Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Compartilhe
    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 281
    Reputação : 28

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Sllaker em Ter Jul 10, 2018 4:09 am

    Theo conjecturou sobre a possibilidade de seus pais estarem mortos. Vitor manteve-se em silêncio e não fez questão de confortar o sujeito. Era melhor sofrer com a verdade do que ser alimentado com falsas esperanças. E, o quanto antes ele enfrentasse e superasse essa eventualidade, melhor seria para ambos. Pegar um barco e/ou sair da cidade soava como algo inteligente a se fazer. – Mas quantos já não tiveram essa ideia? – Vitor se perguntou. Mas não custava tentar, afinal.

    A Kombi prosseguia, agora pela avenida, passando por um cenário tão conhecido aos olhos dos sobreviventes. Diversos carros abandonados e destruídos obstruíam a via, enquanto somente um ou outro mordedor era visto. A forma como eles sempre pareciam despertar de um sono profundo, assim que viam a Kombi e seus passageiros, intrigava Vitor, que se questionava em silêncio, imaginando se teriam eles necessidades básicas como a dos humanos. – Será que o frio os afeta? – Ponderou, considerando quem sabe talvez  ir para a serra carioca ou até mesmo para o sul do país.

    Conforme se aproximaram de Duque de Caxias e passaram pelo Rio Pavuna, um cheiro forte e desagradável tomou o ar. Era fumaça, fogo e morte. Na pista, cadáveres carbonizados arrastavam-se no chão, fazendo o negro de suas peles se fundirem com o negro do asfalto. Negro também eram as construções que antes haviam sido casas e lojas, que agora fumegavam, com mobílias, telhados e paredes destruídos. Vitor continuou prosseguindo, numa velocidade constante, até que viu-se obrigado a fechar as janelas. Fecharia os olhos também, se pudesse, só para tentar despertar desse pesadelo. – Quer continuar? – Ele perguntou a Theo, já sabendo que resposta receberia.
    Leafar
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 369
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Leafar em Sab Jul 14, 2018 8:29 pm

    – Quer continuar?

    - A casa dos meus tios fica três quadras a frente, nesta mesma rua. - Não falou mais nada.
    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 240
    Reputação : 5

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por EdrAlmeida em Sab Jul 14, 2018 10:55 pm

    Vitor apenas seguiu guiando a kombi pela rua atravessando as três quadras mencionadas por Theo, no fundo o rapaz já sabia o que iria encontrar lá. A casa ele pode finalmente avista-la, estava toda destruída assim como as demais, a porta da entrada caída e as paredes e telhado marcados pelo fogo que ali passou deixando cinzas espalhadas pelo chão. Na calçada em frente a casa eles viram um corpo no chão, de costas para o veiculo, todo carbonizado.
    Leafar
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 369
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Leafar em Dom Jul 15, 2018 4:04 pm

    Quando chegamos na casa eu já sabia o que nos aguardava, Leopoldina estava destruída, o militar não havia mentido, desci da kombi com a besta na mão, deixei que Bola saísse também, o cheiro de cinzas, borracha e plástico queimado tomavam conta do ambiente. Nunca imaginei que um incêndio pudesse se espalhar tanto.

    - O mundo caiu completamente - o pensamento foi amargo.

    Me aproximei do corpo queimado no chão e verifiquei se por acaso eu conhecia o sujeito.
    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 281
    Reputação : 28

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Sllaker em Dom Jul 15, 2018 11:11 pm

    Vitor parou a Kombi próxima a casa dos tios de Theo. Como todas da região, a casa fora totalmente consumida pelo incêndio. As paredes estavam negras, o teto destruído e o portão tinha ido abaixo. Um cadáver carbonizado jazia na calçada em frente.

    Theo tomou a iniciativa e saiu, seguido pelo cachorro. Vitor não pretendia perder muito tempo ali. Deixou a Kombi ligada e saiu, com a pistola na cintura e a machete na mão. O cheiro de carne carbonizada, fumaça e podridão subiram por suas narinas e ele fez uma careta. Vitor deixou Theo ir verificar o morto, enquanto mantinha vigia aos arredores.

    Seja quem for que estivesse na calçada, era melhor que Theo mantivesse o controle.

    Itens:
    Na mochila:
    1 - Garrafa de Água (2 de 1L)
    2 - Pacote de Salgadinhos (2)
    3 - Lata de Feijão (3)
    4 - Bandagem 

    Em mãos/bolsos:
    1 - Machete
    2 - Taurus PT 100 .40 (Pistola, 12/14 Tiros)
    3 - Maço de cigarros
    4 - Caixa de Fósforos
    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 240
    Reputação : 5

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por EdrAlmeida em Seg Jul 23, 2018 10:02 pm

    Theo foi o primeiro a descer da Kombi, seguido por seu cão, depois Vitor também desceu, atento.
    O rapaz olhou para o corpo, mas era quase impossível reconhecer quem quer que fosse a criatura, pela estatura não era muito alto e aparentemente era alguém novo, talvez um garoto.
    Vitor avistou a cerca de uns vinte metros um morto caminhando na direção contraria a deles, queimado como os anteriores o mesmo não havia notado a presença dos sobreviventes.
    Leafar
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 369
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Leafar em Seg Jul 30, 2018 12:29 am

    Observei a casa de meus tios em cinza, meu primeiro impulso foi entrar e revistar se havia algo que pudesse levar comigo, uma foto, algo para me fazer lembrar, mas não. Não vou fazer isso, acabou. O mundo mudou, tive vontade de chorar, talvez o fizesse depois, mas não agora, agora só tinha o vazio. Eu sabia que eles haviam morrido, eu sempre soube, meus pais eram velhos, obesos, não durariam muito se o mundo estivesse normal, quem dirá agora. Eu observo a criança no chão. Imagino que morrer pela mordida seja melhor do que morrer queimado.

    - Espero que não sintamos a dor depois de virar estas coisas.

    Eu observo Bola, é visível que ele está desconfortável com o cheiro de cinzas do local. Vitor espera na Kombi, fico pensando no que o mecânico estaria pensando. Um morto caminha alguns metros dali, ele não nos viu, eu vou testar a besta nele, me aproximo sem que ele perceba, não quero pensar em nada, apenas no tiro, bloqueio minha mente de tudo. Deixo apenas a respiração fluir, não existe mais porra nenhuma para se preocupar neste mundo, apenas o tiro. Eu foco na cabeça da criatura e disparo.




    Força +2

    Leafar efetuou 3 lançamento(s) de dados (d6.) :
    3 , 5 , 6
    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 240
    Reputação : 5

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por EdrAlmeida em Seg Jul 30, 2018 9:31 pm

    A flecha disparada por Theo rapidamente perfurou a cabeça do morto-vivo que parou de se mover e desabou ao chão no mesmo instante.
    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 281
    Reputação : 28

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Sllaker em Sex Ago 03, 2018 12:09 am

    Vitor manteve-se próximo da Kombi, preparado para bater em retirada, caso fosse necessário. Os mordedores sozinhos não eram mais do que meros infortúnios. Mas um grupo - ou como Carlos havia chamado, uma horda -, era uma ameaça grande o suficiente para fazer qualquer um borrar as calças. Então, quanto mais rápido se afastassem daquela região condenada, melhor seria.

    Theo que havia se aproximado para conferir a casa e o cadáver, avançou em direção a um mordedor desgarrado, abatendo a criatura ao chão com um disparo preciso da balestra. – Ele só tá atrasando o inevitável. – Vitor pensou. Era melhor que Theobaldo superasse logo a perda dos pais, ou seria ele o próximo a ir visitá-los no céu. Em outra situação, Vitor não daria uma foda sobre isso, mas sua vida também estava em jogo ali. E, ao contrário de Theo, não havia uma vaga à sua espera no paraíso.

    Vitor olhou ao redor mais uma vez, observando a rua atrás de si e os edifícios a sua volta. Algumas construções ainda queimavam, e o cheiro forte de fumaça e carne carbonizada que impregnava o ar deixava-o inquieto. Ele tateou os bolsos, em um gesto característico, e pegou um cigarro. Ele deu alguns passos na direção de um casebre e se aproximou de uma chama que ainda crepitava. Alcançou o fogo com a ponta do cigarro e depois o levou a boca, dando uma ávida tragada. Fumar sempre o relaxava, e se o mundo ia acabar em chamas, ao menos ele acenderia um último cigarro.

    Vitor expeliu a fumaça do cigarro naturalmente, e caminhou de volta a Kombi. – Vamos Theo. – Falou, secamente. – Não há mais nada aqui. – Ele bateu com o indicador e cinzas do cigarro caíram ao chão. – É só o que restará. Dessa região, dessas casas, dos pais de Theo. De todos nós, no final. Cinzas.

    Itens:
    Na mochila:
    1 - Garrafa de Água (2 de 1L)
    2 - Pacote de Salgadinhos (2)
    3 - Lata de Feijão (3)
    4 - Bandagem 

    Em mãos/bolsos:
    1 - Machete
    2 - Taurus PT 100 .40 (Pistola, 12/14 Tiros)
    3 - Maço de cigarros
    4 - Caixa de Fósforos
    Leafar
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 369
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Leafar em Seg Ago 06, 2018 11:26 pm



    Theo pegou a flecha lançada contra o morto, arrancou da cabeça da criatura com força, sentia certa raiva e isso se mostrava na sua ação, queria punir alguem, queria xingar, esbravejar, lutar, matar, mas não havia ninguem ali, exceto Vitor e até agora Vitor se mostrou ser um homem em quem Theo pode confiar.

    Bola observava atentamente cada gesto de Theo, desde o disparo até a retirada da flecha.


    Vamos Theo. – Falou, secamente. – Não há mais nada aqui.

    Theo arma a balestra mais uma vez, era importante ter sempre a mão a arma pronta.

    - Certo, você me trouxe até aqui por um motivo, eu te fiz uma promessa. Agora me diga Vitor. O que devemos fazer?



    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 281
    Reputação : 28

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Sllaker em Ter Ago 14, 2018 11:19 pm

    Antes de tudo, sobreviver. — Vitor respondeu, imediatamente. Ele tragou mais uma vez o cigarro, encarando Theobaldo e o cão. O corpo na calçada poderia muito bem ser de alguém que Theo conhecera, mas nada no semblante do homem parecia indicar isso. Vitor pensou em questioná-lo, mas concluiu que não era da sua conta. Para sua surpresa, o sujeito parecia estar reagindo muito bem para alguém que acabara de constatar o que, muito provavelmente, significava a morte dos pais.

    Aquela horda veio do oeste e está seguindo para o leste. Temos que continuar indo para o norte. — Vitor falou, como se elucidasse um segredo que só ele conhecia. — Ir para a região serrana deve ser o melhor: Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo. Lá nunca foi o caos que era a região metropolitana e duvido que seja agora. — Apesar da confiança no tom de voz, Vitor possuía tantas notícias sobre o estado atual da Região Serrana quanto do estado atual do resto do mundo. O otimismo e a ignorância, juntos, formavam as poucas faíscas de esperanças do rapaz.

    Sem esperar que Theo respondesse, Vitor entrou na Kombi e se acomodou no banco do motorista. Ele tragou uma última vez o cigarro e jogou a bituca ainda meia acessa no asfalto, expirando em seguida uma nuvem de fumaça pelas narinas. Tal qual uma locomotiva, aquela era a indicação de que estava na hora de partir.
    Leafar
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 369
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Leafar em Dom Ago 19, 2018 1:52 am

    [justify]— Antes de tudo, sobreviver. Aquela horda veio do oeste e está seguindo para o leste. Temos que continuar indo para o norte.[/b] Ir para a região serrana deve ser o melhor: Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo. Lá nunca foi o caos que era a região metropolitana e duvido que seja agora.


    - Ok. Se você não se importar eu vou atrás com o cachorro.

    Theo não falou mais nada, entrou na kombi, abraçou Bola e ficou apenas observando a casa de seus tios agora consumida em chamas enquanto o carro se movia.

    Neste momento lembrou de Edrik o mexicano que surtara após o encontro com os militares, Theo lembrou das vezes que pegara o mexicano cantando algo em inglês enquanto se perdia em pensamentos, sempre em inglês, Theo nunca entendia o que ele estava dizendo, mas entendia os sentimentos, sempre melancolicos.

    Theo ainda sentia raiva, mas a medida que o carro se movimenta e a casa vai ficando para trás uma lagrima escorre de seu rosto, Vitor não a viu e o rapaz enxugou rapidamente. Um trecho de música passa pela sua cabeça.


    " Tudo muda ao teu redor, o que era certo e sólido, dissolve, desaba, dilui, desmancha no ar, no moinho giram as pás, e o tempo vira pó, por entre os dedos, tudo parece escapar."

    Dissolve, desaba, dilui... desmancha no ar:



    Sllaker
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 281
    Reputação : 28

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Sllaker em Seg Ago 20, 2018 11:44 pm

    Ok. Se você não se importar eu vou atrás com o cachorro. – Theo disse antes de entrar na parte de trás da Kombi com Bola ao seu lado. – Vitor deu de ombros. – Pode ir até no motor, se quiser. Só vamos de uma vez. – Pensou em falar, mas ao invés disso controlou a língua e decidiu se concentrar no volante. Assim que Theo bateu a porta, o veículo se pôs em movimento, aumentando gradualmente de velocidade. – Enfim partiremos desse inferno. – Vitor não deixou de pensar.

    Se aquela viagem tivera alguma utilidade, era que, pelo menos, Vitor agora possuía a lealdade de Theobaldo. O sujeito parecia alguém comum, não era excepcional em nada mas tampouco deixava a desejar em alguma coisa. A devoção pelo cachorro, no entanto, mesmo com Theo controlando bem o animal, ainda incomodava Vitor. Em seu silêncio no fundo da Kombi e recluso nos próprios pensamentos, o sujeito até parecia alguém em que Vitor podia confiar. E, pelas opções atuais, é ele ou o cachorro.

    Itens:
    Na mochila:
    1 - Garrafa de Água (2 de 1L)
    2 - Pacote de Salgadinhos (2)
    3 - Lata de Feijão (3)
    4 - Bandagem 

    Em mãos/bolsos:
    1 - Machete
    2 - Taurus PT 100 .40 (Pistola, 12/14 Tiros)
    3 - Maço de cigarros
    4 - Caixa de Fósforos
    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 240
    Reputação : 5

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por EdrAlmeida em Ter Out 23, 2018 4:19 pm

    Previously on Doctor's Walking Dead...


    “Quando o Inferno estiver lotado, os mortos caminharão sobre a terra...”
    “- Besteira. Pelo menos eu queria que fosse... tudo até agora está muito confuso e a falta de informações é agoniante... bom, mas eu cheguei até esse ponto e agora tenho que continuar firme e forte, me pergunto se esses caras também conseguiram, até onde eles podem chegar?..."
     
    O grupo estava quebrado, sempre esteve.
    - Meus pais ainda podem estar vivos e o que mais quero é encontrá-los. Eles estão na zona norte da cidade. Você poderia me ajudar? - Theo.
     - Atravessamos metade da cidade para chegarmos até aqui e não vou voltar atrás agora... cumprimos o meu objetivo primeiro e depois, não importa o que encontrarmos lá, podemos ir atrás de seus pais. - Rodrigo.
     
    A confiança de Rodrigo gerava desconfiança nos demais, estavam no limite, a decisão que tomariam ali, mudaria tudo.
    - Vou abrir o jogo com vocês, meus pais estão na zona norte da cidade, próxima a ilha do governador, Rodrigo obviamente não quer voltar comigo, ele acredita que Campo Grande é seguro, ele acredita demais nisso, me deixou bem claro e essa "fé" pode nos colocar em risco. Venham comigo para a região norte da cidade, basta dar meia volta nesta Avenida, chegando lá é mais fácil arranjar um barco próximo a baia de Guanabara Vitor, também podemos encontrar sobreviventes, meus pais, meus tios, não vou para Campo Grande, estou disposto a deixar este grupo se necessário, mas preciso da ajuda de vocês, prometo ajudá-los no que acharem melhor quando chegarmos lá. Mas por hora precisamos ir - Theo.
     
     - O que? Espera aí... você está dizendo para abandonar Rodrigo e Olivia? Vocês não podem mesmo estar pensando nisso, estão? - Alice.
     
    Alice, eu acho que você não entendeu... Nós estamos deixando o Rodrigo, Olivia e você - Vitor.
     
    A Kombi deixou a estrada de terra em velocidade, entrou na avenida e tomou seu rumo ao contrário de onde Rodrigo e Olivia estavam.
     -  EI! O que estão fazendo! ESPEREM! - Rodrigo gritava, era inútil e logo ele parou de correr passando a caminhar até então parar e cair ajoelhado, a chuva começou a cair mais forte - Eles se foram...? Eles... se foram? - O rapaz estava confuso enquanto olhava o veiculo seguir seu rumo.


    O encontro com os militares elevou a tensão entre Theo, Vitor e Edrik, as coisas poderiam sair do controle a qualquer momento.
    Uma horda vinha naquela direção, havia uma area segura, mas os sobreviventes tinham desconfiança.
    Alice decidiu seguir com os soldados.
    Theo queria ir a Leopoldina, segundo Carlos, tudo havia virado cinzas naquela região após um incêndio que não poderia ter sido controlado.
    A decisão foi tomada, Vitor recebeu deles uma mochila com suprimentos, uma chance de sobreviverem mais.
    Mas o grupo era cada vez mais quebrado, Edrik decidiu seguir seu próprio caminho conforme os militares seguiam o seu, Theo e Vitor estavam por conta própria.
     
    A horda se confirmou, quase se tornou um grande problema para a dupla da Kombi, mas Vitor mostrou experiência na condução, seguiram seu caminho.
    O incêndio se mostrou uma dura realidade para Theo, a casa de seus pais destruída pelo fogo, não restava mais nada a ele.
     
    AGORA...
    Rio de Janeiro, 18:30 – 01/05.


     - VAI! VEM! – O grito do sujeito alertava Theo e Vitor enquanto os dois tinham que correr pela rua destruída, alguns infectados carbonizados ainda conseguiam caminhar e saiam de todos os cantos – Por ali! – Ele apontou para o jardim de uma casa, já deixavam a parte destruída pelas chamas.
     - Vai vai vai! – Gritou outro sujeito, um rapaz magro que usava boné, devia estar na faixa dos 25 anos, ele era alto e parecia preocupado – Pra caminhonete! Vai!
     - Aqui! – Outro grito, agora uma mulher jovem de cabelos lisos e cumpridos, devia ter em torno de uns 30 anos, era bonita, pele clara, olhos verdes, mas manchada com o cinza do carvão da cidade.
    Theo foi o primeiro a pular na caminhonete, Vitor subiu logo em seguida, a moça já estava lá, o rapaz entrou no banco do passageiro enquanto o primeiro sujeito já pegava no volante e dava partida no veiculo que finalmente caiu fora daquele lugar.
    Mas algo preocupava Theo, seu cachorro havia ficado para trás, no meio dos mortos ele não conseguiu segui-los...


    1 hora atrás...
    Vitor e Theo entraram na Kombi e deixaram o local em que estavam, eles tinham um plano e tudo deveria seguir bem, se não desse errado. Alguma coisa furou o pneu do veiculo e Vitor perdeu o controle, a Kombi rodou na rua suja de cinzas e só parou quando bateu de lado em um poste. Após deixarem o veículo, ainda tontos com a batida, eles caminharam até avistarem pessoas em uma loja parcialmente destruída, decidiram pela aproximação lenta, mas foram vistos por uma terceira pessoa, os sujeitos não pareciam hostis, mas eram cuidadosos, apresentações foram feitas e os dois descobriram que eles estavam buscando por suprimentos naquela área. Um infectado cambaleante chamou a atenção do cachorro de Theo, ele começou a latir em aviso, mais deles começaram aparecer, dezenas e dezenas deles, precisaram correr, os sujeitos pediram para Theo e Vitor irem com eles, não tinham opção. No meio da confusão Theo e seu cachorro foram cercados, logo depois disparos abriram caminho para o rapaz, o cachorro tentava afastar os mortos enquanto eles corriam.


    Rio de Janeiro, 19:10 – 01/05.


    Theo alertou sobre o cachorro pedindo para eles pararem.
     - Para o carro Jack! Para a droga do carro! – Gritou a mulher nervosa batendo na porta até que eles pararam.
     - Que droga você tá fazendo Maria! – Disse o motorista irritado.
     - Já ta bom aqui... os dois podem descer! – Afirmou ela.
     - O que? Aqui não tá seguro...

     - Não to nem aí, a droga daquele cachorro nos custou muita coisa e QUASE nos matou lá trás! – Gritava ela olhando para Theo e Vitor.
    Leafar
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 369
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/312.png

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Leafar em Seg Nov 05, 2018 4:46 am

    Grupo desconhecido escreveu:
     - Para o carro Jack! Para a droga do carro!

     - Que droga você tá fazendo Maria! – Disse o motorista irritado.

     - Já ta bom aqui... os dois podem descer!

    - O que? Aqui não tá seguro...

    - Meu cachorro, Bola, cadê ele? Ah droga, ele ficou lá.

     - Não to nem aí, a droga daquele cachorro nos custou muita coisa e QUASE nos matou lá trás! – Gritava ela olhando para Theo e Vitor.

    Theo ainda segurava a besta na mão, a raiva começava a brotar no seu peito, ele segurou a besta com mais força, mas falou com calma.

    - Aqui já está bom, eu vou descer. Não vou deixar aquele cachorro para trás. Pare o carro agora.

    Theo enfrentaria uma horda inteira se necessário. Bola não vai ficar para trás, ele é o último elo do passado de Theobaldo.
    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 240
    Reputação : 5

    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por EdrAlmeida em Ter Nov 13, 2018 10:22 pm

    O veiculo havia parado, as coisas pareciam não irem muito bem.
     - Calma ai Maria, espera ai cara... - Disse o motorista - Aquelas coisas estão em maior numero lá, deixar vocês aqui é assinar a sua sentença de morte - Disse o conhecido como Jack.
     - Deixa eles, não deveríamos nem ter ajudado esses dois para começar... - Afirmou a mulher nervosa - Nem sabemos nada sobre eles, apenas que colocaram tudo o que tínhamos a perder!
     - Não é você quem decide, você sabe disso... - Comentou o motorista - Certo... eu vou você estranho - Disse Jack para Theo - Os demais vão para o acampamento, seu amigo ai pode ir com eles, o que me diz?
    Conteúdo patrocinado


    Re: Campanha - Walking Dead: Na Estrada!

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Nov 16, 2018 8:11 am