Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Compartilhe
    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 153
    Reputação : 3

    Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por EdrAlmeida em Sex Jun 01, 2018 9:05 pm

    Barra da Tijuca - 13:20 01/05.


     - Você é um idiota mesmo Eduardo - Disse a jovem moça, ela não era muito alta, possuía cabelos longos castanhos e olhos da mesma cor, pele clara, um pouco magra, devia ter cerca de 20 anos, talvez 21.
     - Eu sou um idiota? - O rapaz era uma pouco mais velho que ela, na base dos 25. Era mais alto, cabelos curtos penteados para frente formando um topete para cima, usava uma camisa preta por baixo de uma jaqueta cinza e calça jeans - Eu só tentei ajudar Lucia.
     - Sua boa intenção quase matou a gente - Reclamou a moça.
    Os dois estavam discutindo a pelo menos dez minutos, desde que chegaram no atual local. Mel apenas observava até o momento sem se intrometer, desde que tudo isso começou e que eles estão juntos, a jovem já havia visto muitas discussões do casal, qualquer coisa parecia motivo para eles brigarem, fazerem as pazes e brigarem novamente. Eduardo e Lucia eram dois amigos de Mel, ela os conhecia a bastante tempo e sabia que antes do surto os dois não eram assim.
    O trio não tinha um destino certo, Eduardo havia comentado sobre a possibilidade deles deixarem a cidade e irem para uma fazenda de um tio dele, já Lucia tinha citado sobre uma área de segurança em Campo Grande, mas não estavam confiantes quanto a isso. Eles haviam viajado bastante nos últimos dois dias parando quase sempre para não terem de encarrar todos os mortos-vivos no caminho. Naquele dia, Eduardo havia ouvido uma mulher pedir socorro próximo de onde estavam e foi ajuda-la, mas era tarde demais para a mulher, ela já havia sido mordida e seus gritos só chamaram atenção desnecessária para os três. No fim a mulher acabou morta pelos infectados e os três com sorte conseguiram fugir do prédio.
    Sua localização atual era um Viveiro de Orquídeas, na Barra da Tijuca.

    Mapa Atualizado:
    Mel Mort
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 32
    Reputação : 0

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Mel Mort em Sab Jun 02, 2018 1:11 am

    Juro se eles continuarem brigando, eu mesma jogo esses dois para os mortos. Como se ja não tivéssemos problemas suficiente, como se não estivessemos no caos, como se minha arma não fosse uma maldita chave inglesa. E agora, tivemos que abandonar um prédio onde eu estava quase me sentindo confortável e parar no meio de Orquídeas quase mortas. Mas não! Não poderia ir e deixa-los. afinal, eles são meus amigos e são pessoas do bem.Pelo menos eram antes desse caos todo.  Nem eu sei se sou mais uma boa pessoa.
            Coloquei meus fones e comecei a escutar minhas musicas, eu tento economizar minha bateria, e embora tenho que ficar atenta aos barulhos em volta , escutar musica me acalma, relaxa, e eu preciso disso para nao enlouquecer começou a tocar Sia - Fire Meet Gasoline quando resolvi finalmente dar a minha opinião.

          -É o seguinte vocês dois! aqui não da para ficar, porque segundo minha sabedoria com plantas aqui não tem nada de útil, estão todas morrendo. Meu conselho é um lugar com menos pessoas.Pessoas não são confiáveis, barulhentas. Então sugiro a fazenda. E sugiro também abastecer essa fazenda com comida e armadilhas.Meu voto é a fazenda!

            Depois disso nos encaramos por alguns longos segundos, em seguida coloquei meu fone e dei de ombro afinal, poderia esperar um pouco só ouvindo minha musica.
    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 153
    Reputação : 3

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por EdrAlmeida em Dom Jun 03, 2018 1:20 pm

    Barra da Tijuca - 13:30 01/05.

    - Não entendo por que você não pode me apoiar Lucia! - Disse ele continuando a discussão - Já sei, é por causa do que eu fiz antes, não é? Você me culpa por ter matado aquele cara...
     - Claro que não é isso - Respondeu ela.
     - Eu fiz o que foi preciso, ele ia matar a gente de um jeito ou de outro - Explicou. Se referia a algo que aconteceu a dois dias, antes deles viram para Barra. Enquanto descansavam um homem armado os atacou para roubar todas as suas coisas ameaçando os três, na discussão Eduardo avançou sobre ele tomando sua arma, durante a briga o rapaz acabou matando o sujeito com um tiro a queima-roupa - Você acha que eu devia ter deixado ele levar tudo o que tínhamos e nos deixado para morrer.
     - Não é isso! Eu só não quero que você acabe morto...


          -É o seguinte vocês dois! aqui não da para ficar, porque segundo minha sabedoria com plantas aqui não tem nada de útil, estão todas morrendo. Meu conselho é um lugar com menos pessoas.Pessoas não são confiáveis, barulhentas. Então sugiro a fazenda. E sugiro também abastecer essa fazenda com comida e armadilhas.Meu voto é a fazenda!
     - Mel tem razão, é inútil ficarmos discutindo toda hora... - Concordou o rapaz abrindo sua mochila e pegando um papel, era um mapa, ele o estendeu em cima de uma mesa de madeira - A fazendo fica aqui e nós estamos aqui, se sairmos agora podemos chegar antes do anoitecer, meu tio havia me dito em sua ultima ligação que as coisas estavam até tranquilas por lá.


    Mapa Atualizado da Rota:



    Obs: Peguei um local aleatório para destino, é um Hotel Fazenda de verdade, mas vai ser apenas uma fazenda no RPG, caso vocês cheguem lá é claro.
    Mel Mort
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 32
    Reputação : 0

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Mel Mort em Dom Jun 03, 2018 5:27 pm

    Olhei o mapa com atenção. Se tivéssemos um celular com app do maps saberia melhor o tempo que levaríamos. mas tentei comparar com outras rotas.

                - Olha gente, acho que de moto conseguimos chegar em 1h. isso se nao tiver nenhum obstaculo . Então, Boa sorte para nós!  vamos embora daqui!

               Começei a organizar as coisas sem esperar por qualquer palavra deles. Tentei encontrar alguma coisa para fazer de arma ou algo útil, mas estava tudo morrendo e parecia que alguém ja havia passado por la antes deles e levado tudo de útil.

               Subi em minha moto,coloquei meu cachecol envolta do meu rosto, meu Capacete de 1940 que eu arranjei em um brecho e estava pronta para ir. Olhei meus amigos e sorri. Sem mostrar os dentes, mas era um sorriso de esperança. Então seguimos viagem, mas antes coloquei só mais uma música e deixei em um volume bom para escutar outros barulhos. Moto, vento, estrada, música, a combinação perfeita e under control- calvin harris alesso era uma otima musica para isso. Apertei o play , jurando que só escutaria mais essa musica apenas. Então seguimos eu e meus amigos lado a lado.
    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 153
    Reputação : 3

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por EdrAlmeida em Dom Jun 03, 2018 6:13 pm

    - Mel, cuidado com os infectados nas ruas, não vamos parar por nada - Eduardo subiu em sua moto e Lucia foi na garupa, os dois aguardavam por Mel - Vamos seguir com o caminho planejado pelo mapa, ok?
    Mel Mort
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 32
    Reputação : 0

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Mel Mort em Seg Jun 04, 2018 8:00 pm

    -Eduardo, empresta seu mapa

    Peguei o mapa e abri procurando a cidade de Santa Cruz.Não dei explicações e nem olhei para eles, embora sabia que eles me encaravam com duvida.Olhei cada rua traçando um novo caminho,então propus a ideia para eles.

    -Pessoal, acho melhor não seguirmos por Santa Cruz. Aqui a parte urbana é bem maior, não sabemos o que tem la, podemos cair em um ninho. Eu acho melhor tentar contornar a cidade seguindo pela direita, aqui,  na R.General Alexandre Barros, pela parte rural seguimos nessas duas estradas e vamos sair nessa cidade Paciencia aqui. -Apontava com meu dedo indicando cada trajetória - então contornamos ela e caímos nessa Avenida Cesário  de Melo . Dai seguimos para cair nessa Estrada de Ucrânia  aqui, a gente vai contornando aqui, cai na Estrada Aterrado do Leme e pronto, caímos na Rodoviária Gov. Mário Covas. Santa Cruz estará para trás sem precisar passar por ela. O Caminho será maior, mas acho que mais seguro. Teremos mais chances de fugir de algo se der merda. Tentamos parar em algum posto ou arrumar gasolina nos carros, e tentar arrumar mais comida! E ai? o que acham?

    Eu entreguei o mapa para Eduardo e olhava meus amigos ansiosa pela resposta deles, eu realmente queria que eles comprassem minha ideia, Santa Cruz para mim parecia suicídio.
    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 153
    Reputação : 3

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por EdrAlmeida em Qui Jun 07, 2018 11:49 am

    Finalmente eles partiram do viveiro rumo a Fazenda mencionada por Eduardo.
    O caminho não foi diferente do que eles esperavam, carros abandonados, alguns infectados caminhando pelas ruas ao qual eles desviaram, muito sinal de destruição de vitrines de lojas, casas e veículos.
    Logo que eles se aproximavam de Santa Cruz, Mel fez sinal com a mão alertando que estavam próximos ao primeiro desvio sugerido por ela. Eduardo e Lucia concordaram com os planos de Mel antes de saírem por parecer bem mais seguro.


    Eles entraram pela Alexandre Barreto e seguiram rumo a Paciência, tudo realmente parece bem tranquilo na viagem. Eduardo e Lucia estavam na moto da frente, Mel os seguia. Então ela viu quando o rapaz perdeu o controle da moto, um tiro havia atingido o pneu traseiro. Ele tentou parar, mas sem sucesso a moto foi ao chão, Lucia caiu rolando pelo afastou e o rapaz acabou preso debaixo da moto. O que veio a seguir foi rápido. Mel percebeu duas motos saído de uma estrada e indo até eles, o sujeito na garupa estava armado e começou a disparar em sua direção, sem sucesso, ela também percebeu rapidamente um terceiro correndo pela pista, provavelmente o responsável por atingir a moto de Eduardo.
     - Mel, ajuda! - Gritou Lucia quando ela passou perto deles, a moça correu até Eduardo tentando ajuda-lo, enquanto os sujeitos se aproximavam.




    É isso, suas opções são parar para ajudar, o que resultará em confronto ou continuar e pensar em algum plano rapido.
    Abaixo o mapa atualizado de onde estão:
    Mapa Atualizado:


    Estrela Amarela = Mel na Moto; Eduardo e Lucia.
    Flecha Vermelha = Sujeitos na Motos.
    Circulo Vermelho = Sujeito a pé.
    Mel Mort
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 32
    Reputação : 0

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Mel Mort em Qui Jun 07, 2018 2:56 pm



    Puta merda! - Foi isso que eu disse 300 vezes na minha cabeça quando vi Eduardo deslizando com a moto. - Emboscada - minha mente gritava! Parei a moto bruscamente. Meus pensamentos a mil,assim como meus olhos que olhava para todas as direções em uma velocidade que nem eu sabia ser capaz. As duas motos e o cara a pé estavam no meu campo de visão - o que eu faço? o que eu faço? e então Lucia falou

    -  - Mel, ajuda!   - Eu não podia fugir, e na verdade não sabia dizer se não poderia ir pq nao poderia deixar eles para trás ou porque, de fato não teria como. Eu estava na mira deles. Se eu ficar, posso levar um tiro e ter a moto roubada,se eu fugir poderia levar um tiro ou ter um pneu furado, o que pra mim esse era o mais óbvio se eu fugir. No fundo não tinha tanta diferença. Me restava ficar. Mas precisava pensar.

    Desci da moto. Levantei minhas mãos e mentalmente rezei para eles não atirarem em mim. então fui me aproximando de Eduardo para ajudar-lo, da mesma forma que os estranhos foram se aproximando de nós. Levantei a moto e ele parecia estar com muita dor. No fundo eu torcia para que o disparo da arma tenha chamado a atenção dos mortos, era a minha unica estrategia e nem sei se seria mesmo boa. Os mortos iriam disputar a nossa atenção deixando os estranhos vulneráveis? talvez? sei la! Eu acho que daria conta de uns mortos vivos e tentaria atacar ou fugir dos estranhos. E Torcer para Eduardo e Lúcia seguissem esse meu raciocínio louco, mas o único que eu tinha.

    Enquanto pensava em tudo isso e esperava os mortos aparecerem ou não, fui capaz de dizer apenas uma coisa - Não temos nada de útil, Leve o que quiser, leve a moto se quiser. Nós estamos apenas tentando sobreviver. Não queremos machucar ninguém  
    - embora um ataque no meio de mortos vivos se formava na minha cabeça. Mas nada apareceu ainda, só umas armas apontadas na nossa direção.

                                                                               ▲
    Mel Mort
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 32
    Reputação : 0

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Mel Mort em Qui Jun 07, 2018 8:04 pm

    Like a Star @ heaven
    Rolador de Dados
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 297
    Reputação : 0

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Rolador de Dados em Qui Jun 07, 2018 8:04 pm

    O membro 'Mel Mort' realizou a seguinte ação: Lançar dados


    'd6' :

    Resultado : 4, 3, 6
    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 153
    Reputação : 3

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por EdrAlmeida em Qui Jun 07, 2018 8:26 pm

    Mel parou para ajudar seus amigos, era o correto a se fazer. Com ajuda de Lucia conseguiram levantar a moto e puxar Eduardo que estava com a perna toda cortada e sangrando, ele reclamava de dor.
     - Por favor, por favor não me deixem aqui - Clamava ele, parecia assustado. As motos pararam próximas a eles e o sujeito a pé, um homem alto de cabelos longos e pretos, camisa desabotoada e com as mangas rasgadas e com uma tatuagem de um dragão no peito e a tatuagem de uma estrela vermelha no lado direito do rosto, era forte, segurava uma Magnum .357, os sujeitos das motos, dois em uma e um na outra se aproximaram cercando os três. Um deles possuía um .38 e os outros dois carregavam um facão. Todos possuíam a mesma tatuagem da estrela vermelha no rosto.


     - Não temos nada de útil, Leve o que quiser, leve a moto se quiser. Nós estamos apenas tentando sobreviver. Não queremos machucar ninguém - Disse Mel.

     - Vocês nos machucarem? - Disse o da Magnum, possuía uma voz um pouco rouca - Não me faça rir garota, não estão em condições de machucar ninguém... peguem a moto boa - Ordenou ele e um dos sujeitos de facão foi pegar a de Mel - Vocês duas vem com a gente...
     - Por favor, não nos matem! - Dizia Lucia que estava apavorada - O que vão fazer? Me soltem! Não vou deixar ele para trás! - Um dos homens a agarrou.
     - Lucia! - Gritou Eduardo que estava no chão - Soltem ela! Mel!
     - Fique quieta, não torna as coisas mais difíceis! - Gritava o sujeito segurando ela.
    Logo o que havia pego a moto de Mel foi até ela para pega-la também.



    Obs:
    Mel pode reagir, ela terá de rodar Coragem para fazer tal ação e conseguir +10 em um 3d6+Coragem. Se conseguir, terá de rodar 3d6+Força para conseguir reagir e 3d6+Sorte para seus companheiros a ajudarem com sucesso. Para sucesso da reação com Força e Sorte é necessário 12+.
    Ou mel pode não reagir e apenas tentar conversar. 3d6+Lábia pode ser usado nesse caso, o resultado necessário é 15+, e a narração deve ser convincente.
    Mel Mort
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 32
    Reputação : 0

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Mel Mort em Sex Jun 08, 2018 1:44 am


    Mais na merda impossível! Cadê aqueles bostas dos mortos que deveriam aparecer agora? è sempre assim!Com é que eu ia reagia com armas apontadas na minha cara? e olha o tamanho dos caras. Meo deos, estávamos muito na merda!

    - Vocês nos machucarem? - Não me faça rir garota, não estão em condições de machucar ninguém  

    Confesso que meu coração doeu quando vi minha moto nas mãos daquele cara!
    -Então meu filho, é o que eu estou dizendo… nao temos condiçoes de machucar ninguem, e agora nem os mortos vivos. o que você vai querer da gente. Só nós deixe aqui - ate eu reconheci meu desespero e frustração. Acho que mais frustração...mano… minha moto!

    O outro cara me pegou eu teria que abordar diferente. Meu deus, cadê o tempo para poder pensar melhor nas coisas?Respirei fundo e tentei falar o mais tranquila possível, Tentei a todo instante fita-lo,tentando sutilmente flerta-lo, o que pela aparência nao foi algo difícil, adicionei um tom de súplica a minha voz e fui o mais sincera possível.

    Moço, moço? Por favor, olha. Não somos ninguém, somos duas mulheres fracas sem utilidade nenhuma e um cara que está todo fudido agora. Acho que a essa altura, não vamos nem conseguir fazer mal aos mortos. Por favor, leve tudo, tudo mesmo, mas deixe a gente para trás, com a pouca sorte que agora temos.afinal, o cara ali nao tem utilidade, ta todo fudido, e olha a garota ali, olha pra mim.. o que podemos fazer? Só se for para servir de churrasquinho de gente - serio? meo deos , da mais ideia sua anta, sugere colocar molho shoyo também ,- foi o pensei no segundo que fiquei em silêncio. Honestamente não sabia se eles seriam capaz disso mesmo.precisava arrumar isso. -ma Mas… ouvi dizer que carne humana é tóxica, por isso só os mortos consegue nos comer. Moço?Moço, por favor….só… pelo menos diz o que vocês estão querendo fazer com a gente….Por favor.

    Minha mente não pensava mais em nada. Eduardo estava péssimo e Lucia desesperada . E eu? affe, Muito.Bem muito na merda!




    (Labia +3)
    Rolador de Dados
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 297
    Reputação : 0

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Rolador de Dados em Sex Jun 08, 2018 1:44 am

    O membro 'Mel Mort' realizou a seguinte ação: Lançar dados


    'd6' :

    Resultado : 2, 4, 1
    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 153
    Reputação : 3

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por EdrAlmeida em Sex Jun 08, 2018 1:48 pm

    A situação estava cada vez mais ruim, os homens seguravam Mel e Lucia, enquanto Eduardo estava caído apenas observado por um deles. Mel apelou para a conversa tentando convencer os sujeitos a deixa-los em paz.
    O sujeito da Magnum se aproximou de Mel e levou sua mão ao seu rosto segurando em seu queixo e olhando em seus olhos, ele parecia ter uma expressão indiferente ao pedido dela.
     - Não dificulta as coisas lindinha - Disse ele - Mas, você tem razão... o rapaz ali é um peso morto...
    Então ele apontou a Magnum e disparou contra a cabeça de Eduardo que enfim se deitou sem vida.
     - NÃOOO! - Gritou Lucia desesperadamente - Eduardo, não... por que? Não...
     - Obrigado pela dica - Ele sorriu ironicamente para Mel soltando seu queixo e se afastando um pouco - Vamos, tragam as duas, vamos chegar a caminhonete antes que aquelas coisas comecem a aparecer ou aqueles chatos de farda estejam próximos e resolvam vir verificar.
    Um deles começou a forçar Lucia a andar e ela começou a caminhar, o outro então empurrou Lucia.
     - Vamos!
    Em uma ultima olhada ao corpo de Eduardo, Mel não pode deixar de perceber a arma dele embaixo de seu corpo, mas poderia ser arriscado uma tentativa de pega-la.
     - Vamos logo! - Empurrou ele novamente na direção da estrada.



    Sua tentativa de Lábia falhou, então tentar usa-la novamente não é uma opção.
    Pode tentar escapar ou deixar rolar. Se quiser tentar escapar será necessário rolar 3d6+Força e conseguir 12+.
    Mel Mort
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 32
    Reputação : 0

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Mel Mort em Dom Jun 10, 2018 5:47 pm



    Eu fiquei em choque.Quando ouvi o barulho do tiro e o corpo de Eduardo sem mover um suspiro, eu não falei, movi ou pensei em mais nada. fiquei parada, não percebi se eu mesma respirava.O meu tiro saiu pela culatra.Eu não imaginava. A culpa foi minha? Lucia chorava mas eu nao conseguia derramar uma lágrima, eu não conseguia respirar. Meu corpo começou a ser arrastado para longe daquilo. Eu fui levada, nao reagi, eu não conseguia. O que esse mundo se transformou? no que as pessoas se transformaram?  Ja vi muitos mortos, muita gente morrendo na minha frente, mas nenhum deles eu realmente conhecia ou tive alguma história, seja ela pequena ou nao. Mas Eduardo? eu tinha uma afinidade, ele era meu amigo.E Lucia? pobre Lúcia .

    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 153
    Reputação : 3

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por EdrAlmeida em Dom Jun 10, 2018 7:31 pm

    Rio de Janeiro 13:50 01/05.

    Os sujeitos as levaram até uma caminhonete parada na estrada. A primeira coisa que fizeram foi amarrar as mãos das duas com uma corda e colocaram uma venda em seus olhos. As duas foram jogadas na parte de trás da caminhonete e um dos sujeitos subiu nela, para vigia-las. A moto de Mel foi colocada junto.
     - Podemos partir? Tem certeza que quer levar essas duas ai? - Ouviram a voz de um desconhecido, mais um, talvez fosse o motorista do veiculo - Por mim vocês deixavam as duas mortas aqui mesmo.
     - Cala a boca e dirige, quem vai dizer isso é o chefe - Ouviu a voz do sujeito da Magnum - Só cumpro meu dever, devia cumprir melhor o seu.
    Após isso nada mais foi dito, ouviram as motos partirem, a caminhonete deu partida e começou a movimentar-se.

    ???? 14:30 01/05.

    Longos minutos naquela viagem, ouviram dois tiros e mais nada. Após mais um tempo de viagem a caminhonete parou finalmente. Ouviram algo que chamou atenção, parecia um rádio e uma musica sertaneja, mas pela distancia não identificaram.
     - Onde o chefe tá? - Perguntou o motorista.
     - Saiu, disse que tinha algo importante para fazer e levou cinco homens com ele - Ouviram a voz de um rapaz, parecia jovem.
     - Vocês, levem essas duas para as selas.

    Mel foi agarrada novamente a força e jogada da caminhonete para o chão, sentiu seu braço bater contra o asfalto, depois a levantaram - Anda logo! - Ela foi levada para dentro de algum lugar, não podia ver nada. Enfim jogada mais uma vez, algo cortou a corda que amarrava suas mãos, depois ouviu o som de metal batendo e uma trava se fechando. Quando tirou a venda, observou que estava em um quarto pequeno, a janela fechada com tabuas de madeira por fora que permitia a entrada de um pequeno raio de luz, a porta foi substituída por uma porta de grades de ferro, aquilo era a "sela". Uma cadeia improvisada.
    Mel Mort
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 32
    Reputação : 0

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Mel Mort em Dom Jun 10, 2018 8:02 pm



    Eu caminhei pelo espaço, tentando ver entre as madeiras, tentando forçar as madeiras da janela, tentando ver se enxergava alem da grade. Que bosta estava acontecendo? precisava pensar, bolar um plano de fuga, mas antes, eu tinha que esperar, encontrar uma brecha, uma possibilidade. Olhei Lucia e me lembrei de Eduardo! Na caminhonete a ouvia chorar baixinho, mas nao tive coragem de falar nada ali com aqueles caras.Mas agora estávamos sozinhas.

    - Lucia? você vai ficar bem? Eu….sinto...muito….muito mesmo! Vamos das um jeito de ficarmos bem e a salvo.

    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 153
    Reputação : 3

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por EdrAlmeida em Dom Jun 10, 2018 8:07 pm

    As madeiras na janela estavam firmes, não podia ver nada entre elas do lado de fora.
    Lucia estava sentada no chão com a cabeça apoiada nos joelhos, estava triste.

    - Lucia? você vai ficar bem? Eu….sinto...muito….muito mesmo! Vamos das um jeito de ficarmos bem e a salvo.


     - Eles vão nos matar... vão nos matar - Dizia ela, parecia abalada.
    Mel Mort
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 32
    Reputação : 0

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Mel Mort em Dom Jun 10, 2018 10:11 pm



    - Calma, se fosse nos matar, ja teriam feito isso. Vamos ficar juntas, ficar calmas e bolar um jeito de sair daqui. Preste atenção em tudo ta bom? vamos conseguir!.

    Eu não tinha 100% de certeza se eles nós matariam ou não, mas nao podia deixar Lucia desesperada. Eles não revistaram a gente! Meu ipod! Meo Deos. Estava comigo!

    - Lucia, vem ca. Vamos escutar música. Isso me acalma eisso pode ajudar, Vem.

    Coloquei os fones de ouvido e liguei o ipod, sentei do lado de Lucia e apertei o play

    https://www.youtube.com/watch?v=AZ1pHmWhIuY  - the xx-intro



    EdrAlmeida
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 153
    Reputação : 3

    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por EdrAlmeida em Dom Jun 10, 2018 10:27 pm

    Rio de Janeiro 20:30 01/05.

    Mel e Lucia acabaram adormecendo enquanto ouviam musica, estavam realmente exaustas após tudo o que havia acontecido.
    Então acordaram, já estava escuro, mas o local era iluminado pela luz da lampada do quarto. Sentiram um pouco de frio. O que acordou as duas foi o som da porta da casa se abrindo. Dois sujeitos traziam alguém, uma mulher e a jogaram em um quarto ao lado.


    Logo após isso os sujeitos fecharam a sela dela e se retiraram da casa. Lucia então se levantou e foi até a grade tentar olhar, a sela da nova prisioneira ficava ao lado e elas não poderiam se ver, as portas ficavam a pelo menos 1,5 metros de distancia.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Campanha - Walking Dead: Sorte!

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Jun 25, 2018 9:07 am