadas em madeira. Tinha olhos azuis frios como o gelo das terras de onde vinha e sua expressão entregava ao rosto jovem pouca alegria, existia nela uma seriedade raramente vista em algum com a aparência tão jovem. Tranças menores - e mais elaboradas - enfeitavam o couro cabeludo, amarradas com pequenas tiras de couro e enfeitadas com pequenas runas esculpidas em pequeninos pedaços de madeira. Suas vestes nada se pareciam com as das pessoas daquela terra: usava um longo vestido de tom cinza, por cima dele algo que parecia um 'avental' num tom vermelho escuro, broches dourados - possivelmente ouro - prendiam o avental ao vestido de ambos os lados, acima do do peito. Contas coloridas pendiam do pescoço e e presa à garganta estava o Olho Azul Vigilante (Símbolo de Odin).

    Às costas, trazia seu escudo de madeira e o martelo preso à cintura, abaixo da faixa que prendia seu vestido. Existia uma dualidade na presença da jovem: para alguns - provavelmente para seu próprio povo - ela transmitia a tranquilidade que os Godi traziam com sua presença, para qualquer outro, talvez Sunna soasse um tanto ameaçadora.

    Particularmente não era fã de estalagens, apesar de compreender a necessidade de lugares como aqueles, Sunna não nutria simpatia por aquele tipo de lugar, preferia os Templos. Mas tinha ouvido sobre a tal necessidade de pessoas para algo: a verdade era que estava na cidade há alguns dias, vagando entre os poucos templos que tinha restado de pé e pensando em como se aproximaria do tal Rei, sabia ser uma espécie de emissária de Lenneth, mas ali, em toda aquela confusão pós guerra as coisas não pareciam tão mais fáceis. Tinha tentado por duas vezes uma audiência com o tal Rei, mas suas tentativas estavam sendo frustradas pelas necessidades mais urgentes na cidade parcialmente destruída, com algumas informações, ouviu a respeito do tal conselho e então traçou uma nova estratégia: buscar aproximar-se deles e então talvez conseguir finalmente chegar a quem interessava.

    Ela respirou fundo, limpando a poeira das vestes, sentia saudades de casa, do cheiro adocicado que suas terras possuíam e do clima muito mais agradável - e frio - que as montanhas proporcionavam. Ali, via-se constantemente frustrada pela ausência desses detalhes quase invisíveis, mas tão importantes para sua cultura que mal podia imaginar-se viver tanto tempo longe de Vöktun. Perguntava-se se seus irmãos sentiam a mesma coisa, acreditava que sim. Ela olhou em volta, um tanto impaciente diante das necessidades impostas.

    Seu olhar vasculhou o lugar talvez com uma tranquilidade inquietante, antes de fixar-se em Liadrys. Moveu-se então na direção do sujeito. - Eu sou Sunna Björnsson de Skuld, Godi de Odin, filha do Järl Björn Järnsidas de Vöktun Vetrar. - Sabia que a maior parte das pessoas ali não se apresentava dessa forma, mas era assim que tinha sido educada e assim que faria. - Soube que busca pessoas para ajudá-lo em uma tarefa. - Completou, observando-o.


    [/color]
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1643
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Dycleal em Sab Maio 12, 2018 11:13 am

    Liadrys observava as condições da sala que lhe haviam reservado na taverna e um tanto entediado, dirige-se ao salão principal da taverna para bater um papo com o simpático taverneiro, quando é abordado por uma jovem alta para os padrões humanos e que se apresentou de uma forma inusitada para as pessoas da região, e falou que era uma Godi de Odin e deduziu que a senhorita Bjornsson deveria ser de Skuld, pois não conhecia essa localidade chamada Voktun, mas sabia que era lá que acharia adoradores do deus Odin e com o semblante sério responde: - A senhorita está falando com a pessoa certa, sou Liadrys, druida do Círculo druídico do Arquidruida Luan Yjo e recrutador da missão de busca da flor de Nak'Mani, que será o bálsamo para esse povo e para esta terra.
     
    Dá uma pausa para avalia-la melhor e continua : - Perdoe-me a ignorância, mas sou um draconato recluso no meu círculo e apenas entendo das matas e dos assuntos do ermo, o que seria exatamente um Godi e a jovem quer se alistar alegando que habilidades para que eu possa preencher corretamente o seus recrutamento e bate na larga testa e diz: - Desculpe a falta de educação, por favor, me acompanhe à sala de recrutamento e com um gesto a chama para segui-lo e adentra a sua sala para uma conversa mais reservada.
    Rosenrot
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 675
    Reputação : 54

    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Rosenrot em Sab Maio 12, 2018 4:41 pm

    HAIL ODIN! HAIL VÖKTUN VETRAR!
    Sunna olhou para o sujeito com alguma curiosidade, analisando-o de cima a baixo, antes de focar-se em seu rosto uma vez mais. Não entendia muito bem o que vinha a ser um "draconato" e imaginava que um "druida" era algo parecido com o que haviam entre os Godi de seu próprio povo.

    Quando a pergunta veio, Sunna voltou sua atenção totalmente ao homem - ou draconato - como se referia a si. - Ao povo destas terras, chamam Clérigo. - Ela não gostava muito da expressão, mas também não fazia questão de ser chamada de Godi por alguém que não era do seu povo - assim como não chamava os outros Clérigos de outras crenças de Godi - Godi era algo simbólico ao seu próprio povo. Moveu a cabeça em concordância e começou a seguir o sujeito, mas não sem olhar em volta, sempre atenta.


    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1643
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Dycleal em Sab Maio 12, 2018 5:51 pm

    Liadrys senta-se à sua mesa e puxa a gaveta com o formulário de inscrição e entrega a jovem. Começa a explicar burocraticamente os itens a serem respondidos e lhe passa tinta e pena. O druida não se sente atraído por humanas, mas aquela humana sob sua ótica era extremamente masculinizada e sentia ela como se fosse mais um guerreiro do que uma freira, porém não tinha ideia do que pensaria os humanos e para ele isto pouco importava, queria apenas, uma pessoa útil e leal aos propósitos da missão. 
     
    Após dar um tempo para a Godi de Odin ler e compreender o documento, acrescenta: - Se não se importar a chamarei de Senhorita Bjornsson, pois não sei o tratamento adequado que a senhorita tem por direito em sua cultura, mas sinta-se à vontade para me corrigir. Não se envergonhe se achar meu semblante estranho e exercer a sua curiosidade olhando, nós os nascidos do dragão estamos acostumados a este estranhamento e partiremos logo para a busca, a senhorita terá uma tenda a sua disposição no nosso círculo de druidas e lá o Lord Luan Yjo meu mestre, passará pessoalmente as instruções. Eu mesmo a levarei até as suas acomodações na nossa comunidade. E aguarda a jovem posicionar-se.
    Rosenrot
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 675
    Reputação : 54

    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Rosenrot em Sab Maio 12, 2018 11:29 pm

    HAIL ODIN! HAIL VÖKTUN VETRAR!
    Sunna arqueou as sobrancelhas quando a papelada lhe foi entregue, sinceramente não entendia muito bem de toda aquela burocracia que a cidade parecia ter, seu olhar vagou do documento para o sujeito. - Apenas Sunna. - Ela disse, apesar de ser filha do Järl, Sunna ainda não tinha nenhuma posição de grande importância dentro do próprio povo. Os títulos e conquistas não vinham pelo sangue que você compartilhava, como parecia funcionar naquele lugar, mas sim pelo sangue que você derramava: seus méritos contavam mais do que a família da qual você fazia parte.

    - Para quê os papeis? - Ela quis saber. Não era a mais burra das pessoas, mas certas coisas fora de sua habitual vivência lhe pareciam... Estranhas. Não disse nada sobre a tal tenda: preferia os templos, mas discutiria isso depois.

    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1643
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Dycleal em Dom Maio 13, 2018 11:57 am

    Liadrys sorriu com gosto e balançou a cabeça compreensivamente: - Como disse, sou um homem dos ermos e papelada também não me agrada. Pigarreou e continuou: - Isto aqui são apenas formalidades dos Lordes, mas eu e meu mestre gostamos mais de sentir e fazer do que escrever e volta a sorrir com gosto.

    Guarda os papeis e fala: - Me responda apenas algumas coisas, além de rezar e curar, tem treinamento em rastrear, lutar ou se infiltrar? Se tem é importante que eu saiba, e se cair em um campo de batalha, tem alguém para receber seus despojos ou é só acender uma pira e envia-la para um encontro com Odin? Não que eu queira que isso ocorra, mas é natural da vida, não é? E observa o semblante da jovem e observa: - Quanto a irmos para o círculo, é para facilitar a organização, instrução e saída, compreendeu? Responda-me e depois me acompanhe até o nosso acampamento. E fica aguardando a resposta as suas perguntas.
    Rosenrot
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 675
    Reputação : 54

    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Rosenrot em Seg Maio 14, 2018 12:15 pm

    HAIL ODIN! HAIL VÖKTUN VETRAR!
    Podia simpatizar com o sujeito a respeito dos papeis, não gostava de toda aquela burocracia desnecessária entre os outros povos. Aparentemente já não mais valorizavam as palavras ditas como eram, o que só mostrava que talvez seu pai estivesse certo a respeito de muitos outros povos: a maioria não possuía mais honra.

    O povo de Skuld podia ser considerado recluso, mas viviam sua vida baseada em suas palavras e conseguiam se manter dessa forma até então. - Posso rastrear algo se for realmente necessário, a vida em Skuld e em Vöktun Vetrar não é fácil e há de se aprender a sobreviver em suas terras, parte dessa sobrevivência é saber o que caçar e onde caçar. - Sunna fez uma pausa breve, observando-o atentamente, antes de continuar também.

    - E posso lutar também, Vöktun Vetrar é conhecida por seus guerreiros habilidosos, Draconato. Posso não ter seguido o caminho dos machados, mas sei me virar quando necessário. - Seus irmãos é claro, eram bem mais habilidosos que ela, mas Sunna sabia se virar quando era necessário, você precisava saber se virar quando vivia em Vöktun, a última parte porém, lhe fez arquear as sobrancelhas.

    - Isso não é ensinado no meu povo. - Pensou em acrescentar que esses atos covardes não eram bem vistos de onde vinha, mas tinha aprendido que por ali, era bom falar pouco.

    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1643
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Dycleal em Seg Maio 14, 2018 1:41 pm

    O druida gosta das respostas e da objetividade das mesmas e sabe que está diante de uma joia rara e de uma aventureira muito útil e diz:- Muito bom, colocarei você com a função de conjuradora e rastreadora. Levanta-se e pergunta: - Está pronta para me seguir até o nosso acampamento? Ficaremos honrados se participar do nosso culto e participar ativamente dele, está se aproximando a hora das abluções do meio dia, mas se não quiser participar, respeitaremos a sua cultura, fique tranquila quanto a isto. Ele olha com simpatia para a jovem, olhando-a com respeito e admirando o seu valor e firmeza de caráter e aguarda sua resposta para seguirem para o círculo.
    Rosenrot
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 675
    Reputação : 54

    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Rosenrot em Ter Maio 22, 2018 10:33 am

    HAIL ODIN! HAIL VÖKTUN VETRAR!
    Sunna o observava com um misto de curiosidade e interesse, em suas terras, uma criatura com aquele tipo de aparência seria constantemente vista com bastante receio - ele se assemelhava aos Jütons que sua cultura tanto detestava -, mas seu pai havia lhe alertado que fora dos portões de Vöktun e fora das terras de Skuld as coisas costumavam ser mais diferentes e estranhas do que ela pudesse imaginar, deveria agir com cautela, tinha lhe dito o velho Godi.

    Quando ele falou sobre funções, a jovem apenas moveu a cabeça aqui e ali, sem lhe dar devida atenção ao que era acordado. Mas sua atenção foi chamada novamente, enquanto arqueava levemente as sobrancelhas. - Não posso participar do seu culto. - Falou, de maneira séria e convicta: e não podia mesmo, o que Odin pensaria se a visse prestando homenagens a qualquer outro Deus que não os Æsir? - Mas não há problema em observar. - Completou, começando a se preparar para segui-lo.




    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1643
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Dycleal em Ter Maio 22, 2018 1:28 pm

    O druida cada vez mais se agrada da jovem e a acha decidida e firme nas respostas mesmo observando um certo ar de estranhamento em seu semblante, mas ele já está acostumado com este modo de ser observado os draconatos nas mais diversas culturas e releva essa sensação e diz: - Compreendo e respeito, na nossa cultura, respeitamos a tradição e os desígnios da natureza e ficaremos honrados em tela observando com respeito os nossos ritos e sob a sua orientação podemos preparar um local para que você faça os seus ritos com total privacidade, se assim for o seu desejo e faz um gesto para que o siga rumo ao círculo druídico. 


    O dia está ensolarado e a estrada com pouca poeira, ao longe se vê, após a última curva dada, uma grande tenda com acomodações para aguardar-se o acolhimento dos chegantes, Liadrys cantarola um mantra druídico em voz baixa e levanta a cabeça ao ver uma grande sombra que passa e olhando em torno, encontra e acompanha o voo gracioso de uma imensa águia que desce rumo a tenda e logo pousa em uma pequena elevação ao lado da estrutura de recepção do acampamento, ele olha para Sunna e diz: - O mestre Luan está nos esperando, vamos nos apressar e acelera o seu passo.
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1643
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Dycleal em Ter Maio 22, 2018 1:31 pm

    Parabéns Rosenrot, terminastes o teu introdutório com êxito, logo iniciaremos a aventura. Espero proporcionar diversão e desafio em proporções satisfatórias.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Sunna Bjornsson, A esperança que vem de Skuld

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Set 21, 2018 6:15 pm