Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Novas Vagas: Caçadores

    Compartilhe
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1324
    Reputação : 23

    Novas Vagas: Caçadores

    Mensagem por Claude Speedy em Seg Jul 02, 2018 1:02 pm

    Sandy deixa pelo menos dez mortos em Nova York, diz prefeito; nos EUA já são 21

    A tempestade Sandy deixou pelo menos dez mortos em Nova York, anunciou nesta terça-feira (30) o prefeito da cidade, Michael Bloomberg, em entrevista. Ao todo, as fatalidades nos EUA já chegam a 21.

    Também morreu uma mulher no Canadá...

    Bloomberg pediu paciência aos moradores da cidade e alertou que a população enfrentará problemas nos próximos dias com a falta de energia e carência no transporte público.



    “Os trabalhos estão em curso, esperamos recuperar a cidade"

    Algo esta muito errado...

    Os hospitais atacados são claramente em uma região pobre, no desespero muitas pessoas alegam ter visto lobos, cães ou uma fera do comum atacando o lugar... E tiros, balas... Pessoas se feriram no hospital. Furacão Sandy?

    Não... não pode ser isso!
    O prefeito Bloomberg esta escondendo alguma coisa!

    Nota Narrativa: Essa é a abertura oficial para vagas de Caçadores baseados nos acontecimentos do cenário. Serão caçadores clássicos com a possibilidade de talvez virarem Imbuídos, dependendo de como for correr o jogo.
    Os personagens serão os clássicos perseguidores do sobrenatural, podem ser experientes caçadores de vampiros, lobisomens, fantasmas e magos ou meros curiosos sobre as afirmações. A trama abre espaço agora para investigadores prontos para enfrentar a ameaça...


    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1324
    Reputação : 23

    Re: Novas Vagas: Caçadores

    Mensagem por Claude Speedy em Seg Jul 02, 2018 1:08 pm

    Ficha - Caçador

    Nome:
    Método:
    Conceito:
    Natureza:
    Comportamento:
    Descrição ou imagem:

    2. Atributos (07/05/03)

    Físicos
    - Força: 01
    - Destreza: 01
    - Vigor: 01

    Sociais
    - Carisma: 01
    - Manipulação: 01
    - Aparência: 01

    Mentais
    - Percepção: 01
    - Inteligência: 01
    - Raciocínio: 01

    3. Habilidades (13/09/05)

    Talentos
    - Prontidão:
    - Esportes:
    - Briga:
    - Esquiva:
    - Empatia:
    - Expressão:
    - Intimidação:
    - Consciência:
    - Instrução:
    - Intuição:
    - Manha:
    - Lábia:

    Perícias
    - Artes Marciais:
    - Empatia c/ Animais:
    - Ofícios:
    - Condução:
    - Etiqueta:
    - Armas de Fogo:
    - Armas Brancas:
    - Liderança:
    - Segurança:
    - Furtividade:
    - Sobrevivência:
    - Tecnologia:

    Conhecimentos
    - Acadêmicos:
    - Computador:
    - Finanças:
    - Cosmologia:
    - Investigação:
    - Direito:
    - Linguística:  
    - Medicina:
    - Ocultismo:
    - Política:
    - Ciências:
    - Cultura (grupo específico):

    Virtudes (07)
    - Consciência: 01
    - Autocontrole: 01
    - Coragem: 01

    Humanidade:

    Força de Vontade: (Coragem inicial)

    Antecedentes: (05)

    Núminas:

    Qualidades:

    Defeitos:

    Equipamentos (Carregados):
    Posses:



    6. Prelúdio

    Algumas explicações sobre o que deve ser respondido, substitua o texto pela sua origem.

    Descreva aqui se você já teve contato com o sobrenatural.

    É a primeira vez de vocês em Nova York?
    Se seu personagem nasceu em qualquer outro lugar do mundo e nunca esteve aqui ou se é um morador da cidade ou que quer seja descreva em sua história.

    Já ouviu falar da Tecnocracia?
    Você já encontrou esse grupo em seu prelúdio? Eles sabem de você? Algum homem de preto já perguntou se viu algo estranho no seu bairro? ou se nem imagina do que Arctos esta falando.
    Ryan Schatner
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 120
    Reputação : 5

    Re: Novas Vagas: Caçadores

    Mensagem por Ryan Schatner em Sab Ago 18, 2018 1:41 am

    Nome: Ryan Prescott
    Método: Investigativo
    Conceito: Caçador de Recompensas
    Natureza: Valentão
    Comportamento: Bon Vivant

    Descrição
    Branco, cabelo escuro, olhos azuis, 1,80m e 80Kgs. Prescott costuma se apresentar trajado com jeans, camiseta branca, botas e jaqueta de couro. É possuidor de olhos astutos e de um sorriso marcante e debochado que assinala sua jovialidade. Quanto a sua personalidade, a parte boa da descrição seria “instável, agressivo, debochado e bon vivant”, mas quando vamos mais a fundo na espiral da moralidade de Ryan Prescott, a coisa começa a ficar mais “caótica, violenta, zombeteira e sádica”.



    Atributos

    Físicos
    Força: 3
    Destreza: 3
    Vigor: 2

    Sociais
    Carisma: 2
    Manipulação: 2
    Aparência: 2

    Mentais
    Percepção: 4
    Inteligência: 3
    Raciocínio: 3


    Habilidades

    Talentos
    Prontidão: 2
    Esportes: 1
    Briga: 2
    Esquiva: 1
    Empatia:
    Expressão:
    Intimidação: 1
    Consciência:
    Instrução: 1
    Intuição: 1
    Manha: 1
    Lábia: 1

    Perícias
    Artes Marciais:
    Empatia c/ Animais:
    Ofícios:
    Condução: 1
    Etiqueta: 1
    Armas de Fogo: 3
    Armas Brancas: 2
    Liderança:
    Segurança: 1
    Furtividade: 2
    Sobrevivência: 1
    Tecnologia: 1

    Conhecimentos
    Acadêmicos: 3
    Computador: 2
    Finanças: 2
    Cosmologia:
    Investigação: 4 (1) [Esp.: Pistas Ocultas]
    Direito: 1
    Linguística: 1
    Medicina: 1
    Ocultismo:
    Política:
    Ciências:
    Cultura (grupo específico):


    Virtudes

    Consciência: 2
    Autocontrole: 3
    Coragem: 5

    Humanidade: 5
    Força de Vontade: 8 (3)

    Antecedentes
    Aliados 1 (Julliane Archer)
    Contatos 2 (Robert Price - Departamento de Justiça; William Hope - Contato misterioso em NYC)
    Recursos 2

    Qualidades
    Temerário (3)
    Concentração (1)
    Precoce (3)

    Defeitos
    Sono Pesado (-1)
    Inimigo [Máfia] (-3)
    Cabeça quente (-2)
    Recém-Chegado (-1)

    Equipamentos Carregados
    Pistola M1911 [Dif 8 | Dano 5 | CDT 3]
    2 carregadores sobressalentes
    Faca de Combate [Dif 4 | Dano Força+1]
    Celular e Carteira

    Posses
    SPAS 12 [Dif 6, Dano 8, CDT 3] - No porta-malas do carro
    Buick Skylark 1968

    Obs.: Pontos de bônus estão em vermelho.

    Prelúdio

    Nascido em Chicago, Ryan Prescott foi criado para ser um herdeiro. Filho de John Prescott, um industriário do setor de telecomunicações, desde muito cedo Ryan foi educado para ser o brilhante administrador que substituiria seu pai na Whitmann & Prescott Company. Os melhores colégios, faculdade de renome e toda a experiência da família... Mas a vida tinha outros planos para Ryan.

    Desde jovem, acompanhou de perto o crescimento explosivo da empresa de seu pai que fornecia rádios comunicadores para o exército americano durante a guerra do Vietnam. Juntos, Robert Whitmann, brilhante engenheiro eletrônico, e John Prescott, um investidor nato, criaram um pequeno império do setor de telecomunicação, desenvolvendo desde rádios domésticos e automotivos até HTs e estações de base.

    Após se formar com louvor em administração na Universidade Mckendree, Prescott assumiu o cargo de Diretor Administrativo Junior na W&C, o que despertou inveja de muitos executivos mais velhos que se julgavam melhores candidatos que o riquinho recém-saído da faculdade. Mas ao contrário do que muitos pensavam, o filho de John não se intimidara com a pressão do cargo e com um apurado instinto estratégico, levou a empresa a novos patamares de excelência administrativa.

    Se nossa história parasse por aqui, então estaria tudo bem. Mas nenhum caminho é feito somente de flores. Com o tempo, a vida executiva foi se mostrando enfadonha para Ryan. Não via prazer na rotina, não gostava das pessoas, todas sempre tão certinhas, bajuladoras, como cães famintos implorando pelas sobras do almoço. Passou a ter crises de agressividade no trabalho, faltava ao expediente por puro capricho, bebia constantemente.

    Mas foi numa dessas noites de bebedeira, num bar sujo e clandestino instalado nos fundos de um escritório portuário em South Shore que Ryan Prescott encontrou seu destino. Era julho de 2009, o ar quente de verão misturado ao cheiro oleoso de fritura o fazia ingerir grandes quantidades de cerveja, entremeadas com algumas doses de whiskey. Enquanto isso, dois caras caricatos atacavam com um blues animado no canto oposto à mesa de poker em que estava sentado. Ao contrário de seu tão entediante ambiente de trabalho, ali naquele bar tudo era vivo... e morto ao mesmo tempo. Sob as parcas luzes de neon azul, ninguém notava sua presença, não lhe bajulavam ou lhe dirigiam comentários inapropriados.

    Quem poderia imaginar? Um playboy em meio a viciados, prostitutas e até a alguns criminosos. Olhando da mesa de onde estava sentado, achava tudo aquilo um máximo. Observava maravilhado toda aquela movimentação enquanto tragava saborosamente um charuto. Ajeitou suas cartas na mão e quando o dealer baixou o river, exclamou:

    — Senhores, me passem as fichas por favor! Full house! – disse ao baixar um par de damas junto à trica de reis na mesa.
    — Está de brincadeira, Ryan! Você está rapando a mesa hoje! Quantas cartas tem nesse baralho? – disse inconformado um homem negro de chapéu panamá ao seu lado, jogando as cartas na mesa.
    — Boa sorte não é para todos, Bob. – disse Ryan com um largo sorriso.

    Enquanto embaralhava as cartas para a próxima rodada, notou a presença de uma bela mulher de cabelos longos e negros, trajando um jeans justíssimo e jaqueta de couro que adentrou ao recinto. Ficou alguns segundos hipnotizado pela sua presença, a acompanhando com os olhos enquanto ela conversava com o barman por um breve momento. Sem entender, reparou que ela saiu do bar minutos após, sem consumir nada nem levar consigo algum possível cliente embriagado. Entendeu menos ainda quando a moça voltou portando uma espingarda de cano serrado e acompanhada de um homem alto também armado, procurando por um tal de Billy Joe “Manca”.

    Daí em diante tudo se tornou em caos e a cena pareceu passar em câmera lenta para o jovem Ryan. Um homem gordo a sua frente levantou-se abruptamente tentando sacar um revólver de sua cintura, mas foi baleado no peito pelo acompanhante da mulher, que por sua vez foi atingido no pescoço por um homem que saia de arma em punho do banheiro. A jovem de cabelos negros caiu em desespero por sobre seu amigo ou namorado tentando acudi-lo, enquanto o atirador gritava: — EU NÃO VOU VOLTAR PRA CADEIA! VOCÊS NUNCA VÃO ME PEGAR!

    As pessoas corriam para as saídas com medo de serem pegas no fogo cruzado, mas Prescott permanecia imóvel em sua cadeira, numa espécie de transe ou estado de choque sem saber o que fazer. Nunca havia presenciado um tiroteio, não sabia quem eram as pessoas, mas julgou que o casal talvez fossem policiais disfarçados. Só caiu em si quando escutou o homem dizer – “Agora vou mandar esse seu lindo traseiro pro inferno, cadela” – e o viu mirar a arma na mulher. Num ímpeto de coragem, ou no medo de ser o próximo alvo, se atirou ao solo e agarrou a arma de seu falecido companheiro de carteado e a descarregou nas costas do criminoso que caiu morto como uma boneca de pano velha. A princípio, uma sensação de nojo lhe tomou a mente o fazendo jogar longe aquele revólver, afinal, ele havia acabado de assassinar um homem. Mas bem lá no fundo, um débil prazer e sensação de poder, lhe corriam as veias junto a uma descarga de adrenalina.

    Descobriu que o casal eram Julianne e Simmon Archer, irmãos e caçadores de recompensa. E que o homem que acabara de matar, vulgo “Manca”, era um figurão da máfia de Chicago, que possuía um prêmio de cinco mil dólares por sua cabeça por vários crimes de sequestro e assassinato.

    Dias depois, Simmon veio a falecer no hospital da Universidade de Chicago por infecção generalizada por conta do ferimento à bala em seu pescoço. Julianne, ainda em luto por seu irmão, procurou Ryan e fez questão de lhe dar a parte do dinheiro que pertenceria a seu irmão. Naquele momento, pela primeira vez em sua vida, se sentiu verdadeiramente merecedor dos frutos de suas ações, excitado com aquela vida totalmente instável que era a da caçada humana.

    Os dias e a necessidade fizeram com que os dois se aproximassem. Ryan queria saber mais sobre aquele mundo, aprender o ofício, estar entre aquelas pernas, possivelmente acompanhado de uma boa dose de whiskey. Abandonou o cargo na empresa, a família, uma carreira promissora nos negócios, comprou uma 1911 calibre 45, muita munição e partiu com a encantadora Julianne em uma aventura perigosa por todo o grande estado de Illinois. E assim tem levado aquilo que chama de vida pelos últimos três anos.

    Já era tarde noite quando cruzaram os limites que separavam Jersey de Nova York. Ryan dirigia o antigo Buick Skylark '68 de Julianne, enquanto ela dormia ao seu lado, rumo a uma reunião misteriosa que ela havia marcado com um contato em Manhattan, sobre um trabalho que lhes poderia render uma boa grana. Enquanto fitava os imponentes prédios iluminados do centro da cidade que surgiam no horizonte, pensava em quais animadoras aventuras este serviço os trariam.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Novas Vagas: Caçadores

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Dez 13, 2018 4:07 am