Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Compartilhe
    Drako
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 48
    Reputação : 4

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Drako em Sab Jul 07, 2018 12:06 pm

    O caos se alastra mais uma vez e os seus companheiros parecem mais uma vez preocupados em discutir do que encerrar o confronto.

    - Volte ao inferno de vez catiorro asquerosso.

    OFF
    Ação - Ataque Sabre 15 de dano com furtivo incluso
    Bônus - Ataque Crítico Adaga dando poderosos 3 de dano
    Guss
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 64
    Reputação : 1

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Guss em Dom Jul 08, 2018 11:22 am

    O guerreiro vê o mascote infernal do Diabo se regenerar e se levantar do chão novamente. Seus companheiros são rapidos em começar o ataque contra o ser.

    Se movendo para perto do oponente, Edward ataca, mas sua principal preocupação é em atrair a atenção da besta pata si e receber os ataques enquanto seus companheiros ficam livres para bater.


    OFF: 7 pontos de dano no hellhound
            Movimentação até L8
    Katsumi Liqueur
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 86
    Reputação : 3

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Katsumi Liqueur em Seg Jul 09, 2018 5:09 pm

    O cão não caiu imediatamente após o ataque de Edward, pelo contrário. Arfando e babando ainda mais sangue, ele tentou abrir sua boca e novamente soprar seu fogo infernal no maior número de pessoas possível, mas seu corpo já estava tão ferido e cheio de lacerações, que o animal simplesmente desabou em meio a rosnados de fúria e ódio. E antes que alguém pudesse dar outro golpe e terminar seu tormento, a fera parou de se mexer e respirar. Dessa vez, difinitivamente morta.

    No outro canto, a mulher de olhos amarelos havia finalmente acalmado o mastim que havia ficado em frenesi com seu corpo pegando fogo. Após alguns segundos, os ferimentos no animal começam a se fechar e ele respira aliviado, enquanto ela termina de conjurar sua magia e pega os grilhões que haviam caído perto de si ao libertá-la.

    Após um longo suspiro, ela levanta os olhos para o grupo e comenta no seu habitual tom vazio: -Respostas? Não sei o que seriam elas para vocês. A magia chegou em nós de forma brusca. - Yovanna estala os dedos, falando sobre como o fato havia sido repentino. -Poderosa. Sem controle. Nem todos tão caóticos quanto eu. - Seu olhar vai na direção das duas criaturas mortas, e ela se levanta do chão, novamente seu corpo exibindo uma graça felina. -Escondemos para as pessoas de fora o que estava acontecendo, ou achamos que sim. Nosso sequestro, como nossos poderes, foi inesperado. Elas tinham só ido buscar água no rio, eu estava pescando. - Uma unha risca uma das runas cravada nos grilhões. -Mas eles sabiam como nos aprisionar. E quando acordamos, já estavamos dentro das carroças.

    E ao pender a cabeça um pouco para o lado, ela parece um pouco pensativa. -Mas acho que nosso erro foi nos escondermos no lugar errado... Nossa vila ficava perto da grande floresta em Llael, porém todos ficaram com medo quando a magia surgiu tão forte em alguns de nós. De começaram a nos relacionar com Crow. Ou de nos usarem. - Seu olhar novamente vaga, dessa vez em direção a Trent. - Então saímos dos territórios ocupados por "deuses"... - A face de Yovanna se contorce numa careta ao falar a última palavra, e ela solta um semi rosnado. -E viemos pra Cygnar, e fundamos um lugar novo perto de Orven há pouco mais de um ano. E chamamos atenção. É claro. Éramos uma vila inteira se mudando. Mas, como disse, escondemos os nossos poderes. Ou tentamos. Pelo visto, não. - E ela dá de ombros e deixa os grilhões caírem no chão novamente, ficando por fim em silêncio. Sua postura corporal agora era acuada, afinal, havia ficado sozinha diante dos outros seis, enquanto seus companheiros haviam ido embora no meio do combate.
    Guss
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 64
    Reputação : 1

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Guss em Seg Jul 09, 2018 5:38 pm

    Edward estava pronto para defender qualquer ataque que viesse do monstro infernal, mas para sua surpresa, a besta arfou seu último suspiro tentando atingir a todos com uma baforada de fogo e caiu sem vida.

    Vendo as duas criaturas infernais caídas e sem vida, guardou sua espada na bainha. Era uma bela espada. O peso, o tamanho, tudo estava certo, como deveria ser, mas ainda sentia falta do calor que havia na empunhadura da Fúria. Aquela que carregava agora era apenas uma espada fria e sem vida, como qualquer outra.

    Quando terminou de divagar, percebeu que a mulher com olhos de felino havia começado a explicar algo, mas não se deu ao trabalho de continuar acompanhando. Provavelmente um de seus companheiros saberia o que fazer com as informações fornecidas.

    Lembrando-se de Trent, caminhou até o guerreiro a fim de verificar se estava realmente morto.

    *O Elfo podia ser teimoso, mas sabia ouvir. Não desperdiçarei palavras com quem não quer ouvi-las. Falarei apenas quando solicitado, e só.*

    Trent estava a apenas alguns poucos metros adiante, mas por um motivo estranho ao guerreiro, a caminhada parecia levar mais do que a jornada que tivera com seus antigos companheiros, os pensamentos fervilhando como quando se aquece muita água em uma panela pequena.
    bane
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 107
    Reputação : 0

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por bane em Seg Jul 09, 2018 8:52 pm

    Ashur já se preparava para usar sua lança no cão infernal quando ele definitivamente tombou. O clérigo estava preocupado que outro de seus companheiros tombasse, afinal ele já havia esgotado o seu estoque de magia medicinais.

    Foi então que ele ouviu a voz da mulher explicando a sua história. Mas ele já não estava mais tão interessado. Foi então que ele se lembrou de algo importante.

    - Esses infernais.. Você sabe algo a respeito? Desde que eu acordei neste lugar eu soube que era impossível invocar criaturas de outros planos, então como é possível? - Como tudo estava relacionado a essas pessoas eles deveriam saber de algo.
    Aragorn Smith
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 44
    Reputação : 0

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Aragorn Smith em Ter Jul 10, 2018 12:48 am

    - PORQUE EU TENHO VOCÊ PRA ISSO, GAZELA TEIMOSA!

    Grita de volta para Cohen instantaneamente, mas ao ver que o guerreiro descontava toda sua fúria no Hellhound, pensou...

    "Eu sou muito bom com esse negócio de incentivar... e há quem diga que a psicologia reversa não funciona... leigos..."

    E então vê El Gato e Edward colaborarem com bons golpes até que o cachorro do Satanás tenta seu último ataque sem sucesso e falece caindo no chão duro.

    "E sobrevivemos..."

    Pensa Aragorn aliviado já vendo que o mastim se acalmava. Procurava um vinho para se embreagar quando a mulher de olhos amarelos começou a falar de respostas. Aragorn prestava atenção em cada detalhe de sua história e por final aquelas pessoas que estava presas não tinham culpa de ser o que eram, mas sofreriam por ser o que eram.

    "Isso não é fácil..."

    Se aproximou da mulher de olhos amarelos colocando a mão em seu ombro e a acalmando.

    - Se se esconder ou esconder seus poderes não deu certo, o melhor que pode fazer é tentar controlar esses poderes para benefício próprio. Ou talvez pelo menos saber como usá-los caso apareçam.

    Sorri levemente para a mulher.

    - Não é fácil. Não vai ser fácil. A sua vida já não era fácil, porém você tem duas opções: deixar esse poder te consumir e te levar à morte e continuar se escondendo miseravelmente ou controla-lo e ser superior à tudo isso a ponto de não precisar se esconder mais.

    Finalizou.

    - O que deseja? Podemos procurar respostas e ajuda para seu caso... Em troca queremos a sua lealdade e proteção em casos como esse.

    Sorriu olhando para Trent estribuchando de dor e sangue.

    - E se tivesse matado esse idiota como havia sugerido, boa parte disso tinha sido evitada.
    kaiosilveira89
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 76
    Reputação : 4

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por kaiosilveira89 em Ter Jul 10, 2018 1:59 am

    Cohen arranca um pedaço de tecido da capa de um dos guerreiros mortos durante o combate. Com o farrapo, ele começa a limpar o sangue que sujava o poderoso e implacável aço de sua espada. Ele fica calado até que Ashur terminasse de falar. Após isso ele o indaga:


    '- Imagino que nem ela saiba lhe responder isso, Clérigo. Mas me pergunto, em minhã vã filosofia: se este poder é capaz de trazer seres de outro plano, ele também não seria capaz de enviar seres deste de volta para seus respetivos lugares?'


    Continuava limpando a arma. Agora ouvia a voz do feiticeiro. Este, que quando não latia como um cachorro conseguia parecer mais sábio do que aparentava, fazia uma oferta interessante, mas, que até ali era uma faca de dois gumes. O cimério então termina de limpar a lamina e joga o trapo ensanguentado sobre o cadáver de onde havia retirado. Depois disso, ele embainha sua arma e segue rumo as correntes jogadas no chão. As mesmas correntes que magicamente 'continham' aquele poder inexplicável. Ele as apanha do solo e então diz, refazendo a oferta do feiticeiro:


    '- O feiticeiro está certo quando diz que este poder lhe consumirá até o ossos e lhe trará a morte, caso você não aprenda a controlá-lo o quanto antes. Ao meu ver, descobrir a extensão dele parece ser a melhor coisa a se fazer. Talvez nisso haja uma chance de voltar para casa. Se assim for, prefiro gastar minha vida tentando encontrar este meio que continuar escoltando contrabando. Porém... mesmo que você concorde com os termos de Smith, se mantenha leal e disposta a também nos ajudar, nós não podemos confiar na feitiçaria que você carrega consigo, mulher. Você ainda representará um perigo para esta companhia até que encontremos alguém capaz de lhe ajudar. Diante disso não podemos por mais vidas em riscos...'


    O bárbaro estendeu as algemas para a moça. Com aquele gesto ele deixava claro que se ela fosse seguir com aquela companhia, em busca de respostas, aqueles poderes precisariam estar 'acorrentados' para que outros não tivessem o mesmo destino de El Gato.


    '-... Há muito tempo aprendi a não subestimar o que está além da compreensão dos meus instintos. Por isso precisamos de respostas; Esse tal Crow é algum tipo de feiticeiro?'
    Aragorn Smith
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 44
    Reputação : 0

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Aragorn Smith em Ter Jul 10, 2018 10:11 am

    "Nossa... Gazela pensadora!..."

    Pensa Smith após as palavras de Cohen e não podia negar que havia razão no pensamento do Cimério, no entanto, a ideia de manter a mulher presa não agradava. Passava a sensação de que qualquer forma era uma prisioneira, porém o risco dessa magia vir em hora errada também podia ser fatal. Disse então após as palavras de Cohen.

    - Não gosto da ideia de você viver presa, mulher. Mas se for de sua preferência usar esses grilhões para o bem comum e também para o seu bem até entender melhor o que te acontece, a decisão é sua. A sua liberdade aqui não é nossa escolha, é sua. 
    Guss
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 64
    Reputação : 1

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Guss em Ter Jul 10, 2018 11:01 am

    Edward chega ao lado de Trent e percebe que o guerreiro está vivo, porém se esvaindo em sangue até a morte. Lembra-se do pedido da mulher e se vira para chamá-la.

    "Yovanna. Trent está à beira da morte. Se quiser sua vingança, a hora é agora."

    Feito isso, volta para o local do embate e se dirige primeiro para o diabo, sacando sua faca e se abaixando ao lado. Primeiro ele remove a armadura e as vestes do ser infernal e então começa um minucioso trabalho, esfolando primorosamente o inimigo abatido. Após terminar o trabalho, limpa o melhor que pode o sangue restante no couro do diabo, dobra e guarda em sua mochila.

    Edward tenta fazer o mesmo com o cão infernal, mas as mãos tremulas pelo esforço executado no diabo fazem a faca escorregar e arruinar o couro do hellhound.

    No final, Edward tinha o que queria, mas estava sujo de sangue infernal até os cotovelos. Precisaria se lavar e lavar suas manoplas antes de seguir viagem.


    OFF: Edward tirou 21 no teste para esfolar o diabo e 7 no teste para o hellhound, sendo capaz de remover o couro do primeiro sem danos e arruinando o couro do segundo.
    Hagen
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 61
    Reputação : 6

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Hagen em Ter Jul 10, 2018 1:53 pm

    o Combate havia terminado e Hagen limpa suas espadas e as guarda, estava quieto e via que o grupo estava um tanto animado pelas desavenças. O grilhões eram dados para a estranha de olhos amarelos e assim se iniciavam conversas entre o feiticeiro combatente e o Bárbaro sábio... Hagen olhava esse fato com uma certa curiosidade distinta.  

    "Nunca vi um bárbaro que falava tanto, seria uma gazela sábia? hahahah.... E esse feiticeiro berzeker??? Cacete, porque ele me Lembra o pantaneiro? Xômano..."

    - Se ela é um perigo para todos, não tem escolha, ficará presa sim... Democracia não funciona bem nesses casos... e se chegar a ameaçar a todos, morre... se ficar na boa, vive.

    Hagen era simples, o que não o ameaçava viveria, o que poderia colocar sua vida em risco, sobreviveria.

    -Para onde vamos agora? E quem será o nosso líder?

    Hagen queria colocar uma lenha na fogueira, depois de ver que Cohen e Aragorn queriam protagonismo.
    Aragorn Smith
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 44
    Reputação : 0

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Aragorn Smith em Ter Jul 10, 2018 4:30 pm

    - Isso não é democracia, Hagen. Não estamos votando pra ela ficar ou não presa. Se ela não quiser, simplesmente ela não segue com a gente. Ela tem essa opção. E dependendo do que ela decidir, nós temos a opção de aceitar ou não, mas enfim... vocês são muito medrosos.

    Aragorn riu no final diante da provocação. Também tinha medo da mulher de olhos amarelos aparecer com mais 5 diabos ou botar fogo em geral, mas não ia deixar transparecer isso para o grupo. Nota em Edward ir até o corpo do Diabo e vê uma oportunidade única.

    "Pode ser que sirva pra algo ou que pelo menos me ajude a achar respostas..."

    Smith se aproximando de Edward, disse:

    - Vou te ajudar, parceiro...

    Sacou sua adaga e começou a cortar as unhas e chifres do Diabo. Enrolou os chifres em um pano e guardou em sua bolsa. Abriu um frasco e colocou as unhas. Abriu outro frasco e colocou todo sangue do Diabo que podia. Pegou outro frasco vazio, junto com sua adaga e cortou o saco do Capeta. Aquilo era meio nojento, mas nunca se sabia o que poderia ganhar com as bolas do Diabo. Fechou tudo bem fechado e guardou tudo em sua bolsa. 
    Hagen
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 61
    Reputação : 6

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Hagen em Ter Jul 10, 2018 4:48 pm

    Hagen vê o feiticeiro cortando as bolas do diabo...

    - cara... voês decidem então, xômano


    "Que bicho loko, cortando as bolas do demo...'
    Katsumi Liqueur
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 86
    Reputação : 3

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Katsumi Liqueur em Ter Jul 10, 2018 5:55 pm

    O som que sai da garganta de Yovanna é exasperado, e logo o mastim ao seus pés rosna nervoso, mas sem direcionar o seu compartamento a ninguém em específico.

    -Já está morto. Agora não faz diferença. - Yovanna claramente se referia a Trent. O homem poderia ainda estar respirando, porém seu corpo já estava tão ferido e quebrado, que não era capaz de sentir qualquer outro tipo de dor. Ou mesmo entender o que se passava. E em mais alguns minutos finalmente sua vida teria terminado de se esvair, junto com o sangue que escorria profusamente por ser empalado.

    Ela então olha para os grilhões na mão de Cohen, depois para seus olhos e, finalmente, em direção a Ashur.

    -Este é exatamente meu ponto. Aqui estamos isolados de todos os outros planos. De outros multiversos. E sempre foi assim, a única regra fundamental. Até que sem qualquer tipo de controle, as invocações de fato começaram a vir de fora. - Sua tez empalidece rapidamente, seus olhos tornando-se ainda mais vivos. -Eu não entendo nada sobre planos ou deuses, na verdade. Mas sei as implicações do que aconteceu. Assim como sei que todos tentariam entender, independente de nossa segurança.

    É então que Yovanna leva seus olhos para Aragorn, justamente no momento em que ele está afundando no corpo do diabo, cortanto suas bolas. Ela ergue uma de suas sobrancelhas e espera o mesmo guardar tudo, para continuar a falar.

    -Você está sendo complacente se acha que não tentamos controlar. Na verdade, a magia em si não era algo estranho para a maioria de nós. - Sem dificuldade, e em segundos, a mulher cria uma orbe a alguns centímetros de sua mão, muito parecida com uma daquelas que o feiticeiro atirara no orc. A única diferença era o tamanho, pois cabia facilmente em sua palma. E o fato de se esvair sem causar nenhum tipo de dano, quando Yovanna passou os dedos entre a orbe, fechando sua mão num punho. -Mas essa é. Como se fosse mais pura, ou poderosa. Se antes o contato com a magia era como interagir com um rio tranquilo, depois, se tornou como tentar controlar uma cachoeira?

    Ela balança a cabeça e deixa essa explicação de lado, e tenta voltar a ser mais direta.

    -O que quero dizer é que tentamos aprender a controlar, e embora não tenhamos conseguido, nunca nada tão poderoso com isso aconteceu. - Ela olha novamente para os grilhões. -Eu gostaria de poder usá-los, na verdade. Mas acho que o aconteceu foi justamente isso. Esse poder, seja lá o que for, ficou aprisionado durante um grande percurso. - Ela faz uma pausa, calculando, e responde. -Algumas semanas, pelo menos. E ao ser liberto, estava potencializado de alguma forma. - Ela caminha até perto do diabo, agora completamente desmantelado e sem couro e se abaixa, o observando. Sua expressão é quase de admiração pelo feito. -O meu poder é o mais caótico de todos, e o mais ligado a invocações... Mas nunca nada desse tipo havia acontecido. É aterrador, na verdade.

    Yovanna novamente se levanta, e dessa vez pega as algemas na mão de Cohen e as lança novamente no chão.

    -Eu não procuro nenhum tipo de resposta, mas posso tentar ajudar vocês a encontrá-las. Temos uma dívida, afinal. E só eu fiquei para pagá-la. - Ela revira os olhos, mas não parece aborrecida com o fato. -Eu também não confio nesse poder, mas muito menos nesses grilhões, mesmo sabendo suas palavras chaves. Contudo, nós criamos algo parecido, é só arranjar um pedaço de corda e algum tempo, que consigo reproduzir o efeito. Mas só usávamos para dormir, para evitar surpresas... Por isso nunca teve um acúmulo. - Ela pende a cabeça para um lado, por um breve instante. E com sua voz cada vez mais rouca, continua:-Eu realmente vou ficar com a teoria de que foi por isso que uma criatura infernal pode aparecer ao meu lado. Ela é a mais saudável para minha mente, nesses instante.

    Por fim, voltando-se especificamente para Cohen, responde outra de suas perguntas: -Não um feiticeiro, Crow era um deus. Ou ainda é. Ele sumiu faz muito tempo e muitos diziam que era louco. Não sei muito mais que isso, porque nunca me importei. Mas somos originalmente de perto de Llael, local onde ele ficava. Na verdade, eu não dúvido ter sido ele a nos foder com a magia. E fodido também nossa mente no processo.
    Hagen
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 61
    Reputação : 6

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Hagen em Qua Jul 11, 2018 1:06 am

    Yovana fala sobre Deuses e Hagen fica animado com o papo.

    Opa, eu era um Deus!!!

    Hagen se ergue e vem caminhando para o centro da roda, estufa o seu peito e sua tez era algo que rapidamente asumia um manto de sapiência, parecia até que ele era um ser de algum panteão, tamanha era sua pose em se projetar para começar a falar sobre suas experiências com divindades.

    - Feticeira de olhos amarelos, permita-me falar com propriedade de causa.

    Hagen engrossa a voz e fala com uma exímia seriedade.

    Hagen tosse e pigarreia mas antes muda rapidamente a expressão e se volta para Yovanna:

    - Já pensou que isso pode ser hepatite? Procura o sérgio franco ou bronstein e pede um check-up geral, ajuda bastante, xômana.

    Hagen faz menção com dedos, apontando para os próprios olhos e faz uma cara a la Jack Sparrow, denotando um certo: éeeehhhh...

    Novamente ele tosse e pede a atenção.

    - vocês tem a sorte da vida.. eu era um Deus. Eu sou um Deus...

    Hagen se pôe e olha para os céus...

    - Mas nem sempre foi assim meus caros. Antes eu era um personagem de Rpg criado pelo Bernardo, dentro da crônica do zero. Lá eu acreditava que a Deusa Maior era Gaia, e que a wyrm tinha fudido tudo, vive altas picaretagens mas tudo era ilusão. De uma forma estranha eu me tornei real dentro da realidade paralela irreal... mano! MANO!!! Descobri que o Deus maior do mundo era um cara que usava vestido, andava sobre as águas e que transformava água em vinho, tipo LOKÃOOO!!! Depois disso eu me tornei Deus, saca e comecei a mexer com a realidade e ilusão, Deuses morreram, outros nasceram e eu vi fantasias se transformarem em realidade, exemplo: teve um reino que era do Shrek e tinha a Fiona, o biscoito e o gato de...

    Hagen para e olha para el gato...

    caralho, que porra de mundo é esse?

    - temos que matar o responsável por tudo isso... ou deixá-lo viver
    ... quem deve estar contando essa história? Será que somos parte de um jogo ou é ? A teatralidade e ilusão
    Foram parte dos treinamentos de Bruce Wayne, quando me tornei Deus, virei cinéfilo e a trilogia do Nolan era a melhor...


    Pra que ele pegou a porra das bolas do demo?

    - Xômano, temos que escolher! Vamos votar! Eu voto em SIM!!!


    kaiosilveira89
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 76
    Reputação : 4

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por kaiosilveira89 em Qua Jul 11, 2018 3:32 am

    '- Llaelm... hmmm... Talvez este seja um bom lugar para procurarmos respostas. Crow parece ser o tipo de "deus" que tem as explicações que buscamos saber sobre a feitiçaria que você carrega. Investigaremos o par...'


    *POR CROM* Cohen não fazia ideia de quem era o sujeito mais louco: Hagen, O-guerreiro-lunático com manias de grandeza, ou, Smith, O-feiticeiro-saqueador que colecionava bolas de demônio. O cimério retoma seu raciocínio só que de maneira pausada. A performasse de seus companheiros parecia roubar toda a cena.


    '- Investigaremos. O paradeiro. Dele... E Yovanna, pelo visto você não é a unica que teve a mente bagunçada.'
    Guss
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 64
    Reputação : 1

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Guss em Qua Jul 11, 2018 7:08 am

    Edward vê o feiticeiro seguir seu exemplo e começar a remover tudo aquilo que poderia ser utilizado em poções, ou até mesmo vendido a bons preços, do corpo do diado. Estranha a remoção dos testículos, mas acredita que por algum motivo os feiticeiros de Sigil possam ter apreço por genitália infernal.

    Começa a ouvir Hagen, mas nota que aquilo seria apenas mais um surto de loucura do guerreiro e resolve fazer algo de útil.

    Sem mais delongas, o ex-paladino começa a procurar nas carroças e corpos por coisas úteis e que possam ser de alguma valia para o grupo. Conforme procura, junta os corpos em um único ponto.

    OFF: Edward fará uma busca por itens levando o tempo necessário. Não é preciso teste para esse tipo de ação.
    Aragorn Smith
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 44
    Reputação : 0

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Aragorn Smith em Qua Jul 11, 2018 11:53 am

    - Então não sufoque essa magia que necessita de espaço para sair. Se ela sair as poucos, pode ser menos prejudicial do que sair de modo acumulado, como houve agora. Enfim, quero o melhor para você, Yovanna, mas é você quem decide seu destino. Juntos podemos buscar respostas.

    Sorri para Yovanna e depois começa a escutar Hagen que vinha com uma postura incrível. Parecia detentor de todo saber e quando explana, deduz que tinha hepatite.

    "Pelo Dragão!! Ele tá chapado! Certeza!"

    Escuta todo o devaneio de Hagen e começa a rir. Era engraçado o modo que contava as coisas de sua vida e no final das contas votava em SIM. Não havia nada para ser votado e Aragorn só tinha uma certeza: queria ficar chapado igual ele. Se aproximou de Hagen discretamente e cochichou no pé do seu ouvido.

    - Eu não sei o que você tá usando, mas eu também quero. Guarda um pouco pra mim.


    E voltou sua atenção para Cohen que falava de Deuses. O único que trabalhava para ficar rico, era Edward que empilhava os corpos a procura de algo valioso. Como Smith não era burro e era pobre, foi ajudar Edward. Procurava por quaisquer coisa que fosse rara ou valiosa. Verificava bolsos, pescoços, punhos... todos os orifícios onde pessoas guardavam coisas valiosas.
    Hagen
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 61
    Reputação : 6

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Hagen em Qua Jul 11, 2018 2:41 pm

    Hagen vê a aproximação de Aragorn e o cochicho, o guerreiro na hora puxa um saco co tendo muitas ervas e uma parte com pó.

    - Aqui, penas de fênix, pó de presas vampiricas, pó de fadas malignas, ervas de flor do vale das sombras, extratos de escamas de dragão, e esses pós são ingredientes de ascensão de deuses, mas como foi amassado pra gebte cheirar, não funcionam mais pra ganhar poder... compartilho contigo, mas não quero fumar as bolas do demo não...

    Hagen vê eles revistarem os corpos e tem a brilhante ideia de se vingar da wyrm.

    - ahhh é vc, Finalmente nos encontramos Jörmungandr!!!

    Hagen se aproxima do corpo do demonio, o vira de bruços, pega um graveto e enfia lentamente no anus morto diabólico.

    - não é tu a corruptora? Quem é o maioral? Sua corna!!! Tu arrancou o braço do Panta!!!!!

    Hagen então joga longe o graveto e começa a ficar sério. Assim pega sua espada e retira oa chifres do demônio.


    - Será que vale alguma coisa isso ?


    Katsumi Liqueur
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 86
    Reputação : 3

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Katsumi Liqueur em Qua Jul 11, 2018 9:22 pm

    Edward e Aragorn juntam uma quantidade considerável de armas, moedas e objetos que poderiam ser vendidos por algumas moedas de outro numa pilha. Mas é dentro da bagagem de uma das carroças que eles dão sorte, e encontram algum tipo de amuleto e três poções. O feiticeiro poderia tentar identificar os itens, ou simplesmente vendê-los por uma boa quantidade de moedas quando chegassem a alguma cidade grande.

    Enquanto isso, Yovanna apenas balança a cabeça para Aragorn, mostrando que o tinha escutado. Depois, fica a observar Hagen intrigada e sussurra para si mesma: -A morte realmente enlouquece alguns...

    É então que o barulho de animais e pessoas se aproximando pode ser escutado, e o grupo observa seu companheiro Van Bash chegar montado e escoltando os mercadores, cozinheiros e condutores de carroças, com seus cavalos e bois. Arag Tatte, o homem que os havia contratado mais uma vez, estava ao seu lado em outro cavalo, assim como outros dos mercadores mais proeminentes. Ao chegar perto ele questiona ríspido, sua voz mal contendo a raiva: -O que diabos aconteceu!? - Seus olhos ainda não haviam visto Yovanna.
    kaiosilveira89
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 76
    Reputação : 4

    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por kaiosilveira89 em Qua Jul 11, 2018 9:40 pm

    O Cohen era só fúria ao visualizar Tatte. O bárbaro caminha até o cavalo do velho, segurou as rédeas do animal e as puxou com força, fazendo o equino se desequilibrar e derrubar seu cavaleiro de cima da cela. Com o homem caído, o cimério afasta o animal inocente que não entendia o que estava acontecendo.

    Com ira nos olhos, o bárbaro ergue o velhote com uma única mão. Cohen saca sua adaga e pressiona a ponta da mesma sobre a virilha do homem de idade, falando com um ódio que lhe enrugava todo o semblante:

    - Melhor cuspir tudo que você nos escondeu ou vai sangrar como um porco crucificado enquanto os corvos comem seus olhos... Por que infernos não fomos avisados de que haviam mulheres presas dentro de uma carruagem, velho bastardo?

    A adaga começava a ser pressionada com mais força, já perfurando o tecido das calças de Tatte.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Lasciate ogne speranza, voi ch'intrate

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Set 19, 2018 6:48 am